gerenciamento ativo de riscos

Download Gerenciamento Ativo de Riscos

Post on 16-Dec-2014

2.970 views

Category:

Education

6 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Introdução ao Gerenciamento de Riscos em Projetos a partir de material preparado para evento da Brasil Telecom e conteúdos do curso de gestão gratuito da X25 - www.correntecritica.com

TRANSCRIPT

  • 1. Diretoria Adjunta de Aes Competitivas e Desempenho Vice-Presidncia de Operaes Programa Aprimorando talentos, melhorando resultados

2. O Caminho do Risco o Sucesso,o do acaso a sorte(Raul Seixas, Caminhos) 3. Introduo ao Gerenciamento de Riscos em Projetos Peter Berndt de Souza Mello, SpS, PMP Spider ManagementTechnologies do Brasil X25 Treinamento e Consultoria 4. Segundo o PMBOK, um risco " um evento oucondio incertaque, se ocorrer, provocar um efeitopositivoounegativonos objetivos do projeto " (glossrio, pg.376). 5. Pequenos riscos trazem pequenas ameaase pequenas oportunidades 6. Grandes riscostrazem grandes oportunidades, mas com maiores ameaas. 7.

  • O Guia PMBOK define seis processos de Gerenciamento de Riscos:

8. 9. O Planejamento do Gerenciamento de Riscos o processo de decidir como abordar e planejar as atividades de gerenciamento de risco para um projeto 10. A identificao dos riscos envolve as atividades necessrias para determinar quais os riscos podem afetar o projeto e documentar suas caractersticas 11. A anlise qualitativa de risco o processo de avaliao do impacto e probabilidade de riscos identificados 12. A anlise quantitativa de risco tem como objetivo analisar numericamente a probabilidade de cada risco e de sua respectiva conseqncia nos objetivos do projeto 13. O plano de resposta ao risco o processo de desenvolvimento de opes/aes para melhorar oportunidades e reduzir ameaas para os objetivos do projeto 14. Monitoramento e controle do risco o processo utilizado para manter a integridade da lista de riscos e suas respostas, identificando riscos residuais e novos riscos 15. No segundosemestre de 2008, oPMIlana o Practice Standard for Project Risk Managementcontendo detalhes sobre os processos descritos noPMBOKe incluindo um apndice com modelos e exemplos de tcnicas e ferramentas. 16.

  • Como um projeto atrasa um ano ?
      • UM DIA DE CADA VEZ
  • O Caminho do Risco o Sucesso,o do acaso a sorte

Tirando os Riscos do Papel 17.

  • Somente atravs doGerenciamento Ativo de Riscospodemos reduzir nossa dependncia em relao aSORTEe efetivamente trabalhar em funo doSUCESSOdo projeto.

Tirando os Riscos do Papel 18.

  • Diferente dos demais animais, o ser humano capaz de entender o relaciona-mento entre ofuturo desconhecidoe opassado irreversvel , no qual podemos antecipar eventos e agir para influenciar seu impacto sobre ns ( transio ).

Tirando os Riscos do Papel Passado Irreversvel Futuro Desconhecido Transio 19.

  • Para ampliar a transio, utilizamos aREMEMORAO e aPREVISOcomo formas de aprender com o passado e aplicar as lies no futuro.

Tirando os Riscos do Papel Passado Irreversvel Futuro Desconhecido Transio Passado Irreversvel Futuro Desconhecido Transio 20.

  • Olhar o passado e identificar que situaes aconteceram similares ao presente;
  • Determinar que impacto os eventos passados produziram;
  • Determinar o que poderia ter sido feito quando estes eventos aconteceram;

R E M E M O R A O Passado Irreversvel Futuro Desconhecido Transio Passado Irreversvel Futuro Desconhecido Transio 21.

  • Determinar o que poderia ter sido feito antes destes eventos terem acontecido;
  • Determinar que indicadores ns tivemos de que estes eventos estavam por acontecer.

R E M E M O R A O Passado Irreversvel Futuro Desconhecido Transio Passado Irreversvel Futuro Desconhecido Transio 22.

  • Olhar o futuro para ver o que poder acontecer;
  • Determinar que impacto estes eventos futuros podero ter;

P R E V I S O Passado Irreversvel Futuro Desconhecido Transio Passado Irreversvel Futuro Desconhecido Transio 23.

  • Planejar o que poderia ser feito se estes eventos venham ocorrer;
  • Agir antecipadamente;
  • Procurar por indicadores precoces. (early warnings primeiros indicadores)

P R E V I S O Passado Irreversvel Futuro Desconhecido Transio Passado Irreversvel Futuro Desconhecido Transio 24.

  • Ferramentas de acompanhamentoso uma forma de lidar ativamente com riscos

Tirando os Riscos do Papel 25.

  • Ferramentas de Simulaoso uma uma forma de contextualizar respostas a riscos e determinar probabilidades de sucesso

Tirando os Riscos do Papel 26. Tirando os Riscos do Papel Plano deGerenciamentode Riscos Identificao dos Riscos Planejamento de Resposta a Riscos AnliseQuantitativa Anlise Qualitativa Monitoramento e controle dos Riscos Planejamento Controle Simulao &Determinao deMetas 27. Plano deGerenciamentode Riscos Tirando os Riscos do Papel 28. Identificao dos Riscos Tirando os Riscos do Papel 29. Tirando os Riscos do Papel AnliseQuantitativa 30. Tirando os Riscos do Papel AnliseQualitativa Considerado: (2) para Baixo; (5) para Mdio; (8) para Alto 31. Tirando os Riscos do Papel AnliseQualitativa Cuidado com os extremos! Itens de ALTO impacto e baixa probabilidade ou baixo impacto e ALTA probabiliade podem necessitar de um plano de resposta especfico 32. Tirando os Riscos do Papel AnliseQualitativa Estes so exemplos de uma anlise qualitativa que pode exigir ajuste na classificao em decorrncia do ALTO impacto 33. Tirando os Riscos do Papel Plano de Respostas ** Reavaliar riscos peridicamente ** ** Ateno a Riscos secundrios e residuais ** 34. Tirando os Riscos do Papel Simulaes & Definio de Metas

  • Riscos iro influenciar as estimativas de durao,o conjunto de atividades de um projeto (alternativas) e seu seqenciamento, influindono TEMPO, CUSTO e ESCOPO.

35. Tirando os Riscos do Papel Simulaes & Definio de Metas

  • Simulaes so criadas com cenrios pessimistas, otimistas e mais provveis, permitindo a criao de cronogramas mais realistas dentro de uma curva de confiana estabelecida.

36. Tirando os Riscos do Papel

  • Cenrio Otimista: 22 horas

Simulaes: Cenrio Otimista 19 horas 37. Tirando os Riscos do Papel

  • Cenrio Otimista: 22 horas

Simulaes: Cenrio Provvel 25 horas 38. Tirando os Riscos do Papel Simulaes: Cenrio Pessimista 30 horas 39. Tirando os Riscos do Papel

  • Probabilidade calculada para ocronograma previsto: 51%
  • Cronograma com 80% de probabilidade:- Ser necessrio realizar 3 horas extras entre os dias 24 e 28 para viabilizar a entrega no prazo (data da apresentao)
  • A simulao identificou a necessidade de realizaratividades no fim-de-semana e permitiu o clculo deprobabilidade, levando-se em considerao estasituao.

Simulaes: Resultados 40. Tirando os Riscos do Papel

  • Materiais complementares:
    • http://www.gerenciaderiscos.com/downloads/introriscos.zip

T r e i n a m e n t oeC o n s u l t o r i a Parte deste trabalho foi preparada a partir de informaes cedidas por Edward Fern. Referncias: PMBOK, 3 Edio e demais materiais inclusos no link acima. Reproduo autorizada desde que mantido o formato original 41. Diretoria Adjunta de Aes Competitivas e Desempenho Vice-Presidncia de Operaes Programa Aprimorando talentos, melhorando resultados

Recommended

View more >