20131210_br_metro sao paulo

24
MÍN: 21°C MÁX: 29°C www.metrojornal.com.br | [email protected] | www.facebook.com/metrojornal | @jornal_metro SÃO PAULO Terça-feira, 10 de dezembro de 2013 Edição nº 1.690, ano 7 RECICLE A INFORMAÇÃO: PASSE ESTE JORNAL PARA OUTRO LEITOR DE ‘PRINCESAS’ A PERIGUETES ESTRELAS TEEN FAZEM TUDO PARA MOSTRAR QUE CRESCERAM EM ‘SPRING BREAKERS’ PÁG. 11 ROBERTO STUCKERT FILHO/PR Dilma e ex-presidentes viajam juntos à África É a primeira vez que isso acontece; eles irão participar de homenagem a Mandela PÁG. 08 Até hospital está na lista da propina Máfia do ISS. Lista apreendida com um dos fiscais aponta que, além de construtoras, um hospital, um colégio e quatro shoppings teriam participado do esquema fraudulento para redução de imposto. Desvio teria rendido à quadrilha R$ 29 milhões em um ano PÁG. 04 Furacão Fernanda anuncia candidatos a melhor do mundo Performance no sorteio da Copa encantou a Fifa. Ah, concorrem Messi, Cristiano Ronaldo e Ribéry PÁG. 18 Depois da selvageria, o jogo de culpas Polícia prende 22 acusados de vandalismo Polícia, MP e clubes tentam fugir da responsabilidade da confusão que chocou o Brasil em Joinville PÁG. 19 Ato ocorreu na Fernão Dias, em outubro. Suspeitos foram pegos com drogas e objetos roubados PÁG. 03 A brasileira no anúncio da Fifa ontem | REPRODUÇÃO Fernando Collor de Mello (1990-1992) Fernando Henrique Cardoso (1995-2002) Dilma Rousseff (2011-atual) Luiz Inácio Lula da Silva (2003-2010) José Sarney (1985-1990)

Upload: metro-brazil

Post on 11-Mar-2016

251 views

Category:

Documents


24 download

DESCRIPTION

 

TRANSCRIPT

Page 1: 20131210_br_metro sao paulo

MÍN: 21°CMÁX: 29°C

www.metrojornal.com.br | [email protected] | www.facebook.com/metrojornal | @jornal_metro

SÃO PAULO Terça-feira, 10 de dezembro de 2013Edição nº 1.690, ano 7

sunny

hazy

snow rain partly sunny

cloudy sleet thunder part sunny/showers

showers

thunder showers

windy

RECI

CLE

A IN

FORM

AÇÃO

: PAS

SE

ESTE

JORN

AL P

ARA

OUT

RO LE

ITO

R

DE ‘PRINCESAS’A PERIGUETESESTRELAS TEEN FAZEM TUDO PARA MOSTRAR QUE CRESCERAM EM ‘SPRING BREAKERS’ PÁG. 11

ROBERTO STUCKERT FILHO/PR

Dilma e ex-presidentes viajam juntos à ÁfricaÉ a primeira vez que isso acontece; eles irão participar de homenagem a Mandela PÁG. 08

Até hospital está na lista da propina Máfia do ISS. Lista apreendida com um dos fiscais aponta que, além de construtoras, um hospital, um colégio e quatro shoppings teriam participado do esquema fraudulento para redução de imposto. Desvio teria rendido à quadrilha R$ 29 milhões em um ano PÁG. 04

Furacão Fernanda anuncia candidatos a melhor do mundo Performance no sorteio da Copa encantou a Fifa. Ah, concorrem Messi, Cristiano Ronaldo e Ribéry PÁG. 18

Depois da selvageria, o jogo de culpas

Polícia prende 22 acusados de vandalismo

Polícia, MP e clubes tentam fugir da responsabilidade da confusão que chocou o Brasil em Joinville PÁG. 19

Ato ocorreu na Fernão Dias, em outubro. Suspeitos foram pegos com drogas e objetos roubados PÁG. 03

A brasileira no anúncio da Fifa ontem | REPRODUÇÃO

Fernando Collor de Mello

(1990-1992)

Fernando Henrique Cardoso

(1995-2002)

Dilma Rousseff(2011-atual)

Luiz Inácio Lula da Silva(2003-2010)

José Sarney(1985-1990)

Page 2: 20131210_br_metro sao paulo

av. Nove

de Ju

lho

av. Rebouças

av. Brasil

av. S

ão G

abrie

l

av. Brigadeiro Faria Lima

Mar

g. P

inhe

iros

PINHEIROS

ParqueIbirapuera

VILAMARIANA

JARDIMPAULISTA

av. Brig

. Luís A

ntônio

al. E

ugên

io de

Limarua

Pamplo

na

ITAIM BIBI

IBIRAPUERA

CONSOLAÇÃO

PACAEMBU

VILAMADALENA

rua da Consolação

BELAVISTA

centro

av. V

inte

e T

rês d

e M

aio

rua

Verg

ueiro

VEJA AS MUDANÇASVEJA AS MUDANÇASVEJA AS MUDANÇASVEJA AS MUDANÇASVEJA AS MUDANÇASVEJA AS MUDANÇASVEJA AS MUDANÇASVEJA AS MUDANÇASVEJA AS MUDANÇASVEJA AS MUDANÇASVEJA AS MUDANÇASVEJA AS MUDANÇASVEJA AS MUDANÇASVEJA AS MUDANÇASVEJA AS MUDANÇASVEJA AS MUDANÇASVEJA AS MUDANÇASVEJA AS MUDANÇASVEJA AS MUDANÇASVEJA AS MUDANÇASVEJA AS MUDANÇASVEJA AS MUDANÇASVEJA AS MUDANÇASVEJA AS MUDANÇASVEJA AS MUDANÇASVEJA AS MUDANÇASVEJA AS MUDANÇASVEJA AS MUDANÇASVEJA AS MUDANÇASVEJA AS MUDANÇASVEJA AS MUDANÇASVEJA AS MUDANÇASVEJA AS MUDANÇASVEJA AS MUDANÇASVEJA AS MUDANÇAS

A CET pode adotar bloqueios emergenciais para reduzir o fluxo de veículos na avenida

entre a rua da Consolação e a av. Brig. Luís Antônio, no lado par, passa a ser proibido parar e estacionar também aos domingos

no lado ímpar, CET vai proibir o estacionamento em período integral, inclusive aos domingos

entre a av. Brig. Luís Antônio e alameda Joaquim Eugênio de Lima, e entre as ruas Pamplona e Itapeva, no lado ímpar, será proibido estacionar inclusive aos domingos

al. Santosr. Cincinato Braga

rua São Carlos do Pinhal

r. I

tapeva

AV. PAULISTA

SÃO PAULO, TERÇA-FEIRA, 10 DE DEZEMBRO DE 2013www.metrojornal.com.br |02| {FOCO}

1FOCO

O jornal Metro circula em 24 países e tem alcance diário superior a 20 milhões de leitores. No Brasil, é uma joint venture do Grupo Bandeirantes de Comunicação e da Metro Internacional. É publicado e distribuído gratuitamente de segunda a sexta em São Paulo, Brasília, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Curitiba, Porto Alegre, ABC, Santos e Campinas, somando mais de 480 mil exemplares diários.

Editado e distribuído por Metro Jornal S/A. Endereço: rua Tabapuã, 81, 14º andar, Itaim, CEP 04533-010, São Paulo, SP. Tel.: 3528-8500. O jornal Metro é impresso na Plural Editora e Gráfica Ltda.

EXPEDIENTEMetro Brasil. Presidente: Cláudio Costa Bianchini (MTB: 70.145) Editor Chefe: Luiz Rivoiro (MTB: 21.162). Diretor Comercial e Marketing: Carlos Eduardo ScappiniDiretora Financeira: Sara Velloso. Diretor de Tecnologia e Operações: Luiz Mendes JuniorGerente Executivo: Ricardo Adamo Coordenador de Redação: Irineu Masiero. Editor-Executivo de Arte: Vitor Iwasso

Metro São Paulo. Editores-Executivos: Ariel Kostman e Lara De Novelli (MTB: 31.369) Editor de Arte: Tiago Galvão. Gerentes Comerciais: Tânia Biagio e Elizabeth Silva

FALE COM A REDAÇÃ[email protected]/3528-8522

COMERCIAL: 011/3528-8549

Filiado ao

A prefeitura inaugura ho-je, às 21h, o tradicional pal-co de Natal na avenida Paulis-ta. A estrutura, que faz parte do Natal Iluminado, fica en-tre as ruas Padre João Manuel e Ministro Rocha Azevedo. O palco possui uma árvore de Natal com 10 metros de altu-ra e 12 bonecos infláveis, de cinco metros cada. As apre-sentações, que contarão com músicas natalinas, acontece-rá todos os dias, das 20h às 6h, até o dia 25 de dezembro.

A programação comple-ta do Natal Iluminado po-de ser consultada no si-te www.cidadedesaopaulo.com/natal.

TrânsitoA CET vai intensificar o mo-nitoramento na região en-tre 18h e 1h, até o dia 6 de janeiro. Nos últimos três anos, em média, o fluxo de

veículos na Paulista regis-trou alta de 22% nesse pe-ríodo, comparado com as três primeiras semanas de novembro.

Devido à grande concen-tração de pedestres aten-tos à iluminação especial, podem ocorrer bloqueios

emergenciais em trechos da Paulista para garantir a se-gurança dos passantes.

Para melhorar a fluidez do trânsito, serão ampliadas temporariamente as restri-ções de estacionamento de algumas ruas paralelas (ve-ja o mapa). METRO

Transito. Estrutura conta com árvore de Natal de 10 metros de altura e bonecos infláveis. Atração vai até o dia 25 de dezembro

Palco da Paulista é inaugurado hoje

A CET (Companhia de Enge-nharia de Tráfego) firmou um acordo com o banco Itaú para ampliar o horário de gratuidade no empréstimo de bicicletas do programa Bike Sampa. O sistema, que vai começar a aceitar o car-tão do bilhete único para a retirada de bicicletas até o fi-nal de janeiro, terá gratuida-de ampliada de 30 minutos para 1 hora. Até então, ape-nas usuários de cartão de crédito podiam fazer o em-préstimo das bicicletas. O aditamento foi publicado no “Diário Oficial” de sábado.

Para utilizar as bicicletas, o usuário vai continuar pre-cisando fazer um primeiro cadastro no site www. mo-bilicidade.com.br/bikesam-

pa, além de um depósito de garantia de R$ 10, que será descontado dos créditos do bilhete único. Cada meia--hora adicional custa R$ 5.

O sistema de empréstimo com o uso do bilhete único foi testado por 60 dias nas estações do parque Trianon e nos shoppings Eldorado e Santa Cruz. Nesses locais, 20% dos empréstimos reali-zados foram feitos com a uti-lização do cartão. METRO

Sampa. Empréstimo de bike será grátis por 1 hora

Palco será inaugurado hoje | ALEXANDRE MOREIRA/FOLHAPRESS

Cerca de 70 integrantes do MTST (Movimento dos Tra-balhadores Sem Teto) fica-ram em frente ao prédio da prefeitura, no centro, das 12h50 às 19h de ontem.

O grupo era formado por pessoas que ocupam o Cine Marrocos, que fica na rua Conselheiro Crispiniano, na região central, e tiveram a energia cortada.

O grupo gritou palavras de ordem contra o prefeito Fernando Haddad (PT) e co-bravam melhores condições de moradia. O prefeito re-cebeu um grupo de mani-festantes para uma reunião, por volta das 14h45, mas a prefeitura não informou se houve algum acordo.

A Guarda Civil Metropo-litana acompanhou o ato, mas não houve confronto.

Na Cidade Dutra, outro

grupo fechou uma garagem de ônibus. Eles reivindicam mais moradias na região.

METRO

Sem teto protestam mais uma vez na prefeitura

Manifestantes ocuparam frente da prefeitura | ANDRE PORTO/METRO

R$ 10é o valor do depósito de garantia cobrado pela programa Bike Sampa.

Dólar - 0,34%(R$ 2,31)

Bovespa + 0,43% (51.165 pts)

Euro- 0,94% (R$ 3,18)

Selic (10% a.a.)

Salário mínimo(R$ 678)

Cotações

Juscelino Kubitschek

AssassinadoA Comissão Municipal da Verdade Vladimir

Herzog, da Câmara de São Paulo, apresentará hoje um relatório que

comprova o assassinato do ex-presidente JK. A história oficial diz que ele sofreu um acidente

de carro, em 1976.

Page 3: 20131210_br_metro sao paulo

SÃO PAULO, TERÇA-FEIRA, 10 DE DEZEMBRO DE 2013www.metrojornal.com.br {FOCO} |03|◊◊

Violência. Rodovia foi fechada no dia 28 de outubro após adolescente ter sido morto por um policial. Ação deixou seis ônibus e três caminhões destruídos. Com suspeitos, foram apreendidos objetos roubados e drogas

Jovens marcam ‘bailes’ em mais três shoppingsApós o arrastão no shop-ping Itaquera, no sábado, grupos de adolescentes es-tão marcando nas redes sociais mais três “baliles” em centro de compras, pa-ra o dia 21,

Os encontros estão sendo

programados para os shop-pings Itaquera, Aricandu-va e Tatuapé, todos na zona leste. Duas pessoas foram presas, suspeitas de terem participado do arrastão no sábado. Segundo o boletim de ocorrência divulgado on-

tem, dois rapazes, de 22 e 17 anos, foram detidos, acu-sados de roubar um boné e uma bermuda. O adulto foi solto depois de pagar fian-ça e o menor liberado após a apresentação dos pais.

METRO

Canadense pode ter sido confundido

A polícia suspeita que o empresário canadense Dean Tiessen, assassina-do no último sábado na rodovia Anchieta, quan-do voltava de uma via-gem ao litoral, pode ter sido confundido com o segurança de um cami-nhão, que também foi abordado por criminosos no mesmo trecho pouco tempo antes. METRO

Anchieta

A Justiça prorrogou ontem por mais 30 dias a prisão temporária de Natália Pon-te, de 29 anos, e de Guilher-me Longo, de 28 anos, mãe e padrasto de Joaquim Ponte, encontrado morto no dia 10 de novembro. O crime ocor-reu em Ribeirão Preto, no in-terior do Estado.

O pedido de prorrogação foi feito pelo delegado Pau-lo Henrique Martins de Cas-tro, responsável pela investi-gação. Ele alegou que ainda não recebeu os laudos do IML (Instituto Médico Legal) com os resultados dos exa-mes realizados nos órgãos e no sangue de Joaquim. O material poderá apontar as causas da morte da criança, que desapareceu no dia 5 de novembro e foi encontrada no rio Pardo, em Barretos.

Uma análise realizada no Laboratório de Toxicologia da Polícia Civil de São Pau-lo, mas que ainda não foi en-viada para o delegado, revela que não foi encontrada uma quantidade excessiva de in-sulina no corpo da criança.

O resultado pode alte-rar as investigações, já que a polícia suspeitava, após descartar a morte por afo-gamento, que Joaquim, que é diabético, havia recebido uma dose elevada do medi-camento antes de ser joga-do no rio.

O delegado informou que aguardará o envio do documento para se pronun-

ciar sobre o resultado.Para o advogado de Gui-

lherme Longo, Antônio Car-los de Oliveira, a prorroga-ção é desnecessária, pois seu cliente tem colaborado com as investigações. A Defesa de Natália Ponte não comentou a decisão. Ela segue presa na Casa de Detenção de Franca. Guilherme está na Seccional de Barretos. METRO

Justiça prorroga prisão de mãe e padrasto de Joaquim

Natália Ponte teve prisão prorrogada | MÁRCIA RIBEIRO/ FOLHAPRESSO prefeito Fernando Had-dad (PT) afirmou ontem que os funcionários públicos es-tão com medo de ir à craco-lândia e ao Centro de Con-vivência para moradores de rua do parque Dom Pedro II, no centro.

“Existe um problema que é a questão do crack. Os funcionários estão receosos porque não se sentem mais seguros”,

De acordo com o prefei-to, todos os equipamentos

que foram instalados no Centro de Convivência fo-ram roubados. “O chuveiro sumiu. Muita coisa sumiu”.

Haddad afirmou que vai pedir ajuda ao governador do Estado, Geraldo Alckmin (PSDB), para solucionar o problema nos dois lugares.

Ele diz que, sem o apoio policial, os funcionários pú-blicos e a Guarda Civil Me-tropolitana não vão se sen-tir seguros para trabalhar.

METRO

Cracolândia. Funcionários estão inseguros, diz Haddad

A Polícia Civil prendeu ontem 22 pessoas suspei-tas de participação de atos de vandalismo na rodovia Fernão Dias no dia 28 de outubro, no Jardim Brasil, durante uma manifesta-ção contra a morte de um adolescente que foi balea-do por um policial.

A polícia apreendeu na casa de um dos suspei-tos uma moto com placa adulterada, drogas e ob-jetos que teriam sido le-vados de lojas da região durante o protesto. Os po-liciais chegaram aos sus-peitos de vandalismo por meio de imagens veicula-das na TV e investigações na região onde ocorreram os crimes.

Entre os detidos estão cinco menores, entre eles um garoto de 11 anos, que já foi liberado. Segundo a polícia, entre os 17 adul-

tos detidos, 11 já tinham passagem por tráfico de drogas, furto ou roubo. A polícia pediu a prisão tem-porária de 15 suspeitos.

O protesto começou após o estudante Douglas Martins Rodrigues, de 17 anos, ser morto por um PM durante uma aborda-gem. Segundo o PM, a ar-ma disparou acidental-mente. No protesto, os manifestantes fecharam a rodovia Fernão Dias por quatro horas. Seis ônibus e três caminhões foram destruídos. METRO Ônibus incendiado na madrugada de ontem em Sapopemba | PETER LEONE/FUTURA PRESS

Polícia prende 22 acusados de vandalismo na Fernão

A cada dia, SP tem mais de 3 ônibus depredadosA série de protestos organi-zados desde junho fez o nú-mero de ônibus depredados disparar em 2013. Segundo balanço da SPTrans, empre-sa que gerencia o sistema de transportes, foram depreda-dos 1.216 coletivos entre ja-neiro e dezembro - média de 3,5 por dia. A quantidade já é 77% maior do que os 688 veículos alvos de vandalis-mo em todo o ano passado.

De acordo com a SP-Trans, apenas no protesto do dia 11 de junho, foram danificados 85 ônibus.

Ontem, moradores de Sa-popemba, na zona leste, in-cendiaram um ônibus após duas pessoas serem atrope-ladas. O Corpo de Bombei-ros foi acionado e controlou o incêndio. METRO

9é o número de veículos destruídos durante protesto na Fernão Dias no dia 28 de outubro.

Page 4: 20131210_br_metro sao paulo

SÃO PAULO, TERÇA-FEIRA, 10 DE DEZEMBRO DE 2013www.metrojornal.com.br |04| {FOCO}

O litoral de São Paulo já re-gistrou mais de 36 mil casos de dengue este ano, até o dia 15 de novembro. No ano pas-sado foram registrados 1.567 casos no mesmo período.

Com o aumento no nú-mero de casos, o Ministério da Saúde decretou estado de alerta no litoral sul, em Guarujá, São Vicente e Pe-ruíbe e no norte, em São Se-bastião e Ubatuba.

Segundo o jornal “Folha de S. Paulo”, sete pessoas morreram este ano na re-gião por causa da doença, três no litoral sul e uma no litoral norte.

Com a proximidade do verão, prefeituras estão ado-tando diferentes estratégias para tentar evitar uma nova epidemia. A principal delas é a intensificação das visi-tas porta a porta, distribuin-do panfletos e exterminan-do os criadouros.

O número de casos regis-trados este ano é alto, mas não chega a superar a mais recente epidemia, ocorrida em 2010, quando o Estado confirmou o registro de 189 mil casos de dengue. METRO

SP. Litoral registra mais de 36 mil casos de dengue

Apenas 120 mil dos mais de 11,8 milhões de habitantes de São Paulo foram às ur-nas anteontem escolher os membros do Conselho Par-ticipativo da Cidade. Serão 1.100 representantes para atuar dentro das subprefei-turas, fiscalizando a gestão, apontando prioridades lo-cais e monitorando o orça-mento de cada bairro.

Em entrevista à Band-news FM, o criador do Con-selho, o vereador José Police Neto (PSD), disse que a vo-tação deste final de semana ficou dentro do esperado e deve aumentar ao longo dos anos, na medida em que a população se tornar mais fa-miliarizada com a atuação dos conselheiros. Descon-fiança e falta de obrigato-riedade explicariam a baixa adesão à eleição.

Cada membro poderá re-presentar cerca de 10 mil paulistanos. Para se ter uma ideia, cada vereador repre-senta cerca de 200 mil habi-tantes. BANDNEWS FM

Política. Eleição para Conselho tem baixa adesão

86pontos foi a maior nota obtida na primeira fase da Fuvest 2014.

Einstein

Novo centro de oncologia é inaugurado

O hospital Albert Eins-tein inaugurou ontem um novo centro pa-ra tratamento de tumo-res na rua Ruggero Fasa-no, no Morumbi, zona sul da cidade. O local te-rá atendimento em clí-nica integrada, em que o paciente é atendido ao mesmo tempo pelo ci-rurgião, oncologista e ra-dioterapeuta. O objetivo é maximizar os resulta-dos e diminuir o tempo e custo. METRO

Clima

Chuva forte deve atingir SP hojeA chegada de uma frente fria deve provocar fortes pancadas de chuva hoje à noite. O dia será abafa-do, com máxima em tor-no dos 29oC. Amanhã, as temperaturas caem, e a máxima não deve passar dos 21oC, segundo o In-met. METRO

Fuvest divulga notas de corteA Fuvest (Fundação Uni-versitária para o Vestibu-lar) anunciou ontem as no-tas de corte da primeira fase do vestibular 2014. O exame avalia estudantes que que-rem entrar na USP (Univer-sidade de São Paulo) e na Faculdade de Ciências Médi-cas da Santa Casa. As maio-res notas são dos curso de medicina de São Paulo e Ri-beirão Preto (70 pontos).

Arquitetura, psicologia, geologia e engenharia de materiais são as únicas car-reiras com nota eliminató-ria maior que em 2013. Já o curso de Ciências Biomé-dicas foi o que teve maior redução, passando de 58 pa-ra 54.

A lista com a média de eliminação de todas as car-reiras está no encontra em www.fuvest.br/vest2014/in-formes/ii112014.html.

A primeira fase foi feita no dia 24 de novembro por 152.134 candidatos. O re-sultado será divulgado dia 16. Apenas 30.345 seguirão para a segunda etapa, que acontece nos dias 5, 6 e 7 de janeiro de 2014.

No primeiro dia, a pro-

va terá 10 questões de por-tuguês e uma redação. No segundo, os candidatos te-rão que responder 16 ques-tões dissertativas de histó-ria, geografia, matemática, física, química, biologia e

inglês. No dia 7, serão 12 questões dissertativas, cujo conteúdo varia de acordo com a carreira escolhida.

A primeira chamada dos aprovados será no dia 1º de fevereiro de 2014. METRO

AS 10 MAIORES NOTAS DE CORTE

CARREIRA 20132014

MEDICINA

MEDICINA - RIBEIRÃO PRETO

ENGENHARIA AERONÁUTICA - SÃO CARLOS

ENGENHARIA CIVIL - SÃO CARLOS

ENGENHARIA NA ESCOLA POLITÉCNICA

CURSO SUPERIOR DO AUDIOVISUAL

ENGENHARIA - SÃO CARLOS

RELAÇÕES INTERNACIONAIS

ARQUITETURA FAU

DIREITO

737166

63

61

60

59595657

707066

62

60

59

59585757

Uma lista com os nomes das empresas suspeitas de pa-gar propina a fiscais da pre-feitura para reduzir o valor do ISS também inclui no-mes de quatro shoppings, um hospital e um colégio.

Até agora, as investi-gações do MP (Ministério Público) apontavam que apenas construtoras parti-cipavam do esquema. Se-gundo a apuração, a fraude funcionou de 2005 a 2012 e desviou R$ 500 milhões dos cofres públicos.

O documento que am-plia o raio de investigação foi apreendido com um dos fiscais acusados de in-tegrar a chamada máfia dos fiscais. Uma outra lista foi identificada na semana passada no computador do fiscal Luis Alexandre Maga-lhães. Em depoimento no MP, Magalhães disse que

desconhece a lista.O arquivo contem o no-

me de 410 empreendimen-tos que foram beneficiados com redução de imposto em entre junho de 2010 e outu-bro de 2011. O documento mostra valor da obra e a porcentagem do tributo efe-tivamente pago. Nele é pos-sível ver que o esquema não cobrava propina apenas de grandes empreendimentos, mas também de pequenas obras. Na planilha, há obras com débitos de R$ 600 a R$ 1,2 milhão do imposto.

Segundo a Promotoria, deveriam ter sido recolhi-dos aos cofres públicos R$ 61 milhões com o imposto pelas 410 obras. Mas a pre-feitura recebeu apenas R$ 2,5 milhões (prejuízo de R$ 58,5 milhões).

De acordo com o MP, o arquivo aponta que a qua-drilha recebeu R$ 29 mi-lhões de propina, em pouco mais de um ano. As constru-toras já foram chamadas pe-lo MP, mas pediram mais prazo para apresentar os esclarecimentos.

Elas alegam que eram al-vo de extorsão dos fiscais. Já Magalhães diz que as cons-trutoras procuravam a qua-drilha para negociar os des-contos no tributo.

Fraude. Documento encontrado pelo Ministério Público tem nomes de 410 empreendimentos que teriam pago propina a fiscais em troca da redução do ISS. Em um ano e quatro meses, prejuízo chegou a R$ 58,5 milhões

Lista da propina inclui shoppings e hospital

R$ 29 mié o valor da propina paga por empresas a fiscais para reduzir o valor do ISS de construções, segundo o MP.

HENRIQUE BEIRANGÊ DAVI FRANZONMETRO SÃO PAULO Fiscal Luis Alexandre Magalhães esconde a cabeça | BRUNO POLETTI/FOLHAPRESS

Page 5: 20131210_br_metro sao paulo

SÃO PAULO, TERÇA-FEIRA, 10 DE DEZEMBRO DE 2013www.metrojornal.com.br {BRASIL} |05|◊◊

A Anac pode multar a a companhia aérea Gol em até R$ 5 milhões por conta dos atrasos nos voos no fi-nal de semana. Na sexta-fei-ra, 43% dos voos da empresa saíram fora do horário. No sábado, foram 48%. Os ser-viço só foi normalizado na madrugada de ontem.

Até a noite de ontem, a multa já chegava a R$ 2,5 milhões, valor referente a 250 autos de infração, com punições de R$ 10 mil cada. Mas, segundo a Anac, o valor deve dobrar quando todos os autos de infração forem processa-dos. A empresa tem até 20 dias para recorrer.

Em reunião realizada on-tem, a Gol informou à Anac, que a principal causas dos

atrasos foi o gerenciamen-to da tripulação. A compa-nhia diz que, devido às chu-vas que atingiram o Sudeste na noite de quinta-feira, as operações de pouso e deco-lagem foram afetadas.

Para que a tripulação não excedesse o limite de horas trabalhadas, equipes de ou-tros Estados foram recru-tadas, o que causou ainda mais demora. A Gol nega que esteja trabalhando com

menos tripulantes do que o necessário. A Anac disse que fará uma auditoria pa-ra verificar se o quadro de tripulantes da empresa é su-ficiente, mas não informou quando isso irá ocorrer.

Na sexta-feira, a Anac inicia a “Operação Fim de Ano”, que vai até 13 de ja-neiro de 2014. As empresas precisarão se comprometer a ocupar todas as posições de check-in nos horários de pico e reforçar o número de tripulantes e funcioná-rios em guichês exclusivos para informações e registro de reclamações, além de as-sumir o compromisso de não praticar overbooking (vendas de passagens acima da números de poltronas).

METRO

Aeroportos. Após alto índice de atrasos no final de semana, Anac promete fazer auditoria para checar se o número de tripulantes da companhia é suficiente. Empresa nega falta de pessoal e culpa mau tempo

Passageiros no aeroporto de Congonhas | RENATO S. CERQUEIRA/FUTURA PRESS

Multa por atrasos da Gol pode chegar a R$ 5 mi

48%foi a porcentagem de voos atrasados da Gol em todo o país no sábado. Na sexta-feira, o índice foi de 43%.

Os bombeiros já localiza-ram os corpos de 16 víti-mas da chuva que atingiu a cidade de Lajedinho, na Chapada Diamantina (BA), no sábado. Ainda há um desaparecido.

De acordo com a Defe-sa Civil, cerca de 200 famí-lias tiveram de deixar suas casas. De acordo com a De-fesa Civil, duas escolas e a sede de uma fazenda da re-gião servem de abrigo para os desabrigados. Em apenas duas horas, foram 120 milí-metros, o equivalente ao es-perado para três meses na região. Moradores dizem que o nível da água chegou a dois metros de altura.

O rio Saracura, que corta o município, transbordou arrastando carros e derru-bando casas. O prefeito An-tônio Mário Lima decretou estado de emergência e lu-to oficial de três dias.

Lajedinho tem 4 mil ha-bitantes e fica a 355 km de Salvador. METRO

Chapada. Número de mortes sobe para 16

Page 6: 20131210_br_metro sao paulo

SÃO PAULO, TERÇA-FEIRA, 10 DE DEZEMBRO DE 2013www.metrojornal.com.br |06| {BRASIL}

LULA IMPLANTOU ESTA-DO POLICIAL, DIZ ROMEU TUMA JR.. O delegado Ro-meu Tuma Jr. está pron-to para atender a convite e prestar esclarecimen-tos ao Congresso, inclu-sive apresentando pro-vas das denúncias do que chama de Estado poli-cial, implantado no go-verno Lula, no qual foi secretário nacional de Justiça por quatro anos, entre 2007 e 2010. As de-núncias de perseguições e fabricação de dossiês contra adversários estão detalhadas nas 567 pági-nas do livro-bomba “As-sassinato de Reputações – Um crime de estado” (ed Topbooks, RJ).

VOLUME II A CAMINHO. Em entrevista a esta coluna, única que concedeu on-tem, Romeu Tuma Jr diz que responderá a novos ataques com o Volume II do seu livro.

PRESTANDO CONTAS. Tuma Jr. define o livro-bomba como “prestação de con-tas”, porque não pôde se defender de acusações que o fizeram deixar o cargo, em 2010.

ESQUECERAM DE MIM. Acusado de “ligações” a um suposto contraban-dista, Tuma Jr. jamais foi ouvido pela Polícia Fede-

ral, tampouco alvo de in-quérito ou processo.

DOSSIÊS FAJUTOS. Romeu Tuma Jr. contou que o ex--ministro Luiz Paulo Bar-reto (Justiça) e Aloizio Mercadante pediram a ele para “esquentar” dos-siês fajutos.

DILMA ACABOU ÓRGÃO QUE ACABOU BRIGA EM ESTÁDIO. Dizendo-se cho-cada com a violência em Joinville (SC), a presi-denta Dilma anunciou novo factóide: a “delega-cia do torcedor”. Mas foi o seu governo que aca-bou em 2011 a Câmara Técnica de Combate à Intolerância Esportiva, no Ministério da Justi-ça. Enquanto a Câmara existiu, por um ano, não houve um só caso de bri-ga em estádios. A Câma-ra definia padrões de po-liciamento dentro e fora dos estádios.

DIZ QUE NÃO ESTOU. O Mi-nistério da Justiça embro-mou ontem por mais de sete horas e não explicou por que o ministro José Eduardo Cardozo extin-guiu a Câmara.

COM ANA PAULA LEITÃO E TERESA BARROS WWW.CLAUDIOHUMBERTO.COM.BR

PODER SEM PUDORCônsul cearense

Lucas Nogueira Garcez, governador de São Pau-lo, inaugurava obras em Mogi das Cruzes – onde há grande colônia japone-sa – quando foi procurado por um eleitor nascido no Ceará, que lhe pediu “um

cônsul”.- Um cônsul?...- Sim, governador. Os japo-neses têm cônsul e quan-do um deles vai preso, o cônsul solta. Os cearenses, não. Se um de nós vai pre-so, mofa na cadeia...

“NÃO TENHO DETALHES.”

TARSO GENRO (PT), PARA QUEM ROMEU TUMA JR. ENDEREÇOU

DENÚNCIAS JAMAIS APURADAS

Política

Romeu Tuma Jr. | DIVULGAÇÃO

CLÁUDIO [email protected]

A Comissão de Ética Pública da Presidência da República informou ontem que o mi-nistro da Justiça, José Eduar-do Cardozo, terá dez dias para dar explicações sobre sua conduta na investigação das denúncias de corrupção na compra de equipamen-tos para o metrô de São Pau-lo nos governos do PSDB.

No último dia 27 de no-vembro, o líder do PSDB na Câmara, Carlos Sampaio,

acionou o órgão para apu-rar se o ministro usou o car-go para pedir à Polícia Fede-ral “investigações seletivas” a fim de “perseguir adversá-rios políticos”. O ministro nega as acusações e afirma que o caso “não tem nada de disputa política”.

Dependendo do que Car-dozo disser, a comissão po-derá abrir processo para in-vestigar sua conduta no caso. METRO

Metrô. Comissão dá 10 dias para Cardozo se explicar

A Justiça do Rio Grande do Sul decidiu suspender, em caráter liminar. a venda de andadores infantis em to-do o país, sob o argumento de garantir mais segurança às crianças que estão come-çando a andar.

A medida foi tomada em ação civil pública da SBP (Sociedade Brasileira de Pe-diatria). Segundo a entida-de, o equipamento coloca crianças em riscos graves de

acidente.Pediatras afirmam que o

equipamento dá uma mo-bilidade inadequada para a etapa de vida das crianças. Segundo eles, com o anda-dor, é possível que os bebês cheguem a fogões, piscinas, escadas, entre outros.

A juíza Lizandra Villar-roel determinou multa de R$ 5 mil a cada dia de des-cumprimento da medida.

METRO

Segurança. Justiça veta venda de andador infantil

Mensalão. Ex-deputado afirma que problemas de saúde decorrentes de dois cânceres merecem cuidados. Ministro Joaquim Barbosa vai definir futuro do delator do esquema

Laudo médico recebe críticas de JeffersonSem qualquer evidência de câncer no pâncreas - con-forme atestou o laudo mé-dico do Inca (Instituto Na-cional do Câncer) -, Roberto Jefferson (PTB-RJ) terá difi-culdades para conseguir o pedido para cumprir a pe-na do mensalão em prisão domiciliar.

O ex-deputado criticou ontem a conclusão da jun-ta formada por três oncolo-gistas por não considerar as consequências do tratamen-to, mas somente a doença. “Meus problemas de saúde hoje são decorrentes da ci-rurgia à qual me submeti para a retirada do tumor no ano passado. Tive dois cân-ceres, um em 1992 e outro em 2012; tenho fé em Deus que me livrei deles”, escre-veu no blog.

O laudo foi encaminha-do ao presidente do STF (Su-premo Tribunal Federal), mi-nistro Joaquim Barbosa, que deverá tomar uma decisão sobre o encaminhamento à prisão ou autorizar que a pe-na seja cumprida em casa.

Antes, porém, deverá consul-tar o procurador-geral da Re-pública, Rodrigo Janot, que sinalizou ser favorável à pri-

são domiciliar. “Se houver problema de saúde, a mani-festação será sempre nesse sentido”, disse. METRO BRASÍLIA

“Do ponto de vista oncológico, esta junta não identifica como imprescindível, para o tratamento, que o sr. Roberto Jefferson permaneça em sua residência ou internado em unidade hospitalar.”

CONCLUSÃO DO LAUDO MÉDICO DO INSTITUTO DO CÂNCER

Transferência

Mensaleiros não terão saidão de NatalO primeiro Natal dos men-saleiros será na prisão. Ne-nhum dos 14 condenados que estão presos na Peni-tenciária da Papuda, com penas no regime semiaber-to, atendem aos critérios da Vara de Execuções Penais para terem direito ao bene-fício neste ano.

A Lei de Execução Penal

obriga que o condenado te-nha, no mínimo, cumprido um sexto da pena para con-seguir a liberação.

O saidão de Natal será de três dias. O preso pode-rá deixar o presídio das 10h da manhã do dia 24 e se-rá obrigado a se apresentar às 10h do dia 26. Será veta-da, porém, a saída de deten-

tos que respondem a inqué-rito disciplinar ou tenham sofrido sanção de natureza disciplinar.

A lista dos beneficiados será encaminhada à SSP (Se-cretaria de Segurança Públi-ca) do Distrito Federal que poderá, eventualmente, au-torizar visitas às residências dos presos.

Durante a saída tempo-rária, os detentos devem cumprir regras como: vol-tar para casa até às 18h, não frequentar bares e festas, não ingerir bebida alcóoli-ca, não sair da cidade, não andar na companhia de ou-tros presos e informar a lo-calização, sempre que for pedida. METRO BRASÍLIA

Ex-deputado se manifestou no blog | REPRODUÇÃO/BLOG DO JEFFERSON

Condenadas vão para prisão em BH Condenadas no julgamen-to do mensalão, a ex-pre-sidente do Banco Rural Kátia Rabello e a ex-fun-cionária de Marcos Va-lério Simone Vasconce-los já cumprem pena no Complexo Penitenciário Feminino Estevão Pinto, no Bairro Horto, em Belo Horizonte.

A transferência do pre-sídio feminino da Col-méia, em Brasília, foi autorizada na semana passada pelo STF e cum-prida ontem pela PF.

Ambas foram conde-nadas a penas no regime fechado. O cumprimento da pena em Minas Gerais foi uma exigência feita pelos advogados. METRO

Page 7: 20131210_br_metro sao paulo

Previsto para entrar em vi-gor no próximo ano, o pré--preenchimento da Decla-ração do Imposto de Renda da Pessoa Física será imple-mentado por etapas. Em 2014, somente os contri-buintes com certificado di-gital, que somam 1 milhão em todo o país, poderão ter acesso a essa funcionalida-de. O número equivale a apenas 3,8% dos 26 milhões de pessoas físicas que en-tregaram a declaração nes-te ano.

Segundo a Receita, a de-cisão de escalonar o projeto foi tomada pelas questões de segurança que envolvem esse tipo de mudança. Nos anos seguintes, o recurso será estendido a mais con-tribuintes, mas o órgão não informou quando todos os declarantes terão o formu-

lário preenchido pelo Fisco com antecedência.

No novo modelo, o con-tribuinte receberá a declara-ção preenchida pelo Fisco as-sim que baixar o programa gerador, bastando confirmar as informações e transmitir os dados à Receita Federal.

Se não houver alterações de patrimônio, de dívidas e de deduções, o contribuin-te nem precisará fazer ajus-tes na declaração. Esse novo sistema acelera o processo de entrega e evita erros que atrasam o pagamento das restituições.

O preenchimento au-tomático valerá tanto nos modelos completo e sim-plificado de declaração. As in-formações já estarão incluí-das no formulário, assim que o declarante importar os da-dos do ano anterior. METRO

SÃO PAULO, TERÇA-FEIRA, 10 DE DEZEMBRO DE 2013www.metrojornal.com.br {ECONOMIA} |07|◊◊

O IPC-S (Índice de Preços ao Consumidor Semanal) atingiu variação positiva de 0,72%, na primeira prévia de dezembro, ante alta de 0,68% no fechamento de no-vembro. Esse aumento refle-te, principalmente, o avan-ço no grupo transportes (de 0,11% para 0,28%), com des-taque para o reajuste da ga-solina (de -0,21% para 0,61%).

No dia 29 de novem-bro, o governo autorizou um reajuste de 4% para gasolina e 8% para o die-sel, nas refinarias, a par-tir do dia seguinte (30 de novembro), atendendo aos princípios de uma nova política de preços a ser im-plementada pela empresa. Os economistas previam um aumento de 2,5% nas bombas.

O levantamento feito pe-lo Ibre (Instituto Brasileiro de Economia) da FGV (Fun-dação Getulio Vargas) indica que quatro dos oito grupos pesquisados apresentaram acréscimos.

Além do grupo transpor-tes, os preços na média subi-ram com mais intensidade do que na pesquisa passa-da nos seguintes grupos: alimentação (de 0,92% pa-ra 0,96%); educação, leitu-ra e recreação (de 0,55% pa-ra 0,70%) e comunicação (de 0,91% para 0,93%).

Em movimento inverso, houve decréscimos nos gru-pos saúde e cuidados pes-soais (de 0,46% para 0,42%); despesas diversas (de 1,22% para 1,09%); habitação (de 0,82% para 0,80%) e vestuá-rio (de 0,87% para 0,83%).

Os itens que mais in-fluenciaram o avanço do

IPC-S foram: tarifa de ele-tricidade residencial (de 2,80% para 2,58%); passa-gem aérea (de 18,88% para 19,20%); aluguel residencial (de 0,95% para 1,01%); toma-te (de 11,17% para 14,97%) e refeições em bares e res-taurantes (de 0,63% para 0,48%). METRO

Custo de vida. Índice semanal acelerou de 0,68% em novembro para 0,72% na primeira prévia de dezembro, segundo a FGV. Preços de alimentos também subiram mais no período

Governo autorizou reajuste de 4% no dia 29 de novembro | ALEXANDRE MOREIRA/FOLHAPRESS

Alta da gasolina pressiona inflação no início do mês

Cerca de 20,6 milhões de brasileiros atrasaram o pa-gamento de contas entre ja-neiro e outubro deste ano. Apesar de alto, esse núme-ro é 4% inferior ao registra-do em igual período de 2012 e o menor desde 2010.

Os economistas da em-presa de consultoria Sera-sa Experian advertem pa-ra o risco de um consumo exagerado que venha com-prometer o orçamento do-méstico. “Cuidado com as compras de Natal para não entrar em 2014 superendi-vidado”, alertam eles.

Os economistas recomen-dam que antes de sair para o comércio, é bom o consumi-dor fazer uma lista de presen-tes com os valores máximos que podem caber no orça-mento. “A lista ajuda a não se

empolgar e perder o contro-le”, diz a nota da Serasa.

Na avaliação desses pro-fissionais, o recuo do nú-mero de consumidores ina-dimplentes decorre de uma situação em que bancos es-

tão mais rigorosos na con-cessão de crédito. Mas há outros fatores: os consu-midores estão priorizan-do pagamento das dívidas, apelando inclusive para a renegociação. METRO

Total de inadimplentes recua 4% até outubro, diz Serasa

A consulta ao saldo do FGTS (Fundo de Garantia do Tem-po de Serviço) poderá ser feita pela internet. A Caixa Econômica Federal lançou ontem uma nova opção que permite consultar o extra-to dos lançamentos dos úl-timos 25 anos no fundo. An-tes, apenas os últimos seis registros estavam disponí-veis na internet.

O sistema está disponível nos links www.caixa.gov.br e www.fgts.gov.br. É preci-so cadastrar uma senha pa-ra ter acesso ao extrato e o beneficiário deve informar o número do PIS. Também estão disponíveis serviços como a atualização de ende-reço do beneficiário.

“Estimamos que deverão ocorrer mais de 2 milhões de

acessos ao novo serviço até o final de 2013”, disse o geren-te nacional do FGTS da Cai-xa, Henrique José Santana, em comunicado à imprensa.

Nos últimos 12 meses mais de 25 milhões de traba-lhadores acessaram os servi-ços eletrônicos do FGTS. Os extratos também podem ser consultados nos terminais de autoatendimento.

No site, o trabalhador ainda pode optar em rece-ber no celular informações sobre sua conta de FGTS. Nesse serviço, são enviadas sem custo informações co-mo o valor do depósito men-sal feito pelo empregador, o saldo atualizado com juros e correções monetárias, a liberação de saque e outras movimentações. METRO

FGTS. Consulta de extrato dos últimos 25 anos pode ser feita pela internet

Analistas do mercado finan-ceiro revisaram para baixo a projeção de crescimento pa-ra este ano após a divulga-ção da queda de 0,5% do PIB no terceiro trimestre. A ex-pectativa agora é que a eco-nomia avance 2,35% neste ano, ante estimativa ante-rior de 2,5%, segundo pes-quisa divulgada ontem pelo Banco Central.

Os economistas reduzi-ram a projeção para a infla-ção medida pelo IPCA nes-te ano a 5,7%, ante 5,81% na pesquisa anterior. Já a pre-visão para a a taxa básica de juros em 2014 foi manti-da em 10,5% ao ano. Na úl-tima reunião deste ano, o Copom (Comitê de Política Monetária) do Banco Cen-tral elevou a Selic de 9,5% para 10% ao ano. METRO

PIB. Mercado reduz projeção de crescimento

IR. Pré-preenchimento só valerá com certificação

Novo serviço foi lançado ontem pela Caixa | LETÍCIA MOREIRA/FOLHAPRESS

Apesar de queda nos calotes, compra de Natal exige cautela | TÂNIA RÊGO/ABR

Page 8: 20131210_br_metro sao paulo

SÃO PAULO, TERÇA-FEIRA, 10 DE DEZEMBRO DE 2013www.metrojornal.com.br |08| {MUNDO}

Mais de 70 chefes de Esta-do e governo são esperados na África do Sul esta sema-na para os funerais de Nel-son Mandela. A maioria deve participar hoje da ho-menagem ao ex-presidente no estádio Soccer City, em Johannesburgo.

“O mundo todo está vin-do para a África do Sul”, dis-se Clayson Monyela, por-ta-voz do Ministério das Relações Exteriores, mini-mizando as preocupações com a logística e a seguran-ça de um evento tão grande.

Depois da homenagem, que está sendo considerada uma reunião sem preceden-tes para celebrar a memória de um dos maiores pacifis-tas da humanidade, apenas alguns líderes irão ao fune-ral de Estado na cidade na-tal de Mandela, Qunu, em Cabo Oriental, acrescentou Monyela. “Estamos tentan-do manter a cerimônia pa-ra a família”, disse Monyela à Talk Radio 702.

A presidente Dilma Rous-seff viajou ontem à África do Sul acompanhada dos ex-presidentes José Sarney, Fernando Collor de Mello, Fernando Henrique Cardo-so e Luiz Inácio Lula da Sil-

va. Dilma será uma das ora-doras. O presidente cubano, Raúl Castro, o do Zimbá-bue, Robert Mugabe, e o pri-meiro-ministro britânico, David Cameron, também participarão.

O estádio de 95 mil pes-soas no Soweto, bairro que abrigou a luta contra o apar-theid, foi o local da última aparição pública de Mande-la, que em 2010, dentro de um carrinho de golfe, ace-nou para a torcida na final da Copa do Mundo.

Mandela, primeiro presi-dente negro da história sul--africana, morreu na quinta--feira, aos 95 anos, cercado pela família, após uma lon-ga batalha contra uma in-fecção pulmonar.

Após a celebração de ho-je, o corpo de Mandela se-rá velados durante três dias, em Pretória, onde ele to-mou posse como presiden-te, em 1994. O enterro será no dia 15, na cidade de Qu-nu. METRO COM AGÊNCIAS

Homenagem. Dilma Roussef estará na celebração à memória do pacifista sul-africano, numa reunião de líderes mundiais sem precedentes

Mandela recebe tributo em estádio

Na praça em Sandton, flores para Mandela | LISA DEWBERRY/METRO INTERNACIONAL

Satélite sino-brasileiro falha

O satélite sino-brasileiro sendopreparado | DIVULGAÇÃO/INPE

Devido a uma falha no veí-culo lançador, o satélite Cbers-3, desenvolvido pe-lo Brasil e a China, não foi posicionado na órbita pre-vista. Avaliações prelimina-res da equipe de engenhei-ros chineses indicam que o equipamento retornou ao planeta. Integrado ao fo-guete Longa Marcha 4B, o Cbers-3 foi lançado ontem do Centro de Lançamen-tos de Satélites de Taiyuan, província chinesa de Shan-xi (China), à 1h26 no horá-rio de Brasília.

De acordo com nota di-vulgada pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Ino-vação, os engenheiros chi-neses avaliam as causas do problema e o possível ponto de queda. Os dados obtidos até agora mostram que os subsistemas do satélite fun-cionaram normalmente du-rante a tentativa de colocá--lo em órbita.

“Para assegurar o cum-primento dos objetivos do programa Cbers-3, Brasil e China concordaram em ini-ciar imediatamente discus-

sões técnicas visando a an-tecipação da montagem e lançamento do Cbers-4”, in-forma o comunicado.

Construído pelo Inpe (Instituto Nacional de Pes-quisas Espaciais) e pela Aca-demia Chinesa de Tecno-logia Espacial, o Cbers-3 retomaria a transmissão de imagens enviadas anterior-mente pelo Cbers-2B, que deixou de funcionar em 2010. O investimento bra-sileiro na construção do Cbers-3 chegou a R$ 300 mi-lhões. METRO COM AGÊNCIAS

“Devo-lhe muitas coisas. Eu sabia que isso iria aconte-cer, mas não estava prepa-rado”, diz Charles Ndlovu, de Thokoza, cidade a les-te de Johannesburgo. Do la-do de fora da casa de Nel-son Mandela, no subúrbio de Houghton, onde ele mor-reu, o rapaz de 20 anos não consegue combater as lágri-mas quando descreve como sua mãe começou a traba-lhar e como ele conseguiu frequentar a universidade por causa de Mandela.

A história de Ndlova é apenas uma de milhares em toda a África do Sul e do mundo de pessoas cujas vi-das foram pessoalmente to-cada por Madiba.

No dia seguinte, vou até a Praça Nelson Mandela, em Sandton, um subúrbio rico de Joannesburgo, onde os

moradores de todas as ra-ças são vizinhos e podem desfrutar de um estilo de vi-da de classe média. Lá, tri-butos florais se acumulam sob a gigantesca estátua de Mandela.

Mas o clima causado pela morte de Madiba não é ape-nas de tristeza, mas de ins-piração e esperança para o futuro. Chego à antiga casa de Mandela no subúrbio de Soweto, famoso por sua luta contra o apartheid. Jimmy Manyi, de 49 anos, ex-porta--voz do governo, fala sobre como desejou um milagre quando ouviu a notícia da morte de Mandela. “O espí-rito de celebração da Copa foi trazido de volta’, disse.

Nas ruas, sul-africanos relembram Madiba Capa do Metro

Jornal ganha destaque A revista “New York”, tra-dicional publicação de ser-viços e cultura norte-ame-ricana, destacou em seu site na internet (nymag.com) na sexta passada a capa do Metro Jornal Bra-sil como uma das mais emblemáticas sobre a morte de Nelson Mandela.

“A morte de Mandela está repercutindo em to-do o mundo, de Taiwan até a Suécia e a África do Sul, e cada país e cultura estão fazendo seu melhor para honrar o líder an-ti-apartheid”, diz a nota que acompanha uma ga-leria da qual fazem par-te também o “New York Times” e o jornal ale-

mão “Bild”. “A manifestação é evi-dente nas primeiras pá-ginas dos jornais de to-do o mundo, um grande número dos quais com o inconfundível rosto de Mandela.”

A ilustração da capa foi feita por Agata Endo No-wicka, artista polonesa ba-seada em Varsóvia, com trabalhos publicados nas principais revistas da Eu-ropa. METRO

Imprensa

LISA DEWBERRY METRO INTERNACIONAL

Seguranças e voluntários se reúnem na parte externa do estádio Soccer City, em Johannesburgo | SIPHIWE SIBEKO/REUTERS

Oito gigantes norte-ameri-canas da Internet se uniram em uma campanha por no-vos limites sobre como os governos coletam informa-ções de usuários.

As empresas -- Google, Microsoft, Apple, Facebook, Twitter, LinkedIn, Yahoo e AOL -- divulgaram por meio de um site na internet uma carta aberta ao presidente dos EUA, Barack Obama, e ao Congresso norte-ameri-cano pedindo que promo-vam reformas e restrições a

atividades de vigilância.Na carta, as empresas di-

zem compreender a neces-sidade de dar segurança aos cidadãos, mas acreditam que as leis e práticas atuais precisam de reformas.

A campanha das empre-sas detalha cinco preocupa-ções principais, incluindo a limitação ao poder dos go-vernos em coletar informa-ções, transparência sobre solicitações governamen-tais e a prevenção a confli-tos entre governos. METRO

Vigilância. Empresas fazem campanha por novas leis

Page 9: 20131210_br_metro sao paulo

SÃO PAULO, TERÇA-FEIRA, 10 DE DEZEMBRO DE 2013www.metrojornal.com.br {MUNDO} |09|◊◊

O presidente da Ucrânia, Vik-tor Yanukovich, apoiou on-tem a realização de uma re-união com a oposição para terminar com as semanas de protestos em Kiev, mas a ten-são continua e manifestan-tes pró-Europa prepararam barricadas para o caso de in-tervenção policial no local dos protestos.

Enquanto a polícia se po-sicionava na capital, Vitaly Klitschko, campeão mundial de boxe e agora político opo-sitor, pediu que os manifes-tantes continuassem onde estão, e alertou que o presi-dente mancharia as mãos de sangue se as forças de segu-rança tentassem acabar com o protesto de forma violenta.

Com a pressão aumen-tando sobre a frágil econo-mia, o site do governo dis-se que o presidente apoiava

a proposta de negociações entre as autoridades e a oposição como uma possí-vel “plataforma para o en-tendimento mútuo”.

Não foi estipulada uma data para esse diálogo.

Não era tampouco clara qual seria a reação da opo-sição à proposta.

No entanto, esse foi o pri-meiro sinal do presidente de que poderia estar pronto pa-ra ouvir as reivindicações da

oposição pela renúncia do governo e a convocação de eleições antecipadas. Os dis-túrbios tiveram início em Kiev, no mês passado, depois que o presidente distanciou sua política externa e comer-cial da União Europeia e se aproximou da Rússia.

Apesar do aceno do pre-sidente, a tensão aumentou nas ruas depois que os po-liciais de choque se posicio-naram em pontos críticos da cidade. Os manifestantes, respondendo aos chamados de líderes da oposição, refor-çaram as barricadas na Praça da Independência, tomada pela neve, em Kiev, principal local dos protestos. “A oposi-ção deve ficar aqui e fazer tudo para evitar que a polí-cia acabe com essa demons-tração pacífica”, disse Klits-chko à Reuters. METRO

Kiev. O presidente Viktor Yanukovich apoiou ontem encontro com a oposição para tentar acabar com atos na capital; tensão entre manifestantes pró-Europa aumenta

Tensão aumenta nos protestos na Ucrânia

A primeira-ministra da Tai-lândia, Yingluck Shinawa-tra, dissolveu o Parlamento e convocou novas eleições, ontem, mas manifestantes contrários ao governo man-tiveram a pressão com gran-des protestos em Bangcoc em busca de instaurar um novo governo sem eleição.

Segundo a polícia, cer-ca de 150 mil manifestan-tes se encaminharam para o gabinete de Yingluck, re-tomando uma manifestação que havia sido interrompi-da no fim da semana passa-da em respeito ao aniversá-rio do rei.

Com apitos, os manifes-tantes disseram que vão

derrubar Yingluck e erra-dicar a influência do irmão dela, o ex-premiê Thaksin Shinawatra, que vive no exí-lio, autoimposto.

Os parlamentares do Par-tido Democrata, de opo-sição, renunciaram no domingo ao Legislativo ale-gando que não têm condi-ções de trabalhar com Yin-gluck, colocando em dúvida sua participação na eleição -- o que pode aumentar ain-da mais a crise na Tailândia.

As próximas eleições na Tailândia serão no dia 2 de fevereiro de 2014, se-gundo determinou o che-fe de Estado, o rei Bhumi-bol Adulyadej. METRO

Tailândia. Novas eleições são convocadas

Policiais bloqueiam passagem de manifestantes | VASILY FEDOSENKO/REUTERS

Manifestantes protestam em frente ao palácio em Bangcoc | D. MARTINEZ/REUTERS

Page 10: 20131210_br_metro sao paulo

SÃO PAULO, TERÇA-FEIRA, 10 DE DEZEMBRO DE 2013www.metrojornal.com.br |10| {CULTURA}

2CULTURA

‘Praia do Futuro’ tem sua primeira foto divulgada Coproduzido entre Brasil e Alemanha, o longa é o mais novo projeto do cineasta Karim Aïnouz (“Madame Satã”) e traz Wagner Moura como protagonista no papel do salva-vidas Donato, que perde o rumo de sua vida em um dia trágico. A estreia acontece dia 1º de maio de 2014. | ALEXANDRE ERMEL/DIVULGAÇÃO

Cantor Reginaldo Rossi volta para UTI no Recife

Internado desde 27 de no-vembro após sofrer um derrame pleural e ser ope-rado para a retirada de um nódulo na axila, o cantor de “Garçom”, de 69 anos, retornou no domingo à UTI do Hospital Memorial São José, no Recife, após apresentar hipertensão e insuficiência renal. O qua-tro é estável, mas não há previsão de alta. METRO

‘Sempre um Papo’ recebe hoje a Família Ferreira

No último evento do ano, o projeto “Sempre um Pa-po” recebe hoje, às 20h, Evandro, Marcel, Leila e Dirceu, todos membros da mesma família, vindos da cidade de Araxá, em Minas Gerais, e reconhe-cidos por alguns dos prin-cipais prêmios no país. No Sesc Vila Mariana (r. Pelotas, 141, tel.: 5080-3000; grátis). METRO

Literatura SaúdeMike Tyson

Polêmicas na tela

O canal HBO exibe hoje, às 22h05, o

documentário “Mike Tyson: Verdade Fora de Disputa”. Dirigido por

Spike Lee, o filme mostra os altos e baixos da

vida de um dos maiores boxeadores de todos os tempos, que teve uma

trajetória manchada por brigas, mortes, drogas e

prisões.

De volta para casaPicasso, Léger, Michelangelo, Vermeer, Matisse, Dix, Cha-gall, Nolde, Courbet e Toulou-se-Lautrec. Obras desses artis-tas integram uma lista com milhares de peças roubadas por nazistas durante a Segun-da Guerra Mundial encontra-das no mês passado em Muni-que, na Alemanha.

A descoberta surge no pe-ríodo em que chega ao Bra-sil “O Museu Desaparecido – A Conspiração Nazista pa-ra Roubar as Obras-Primas da Arte Mundial”, de Héctor Fe-liciano. Lançado com 18 anos de atraso, o livro do autor por-to-riquenho conta como a má-quina nazista confiscou mais de 100 mil pinturas de cole-cionadores judeus apenas na França – a estimativa é que os alemães tenham se apossado de mais de 5 milhões de obje-tos de arte em todo o mundo.

Segundo Feliciano, os sa-ques cresceram sob desman-dos do número dois do Reich, o marechal Hermann Goe-ring, que, segundo líderes no exército alemão, teria afunda-do os planos de ocupação na-zista com sua caça a obras.

Feliciano mostra ainda co-mo é feita a pesquisa para en-contrar e catalogar quadros perdidos, em um movimento que impulsionou o processo de restituição de obras. O si-te alemão lostart.de é um dos que está nessa cruzada. Se-gundo o escritor, pelo menos 20 mil peças ainda não foram devolvidas.

Lançamento. Livro e filme reacendem debate sobre roubo de obras de arte na Segunda Guerra

A coleção revelada em novem-bro, em Munique, continha 1.285 quadros não emoldurados e 121 emoldurados, sendo o mais anti-go datado do século 16. De acor-do com a revista “Focus”, havia muita sujeira e pó, mas todas as obras estavam em perfeito esta-do. A descoberta aconteceu ainda em 2012, mas devido a sua delica-deza e valor, só agora foi revelada. O material se encontrava no apar-tamento de um idoso, filho de um colecionador das décadas de 1930 e 1940, que comprou as obras dos nazistas a preço de banana, já que ladrões consideravam as peças, na maioria modernas e concretistas, como “arte degenerada” – no fun-do, qualquer coisa que não agra-dasse o gosto do então líder ale-mão Adolf Hitler (1889-1945), ele próprio um artista frustrado.

Roubo na telaAs obras

de Munique Nos anos 1940, um gru-po dos Aliados da Segun-da Guerra, chamado de The Monuments Men, pes-quisava, buscava e devol-via obras roubadas pelos nazistas. A história rendeu um livro, “Caçadores de Obras-Primas”, de Robert M. Edsel (Rocco, 368 págs., R$ 57), que serviu de base para o longa homônimo dirigido e protagonizado por George Clooney, que será lançado no próximo Festival de Berlim. No fil-me, que estreia em 14 de fevereiro, especialistas de 13 países se reúnem pa-ra reencontrar obras a par-tir dos rastros alemães en-tre 1943 a 1951. No elenco estão Cate Blanchett, Bill Murray, Daniel Craig e Matt Damon, entre outros.

“O MUSEU DESAPARECIDO”

HÉCTOR FELICIANO ED. WMF MARTINS

FONTES 432 PÁGS.

R$ 48

Roubo de quadros por nazistas durante aSegunda Guerra é tema de próximo filme de George Clooney

DIVU

LGAÇ

ÃO

PAULOBORGIA METRO SÃO PAULO

Page 11: 20131210_br_metro sao paulo

SÃO PAULO, TERÇA-FEIRA, 10 DE DEZEMBRO DE 2013www.metrojornal.com.br {CULTURA} |11|◊◊

Ashley Benson, 23, estrela da série “Pretty Little Liars”, exibida no canal Boome-rang, decidiu estrear no ci-nema do modo mais cha-mativo possível. Ao lado de Rachel Korine, Selena Go-mez e Vanessa Hudgens, ela assume uma postura con-troversa em “Spring Brea-kers – Garotas Perigosas”, de Harmony Korine, que acaba de ser lançado direta-mente em vídeo no Brasil.

No longa, elas vivem quatro amigas desde o en-sino primário que, em bus-ca de financiar férias selva-gens na Flórida, assaltam um restaurante com armas de brinquedo. A empreitada dá errado e elas são presas, mas acabam resgatadas por um rapper traficante (James Franco) que as leva para vi-ver situações alucinantes, cheias de vícios e perigos.

Com tal prerrogativa, não surpreende que a pro-

dução tenha provocado reações fortes desde sua primeira exibição na com-petição do Festival de Vene-za do ano passado. E sabe de uma coisa? Benson vai gos-tar se você odiar o filme.

“Harmony apenas queria que as pessoas sentissem al-go. Se elas ficarem horrori-zadas, isso vai ser incrível. Se amarem, será melhor ainda. É um filme pertur-bador, mas também muito bonito. Não importa se ele está sendo bem ou mal ava-liado. Se falarem dele, já vai ser demais”, diz a atriz.

Benson conta que foi atraída para o papel justa-mente por ele se contrapor a tudo o que ela já tinha fei-

to antes. “Falei para meu agente que gostaria de in-terpretar uma garota duro-na, que lidasse com drogas e violência, e esse roteiro aca-bou vindo do nada.”

Esses aspectos são os responsáveis por boa par-te da polêmica em torno de “Spring Breakers”, já que ninguém estava preparado para ver um time de prin-cesas recentes de séries da Disney, como Gomez e Hud-gens, em tais situações.

“Acho que gostaria de fa-zer outro filme como esse. Quero trabalhar com um di-retor como Harmony e ado-raria fazer outro longa inde-pendente. Cinema é o que quero fazer no futuro e gos-taria de poder fazer algo pa-recido porque amei essa ex-periência”, conclui ela.

Lançamento. Ex-atrizes da Disney e de séries teen mostram faceta surpreendente e controversa em ‘Spring Breakers – Garotas Perigosas’. Longa chega ao Brasil direto em DVD após ter concorrido ao Leão de Ouro no Festival de Veneza

Garotas fazem travessuras barra-pesada em ‘Spring Breakers’ | DIVULGAÇÃO

Férias da pesada

NEDEHRBAR METRO INTERNACIONAL

“SPRING BREAKERS”

DIR.: HARMONY KORINE

PARAMOUNT R$ 30 (DVD)

A história de amor entre a florista Mimi e o poeta Ro-dolfo será encenada a par-tir de hoje com regência de John Neschling e direção cê-nica do francês Arnaud Ber-nard, numa montagem que tem como diferencial o uso de artistas circenses entre os tenores e as sopranos.

A ópera de Giacomo Puc-cini fica em cartaz até o dia 29 no Theatro Munici-pal (pça. Ramos de Azevedo, s/n, tel.: 3397-0300; ter., qui. e sáb., às 20h, dom., às 18h; de R$ 40 a R$ 100). METRO

Ópera. ‘La Bohème’ fecha ano lírico no Municipal

Cena da montagem que estreia hoje | DIVULGAÇÃO

Page 12: 20131210_br_metro sao paulo

SÃO PAULO, TERÇA-FEIRA, 10 DE DEZEMBRO DE 2013www.metrojornal.com.br |12| {VARIEDADES

Para falar com a redação: [email protected] também no Facebook: www.facebook.com/metrojornal

www.metrojornal.com.br

Acesse metrojornal.com.br e confira as reportagens em andamento que estão na área “Faça o Metro de Amanhã” na nossa página inicial. 

Aqui, você irá além dos comentários. Sua participação vai nos ajudar no desenvolvimento de reportagens que também serão publicadas – com a sua assinatura – na versão impressa do Metro.

VOCÊ JÁ VISITOU O SITE DO METRO HOJE? 

Momento importante para valorizar o contato com amizades e esclarecer mal entendidos que tenha vivenciado.

Cuide para não agir de maneira incon-sequente ao querer resolver problemas no trabalho. Atente-se para que a rotina não afaste relações.

Horóscopo Está escrito nas estrelas www.estrelaguia.com.br

Os invasores

Cruzadas

Sudoku

Metro Pergunta

Siga o Metro no Twitter:

@jornal_metro

O empréstimo de bikes irá passar para uma hora. A mudança vai atrair mais ciclistas?

Leitor fala

@WTarcisioCom certeza @jornal_metro! Com o dobro de tempo é possivel conhecer mais lugares.

Baile funkSobre a reportagem “Festa marcada no Facebook termina com arrastão em shopping” no Metro Jornal de ho-je, em que 6 mil pessoas causaram to-da a confusão, acho que aqueles que estavam ali para fazer baderna preci-sam ser procurados e presos! Agora, o que não dá é disseminar o precon-ceito cultural. Não é porque uma pes-soa gosta de funk que ela é bandida. Temos que ter cuidado ao diferenciar as coisas.BRUNO MADDALENA - SÃO PAULO, SP

Nelson MandelaBrilhante o Metro Jornal estampar a imagem de Madiba na capa na edi-ção de sexta-feira. Mandela foi um ho-mem que, com o que fez na sua vida, levou muitas lições e um crescimen-to maior para toda a humanidade. E a capa do Metro disse tudo.MANOEL FRANCO - SÃO PAULO, SP

A Lua está em seu signo, um período em que seus sentimentos estarão transparentes e a vontade de re-solver assuntos ainda maior.

Estudos e novos conhecimentos tendem a ser vivenciados com mais intensidade. Contatos com pessoas que estão distantes serão mais frequentes.

Período mais indicado para pesquisas no trabalho que venham identificar erros. Sigilo com informa-ções será essencial.

Período positivo para eventos e ambientes sociais. Momento especial para mais romantismo dian-te da relação amorosa.  

Tenha cuidado para não agir de forma metódica ou com certa indiferença nas relações fami-liares. Despesas para lar tendem a serem revistas.

A comunicação será essencial para esclarecer mal entendidos ou evitar equívocos nas relações de maior vínculo afetivo.

Há tendências para posturas mais consu-mistas do que o habitual. Repensar algumas será essencial para o equilíbrio do orçamento.

Momento indicado para esclarecer dife-renças de opiniões e fazer ajustes em algum tipo de vínculo ou sociedade.  

Bom período para se dedicar a cuidados consigo mesmo, especialmente para equilibrar as ener-gias e evitar o estresse.

Bom momento para uma reflexão sobre seus planos e para se portar de maneira mais distante de algu-mas convivências.

Papo de propaganda

JOÃO [email protected]

João Faria é jornalista e sócio-diretor da Agência Cidadã

INTERVENÇÃO URBANADepois da “Cow Parade”, com vacas personalizadas espa-lhadas pela cidade, outras in-tervenções surgiram em São Paulo, como: rinocerontes es-tilizados, orelhões customi-zados e a mais recente delas intitulada como “Mônica Pa-rade” - uma homenagem aos 50 anos da personagem cria-da por Mauricio de Sousa. Es-sas ações alteram a paisagem do paulistano e despertam a atenção do público. A francesa Catherine Duvignau, executi-va da Toptrends, revela como as iniciativas voltadas para ar-te e divulgação das marcas interagem com a cidade.

Quais são os desafios de uma intervenção?O maior desafio é a democratização da arte. Levar arte pa-ra as ruas aonde não é preciso ingressos, entrar em um mu-seu ou em uma galeria. Atingir o maior público possível e de todas as idades. E também descobrir a cidade, muitas vezes as pessoas vão conhecer uma vaca da “Cow Parade” ou ou-tra obra porque querem fazer o circuito completo e acabam conhecendo um bairro, um parque onde nunca estiveram.

Como evitar erros?Quando se trata de uma exposição com várias obras é im-portante que o mapeamento do circuito seja muito bem pensado. A escolha dos locais estratégicos é fundamental. Distribuir poucas obras em toda a cidade não dá tanta visibi-lidade, é sempre melhor tentar concentrar.

Todas as intervenções têm uma finalidade cultural?A surpresa causada quando um cidadão se depara no meio da rua com uma vaca ou uma cúpula de orelhão que, de repente, recebeu uma linda pintura, provoca, no mínimo, uma reflexão e vários questionamentos. Inevitavelmente es-tamos falando de cultura. Com a intervenção na cúpula de orelhão, resgatamos toda a história desses aparelhos. Quan-do Mauricio de Sousa autorizou 50 artistas a fazer uma relei-tura do seu personagem Mônica, as obras levaram nossa cul-tura e nossa história para as ruas da cidade.

A população aprova as ações?Em várias cidades do mundo existem calendários de inter-venções urbanas ao longo do ano. As cidades acabam sendo repletas de muitas intervenções e isso pode não causar sem-pre surpresas ou agradar tanto. No Brasil é bem diferente, a população que anda nas ruas das cidades é carente porque acontecem poucas intervenções urbanas. As exposições são sempre um enorme sucesso de público e se for lúdico, co-mo é o caso das vacas ou das Mônicas, se multiplicam em milhões de fotos tiradas ao lado das esculturas e espalhadas nas redes sociais.

Page 13: 20131210_br_metro sao paulo

ESPECIAL Terça-feira, 10 de dezembro de 2013

MIMOS NATALINOS

O Natal já está chegando e para ajudar na escolha de presentes, temos aqui sugestões que agradam a diferentes

perfis e bolsos. Confira. PÁGS. 14 a 17

GEIR PETTERSEN/IMAGE SOURCE

Page 14: 20131210_br_metro sao paulo

Encantosde Natal

Para os pequenos. O tempo mais esperado pelas crianças

traz variadas surpresas

SÃO PAULO, TERÇA-FEIRA, 10 DE DEZEMBRO DE 2013www.metrojornal.com.br |14| {NATAL}

ESPECIAL+

Pesquisa

PresentesSeis em cada dez brasileiros devem

presentear alguém neste Natal. O dado é da pesquisa divulgada pelo SPC Brasil (Serviço de Proteção ao Crédito),

que revela também que o gasto médio do brasileiro com presentes deve ser

de R$ 490,12.

Minifiguras da série 11. Preço sugerido:

R$ 11,90 (embalagem).www.legobrasil.com.br

Karaokê Meu Primeiro Gradiente. Preço sugerido: R$ 499. www.gradiente.com.br

Câmera filmadora digital Meu PrimeiroGradiente. Preço sugerido: R$199.

www.gradiente.com.br

Uno cores. Preço sugerido: R$ 32 (unidade).

www.fiatfashion.com.br

Camiseta infantil C&A.Preço sugerido: R$ 19,90.

www.cea.com.br

Page 15: 20131210_br_metro sao paulo
Page 16: 20131210_br_metro sao paulo

SÃO PAULO, TERÇA-FEIRA, 10 DE DEZEMBRO DE 2013www.metrojornal.com.br |16| {NATAL}

Para ele e para ela. Os mais antenados vão adorar as sugestões reunidas aqui

Variado e moderninho

Almofada Fita K-7.Sugestão de preço: R$ 44.

www.formafina.com.br

Case Celular BlocoVerde. Preço

sugerido: R$ 29,90. www.imaginarium.com.br

Tablet New Link.Preço sugerido: R$ 499.

www.newlink.com.br

Motorola Primus Ferrari da Nextel.Preço sugerido: R$ 899.

www.nextel.com.br

Caixa Som Mini Rock.Preço sugerido: 69,90.

www.imaginarium.com.br Livro digital O HeróiDiscreto. Mario Vargas Llosa.

Preço sugerido: R$ 26,90.Editora Objetiva. www.iba.com.br

Page 17: 20131210_br_metro sao paulo
Page 18: 20131210_br_metro sao paulo

SÃO PAULO, TERÇA-FEIRA, 10 DE DEZEMBRO DE 2013www.metrojornal.com.br |18| {ESPORTE}

3ESPORTE

Bem na Fifa

Fernanda Lima

A atriz está em alta com a Fifa. Ela anunciou que será uma das apresentadoras da festa do Bola de Ouro – ao lado do ex-jogador

holandês Rudd Gullit – dia 13 de janeiro, na Suíça. Ela ganhou destaque na imprensa mundial após apresentar o sorteio dos grupos da Copa, sexta-feira passada, na Bahia.

Deu a lógica. A Fifa anun-ciou ontem que Lionel Messi, Cristiano Ronaldo e Franck Ribéry concorrerão a Bola de Ouro. Os três eram os favoritos para disputar a honraria dada pela entidade ao melhor jogador da tem-porada. No feminino, a bra-sileira Marta foi, mais uma vez, indicada ao prêmio de melhor jogadora.

Messi, vencedor do prê-mio em quatro ocasiões e atual defensor do título, so-fre com lesões neste início de temporada europeia e deve perder o posto. Não pa-rece ser o favorito frente ao

francês Ribéry que venceu a tríplice coroa com o Bayern de Munique e foi eleito o melhor jogador da Europa, e ao português Cristiano Ro-naldo particularmente deci-sivo neste final de 2013 – e considerado o grande res-ponsável pela classificação de Portugal para a Copa do Mundo de 2014, no Brasil.

No feminino, Marta con-correrá mais uma vez ao prê-mio de melhor jogadora do mundo em 2013. A brasilei-ra, que já levou o troféu cinco vezes (2006 a 2010), terá co-mo rivais a alemã Angerer e a norte-americana Wambach.

Já a lista do melhor téc-nico traz um fato curioso. Dois dos três concorrentes já estão aposentados: Alex Ferguson e Jupp Heynckes, que treinaram Manches-ter United e Bayern de Mu-nique, respectivamente. O único que está na ativa é Jurgen Klopp, do Borussia Dortmund.

Os vencedores da Bola de Ouro, prêmio dado em par-ceria entre a Fifa e a revista France Football para o me-lhor atleta da temporada, se-rão conhecidos no dia 13 de janeiro, em cerimônia em Zurique, na Suíça. METRO

Bola de Ouro. Cristiano Ronaldo, Lionel Messi e Franck Ribéry são os indicados ao prêmio de melhor jogador da temporada. No feminino, brasileira Marta tenta seu sexto troféu. Neymar é indicado, de novo, pelo gol mais bonito

Cristiano Ronaldo é o favorito | DENIS DOYLE/GETTY IMAGES

Quem é o melhor?

Messi é o atual vencedor do prêmio | DAVID RAMOS/GETTY IMAGES Ribéry recebeu o prêmio de melhor da Europa | LARS BARON/GETTY IMAGES

Neymar concorre ao PuskasO atacante Neymar, do Barcelona e da Seleção Brasileira, concorrerá ao Prêmio Puskas pela quar-ta vez seguida. O camisa 10 do Brasil está entre os finalistas para o prêmio de gol mais bonito do ano pelo tento que marcou na

vitória por 3 a 0 sobre o Ja-pão, na aber-tura da Copa das Confederações.

Os outros fina-listas são: Ibrahi-movic, do PSG, e Nemanja Matic, do Benfica.

METRO

Gol mais bonito

Liga dos Campeões tem dia decisivo

Juventus, de Tevez, faz ‘jogo da morte’com o Galatasaray | CLAUDIO VILLA/REUTERS

Os classificados de quatro das oito chaves da Liga dos Campeões da Europa serão conhecidos hoje. Todos os jogos acontecem às 17h45 (horário de Brasília).

No Grupo A, O Manches-ter United é o único que já chega garantido na próxima fase. O duelo contra o Shakh-tar Donetsk no Old Trafford só importa aos ucranianos, que só se classificam se ven-cerem. Caso não consigam, torcem para um tropeço do Bayer Leverkusen, que visita o já eliminado Real Sociedad.

O Grupo B também já tem o líder definido: o Real Madrid, que cumpre tabe-la contra o lanterna Cope-nhague. Mas o jogo decisivo acontece na Turquia, onde o Galatasaray joga pela vitória contra a Juventus. Um empa-te é favorável aos italianos.

Situação semelhante vive o Grupo C, que já tem o PSG classificado. Com um time misto, os franceses visitam o Benfica. Os portugueses precisam vencer e ainda se-car o Olympiacos. Mas o gre-gos não devem ter dificulda-

des para, em casa, superar o Anderlecht, que já não tem mais chances de avançar.

No Grupo D, tudo já es-tá resolvido, a briga só está mesmo para saber quem vai ser o primeiro. Os já classifi-cados Bayern de Munique e Manchester City se enfren-tam no Allianz Arena. Para superar os alemães na classi-ficação, os ingleses precisam vencer por três gols de dife-rença. CSKA Moscou e Vikto-ria Plzen, já eliminados, só cumprem tabela em jogo na República Tcheca. METRO

Neymar ganhou o Puskas em 2011

Page 19: 20131210_br_metro sao paulo

SÃO PAULO, TERÇA-FEIRA, 10 DE DEZEMBRO DE 2013www.metrojornal.com.br {ESPORTE} |19|◊◊

‘Ficará pronto em abril’, diz ministro Aldo Rebelo

Depois de visitar o está-dio de Itaquera – que abri-gará a abertura da Copa do Mundo – o ministro do Esporte, Aldo Rebe-lo, disse que as obres de-vem acabar no início de abril: “O estádio deve es-tar pronto até a primeira quinzena de abril e deve poder receber o primeiro evento teste na segunda quinzena.” METRO

Lateral Luis Ricardo chega ao Tricolor

Primeiro reforço do São Paulo para a temporada 2014, o lateral-direito Luis Ricardo esteve no CT da Barra Funda para realizar exames médicos e conhe-cer a estrutura que terá à disposição a partir do dia 6 de janeiro – dia em que o elenco se reapresentará. O jogador assinou contra-to de três anos com o Tri-color. METRO

Mano será apresentado amanhã

O Corinthians anuncia-rá a contratação de Mano Menezes amanhã. Com a despedida do técnico Ti-te no último sábado, a di-retoria já se organiza pa-ra o início do trabalho do novo comandante. O res-ponsável pelo anúncio se-rá o diretor de futebol do clube, Roberto de Andra-de, que dará entrevista coletiva às 12h. METRO

Corinthians Itaquerão São Paulo

Punição tem de ser mais radicalA perda de mandos não tem sido eficaz porque os jogos

saem dos centros e vão para cidades com estádios acanhados e efetivo da Polícia Militar menor. Assim, a vítima é, em tese, a própria torcida. Duas coisas precisam acontecer. A primeira é uma punição técnica em que os clubes

percam pontos, em uma medida que cabe à CBF. A outra é que as pessoas que entram em brigas sejam enquadradas no Código Penal. A punição tem de sair do âmbito desportivo e cair no crime comum, porque como está, a pena é

abrandada e a lei é quem leva a culpa. O Ministério Público, por sua vez, é que deve fazer essa mudança de entendimento.

DANILO ARAÚJO GOMESMembro da Comissão de Direito Desportivo da OAB/SP e Presidente da Comissão de Direito Desportivo de Osasco

Análise

“É necessária a presença da polícia nos estádios

e a criação de uma delegacia do torcedor para que cenas como as de Joinville sejam coibidas”DILMA ROUSSEFF, PRESIDENTE DO BRASIL

“Foi tentativa de homicídio, então,

é preciso a prisão em flagrante, o indiciamento e a condenação para que a impunidade não estimule”ALDO REBELO, MINISTRO DO ESPORTE

“Não podemos permitir que episódios de

violência e de selvageria aconteçam. A CBF vai agir, mais uma vez, para combater essa violência”JOSÉ MARIA MARIN, PRESIDENTE DA CBF

Foi ele! Depois da pancadaria entre as torcidas de Atlético-PR e Vasco, domingo, partes tentam fugir da culpa. Três torcedores seguem presos em SC e um hospitalizado

Violência em Joinville: começa o jogo de empurra

Seis brigões estão presos, três de cadatorcida, estão presos, incluindo o que

agrediu rivais com a barra de ferro

No site identificarbrigoes.com.br é possível indicar os vândalos

presentes na briga

GIULIANO GOMES/FOLHAPRESS

REPRODUÇÃO

1Arena culpa FuracãoSegundo a administração da Arena, o clube pediu para que a separação por grades fosse retirada para caber mais gente. Por isso, a separação foi feita com um cordão de seguranças privados. O que não foi suficiente. 2 3 4 5Atlético culpa Vasco

O presidente do Atléti-co-PR, Mario Celso Petra-glia, disse que a briga foi premeditada pelos vas-caínos para tentar levar a decisão da partida pa-ra a Justiça Desportiva e tentar, assim, fugir da Série B.

Vasco culpa árbitroO jurídico do Vasco cri-tica o árbitro por con-tinuar a partida após a briga. Para os cariocas, a decisão fere o regula-mento da CBF, que exige “garantias de seguran-ça”. O clube estuda pedir a anulação do jogo.

Torcida culpa MPA principal torcida or-ganizada do Atlético--PR, “Os Fanáticos”, cri-ticou em nota o MP/SC por não fornecer a segurança necessá-rio a um jogo classifi-cado como “tragédia anunciada”.

STJD culpa todos

A Procuradoria Geral do STJD denunciou o Atléti-co-PR, o Vasco, as federa-ções do Paraná e de San-ta Catarina e o árbitro Ricardo Marques Ribeiro como responsáveis pelo incidente Arena Joinville.

Repercussão

Briga percorre o mundo

“Três detidos pela briga brutal no Brasil”“Mundo Deportivo”, Espanha

“Violência sem precedentes em Joinville”“L’Équipe”, França

“Selvageria mundial”“Olé”, Argentina

“Isso não é futebol, é barbárie”“Marca”, Espanha

“Brasil, rixa entre torcedores de Atlético e Vasco”“Gazzetta dello Sport”, Itália

Voz das autoridades

Page 20: 20131210_br_metro sao paulo

SÃO PAULO, TERÇA-FEIRA, 10 DE DEZEMBRO DE 2013www.metrojornal.com.br |20| {ESPORTE}

Se depender da torcida...A delegação do Atlético-MG foi recebida com festa por cerca de 5 mil torcedores no Aeroporto de Confins, Minas Gerais. A torcida foi dar o último apoio ao time, que embarcou para Marrocos para disputar a Copa do Mundo de Clubes da Fifa. | FLÁVIO TAVARES/JORNAL HOJE EM DIA/FOLHAPRESS

O Grupo de Estratégia e a Comissão da Fórmula 1 di-vulgaram ontem que, a par-tir da temporada de 2014, a última corrida do ano dará o dobro de pontos aos pilotos e às equipes.

A intenção é que a dispu-ta pelo título fique aberta até a última etapa do calen-dário, que na próxima tem-porada será realizada em Abu Dhabi. Este ano no GP do Brasil, que fechou o ca-lendário e foi disputado no autódromo de Interlagos, o alemão Sebastian Vettel, da

Red Bull, já chegou como campeão.

Segundo comunicado da entidade máxima do auto-mobilismo mundial, as mu-danças foram adotadas “de forma a maximizar as aten-ções no campeonato até o fim da temporada”.

Desta forma, na última corrida do calendário de 2014, os dez primeiros colo-cados somarão 50, 36, 30, 24, 20, 16, 12, 8, 4 e 2 pontos, res-pectivamente. Nas demais, a metade disso.

Outras mudanças foram

divulgadas pela cúpula da modalidade: a criação de um teto de gastos por equipe a partir da temporada 2015 e a adoção de números fixos – o campeão ficará sempre com o número 1.

Além disso, haverá a in-clusão de uma nova penali-dade: um stop-and-go de 5s para infrações intermediá-rias. Atualmente, a Fórmula 1 conta com o stop-and-go de 10s e com o drive through, no qual o piloto passa pelos boxes em velocidade reduzi-da, mas sem parar. METRO

Com o fim do Campeonato Brasileiro, o Santos traba-lha forte nos bastidores pa-ra reforçar o grupo de 2014. E tem pressa. A começar pe-la escolha do novo técnico, que dará início também às contratações de jogadores.

A diretoria quer Oswal-do de Oliveira como coman-dante. Apesar de ter dei-xado o Botafogo no G-4 do Brasileirão, ele não segui-rá no Rio de Janeiro. A ex-pectativa é que Oswaldo vá a Baixada Santista até quin-ta-feira para sacramentar o acordo.

A busca por reforços também é prioridade na Vila Belmiro. O Santos já mantém conversas com Diego. O meia já avisou que o Peixe é sua primei-ra opção no Brasil. O prin-cipal impasse é o salário: o alvinegro quer pagar R$ 600 mil, mas deve subir um pouco estes números

durante a negociação – na Alemanha, o meia recebe cerca de R$ 1,3 milhão.

O Peixe também tra-balha para trazer um no-me de peso para o ataque: Leandro Damião. Entre o clube santista e o jogador Internacional a situação já está encaminhada, com salários e tempo de con-trato acertados. Para ficar com o centroavante, Pei-xe negocia ceder o volante Arouca e pagar mais R$ 9,5 milhões.

HóspedesA cidade de Santos recebe-rá duas seleções na Copa do Mundo de 2014. O Mé-xico –  adversário do Brasil no Grupo A – escolheu o CT Rei Pelé, do Santos, como lo-cal de treinos, e a Costa Ri-ca utilizará a Vila Belmiro. Os costarriquenhos estão no Grupo D ao lado de Uruguai, Inglaterra e Itália. METROSantos pode ceder Arouca para ficar com Damião | RANDES NUNES/FOTOARENA

AO ALCANCE DE TODOSOi amigos, tudo bem? Estive em Medellín, a convite do Juan Pablo Montoya, para participar do evento beneficen-te “Carrera de Estrellas”. A disputa aconteceu dia 30 de no-vembro, sábado, e os detalhes eu tive a oportunidade de contar na semana passada. Só que, depois da corrida, acon-teceu uma coisa incrível e gostaria de dividir com vocês.

Há uma cidade na Colômbia chamada Pereira. É a capi-tal do Estado de Risaralda e tem cerca de 600 mil habitan-tes. É uma região produtora de café e fica uns 200 km de Medellín. Há 30 e poucos anos, foi lá onde nasceu uma ga-rotinha linda chamada Adriana Henao. E quis Deus que um rapazinho (lindinho também, por que não?) nasces-se mais ou menos na mesma época em São Paulo. Só que a distância de quase 5 mil km não foi grande o suficien-te e, para encurtar a história, Adriana é minha companhei-ra querida e juntos temos um “presente” maravilhoso que Deus nos mandou chamado Mikaella.

Só que Pereira é uma região também com muita pobre-za e a Adriana sempre trabalhou pelos mais necessitados de sua cidade, principalmente nessa época do ano, junta-mente com familiares e amigos. O fato de morarmos em Fort Lauderdale, na Flórida, acabou tornando essas oportu-nidades mais raras e foi já pensando nisso que os olhinhos dela brilharam quando recebemos o convite do Montoya.

Há uma comunidade na região que é servida, dentro do possível, pela Fundação Crisol, que dá assistência para a gente humilde que mora lá. Há muito tempo o lugar come-çou a ser ocupado por pessoas pobres e sem moradia. Com o passar dos anos, várias casas humildes foram aparecendo e, apesar das dificuldades de toda espécie, há uma moleca-da ativa, que corre e brinca, com o coração pulsando de es-peranças e a cabeça “voando” em busca de sonhos.

Eu, que todo dia agradeço a Deus por tudo que passei, senti-me abençoado por estar ali podendo participar de al-guma forma dos esforços para minimizar as dificuldades daquela gente. Com o apoio da Adriana e da Fundação Cri-sol, pude de alguma forma antecipar o Natal daquelas fa-mílias. Distribuímos centenas de cestas básicas e fiquei muito feliz e energizado com o carinho e o sorriso agrade-cido das pessoas, principalmente das crianças.

Vou ser sincero. Pensei muito antes de escrever essa co-luna. Eu não gosto de fazer publicidade de algumas coi-sas que faço em Ribeirão Preto e na Flórida. São coisas pessoais. Mas resolvi contar porque, assim como fiquei mo-tivado, talvez possa motivar algumas pessoas. Eu sou um homem de fé e sei que Deus tem um plano para cada um. Hoje, mais do que nunca, tenho certeza que se pudermos praticar a solidariedade, vamos em encontro a esse Plano, que não é o da miséria, violência, tristeza ou preconceito.

Então é isso, pessoal, tudo de bom e vamos que vamos!

Opinião

HELIO [email protected]

Helio Castroneves, 38, nasceu em São Paulo e foi criado em Ribeirão Preto. É o piloto brasileiro com mais vitórias na Indy, com 28 conquistas, e venceu três edições da Indy 500 (2001, 2002 e 2009). Disputará em 2014 sua 17ª temporada na categoria e 15ª pelo Team Penske.

Santos mira nomes de peso

Alex deve deixar o Coxa | GERALDO BUBNIAK / FOTOARENA

Fórmula 1. Cúpula anuncia que última etapa, em Abu Dhabi, dará o dobro de pontos. Medida visa deixar campeonato aberto até o final

GP de Abu Dhabi será a prova final do calendário 2014 da Fórmula 1 | MARK THOMPSON/GETTY IMAGES

Vale o dobro

Depois de ajudar a salvar o Coritiba do rebaixamen-to, Alex mostrou-se irritado com o presidente do Coxa, Vilson Ribeiro de Andrade, que fez críticas ao time. Ape-sar do contrato até o fim de 2014, o meia de 36 anos não garantiu sua permanência e, no Palmeiras, sua chegada é especulada.

Em busca de um meia pa-ra o ano do centenário, Alex tem portas abertas no Palmei-ras, onde é ídolo. Além disso, o técnico Gilson Kleina é seu padrinho de casamento e os dois nutrem ótima relação. O treinador até chegou a falar que o armador seria “muito bem-vindo”.

“Minha carreira sempre seguiu com a do Kleina, já tra-balhei bastante com ele, que foi meu preparador desde me-nino. Mas isso não muda nada não. Agora preciso de um pe-ríodo de descanso, foi um ano pesado. Nas férias a gente vê”, conclui. METRO

Verdão. Alex deixa futuro em aberto

Page 21: 20131210_br_metro sao paulo

SÃO

PAU

LO - TER

ÇA-FEIR

A, 10 D

E DEZEM

BR

O D

E 2013

Page 22: 20131210_br_metro sao paulo
Page 23: 20131210_br_metro sao paulo
Page 24: 20131210_br_metro sao paulo