20111207_br_metro sao paulo

16
Governador diz que só lei federal poderia proibir garupas em motos nos dias úteis Projeto polêmico foi aprovado pela Assembleia Legislativa {pág 02} RECICLE A INFORMAÇÃO: PASSE ESTE JORNAL PARA OUTRO LEITOR O Jornal Metro é impresso em papel certificado FSC, garantia de manejo florestal responsável, e com tinta ecológica elaborada com matérias-primas bioderivadas e renováveis pela gráfica Plural. TRADIÇÃO Mín 19°C Máx 29°C SÃO PAULO Quarta-feira, 7 de dezembro de 2011 Edição nº 1.196, ano 5 RECICLE A INFORMAÇÃO: PASSE ESTE JORNAL PARA OUTRO LEITOR ANDRÉ PORTO/METRO Na garupa, sim Copa-14 vira álibi para liberar bebida em estádio Relatório final da Lei Geral da Copa será votado pelos deputados na semana que vem Texto autoriza venda de bebidas alcoólicas nos bares das arenas E mais: somente 10% dos ingressos terão meia-entrada {pág 06} Órgão diz que rede associa venda de alimentos à entrega de brinquedos e influencia crianças {pág 03} Procon multa McDonald’s em R$ 3,2 milhões A partir do dia 19, vigora norma que limita espera para atendimento em pediatria, gineco e clínica {pág 08} Planos terão até sete dias para marcar consulta Kassab na parede Defensoria cobra: cadê as ações contra enchentes? Prefeitura tem 15 dias para apresentar cronograma ou irá responder na Justiça {pág 04} CABORÉ 2011: CONHEÇA OS MELHORES DO ANO Lei deve ser vetada BALÉ ‘O QUEBRA-NOZES’ TERÁ 17 APRESENTAÇÕES ATÉ O NATAL {pág 11} {pág 10}

Upload: metro-brazil

Post on 19-Feb-2016

241 views

Category:

Documents


1 download

DESCRIPTION

Na garupa, sim CABORÉ 2011: CONHEÇA OS MELHORES DO ANO Governador diz que só lei federal poderia proibir garupas em motos nos dias úteis Projeto polêmico foi aprovado pela Assembleia Legislativa {pág 02} Relatório final da Lei Geral da Copa será votado pelos deputados na semana que vem Texto autoriza venda de bebidas alcoólicas nos bares das arenas E mais: somente 10% dos ingressos terão meia-entrada {pág 06} Kassab na parede Quarta-feira, Edição nº 1.196, ano 5 {pág 10}

TRANSCRIPT

Page 1: 20111207_br_metro sao paulo

Governador diz que só lei federal poderia proibirgarupas em motos nos dias úteis Projeto polêmico foi aprovado pela Assembleia Legislativa {pág 02}

REC

ICLE

A IN

FOR

MA

ÇÃO

: PA

SSE

ESTE

JO

RN

AL

PARA

OU

TRO

LEI

TOR

O Jo

rnal

Met

ro é

impr

esso

em

pap

el c

ertif

icad

o FS

C, g

aran

tia d

em

anej

o flo

rest

al r

espo

nsáv

el, e

com

tin

ta e

coló

gica

ela

bora

daco

m m

atér

ias-

prim

as b

iode

rivad

as e

reno

váve

is p

ela

gráf

ica

Plur

al.

TRADIÇÃO

Mín 19°CMáx 29°C

SÃO PAULOQuarta-feira, 7 de dezembro de 2011

Edição nº 1.196, ano 5

REC

ICLE

A IN

FOR

MA

ÇÃO

: PA

SSE

ESTE

JO

RN

AL

PARA

OU

TRO

LEI

TOR

ANDRÉ PORTO/METRO

Na garupa, sim

Copa-14 vira álibi paraliberar bebida em estádio

Relatório final da Lei Geral da Copa será votado pelos deputados na semana que vem Texto autoriza vendade bebidas alcoólicas nos bares das arenas E mais: somente 10% dos ingressos terão meia-entrada {pág 06}

Órgão diz que rede associa venda dealimentos à entrega de brinquedose influencia crianças {pág 03}

Procon multaMcDonald’s emR$ 3,2 milhões

A partir do dia 19, vigora norma quelimita espera para atendimento empediatria, gineco e clínica {pág 08}

Planos terão atésete dias paramarcar consulta

Kassab na parede

Defensoria cobra: cadê asações contraenchentes?

Prefeitura tem 15 dias para apresentar cronograma ou irá responder na Justiça {pág 04}

CABORÉ2011:

CONHEÇA OSMELHORES

DO ANO

Lei deve ser vetada

BALÉ ‘O QUEBRA-NOZES’TERÁ 17 APRESENTAÇÕES ATÉ O NATAL {pág 11}

{pág 10}

BRASP_2011-12-07_1.qxp:BRAZIL 12/6/11 10:09 PM Page 1

Page 2: 20111207_br_metro sao paulo

O jornal Metro circula em 22 países e tem alcance diário superior a 20 milhões de leitores. No Brasil, é uma joint venture do Grupo Bandeirantes de Comunicação e da Metro Internacional. É publicado e distribuído gratuitamente de segunda a sexta em São Paulo, ABC paulista, Santos, Campinas, Rio de Janeiro, Curitiba, Belo Horizonte e Porto Alegre, somando mais de 440 mil exemplares.

Editado e distribuído por SP Publimetro S/A. Endereço: rua Tabapuã, 81, 14º andar, Itaim, CEP 04533-010, São Paulo, SP. O jornal Metro é impresso na Plural Editora e Gráfica Ltda.

EXPEDIENTEMetro Brasil. Presidente: Cláudio Costa Bianchini. Diretor de Redação: Fábio Cunha (MTB: 22.269). Diretor Comercial e Marketing: Carlos Eduardo Scappini. Diretora Financeira: Sara Velloso. Diretor de Operações: Luís Henrique Correa.

Metro São Paulo. Editores Executivos: Ariel Kostman e Lara De Novelli (MTB: 31.369). Coordenador de Redação: Irineu Masiero. Editor de Arte: Vitor Iwasso. Gerente Comercial Nacional: Ricardo Adamo. Gerentes Comerciais: Tânia Biagio e Elizabeth Silva.

Telefones: 011/3528-8520 (redação)011/3528-8500 (comercial)

A tiragem e distribuição desta edição de 150.000 exemplares são auditadas pela BDO.

1foco

www.readmetro.comQUARTA-FEIRA, 7 DE DEZEMBRO DE 2011

02 são paulo

NOTAS

De olho na Copa do

Mundo de 2014, funcio-

nários do Mercadão

vão participar de cursos

gratuitos para aprender

a falar inglês, castelha-

no e francês. As aulas

começaram no dia 29 e

serão ministradas por

professores da PUC,

que assinou ontem um

convênio com a prefei-

tura. Cada curso tem 40

horas de aula.

Como parte das cele-

brações do Natal, a pre-

feitura inaugura na

próxima sexta-feira

uma pista gratuita de

patinação no gelo. Com

capacidade para rece-

ber até 60 pessoas, a

pista ficará embaixo da

ponte Estaiada, na zo-

na sul, até o dia 23 des-

te mês. Para brincar, é

preciso apresentar um

documento com foto e

ter mais de 5 anos.

MARCELA SPINOSAMETRO SÃO PAULO

SP tem 200 mil motoboysPara o Sindimoto (sindica-to dos motoboys), a lei queproíbe as garupas não vairesolver o problema de se-gurança. “A justificativa deque a lei vai reduzir roubosé bobagem porquê o delin-quente vai assaltar de carroou a pé”, disse o presidenteda entidade, Gilberto de Al-meida, após reunião com o

governador Geraldo Alck-min (PSDB).

Almeida estima que 200mil das 800 mil motos regis-tradas na capital são usadaspor motoboys. “Temos o di-reito constitucional detransportar quem quiser-mos na garupa”.

O diretor da Abraciclo(associação das fabricantes

de motos) Roberto Morenotambém acredita que leinão contribuirá com a re-dução de acidentes e mor-tes no trânsito. “A prudên-cia é o melhor caminho pa-ra reduzir as estatísticas”.

Alckmin anunciou on-tem que a operação Cavalode Aço, que fiscaliza motos,será reforçada. M.S

Caminhão só poderá trafegar fora do horário de pico

ANDRÉ VICENTE/FOLHAPRESS

O governador GeraldoAlckmin (PSDB) sinalizouque deve vetar o projeto delei que proíbe garupas emmotos nos dias úteis.

Após reunião ontemcom o sindicato dos moto-boys e a associação dos fa-bricantes, o governadorafirmou que as pessoas queusam esses veículos comomeio de transporte não po-dem ser penalizadas.

“Precisamos ter cuidadopara não punir a populaçãoque utiliza as motos comomeio de transporte ou detrabalho”. Alckmin expli-cou ainda que só leis fede-rais podem alterar as re-gras de trânsito. “Essa éuma questão constitucio-nal que também será verifi-cada pela Procuradoria Ge-ral do Estado”.

Segundo Alckmin, proje-to semelhante aprovadopela Câmara Municipal jáfoi vetado por ser conside-rado inconstitucional.

Ele ressaltou ainda queem agosto de 2012 entraem vigor resolução do Con-tran que proibirá moto-boys de levarem garupas.

Aprovada no mês passa-do pela Assembleia Legisla-tiva, a lei veta garupas pa-

ra motoboys e motociclis-tas. A multa é de R$ 130. Odeputado Jooji Hato(PMDB), autor do texto, dizque o objetivo da propostaé reduzir a quantidade deacidentes e assaltos.

Segundo Hato, o númerode motociclistas mortos nacapital cresceu 11,7% em2010. Foram 478 vítimas,em 2010, ante 429, no anoanterior. Além disso, moto-queiros estão envolvidos em61,5% dos crimes contra opatrimônio. Para o governa-dor, a lei não vai reduzir osassaltos. “A maioria dos cri-mes ocorre nos fins de se-mana”. O prazo para san-ção ou veto da lei terminano próximo dia 18.

Lei que proíbe garupaem moto deve ser vetada

Governador diz que só lei federalpode mudar regras de trânsito

Lei aprovada pela Assembleia proíbe garupa em motos

ANDRÉ PORTO/METRO

478é o número de motociclistas mortosno trânsito em 2010,um aumento de 11,7%em relação a 2009,quando foram regis-tradas 429 vítimas.

Restrição a caminhões na marginal começa 2ªA partir de segunda-feira, aprefeitura vai restringir acirculação de caminhões namarginal Tietê. Com as no-vas regras, os veículos pesa-dos não poderão trafegardas 4h às 10h e entre 16h e22h, de segunda a sexta-fei-ra. Aos sábados, a proibiçãovale das 10h às 14h.

Nessa primeita etapa, osagentes da CET ainda nãoirão multar os caminhonei-ros que forem flagrados cir-culado pela marginal du-rante o período de restri-

ção. A aplicação das mul-tas, no entanto, só seráadotada na segunda quin-zena de janeiro, de acordocom a CET.

Além da marginal, amedida restritiva tambémvale para as avenidas Sa-lim Farah Maluf, Luis Igná-cio de Anhaia Melo, Tan-credo Neves, PresidenteWilson, do Estado, Paes deBarros, Ermano Marchetti,Marquês de São Vicente epara a rua das Juntas Pro-visórias. Serão colocadas 2

mil placas de orientação.Com a mudança, a CET

prevê um aumento de até20% na velocidade médiana marginal. Segundo oórgão de trânsito, dos 350mil veículos que passamtodos os dias pela via, 75mil são caminhões.

Na marginal Pinheiros, aCET começa a multar hojeos caminhões que não res-peitarem a restrição quevale de segunda a sexta,das 4h às 22h, e aos sába-dos, das 10h às 14h. METRO

CotaçõesDólar

+ 0,33%(R$ 1,79)

- 0,19%(R$ 2,39)

Euro

Bovespa Selic(11%)

Saláriomínimo(R$ 545)

+ 1,06%(59.536 pts)

BRASP_2011-12-07_2.qxp:BRAZIL 12/6/11 9:15 PM Page 1

Page 3: 20111207_br_metro sao paulo

www.readmetro.comQUARTA-FEIRA, 7 DE DEZEMBRO DE 2011são paulo 03

Polícia Federal encontra mais de 700 kgde maconha no litoral de São PauloA PF (Polícia Federal) apre-endeu 716 kg de maconhadurante uma operação espe-cial em Peruíbe, no litoral.

Foram presas 16, entreelas 10 paraguaios. Os de-tidos devem ser indicia-dos por tráfico internacio-nal de drogas e associaçãopara o tráfico. As penasvariam de 3 a 25 anos deprisão. A droga estava es-condida no bagageiro de

um ônibus de turismocom placa do Paraguai. Naação, que contou com oapoio da PM de Santos,também foram apreendi-dos cinco veículos. Partedo grupo estava hospedadoem um hotel da cidade.

Conexão ParaguaiEm outra operação, a PFprendeu 34 pessoas emquatro Estados. Segundo a

PF, essa foi a maior ação decombate ao tráfico de dro-gas do ano. A quadrilha eraresponsável por trazer cercade 500 kg de cocaína por mêsdo Paraguai para o Brasil.Foram apreendidos na ope-ração 15 veículos, seis armas,joias e R$ 14 mil. De acordocom as investigações, o chefeda quadrilha, conhecido co-mo Índio, está escondido noParaguai. METRO SANTOS

150 aves silvestressão apreendidasCerca de 150 aves silvestresforam apreendidas por po-liciais ontem em uma casana região do Parque SãoDomingos, na zona oeste.Segundo a Secretaria de Se-gurança Pública, entre asespécies apreendidas estãoalgumas ameaçadas de ex-tinção. Um homem de 59anos foi detido.

Segundo o delegado Re-nato Ferreira, responsávelpela operação, a políciare-cebeu uma denúncia anôni-ma e investigou o local du-rante 20 dias. “Muitas pes-soas circulavam pelas ruasdo bairro com gaiolas nasmãos e isso aumentou nos-sas suspeitas”, afirmou Fer-reira. METRO

GCM liderava quadrilha queroubava caixas eletrônicosSeis acusados de integraruma quadrilha especializa-da em roubar caixas eletrô-nicos na capital e no inte-rior foram presos ontem.

Um dos detidos é o guar-da civil municipal FábioAntunes de França, que tra-balha em Indaiatuba. Ele éapontado como um doschefes do bando.

Segundo a Secretaria deSegurança Pública, Françausava a estrutura da Guar-da Municipal para dar co-bertura aos assaltos e avi-

sar os comparsas sobrepossíveis ações da políciana região dos roubos.

O envolvimento de ou-tros guardas civis com aquadrilha ainda está sendoinvestigado.

A polícia acredita que ogrupo tenha sido responsá-vel por cerca de 20 roubosa caixas eletrônicos, na ca-pital e em cidades na re-gião de Campinas e Indaia-tuba, no interior de SãoPaulo. Além de roubar osequipamentos, a quadrilha

também é suspeita de as-saltar residências e de umsequestro. Os seis presosestavam sendo monitora-dos com escutas telefôni-cas há quase dois meses.

Com eles foram encon-tradas duas armas e equi-pamentos utilizados paraarrombar os caixas. Os de-tidos foram encaminhadospara o 35º DP, no Jabaqua-ra. Ontem, mais um ataquea caixa eletrônico foi regis-strado, dessa vez em SantoAndré. METRO

Perseguiçãona Paulistatermina com3 presosDois homens e uma mu-lher foram presos na ma-drugada de ontem apósuma perseguição policialna avenida Paulista. Segun-do a polícia, eles são sus-peitos de assaltar um esta-cionamento na alamedaLorena, nos Jardins.

De acordo com a Secre-

taria de Segurança Pública,o grupo abordou um fun-cionário do estabelecimen-to, por volta das 5h, e fugiuem uma perua levando en-tre R$ 300 e R$ 400 do cai-xa. A vítima acionou a polí-cia e descreveu o veículousado na fuga.

O trio tem passagenspor furto, roubo e estelio-nado e era procurado peloroubo de um veículo namadrugada de anteontem,na mesma região.

Não houve troca de tirose não há informações de fe-ridos. O caso foi registradono 8º DP. METRO

Quadrilha é presa acusada de explodir caixas eletrônicos

ADRIANO LIMA/NEWS FREE/FOLHAPRESS

Animais foram encontrados em imóvel na zona norte

ALEXANDRE RIBEIRO/FUTURA PRESS

115quilos é a quantidade de cocaína apreendida na operação contra o tráfico internacional realizada ontem pela Polícia Federal em quatro Estados.

O Procon multou o McDo-nald’s em R$ 3,2 milhões.A alegação do órgão esta-dual é de que a rede de fast-food associa a venda de ali-mentos à entrega de brin-quedos no “McLanche Fe-liz”. A rede ainda pode re-correr da decisão.

Responsável pela denún-cia, o Instituto Alana dizque a oferta dos brinque-dos é uma forma de atraircrianças cada vez mais ce-do para as lojas da rede.

A entidade afirma que,desde 2010, quando foi fei-ta a denúncia ao Procon, oMcDonald’s já divulgou 18campanhas ligadas a filmese a personagens infantis.“Essa relação gera uma ló-gica de consumo prejudi-

cial e, além disso, resultaem hábitos alimentares no-civos às crianças”, diz a di-reção da entidade.

Em nota, o McDonald’sinforma que não comentadetalhes de ações em anda-mento. A direção da redeafirma que respeita todasas exigências que orientamas formas de comunicaçãocom o consumidor, seja pa-ra adultos ou crianças.

A empresa garante tam-bém que os brinquedos ofe-recidos nas lojas podem seradquiridos separadamente,desvinculados da comprado “McLanche Feliz”.

Segundo o Procon, a redetem 15 dias para apresentarsua defesa e tentar suspen-der a punição. METRO

McDonald’s levamulta de R$ 3,2 mi

Procon autua rede alegando que a venda de brinquedos com os lanchesinfluencia as crianças Empresa diz que respeita todas as exigências

Loja da rede em São Paulo

NAIR BUENO/FUTURA PRESS

BRASP_2011-12-07_3.qxp:BRAZIL 12/6/11 9:37 PM Page 2

Page 4: 20111207_br_metro sao paulo

DAVI FRANZONMETRO SÃO PAULO

A cidade de Osasco foi atin-gida por um temporal quealagou ruas e avenidas natarde de ontem. Por voltadas 15h, os bairros maisatingidos eram o Rocheda-le e o Jardim Baronesa.

Com a chuva, carros fo-ram arrastados e casas, ala-gadas. No Rochedale, mo-radores tentaram reduziros prejuízos tirando aágua que invandia os imó-veis com baldes. A DefesaCivil teve de usar botes pa-ra socorrer pessoas que fi-

caram ilhadas na avenidados Autonomistas.

Na capital, o CGE (entrode Gerenciamento deEmergência) colocou bair-ros da zona norte e as mar-ginais Tietê e Pinheirosem estado de atenção às15h30. Mas o baixo volu-me de chuva não geroupontos de alagamento.

Nos próximos dias, umanova frente fria deve tra-zer fortes chuvas, que se-rão acompanhadas de raja-das de vento. METRO

Defensoria cobra ações daprefeitura contra enchentes

www.readmetro.comQUARTA-FEIRA, 7 DE DEZEMBRO DE 2011

04 são paulo

A Prefeitura de São Paulotem quinze dias para enviarà Defensoria Pública um pla-no de ação para tirar do pa-pel um pacote de obras anti-enchente na zona leste.

Caso a prefeitura não res-ponda à solicitação, a Defen-soria entrará com uma açãona Justiça exigindo o cum-primento das medidas.

Segundo o defensor pú-blico Bruno Miragaia Sou-za, a administração Gilber-to Kassab (PSD) iniciou emdezembro de 2010 a canali-zação do córrego Sítio CasaPintada, mas a obra foi dei-xada pela metade. “Procu-rei a prefeitura para sabero motivo da paralisação.Fui informado que ela

ocorreu devido à falta derecursos”, afirma.

Souza diz que a prefeitu-ra também deixou na mar-gem do córrego o entulhogerado pela demolição de 24casas que estavam em áreasde risco. Agora, o materialpode entupir galerias. Se-gundo o defensor, a falta deação coloca em risco a vidade 200 famílias que vivemno entorno do córrego. “Le-vamos um períto à região eele confirmou que há riscode inundações por conta daobra incompleta e do acú-mulo de entulho”.

Souza diz que situaçãosemelhante foi encontradaem um córrego em São Mi-guel. O acúmulo de entulho

pode resultar no desliza-mento de uma área ocupa-da por 500 famílias.

Miragaia afirma que hárisco de transbordamentosna maioria dos córregos dazona leste. “Os casos envia-dos à prefeitura são partedo problema. Falta empe-nho para reduzir os riscos”.

A prefeitura afirma queestá realizando a limpezamecanizada nos córregos.Diz ainda que a subprefei-tura de São Miguel executacontinuamente os traba-lhos de limpeza e manuten-ção na região para preveniralagamentos e inundações.

Gilberto Kassab durante vistoria a piscinão na zona leste

DIOGO MOREIRA/FUTURA PRESS

Alagamento em rua do centro de Osasco

RENATO SILVESTRE/FOLHAPRESS

Administração municipal tem 15 dias para apresentarcronograma ou intervenções serão cobradas na Justiça

Chuva alaga ruas eavenidas em Osasco

Depressão e ansiedadelideramemergênciaPacientes com crises de de-pressão e ansiedade corres-pondem a 25% dos atendi-mentos feitos no setor deemergências psiquiátricasno maior hospital especia-lizado em psiquiatria da ca-pital. Os dados foram divul-gados ontem pela Secreta-ria da Saúde, com base eminformações do PAI (Polode Atenção Intensiva) emSaúde Mental.

De acordo com a gerentemédica do PAI, Célia Gallo,o alto nível de estresse emuma grande capital podeexplicar, em parte, o gran-de número de casos de de-pressão e transtorno de an-siedade. Porém, os mesmosdiagnósticos podem ser en-contrados também nomeio rural, onde a vida émais tranquila.

Problemas com depen-dência química são respon-sáveis por outros 13% doscasos tratados no PAI. Emseguida, aparecem surtospsicóticos, que represen-tam 12% dos atendimentos,transtornos bipolares, com7%, e outros transtornosansiosos, que somam 6%dos casos. METRO

A Justiça decidiu que as li-cenças ambientais emiti-das pela prefeitura desde2001, graças a um convê-nio com a Cetesb (compa-nhia ambiental do Estado),são irregulares. A decisão,anunciada anteontem,proíbe a cidade de emitirnovas certidões.

Na ação, aceita pela Jus-tiça em novembro, o MP(Ministério Público) pede asuspensão do convênio fir-mado entre os órgãos e

que a prefeitura perca o di-reito de continuar comaqueles cujas análises já fo-ram iniciadas.

Segundo o promotorEduardo Ismael Lutti, aprefeitura estava analisan-do as licenças ambientaisdos próprios projetos, semque eles passassem poravaliação da Cetesb.

A decisão da Justiça nãoé retroativa. Porém, as li-cenças que já foram dadaspela prefeitura de forma ir-

regular precisarão passarpor uma nova análisequando os documentosprecisarem ser renovados.

Já as licenças recebidaspor Congonhas quanto aoperações de decolagem,aterrisagem e poluição so-nora, assim como o daconstrução do túnel que 6km de extensão que sairáda avenida Roberto Mari-nho, terão de ser revistas,pois não tiveram o aval daCetesb. METRO

Justiça proíbe cidade deemitir licença ambiental

BRASP_2011-12-07_4.qxp:BRAZIL 12/6/11 9:31 PM Page 1

Page 5: 20111207_br_metro sao paulo

www.readmetro.comQUARTA-FEIRA, 7 DE DEZEMBRO DE 2011brasil 05

Médicos defendem maisrestrições a cigarrosEm audiências públicaspromovidas ontem pelaAnvisa (Agência Nacionalde Vigilância Sanitária),médicos e associações anti-fumo defenderam as pro-postas que vetam a propa-ganda e a exposição de ci-garros em locais de venda eoutras medidas sugeridaspela agência para coibir oincentivo ao uso de tabaco.

A agência defende aindaa proibição de qualquer ti-po de abordagem promo-cional e da realização depesquisas de mercado,além do maior número deadvertências sobre os male-fícios do cigarro em locaisde venda.

Outra proposta discuti-da veta o uso de aditivosque conferem sabor doce

ou mentolado em cigarros,que para muitos incenti-vam o consumo de jovens.

Entre os que se manifes-taram a favor das medidas,estavam representantes do

Inca (Instituto Nacional doCâncer), do CFM (ConselhoFederal de Medicina), daOpas (Organização Pan-Americana da Saúde) e daOMS (Organização Mundial

da Saúde).De outro lado, produto-

res de fumo do sul do paísquestionaram a autoridadeda Anvisa e disseram aindaque não há comprovações

científicas de que a proibi-ção de propaganda esteja li-gada à redução de consumo.

Eles argumentam que asproibições vão prejudicaras famílias que vivem daprodução do fumo. O dire-tor da Anvisa, Agenor Álva-res, reconheceu que o go-verno tem que pensar nodestino dos produtores. “OEstado incentivou, poranos, que eles [agriculto-res] plantassem tabaco, en-tão o Estado tem que, de al-guma forma, pensar na so-lução”, disse Álvares.

METRO

Anvisa quer proibir propaganda em locais de venda e produtos doces ou mentolados

Audiência realizada ontem em Brasília

LULA MARQUES/FOLHAPRESS

“O país reafirmasua liderança napolítica contra o tabaco.”ADRIANA BLANCO, DA OPAS

Governo vai ampliarBolsa FamíliaO governo pretende incluir350 mil famílias que estãoabaixo da linha da pobrezano programa Bolsa Famíliaainda este ano. O númerorepresenta aproximada-mente 1,4 milhão de pes-soas. O anúncio aconteceráainda este mês, de acordocom informações da colu-nista da BandNews FM, Mô-nica Bergamo.

O Ministério do Desen-volvimento Social estimaque outras 800 mil famíliasno país têm direito ao be-nefício, mas estão fora doprograma. As causas maiscomuns são falta de infor-mações e de documentos, eo fato de elas viverem emexclusão maior que as fa-mílias que já são atendidas.

Hoje, o Bolsa Famíliaatende cerca de 13 milhõesde famílias. O ministériovai continuar buscando in-formações para incluir no programa os brasileirosque têm direito ao benefí-cio, mas ainda não foram con-templados.

BRASP_2011-12-07_5.qxp:BRAZIL 12/6/11 9:27 PM Page 2

Page 6: 20111207_br_metro sao paulo

www.readmetro.comQUARTA-FEIRA, 7 DE DEZEMBRO DE 2011

06 brasil

Comissão da Câmara propõe8% do PIB para EducaçãoO relatório final do PNE(Plano Nacional de Educa-ção), apresentado ontemna Comissão Especial daCâmara dos Deputados, au-menta de 5% para 8% o por-centual do PIB destinado àEducação.

Agora, existe prazo decinco sessões para apresen-tação de novas emendas ao

texto. A versão original dorelatório recebeu quase 3mil propostas de emendas,um recorde do Congresso.

Entre as principais alte-rações do relatório tambémestão a garantia de educa-ção especializada para estu-dantes com deficiência e aaproximação do rendimen-to dos professores ao de

profissionais com o mesmonível de escolaridade.

O projeto original do go-verno previa 7% do PIB pa-ra a Educação. Ontem, es-tudantes da UNE acampa-ram na Esplanada dos Mi-nistérios e protestaram du-rante a leitura do relatório,pedindo a aplicação de 10%do PIB na área. METRO

O relator da Lei Geral daCopa na Câmara, deputadoVicente Cândido (PT-SP),entregou ontem o texto fi-nal do relatório. A propostalibera a venda de bebidasem estádios do país não sóna Copa-14, mas tambémem jogos de outras compe-tições, alterando o Estatutodo Torcedor.

No entanto, o consumode bebidas alcoólicas só po-derá ocorrer nos bares erestaurantes das arenas,não sendo permitido otrânsito com bebidas nas

áreas comuns do estádio.Além da liberação da be-

bida, ele também agradoua Fifa ao reservar apenas300 mil ingressos (10% dototal) para serem vendidospela metade do preço. Deacordo com Cândido, o va-lor das entradas com valo-res especiais não será supe-rior a R$ 50 reais. Terão di-reito aos ingressos comdesconto idosos, estudan-tes, pessoas com deficiên-cia, indígenas e participan-tes de programas de trans-ferência de renda.

O texto também alteranos vistos para estrangei-ros. Limitados até dia 31de dezembro de 2014 noprojeto original, eles terãolimite de 90 dias, para tu-ristas que vieram ver os jo-gos. Outra mudança foi aautorização para o uso deaviões civis em aeroportosmilitares, para facilitar odeslocamento de torcedo-res. O texto seria votadoamanhã, mas houve um pe-dido de deputados para quea votação ocorra apenas nasemana que vem. METRO

Projeto quer criar ‘bolsa-estupro’Um projeto de lei em tra-mitação no Congresso querpagar um salário mínimo amulheres estupradas casoelas decidam não abortar.O pagamento, conhecido

como “bolsa-estupro”, iriadurar 18 anos. O texto, dodeputado Henrique Afonso(PT-AC), provocou reclama-ções de ONGs e do gover-no. A ministra Nilcéa Frei-

re, da Secretaria Especialde Políticas para Mulheres,disse que o projeto é um re-trocesso, e trata a violênciacontra a mulher como mo-netária. METRO

Relatório liberacerveja até no Brasileirão

Lei da Copa deve autorizar venda de bebidas em todosos estádios Só 10% dos ingressos terão meia-entrada Estudantes protestam durante leitura do relatório final do PNE

SÉRGIO LIMA/FOLHAPRESS

BRASP_2011-12-07_6.qxp:BRAZIL 12/6/11 8:56 PM Page 1

Page 7: 20111207_br_metro sao paulo

www.readmetro.comQUARTA-FEIRA, 7 DE DEZEMBRO DE 2011mundo 07

Argentina fica semgasolina por 3 horasOs postos de combustívelargentinos fizeram umagreve de três horas ontempara protestar contra o bai-xo valor que recebem daspetroleiras. A paralisaçãoatingiu todo o país entre as15h e as 18h (horário local).

“A oferta de gasolina émenor do que a demanda.O nosso setor está passandopor uma situação complica-da há muito tempo. Infeliz-mente, o bolo está mal re-partido. Esperamos que asautoridades, sobretudo aYPF (estatal argentina dopetróleo comprada pelaRepsol em 1999), não nosobriguem mais a tomar es-se tipo de medida”, lamen-tou Oscar Díaz, presidenteda Confederação de Entida-des de Comércio de Hidro-

carbonetos à Rádio Uno.Os sindicatos ligados aos

postos de combustívelameaçam convocar umagreve geral em todo o paísno Natal (dias 24 e 25) e noAno Novo (31 de dezembroe 1o de janeiro). O impasseno setor já faz crescer o te-mor de desabastecimentoem 2012. METRO

Rússia silenciaprotestoscontra eleiçãoExatos 20 anos após o fimda União Soviética – dissol-vida oficialmente em de-zembro de 1991 – Moscouvolta a enfrentar proble-mas típicos de regimes au-toritários: falta de transpa-rência política, desconfian-ça e insatisfação popular –e repressão, com direito aprisão de inimigos.

Ontem, o líder oposicio-nista Ilia Yashin foi conde-nado a 15 dias de prisão porter participado de uma ma-nifestação que denunciavafraudes nas eleições legisla-tivas do último domingo. Otribunal de Moscou conde-nou Yashin, dirigente domovimento liberal Solidar-nost, por ter desobedecidoas ordens policiais de dis-persão da manifestação.

Forças especiais do Mi-nistério do Interior foramenviadas à capital russa pa-ra “garantir a segurança” edispersar os manifestantesque protestavam na PraçaLubianka. Um repórter doMetro Rússia que estava nolocal a trabalho também

foi preso “por estar no lu-gar errado e na hora erra-da”, segundo a polícia.

Houve várias denúnciasde irregularidades no pleitolegislativo. Meios de comu-nicação e grupos ligados àoposição relataram ataquesa suas páginas na internet,e um leitor do Metro Rús-sia acusou o partido gover-nista Rússia Unida de ten-tar contratar pessoas paramanifestar apoio à legenda.

“Como já vimos em muitos lugares,eleições que nãosão nem livres nem justas têm o mesmo efeito.”HILLARY CLINTON, SECRETÁRIA DE ESTADO DOS EUA

EUA condenam situação eleitoralobscura do pleito legislativo russo

Denúncias de fraudes eleitorais colocam eleição russa em xeque

MIKHAIL VOSKRESENSKY/REUTERS

200postos fecharam naArgentina neste anodevido às dificuldadesfinanceiras. O setor reclama do valor repassado pelas pe-troleiras, consideradomuito baixo.

HENRIQUE RIBEIROMETRO SÃO PAULO

BRASP_2011-12-07_7.qxp:BRAZIL 12/6/11 7:07 PM Page 2

Page 8: 20111207_br_metro sao paulo

A oferta de crédito imobiliá-rio no país manterá o ritmode crescimento de 30% em2012, atingindo R$ 152,1 bi-lhões. A previsão é do Sin-disCon-SP (Sindicato da in-dústria da Construção Civildo Estado de São Paulo).

A principal origem docrédito continuará sendo oSistema Brasileiro de Pou-pança e Empréstimo(SBPE), que deve responderpor cerca R$ 107 bilhõesem 2012. Os recursos do

FGTS devem somar R$ 45bilhões no próximo.

O sindicato prevê que osetor continuará a crescerem 2012 acima do PIB (Pro-duto Interno Bruto) dopaís: 5,2% contra 3,5%. O se-tor espera uma aceleraçãono ritmo de entregas dasunidades do Programa Mi-nha Casa Minha Vida, as-sim como as obras de infra-estrutura e para a Copa doMundo de 2014 e Olimpía-das de 2016. METRO

www.readmetro.comQUARTA-FEIRA, 7 DE DEZEMBRO DE 2011economia08

A partir do próximo dia 19,os beneficiários de planosde saúde não poderão espe-rar mais que sete dias poruma consulta nas áreas depediatria, clínica médica,cirurgia geral, ginecologiae obstetrícia. Começam avigorar neste mês as novasregras da ANS (Agência Na-cional de Saúde Suplemen-tar) que estipulam prazosmáximos de três a 21 diaspara agendamentos.

Pela norma, a operadoradeve oferecer pelo menosum serviço ou profissionalem cada área contratada.Nos casos de ausência derede assistencial, o planodeverá garantir o atendi-mento em prestador nãocredenciado no mesmomunicípio ou o transporte

do beneficiário até umprestador credenciado, as-sim como seu retorno à lo-calidade de origem. Nesses

casos, os custos correrãopor conta da operadora. Oconsumidor pode aindaprocurar atendimento não

credenciado ao plano e so-licitar reembolso à opera-dora.

As mudanças estavamprevistas incialmente parasetembro passado, mas aANS deu um prazo maiorpara que as operadorasajustassem a rede de aten-dimento. Para a Proteste,só a exigência de os planosampliarem a rede resolve-ria o problema de demorano agendamento de con-sultas e procedimentos. “Asoperadoras não deveriamoferecer planos sem redecredenciada ou prestadorde serviço local. Isso confi-gura descumprimento deoferta, proibido pelo Códi-go de Defesa do Consumi-dor”, diz a entidade.

METRO

Planos terão prazopara marcar consulta

A partir do dia 19, beneficiários de operadoras não poderão esperarmais de sete dias para atendimento em pediatria, ginecologia e clínica

Crédito imobiliáriodeve crescer 30%

SOBE. O volume de vendasde produtos de consumocresceu 1,6% no 4o bimes-tre do ano no Brasil. Entreos itens que mais aumenta-ram suas vendas estãoágua mineral, suco pronto,bebidas a base de soja e lei-te com sabor. Os dados sãoda Nielsen.

Os eletrônicos são considerados indispensáveis parabrasileiros de 15 a 24 anos, de todas as regiões e classessociais. Pesquisa da Abril Mídia mostrou que os apare-lhos mais importantes para eles são, pela ordem, note-books, smartphones, celulares, netbooks, tablets, toca-dores de mp3 e câmeras digitais. Aliás, o estudo indi-cou que em nosso país o uso de máquinas fotográficasdigitais tornou-se mais feminino – 57% das meninaspossuem uma câmera, contra apenas 32% dos garotos.A convivência com os gadgets tecnológicos faz comque para 82% deles nenhum aparelho seja complicadode usar. A utilizacão de todos esses equipamentos é in-tensa – 71% dos jovens passam mais de 5 horas por diacom eles. Não é a toa que 71% dos entrevistados admi-tem que são viciados em tecnologia.

TV NO CAMPO. Pesquisafeita pela Ipsos Marplanrevela que o meio de co-municação mais valoriza-do pelos produtores ruraisbrasileiros de todos osportes, é a televisão. Nadamenos que 68% deles pos-suem em suas proprieda-des antenas parabólicas.

DESCE. Por outro lado, acesta básica de produtos,apesar de mais barata, teveretração neste 4o bimestre.O motivo foi a queda nasvendas de seis das 10 cate-gorias mais importantes:biscoito, óleo e azeite, ar-roz, café, sabonete e leiteem pó.

NÃO HÁ VAGAS. A econo-mia aquecida está fazendocom que o varejista brasi-leiro acelere seus projetosde expansão. Quem se be-neficia disso são os shop-ping centers, que estãopraticamente sem lojas va-gas – a taxa de ocupaçãoanda acima dos 98%.

Luiz Alberto Marinho é publicitário, especialista em marketing de varejoe escreve no Metro todas as quartas-feiras. Com Jacqueline Lafloufa.

Negócios em dia

VÍCIO EM TECNOLOGIA

LUIZ ALBERTO MARINHO

PIB fica estagnadono terceiro trimestreA economia brasileira ficouestagnada no terceiro tri-mestre do ano na compara-ção com os três meses ante-riores e cresceu 2,1% em re-lação ao mesmo período de2010. A desaceleração eraesperada pelo mercado de-vido a crise com epicentrona Europa e às medidas derestrições ao consumo ado-tadas desde o início do anopelo governo.

Em 12 meses, o PIB (Pro-duto Interno Bruto) acumu-la uma alta de 3,7% e nosprimeiros nove meses doano houve um aumento de3,2%, informou ontem o IB-GE (Instituto Brasileiro deGeografia e Estatística).

O governo brasileiro re-visou para baixa várias ve-zes suas previsões de cresci-

mento para este ano e con-sidera que a economia cres-cerá 3,5% em 2011. O mer-cado projeta um crescimen-to próximo de 3%.

O ministro da FazendaGuido Mantega disse on-tem que a desaceleraçãoda economia brasileira é“passageira”. “A economiano quarto trimestre já es-tará acelerando porqueuma parte das medidasque tomamos já está sen-do revertida. Estamos rea-tivando a economia. Prin-cipalmente, as medidasmonetárias. As taxas de ju-ros caíram pelo terceiromês consecutivo e reduzi-mos o Imposto sobre Ope-rações Financeiras [IOF]para o crédito”, afirmou oministro. METRO

Greve podeparar setoraéreo dia 13Os trabalhadores do setoraéreo, que estão em campa-nha salarial, se preparampara entrar em greve. Se-gundo a Fentac (FederaçãoNacional dos Trabalhado-res em Aviação Civil), ostrabalhadores, que estãoem “estado de greve”, irãose reunir em assembleia nodia 12 para debater comoserá realizada a paralisa-ção, que pode começar apartir do dia 13.

A ideia é que a greve se-ja unificada, com a partici-pação tanto dos funcioná-rios que operam dentrodos aviões, como os comis-sários de bordo, quanto osde terra, como trabalhado-res responsáveis pela mo-vimentação das bagagens.

A categoria reduziu de20% para 14% a demandapor reajuste no piso sala-rial e de 13% para 10% nasdemais faixas. O Snea(Sindicato Nacional dasEmpresas Aeroviárias)manteve a posição de 3%de reajuste.

Ligada à CUT (CentralÚnica dos Trabalhadores), aFentac representa seis sin-dicatos, entre eles os sindi-catos nacionais dos aero-nautas e dos aeroviários.

METRO

Prazos máximos por especialidadeEm diasúteis

Fonte: ANS

Pediatria, clínica médica, cirurgia geral, ginecologia e obstetrícia

Demais especialidades médicas

Fonoaudiólogo

Nutricionista

Psicólogo

Terapeuta ocupacional

Fisioterapeuta

Serviços Prazo

7

141010101010

Diagnóstico por laboratório de análises clínicas

Atendimento em regime de internação eletiva

Cirurgião-dentista

Demais serviços dediagnóstico e terapia

Procedimentos de altacomplexidade

Atendimento em regimede hospital-dia

Urgência e emergência

Serviços Prazo

3

217102110

Imediato

Poupança tempior resultadoem nove anosOs depósitos em cadernetade poupança superaram asretiradas em R$ 30,6 mi-lhões em novembro, se-gundo o Banco Central.Trata-se do pior resultadopara esta modalidade de in-vestimentos, em termos decaptação, para meses denovembro, desde 2002.

O saldo positivo foi ga-rantido somente no últimodia útil do mês, com o pa-gamento do décimo tercei-ro salário. METRO

BRASP_2011-12-07_8.qxp:BRAZIL 12/6/11 8:17 PM Page 1

Page 9: 20111207_br_metro sao paulo

BRASP_2011-12-07_9.qxp:BRAZIL 12/6/11 4:56 PM Page 2

Page 10: 20111207_br_metro sao paulo

E vai rolar a festa. Eleita a agência do ano napremiação, a Loducca amanheceu ontem comsua “Coruja” (troféu) na recepção e avisandoque a festa continua. Celso Loducca, presidenteda agência, convocou todos os profissionais pa-ra um coquetel, amanhã, onde vão comemoraro Caboré e as demais conquistas do ano.

Da Band. A torcida pelo Metro no Credicard Halljuntou outros executivos do Grupo Bandeiran-tes de Comunicação. Paulo Saad (vice-presiden-te), Mário Baccei (vice-presidente de rádios) eVanderley Camargo (diretor comercial da Band-news FM), também estavam na festa.

Fino trato. Paulo Giovanni, CEO da agência LeoBurnett Tailor Made, fez questão de homena-gear seus concorrentes na categoria Dirigenteou Empresário da Indústria da Comunicaçãoquando subiu no palco do Credicard Hall. Falouda importância de Eduardo Fischer (Fisher &Friends) e Orlando Marques (Publicis Brasil) para a indústria da comunicação.

Coruja e Jacaré. Marcelo Passos, vencedor nacategoria profissional de atendimento, esteveontem no bar Jacaré, em São Paulo, comemo-rando o prêmio com o time da agência Africa.Passos conta que a área de atendimento preci-sa de gente nova, com conhecimento em ges-tão. E que sua vitória contribui para fortaleceresse novo modelo.

www.readmetro.comQUARTA-FEIRA, 7 DE DEZEMBRO DE 2011

10 especial

Caboré consagraprofissionais dacomunicação

A noite da última segunda-feira, no Credicard Hall,em São Paulo, foi de reco-nhecimento a diversos pro-fissionais e empresas de co-municação do país. Emevento que reuniu cerca de1,2 mil pessoas, foramanunciados os vencedoresdo Prêmio Caboré 2011 -instituído pelo jornal Meio& Mensagem, e considera-da a premiação mais cobi-çada do mercado publicitá-rio brasileiro.

Indicado pela primeiravez como finalista, o Metrofoi o vencedor na categoria“Veículo de Comunicação -Mídia Impressa”. A noite

também foi de reconheci-mento a outros veículos eprofissionais. A montadorajaponesa Nissan, por exem-plo, foi a escolhida comoanunciante do ano e, atra-vés do seu diretor de mar-keting, Carlos Murilo, lem-brou da bem sucedida par-ceria com o Metro. “Paranós, esse prêmio é a coroa-

ção de um trabalho de re-posicionamento da marcano Brasil. E o Metro vemsendo um parceiro impor-tante para a nossa estraté-gia de varejo, permitindoque falemos diretamentecom o público que busca-mos para as vendas do fi-nal de semana”, disse.

O prêmio concedido aoMetro, empresa do GrupoBandeirantes de Comunica-ção, é resultado também daexpansão do jornal esse ano.Consolidado em São Paulo,ABC, Santos, Campinas, Rioe Curitiba, juntaram-se à re-de em 2011, Belo Horizontee Porto Alegre. METRO

Tradicional prêmio coroou trabalho de 13 profissionaise veículos em 2011 Metro foi um dos vencedores

1. Os 13 premiados da edição 2011 do Caboré 2. Equipe da Loducca, vencedora na categoria “Agência de Comunicação”3. O presidente do Metro, Cláudio Bianchini, recebe o troféu4. Vista geral do evento, realizado no Credicard Hall e que reuniu cerca de 1,2 mil convidados5. Salles Neto, presidente do Meio & Mensagem, e Luiz Grottera, da Brandia

1

2

3

4

5

Empresário ou Dirigente da Indústria da Comunicação• Paulo Giovanni (Leo Burnett Tailor Made)

Agência de Comunicação• Loducca

Profissional de Criação• Luiz Sanches – AlmapBBDO

Profissional de Atendimento• Marcelo Passos – Africa

Profissional de Planejamento• Pedro Cruz –Giovanni+Draftfcb

Veículo de Comunicação – Mídia Eletrônica• Google

Veículo de Comunicação – Mídia Impressa• Metro

Profissional de Mídia• Patricia Muratori – DM9DDB

Profissional de Veículo• Alexandre Caldini – Exame

Anunciante• Nissan

Profissional de Marketing• Maria Luisa Lopez – Unilever

Serviço Especializado• Tudo

Produção Publicitária• ParanoidBR

Vencedores do Caboré 2011

papo de

propaganda

NOTINHAS DO CABORÉ

“O Metro faz, commaestria, otrabalho diretocom o público quequeremos atingir.”CARLOS MURILO, DIRETOR DEMARKETING DA NISSAN

GUSTAVO SCATENNA/IMAGEM PAULISTA

EDUARDO LOPES

GUSTAVO SCATENNA/IMAGEM PAULISTA

GUSTAVO SCATENNA/IMAGEM PAULISTA

ANDRÉ PORTO/METRO

A noite da última segunda-feira, no Credicard

Hall, em São Paulo, reuniu os principais profis-

sionais e empresas que contribuem para o de-

senvolvimento da indústria da comunicação

no Brasil: o desejado prêmio Caboré. Estive

por lá e separei algumas notinhas.

JOÃO FARIA

BRASP_2011-12-07_10.qxp:BRAZIL 12/6/11 8:47 PM Page 1

Page 11: 20111207_br_metro sao paulo

2cultura

cultura www.readmetro.comQUARTA-FEIRA, 7 DE DEZEMBRO DE 2011

11

Aquecimento para oNatal em passos de baléO clima natalino que já do-mina a cidade – as decora-ções dos prédios e a enormeárvore do Ibirapuera nãodeixam ninguém esquecerque a festividade se aproxi-ma – ganha hoje um tradi-cional reforço: o balé “OQuebra-Nozes”, que chega àsua 28a edição paulistana.

Montado pela Cisne Ne-gro Companhia de Dança, oespetáculo terá neste anoduas duplas de bailarinospara a execução do desafia-dor pas de deux da FadaAçucarada. De hoje até odia 11/12, o casal será for-mado por Márcia Jaquelinee Denis Vieira (do TheatroMunicipal do Rio de Janei-ro); de 12 a 18/12 assumemseus postos Viara Natcheva(primeira bailarina doStaatsballet de Berlim, na

Alemanha) e Emil Yordanov(primeiro bailarino do SofiaNational Opera and Ballet,na Bulgária).

A história, musicada porTchaikovsky, gira em tornoda fantasia de Clara, umamenina que se encanta comum boneco quebra-nozesque ganhou de Natal e so-nha com danças, lutas e via-gens de seus brinquedos emum mundo encantado.

No Teatro Alfa (r. Bento Brancode Andrade Filho, 722, SantoAmaro, tel.: 5693-4000). Dehoje a 18/12. De seg. a qui. às21h, sex. às 21h30, sáb. às 17he às 21h, dom. às 16h e às 19h.De R$ 30 a R$ 90.

‘O Quebra-Nozes’ volta a SP pelo 28º ano seguido Serão 17 apresentações até o dia 18/12

Bailarinos em ação em “O Quebra-Nozes”

HELOISA BORTZ/DIVULGAÇÃO

‘LIONESS: HIDDEN TREASURES’

CD póstumode Amy em 1ºna InglaterraPouco mais de quatro me-ses depois de sua morte,Amy Winehouse chegouao topo das paradas britâ-nicas ontem, com seu ál-bum póstumo “Lioness:Hidden Treasures”.

O CD conta com 12 fai-xas, entre canções inédi-tas, versões de clássicos(como “Girl from Ipane-ma) e novas composiçõesda cantora.

Parte do dinheiro arre-cadado com as vendas se-rá revertida para a Funda-ção Amy Winehouse, queajuda crianças e jovens.

Amy morreu no dia 23de julho, aos 27 anos, porsuperdosagem de álcoolno sangue. METRO

DIVULGAÇÃO

RAQUEL PAULINOMETRO SÃO PAULO

BRASP_2011-12-07_11.qxp:BRAZIL 12/6/11 5:15 PM Page 2

Page 12: 20111207_br_metro sao paulo

Internacionalmente reco-nhecido como sambista ecompositor, Martinho JoséFerreira, ou Martinho daVila, é também represen-tante da literatura brasilei-ra: como escritor, ele játem 11 obras no currículo.O autor está hoje em SãoPaulo para lançamento edebate sobre seu novo li-vro, no encerramento pau-listano da edição 2011 doprojeto Sempre um Papo.

“Fantasias, Crenças eCrendices” (ed. Ciência Mo-derna, 232 páginas, R$ 39)mistura ficção e romance,abordando temas reais co-mo o misticismo, a supersti-ção e o amor. Na obra, Mar-tinho, que afirma que tudoque escreve é aquilo emque realmente acredita, sefunde com os personagense coloca nas vozes delessuas próprias concepções.

No ano passado, Marti-nho foi premiado no Con-curso Internacional de Lite-ratura da União Brasileira.

O seu novo livro é sobre cren-dices. De onde surgiu a ideiade escrever uma obra sobreesse assunto?A ideia veio porque o Brasilé um país muito místico ecom muitas crenças, mui-

tas crendices, muita reli-giosidade. Então resolvi fa-zer um livro abordando es-ses temas.

Você já disse que só escrevesobre aquilo em que acredita.Se considera supersticioso?Não, não sou supersticioso.Mas, se tiver uma escada,dizem que não se deve pas-sar debaixo dela... Então,se encontrar um desvio,prefiro pegá-lo (risos).

Dentre os seus livros, tem al-gum de que você goste mais?Acho que estou gostandomais mesmo é deste últi-mo, o “Fantasias, Crenças eCrendices”, porque estoumuito dentro do livro. Oque penso sobre religiosi-dade está lá.

Existe alguma diferença en-tre o Martinho que compõe eo Martinho que escreveobras literárias? As inspira-ções precisam ser diferentes? A literatura e a composição

de músicas são atividadesmuito distintas, não sãonem comparáveis, emboraambas sejam difíceis. Masa inspiração é do mesmojeito. O que me vem à ca-beça, eu escrevo.

Você gosta de escrever sobrealgum tema específico? Exis-te algum formato ou gênerode sua preferência?Eu já escrevi alguns ro-mances, mas não tenhoum gênero preferido. Etambém já escrevi sobremuita coisa. Neste livro,por exemplo, a abrangên-cia é enorme.

Existe algum projeto seuidealizado para depois dolançamento do livro?Não tenho nenhum proje-to novo, não. Até porque,quando termino um traba-lho, penso que nem vou fa-zer mais nenhum outro li-vro. Aí, depois, quando te-nho uma boa ideia, sento eescrevo.

METRO BH

No Sesc Vila Mariana (r. Pelo-tas, 141, tel.: 5080-3000). Hoje,às 20h. Entrada gratuita – osingressos devem ser retiradoscom uma hora de antecedên-cia na bilheteria.

Metro

entrevista

Martinho da Vila vem hoje a SP para lançar

o novo livro em um bate-papo com o público

Cantor e escritor lança o livro ‘Fantasias, Crenças eCrendices’ no encerramento paulistano da edição 2011do projeto Sempre um Papo, no Sesc Vila Mariana

MARTINHO DA VILA:‘O QUE ME VEM À

CABEÇA, EU ESCREVO’

DIVULGAÇÃO

cultura12 www.readmetro.comQUARTA-FEIRA, 7 DE DEZEMBRO DE 2011

“A literatura e acomposição sãoatividades muitodistintas, não sãonem comparáveis.”MARTINHO DA VILA

BRASP_2011-12-07_12.qxp:BRAZIL 12/6/11 5:20 PM Page 1

Page 13: 20111207_br_metro sao paulo

Hoje decidi falar sobre um assunto que mesmo es-tando em 2011, quer dizer, quase em 2012, aindaassola nós mulheres. E é um assunto que diz res-peito às mulheres possíveis e até às impossíveis.

A culpa, porque ela é tão implacável? Por que a culpanos ronda como um fantasma?Ela não falta, não se perde, se-quer tira uma folga.

Quando o assunto é filho en-tão, se prepare para uma enxur-rada. Horários diferentes? Fal-tou na apresentação do colégiopor causa do trabalho? Não che-gou a tempo na saída da escola?Furou no programa do fim desemana que tinha prometido?Ih, pode procurar um analista e se prepare para sair do or-çamento mensal (como é caro esse serviço, não?). Ou come-ce hoje mesmo a administrar sua culpa. Não me perguntecomo. Eu tô nessa com vocês.

Você já notou o quanto é duro acompanhar o marido,namorado ou noivo em uma viagem? E nos jantares inter-mináveis? E na hora de beber um vinho ou mesmo a talcervejinha? Para não sermos taxadas insuportáveis ou des-mancha prazeres, acompanhamos.

Mas na hora de deitar... Parece que o mundo vai desabar

na nossa cabeça. Por que eu comi? Primeira pergunta. Nasequência, a segunda pergunta: por que eu bebi? E a derra-deira e avassaladora terceira pergunta: eu nem estava commuita fome, por que fiz isso comigo? Bem-vinda ao clubedas culpadas forever.

Só fazendo um aparte, antes de começar esse texto per-guntei para um homem com H, quando ele se sentia culpa-do. Resposta rápida e objetiva: NUNCA!

Nossa, como nós seríamos mais leves... É culpa que nãoacaba mais. Culpa por comer demais, por gastar demais,culpa por amar demais, culpa por sentir culpa. Eu, hein?

Agora, por exemplo, estou no avião seguindo para o Bra-sil e eu preciso pagar excesso pelo peso da culpa. Eu nemcomprei muito... Pra mim... Mas para o Vittorio, nem te fa-lo. Tô cheia de culpa: ele cresce rápido e vai perder tudo.

Além disso, teve na viagem uma boa quantidade de jan-tares, almoços, cafés e nem que eu fique esse restinho de

ano na esteira vou compensar. E,de repente, me pego dando des-culpas pra mim mesma: “Ah, maspreciso me libertar de vez emquando, comer mesmo sem fo-me, beber a qualquer hora do dia,comprar, afinal tô viajando”. En-tão vamos lá, sem chatice.

Ok, problema aparentementeresolvido, mas na hora de dormir,parece que ela (a culpa) toma for-

ma, cor e até voz. Já até me perguntei se é a tal da culpa ca-tólica que tem culpa, mas é covardia querer transferir a cul-pa para outra culpa nessa altura do campeonato.

Somos mulheres bem resolvidas. Mas nesse capítulo, so-mos bonitinhas, mas ordinárias. Temos que dizer um bastapara nós mesmas, afinal está chegando o tempo de fazerpedidos e promessas. Que tal aproveitarmos essa época doano para rever esse assunto? Então, se prepare para o perue para a champanha sem culpa.

Pra mulher

COISA DEMULHER

ADRIANE GALISTEU

IN – Nesse assunto, pensar como os homensOUT – Nem pensar nesse assunto

@galisteuoficial #coisademulher

cultura www.readmetro.comQUARTA-FEIRA, 7 DE DEZEMBRO DE 2011

13

Um anodedicadoà dança

Músicas de Chico Buarquee Francis Hime embalam oespetáculo “Les Poids desÉponges”, do grupo suíçoAlias, que inaugura hoje a11ª edição do PanoramaSesi de Dança.

Com a curadoria de AnaFrancisca Ponzio, há quatroanos à frente do projeto, aseleção visa a destacar aprodução contemporâneabrasileira, seja em espetá-culos produzidos aqui ou láfora – desde que estes le-vem a assinatura de coreó-grafos e criadores nacionaisem suas montagens.

Até o dia 18, oito produ-ções terão subido ao palcodo teatro do Sesi, entre elas“Naturalmente – Teoria eJogo de Uma Dança Brasi-leira”, aula-espetáculo deAntônio Nóbrega, “JardimNoturno”, da Cia. Siameses,e “Stagium 40 Anos”, que

revê a história da compa-nhia homônima em umacoreografia-documentário.Todas as apresentações têmingressos gratuitos.

No teatro do Sesi (av. Paulista,1.313, Cerqueira César, tel.:3146-7405). De hoje a 18/12.Grátis. Programação nowww.sesisp.org.br/cultura.

Panorama Sesi 2011 apresenta oitoespetáculos com entrada gratuita

Stagium, Cia. Siameses e o gruposuíço Alias estão na programação

História de‘Smallville’vai continuarem livroRoteirista da série de TV,Bryan Q. Miller se preparapara o lançamento de umromance que continua ahistória do super-herói.

O livro parte do ponto doque seria a 11ª temporadado programa, que chegouao fim em 2011 após dezanos no ar.

Exibida no Brasil pelo ca-nal pago Warner, “Smallvil-le” narrava a trajetória deClark Kent, um adolescentedono de poderes especiaisque mais tarde se tornaria oSuperman. METRO

O Ballet Stagium vai apresentar “Stagium 40 Anos”

DIVULGAÇÃO

FOTOS: DIVULGAÇÃO

Espetáculos

Há limite de doisingressos por pessoa.

“Le Poids des Éponges” –grupo Alias“Sideways Rain” –grupo Alias“Naturalmente – Teoria eJogo de Uma DançaBrasileira” – de AntônioNóbrega, com asbailarinas EugêniaAlmeida e Marina Abib

“The Hot One HundredChoreographers” – solo de Cristian Duarte“Stagium 40 Anos” –Ballet Stagium“Jardim Noturno” – deMaurício de Oliveira, coma Cia. Siameses“ParallelMemories/MemóriasParalelas” – com a duplaJean Abreu e Jorge Garcia“Território Nu” –Cia. Mário Nascimento

THAIS AZEVEDOMETRO SÃO PAULO

Cristian Duarte está em“The Hot One Hundred”

Tom Welling interpretou o jovem Superman

É culpa que não acaba mais. Culpa por comer demais, por gastar demais, culpa por amar demais,culpa por sentir culpa.

BRASP_2011-12-07_13.qxp:BRAZIL 12/6/11 6:55 PM Page 1

Page 14: 20111207_br_metro sao paulo

Sudoku

por FariniOs invasores

Participe também no Facebook: www.facebook.com/metrojornal

Web Para falar com a redação: [email protected]

Cruzadas

Leitor fala

Pergunta

Falta de vistoria em viadutosLi a reportagem “Prefeitura admiteque não vistoria viadutos”, publicadano Metro no dia 2 de dezembro. Con-forme conta a reportagem, vejo que aprefeitura não trabalha para preveniracidentes. Na passarela da ponte doJaguaré, faltam quatro metros degrade de proteção bem em cima dostrilhos da CPTM. Uma pessoa pode fa-cilmente se desequilibrar e sofrer umaqueda fatal. Esse é o jeito certo de cui-dar de uma cidade como São Paulo? Éum enorme descaso colocar a vida dapopulação em risco.João Luiz Saracchini – São Paulo, SP

Poda de árvoresUm caminhão da Eletropaulo parouem meu portão e impediu que eusaísse da garagem, pois funcionáriosestavam podando galhos das árvoresque atrapalhavam a fiação. Já que nãopodia sair de casa, falei com o respon-sável pelo serviço. Perguntei porquenão faziam uma poda estética, e elerespondeu que só a prefeitura podepodar as árvores. Ou seja, o caminhãocom apetrechos para a poda ficou 5horas na rua e cortou 3 galhos que es-tavam atrapalhando a fiação, deixandoas árvores tortas e sem boa poda. Seas árvores estão em frente a minhacasa, por que não posso podá-las? Maria da Cunha – São Paulo, SP

Siga o Metro no Twitter:@jornal_metro

O palmeirense Marcos pode se despedir do futebol em amistosocontra o Ajax, em janeiro. Vocêacha que ele deve continuar jogando em 2012?

@patriciadoce_: Se o goleiro Marcos sesentir confiante e disposto a continuarjogando, por que não?

@SouNiFeRo: Eu gostaria! Marcospassou dos 500 jogos com a camisa Alvi-verde e só ele tem condições de avaliarse pode, ou não, continuar.

@aldobarbosaslv: Ele tem que continuarem campo!

Áries (21/3 a 20/4)Será uma época agitada e cheia de mudanças. Você pode re-formular seus padrões de vida usando sua intuição. É umaépoca que pode trazer progresso e um modernismo. Touro (21/4 a 20/5)Este é um período que vai exigir de você muita calma e pa-ciência. Vão acontecer mudanças bruscas em sua vida, quevão deixá-lo preocupado e agitado.Gêmeos (21/5 a 20/6)Poderão ocorrer mudanças inesperadas e desagradáveis noseu trabalho ou em casa. Algum plano muito esperado podeacabar dando em nada, por isso evite contar com a sorte. Câncer (21/6 a 22/7)Você vai ansiar muito por maior liberdade e independência,mas não vai saber esperar o momento certo para agir. Estarácheio de ideias, mas não saberá usá-las de forma positiva.

Leão (23/7 a 22/8)O principal a ser alcançado neste período é a calma. Este as-pecto trará uma tremenda agitação que o tornará até esta-banado. Virgem (23/8 a 22/9)É provável que você não se sinta mais o mesmo neste pe-ríodo. Uma revolução interna poderá mudar seu modo dever a vida e o mundo. Libra (23/9 a 22/10)Pode se envolver em mal-entendidos ou discussões frequen-tes, pois não terá nenhum tato para falar o que pensa. Procu-re usar mais a diplomacia. Escorpião (23/10 a 21/11)Procure ser mais tranquilo. Você estará muito ansioso e im-pulsivo, e isso acabará com seus nervos. Poderá estar mais ir-ritadiço e agressivo que o normal. Tente se acalmar.

Sagitário (22/11 a 21/12)Estará sujeito a surpresas repentinas que não serão agradáveise trarão irritação. Controle seu mau humor, pois pode acabarse indispondo com a pessoa errada.Capricórnio (22/12 a 20/1)Não é uma boa época para iniciar uma reforma ou fazer negó-cios imobiliários. Você pode estar se precipitando e tomandoesse tipo de decisões na hora errada. Aquário (21/1 a 19/2)Você passará por mudanças desagradáveis no trabalho. É umperíodo em que vai se sentir inquieto, com vontade de agir e,ao mesmo tempo, sentindo que há algo o impedindo. Peixes (20/2 a 20/3)Você pode se tornar muito precipitado e impaciente. Não vaiquerer esperar o momento certo para agir, e assim pode tomardecisões erradas. Tenha mais paciência!

Tânia Gori, bruxa e escritora, é coordenadora da Universidade Livre Holística Casa de Bruxa. Participe da palestra dia 10, as 14h, grátis, sobre "Metafísica a arte de ser feliz". Rua das Figueiras, 2.146 - Santo Andre, tel 4994-4327 www.casadebruxa.com.br

Horóscopo

Android dádesconto emaplicativos

Durante dez dias, Android Market vai oferecer lista de aplicativos por preço simbólicoPara celebrar a marca de10 bilhões de downloadsde aplicativos para o An-droid, atingida ontem pe-lo Google, a gigante da in-ternet vai oferecer soft-wares para smartphonesequipados com o seu sis-tema operacional porapenas US$ 0,10 (R$ 0,18).A promoção vai barateardez aplicativos por diadurante dez dias.

O anúncio dos 10 bi-lhões de downloads deaplicativos foi muito co-memorado pelo Google.“Se há uma coisa que sa-bemos sobre os fãs do An-droid, é que vocês estãocom fome de apps. Comtanta fome, de fato, que aAndroid Market atingiu

10 bilhões de downloadsno mundo inteiro! Omais emocionante estáno ritmo: estamos che-gando a um bilhão deaplicativos por mês e estavelocidade deve crescer”,escreveu a empresa emseu perfil no Google+.

METRO

90%de desconto está sendo oferecido pelaAndroid Market durante dez dias. A cada dia serão ofe-recidos dez aplicati-vos pelo preço de 10 centavos de dólar.

1 bilhãojulho 2010

3 bilhõesmarço

4,5 bilhõesmaio

6 bilhões

julho

10 bilhõesdezembro

Evolução

dos downloads

na Android

Market

variedades14 www.readmetro.comQUARTA-FEIRA, 7 DE DEZEMBRO DE 2011

BRASP_2011-12-07_14.qxp:BRAZIL 12/6/11 7:03 PM Page 1

Page 15: 20111207_br_metro sao paulo

Há três dias, os heróis co-rintianos sagravam-se cam-peões brasileiros. Commuito brio e organização,os comandados de Titemarcavam seu nome nahistória do clube alvinegro.Apesar do feito, o elenco éapenas o quarto mais valio-so dos brasileiros.

De acordo com estudorealizado pela Pluri Consul-toria, o valor de mercadodos jogadores do Timão so-ma R$ 172 milhões.

O novo campeão do Bra-sil é superado pelo elencosantista – que tem os valio-síssimos Neymar e Ganso –que vale R$ 354 milhões,pelo São Paulo, do talento-so Lucas, avaliado em R$ 225 milhões, e pelo In-ter, que conta com o peri-goso Leandro Damião, apreço de R$ 197 milhões.

O Palmeiras, que fez umano decepcionante, tempatrimônio de atletas deR$ 107 milhões. METRO

Campeão, Corinthians temquarto elenco mais valioso

Atletas do Timão formam o 4º plantel mais caro do Brasil Santos é o 1º

‘Não podemos viver debola parada’, diz AssunçãoO volante Marcos Assunçãoespera que o Palmeiras sereforce para a próxima tem-porada. Depois de passar2011 em branco, o jogador– homem das cobranças defaltas e escanteios – afir-mou que o time precisa demais opções para decidir osjogos no ano que vem.

“Não podemos dependersó das bolas paradas. A dire-toria está ciente do que oFelipão precisa de um timebom. Esperamos por gran-des contratações e que aequipe possa lutar por títu-los em 2012”, afirmou.

As cobranças de falta deAssunção, inclusive, forama principal arma palmei-rense durante todo o ano:foram 15 assistências e 11gols na temporada.

Apesar dos ótimos núme-

ros, os lances do volantenão foram suficientes paraque o time do Palestra Itáliaconseguisse bons resulta-dos. Por isso, o clube estáem busca de reforços.

“Sei que estão querendotrazer jogadores de um ní-

vel alto para ajudar e paraconquistarmos algo no anoque vem. Faz bastante tem-po que o Palmeiras não ga-nha. Um clube grande nãopode ficar tanto temposem ser campeão”, disse.

METRO

Ralf é uma das revelações

alvinegras deste ano

ALE CABRAL/FUTURAPRESS

Volante marcou 11 gols na temporada

MARCOS BEZERRA/FUTURA PRESS

3esporte

esporte 15www.readmetro.comQUARTA-FEIRA, 7 DE DEZEMBRO DE 2011

COPA DAS CONFEDERAÇÕES

Secretáriopede o PacaembuApós São Paulo serpreterida da Copadas Confederações,em 2013, o secretá-rio municipal de Es-portes, Lazer e Re-creação, Bebeto Had-dad, pediu oficial-mente a inclusão doPacaembu como se-de de um dos jogosda competição.

O pedido foi feitono evento de lança-mento do TorneioInternacional Cida-de de São Paulo Fu-tebol Feminino, en-tre os dias 8 e 18 dedezembro. Todos osjogos serão disputa-dos no Pacaembu.

METRO

Montillo desconheceinteresse tricolor REFORÇO. O meia cruzei-rense Montillo disse nãosaber do desejo do SãoPaulo em sua contrataçãopara 2012. “Meu contratocom o Cruzeiro vai até2015. Não recebi propostade nenhum time. Só seipor vocês da imprensa arespeito do São Paulo.Meu pensamento é só cur-tir as férias na Argentina.”

METRO

Filho garanteRicardo Gomesem 2012 DE VOLTA. Escolhido o me-

lhor técnico do Brasileirãoao lado de Cristóvão Bor-ges, Ricardo Gomes estarána beira do gramado em2012. A informação foi da-da pelo filho Diego Gomes:“A decisão que ele tomou éde voltar, já foi falado comos médicos e essa decisãoestá tomada.” METRO

André Luis édemitido porjusta causaPROFISSIONAL. O Flumi-nense deu início à refor-mulação de seu elenco pa-ra a temporada 2012. E an-tes de anunciar o primeiroreforço, a diretoria definiua saída do zagueiro AndreLuis, de 32 anos. Afastadodo elenco profissionaldesde junho, o jogador fal-tou seguidamente aos trei-nos sem dar justificativase foi demitido por justacausa por comportamentodesidioso. METRO

Breves

Ranking

Santos. R$ 345 milhõesSão Paulo. R$ 225 milhõesInter. R$ 197 milhõesCorinthians. R$ 172 milhõesVasco. R$ 160 milhõesFlamengo. R$ 149 milhõesFluminense. R$ 141 milhõesGrêmio. R$ 140 milhõesAtlético-MG. R$ 118 milhõesBotafogo. R$ 113 milhõesPalmeiras. R$ 107 milhõesCruzeiro. R$ 103 milhões

Coritiba. R$ 78 milhõesAtlético-PR. R$ 57 milhõesBahia. R$ 52 milhõesPortuguesa. R$ 50 milhõesFigueirense. R$ 47 milhõesCeará. R$ 41 milhõesAtlético-GO. R$ 40 milhõesPonte Preta. R$ 40 milhõesAvaí. R$ 34 milhõesSport. R$ 32 milhõesNáutico. R$ 31 milhõesVitória. R$ 27 milhõesAmérica-MG. R$ 24 milhões

BRASP_2011-12-07_15.qxp:BRAZIL 12/6/11 8:31 PM Page 1

Page 16: 20111207_br_metro sao paulo

Amanhã tem início o Mundial de Clubes da Fifa, no Japão, com duelo entre times da chavedo Santos Alvinegro estreia no dia 14 Favorito Barcelona vai a campo um dia depois

Mundial 2011

111111111Playoffs

Toyota, 8/12 08h45

XKashiwaReysol

AucklandCity

111111

Quartas de final

Toyota, 11/12 08h30

XVencedor

Monterrey

Semifinais

XVencedor

Santos222222

44444444444Disputa 5º lugar

Toyota, 14/12 05h30

X222222Perdedor

333333Perdedor

77777777777Disputa 3º lugar

Yokahoma, 18/12 05h30

X5555555Perdedor

666666666Perdedor

333333333Quartas de final

Toyota, 11/12 05h00

XEsperãnce Al-Sadd

666666666 Yokahoma, 15/12 08h30

XVencedor

Barcelona3333333

Semifinais

8888888888Final

Toyota, 18/12 08h45

X555555Vencedor

666666666Vencedor

O Santos faz sua partida de estreia no estádio de

Toyota. O campo também será palco da grande final da

competição, marcada para o dia

18 deste mês

O atual campeão é a Internazionale, da

Itália, que venceu na final, por 3 a 1, o

modesto Mazembe. A equipe do Congo

eliminou o brasileiro Internacional na

semifinal

Barcelona Al-Sadd Monterrey Esperãnce AucklandCity

KashiwaReysol

A equipe do Catar garantiu sua vaga com o título da Liga dos Campeões da Ásia. Se vencer o seu jogo de estreia, contra o Esperãnce, terá pela frente o time catalão

Considerado o melhor time e com o futebol mais vistoso, o Barcelona, que tem Messi, Xavi e Iniesta, ostenta o título da Liga dos Campeões

Brilhante especial-mente no 1º semestre, o Santos faturou seu terceiro título da Libertadores, comandados pelos craques Neymar e Ganso

Rebatizado em 2008 como Liga dos Campeões da Concacaf, o torneio leva ao Mundial. O Monterrey, do México, é o campeão da temporada 2010-1011

O Esperãnce, da Tunísia, faturou o caneco da Liga dos Campeões da África, e assim, carimbou seu passaporte para o Japão. Na semifinal encara o Al-Sadd

Ao sagrar-se campeão da liga dos principais clubes da Oceania, o Auckland City garantiu sua vaga nesta edição do Mundial de Clubes

O país-sede tem uma vaga na disputa, dada ao campeão da temporada. Foi com o triunfo no campeonato japonês que o Kashiwa Reysol briga pelo Mundial

Santos

2 555555555 Toyota, 14/12 08h30

No dia 22 de junho, o Santosfez a festa dos torcedores efaturou o tricampeonato daTaça Libertadores em cimado Peñarol, do Uruguai. Ofeito histórico garatiu o Pei-xe no Mundial de Clubes, noJapão, onde o alvinegro ten-ta conquistar o mundo pela

terceira vez, 48 anos depoisdo último título.

E a bola começa a rolaramanhã, às 8h45. Pela par-tida única do playoff, ocampeão japonês KashimaRaysol duela com os austra-lianos do Auckland City poruma vaga nas quartas de fi-

nal da competição. Quem passar enfrenta o

Monterrey do México. OPeixe assiste estes jogosatentamente, pois aguardao vencedor para medir for-ças na semifinal – marcadapara dia 14, às 8h30 – e che-gar à final (que acontece

quatro dias depois, no mes-mo horário).

E a tendência é que oconfronto seja com o pode-roso Barcelona, que esperao ganhador do jogo entre oEsperãnce, da Tunísia, e Al-Sadd, do Catar, para definirsua vaga na finalíssima.

O torneio reúne os timescampeões de cada um dosseis continentes, além deum representante do país-sede, em uma disputa demata-mata em jogos úni-cos, que se terminarem em-patados, serão decididosnos pênaltis. METRO

esporte16 www.readmetro.comQUARTA-FEIRA, 7 DE DEZEMBRO DE 2011

HISTÓRICO

De voltaao JapãoO primeiro mundial declubes organizado pelaFifa aconteceu em2000, no Brasil, quan-do o Corinthians – con-vidado pelo título bra-sileiro de 1998 – sa-grou-se campeão.

A partir de 2005, nasegunda edição, a com-petição contou com to-dos os campeões de fa-to das seis confedera-ções da entidade pelomundo – com critériosjá estabelecidos e semconvites – quando oSão Paulo levantou ataça no Japão. No anoseguinte foi a vez deoutro brasileiro levar ocaneco: o Internacio-nal, após vitória por 1a 0 sobre o Barcelona.

Nas duas edições se-guintes, foi a vez deMilan e ManchesterUnited conquistarem oMundial.

Em 2009 e 2010, ocertame ocorreu nosEmirados Árabes Uni-dos, com a decisão ten-do como palco o está-dio Sheikh Zayed, emAbu Dhabi. Nestas edi-ções, os títulos ficaramnas mãos do Barça e daInternazionale – atualcampeã.

Agora, o torneio voltaa ser disputado no Ja-pão, onde o Santos ten-ta ostentar o rótulo detricampeonato mun-dial. METRO

O caminho do tri

BRASP_2011-12-07_16.qxp:BRAZIL 12/6/11 8:36 PM Page 2