ias8 - politicas contabeis

Post on 02-Mar-2016

129 views

Category:

Documents

1 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • Polticas Contbeis, Mudanas nas Estimativas Contbeis e Retificao de Erros (IAS 8 - CPC 23)Prof. Bruno Salotti

    Objetivos de aprendizagem

    1. Compreender o objetivo da IAS 8 e do CPC 23

    2. Identificar os critrios para a seleo e aplicao de polticas contbeis

    3. Compreender o tratamento contbil das alteraes de polticas contbeis

    4. Compreender o tratamento contbil das alteraes de estimativas contbeis

    5. Compreender o tratamento contbil para a correo de erros

  • ii

    Os seguintes termos, retirados do Pronunciamento CPC 23, es-to com os seguintes significados:

    Polticas contbeis so os princpios, as bases, as convenes, as regras e as prticas especficas aplicados pela entidade na ela-borao e na apresentao de demonstraes contbeis.

    Mudana na estimativa contbil um ajuste nos saldos cont-beis de ativo ou de passivo, ou nos montantes relativos ao consu-mo peridico de ativo, que decorre da avaliao da situao atual e das obrigaes e dos benefcios futuros esperados associados aos ativos e passivos. As alteraes nas estimativas contbeis decorrem de nova informao ou inovaes e, portanto, no so retificaes de erros.

    Omisso material ou incorreo material a omisso ou a in-formao incorreta que puder, individual ou coletivamente, influen-ciar as decises econmicas que os usurios das demonstraes contbeis tomam com base nessas demonstraes. A materialida-de depende da dimenso e da natureza da omisso ou da infor-mao incorreta julgada luz das circunstncias s quais est sujeita. A dimenso ou a natureza do item, ou a combinao de ambas, pode ser o fator determinante.

    Erros de perodos anteriores so omisses e incorrees nas demonstraes contbeis da entidade de um ou mais perodos anteriores decorrentes da falta de uso, ou uso incorreto, de infor-mao confivel que:

    (a) estava disponvel quando da autorizao para divulgao das demonstraes contbeis desses perodos; e

    Definies

  • iii

    (b) pudesse ter sido razoavelmente obtida e levada em considera-o na elaborao e na apresentao dessas demonstraes contbeis.

    Tais erros incluem os efeitos de erros matemticos, erros na apli-cao de polticas contbeis, descuidos ou interpretaes incorre-tas de fatos e fraudes.

    Aplicao retrospectiva a aplicao de nova poltica contbil a transaes, a outros eventos e a condies, como se essa pol-tica tivesse sido sempre aplicada.

    Reapresentao retrospectiva a correo do reconhecimento, da mensurao e da divulgao de valores de elementos das de-monstraes contbeis, como se um erro de perodos anteriores nunca tivesse ocorrido.

    Aplicao impraticvel de requisito ocorre quando a entidade no pode aplic-lo depois de ter feito todos os esforos razoveis nesse sentido. Para um perodo anterior em particular, imprati-cvel aplicar retrospectivamente a mudana em poltica contbil ou fazer a reapresentao retrospectiva para corrigir um erro se:

    (a) os efeitos da aplicao retrospectiva ou da reapresentao retrospectiva no puderem ser determinados;

    (b) a aplicao retrospectiva ou a reapresentao retrospectiva exigir premissas baseadas no que teria sido a inteno da Admi-nistrao naquele momento passado; ou

    (c) a aplicao retrospectiva ou a reapresentao retrospectiva exigir estimativas significativas de valores e se for impossvel identificar objetivamente a informao sobre essas estimativas que:

    (i) proporciona evidncias das circunstncias que existiam data em que esses valores deviam ser reconhecidos, mensurados ou divulgados; e

    (ii) estaria disponvel quando as demonstraes contbeis desse perodo anterior tiveram autorizao para divulgao.

    Aplicao prospectiva de mudana em poltica contbil e de re-conhecimento do efeito de mudana em estimativa contbil repre-senta, respectivamente:

    (a) a aplicao da nova poltica contbil a transaes, a outros eventos e a condies que ocorram aps a data em que a polti-ca alterada; e

    (b) o reconhecimento do efeito da mudana na estimativa cont-bil nos perodos corrente e futuro afetados pela mudana.

    Avaliar se a omisso ou o erro pode influenciar a deciso econ-mica do usurio das demonstraes contbeis requer anlise das caractersticas dos usurios das demonstraes contbeis. A Es-trutura Conceitual para a Elaborao e a Apresentao das De-monstraes Contbeis contida no Pronunciamento Conceitual Bsico deste Comit de Pronunciamentos Contbeis (Estrutura Conceitual) estabelece, em seu item 25, que presume-se que os usurios tenham um conhecimento razovel dos negcios, ativi-dades econmicas e contabilidade e a disposio de estudar as informaes com razovel diligncia. Dessa forma, a avaliao deve levar em conta a maneira como os usurios, com seus res-pectivos atributos, poderiam ser razoavelmente influenciados na tomada de deciso econmica.

  • iv

    IAS 8 e CPC 23 Polticas Contbeis, Mudanas nas Estimativas Contbeis e Retificao de Erros

    1.! Introduo2.! Polticas Contbeis

    2.1. Seleo e aplicao de polticas contbeis

    2.2. Consistncia de polticas contbeis

    2.3. Mudanas nas polticas contbeis

    2.3.1. Aplicao de mudanas nas polticas contbeis

    2.3.1.1. Aplicao retrospectiva

    2.3.1.2. Limitaes na aplicao retrospectiva

    2.4. Divulgao

    3.! Mudanas nas estimativas contbeis3.1. Divulgao

    4.! Erros4.1. Limitaes na apresentao retrospectiva

    4.2. Divulgao de erros do perodo anterior

    5. Data de vigncia

    Sumrio

  • 51. Introduo

    A IAS 8 (e o Pronunciamento Tcnico CPC 23, que a verso bra-sileira da IAS 8, sem qualquer diferena com a norma internacio-nal) indica os critrios para a seleo e mudanas nas polticas contbeis, bem como o tratamento contbil e divulgao das mu-danas nas polticas contbeis, mudanas nas estimativas cont-beis e correes de erros.Com isso o objetivo da IAS 8 melhorar a relevncia e confiabilida-de das demonstraes financeiras de uma entidade e a sua com-parabilidade ao longo do tempo e com as demonstraes financei-ras de outras entidades.

    2. Polticas Contbeis

    2.1. Seleo e aplicao de polticas contbeisQuando uma IFRS se aplicar especificamente a uma transao, evento ou condio, as polticas contbeis aplicadas a esse item sero determinadas pela aplicao da IFRS.

    Captulo 1

    IAS 8 e CPC 23 - Polticas Contbeis, Mudanas nas Estimativas Contbeis e Retificao de Erros

    AULA VIRTUAL 1

  • 6Se no houver uma IFRS que se aplique especificamente a uma transao, evento ou condio, a administrao usar seu julga-mento no desenvolvimento e aplicao de uma poltica contbil que resulte em informaes que sejam:

    a)! Relevantes para as necessidades dos usurios para tomada de decises econmicas;

    b)!Confiveis, no sentido de que as demonstraes financeiras:

    B1 - representam fielmente a posio financeira, desempe-nho e fluxos de caixa da entidade;B2 - refletem a essncia econmica das transaes, outros eventos e condies, e no meramente a forma jurdica;B3 - sejam neutras, ou seja, imparciais; B4 -sejam prudentes;B5 - estejam completas em todos os aspectos relevantes.

    Quando a administrao fizer seu julgamento para desenvolver e aplicar uma poltica contbil, ela deve fazer referncia e considerar a aplicabilidade das seguintes fontes em ordem decrescente:

    a)! Os requisitos das IFRSs que tratam de questes similares e relacionadas;

    b)! As definies, critrios de reconhecimento e conceitos de mensurao para ativos, passivos, receitas e despesas na Estrutura Conceitual

    2.2. Consistncia de polticas contbeisAs polticas contbeis devem ser selecionadas e aplicadas de for-ma consistente para transaes similares, outros eventos e condi-es, exceto se uma IFRS especificamente exigir ou permitir a ca-

    AULA VIRTUAL 2

  • 7tegorizao de itens para os quais possam ser apropriadas polti-cas diferentes.

    2.3. Mudanas nas polticas contbeisA IAS 8 permite a mudana de uma poltica contbil apenas se a mudana:

    a)!For exigida por uma IFRS;b) Resultar no fornecimento, pelas demonstraes financeiras,

    de informaes confiveis e mais relevantes sobre os efeitos das transaes, outros eventos ou condies sobre a posi-o financeira, desempenho financeiro ou fluxos de caixa da entidade.

    Os usurios de demonstraes financeiras precisam ser capazes de comparar as demonstraes financeiras de uma entidade ao longo do tempo, para identificar tendncias em sua posio finan-ceira, desempenho financeiro e fluxo de caixa. Portanto, as mes-mas polticas contbeis so aplicadas dentro de cada perodo e de um perodo para o prximo, exceto se a mudana atender aos cri-trios citados acima.Os itens a seguir no constituem mudanas nas polticas cont-beis:

    a) A aplicao de uma poltica contbil para transaes, outros eventos ou condies que difiram na essncia daqueles que ocorreram anteriormente;

    b) A aplicao de uma nova poltica contbil para transaes, ou-tros eventos ou condies que no ocorreram anteriormente ou que eram irrelevantes;

    2.3.1 Aplicao de mudanas nas polticas contbeisQuando uma IFRS for aplicada pela primeira vez, causando uma mudana em uma poltica contbil, a contabilizao dessa mudan-a dever ser feita de acordo com as respectivas disposies tran-sitrias especficas, se houver, nessa IFRS. Quando houver uma mudana em uma poltica contbil, por ocasio da aplicao inicial de uma IFRS, que no inclui disposies transitrias especficas que se apliquem a essa mudana, ou mudar uma poltica contbil

    A IAS 8 trata de mudanas de poltica contbil provenientes de trs fontes :

    a) Aplicao inicial de uma norma ou interpretao que contenha disposies transitrias especficas;

    b) Aplicao inicial de uma norma ou interpretao que no conte-nha disposies transitrias especficas; e

    c) Mudanas voluntrias na poltica contbil

  • 8voluntariamente, essa mudana dever ser aplicada retrospectiva-mente.

    2.3.1.1 Aplicao retrospectivaQuando uma mudana na poltica contbil for aplicada retrospecti-vamente, o