FLUXO DE CAIXA COMO FERRAMENTA DE CONTROLE ?· FLUXO DE CAIXA COMO FERRAMENTA DE CONTROLE FINANCEIRO…

Download FLUXO DE CAIXA COMO FERRAMENTA DE CONTROLE ?· FLUXO DE CAIXA COMO FERRAMENTA DE CONTROLE FINANCEIRO…

Post on 26-Nov-2018

214 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

<ul><li><p>FLUXO DE CAIXA COMO FERRAMENTA DE CONTROLEFINANCEIRO EM UMA EMPRESA DE PEQUENO PORTE</p><p>Eduardo Rafael Lenz da SilvaFelipe Andr Stein</p><p>RESUMO</p><p>Devido grande competitividade mundial, torna-se cada vez mais importante abusca por um aprimoramento dos controles contbeis e por ferramentas queauxiliem na gesto financeira das empresas. Para auxiliar as empresas,principalmente as micro e pequenas, o fluxo de caixa uma importanteferramenta neste processo. Desta forma o objetivo da pesquisa encontrar asmelhores formas de auxilio s empresas no controle financeiro atravs do fluxode caixa. Para tal objetivo a metodologia adotada foi o estudo de caso comaplicao da pesquisa exploratria. Como resultado desta aplicao, podemosconfirmar a importncia e os benefcios obtidos pela empresa atravs do fluxode caixa, deste o controle de receitas e despesas at analises e projees deperodos passados e futuros. </p><p>Palavras-chave: Controle financeiro; micro e pequenas empresas; fluxo de caixa.</p><p>ABSTRACTAs global competitiveness, it becomes increasingly important to search for anenhancement of accounting controls and tools that assist in the financialmanagement of enterprises. To help firms, especially micro and small, cash flowis an important tool in this process. Therefore, the objective of the research is tofind better ways of assistance to companies in the financial control through cashflow. For this purpose the methodology adopted was the case study ofapplication of exploratory research. As a result of this application, we can confirmthe importance and the benefits gained by the company through cash flow, thistrack of income and expenses to analysis and projections of past and futureperiods.</p><p>Key-words: Financial control; micro and small enterprises; cash flow.</p><p>1 INTRODUO</p><p>No atual momento do mundo onde a competitividade empresarial cada</p></li><li><p>vez mais rigorosa, cada vez se torna mais necessrio observar alguns aspectosfundamentais, dentre eles o mais importante o financeiro, onde cada centavopode fazer a diferena. Esse aspecto deve ser observado com grande atenoprincipalmente a partir da crise mundial que teve inicio nos Estados Unidos eposteriormente na Europa. Como todos os outros pases o Brasil enfrentoualgumas dificuldades com tais acontecimentos, sendo assim os empresriosprecisam planejar. </p><p>Nesse contexto buscando uma gesto de qualidade e um controlerigoroso das finanas na administrao empresarial, essa pesquisa realizada narea financeira busca investigar a importncia do controle financeiro e aaplicao do fluxo de caixa nas Micro e Pequenas Empresas Brasileiras. Paraajudar a desenvolver esse tema centralizaremos os estudos e as anlises naempresa XYZ Servios ME, que trabalha na rea de publicidade. Esse nomefictcio da empresa estudada ser usado a pedido do proprietrio de nomencionar o verdadeiro nome da instituio.</p><p>Para ajudar nesse processo a contabilidade fator indispensvel, elafornece inmeras informaes aos empresrios, assim os auxiliando na tomadade decises. uma grande ferramenta para a gerao de informaesrelevantes nos processos decisrios. O controle financeiro um dos maispoderosos instrumentos, ele permite verificar tudo aquilo que foi previsto eprojetado em um planejamento. O controle das finanas um conjunto demedidas e tcnicas que se tomam ao longo do tempo, permitindo fazer umaanlise e um controle do seu fluxo de caixa. Em outras palavras significacontrolar e projetar as atitudes vinculadas a todas as entradas e sadas derecursos. </p><p>Aps contextualizar o tema central e caracterizar a empresa a ser focada,essa pesquisa tem como problema a seguinte questo: Como o controlefinanceiro atravs do fluxo de caixa pode auxiliar as micro e pequenasempresas?</p><p>O objetivo dessa pesquisa encontrar as melhores formas de auxilio smicro e pequenas empresas no controle financeiro atravs do fluxo de caixa.Tendo por objetivos especficos buscar teorias sobre fluxo de caixa; analisar aempresa estudada e sugerir melhorias.</p></li><li><p>Este trabalho foi desenvolvido baseado sob a hiptese de o fluxo de caixaser uma ferramenta fundamental para o desenvolvimento das empresas, muitasdelas vo falncia por no a utilizarem ou por no saber administr-la. Almdisso, o controle financeiro um dos mais poderosos instrumentos, ele permiteverificar tudo aquilo que foi previsto e projetado em um planejamento. Tambm atravs dele que ser possvel verificar a falta de recursos para honrarcompromissos, ou evidenciar os recursos disponveis para investimento.</p><p>2 FUNDAMENTAO TERICA</p><p>Neste captulo apresentam-se as teorias acerca dos conceitos decontabilidade, princpios contbeis, controle financeiro e fluxo de caixa, alm dasdemais teorias relacionadas ao tema. </p><p>2.1 Contabilidade, sua origem e objetivos</p><p>Para Nagatsuka (2002, p.1) difcil precisar exatamente como nasceu contabilidade, mas ao fazermos uma analogia com a humanidade, notamos quea contabilidade e to antiga quanto o homem que conta. Segundo informaesde Gitman (2006), h milhares de anos as pessoas e suas famlias produziamsuas prprias roupas e buscam produzir seus alimentos, se tornandoautossuficientes. A partir disso comeou a se notar a especializao, ondealguns se tornavam especialistas em produzir certas coisas como potes, flechas,roupas e assim por diante. Atravs disso comea a aparecer os primeiroscomrcios em forma de escambo e extremamente localistas. Conforme Gitman(2006), com o passar dos anos comeam a aparecer s primeiras fbricas e anecessidade de conseguir gente para trabalhar, surgindo ento moeda, econsequentemente o comrcio passa a ser no apenas localista. Com acirculao da moeda a necessidade de controles era maior. </p><p>A contabilidade existe para dar informaes importantes aos seususurios, sendo que entre eles esto o prprio empresrio.</p><p>A Contabilidade , objetivamente, um sistema de informao eavaliao destinado a prover seus usurios com demonstraes eanlises de natureza econmica, financeira, fsica e de produtividade,com relao entidade objeto contabilizao. </p></li><li><p> a cincia que estuda, controla e interpreta os fatos ocorridos nopatrimnio das entidades, mediante o registro, a demonstraoexpositiva e a revelao desses fatos, com o fim de oferecerinformaes sobre a composio do patrimnio, suas variaes e oresultado econmico decorrente da gesto da riqueza patrimonial.(RIBEIRO, 2002, P. 33).</p><p>Segundo Marion (2008) a contabilidade possui vrios usurios, que sopessoas que utilizam a contabilidade para buscar respostas sobre a situao daempresa, dentre elas esto os gerentes, os investidores, os fornecedores, osbancos o governo, alm dos empregados, sindicato e dos concorrentes. </p><p>Como pode ser visto a contabilidade usada h muito tempo e paradiversas utilidades, sendo assim ela se torna cada vez mais importante. Paragarantir as informaes nela contida existem regras e conceitos que acontrolam, essas podem ser chamadas de princpios contbeis, os quais soregulamentados pelo Conselho Federal de Contabilidade, atravs da Resoluon 750/93. Mesmo que Resoluo fala sobre os Princpios Fundamentais deContabilidade, existem diferentes conceitos, principalmente entre os rgospblicos e privados, dificultando a tarefa de estender a todos de formasimplificada resoluo. 2.2 Administrao Financeira e fluxo de caixa</p><p> A contabilidade de forma geral tambm conhecida como contabilidade financeira, assim para Greco (2001, p. 11)</p><p>A contabilidade registra, estuda e interpreta os fatos financeiros e/oueconmicos que afetam a situao patrimonial de determinada pessoafsica ou jurdica, apresentando-se ao usurio atravs dasdemonstraes contbeis tradicionais e de relatrios de exceo,especficos para determinadas finalidades.</p><p>Segundo Gitman, (2006, p. 9), O campo de finanas est intimamenterelacionado com a economia. Conforme o mesmo autor os administradores econtadores precisam estar preparados para usar as teorias como diretrizes nofuncionamento das empresas, exemplos disso a lei da oferta e demanda e amaximizao de lucros. Nem sempre fcil separar administrao econtabilidade financeira, principalmente em micro e pequenas empresas ondeuma mesma pessoa ocupa as duas funes. Ainda para Gitman (2006), aprincipal atividade para o contador a nfase no fluxo de caixa. </p></li><li><p>Todo mundo tem seu fluxo de caixa, por mais simples que ele possa ser,pode ate ter na memria quanto entrou de dinheiro e quanto de contas elapagou. Algumas pessoas mais organizadas tem seu fluxo de caixa anotados empapeis, ou pelo extrato bancrio, e outras em planilhas de Excel por exemplo.De acordo com Marion (2008, p. 110) entre as trs principais razes de falnciaou insucesso de empresa, uma delas a falta de planejamento financeiro ou aausncia total de fluxo de caixa e a previso de fluxo de caixa (projetar asreceitas e as despesas da empresa). </p><p>Sob uma analise da contabilidade o fluxo de caixa da empresa pode servisualizado nas demonstraes contbeis, assim para Gitman (2006, p. 84) ofluxo de caixa, o sangue da empresa, o tema da preocupao bsica doadministrador financeiro, tanto na gesto das finanas no dia-a-dia quanto noplanejamento e na tomada de decises estratgicas voltadas para a criao devalor para o acionista". </p><p>Segundo Marion (2008, p. 111) um modelo completo de fluxo de caixainclui todas as alteraes no caixa, sendo elas de investimento e tambm as definanciamento. Ele pode ser dividido em modelo direto e indireto:</p><p> Modelo direto: destacam-se os objetos de entradas e sadas de caixa(dinheiro), tendo informaes como a origem e a aplicao do recurso,sendo assim um modelo mais revelador e de possvel interpretao deuma pessoa leiga.</p><p> Modelo indireto: as modificaes ocorridas no caixa atravs de atividadeoperacional so identificadas pela mudana no capital de giro daorganizao. Tendo como exemplo o aumento da conta de estoque,assim presume-se que haver uma diminuio no caixa. Ou umareduo na conta de fornecedores, pressupe tambm numa reduo decaixa. </p><p>2.4 Fluxo de caixa na organizao gerencial da empresa </p><p> possvel definir um instrumento gerencial como sendo uma ferramentamuito importante na busca de resultados e objetivos da empresa. Desta formaFrezatti (1997) diz que a gerao de caixa tem muita importncia naorganizao, tanto ela no inicio ou durante o desenvolvimento de cada processo.Para o setor financeiro de grande relevncia, pois nas decises e escolhas de</p></li><li><p>projetos ou investimentos, necessrio mostrar as possveis geraes dosfluxos de caixa, possibilitando definir a melhor estratgia a ser tomada.</p><p>Um dos aspectos mais importante na contabilidade gerencial efinanceira de uma empresa uma projeo de seu fluxo de caixa. Assimtambm uma das tarefas mais difceis de realizar, esto na estimativa de fluxode caixa os dispndios de investimentos e as entradas de caixa anuais.Segundo Machado (2004), o fluxo de caixa integrado normalmente elaboradopara um perodo de um ano e tem como elemento bsico para tornar asentradas de caixa, o oramento de vendas. O oramento de vendas considerado a principal fonte de entrada recursos financeiros, mas aindapodemos destacar os aluguis, recebimento de juros entre outros. ConformeMachado (2004), os desembolsos podem ser considerados como sendo aquelesque representam as sadas de caixa daquele perodo, onde podemos destacaros mais comuns em uma empresa sendo eles: gastos com matria-prima;remunerao de mo de obra mais os encargos; impostos; investimentos emimobilizado; pagamentos de juros; pagamentos de emprstimos etc. </p><p>Para Pivetta (2005) nas micro e pequenas empresas, devido simplicidade da estrutura a contribuio do fluxo de caixa exatamente entenderos efeitos das decises tomadas, com relao s disponibilidades da empresa.Segundo ele O empreendedor, ao conceder prazo para pagamento oudescontos aos clientes, pode gerar a necessidade de captao de recursos parapagamento das obrigaes e, consequentemente, implicar na inocorrncia dedespesas financeiras. Ocorrendo esses fatos o empresrio deveria calcularesse custo, e verificar se os preos praticados esto cobrindo todos os custos.Portanto o fluxo de caixa fundamental para as tomadas de decises. </p><p>Segundo Pivetta (2005, p. 12) outra razo para se considerar o fluxo decaixa como uma importante ferramenta na administrao dos recursos, umacaracterstica especial das micro e pequenas empresas, elas normalmentedispem de escassos recursos de caixa, pelo menos durante os primeiros anosde operao e ficam vulnerveis a qualquer mudana repentina tanto dentro daempresa quanto no ambiente geral do negcio. Muitas micro empresas porescassez de caixa fracassam exatamente no momento que na verdade estotendo lucro.</p></li><li><p>O fluxo de caixa um emaranhado de entradas e sadas financeirasprojetadas. Aps observar todos estes aspectos e tomar os devidos cuidadospara no cometer erros na elaborao do fluxo de caixa, devesse contar com omximo de informaes possveis. Assim, para Zdanowicz (2004), na elaboraodo fluxo de caixa devero constar todos os valores a serem pagos e recebidospela instituio, permitindo obter um controle mais detalhado, e assim verificaras suas defasagens e determinando as medidas a serem tomadas.</p><p>Observando todos os aspectos importantes mencionados acima e tendoos contemplado, o prximo passo a ser seguido pela empresa a manutenodo controle e preenchimento das planilhas. Caso isso no seja realizado, ourealizado de forma precria, uma das mais importantes ferramentas gerenciasdas empresas no ter utilidade. Assim a preocupao em manter o nvel decaixa e as planilhas sempre bem atualizadas deve ser prioridade para o gestorfinanceiro, seja a empresa uma micro, media, ou de grande porte. Essaatualizao deve ser feita diariamente, de preferncia to logo ocorre o fato demutao. Este trabalho deve contar com o comprometimento de todos ossetores da organizao, tendo como destaque as decises de compra,cobrana, as tornando mais geis e eficientes.</p><p>A manuteno de forma eficaz desta ferramenta necessita de muitotrabalho, e no pode ser classificada como umas das mais fceis, pois elacompreende elementos de todos os setores da organizao, de forma genricapode se dizer que devem ter compromissos com os pagamentos e prazos, entreeles impostos, salrios, despesas e todas outras sadas de recursos, bem comotodas as entradas e previses de recursos, obrigando assim a ter uma intensarelao entre o setor comercial e o financeiro.</p><p>Uma aplicao emprica da implantao do fluxo de caixa apresentadapor Massig (2006), seu estudo foi realizado numa micro empresa onde oslanamentos em planilha ocorreram diariamente. Em todas as comprasefetuadas e tambm...</p></li></ul>