FLUXO DE CAIXA: FERRAMENTA DE CONTROLE INTERNO ?ão... · implantação do fluxo de caixa e seu controle…

Download FLUXO DE CAIXA: FERRAMENTA DE CONTROLE INTERNO ?ão... · implantação do fluxo de caixa e seu controle…

Post on 01-Jan-2019

212 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE

INSTITUTO DE CINCIAS HUMANAS E SOCIAIS

CURSO DE ADMINISTRAO

MIRNA PORTO FRAUCHES

FLUXO DE CAIXA: FERRAMENTA DE CONTROLE INTERNO

FINANCEIRO NA LOJA BAGAGGIO

Volta Redonda/RJ

2014

MIRNA PORTO FRAUCHES

FLUXO DE CAIXA: FERRAMENTA DE CONTROLE INTERNO

FINANCEIRO NA LOJA BAGAGGIO

Trabalho de Concluso do Curso

apresentada ao Curso de Graduao em

Administrao do Instituto de Cincias

Humanas e Sociais da Universidade

Federal Fluminense, como requisito

parcial para obteno do grau de

Bacharel em Administrao.

Orientador: Prof. Msc. Julio Candido

de Meirelles Junior

Volta Redonda

2014

TERMO DE APROVAO

MIRNA PORTO FRAUCHES

FLUXO DE CAIXA: FERRAMENTA DE CONTROLE INTERNO

FINANCEIRO NA LOJA BAGAGGIO

Monografia aprovada pela Banca Examinadora da Curso de Administrao da

Universidade Federal Fluminense - UFF

Volta Redonda, 04 de Junho de 2014

Tudo tem o seu tempo determinado,

e h tempo para todo o propsito debaixo do cu.

Eclesiastes 3:1

AGRADECIMENTO

Agradeo primeiramente a Deus, por me proporcionar a maravilhosa beno de

concluir esse trabalho.

http://www.bibliaonline.com.br/acf/ec/3/1

Agradeo ao meu marido Lucas em especial, por ter sido essencial na concluso deste

trabalho, pela compreenso, cumplicidade, amor, pacincia, ateno, apoio e

companheirismo na construo dessa caminhada, e por ter dado seu tempo para me

apoiar nas dificuldades.

Agradeo aos Meus Pais, por terem batalhado a vida inteira, e ter dedicado tempo a

minha criao e com muito amor me educando da melhor maneira possvel, pela fora

na concluso deste trabalho.

Agradeo tambm a minha irm Jlia, que teve pacincia comigo neste momento.

A Bagaggio, por ter surgido na minha vida e mostrado um timo caminho a seguir.

A todos meus parente e amigos que participaram de forma direta ou indireta nesta

conquista.

Agradeo ao meu orientador, Prof. Julio Candido de Meirelles Junior por ter aceitado

embarcar comigo nessa jornada e ter contribudo para a concluso deste trabalho.

Aos professores que passaram durante meu curso e deixaram semeados conhecimentos.

Aos colegas de turma, pela conversas, risadas, debates de assuntos, colaborao nas

apresentaes de trabalhos.

Enfim, a todos que contriburam direta ou indiretamente para essa conquista.

Os obstculos so aquelas coisas medonhas,

que voc v quando tira os olhos dos seus objetivos.

Henry Ford

RESUMO

A presente monografia foi elaborada com a finalidade de propor a elaborao de fluxo

de caixa para uma empresa do comrcio varejista, criando modelos para identificar

possveis necessidades de captao de recursos para financiar o capital de giro. A

utilizao de uma ferramenta voltada para a gesto administrativa e financeira de uma

instituio apresenta-se de vital importncia, pois expressivo o valor que envolve o

seu oramento, e principalmente pela importncia destas para a sociedade em geral. A

implantao do fluxo de caixa e seu controle e de extrema necessidade para que o

administrador possa agir com habilidade, objetivando e minimizando ou neutralizando

as situaes desfavorveis organizao. A sazonalidade do comrcio pode atrapalhar

os nveis de caixa, ora alto ora baixo, do nvel desejado pela empresa.

Palavras-chave: Fluxo; Caixa; Gesto.

LISTA DE FIGURA

Figura1: Modelo de fluxo de caixa semanal mtodo direto ........................................................ 47

LISTA DE QUADRO

Quadro 1: Relao dos principais fornecedores da Bagaggio .....................................................16

Quadro 2: Fluxo de Caixa Mtodo Direto ................................................................................43

Quadro 3: Fluxo de Caixa Mtodo Indireto ..............................................................................44

Quadro 4: Faturamento histrico da empresa............................................................................56

Quadro 5: Percentual mensal de venda .....................................................................................57

Quadro 6: Receitas janeiro a abril/2014 ..................................................................................57

Quadro 7: Recebimento de Cartes Janeiro a Abril/2014 .......................................................58

Quadro 8: Taxa de Antecipao de Recebveis. ..........................................................................59

Quadro 9: Pagamento de fornecedores janeiro a abril/2014 ..................................................60

Quadro 10: Despesas administrativas Janeiro a abril/2014 .....................................................61

Quadro 11: Despesas com vendas e pessoal Janeiro a abril/2014 ..........................................62

Quadro 12: Despesas Tributrias Janeiro a Abril/2014 ............................................................63

Quadro 13: Despesas Financeiras Janeiro a Abril/ 2014 ..........................................................63

SUMRIO

1. INTRODUO..................................................................................................................11

1.1. Tema ................................................................................................................................12

1.2. Problema .........................................................................................................................12

1.3. Objetivos .........................................................................................................................13

1.3.1. Objetivo Geral ..............................................................................................................13

1.3.2. Objetivo Especfico .......................................................................................................13

1.4. Justificativa ......................................................................................................................14

1.5. Caractersticas da Empresa em seu Ambiente .................................................................15

1.5.1. Histria .........................................................................................................................15

1.5.2. Cliente ..........................................................................................................................16

1.5.3. Fornecedores ................................................................................................................16

1.6. Concorrentes ...................................................................................................................17

2. COMRCIO VAREJISTA .....................................................................................................18

2.1. Administrao Financeira do Varejo ................................................................................20

2.2. Balano Patrimonial .........................................................................................................24

2.3. Capital de Giro .................................................................................................................26

2.4. Demonstrao do resultado do exerccio ........................................................................27

3. FLUXO DE CAIXA .............................................................................................................30

3.1. Fatores que Afetam o Fluxo de Caixa ...............................................................................32

3.2. Mtodos de Fluxo de Caixa ..............................................................................................43

3.3 As Vantagens e as Desvantagens do Fluxo de Caixa ..........................................................44

3.4 Elaborao do Fluxo de Caixa ..........................................................................................46

4. METODOLOGIA ...............................................................................................................49

4.1 Tcnica de coleta de dados ...............................................................................................50

5. APRESENTAO E ANLISE DOS RESULTADOS ................................................................51

5.1 Coleta de informaes .....................................................................................................51

5.2 Anlise da entrevista .......................................................................................................53

6. ADMINISTRAO FINANCEIRA DA EMPRESA ..................................................................55

6.1 Ingressos...........................................................................................................................55

6.2. Desembolso .....................................................................................................................59

6.3 Fluxo de caixa Realizado ...................................................................................................63

CONCLUSES ..........................................................................................................................65

REFERENCIAS BIBLIOGRFICAS ..............................................................................................67

Anexo 1 - Alquotas e Partilha do Simples Nacional Comrcio ............................................73

11

1. INTRODUO

O atual cenrio econmico que o mundo vem apresentando demonstra ser um

grande desafio para a gesto dos mesmos, principalmente no que diz respeito a gesto

financeira das organizaes, que busca maneiras propicias para o crescimento e

manuteno no mercado.

Neste contexto das grandes transformaes cada vez tem alcanado destaque a

gesto corporativa, que busca da melhoria de resultados, voltando sua ateno para

mecanismos que auxiliem na melhoria da empresa, bem como de todas as atividades

desenvolvidas pelas organizaes empresariais.

Os problemas, bem como a busca de resultados atravs das informaes entre todos

os agentes e a prpria organizao, est entre as diversas razes para se aplicar um

sistema de gesto como ferramenta de administrao, sendo que no presente caso

voltada para uma instituio, em qualquer seguimento que ela esteja.

A utilizao de uma ferramenta voltada para a gesto administrativa e financeira de

uma instituio apresenta-se de vital importncia, pois expressivo o valor que envolve

o seu oramento, e principalmente pela importncia destas para a sociedade em geral.

O objetivo desse estudo consiste em apresentar alguns dos elementos da

administrao financeira da empresa Bagaggio.

12

1.1. Tema

Fluxo de caixa: Ferramenta de controle interno financeiro na loja Bagaggio.

1.2. Problema

Diariamente a empresa possui entradas e sadas do caixa referente aos

pagamentos dos clientes na aquisio de produtos oferecidos pela loja, tanto na forma

de carto (crdito ou dbito) ou em espcie, assim como h os desembolsos para

pagamento de fornecedores e demais despesas operacionais e administrativas. O

planejamento e controle desse fluxo so de extrema importncia para a sade financeira

da empresa. A falta de uma ferramenta que demonstre o seu fluxo de recursos

impossibilita projetar, com segurana, a situao futura da loja, bem como avaliar as

reais necessidades de recorrer captao de recursos no mercado financeiro ou aplicar

excedentes de caixa.

Diante disso a utilizao de um controle interno na empresa torna-se

fundamental para estabelecer um padro de procedimentos e mtodos como o objetivo

de detectar fraudes, reduzir desperdcios, produzir informaes verdadeiras e favorecer

a eficincia da empresa. O fluxo de caixa como ferramenta de controle fornece a

empresa o volume de capital necessrio para cada atividade. Sendo assim os controles

internos ajudam a organizao a ter um registro correto das demonstraes gerenciais.

Com isso, se tem a seguinte situao: Como o controle de caixa pode auxiliar a empresa

Bagaggio?

13

1.3. Objetivos

1.3.1. Objetivo Geral

Propor um modelo adaptado de gerenciamento de fluxo de caixa como

instrumento de planejamento e controle interno na empresa Bagaggio.

1.3.2. Objetivo Especfico

Para atender ao objetivo geral, os seguintes objetivos especficos so

desenvolvidos:

Consultar quais so os controles internos utilizados pela empresa;

Revisar esse controle utilizado;

Efetuar um levantamento de entradas e sadas;

Elaborar planilhas eletrnicas, pelo programa Excel, auxiliares, com os

dados financeiros obtidos da empresa;

Propor um modelo adaptado como fonte de oramento e planejamento de

caixas para visualizao antecipada das necessidades, visando liquidez no

curto prazo;

Demonstrar a importncia e utilidade do fluxo de caixa.

14

1.4. Justificativa

O tema da monografia foi escolhido devido importncia da gesto financeira

na sustentao das micro e pequenas empresas, no curto, mdio e longo prazo, assim

como para descobrir se ao gerar lucro ou prejuzo, a empresa tem condies de cumprir

com suas obrigaes.

A pretenso de se fazer este trabalho numa empresa varejista deve-se ao fato de

ser um setor importante da nossa economia. A atividade Comercial uma das principais

fontes geradora de valor, emprego e renda na economia e contribui em grande medida

na composio do Produto Interno Bruto (PIB), do pas.

Com o mercado cada vez mais competitivo comum que as micro e pequenas

empresas, com caractersticas especiais e que apresentam ineficincia na vida

econmica, busquem aprimoramento em seus processos operacionais e nos seus

modelos de gesto. Da a importncia dos controles internos para minimizar ou at

solucionar essas ineficincias.

Controlar a empresa internamente possibilita apontar os principais problemas

que afetam o desenvolvimento da organizao, ou seja, os pontos fracos, e assim

ressaltar os pontos fortes para possveis planejamentos, produzindo dados confiveis e

protegendo os ativos para maximizar riquezas.

Sem controle interno a empresa no contar, com dados exatos, o quanto tem

disponvel em caixa, quanto entrar ou sair em determinado perodo no tendo como

programar as contas a pagar, arriscando assim o acumulo de dividas que podero no ser

pagas por falta de recursos. Sendo assim torna-se necessrio a utilizao de controle

financeira que permita conhecer com maior eficincia os recursos do caixa.

O fluxo de caixa uma demonstrao dinmica que oferece a administrao,

informa...