populacao mundial trabalho_de_grupo_5_11_14_27.pps

Download Populacao mundial trabalho_de_grupo_5_11_14_27.pps

Post on 04-Aug-2015

472 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

2. A POPULAO MUNDIAL 5. Portugal um pas localizado no sudoeste da Europa, cujo territrio se situa na zona ocidental da Pennsula Ibrica e em arquiplagos no Atlntico Norte. Possui uma rea total de 92 090km,e a nao mais ocidental do continente europeu. O territrio portugus delimitado a Norte e a Leste pela Espanha e a Sul e Oeste pelo Oceano Atlntico, e compreende a parte continental e as regies autnomas: os arquiplagos dos Aores e da Madeira. Capital:Lisboa Lngua Oficial :PortugusMoeda:Euro Populao (2010):10 735 765habitantes. Entrada na UE :1 de Janeiro de 1986 9. A frica do Sul, oficialmente Repblica da frica do Sul, um pas situado no extremo Sul da frica. O pas divide as suas fronteiras a Norte com a Nambia, Botsuana e Zimbabu; a leste com Moambique e Suazilndia; e uma fronteira interior com o Lesoto Capital:Cidade do Cabo (legislativa) Pretria (executiva) Bloemfontein (judiciria) Lnguas Oficiais (11) :Ingls, Africnder, Ndebele, SeSotho do norte, SeSotho do sul, Suzi/Suazi,XiTsonga/ ChiTsonga/ShiTsonga ,seTswana , Venda, Xhosa, Zulu Moeda:Rand Populao (2010):10 735 765habitantes. 13. A Argentina, oficialmente Repblica Argentina, um pas localizado no extremo sul da Amrica do Sul. Partilha fronteiras a Norte com a Bolvia e com o Paraguai; a Leste com o Uruguai e com o Brasil e a Oeste com o Chile.Capital:Buenos Aires Lngua Oficial:Espanhol Moeda:Peso argentino Populao (2010):41 343 201 habitantes. 17. O Luxemburgo, oficialmente Gro- -ducado do Luxemburgo, um pequeno pas encravado na Europa Ocidental, cujas fronteiras so a Sul com Frana, a Leste com a Alemanha e a Oeste com a Blgica. Capital:Luxemburgo Lngua Oficial:Alemo, Francs e Luxemburgus Moeda:Euro Populao (2010):497 538 habitantes. Entrada na UE :25 de Maro de 1957 19. GRFICOS 20. Fonte: U.S. Bureau of the Census Atravs deste grfico, podemos concluir que, enquanto o crescimento demogrfico de Portugal e de Luxemburgo quase nulo, o crescimento da Argentina e da frica do Sul so muito acentuados, apesar do da Argentina ser mais linear. 21. Fonte: U.S. Bureau of the Census Atravs deste grfico, podemos concluir que nos ltimos anos as taxas de natalidade tm diminudo.Isso pode ter a ver com a taxa de mortalidade infantil de cada um dos pases. 22. Fonte: U.S. Bureau of the Census Neste grfico podemos ver vrios casos: o caso da subida da frica do Sul pode ter a ver com as doenas que h nesse pas; o caso da subida de Portugal pode ter a ver com o facto desse pas comea a ficar envelhecido; os casos das descidas de Luxemburgo e da Argentina podem ter a ver com a esperana mdia de vida de cada um desses pases estar a aumentar. 23. Fonte: U.S. Bureau of the Census Com este grfico podemos concluir que todos os pases diminuram excepto a Argentina. Em alguns casos, como Portugal e frica do Sul o crescimento natural muito baixo, principalmente a frica do Sul, que em 2010 o crescimento natural foi negativo. 24. Fonte: U.S. Bureau of the Census Conclumos com este grfico que todos os pases diminuram a sua mortalidade infantil, os valores de Portugal e de Luxemburgo so quase idnticos; a Argentina desceu acentuada e regularmente e a frica do Sul, apesar da sua ltima descida, continua com valores muito altos. 25. Fonte: U.S. Bureau of the Census Conclumos com este grfico que os pases com taxas mais altas (frica do Sul e Argentina) esto a diminuir e os pases com taxas mais baixas (Luxemburgo e Portugal) esto a aumentar. 26. Fonte: U.S. Bureau of the Census Conclumos que este grfico dos que determina mais directamente o grau de desenvolvimento: em primeiro Portugal e Luxemburgo, com mais ou menos os mesmos dados, depois a Argentina e depois a frica do Sul. 27. Pirmides Etrias 28. Fonte: U.S. Bureau of the Census Grfico 8 - Esta Pirmide Etria tem o topo dilatado, a base estreita e algumas classes ocas, ou seja, tpica de pases desenvolvidos. 29. Fonte: U.S. Bureau of the Census Grfico 9 - Esta Pirmide Etria tem a base muito larga, o topo muito estreito e poucas classes ocas, ou seja, tpica de pases em desenvolvimento. 30. Fonte: U.S. Bureau of the Census Grfico 10 - Esta Pirmide Etria tem o topo alongado, a base larga e nenhuma classe oca, ou seja, tpica de pases menos desenvolvidos. 31. Fonte: U.S. Bureau of the Census Grfico 11 - Esta Pirmide Etria tem o topo dilatado, a base estreita e algumas classes ocas, ou seja, tpica de pases desenvolvidos. 32. Anexos 33. 47165 43432 41343 37694 33504 28848 24364 20951 17517 Argentina 586 527 498 445 387 365 342 317 297 Luxemburgo 48714 48286 49109 45576 39300 30169 23338 17870 13926 frica do Sul 10806 10825 10736 10387 9919 9850 8990 9031 8490 Portugal 2025 2015 2010 2001 1991 1981 1971 1961 1951 Dados (em milhares)Pases Quadro 1 Populao Absoluta ao longo dos anos 34. 18 19 22 25 Argentina 12 13 13 Luxemburgo 20 22 29 frica do Sul 10 11 12 Portugal 2010 2001 1991 1981 1971 Dados () Pases Quadro 2 Taxas de Natalidade ao longo dos anos 35. 9 8 8 8 Argentina 8 9 10 Luxemburgo 17 13 7 frica do Sul 11 10 11 Portugal 2010 2001 1991 1981 1971 Dados () Pases Quadro 3 Taxas de Mortalidade ao longo dos anos 36. 1 0,8 1,4 1,7 Argentina 1,2 1,4 1,4 Luxemburgo -0,1 1,1 2,1 frica do Sul 0,2 0,5 0,1 Portugal 2010 2001 1991 1981 1971 Dados (%) Pases Quadro 4 Taxas de Crescimento Natural ao longo dos anos 37. 11 18 25 32 Argentina 4 5 9 Luxemburgo 44 48 44 frica do Sul 5 5 11 Portugal 2010 2001 1991 1981 1971 Dados () Pases Quadro 5 Taxas de Mortalidade ao longo dos anos 38. 2,3 2,5 3,1 3,4 Argentina 1,8 1,8 1,6 Luxemburgo 2,3 2,8 3,5 frica do Sul 1,5 1,4 1,6 Portugal 2010 2001 1991 1981 1971 Dados () Pases Quadro 6 Taxas de Fertilidade ao longo dos anos 39. 77 75 72 70 Argentina 79 78 75 Luxemburgo 49 54 65 frica do Sul 78 77 74 Portugal 2010 2001 1991 1981 1971 Dados (anos) Pases Quadro 7 Esperana mdia de vida ao longo dos anos 40. Concluses 41. Com este trabalho, conclumos que Portugal e Luxemburgo so pases desenvolvidos, a frica do Sul pouco desenvolvida e a Argentina um pas em desenvolvimento. Portugal tem uma populao pequena, envelhecida (devido baixa natalidade), com mortalidade alta (devido ao envelhecimento), natalidade, crescimento natural, fertilidade e mortalidade infantil baixase esperana mdia de vida alta (por ser um pas desenvolvido) ; a frica do Sul um pas com a populao elevada, jovem (devido alta natalidade), com natalidade e mortalidade (por causa das doenas) igualmente altas, crescimento natural e esperana mdia de vida baixas e mortalidade infantil e fertilidade altas (por ser um pas em desenvolvimento); a Argentina um pas com a populao elevada, jovem (devido alta natalidade), natalidade elevada, mortalidade baixa, crescimento natural e mortalidade infantil mdias fertilidade e esperana mdia de vida alta; Luxemburgo tem uma populao pequena, envelhecida (devido baixa natalidade), com natalidade baixa, mortalidade mdia (por ter a populao envelhecida), crescimento natural, mortalidade infantil e fertilidade baixas e esperana mdia de vida alta (por ser um pas desenvolvido). Por este andar todos estes pases iro ficar mais envelhecidos e a frica do Sul vai diminuir a populao, isto tudo s se pode evitar se se der mais apoio econmico s famlias numerosas, o que vai aumentar a natalidade e impedir que os pases envelheam ou diminuam. 42. Fontes 43. -Wikipdia -Google imagens -Google maps -Livro de geografia -http://www.ibge.gov.br/paisesat/main.php -http://www.census.gov/ipc/www/idb/informationGateway.php 44. FIM Trabalho realizado por : Carlos Fernandes, Filipe Amaral, Gonalo Simes e Vasco Neves