34ª Edição Nacional – Jornal Chico da Boleia

Download 34ª Edição Nacional – Jornal Chico da Boleia

Post on 06-Apr-2016

240 views

Category:

Documents

22 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Fique sabendo de tudo o que acontece no setor do transporte. Entretenimento, esportes, sade, reportagens exclusivas, e muito mais para voc amigo caminhoneiro.

TRANSCRIPT

<ul><li><p>Distribuio Gratuita</p><p>O JORNAL PARA O</p><p>CAMINHONEIROAMIGO</p><p>www.chicodaboleia.com.br</p><p>Orgulho de ser caminhoneiro</p><p>EDIO NACIONAL</p><p>As corridas realizadas na cidade de Gua-por, Rio Grande do Sul, so sempre um espetculo a parte. Alm da beleza e do cui-dado do Autdromo Internacional da cida-de, o pblico comparece em peso e muito participativo.</p><p>Ano 03 - Edio 34 - Outubro de 2014</p><p>Roberval Andrade vence em Guapor e Leandro Totti des-</p><p>classificado</p><p>Pg. 04</p><p>Pg. 13</p><p>Pg. 05</p><p>Lder em rastreamento de veculos e gesto de frota em todo o Brasil, a Sascar esteve presente na Fenatran Centro Oeste, reali-zada entre os dias 14 e 17 de outubro na cidade de Goinia.</p><p>Sascar expe novidades em ras-treamento durante Fenatran-CO </p><p>A cerimnia de abertura que inaugurou a primeira edio da Fenatran Centro-Oeste, realizado em Goinia entre os dias 14 e 17 de outubro, teve a participao do presi-dente da NTC&amp;Logstica, Jos Hlio Fer-nandes. </p><p>Primeira Fenatran Centro Oeste discute logstica e expe</p><p> novidades</p><p>Cidade de Bebedouro afirma potencial como centro estratgico do transporte rodovirio de cargas</p><p>Foto: Divulgao</p></li><li><p>O JORNAL DO AMIGO CAMINHONEIRO</p><p>CHICO DA BOLEIA</p><p>Sede: Rua Jos Ravetta, 07 - Itapira-SP, CEP 13977-150 Fone:(19) 3843-5778</p><p>Tiragem: </p><p>50.000 exemplares Nacional, 10.000 exem-plares Baixa Mogiana e 10.000 exemplares Grande Ribeiro Preto</p><p>Diretora-Presidente: Wanda Jacheta</p><p>Diretor-Geral / Editor: Chico da Boleia</p><p>Coordenao / Reviso / Fotgrafa</p><p>Larissa J. Riberti</p><p>Diagramao / Fotgrafa</p><p>Pamela Souza</p><p>Suporte TcnicoMatheus A. Moraes</p><p>Video Maker / FotgrafoMurilo Abreu</p><p>Conselho Editorial:Albino Castro (Jornalista) Dra. Virgnia Laira (Advogada e coordenado-ra do Departamento Jurdico da Fenacat) Roberto Videira (Presidente da APROCAM Brasil) Jos Arajo China (Presidente da UNICAM Brasil)</p><p>Responsabilidade social:ViraVidaLigue 100Na mo certa</p><p>02 EDITORIAL</p><p>ExpedienteVoltamos vida normal?Companheiros e companheiras do trecho, enfim pas-sou a eleio com seus dois turnos. Em meus 50 anos de histria, nun-ca vi um perodo eleitoral to longo como este, talvez </p><p>pelo candidato mais novo ou pelo momento histrico de um partido de esquerda con-firmar mais um mandato. O fato que a mentira foi usada como verdade absoluta, rgos de imprensa sem escrpulos ma-nipularam fatos sabe-se l o porqu. No podemos nos esquecer de acompanhar de perto o que pode acontecer nos prximos quatro anos.</p><p>Mas como diria um sbio isso j passou, voltemos ao nosso dia a dia. E no caso do nosso trecho, no podemos nos esque-cer de que temos ainda um tema de grande importncia tramitando na Cmara dos De-putados que a Lei 12.639 onde sofre mu-danas que desfiguram a ideia inicial. Cabe s entidades sindicais ficarem de prontido para no permitir este descalabro.</p><p>Fora este tema de grande importncia, esti-vemos presente na FENATRAN CENTRO OESTE. Isso mesmo! A NTC &amp; Logstica levou para Goinia uma grande feira de transportes em funo de a regio ter um forte DNA na nesta rea. E durante esta </p><p>feira, a SASCAR expos novidades em ras-treamento, alm do tema dos roubos de cargas ter ocupado lugar central na reunio do Procarga. Outras discusses realizadas durante a Feira apontaram que no Brasil existe um dficit de 105 mil motoristas para setor de transporte de cargas.</p><p>Houve tambm a tradicionalssima Festa do Caminhoneiro de So Marcos que acon-teceu nos primeiros dias de outubro. Em mais uma etapa da Frmula Truck, Rober-val Andrade venceu em Guapor e Leandro Totti foi desclassificado. A prxima etapa acontece em Londrina e, a depender do re-sultado poder definir o campeonato. </p><p> amigos, daqui a dois meses termina o ano! Est sendo um ano totalmente atpico, tivemos a Copa do Mundo onde os urubus de planto ficaram batendo bumbo dizen-do que no aconteceria por falta de orga-nizao. E realmente faltou organizao, organizao no TIME de Felipe Scolari que levou uma goleada histrica em pleno territrio nacional para a Alemanha. Fora isso, at aqueles que criticaram tiveram que fazer a me culpa e reconhecer que tudo transcorreu dentro da melhor organizao possvel, colocando o Brasil em um pata-mar elevadssimo. </p><p>Nas eleies aconteceu de tudo um pou-co. De tragdia a situaes cmicas pelos absurdos por certos setores da imprensa. E tambm j passou, esperamos que vol-temos ao normal, pois eleies s daqui a quatro anos, e seria bom o pessoal no ficar criando espuma. </p><p>Todos os anncios so de responsabilidade dos </p><p>respectivos anunciantes.</p><p>Todas as matrias assinadas por colunistas so </p><p>de inteira responsabilidade de seus produtores.</p><p>Termo de responsabilidade</p><p>Acompanhe nosso boletim dirio de se-gunda a sbado s 5h50m da manh nosso Momento das Estradas, pela 102,9 Radio Municipal de Amparo, ou pelo site www.chicodaboleia.com.br. </p><p>Boa leitura e at a prxima edio</p><p>Chico da Boleia sempre com Orgulho de ser Caminhoneiro.</p><p>A atuao de Chico da Boleia no setor do transporte rodovirio de cargas j conhecida nacio-nalmente. Desde que iniciou seu projeto de comunicao para os amigos caminhoneiros, carretei-ros e empresrios, em 2010, o parceiro anda pelos quatro can-tos do pas em busca de informa-es de qualidade e confiveis para o seu pblico. </p><p>O comunicador j acumula em seu currculo passagens pelos maiores eventos do pas como a Fenatran, a Transposul e as grandes festas de cami-nhoneiros. Alm disso, Chico participa de debates sobre a legislao do setor, como as audincias pblicas realizadas antes da aprovao da Lei do Motorista. Atualmen-te, seu esforo em divulgar e discutir a Lei junto aos seus amigos e parceiros continua, visto que j foram realizadas duas edies do Encontro com Chico da Boleia para de-bate sobre a Lei 12.619. </p><p>No ms de setembro, Chico da Boleia este-ve na Festa do Caminhoneiro de Bebedou-</p></li><li><p>O JORNAL DO AMIGO CAMINHONEIRO</p><p>CHICO DA BOLEIA</p><p>de veculo, compre outro ou arrende. Ou seja, qualquer alterao deve ser comuni-cada ao sindicato que realize esse servio. Voc pode encontrar um sindicato atravs do site da ANTT, acessando: www.antt.gov.br. </p><p>AbraosChico da BoleiaOrgulho de ser caminhoneiro</p><p>Chico da Boleia respondeArmando: Chico, sou caminhoneiro aqui do Cear. Primeiro eu li que deveramos fazer o RNTRC, fiz o meu e agora soube de novo que temos que fazer o recadastramen-to. Como que ficou isso?</p><p>Chico da Boleia: Ol companheiro do trecho. Em primeiro lugar agradeo a sua pergunta. Bom, para este ano j estava pre-visto que aqueles caminhoneiros que tives-sem feito seu cadastro no RNTRC h cinco anos, deveriam realizar o recadastramento. No entanto, houve algumas alteraes no calendrio da ANTT. Nesse ano aconteceu de tudo. Houve alguns cortes de pontos e acessos de lugares que estavam realizan-do indevidamente o RNTRC, o que afetou outros lugares de cadastro e recadastro que vinham realizando um trabalho srio. De-pois de muita conversa entre os sindicatos e a ANTT, ficou decidido que o recadastra-mento dever ser feito a partir de janeiro de 2015.</p><p>Portanto, bom ficar atento. Se voc fez seu cadastro h cinco anos, preciso atuali-z-lo. Verifique na sua documentao o ano de vencimento do seu cadastro. Ele tam-bm precisa ser atualizado caso voc mude </p><p>O JORNAL DO AMIGO CAMINHONEIRO</p><p>CHICO DA BOLEIAPAPO DE BOLEIA 03</p><p>A atuao de Chico da Boleia no setor do transporte rodovirio de cargas j conhecida nacio-nalmente. Desde que iniciou seu projeto de comunicao para os amigos caminhoneiros, carretei-ros e empresrios, em 2010, o parceiro anda pelos quatro can-tos do pas em busca de informa-es de qualidade e confiveis para o seu pblico. </p><p>O comunicador j acumula em seu currculo passagens pelos maiores eventos do pas como a Fenatran, a Transposul e as grandes festas de cami-nhoneiros. Alm disso, Chico participa de debates sobre a legislao do setor, como as audincias pblicas realizadas antes da aprovao da Lei do Motorista. Atualmen-te, seu esforo em divulgar e discutir a Lei junto aos seus amigos e parceiros continua, visto que j foram realizadas duas edies do Encontro com Chico da Boleia para de-bate sobre a Lei 12.619. </p><p>No ms de setembro, Chico da Boleia este-ve na Festa do Caminhoneiro de Bebedou-</p><p>ro, cidade que vem conquistando um papel cada vez maior no setor com ampliao do nmero de transportadoras ali instaladas. Durante o evento, nosso companheiro fez uma entrevista com o Prefeito da cidade, Fernando Galvo. A ao de Chico da Bo-leia teve desdobramentos e, em outubro, uma nova conversa com o prefeito foi feita para entender a expanso do setor na cida-de de Bebedouro. </p><p>Foi a que Chico ao invs de produzir, virou notcia. Ao longo deste ms, nas pginas dos jornais da cidade circulou um relea-</p><p>se do encontro, divulgado pela Assessoria Municipal de Imprensa. Intitulada Pre-feito recebe apresentador referncia dos </p><p>Caminhoneiros, a nota um reco-nhecimento do trabalho realizado at hoje por Chico da Boleia. Esse esforo dirio do comunicador tem o objetivo de levar at o seu pblico informaes de qualidade, debates importantes, questes de relevncia para o setor e tambm diverso e en-tretenimento. </p><p>Confira a nota na ntegra: </p><p>O prefeito de Bebedouro, Fernando Galvo, recebeu na tarde da segun-</p><p>da-feira (06/10), o apresentador, Chico da Boleia.</p><p>Chico da Boleia participa e informa sobre tudo o que acontece no setor de cargas e transporte no Brasil. conhecido como o elo entre caminhoneiros, sociedade e em-presrios do setor. Com o jornal para o Amigo Caminhoneiro, e um programa atra-vs da web, fala sobre os acontecimentos do setor e o mundo dos caminhoneiros.</p><p>O prefeito destacou a posio logstica da cidade e a Festa do Caminhoneiro.</p><p>Chico da Boleia vira notcia na cidade de Bebedouro Redao Chico da BoleiaA nota pode ser visualizada em: http://www.bebedouro.sp.gov.br/portal/index.php/component/k2/item/11331--prefeito-recebe-apresentador-referencia--dos-caminhoneiros </p><p>Prefeito de Bebedouro Fernando Galvo e Chico da Boleia</p></li><li><p>O JORNAL DO AMIGO CAMINHONEIRO</p><p>CHICO DA BOLEIA04 FIQUE POR DENTROO JORNAL DO AMIGO CAMINHONEIRO</p><p>CHICO DA BOLEIA</p><p>A cerimnia de abertura que inaugurou a primeira edio da Fenatran Centro-Oeste (Salo Internacional do Transporte Rodovi-rio de Carga), realizado em Goinia entre os dias 14 e 17 de outubro, teve a participa-o do presidente da Associao Nacional do Transporte de Cargas (NTC&amp;Logstica), Jos Hlio Fernandes. </p><p>Alm dele, estiveram presentes o presiden-te da Associao Nacional dos Fabricantes de Implementos Rodovirios (Anfir), Al-cides Braga, o presidente do Sindicato das Empresas de Transporte de Cargas e Lo-gstica no Estado de Gois (Setceg), Pau-lo Afonso Rodrigues, o gerente do evento da Reed Exhibitions Alcantara Machado, Marcelo Babos. Todos apontaram o cresci-mento da regio e a boa localizao com facilidade logstica como os principais in-centivos para que a feira fosse realizada no Estado de Gois.</p><p>Entre os temas abordados durante a cole-tiva de imprensa, foi levantada a questo dos desafios futuros para o setor de trans-portes. Jos Hlio Fernandes afirmou estar confiante que eles sero superados, ressal-tando os problemas da infraestrutura. Es-peramos que a infraestrutura do transporte possa melhorar. Esse um dos problemas, mas temos outros, como o roubo de cargas e a lei do descanso. Quem quer que seja o prximo presidente, esperamos que ele d a ateno que o setor merece.</p><p>O Estado de Gois foi escolhido para sediar a Fenatran Centro-Oeste no s pela boa localizao geogrfica, mas tambm pelo crescimento econmico. Quando a eco-nomia no cresce, evidentemente que nos-so setor impactado, mas esperamos que a economia realmente se recupere e, com isso, nosso setor continue crescendo, res-saltou o presidente da NTC. Ns estamos vendo que o Centro-Oeste vem crescendo a 3,5% ao ano, nmero bem superior ao crescimento mdio da economia, lembrou Fernandes.</p><p>Quanto falta de mo de obra para o setor, Jos Hlio chamou a ateno para a Lei n 12.619/12, conhecida como lei do descan-so. Segundo ele, as mudanas referentes carga horria, por exemplo, podem atrair profissionais para o setor. Alm do trei-namento, deve ser criado um interesse de jovens pela rea, com o objetivo de suprir a carncia de 106 mil motoristas regulari-zados no mercado, segundo levantamento recente do DECOPE (Departamento de </p><p>Custos Operacionais, Estudos Tcnicos e Econmicos da NTC).</p><p>ROUBO DE CARGAS TEMA DE REUNIO DO PROCARGA NA FENATRAN CENTRO-OESTE</p><p>Em 2013, foram registradas 15,2 mil ocor-rncias de roubo de cargas nas rodovias brasileiras ocasionando prejuzo financeiro de aproximadamente R$ 1 bilho.</p><p>O secretrio de Segurana Pblica do Esta-do de Gois, Joaquim Mesquita participou no segundo dia da Fenatran-CO, ao lado de representantes da Receita Federal, Detran, Secretaria da Fazenda e de chefes de uni-dades das Polcias Federal, Militar e Civil, de evento promovido pela Associao Na-cional de Transporte de Cargas e Logstica (NTC&amp;Logstica) sobre roubo de cargas. A reunio fez parte da programao da Fe-natran Centro-Oeste, que acontece desde tera-feira (14) no Centro de Convenes de Goinia.</p><p>Na prtica foi a primeira reunio do Pro-grama ProCarga Gois, lanado ms passa-do pelo governo goiano, que visa prevenir e combater o roubo e furto de cargas nas rodovias que cortam o estado. A iniciativa segue os moldes de programa similar que j funciona com xito em So Paulo. </p><p>Com o ProCarga teremos uma ao har-moniosa e firme de todos os rgos de se-gurana pblica de Gois e do setor privado para combater esse tipo de delito, levando mais tranquilidade para todos aqueles que trabalham na transporte de cargas, disse o Secretrio de Segurana Pblica. </p><p>Mesquita complementa que Gois a rota de passagem de mercadorias vindo do Norte para Sudeste, ou do Sudeste para Centro-Oeste. Temos rodovias federais importantes e que cortam o nosso Estado, assim, importante reduzir os indicado-res, explica. </p><p>Durante a reunio, Paulo Roberto Souza, consultor de segurana da NTC, que em todo o ano de 2013 at maio de 2014, a po-lcia goiana registrou 425 roubos e furtos de caminhes. Um balano parcial feito pela Associao aponta que, em 2013, foram re-gistradas 15,2 mil ocorrncias de roubo de cargas nas rodovias brasileiras. O nmero 5% maior que o total de 2012, quando fo-ram 14,4 mil casos, e o prejuzo financeiro deve totalizar cerca de R$ 1 bilho, contra R$ 960 milhes do ano anterior.</p><p>Legislao mais rigorosa</p><p>O consultor de segurana da NTC apresen-tou nmeros que retratam a fora do Trans-porte de Cargas no Brasil. So 161 mil empresas que geram 5 milhes e 800 mil empregos totalizando uma frota de 2 mi-lhes de 181 mil veculos. O faturamento anual do setor de 271 bilhes de reais, o que representa 5,6 do PIB brasileiro. </p><p>Paulo Roberto alerta que a legislao preci-sa ser mais rigorosa com os delitos de car-gas. preciso qualificar o roubo de cargas como roubo qualificado com a pena supe-rior atual de quatro anos, explica. Segundo a Secretria de Segurana Pbli-ca o programa tambm visa reprimir a ao dos receptadores. Assim, com embasa-mento legal previsto no Cdigo Tributrio Estadual (Lei Estadual n 18.581 de junho </p><p>de 2014) foi determinado que o estabeleci-mento que vender mercadoria roubada ter a inscrio estadual cancelada, impossibi-litando a realizao de qualquer atividade comercial. </p><p>Em Gois, as principai...</p></li></ul>