lisboa cultural 221

Download Lisboa Cultural 221

Post on 31-Mar-2016

226 views

Category:

Documents

1 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

FILMES DAS NOSSAS VIDAS na Casa da Achada – Centro Mário Dionísio | 2 FACES (exposições) | SAY SOMETHING (teatro) | NOITES DO ATLÂNTICO (música) | TEMPORADA 2011/12 da Metropolitana

TRANSCRIPT

  • Em destaque Filmes das Nossas Vidas | Pg. 3

    Exposies 2 Faces | Pg. 6

    TeatroSay Something | Pg. 7

    MsicaNoites do Atlntico | Pg. 8

    AntevisoMetropolitana: temporada 2011/2012 | Pg. 9

    Curtas | Pg. 10

    Em Agenda | Pg. 11

    Edio: CML | Direco Municipal de Cultura Departamento de Aco Cultural | Diviso de Promoo e Comunicao Cultural Editor: Frederico Bernardino Redaco: Sara Ferreira Designer: Rute FigueiraFoto de Capa: Francisco Levita, Le Chat

    Contactos: Rua Manuel Marques, 4F, Edifcio Utreque - Parque Europa, 1750-171 Lisboa | Tel. 218 170 600 lisboa.cultural@cm-lisboa.pt

    Siga-nos emhttp://twitter.com/lisboa_cultural

    http://www.facebook.com/lisboaculturalhttp://itematicoslisboa.blogspot.com

    18 a 24 de JULHO de11 #221

    Ficha

    tcn

    ica

    ndice

    Say Something

  • A Mouraria j no se resume a ser sinnimo de bero do fado Comea a ser tradio que, ao longo do Vero, o tpico bairro alfacinha faa apelo a cinfilos e ao pblico em geral com sesses muito especiais de cinema ao ar livre. O Largo da Achada , s segundas-feiras, o cenrio escolhido para um novo ciclo de cinema, este ano dedicado aos Filmes das Nossas Vidas. A convite da Casa da Achada Centro Mrio Dionsio, 13 personalidades seleccionaram igual nmero de filmes para os apresentar e debater com o pblico. Da fico ao documentrio, as escolhas passam por obras que marcaram a vida de cada uma delas, e que, eventualmente, podero vir a marcar a vida de muitos de ns. Mas, isso algo que cabe aos espectadores descobrir, ou redescobrir, no Largo da Achada, at 26 de Setembro.

    pgina 3

    H FILMES QUE MARCAM

    VIDAS

    ddestaque

    Quem Tramou Roger Rabbit

  • pgina 4ddestaqueA paixo do pintor e escritor Mrio Dionsio pelo cinema regularmente evocada na Casa da Achada que, desde a sua fundao em 2008, tem organizado vrios ciclos temticos em torno do melhor que a stima arte produziu ao longo de mais de um sculo de filmes. Em 2010, as segundas-feiras de cinefilia em noites de Vero, foram dedicadas s primeiras obras de grandes realizadores; este ano, a aposta passa pelo desafio colocado a 13 personalidades, com uma ligao prxima Casa da Achada, a quem coube seleccionar aqueles que so os Filmes das Nossas Vidas.

    Depois de Casablanca, de Michael Curtiz, e Orfeu Negro, de Marcel Camus, escolhas de Sebastio Lima Rgo e Vtor Silva Tavares, respectivamente, esta semana cabe ao musiclogo Pedro Rodrigues desafiar o pblico a reencontrar um filme que fez histria na dcada de 1980: Quem Tramou Roger Rabbit. Realizado por Robert Zemeckis, esta produo da Disney com a Amblin de Steven Spielberg marcou uma nova fase na combinao da imagem real com a animao, legando histria do cinema aquela que ser, por ventura, a sua femme fatale mais peculiar, a voluptuosa Jessica Rabbit.

    A propsito da escolha de Luz Mota, que recaiu em A Cor da Liberdade (2. parte), de Yannis Katomeris, nos prximos dias 25 e 29, a Casa da Achada apresenta uma programao especial dedicada ao msico e compositor grego Mikis Theodorakis, notabilizado pela banda sonora do filme Zorba o Grego. Assim, no dia 29, pelas 18 horas, exibida a primeira parte do documentrio e prestada uma homenagem a Theodorakis que, para alm da msica, se destacou na resistncia ditadura militar na Grcia e, ainda hoje, um fervoroso activista da causa dos direitos humanos.

    A Regra do Jogo

  • pgina 5ddestaqueAo longo do ms de Agosto, os Filmes das Nossas Vidas prosseguem com grandes clssicos do cinema. A realizadora Regina Guimares escolheu a obra-prima dos irmos Marx, Uma Noite na pera, de Sam Wood (1 de Agosto); o encenador Jorge Silva Melo prope um dos mais mticos musicais da poca de ouro de Hollywood, Um Dia em Nova Iorque, da dupla Gene Kelly/Stanley Donen (8 de Agosto); a escritora Filomena Marona Beja apresenta a comdia Casa de Ch do Luar de Agosto, de Daniel Mann, com Glen Ford e Marlon Brando (15 de Agosto); e o escritor Joo Pedro Bnard dedica a sua escolha ao extraordinrio A Regra do Jogo, de Jean Renoir (29 de Agosto). A filha de Mrio Dionsio, Eduarda Dionsio, tambm escritora, nomeou para o ciclo Jonas que ter 25 anos no ano 2000, uma das obras mais aclamadas do suo Alain Tanner, autor do lisboeta A Cidade Branca (22 de Agosto).

    No ltimo ms dos Filmes das Nossas Vidas, a programao volta a apostar num aliciante ecletismo. Do clssico do cinema de aco Bullit, de Peter Yates, com Steve McQueen (escolha do editor Joo Rodrigues; 5 de Setembro) ao premiado O Homem Sem Passado, do finlands Aki Kaurismaki (escolhido pelo realizador Manuel Mozos; 26 de Setembro), pelo Largo da Achada vo passar dois documentrios raros: Gente ao Domingo, de Robert Siodmak, realizado na Alemanha em finais dos anos 20 do sculo passado (escolha de Miguel Castro Caldas; 12 de Setembro), e Outro Pas, a primeira obra de Srgio Trfaut (uma escolha do jornalista Antnio Loja Neves; 19 de Setembro).Frederico Bernardino

    Ciclo de Cinema ao ar livreFilmes das Nossas Vidas

    Largo da Achada

    Segundas | 21h30

    At 26 de Setembro

    Entrada livre

    Jonas que ter 25 anos no ano 2000

  • pgina 6eexposies

    Dez histrias de dez pessoas a quem a vida nem sempre sorriu, mas que conseguiram mudar e encontrar foras para seguir em frente, so apresentadas em 2 FACES, uma exposio que junta fotografia e desenho, num resultado surpreendente.Com o objectivo de retratar a capacidade de mudana inerente ao ser humano, a mostra explora o conceito ter duas caras, por um lado associado desconfiana, mas que tambm pode ser interpretado como sinal de renovao, com a aprendizagem passada a ser determinante para a construo de um futuro diferente.

    As fotografias, que representam o presente, so da autoria de Lus Mileu, co-autor do projecto com Ricardo Henriques, numa parceria com a revista CAIS, enquanto as ilustraes (o passado) ficaram a cargo dos portugueses Afonso Cruz, Jos Carlos Mendes, Nuno Saraiva, Pedro Carmo, Pedro Gonalves, Pedro Zamith e Rui Morais, dos espanhis Antnia Santolaya e Enrique Flores e do pintor Ricardo Paula.

    Este projecto pro bono, pensado ao longo de 2010, Ano Europeu do Combate Pobreza e Excluso Social, complementado com um site interactivo onde se podem encontrar informaes sobre os artistas, mas tambm sobre as vidas de Lus, Josinda, Mrio, Anabela, Amlcar, Ilda, Jos, Antnio, Manuel e Maria, os grandes protagonistas de 2 FACES.Sara Ferreira

    2 FACES

    Cinema So Jorge

    At 31 de Julho

    www.projecto2faces.com

    DAR A OUTRA FACE

  • Say SomethingProd. A Vara

    Associao dos Amigos dos Castelos

    Rua Barros Queirs, 20

    At 24 de JulhoQuinta a Domingo | 21h30

    Sesso de Noites no Teatro21 de Julho

    Gratuito para estudantes marcao prvia telf: 218 170 600

    O primeiro encontro ponto de partida para dois actores re-criarem histrias de amor e desamores inspiradas em situaes to pouco ficcionais que, qualquer semelhan-a com nomes, tipos ou episdios da vida real, no so mera coincidncia. A garantia dada por Margarida Bara-ta, co-autora dos textos e encenado-ra de Say Something, um espectculo multimdia concebido especialmente para noites de Vero, que decorre nos ptios interiores, salas e recantos de um velho edifcio pombalino da Rua Barros Queiroz, na Baixa, onde se en-contra sediada a Associao dos Ami-gos dos Castelos.

    Das estratgias de seduo moda antiga, onde os namorados se en-contram janela e trocam palavras e olhares, procura do amor via inter-net, atravs dos chats e redes sociais, Say Something consagra, segundo a

    encenadora, cada encontro como o incio de um novo ciclo, que mui-tas das vezes termina onde e quando comeou. Para isso, e para alm dos episdios protagonizados pelos acto-res Andr Albuquerque e Margarida Bento, o espectculo integra registos em vdeo onde algumas personalida-des, como Ruy de Carvalho, narram os seus primeiros encontros, e como estes foram capazes de alterar para sempre as suas vidas.

    Say Something uma produo de A Vara Teatro, uma jovem companhia formada por artistas profissionais que, desde 2007, aposta na divulga-o de novas dramaturgias e na for-mao de pblicos para as artes cni-cas. Ao apoiar-se no cenrio natural de um edifcio que obrigatrio (re) descobrir, a pea prope ao pblico um momento de identificao e inti-midade, quebrando as regras do tea-tro convencional. Frederico Bernardino

    pgina 7tteatroENCONTROS AO LUAR

    H

    umbe

    rto

    Mou

    co

  • pgina 8mmsica

    Purga

    Encenao de Joo Loureno

    Teatro Aberto

    Quarta a sbado | 21h30Domingo | 16h

    At 31 de Julho

    Com uma vista privilegiada sobre o Tejo, o jar-dim do Museu Nacional de Arte Antiga (MNAA) recebe a segunda edio de Noites do Atlnti-co, uma iniciativa organizada conjuntamente com a Casa da Amrica Latina que convida a assistir a concertos de inspirao latina. Os espectculos tm incio s 22h30 mas, antes disso, o restaurante do MNAA prope jantares temticos nos dias de espectculo.

    A primeira noite, 21 de Julho, ser da responsa-bilidade dos Esprito Nativo, grupo multicultu-ral cuja msica, de cariz popular e tradicional, atravessa o continente latino-americano. Das chacareras e zambas argentinas, aos huayos das comunidades andinas ou s cmbias da Colmbia, do repertrio fazem parte temas de autores como Silvio Rodriguez, Violeta Parra e Mercedes Sosa. Aos Esprito Nativo junta-se ainda o msico portugus Lus Represas, pro-porcionando o encontro entre os dois lados do Atlntico.

    As Noites do Atlntico prosseguem em Agosto com Ekundayo Band, grupo que prope uma fuso entre o jazz contemporneo norte-ame-ricano e a rtmica afro-cubana; e em Setembro com os Couple Coffee, banda liderada pela bra-sileira Luanda Cozetti que lanou recentemen-te o seu quarto lbum, o primeiro de originais. Sara Ferreira

    NOITES DO ATLNTICO

    Esprito Nativo + Lus