lisboa cultural 214

Download Lisboa Cultural 214

Post on 18-Mar-2016

218 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

FESTAS DE LISBOA: a abertura das festas na Baixa; evocação de Fernando Maurício na Festa do Fado; Agenda da Semana | TRIBUTO A BANDAS (música) | SONHO DE UMA NOITE DE VERÃO (teatro) | JORGE MOLDER: EXERCÍCIOS DE ARREFECIMENTO (exposições)

TRANSCRIPT

  • Em destaque | Festas de Lisboa | Pg. 3

    Agenda das Festas | Pg. 6

    Msica | Tribute Bands Festival | Pg. 7

    Teatro | Sonho de uma Noite de Vero | Pg. 8

    Exposies | Exercicios de Arrefecimento | Pg. 9

    Curtas | Pg. 10

    Em Agenda | Pg. 11

    Edio: CML | Direco Municipal de

    Cultura | Diviso de Programao e

    Divulgao Cultural

    Editor: Frederico Bernardino

    Redaco: Sara Ferreira, Susy Silva

    Design Grfico e Paginao: Rute Figueira

    Contactos: Rua Manuel Marques, 4F,

    Edifcio Utreque - Parque Europa,

    1750-171 Lisboa | Tel. 218 170 600

    lisboa.cultural@cm-lisboa.pt

    Siga-nos emhttp://twitter.com/lisboa_cultural

    http://www.facebook.com/lisboaculturalhttp://itematicoslisboa.blogspot.com

    30 de MAIO a 5 de JUNHO de11 #214

    Ficha

    tcn

    ica

    ndice

  • pgina 3

    Junho anuncia o vero; cheira a manjerico e sardinha assada. H arraiais e marchas populares; os bailaricos entregam sons e cores s ruas e vielas dos bairros tpicos. Nos elctricos, no metro ou num autocarro faz-se teatro e ouve-se jazz. Canta-se o fado nas colinas que se debruam sobre o Tejo. Outras artes transformam o espao pblico num palco imenso. E, at nos mercados os paladares esto mais vivos e presentes. Eis uma cidade que se recria e reinventa seja bem-vindo s Festas de Lisboa.

    BEM-VINDO S FESTAS DE LISBOA

    ddestaque

  • Chegam de Espanha e da Argentina, e chamam-se Compaia Puja. Trazem um espectculo de teatro areo inspirado no universo literrio de Lewis Carrol, nomeadamente em Alice no Pas das Maravilhas e Alice do outro lado do espelho. Preparam-se para integrar esse mundo de magia e mistrio no Terreiro do Pao, com acrobatas, actores, msicos

    e bailarinos. Depois h a msica, a imagem e o domnio dos ares com arrojadas coreografias. O espectculo chama-se Do Do Land, passou pelos principais festivais de teatro e dana europeus e tem honras de abertura da edio deste ano das Festas de Lisboa.

    A noite continua ao longo da Rua do Ouro com um dos mais famosos grupos de percusso italianos, os Dadadang Percussion Group. Depois de terem percorrido

    a Europa com os alucinantes ritmos sonoros e visuais das suas performances, os Dadang trazem a Lisboa Parata, Fase IV, um itinerrio musical e visual onde as mscaras tm um importante papel cenogrfico.

    Para encerrar o espectculo, Donato Sartori projectou uma teia suspensa que vai cobrir toda a Praa D. Pedro V, vulgarmente conhecida por Rossio. Esta inesperada mscara urbana ter como pano de fundo a actuao de performers e a msica dos franceses Les Balayeurs du Dsert, uma banda de cosmo pop que projecta o conceito de electrnica para l de qualquer tipo de conveno, introduzindo coros, acordeo ou harmnica nas suas composies.Frederico Bernardino

    AS FESTAScOMEAM NA BAIxA

    pgina 4ddestaque

    Espectculo de Abertura

    1 de Junho

    Terreiro do Pao Rua do Ouro Rossio

    21h30

    Entrada livre

  • pgina 5ddestaqueVAMOS AOS FADOS

    O fado, a cano de Lisboa por excelncia, tem nesta edio das Festas um destaque ainda mais especial, decorrente da Candida-tura do Fado a Patrimnio Imaterial da Hu-manidade. Para alm da j tradicional Festa

    do Fado no Castelo de So Jorge, a programao alarga-se esplanada do Museu do Fado, ao Cinema So Jorge, Igreja do Sacramento, ao Chapit e Fbrica do Brao de Prata. Este ano, surge tambm uma formao musical residente em todos os espectculos, os Fado Lisboa Ensemble, uma orquestra a cargo de Denys Stetsenko, com arranjos de Pe-dro Jia, Tiago Machado, Ricardo Cruz e Tiago Derria.

    A Festa do Fado comea no prximo dia 2, no Cinema So Jorge, com a exibio do filme de Diogo Varela Silva, Fer-nando Maurcio O Rei sem Coroa. Nesta evocao quele que foi um dos maiores fadistas da sua gerao, Varela Silva procura possibilitar o estudo e o entendimento da verda-deira importncia que Fernando Maurcio teve para a can-o de Lisboa, propondo um percurso pela vida e carreira do fadista, desde a Rua do Capelo, onde ele nasceu e a Severa viveu, at ltima casa de fados onde cantou, Os Ferreiras.

    No Castelo, sobre a cidade e o Tejo, as duas primeiras noites da Festa so preenchidas com Ana Moura (dia 3) e Raquel Tavares (dia 4). Na esplanada do Museu do Fado, a promis-sora Vanessa Alves apresenta o seu fado definitivamente clssico, no dia 5, pelas 19 horas, num espectculo com entrada livre.Frederico Bernardino

    Fernando Mauricio - O Rei sem Coroa

  • ANDAR EM FESTA

    Jazz s OnzeOs ascensores da cidade so palco para pequenos concertos de jazz.2 a 8 de Junho Ascensor do Lavra (dia 2, s 11h) Ascensor da Glria (dia 3, s 23h)Ascensor da Bica (dia 4, s 23h)Ascensor de Santa Justa (dia 5, s 11h)

    Fado nos ElctricosO elctrico 28 transporta o fado pelas colinas de Lisboa, do Martim Moniz aos Prazeres, passando pela Graa, Alfama, Bica e Bairro Alto.2 a 8 de Junho16h | 19h

    Micro BailesOs mais populares bailes mveis do mundo s poderiam mesmo acontecer por entre os largos e as ruas de Lisboa. Do Largo da Rosa s Escadinhas da Sade3 de Junho |19h30 s 21h30

    ARTES DO ESPEcTcULO

    Citt della PieveA histria e o folclore de Citt della Pieve, provncia de Perugia, em Itlia, representados por 12 sbandieratori que recriam a poca renascentista.Castelo de So Jorge3 de Junho | 12h30

    Ulysses SyndromeUma homenagem Odisseia, de Homero, pelos Soundwalk, numa performance nica que junta sound composition em tempo real o vdeo.Palcio Belmonte3 de Junho | 24h s 03h

    TEJO EM FESTA

    Regata Trofu EPALPadro dos Descobrimentos4 de Junho | a partir das 14h

    Corrida de Santo AntnioA partir da Praa do Comrcio4 de Junho | 18h

    MARcHAS POPULARES

    Desfiles de Marchas Populares de Lisboa Pavilho Atlntico3 a 5 de Junho | 21h30

    ExPOSIES

    Antnio Santo dArteArte da Terra1 a 30 de Junho

    A sardinha minha! 300 propostas para as Festas de LisboaFundao Millennium BCP NARC Rua Augusta3 a 30 de Junho

    Duas FacesCinema So Jorge1 a 30 de Junho

    Lisboa 2011 A Maior Exposio Fotogrfica do MundoVrios locais1 a 30 de Junho

    Sermo de Santo Antnio aos PeixesFachada da Ermida de Nossa Senhora da ConceioAt 21 de Agosto

    Programao integral em www.festasdelisboa.com

    pgina 6ddestaque

  • mMsicas como Who wants to live forever, November Rain ou Smoke on the Water, imortalizadas pelos Queen, Guns nRoses e Deep Purple, respectivamente, podem agora ser ouvidas no Tribute Bands Festi-

    val, iniciativa integrante das Festas de Lisboa11, que ter lugar no mtico Cinema So Jorge, nos dias 3, 4, 9, 10 e 11 de Junho.

    A abrir o festival, sobem ao palco os Xarutos@pontaps, a banda de tributo aos Xutos&Pontaps que, com mais de duas dezenas de concertos realizados por todo o pas, aproveita cada espectculo para contar a histria de uma das bandas de rock mais marcantes de Portugal, numa viagem que vai desde o primeiro trabalho dos Xutos, 78/82, at aos mais recentes, como O Mundo ao Contrrio.

    No mesmo dia, a partir das 23 horas, tempo de homenagear os Queen. Com cinco anos de existncia, os One Vision so a nica banda portuguesa de tributo quela que foi considerada por muitos como a uma das melhores bandas de rock de todos os tempos. Para esta noite especial, o grupo apresentar-se- em palco na companhia de alguns msicos convidados, um quarteto de cordas e um coro.

    No segundo dia do festival, ser a vez dos Boogie Brothers, nascidos da herana musical dos Blues Brothers. Pelo So Jorge vo ainda passar os Bang Bang Roses que, como o nome sugere, prestam tributo banda califi orniana Guns nRoses, os Pearl Band (Pearl Jam) e os Rock nRoad (Deep Purple).Sara Ferreira

    REcORDAR VIVER

    pgina 7

    msica

    Tribute Bands Festi val

    Cinema So Jorge

    3, 4, 9, 10 e 11 de Junho

    www.festasdelisboa.com

  • Se h comdia de enganos por excelncia, ainda mais quando envolve humanos com fadas, elfos e outras criaturas msticas, ela , com certeza, Sonho de uma Noite de Vero. Escrita por William Shakespeare h mais de quatrocentos anos, este Sonho mantm a magia e a frescura de sempre, garantido noites de

    vero bem passadas no Teatro do Bairro, onde o encenador Antnio Pires recupera o clssico para o dedicar aos actores eles que so os grandes protagonistas do teatro, aqueles que fazem magia para as outras.

    Tal como nas antigas companhias, e nestes tempos que parecem reservar ao sonho o nico consolo que nos resta, os actores so mais que prota-gonistas em palco. Quem for ao Teatro do Bairro vai encontrar os membros do elenco em acumulao de funes, ora vendendo bilhetes, ora servindo guas e cafs no bar, e at encaminhando o pblico para os seus lugares. Depois, dando azo economia de meios que pauta toda a direco artstica e encenao, serve-se este Sonho de uma Noite de Vero com as artes mgi-cas de um estimulante jogo de faz de conta onde, a exemplo, as flores so cubos de carto e a um actor poder vir a caber o papel de jumento!

    Sonho de Uma Noite de Vero a segunda produo do Teatro do Bairro, algo que, segundo Antnio Pires teria mesmo que acontecer pois no po-deria deixar de abenoar este novo teatro com um Shakespeare. A seguir, e recuperando as personagens e o elenco constitudo por Alexandra Rosa, Francisco Tavares, Graciano Dias, Joo Arajo, Joo Barbosa, Joo Cabral, Mrio Sousa, Rafael Fonseca, Rita Brutt, Sandra Santos e Solange Santos, estreia em Setembro Comdia de Desenganos, de Lusa Costa Gomes, uma sequela muito especial do Sonho.Frederico Bernardino

    pgina 8tteatrocOMDIA PARA NOITES DE VERO

    Sonho de uma Noite de Vero

    Enc. Antnio Pires

    Teatro do Bairro

    Quarta a Sbado 21h

    F

    ranc

    isco

    Lev

    ita

  • pgina 9 eexposiesExERccIOS DO cORPO

    Jorge Molder um fotgrafo portugus que co-meou a sua carreira na dcada de 1970,