latim - latim.docx

Download LATIM - LATIM.docx

Post on 28-Dec-2015

211 views

Category:

Documents

10 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

Lio 1 - Nominativo 1- Pode-se encontrar 6 elementos numa orao;2- Sujeito, adjunto adverbial, adjunto adnominal restritivo, objeto indireto, objeto direto e vocativo;3- o que, na orao, pratica a ao;4- Questionando o verbo, com as perguntas que ou quem;Napoleo ensina latim; o regente conduziu a orquestra; sequestrou Elpdio as ernias, Alcio encomendou livros diversos; saci algum jamais cruzou as pernas;a) A filosofia a cincia de todas as coisas;b) O fundamento da justia a f;c) O autor desse livro Pedro;d) De todas as coisas, a mais eficiente o bom humor;e) necessria a moderao;f) Nesse lugar foi encontrado um esqueleto;g) So caducas as riquezas;h) Nesse ano o rei morreu;

7- Em latim, as palavras podem desempenhar 6 funes;8- Caso a forma que a palavra toma, de acordo com sua funo na orao;9- Em latim existem 6 casos;10- Sim;11- Distinguem-se os casos em latim por suas terminaes nas palavras;12- Sim. Nominativo, acusativo, ablativo, vocativo;13- A palavra que exerce a funo de sujeito, em latim est no caso Nominativo;14- a de sujeito da orao;

15- a) O filho do vizinho estudou; b) O sol sempre ilumina a terra; c) A terra iluminada pelo sol; d) Nem sempre a lua ilumina a terra durante a noite; e) O sol tem luz prpria, ao passo que a lua no tem; f) A fontica constitui a primeira parte da gramtica; g) O nominativo indica o sujeito da orao; h) O sujeito de uma orao vai em latim para o caso nominativo; i) Procede mal o aluno que pretende acertar as respostas do questionrio sem antes ter estudado bem a lio.

Lio 2 - Vocativo, Genitivo 1- O segundo elemento que podemos encontrar numa orao o Vocativo;2- O vocativo serve de chamado a algum numa orao;3- Pode vir o vocativo no comeo, no meio ou no fim da frase;4- O vocativo h-de exigir sempre a vrgula;5- Rivaldo, sai desse lago; sai, Rivaldo, desse lago; sai desse lago, Rivaldo;6- Sim, pois que o vocativo necessariamente h-de se acompanhar de vrgulas.;7- O terceiro elemento que a orao pode apresentar o adjunto adnominal restritivo;8- O adjunto adnominal restritivo quase sempre encerra a idia de restrio e posse a um dado termo, diminuindo-lhe o alcance e especificando-lhe o contedo;9- A casa de Pedro foi pintada com o pincel de Carlos, e fica no alto do morro, no terreno de Paulo;10- Em portugus o adjunto adnominal restritivo acompanhar-se- sempre da preposio de;11- O adjunto adnominal restritivo, quando transposto ao latim, vai para o Genitivo;12- Traduz-se o genitivo latino em portugus como adjunto adnominal restritivo;13- a) Os soldados (nom.) defendem a ptria; b) Soldados (voc.), defendei a ptria; c) O menino (nom.) quebrou a perna; d) menino (voc.), no escreva dessa forma; e) Joo (voc.), seu mano (nom.) j voltou?; f) Seu mano Joo (nom.) j voltou?; g) Pedrinho (nom.) no vai ao cinema, Maria (voc.)?; h) Por que Maria (nom.) no quer brincar?; i) Por que, Maria (voc.), voc no quer brincar?; j) A casa (nom.) de meu amigo (gen.) vai ser desapropriada; k) Voc viu, maninho (voc.), como a lio (nom.) do professor (gen.) foi instrutiva?; l) Nem sempre as rvores (nom.) altas tm grande quantidade de galhos (gen.); m) Homem (voc.) de pouca f, por que deixou seus filhos sem a luz da cincia (gen.)?; n) Joo (voc.), que feito do anel de sua irmzinha (gen.)?Lio 3 - Dativo 1- Entende-se por complemento a frase que h-de suplementar o sentido do verbo, quando este no tem sentido completo em si;

2- No. Por que os h que no precisam de complemento, e outros h que precisam;

3- Verbo de predicao completa o que no necessita de complemento. Verbo intransitivo. Andar, correr, morrer, voar;

4- Existem quatro tipos de verbos de predicao incompleta. O primeiro o transitivo direto, cuja liga com o verbo no vem intermeado de preposio, ou seja, a ligao entre verbo e complemento d-se sem mediadores. Como exemplo disso, dar-se-o os seguintes exemplos: Joo ama Felcia; A batida quebrou o vaso; o sanatrio recebeu os pacientes. O segundo o transitivo indireto, cuja liga com o complemento deve ser intermediado de preposio obrigatoriamente, i. , a relao entre verbo e complemento d-se por meio de uma preposio. So exemplos disso: Rogrio obedeceu ao pai; Jesus perdoa ao pecador; Carlos assistiu ao filme. Terceiro exemplo de verbo de predicao incompleta, aquele chamado de verbo de ligao. O que o diferencia dos demais que o complemento de que necessita no conseqncia duma ao do sujeito da frase, mas to-somente uma descrio do estado ou qualidade desse mesmo sujeito. Exempli gratia: Pedro fiel, Pedro pedra, Semramis anda preocupada. Quarto e derradeiro exemplo so os verbos duplamente incompletos, aos quais no basta um complmento apenas, mas dois, um direto e outro indireto. So dessa graa: Joo ofereceu ao aluno o presente; o padre relatou o caso ao bispo; o poeta contou a histria ao povo.

5- Objeto direto (sem o auxlio de preposio); objeto indireto (com o auxlio de preposio); predicativo (complemento ao verbo de ligao);6- Sim, perfeitamente. Dativo de interesse. O presidente anda preocupado com o povo. 7- Predicativo. Porque em geral o complemento do verbo estar refere-se a uma qualidade do sujeito, e no ao efeito duma ao desse mesmo sujeito;8- Entende-se por regncia o estudo do tipo de complemento do verbo - se direto ou indireto - , e a preposio que h-de vir, caso seja o complemento de tipo indireto;9- Predicao completa verbos intransitivos (no necessitam de complemento); predicao incompleta verbos transitivos diretos (complemento sem preposio), indiretos (complementos com preposio) e de ligao (complementados com um predicativo); verbos duplamente incompletos (necessitam de um objeto direto e outro, indireto, para se complementar).10- O quarto elemento a aparecer numa orao o Objeto Indireto;11- o complemento somado ao verbo por meio de uma preposio;12- Em geral, sim. A e para;13- Assisti aos funerais do Papa; entregou o ladro para a polcia; Matias obedeceu ao mandamento, Pe. Antnio Vieira procedeu homilia e O ndio Cochise mandou a esposa de volta para a tenda;

14- Vai para o dativo;

15- Traduz-se pelo objeto indireto;

16- a) O sol (nom.) fornece luz a todos (dat.); b) O co (nom.) do vizinho (gen.) desobedeceu-me (dat.); c) Dei-lhe (dat.) peras em quantidade; d) Meninos (voc.), perdoai aos inimigos (dat.); e) Maria (nom.) e seu irmo (nom.) no nos (dat.) deram o prazer de visitar-nos.

Lio 4 - Ablativo 1- Objeto direto, objeto indireto, adjunto adnominal restritivo, adjunto adverbial e predicativo;

2- o complemento do verbo que o encarece, sem contudo ser-lhe necessrio, pois que o verbo prescinde dele;

3- No, pois que os objetos direto e indireto so requeridos para completar o sentido dos verbos a que se juntam;

4- A casa queimou rpido. Os bombeiros chegaram tarde. Os candelabros de prata derreteram completamente. Os donos assustaram-se muito. O seguro pagou de m vontade aos moradores ;

5- O mais das vezes, vai para o Ablativo;

6- o Acusativo;

7- o complemento do verbo que no necessita de preposio;

8- Joo ama Lcia; a polcia cercou o terreno; o advogado quebrou o contrato; as cercas vivas enfeitam o jardim; o relojoeiro consertou o pndulo; 9- Para o caso Acusativo;

10- a) Estvamos conversando na sala (adj adv lugar abl.), quando vimos, pelo buraco (adj adv lugar por onde abl. - cf. lio 92, nota 20) da fechadura (adj adn restr gen.) do quarto (adj adn restr gen.) fronteirio, um ladro (obj dir acus..) que, tendo fugido da priso (obj ind dat.), dirigiu-se a nossa casa com o intuito (adj adv modo abl.) de roubar nossas coisas (obj dir acus.); b) Orfeu (suj nom.) arrastou com o seu canto (adj adv meio abl.) as florestas (obj dir acus.) e as pedras (obj dir acus.); c) Vivendo com economia (adj adv modo abl.), Pedro (suj nom.) e Paulo (suj nom.) podem enviar dinheiro (obj dir acus.) para seus pais (obj ind dat.); d) Fugiu por descuido (adj adv modo abl.) do guarda (adj. adv. abl..); e) Pedro (suj nom.) feriu o irmo (obj dir acus.) com uma pedra (adj adv instr abl.); f) Os homens (suj nom.) livres do humanidade (obj ind dat.) conforto e satisfao (obj dir acus.); g) Os governos (suj nom.) discricionrios nenhuma garantia (obj dir acus.) oferecem ao cidado (obj ind dat.); h) No conquisto simpatia (obj dir acus.) com promessas (adj adv meio abl.) mas com fatos (adj adv meio abl.).

Lio 5 - Flexes 1- Flexo a propriedade que tem a palavra de variar ltima slaba;2- Substantivo, verbo, adjetivo e pronome;3- Entende-se por invarivel a palavra que se no flexiona;4- Desinncia a parte varivel da palavra; excetue-se aqui as razes dos verbos irregulares, que com serem - segundo o prof. Napoleo, na sua Gramtica Metdica - "verbos estragados" pelo muito uso, possuem variaes que no se contemplam nessa definio. A variao dessinncial se aplica a todos os verbos, j as variaes da irregularidade verbal ho de ser vistas caso a caso;

5- Tema a parte invarivel da palavra flexionvel;6- Fals-o, quadr-o, cardern-o, livr-o, feij-o, pedr-a;7- a variao que a palavra sofre na desinncia conforme a funo daquela na frase;8- Declinao o conjunto de flexes que o substantivo pode assumir; alm do substantivo, outras palavras podem se declinar, mas o estudante iniciante no se deve preocupar com isso por enquanto;9- No latim h 5 declinaes;10- Cada declinao se pode flexionar em doze flexes, seis singulares e seis plurais;11- declarar-lhe todas as formas assumidas nos diferentes casos, singulares e plurais;12- Nominativo, vocativo, genitivo, dativo, ablativo e acusativo;13- o gnero que no nem masculino nem feminino (nem um nem outro);14- Por meio da desinncia no genitivo singular;15- 1) lupus, lupi, 2 declinao, rad.: lup; 2) liber, libr-i, 2 declinao, rad.: libr; 3) dens, dent-is, 3 declinao, rad.: dent; 4) dies, di-ei, 5 declinao, rad.: di; 5) rex, reg-is, 3 declinao, rad.: reg; 6) cantus, cant-us, 4 declinao, rad.: cant; 7) nauta, naut-ae, 1 decli