proverdios latim

Download proverdios latim

Post on 26-Oct-2014

59 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

A

A capite ad calcem Da cabea aos ps A contrario sensu Em sentido contrrio A facto ad jus non datur consequentia No se d conseqncia do fato para o direito A fortiori Por mais forte razo A fronte Pela frente A inclusione unius ad exclusionem alterius Da incluso de um excluso de outro A latere Do lado ou ao lado A limine Desde o incio A mandato seu praecepto non est inchoandum No se deve comear do mandado ou do preceito Adoptio naturam imitatur A adoo imita a natureza Affinitas affinitatem non generat A afinidade no gera afinidade Aquila non captat muscas A guia no caa moscas Ars est celare artem A arte est em esconder a arte Ars longa, vita brevis A arte eterna, a vida breve Ab alio expectes, quod alteri feceris O que fizeres, encontrars

Alterius non sit qui suus esse potest Quem pode ser seu, sendo de outro sandeu Amicus Plato, sed magis amica veritas Amigo de Plato, porm mais amigo da verdade Arbor ex fructu cognoscitur A rvore se conhece pelos frutos Associat dives tumidos opulentia fastus De rico a soberbo no h palmo inteiro A barba stolide discunt tondere novelli Na barba do tolo aprende o barbeiro novo A bove majore discit arare minor O boi mais velho ensina o mais novo a arar A digito cognoscitur leo Pelo dedo se conhece o leo A fructibus eorum cognoscetis eos Pelos frutos se conhece a rvore A magnis maxima De grandes causas, grandes efeitos A se impetrare ut nom posse No se pode demandar contra si mesmo A teneris consuescere multum est De pequenino se torce o pepino Ab alio spectes alteri quod feceris Quem faz o mal, espere outro tal Ab auditione mala non timebit O homem honrado no teme murmrios Ab imo pectore Do fundo do meu corao Ab ungibus leo Pelo dedo se conhece o gigante Abbati, medico, potronoque intima pande Ao padre, mdico e advogado, falar a verdade Abditae causae causa oculta, motivo desconhecido

Absens absentis curator esse nequit Ausente no pode ser curador de ausente Absens heres non erit Nao h ausentes sem culpa nem presentes sem desculpa Absit qui mea manducat mecum et sua secum Arrenego do amigo que come o meu comigo e o seu consigo Absque argento omnia vana Sem dinheiro, tudo vo Absque vado fluvius, nec stat sine pelice proles Em longa gerao, h conde e ladro Abundans cautela non nocet Cautela em excesso no faz mal a ningum Abusus non est usus, sed corruptela Abuso no uso, mas corruptela Abusus non tollit usum O abuso no tolhe o uso Abyssus abyssum invocat Um abismo atrai o outro Accepto damno januam claudere Fechar a porta depois de arrombada Accipe quod tuum, alterique da suum Aceita o que teu e d o alheio a seu dono Accipere quam facere praetat injuriam Antes sofrer o mal que faz-lo Accipere, quam facere, praestat injuria Antes sofrer injria, que pratic-la Accipiat felis quae vellent rodere mures Se h de se dar ao rato, d-se ao gato Acum in meta foeni quaerere Procurar agulha em palheiro Ad arbitrium Vontade de outrem Ad astra et ultra At os astros e alm

Ad cautelam Por precauo Ad commodum suum quisquis callidus est Cada qual acode onde mais lhe di Ad commodum suum quisquis callidus est Cada qual sabe onde o sapato lhe aperta Ad concilium ne accesseris antequam vocaris Ningum se meta onde no chamado Ad impossibilia nemo tenetur Ningum obrigado a fazer o impossvel Ad praesesn ova cras pullis sunt meliora Mais vale um ovo hoje que uma galinha amanh Adde parum parvo magnus acervo erit De gro em gro, a galinha enche o papo Adhuc sub judice lis est No julgar apressado, esperar o fim Judices nascuntur, Advocaci fiunt Juzes nascem, Advogados fazem-se Aegroto dum anima est, spes est Enquanto o doente respira, h esperana Aequalis aequalem delectat Igual com igual se apraz Aequiparat factum nobile velle bonum A boa vontade supre a obra Aequitas praeferitur rigore prefervel a eqidade ao rigor Aes debitorum leve, grave inimicum facit Pequenas dvidas fazem grandes inimigos Aes formae speculum est, vinum mentis No espelho, v-se o rosto; no vinho, o entendimento Aes sunt quod aliis nobis debentur Crdito o que os outros nos devem Aetas mala merx mala terga Velhice e mercadoria ruim levam-se s costas

Aetatem habet, ipse sibi consulte expertus A boi velho no busques abrigo Affinem nullum dives avarus habet O avarento rico no tem parente nem amigo Afflicto non est addenda afflictio No se aumenta a aflio do aflito Agentes et consentientes pari poena puniuntur To bom o ladro como o consentidor Agere non loqui Agir, no falar Alea jacta est A sorte est lanada (Jlio Csar, s margens do Rubico) Alea turpis mediocribus O jogo s desonroso para o pobre Aliena vitia in oculis habemus, a tergo nostra sunt No v a trave que tem no olho e v um argueiro no do vizinho Alieni appetens, sui profusus vido do alheio, prdigo do prprio Alii sementem faciunt; alii metent Uns plantam, outros colhem Aliquando bonus dormitat Homerus De vez em quando, o bom Homero cochila Aliquis non debet esse judex in propria causa No se deve ser juiz de causa prpria Aliud alic vitio est Cada qual tem seu defeito Aliud est facere, aliud est dicere Do dizer ao fazer vai muita diferena Aliud in ore, aliud in corde O corao sente e a boca mente Alium silere quod voles, primum sile Cala primeiro o que queres que os outros calem Allegatio sine probatione veluti campana sine pistillo est Alegao sem prova como sino sem badalo

Allia quando terunt retinent mortaria gustum O pilo conserva o odor do alho socado Allia quando terunt, retinent mortaria gusta Cada cuba cheira ao vinho que tem Alta a longe cognoscit De longe, v-se o alto Alteri ne facias quod tibi fieri non vis No faas aos outros o que no queres que te faam Alterius festum solum invitatus adibis A boda ou a batizado no vs sem ser convidado Amandi, nec multi, nec nulli Amigos, nem muitos, nem nenhum Amantium ira redintegratio amoris est Arrufos de namorados so amores renovados Amantium irae amores integratio sunt Brigas de namorados, amores renovados Amat victoria curam A vitria ama a cautela Amici, ad qui venisti? Amigo, a que vieste? Amicitia tibe iunge pares Escolhe os amigos entre os teus iguais Amicitia vera similis est consanguinitati proximiori Amigo velho parente Amicus certus in re incerta cernitur Amigo certo conhece-se na hora incerta Amor amore compensatur Amor com amor se paga Amor caecus O amor cego Amor et potestas impaciens consortis O amor e o poder no querem scios Amor tussisque non celantur O amor e a tosse no podem ser escondidos

Amor vincit omnia O amor tudo vence Amplius juvat virtus, quam multitudo Mais vale a qualidade que a quantidade Anceps fortuna belli A sorte da guerra incerta Annosa vulpes non capitur laqueo Raposa velha no cai em armadilha Annosum vinum, socius vetus et vetus aurum Vinho velho, amigo velho e ouro velho Ante mortem ne laudes hominem quemquam Antes da morte, no louves a ningum Antequam noveris, a laudando et vituperando abstine Antes que conheas, no louves nem ofendas Antiquus pullum scandere novit eques Para cavalo novo, cavaleiro velho Anulus aureus in nare suilla Anel de ouro no para focinho de porco Arbor bona fructus bonos facit A boa rvore d bons frutos Arbor ex frutcu cognoscitur Pelo fruto se conhece a rvore Arbore de dulci dulcia poma cadunt De boa rvore, bom fruto Arcus tensus saepius rompitur Corda puxada se quebra Ars portus miseriae O trabalho o abrigo contra a pobreza Asinus asino et sus sui pulcher est Coruja no acha os filhos feios Aspiciunt oculi duo lumina clarius uno Dois olhos vem mais que um Auctor opus laudat O autor louva sua obra

Audacem reddit felis absentia murem A ausncia do gato torna ousado o rato Audaces fortuna juvat, timidosque repellit Ao homem ousado, a fortuna estende a mo Audies bene ab hominibus et tuto vivas Ganha fama e deita-te na cama Auribus frequentius quam lingua utere Ver, ouvir e calar Auro loquente, nihil pollet quaevis oratio Onde o ouro fala, tudo cala Auspiciunt oculi duo lumina clarius uno Quatro olhos vem mais do que dois Aut non tentaris, aut perfice Para no acabar, melhor no comear Avarum irritat, non satiat pecunia O dinheiro excita, mas no sacia o avarento Avidum sua saepe deludit aviditas O vido se ilude pela prpria avidez Avis rara Uma pessoa ou coisa rara e nica, incomum, excepcional. Plural: rarae aves. Significado latino: ave rara.

B

Barba non facit philosophum A barba no faz o filsofo Bellum dulce inexpertis Bem parece a guerra a quem no vai nela Balbus balbum intellegit Um gago entende o outro Beati monoculi in terra caecorum Em terra de cegos, quem tem um olho rei

Bene imperat qui bene paruit aliquando Bem sabe mandar, quem soube obedecer Bestia bestiam novit Um ruim reconhece outro Bis anno vestiri si vis, vilem indue pannum Quem se veste de ruim, veste-se duas vezes no ano Bis dat qui cito dat D duas vezes quem d depressa Bis dat qui cito dat Quem cedo d, d duas vezes Bis gratum quod ultro offertur Mais vale um toma que dois te darei Bis tergendus erit qui male sputa jacit Quem mal cospe, duas vezes se alimpa Boni pastoris est tondere pecus, non deglubere O bom pastor deve tosquiar, e no esfolar o seu rebanho Bonis nocet qui malis parcet Quem poupa os maus, prejudica os bons Bonis nocet qui malis parcit Perdoar ao mau dizer-lhe que o seja Bonum erat si non natus non fuisset homo ille Melhor seria se no tivesse nascido Bonum vinum laetificat cor hominis O bom vinho alegra o corao do homem Bonus pastor animam suam dat pro ovibus suis O bom pastor d sua vida por suas ovelhas Bonus rumor alterum est patrimonium Ganha fama e deita-te na cama

C

Carpe diem Aproveite o dia Carpe Noctem Aproveite a noite Carpe Omnium Aproveite tudo Causa mortis O fato que levou o indivduo a falecer (Causa da morte). Cedit oneri fortuna suo A fortuna cede ao seu prprio peso. Conjugium satis est juvenem dominare ferocem Casars e amansars Crescit in egregios parva juventa viros Dos meninos se fazem os homens Callidus est latro qui tollit furta latroni Ladro que furta a ladro tem cem ano