ORÇAMENTO PÚBLICO 2ª Parte

Download ORÇAMENTO PÚBLICO 2ª Parte

Post on 18-Mar-2016

45 views

Category:

Documents

0 download

DESCRIPTION

Universidade Federal do Amazonas INSTRUMENTOS DE GESTO PARA A ORGANIZAO PBLICA Outubro de 2003 Carlos Leonardo Klein Barcelos (SOF). ORAMENTO PBLICO 2 Parte. Tpicos. Instrumentos constitucionais de planejamento e oramento (LDO e LOA); Reflexos da LRF; Princpios Oramentrios. - PowerPoint PPT Presentation

TRANSCRIPT

ORAMENTO PBLICO2 ParteUniversidade Federal do AmazonasINSTRUMENTOS DE GESTO PARA A ORGANIZAO PBLICAOutubro de 2003Carlos Leonardo Klein Barcelos (SOF)TpicosInstrumentos constitucionais de planejamento e oramento (LDO e LOA);Reflexos da LRF;Princpios Oramentrios. O oramento na CF/883 PrincpiosRecuperao das prerrogativas do legislativo em matria oramentria;Unificao oramentria; eFiscal+seguridade+investimento (estatais)Integrao entre plano e oramento;PPA+LDO+LOASFPO na CF/88Sistema Federal de Planejamento e Oramento (Prazos art.35, ADCT) PL PPA (4 meses antes do encerramento do primeiro exerccio financeiro (do mandato eletivo) e devolvido at o encerramento da SL);PLDO (8,5 meses antes do encerramento do exerccio financeiro e devolvido at o encerramento do 1 perodo da SL)PLOA (4 meses antes do encerramento do exerccio financeiro e devolvido at o encerramento da SL)LDO na CF/88Compreender: as metas e prioridades da administrao pblica;orientar a elaborao da lei oramentria anual; dispor sobre as alteraes na legislao tributria; eestabelecer a poltica de aplicao das agncias financeiras oficiais de fomento.(Fonte: Constituio Federal Art. 165, 2)LDO na LC 101Dispor sobre:equilbrio entre receitas e despesas;critrios e forma de limitao de empenho e movimentao financeira, a ser efetivada nas hipteses previstas no art. 9 e no art. 31;normas relativas ao controle de custos e avaliao dos resultados dos programas financiados com recursos dos oramentos;demais condies e exigncias para transferncias de recursos a entidades pblicas e privadas;(Fonte: Lei Complementar n 101, de 2000)PLDO na LC 101Ser integrado por:Anexo de Metas Fiscaisem que sero estabelecidasmetas anuais, (em valores correntes e constantes), relativas a receitas, despesas,resultados nominal e primrio emontante da dvida pblica, para o exerccio a que se referirem e para os dois seguintes.(Fonte: Lei Complementar n 101, de 2000)PLDO na LC 101O Anexo de Metas Fiscais conter, ainda:avaliao do cumprimento das metas relativas ao ano anterior;demonstrativo das metas anuais, instrudo com memria e metodologia de clculo que justifiquem os resultados pretendidos, comparando-as com as fixadas nos trs exerccios anteriores;evoluo do patrimnio lquido, tambm nos ltimos trs exerccios, destacando a origem e a aplicao dos recursos obtidos com a alienao de ativos;(Fonte: Lei Complementar n 101, de 2000)PLDO na LC 101O Anexo de Metas Fiscais conter, ainda:avaliao da situao financeira e atuarial: a) dos regimes geral de previdncia social e prprio dos servidores pblicos e do Fundo de Amparo ao Trabalhador; b) dos demais fundos pblicos e programas estatais de natureza atuarial;demonstrativo da estimativa e compensao da renncia de receita e da margem de expanso das despesas obrigatrias de carter continuado.(Fonte: Lei Complementar n 101, de 2000)PLDO na LC 101Ser integrada por:Anexo de Riscos Fiscaisonde sero avaliados ospassivos contingentes e outros riscos capazes de afetar as contas pblicas, informando as providncias a serem tomadas, caso se concretizem.(Fonte: Lei Complementar n 101, de 2000)PLDO na LC 101O projeto de lei de diretrizes oramentrias ser encaminhado at oito meses e meio antes do encerramento do exerccio financeiro e devolvido para sano at o encerramento do primeiro perodo da sesso legislativa.(Fonte: ADCT Art. 35, 2, II)LOA na CF/88Oramento fiscalOramento da seguridade socialOramento de investimento das empresas estataisCiclo ampliado da LOAElaboraoApreciaoExecuoAvaliao/Reabertura 01/01/2003 01/09/2003 01/01/2004 31/12/2004 31/12/2005PLOA o instrumento de realizao das intenes governamentais, consignadas nos demais documentos do sistema oramentrio; enviado em forma de projeto ao Legislativo at 31/08 de cada ano, deve ser devolvido para sano at o final da seo legislativa;O projeto da LOA apresentar:Mensagem;Texto do projeto de lei;Quadros diversos da receita e da despesa distribudos por gos, funes, programas e outras classificaes;Estimativas da margem de expanso das despesas obrigatrias de carter continuado;Estimativa de contratao e concesso de benefcios de pessoal;Relao de obras com indcios de regularidades graves;Demonstrativo de compatibilidade da programao dos oramentos com o anexo de metas fiscais. Ciclo ampliado da LOAControle e avaliaoda execuooramentriaDiscusso, votaoe aprovao da leioramentriaElaborao da pro-posta oramentriaanual - LOAExecuooramentriaOutros balizadores normativosLRF (LC 101)Lei 4.320;Portaria Interministerial 163 (normas gerais de consolidao das contas pblicas);Decretos de compatibilizao entre a realizao da receita e a execuo da despesa;Portarias complementares como a que estabelece os procedimentos e prazos para os crditos adicionais.LRFPrincipais pontos:Ajustamento fiscalGastos com pessoal;Dvida pblica;Ciclo eleitoral;Metas fiscais;Mecanismos de compensao;Renncia fiscal;Transparncia e controle;Punies fiscais e institucionais.Princpio OramentriosClssicos ou Tradicionais:AnualidadeClarezaDiscriminaoExclusividadeNo afetao das receitasPrvia autorizaoPublicidadeUnidadeUniformidadeUniversalidadePrincpios OramentriosComplementares ou ModernosEquilbrioExatidoFlexibilidadeProgramaoRegionalizaoPrincpio OramentriosAnualidadeOrigem inglesaFundamento econmicoPrevises confiveisFundamento institucional (anterioridade)Controle prvio (Legislativo)(4.320) Art. 2 A Lei do Oramento conter a discriminao da receita e despesa ... obedecidos os princpios de unidade universalidade e anualidade.Princpio OramentriosClarezaEstruturaCategorias e elementos que facilitem a compreensoExpresso das polticasNo-hermticoComplementar publicidadeLDO e LRFPrincpio OramentriosDiscriminao (especificao)Funo controleDetalhamentoAutorizaes especficas (no-genricas)(4.320) Art. 5 A Lei de Oramento no consignar dotaes globais destinadas a atender indiferentemente a despesas de pessoal, material, servios de terceiros, transferncias ou quaisquer...(4.320) Art. 15. Na Lei de Oramento a discriminao da despesa far-se- no mnimo por elementos. CF/88 inc. vii, art. 167: So vedados... A concesso ou utilizao de crditos ilimitados.Princpio OramentriosExclusividadeNo conter matria estranha; previso da receita fixao da receitaCF/88 165 8. A lei oramentria anual no conter dispositivo estranho previso da receita e fixao da despesa, no se incluindo na proibio a autorizao para abertura de crditos suplementares e contratao de operaes de crdito, ainda que por antecipao de receita, nos termos da lei.Princpio OramentriosNo-Afetao das receitasSem carimboFlexibilidade na gesto do caixaCF/88 inc iv, 167... So vedados IV - a vinculao de receita de impostos a rgo, fundo ou despesa, ressalvadas a repartio do produto da arrecadao dos impostos a que se referem os arts. 158 e 159, a destinao de recursos para manuteno e desenvolvimento do ensino, como determinado pelo art. 212, e a prestao de garantias s operaes de crdito por antecipao de receita, previstas no art. 165, 8.;Princpio OramentriosPrvia autorizaoPrecedida de prvia autorizao legislativa;Desde a Magna Carta (1215) e Bill of Rigts (1688)CF/88: 150 vedado...exigir ou aumentar tributo sem lei que o estabelea.Pelo lado da despesa o art. 167 deixa clara a proibio de gastos pblico sem prvia autorizao legislativa.Mas, e os crditos extraordinrios?Princpio OramentriosPublicidadeValidade somente aps a publicao( princpio constitucional)UnidadeCada esfera, Poder e rgo deve obedecer a uma mesma poltica oramentria;Unicidade do caixaUnidade do documento(4.320) Art. 2 A Lei do Oramento conter a discriminao da receita e despesa ... obedecidos os princpios de unidade universalidade e anualidade.Oramento de investimento das empresas estatais?Princpio OramentriosUniformidade (consistncia)ComparabilidadeCondio de harmonizao (SH)Estrutura estvel ao longo dos exercciosUniversalidadeTodas as receitas e todas as despesasPelos seus valores brutos(4.320) Art. 6 Tdas as receitas e despesas constaro da Lei de Oramento pelos seus totais, vedadas quaisquer dedues.Princpio OramentriosEquilbrioNominal, primrio?ExatidoSuperestimativasSubestimativasLDOFlexibilidadeAROAbertura de crdito suplementar (LOA)Princpio OramentriosProgramaoCompatibilizao entre os instrumentosAnexo de metas e prioridadesRegionalizaoDetalhamento espacialComplementar clareza e especificaoLDO art. 8 1 o O Poder Executivo enviar ao Congresso Nacional os projetos de lei oramentria e de crditos adicionais... com sua despesa regionalizada e discriminada, no caso do projeto de lei oramentria, por elemento de despesa.LDO art. 4 inc.v Para efeito desta lei, entende-se por: subttulo, o menor nvel da categoria de programao, sendo utilizado, especialmente, para especificar a localizao fsica da ao;

Recommended

View more >