orçamento público: conceito e histórico - pucsp.br ?· orçamento público: conceito orçamento...

Download Orçamento público: conceito e histórico - pucsp.br ?· Orçamento público: conceito Orçamento público…

Post on 08-Nov-2018

212 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • Oramento pblico: conceito e histrico

  • Oramento pblico: conceitoOramento pblico o instrumento por excelncia de planejamento e execuo das finanas pblicas.

    composto de uma estimativa das receitas e fixao das despesas;

    AUTORIZA a realizao de gastos pblicos;

    No Brasil, coincide com o ano civil.

  • Oramento pblico: histricoInglaterra Planejamento da aplicao de recursos

    1787 Lei do Fundo Consolidado

    Parlamento ingls aprovava o pedido do governo de forma global, e no discutia a legitimidade de despesas ou tributos;

    A lei do fundo permitiu ao Parlamento Ingls discutir o destino dos recursos excedentes, o que nunca acontecia uma vez que a Coroa precisava de cada vez mais recursos

    1802 Relatrio detalhado de fianas

    1822 chanceler do errio passa a apresentar ao Parlamento uma exposio que fixava a receita e a despesa de cada exerccio. Nascimento do oramento pblico.

    Desde esse momento o Legislativo aprova as despesas propostas pelo executivo.

  • Oramento pblico no Brasil

    Revoluo de 1930 Getlio Vargas e a modernizao do aparelho do Estado

    1936: Criao do Departamento Administrativo do Servio Pblico (DASP)

    Concursos para acesso a cargos pblicos federais;

    Avaliao e aprimoramento dos servidores;

    Elaborao do oramento.

  • Ditadura Militar

    Lei 4.320/64 organizao das finanas pblicas. Incio do oramento-programa no Brasil

    Decreto-Lei 200/67 Administrao Indireta, consolida o oramento programa

    A partir de 1967: Oramento Programa

    Oramento pblico no Brasil

  • Oramento Programa

    Funo

    Programa

    Atividade Projeto

  • Constituio de 1988

    Descentralizao Poltico-Administrativa

    Sistema integrado PPA, LDO, LOA

    Consolidao do Oramento Programa

    Controle interno e externo (Auditoria/controladoria e TC)

    Emendas parlamentares

    Oramento pblico no Brasil

  • O sistema de planejamento e oramentoO oramento na Constituio de 1988 - Sistema integrado de

    planejamento e oramento, partindo de um plano de mdio prazo,

    atravs do Plano Plurianual - PPA, passando pela Lei de Diretrizes

    Oramentrias - LDO, pela Lei Oramentria Anual LOA e integrando-se

    aos sistemas de controle externo e interno.

  • Elaborao e aprovao do Programa de Metas, PPA, LDO e LOA

    Elaborao e aprovao

    No primeiro ano de mandato, o executivo envia ao legislativo (30 de setembro) o projeto de lei do PPA. O legislativo aprova at o final do ano.

    A LDO enviada at 15 de abril e aprovada at o final do semestre

    O projeto de LOA segue at 30 de setembro para legislativo

    Incentivo participao (audincias pblicas)

    O legislativo pode fazer emendas, com algumas restries (pessoal, servio da dvida etc.)

    Aprovado, o projeto segue para sano do chefe do executivo at o final do exerccio.

  • Plano Plurianual (PPA)O Plano Plurianual, com vigncia de quatro anos, deve ser apresentado no segundo semestre do primeiro ano de mandato dos chefes do poder executivo, e deve estabelecer os objetivos e as metas para despesas de capital e outras delas decorrentes, bem como para os programas de durao continuada.

    Plano para 4 anos com metas fsicas e financeiras

    Programas cruzam fronteiras organizacionais

    Despesas correntes e de capital

    Definio de prioridades governamentais

  • Lei de Diretrizes Oramentrias (LDO)

    CF/88: Definir metas e prioridades e orientar elaborao da LOA

    Alteraes na legislao tributria

    Poltica de aplicao das agncias financeiras de fomento

    LRF: Metas fiscais

    Margem de expanso das despesas de carter continuado

    Riscos fiscais

    Situao atuarial e financeira dos sistema previdencirios

  • Lei Oramentria Anual (LOA)A Lei Oramentria Anual (LOA), apresentada no segundo semestre de cada ano, estima a receita e fixa a despesa, compreendendo as administraes direta e indireta, atravs dos oramentos fiscal, da seguridade social e de investimento das empresas estatais.

    Previso da receita

    Fixao da despesa

    Autorizao para abertura de crditos suplementares

    Autorizao para contratao de operaes de crdito

  • Emendas parlamentares

    Desde 1988, o Poder Legislativo pode introduzir alteraes na proposta de Lei Oramentria enviada pelo Executivo.

    Emendas se converteram em um instrumento de barganha do Poder Executivo perante o Legislativo.

    Na esfera federal, a competncia para gerir as emendas parlamentares da Comisso Mista de Planos, Oramentos Pblicos e Fiscalizao CMO.

    Em 2017, as emendas parlamentares ao oramento federal somaram 9 bi, cerca de 1% do oramento da Seguridade Social da Unio.

  • Normatizao das Emendas ParlamentaresCF88, Art. 166:

    3 - As emendas ao projeto de lei do oramento anual ou aos projetos que o modifiquem somente podem ser aprovadas caso:

    I - sejam compatveis com o plano plurianual e com a lei de diretrizes oramentrias;

    II - indiquem os recursos necessrios, admitidos apenas os provenientes de anulao de despesa, excludas as que incidam sobre:a) dotaes para pessoal e seus encargos;b) servio da dvida;c) transferncias tributrias constitucionais para Estados, Municpios e Distrito Federal; ou

    III - sejam relacionadas:

    a) com a correo de erros ou omisses; oub) com os dispositivos do texto do projeto de lei.

  • Resoluo CN 01/2016 Estabelece regras para aprovao de emendas de remanejamento, de apropriao e de cancelamento.

    Regras e valores podem mudar de ano a ano. Negociaes polticas se refletem no Parecer Preliminar da comisso, que apresenta quais as fontes de recurso que podem ser indicadas nas emendas de apropriao (ex.: Reserva de Contingenciamento, reclculos de Receita, cancelamento de dotaes).

    Limites para apresentao de emendas de apropriao:

    - individuais (25 por deputado);

    - de Comisso (4 ou 8, dependendo da abrangncia);

    - Bancada Estadual (mnimo 15 e no mximo 20 emendas de apropriao, alm de 3 (trs) emendas de remanejamento.

  • EC 86/2015 Emendas individuais impositivas

    9 As emendas individuais ao projeto de lei oramentria sero aprovadas no limite de 1,2% (um inteiro e dois dcimos por cento) da receita corrente lquida prevista no projeto encaminhado pelo Poder Executivo, sendo que a metade deste percentual ser destinada a aes e servios pblicos de sade.

    10. A execuo do montante destinado a aes e servios pblicos de sade previsto no 9, inclusive custeio, ser computada para fins do cumprimento do inciso I do 2 do art. 198, vedada a destinao para pagamento de pessoal ou encargos sociais.

    11. obrigatria a execuo oramentria e financeira das programaes a que se refere o 9 deste artigo, em montante correspondente a 1,2% (um inteiro e dois dcimos por cento) da receita corrente lquida realizada no exerccio anterior, conforme os critrios para a execuo equitativa da programao definidos na lei complementar prevista no 9 do art. 165.

    12. As programaes oramentrias previstas no 9 deste artigo no sero de execuo obrigatria nos casos dos impedimentos de ordem tcnica.

  • Temas para debate Transparncia das emendas parlamentares (previso oramentria e execuo);

    Legitimidade de alocao de recursos por cada deputado individualmente;

    Autorizativas x Impositivas

    Emendas e o Teto dos Gastos (EC 95/2016)