o correio - ed 806

Download O Correio - Ed 806

Post on 12-Jul-2015

85 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Um jornal de verdade

TRANSCRIPT

A sade de sua criana merece a ateno de um especialistaDiretor Tcnico Mauro Srgio Fernandes da Silva CRM 8789 - Pediatra

Dr. Mauro Srgio Fernandes da SilvaCRM 8789 - Pediatra

Agora em novo endereo px. a Colnia de Pescadores Sala de Vacinas

Proteja-se: J recebemos vacina contra a gripe

Fone: 3646-2488Rua. Voluntrio Fermiano. 60 Laguna SC

O Senhor meu pastor, nada me faltar

LAGUNA/SC - ANO XVII - EDIO 806 - LAGUNA/SC 24/12/2011 - R$ 2,00

Operao Veraneio comeou na sexta-feiraComunidade reivindica segurana e coibio do abuso de som automotivoMais policiais nas ruas, viatura para o bairro, base policial na praa do Vila e coibio do abuso do som automotivo. Foi o resultado da reunio entre a associao de Moradores do Mar Grosso, vereador Eduardo Carneiro com o tenente-coronel da Polcia Militar de Laguna, Flvio Knaben. Nesta sexta-feira iniciou-se a operao veraneio em Laguna com o aumento do efetivo, mais homens e veculos nas ruas. Queremos ajuda da comunidade para denunciar e manter a segurana de todos, disse o Knaben. O tenente-coronel foi comunicado que uma reivindicao da associao e do vereador Eduardo Carneiro foi atendida pelo Governo Municipal com a colocao de placas proibindo som automotivo na orla do Mar Grosso. A sinalizao ir contribuir com a atuao da Polcia Militar. Foram cinco placas em locais, trecho entre Praa do Vila e Posto Salva Vida nmero 4, onde

Momento marcante das comemoraes natalinas deste ano, a apresentao do Coral Santo Antnio dos Anjos na praa Anita Garibaldi. Nota triste A no realizao do Desfile de Natal na sexta-feira que encerraria a programao de natalina de nossa cidade. A falta de um acordo entre comerciantes da Rua Gustavo Richard e a CDL originou uma reunio que foi realizada na Prefeitura Municipal, que mesmo no contando com representantes da Cmara de Dirigentes Lojistas de Laguna e ante uma srie de motivos defendidos pelos descontentes levou ao cancelamento do evento.

costumeiramente eram acionados sons automotivos a qualquer hora do dia, principalmente, nos finais de semana. Em novembro, a associao e o vereador estiveram reunidos com o prefeito solicitando as placas. O vereador Eduardo Carneiro salientou a importncia da proibio do abuso de som automotivo que vm incomodando veranistas e moradores h vrias temporadas. O vereador tambm destacou a falta de sinalizao adequada no trnsito da orla e do bairro. O tenente-coronel alertou que os abusos do som no municpio sero coibidos.

Um decibelimetro ser utilizado. O presidente da Associao de Moradores do Mar Grosso, Eduardo Duarte, aproveitou a oportunidade para agradecer a atuao da polcia militar no Moto Laguna. Uma forma, segundo ele, de qualificar cada vez mais o evento. O tenente-coronel divulgou aos presentes que atravs de um convnio entre a Secretaria de Segurana Pblica e Governo Municipal sero implantadas em Laguna cmeras de segurana, onde cinco devero ser instaladas no Mar Grosso. A expectativa incio do ano de 2012.

Vem a!O Projeto Brincando nas Frias tem o objetivo de oferecer ao pblico infantil, no perodo de recesso escolar, uma opo qualificada de lazer, que contemple atividades de carter ldico educativo, destinadas a promover a diverso e a contribuir para o desenvolvimento de habilidades e conhecimentos.

3646-5123 / 9129-5395

Sesc Laguna: 3646-0152

LAGUNA/SC 24/12/2011

O CORREIO P. 02

TEMPOS E VONTADESAtanazio Lameiraatanaziolameira@brturbo.com.br

Reinventando o Profissional

O varejo e a webQual o futuro das lojas fsicas, principalmente as de rua? Alguns especialistas defendem o modelo varejo de rua est em decadncia devido ao avano da internet, aumento do nmero de internautas e as lojas virtuais que crescem de forma assustadora. Sinceramente, no penso assim, concordo que parte da fatia do bolo foi literalmente comida pela e-comerce, mas isso uma ameaa natural de qualquer negcio. Algumas pesquisas mostram que 19% dos internautas no compram via internet por medo; um percentual em torno de 26% compra pouco em funo do receio de seus dados serem clonados ou copiados e utilizados de forma criminosa; uma outra parte no compra por ainda achar que a emoo da compra com vendedores preparados ainda algo muito legal. Maior desafio daqui para frente Claro que o varejo web cresce e no mais tendncia, realidade atual e de futuro. Mesmo assim, acredito firmemente que nunca a internet vai substituir 100% o profissional de vendas, no vai simplesmente acabar com o charme de irmos s lojas e sentir, tocar, ver produtos, sentir a emoo de entrar num carro por exemplo, sentir o cheirinho de novo, tocar no volante, ligar um som. Experimentar um tnis na loja bem diferente de comprar na loja virtual. No entanto, o desafio de encantar os clientes nas lojas de rua ou de shopping ser cada vez maior, pois est mais exigente, mais seguro, mais negociador, faz pesquisa sem sair de casa. Varia conforme o segmento Claro que devemos observar algumas lojas virtuais que so excelentes no atendimento padro web, entregam nos prazos, atendem reclamaes com velocidade e tm preos e condies especiais e competitivos. Mas mesmo assim continuo a acreditar que o e-comerce vai crescer, mas em alguns segmentos no ser mais forte que lojas de rua e shoppings.

O fogo amigo lendo Maquiavel Quando os amigos so mais perigosos do que os inimigos. No podemos cometer nenhum deslize. Qualquer passo em falso pode ser fatal. Os inimigos e seus expedientes so conhecidos, mas os AMIGOS costumam agir na calada da noite, aps uma conversa amistosa, com golpes no convencionais invariavelmente pelas costas. A estrela do xerife Numa cidade imaginria vivia um xerife, que no dava trgua aos fora da lei. A estrela no lado esquerdo do peito era muito bem representada, somando-se a dois revlveres na cintura. A populao lhe apoiava. E num curto espao de tempo, o aludido XERIFE conseguiu limpar a cidade daqueles malfeitores. O tempo do novo O ano vai se esvaindo como uma sangria desatada. Nele repensamos nossas vidas. O que fizemos e o que deixamos de fazer. Para o ANO NOVO por certo muitos planos. No queremos repetir os ERROS. Precisamos respirar o novo. No h mais tempo ele (o ano), est chegando ao final. J no muito longe avistamos o novo ano que promete alegrias, tristeza e tudo mais, que tivermos coragem de ousar e enfrentar neste novo recomeo. A democracia vale se repetimos frmulas Se pensarmos bem vivemos numa ditadura disfarada. Uma democracia digamos assim: de fachada. Quando denunciamos algo vem sempre uma tropa de choque querendo calar nossa boca. Se vivermos calados concordando com tudo no h problema, mas se cometemos o sacrilgio, de falar de algum, ou qualquer instituio somos tratados como bandidos e querem porque querem mudar nosso pensamento, achando que deveremos ficar no status quo sem tirar nem pr. Por isso meus amigos viver falando a verdade correr perigo de vida derrepente as pessoas se afastam com medo de qualquer represlia. Ficamos ss na iluso que a democracia nos abandonou. Vamos ouvir a voz das ruas Quando a gente viaja e nota que as cidades so bem cuidadas as ruas limpas as praias conservadas, vem a nossa mente certa inveja que aquilo tudo no poderia estar acontecendo em nossa Laguna. Por aqui tudo difcil se limpa a praia uma vez j acham que definitivo e ficam bravos, quando algum reclama. A questo da ponte, da Laranjeiras, que ningum sabe se sai do papel ou no. Quando o povo fala o administrador deve prestar a ateno, a fim de atend-lo, afinal ele o destinatrio de toda obra, todo planejamento de futuro. A espera do bom velhinho O bom velhinho no lhe visitou? No lhe deixou nenhum presente? Afinal o bom velhinho no se esquece de ningum. Qual a razo de voc ter ficado de fora, das visitas do bom velhinho? Ser que voc no aprendeu a lio de viver uma vida pautada na solidariedade? Ser que houve puro e simples esquecimento? Cabe-nos a reflexo ser que precisamos mudar o nosso modo de vida?Visite o meu: Blog: athanaziolameira.blogspot.com

Mello Jr - www.gmtreinamentos.com.br - mello@gmtreinamentos.com.br

Hora do cafezinhoPaulo Srgio Silva A Unisul entrou em recesso de final desde sextafeira, 23/12. As atividades da Universidade esto paralisadas em todos os campi e unidades at o dia 2 de janeiro de 2012. A partir de 3 de janeiro as atividades dos Campi de Tubaro e Grande Florianpolis e respectivas unidades sero retomadas com o horrio especial de vero, das 13 s 19 horas. Este horrio permanecer at 4 de fevereiro. As atividades do Campus da Unisul Virtual sero definidas por sua diretoria. Para os docentes da universidade, aptos concesso do benefcio, sero concedidas frias entre 23 de dezembro e 21 de janeiro. A Secretaria Regional de Laguna no estar atendendo nos dias 26, 27, 28, 29 e 30 de dezembro. O Governador do Estado de Santa Catarina, por meio do Decreto n 620, de 25 de outubro de 2011, define ponto facultativo nas Regionais. Somente as gerencias de Sade e Segurana Pblica, estaro de planto.

A Gerncia Regional de Educao manter planto para atendimento s escolas que esto recuperando dias de greve realizada durante o ano letivo de 2011, conforme orientao da Secretaria de Estado da Educao. O expediente volta ao normal no dia 02 de janeiro de 2012, no horrio das 13h s 19h. O Decreto define ainda que a carga horria suspensa ser compensada na frao de uma hora por dia. Farmcia Judicial far planto - A Secretria Regional de Laguna, informa aos pacientes que recebem remdio por ordem judicial que a Farmcia Judicial estar de planto nos dias 27 e 29 de dezembro , das 13:00 as !8:00 horas, na SDR, situada no Shopping Tordesilhas. Registramos e Agradecimentos Votos de boas festas: - Sebastio Honorato Tacko - GOVERNO DO ESTADO DE SANTA CATARINA atravs da SDR - LAGUNA; - Projeto Cine Mais Cultura Cineclube Laguna Gizely Cesconetto; - Ricarda Cristina de Bem Silva - Deputado Federal Pizzolatti - Lavolks Peas - Paulo Ro