caju.com - 2ª edição

Download CAJU.com - 2ª edição

Post on 29-Mar-2016

214 views

Category:

Documents

1 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Segunda edição da revista eletrônica do Colégio Estadual Francisco Antônio Vieira Caldas Júnior

TRANSCRIPT

  • CAJU.COM

    Revista Eletrnica do Colgio Estadual Francisco Antnio Vieira Caldas Jnior

    Porto Alegre, Setembro/Outubro de 2011

    Edio n 2 ANO 1

    A vida inteira as pessoas dizem que temos que estudar para ser "algum", ento

    passamos anos e anos de nossas vidas estudando, afinal realmente queremos ser algum. Mas

    alm de todos os anos de estudo e do nvel de dificuldade ir aumentando cada vez mais,

    quando achamos que tudo iria acabar e iramos nos livrar do estudo: boom! Temos o

    vestibular, para enfim entrarmos em uma faculdade.

    Mas se no bastasse s o fato de termos que estudar o dobro pra passar no vestibular,

    ainda temos que pensar (muito) em qual curso escolher. E se eu no gostar? E se eu mudar de

    ideia? E se eu no for bom nisso? E se eu tiver um pensamento totalmente diferente do curso?

    Essas so dvidas que passam (e vo passar) pela nossa cabea, foi por isso que criaram os

    testes vocacionais e, claro, as feiras de profisses. (Veja mais na pgina 7)

    3

    6

    11

    DESTAQUES

    O Tal Sarau do CAJU

    Biblioteca do Colgio

    Cajuzinho Divertido

    Feira de Profisses do CAJU

  • EDITORIALExpediente

    Reprteres

    Kamylla Lemos

    Lilian Mendes

    Lucas Melo

    Mariana Martins

    Matheus Klippel

    Paola Maya

    Pedro Bretos

    Virgnia Trindade

    Grupo PIBID - Letras

    Professora Alda Rosa

    Aline Schneider

    Bhia Tabert

    Jssica Vargas

    Tamires Prestes

    William Noal

    02CAJU.COM

    Estamos de volta com mais uma edio de nossa CAJU.COM! Muitas atividades aconteceram na escola durante esse tempo e, claro, no podemos deixar de

    compartilhar com todos vocs! Aqui vo encontrar notcias sobre a Feira de

    Profisses, esporte, msica, entre outros. Um destaque especial dessa edio

    so as entrevistas, tanto a profissionais de diversas reas, quanto a

    personalidades do CAJU. Alm disso, temos uma nova seo na CAJU.COM, que

    o CAJUZINHO DIVERTIDO, voltado para as crianas de nossa escola. Curiosos?

    O que est esperando? Vamos ler!

    Lembramos que a sua ajuda na elaborao da prxima edio da

    CAJU.COM essencial. Portanto, mande para revistacaju@yahoo.com.br seu

    desenho, poesia, recado, etc.

    DIA DOS PROFESSORES

    Homenagem aos nossos professores!

    Ao longo de nossa caminhada vocs guiaram nosso caminho, mostrando-nos a

    compreenso, a luta, a pacincia, a inteligncia e dedicao. Diante de seus

    exemplos, carregamos juntos na bagagem da vida os preciosos ensinamentos

    que construmos com todos vocs.

    Ser educador um ato de amor, de coragem! Parabns a todos os professores

    do CAJU!

    Nessa edio da revista

    voc ver trechos de

    canes da banda Legio

    Urbana, em homenagem

    aos 15 anos da morte de

    Renato Russo, vocalista e

    compositor.

    Aproveite para conhecer

    um pouco mais esse

    importante grupo de rock

    nacional!

  • 03

    O TAL SARAU DO CAJU

    A primeira edio do O TAL SARAU DO CAJU foi um sucesso! Todas

    as turmas do turno da manh participaram, juntamente com alguns

    alunos do turno da tarde. Esse momento pra l de especial ocorreu no

    salo da escola, no dia 27 de setembro. Alm de muita poesia, a msica

    e a dana foram destaque nas apresentaes dos alunos, que se empenharam para que nosso

    sarau fosse um momento cultural importante para nossa escola. Mas a histria no termina por

    aqui! Todos ficaram com gostinho de quero mais, no ? As fotos do O TAL SARAU DO CAJU

    esto postadas na fan Page da CAJU.COM no facebook: www.facebook.com/cajupontocom

    Gaudncio Sete Luas tem um

    canto de Saudade

    Atirei minha saudade

    L no fundo do riacho

    As guas foram gemendo

    Chorando ladeira abaixo

    Atirei minha saudade

    L no fogo da fogueira

    Quando o fogo virou cinza

    A saudade estava inteira

    Pra bem fugir da saudade

    Eu montei na ventania

    Corri mundo e a saudade

    Na garupa me seguia

    Luiz Coronel

    Horizontes

    H muito tempo que ando

    Nas ruas de um Porto no muito alegre

    Que no entanto, me traz encantos

    E um por de sol me traduz em versos

    De seguir livre muitos caminhos

    Arando terras, provando vinhos

    De ter ideias de liberdade

    De ver amor em todas idades

    Nasci chorando, Moinhos de Vento

    Subir no bonde, descer correndo

    A "Boa Funda" de goiabeira

    Jogar bolita e pular fogueira

    Sessenta e quatro, sessenta e seis

    Sessenta e oito, um mal tempo talvez

    Anos 70, no deu pra t

    E nos oitenta eu no vou me perder por

    ai...

    Flvio Bicca

  • 04

    CAJU.COM Entrevista

    Nossa reprter Lilian Mendes entrevistou Uma pessoa muito querida que cuida dos alunos da escola com todo

    amor e carinho. Sempre preocupada com o bem estar de todos, uma grande amiga do Caju. Uma pessoa

    difcil de encontrar e impossvel de esquecer: a Tia Mara.

    Lilian:

    L:

    L:

    L:

    L:

    L:

    L:

    L:

    Qual a melhor coisa de trabalhar no Caju?

    Divertimento que eu tenho com os alunos.

    Qual a melhor coisa que voc j viu no Caju?

    As macacadas das crianas (risos).

    Comida favorita?

    Carreteiro.

    Qual o seu maior defeito?

    Cuidar demais dos alunos.

    Qual a sua maior mania?

    No tenho.

    Como voc veio trabalhar aqui no Caju?

    Com a maior alegria. Vim fazer a matrcula do meu filho e a diretora me convidou para fazer trabalho

    voluntrio.

    O que voc faz nas horas vagas?

    Cuido da sade.

    Deixe um recado para ns, alunos.

    Juzo e respeito aos professores e aos pais de vocs.

    Tia Mara,

    tu s muito especial!

    Tia Mara:

    TM:

    TM:

    TM:

    TM:

    TM:

    TM:

    TM:

    preciso amar as pessoas como se no houvesse amanh.

    Porque se voc parar pra pensar na verdade no h...

    Pais e Filhos - Legio Urbana

  • 05

    CAJU.COM Entrevista

    Eles criam imagens fotogrficas de eventos, pessoas, locais, produtos, paisagens, objetos e outros temas, em

    branco e preto ou coloridas, utilizando cmeras fixas (de pelcula ou digitais) e diversos acessrios. Podem

    revelar e retocar negativos de filmes, tirar, ampliar e retocar cpias, criar efeitos grficos em imagens obtidas

    por processos digitais e reproduzi-las sobre papel ou outro suporte. Podem dirigir estdio fotogrfico ou loja

    de material de fotografia.

    No cenrio nacional houve uma exploso na ltima dcada de bandas de rock, o que fez crescer a demanda de

    fotgrafos. Alguns so praticamente o integrante extra da banda, que conquistaram o reconhecimento atravs

    de muito trabalho e hoje colhem timos frutos. Um exemplo disso tudo o fotgrafo Igor Dias, 19 anos,

    responsvel pelas imagens da banda Stevens, que falou um pouco sobre essa profisso para a reprter da

    revista CAJU.COM, Lilian Mendes:

    Lilian

    L:

    L:

    L:

    : Por que decidiu ser fotgrafo?

    Sempre gostei de arte, gostava de desenhar,

    mas no tive muita prtica, comecei a fotografar

    para expor o que eu no conseguia nos desenhos.

    Comecei com 14 pra 15 anos, hoje estou com

    quase 20.

    O que tem que fazer para ser fotgrafo?

    Eu sempre falo que pra ser fotgrafo voc tem

    que ter um crebro, ideias, um dedo e sentimentos.

    (Risos)

    Alm de fotografar a banda Stevens, voc

    fotografa outras bandas?

    Sim. Fao algumas outras bandas, como a banda

    Elephant, aqui de So Paulo, que est comeando a

    subir agora na cena.

    Qual maior dificuldade de um fotgrafo?

    Acho que no tem dificuldade, se voc estudar

    bastante, as dificuldades somem. (Risos) Ah no,

    tem sim... os seguranas de shows! (Risos)

    Igor:

    I:

    I:

    I:

    L: Q

    L:

    L:

    L:

    ual melhor parte de ser fotgrafo?

    A melhor parte so as pessoas admirando seu

    trabalho, falando bem das fotografias. ver um

    sorriso no rosto do cliente ou de qualquer outra

    pessoa que eu fotografe.

    O que voc diria pra algum que quer ser

    fotgrafo?

    Estude muito, estude sempre. A fotografia evolui a

    cada dia. E outra coisa, a fotografia no s apertar o

    disparador. Fotografia sentimento, matemtica,

    fsica, qumica, poesia, exige, SIM, estudo.

    Voc fez algum curso? Quanto tempo durou?

    Fiz Formao em Fotografia, na Escola

    Panamericana de Arte e Design, aqui em So Paulo.

    Durou 2 anos.

    Costuma fazer book fotogrfico?

    Fao alguns sim, mas ultimamente tenho feito mais

    fotos promocionais de bandas, fotos de shows e

    casamentos tambm.

    I:

    I:

    I:

    I:

  • 06

    CAJU.COM Entrevista em vdeo

    Na Feria de Profisses, ex-alunos da escola voltaram para dar uma palestra sobre seu trabalho e sobre

    como foi estudar no CAJU.

    Rodrigo Adams, reprter do Kzuka, que estudou na escola entre 1998 e 2001, nos contou um pouco sobre

    seu trabalho e como foi estudar na nossa escola, veja o vdeo na nossa pgina do Facebook:

    http://www.facebook.com/cajupontocom

    http://www.youtube.com/watch?v=Y2xQs583Je8

    Alm disso, em nossa Fan Page no Facebook, encontram-se outros vdeos feitos na feira pela reprter

    Carol (...). Neles ela conversa com diversos profissionais, como fotgrafo, bilogo e ator. Vale a pena

    conferir:

    Educadoras do primrio

    por Matheus Fernandes Klippel

    Alguns reprteres da revista eletrnica CAJU.COM

    conversaram com as professoras do primrio no dia da Feira de

    P