a cabanagem

Download A Cabanagem

Post on 13-Jun-2015

8.600 views

Category:

Documents

11 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

A Cabanagem e a criao da Provncia do Amazonas

Disciplina: Historia Equipe:Ivan ia Portela Jos Messias Margarida Pereira Maria do Carmo

AntecedentesO recrudescimento da explorao da forca de trabalho indgena e da perseguio armada, dotado atravs das sucessivas cartas regias, principalmente com a vinda da famlia real ao Brasil, teve implicaes ainda mais desastrosas no que diz respeito a demografia da regio. A situao em toda a provncia era de calamidade extrema. A populao pobre, fosse livre ou escrava, era enormemente explorada pelos fazendeiros, os quais tambm estavam insatisfeitos com o governo do Par face a crise econmica que se abatia sobre a regio.

Os cabanos e a configurao do movimentoOs cabanos abarcavam o variada conjunto formado por ndios aldeados e destribalizados (tapuios), os negros e os mestios submetidos a explorao absoluta e ao abandono completo. Insatisfeito, os cabanos uniram-se para por fim a toda essa situao imposta pelos brancos que governavam a provncia.Os fazendeiros tambm aderiram ao movimento para lutarem contra o governo central, pois eram impedidos de participarem da poltica local.

Os precursores e idelogos do movimentoA cabanagem era considerada com um movimento nativista popular de braos e armas, mas sem cabea, isto e ideologicamente inconsistente. Pois existiram dois grandes nomes marcados na historia que foram o cnego Batista Campos e o Jornalista Vicente Ferreira Lavor

A cabanagem: explode a revoltaNo ano de 1832, os cabanos comandados pelo cnego Batista Campos, conseguiram submeter o presidente da provncia, Machado de Oliveira.No ano de 1835, j com a morte de seu lder, Batista Campos os cabanos concentrados nos arredores da cidade, empreenderam o levante armado, tomando, na noite de 6 para 7 de janeiro de 1835, a capital, Belm, no dia da festa de So Tome.

O primeiro governo dos cabanos: Felix MalcherMalcher estava preso e os cabanos foram busc-lo na priso. Entretanto foi um equivoco entregar o comando das provncia, pois o mesmo, j estava decidido a abandonar o movimento, o que no o fez porque foi preso.Insatisfeitos com o governo opressor de Malcher os cabanos impuseram-lhe um triste e previsvel fim: a deposio e a execuo.

O segundo governo dos cabanos: Francisco Pedro vinagreTal como o governo anterior, uma vez no poder, Francisco Vinagre logo se preocupou em protestar fidelidade ao imperador acabando tambm por trair os cabanos.

O terceiro governo dos cabanos: Eduardo AngelimEduardo Angelim proclamou o desligamento da provncia em relao ao imprio, realizando uma antiga aspirao cabana, e no cumprindo outros compromissos assumidos diante do povo cabano, dentre eles, o de libertar os escravos, e tendo mandado fuzilar lideres negros de grande prestigio.

O fim da cabanagemAbalados pelas sucessivas traies de seus lideres, desgastados pela rdua luta que se prolongava, enfraquecidos por epidemias, que assolavam as populaes indgena e ribeirinhas, falta de recursos entre outros, os cabanos desacreditaram profundamente na vitoria final.

As conseqncias da cabanagemA cabanagem foi a nica revolta que efetivamente ocupou o poder de uma provncia durante certo tempo, com relativa estabilidade. A falta de projeto poltico consistente, e que tivesse sido assimilado pela massa pobre, os quais eram o alicerce do movimento Metade da populao masculina havia sido morte Algumas tribos foram extremamente perseguidos e dizimadas Sua relevncia para acelerar o processo de elevao da capitania do So Jose do Rio Negro a condio de provncia

Criao e instalao da provncia

O que foi a cabanagem?A cabanagem foi uma grande revolta popular que explodiu na provncia do Para em 1835. Dela participaram pessoas pobres que eram submetidas a explorao dos poderosos da regio. Eram negros, ndios, e mestios que trabalhavam na explorao de produtos da floresta e moravam em cabanas a beira dos rios.

Onde ocorreu a cabanagem?Essa revoluo espalhou-se por toda a provncia, at os mais distantes lugarejos do interior. A Vila de Lusa foi o cenrio de sangrentas lutas entre os cabanos rebeldes e as tropas fiis ao governo, os legalistas, de outro.

Em 5 de setembro de 1850, o Amazonas foi elevado categoria de provncia. Com a criao da provncia do Amazonas, Lusa era um dos quatro municpios existentes, porm foi desmembrado pela Lei n 02 de 15 de outubro de 1952, dando origem ao municpio de Vila Bela da Imperatriz (atual Parintins).

Em homenagem ao movimento Cabano foi erguido um monumento, projetado pelo famoso arquiteto Oscar Niemeyer , na entrada da cidade de Belm : o Memorial da Cabanagem.

O povo de Mundurucu teve uma participao importante na guerra dos Cabanos entre 1832 e 1840. Essa foi uma insurreio que tive sua origem nos conflitos entre latifundirios poderosos, ndios, e os fazendeiros que lutaram contra o controle poltico e econmico da elite portuguesa.

Recommended

View more >