Transformando Necessidades em oportunidades de ação

Download Transformando Necessidades em oportunidades de ação

Post on 18-Apr-2015

103 views

Category:

Documents

1 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

<ul><li> Slide 1 </li> <li> Transformando Necessidades em oportunidades de ao </li> <li> Slide 2 </li> <li> Palestra para os Voluntrios do 11 Tempo Teste do Pezinho Uma parceria: Natal Voluntrios e Servio de Referncia em Triagem Neonatal Julho 2006 </li> <li> Slide 3 </li> <li> Natal Voluntrios uma organizao no-governamental, sem fins econmicos e apartidria, que tem a funo de promover, disseminar e valorizar o exerccio da cidadania e da solidariedade; alm de estimular a articulao entre os diversos setores da sociedade. </li> <li> Slide 4 </li> <li> Ningum segura a fora de uma idia cujo tempo chegou. Victor Hugo </li> <li> Slide 5 </li> <li> Slide 6 </li> <li> 11 Como surgiu a idia CAOP Cidadania CAOP Cidadania Interesse pblico Interesse pblico Sociedade civil Sociedade civil </li> <li> Slide 7 </li> <li> 11 Parceiros Estratgicos Estratgicos - Ministrio Pblico - Secretaria Estadual de Sade - Laboratrio Central de Sade Pblica - Servio de Referncia em Triagem Neonatal - Correios </li> <li> Slide 8 </li> <li> 11 Parceiros Programa Programa </li> <li> Slide 9 </li> <li> 11 Parceiros Mdia voluntria Mdia voluntria </li> <li> Slide 10 </li> <li> 11 Parceiros Coletiva Coletiva </li> <li> Slide 11 </li> <li> 11 O que queremos Ampliar o nmero de municpios que realizam o teste do pezinho Ampliar o nmero de municpios que realizam o teste do pezinho Ampliar a cobertura de crianas atendidas Ampliar a cobertura de crianas atendidas Melhorar a qualidade do processo: postos de coleta | transporte | laboratrio | resultado | busca ativa | tratamento Melhorar a qualidade do processo: postos de coleta | transporte | laboratrio | resultado | busca ativa | tratamento </li> <li> Slide 12 </li> <li> 11 O que queremos Disseminar informaes sobre o teste do pezinho entre a populao. Disseminar informaes sobre o teste do pezinho entre a populao. Estimular a capacitao dos profissionais Estimular a capacitao dos profissionais Contribuir para que o RN passe da Fase I para a Fase II do Programa Nacional de Triagem Neonatal Contribuir para que o RN passe da Fase I para a Fase II do Programa Nacional de Triagem Neonatal </li> <li> Slide 13 </li> <li> 11 Fases do PNTN Fase I Triagem, confirmao diagnstica, acompanhamento e tratamento de fenilcetonria e hipotireoidismo congnito. Fase II Triagem, confirmao diagnstica, acompanhamento e tratamento de fenilcetonria, hipotireoidismo congnito + doenas falciformes e outras hemoglobinopatias. Fase III Triagem, confirmao diagnstica, acompanhamento e tratamento de fenilcetonria, hipotireoidismo congnito, doenas falciformes e outras hemoglobinopatias + fibrose cstica. </li> <li> Slide 14 </li> <li> 11 Desafios Certido de nascimento Certido de nascimento CPF | RG CPF | RG Qualidade do servio Qualidade do servio Contagiar todos os envolvidos, especialmente a rede de atendimento dos municpios Contagiar todos os envolvidos, especialmente a rede de atendimento dos municpios Exemplo do Piau Exemplo do Piau </li> <li> Slide 15 </li> <li> 11 Estratgias Conscientizao das pessoas Conscientizao das pessoas Grupos de voluntrios Grupos de voluntrios Questionrios Questionrios Promotorias de Justia do Ministrio Pblico Promotorias de Justia do Ministrio Pblico Articular um pacto em prol do teste do pezinho Articular um pacto em prol do teste do pezinho </li> <li> Slide 16 </li> <li> 11 Grupos de voluntrios Sbado, 15 de julho Conscientizar as pessoas sobre a obrigatoriedade e a importncia do Teste do Pezinho. Compartilhe informaes na sua rua, no seu bairro, na escola, na empresa, na rodoviria, nas maternidades, nos postos de sade, etc. O que o Teste do Pezinho, como realizado, quanto custa, quando deve ser feito, onde deve ser feito, quais doenas diagnostica, o que previne. Voc pode fazer essa ao a todo TEMPO... </li> <li> Slide 17 </li> <li> 11 Grupos de voluntrios Estimular os cartrios para que passem a orientar os responsveis pelo beb, no ato do registro da criana, sobre o Teste do Pezinho. Voc pode fazer essa ao a todo TEMPO... </li> <li> Slide 18 </li> <li> 11 Grupos de voluntrios Criar novas aes em prol do Teste do Pezinho e informar pelo site www.natalvoluntarios.org.br </li> <li> Slide 19 </li> <li> 11 Aes dirigidas Municpios que no realizam o Teste Passeata pblica em 15 de julho Passeata pblica em 15 de julho Conscientizao Conscientizao Questionrio SMS Questionrio SMS Municpios que realizam o Teste Conscientizao Conscientizao Questionrios SMS e tcnico de sade Questionrios SMS e tcnico de sade </li> <li> Slide 20 </li> <li> 11 Disseminando informaes O que ? O que ? Como realizado? Como realizado? Quanto custa? Quanto custa? Quando deve ser feito? Quando deve ser feito? Onde deve ser feito? Onde deve ser feito? Tratando as doenas Tratando as doenas </li> <li> Slide 21 </li> <li> 11 O que ? O que ? O Teste do Pezinho (nome popular para a Triagem Neonatal) capaz de detectar vrias doenas, como fenilcetonria e hipotireoidismo congnito. Essas doenas no apresentam sintomas no nascimento e, se no forem tratadas logo, podem causar srios danos sade, inclusive deficincia mental grave e irreversvel. A boa notcia que elas podem ser identificadas pelo Teste do Pezinho quando o beb nasce. Assim, caso seja detectada alguma dessas doenas, possvel iniciar seu tratamento nas primeiras semanas de vida do beb e evitar seqelas graves. </li> <li> Slide 22 </li> <li> 11 Como realizado? Como realizado? um exame realizado a partir de uma gotinha de sangue coletada no calcanhar do beb. Um profissional de sade treinado vai fazer a coleta do sangue no pezinho do beb, sempre colhido com material descartvel, enviar esse material para o laboratrio e, em poucos dias, a me (ou a famlia) recebe os resultados. </li> <li> Slide 23 </li> <li> 11 Quando deve ser realizado? Quando deve ser realizado? O Teste do Pezinho deve ser realizado quando o beb j tiver sido amamentado por, pelo menos, dois dias. O ideal que seja feito no 5 dia de vida do beb. Aps esse prazo, voc ainda deve fazer o Teste do Pezinho em seu beb. Mas importante que seja logo: quanto mais cedo for feito o Teste do Pezinho, mais chances seu beb vai ter de crescer sem apresentar problemas srios. </li> <li> Slide 24 </li> <li> 11 Onde deve ser feito? Onde deve ser feito? Todos os municpios do Rio Grande do Norte devem ter, pelo menos, uma unidade de sade onde possa ser coletado o material para o exame. A unidade de sade onde seu beb nasceu obrigada a prestar todas as informaes sobre o Teste do Pezinho e o local em que deve ser feito. Caso seu municpio no tenha nenhum posto de coleta do exame, ligue para o Servio de Referncia (84) 3232 3664 e se informe onde realizar o exame. seu dever como cidad cobrar esse direito do seu beb. </li> <li> Slide 25 </li> <li> 11 Tratando as doenas Tratando as doenas O hipotireoidismo congnito tem o tratamento simples e barato, com pequenas doses de hormnio tireoidiano, mas requer o acompanhamento de um mdico especialista. J o tratamento da fenilcetonria requer uma dieta especial, inclusive o uso de leite e alimentos especiais que so, muitas vezes, importados. Se o seu filho for portador de algumas dessas doenas e no for tratado de forma adequada, certamente desenvolver deficincia mental. Os dois tratamentos so gratuitos e oferecidos pelo Servio de Referncia em Triagem Neonatal. </li> <li> Slide 26 </li> <li> 11 Quanto custa? Quanto custa? Todas as crianas recm-nascidas devem fazer o Teste do Pezinho para que possam ter uma vida mais saudvel. Qualquer pessoa pode ter um filho portador dessas doenas, mesmo que nunca tenha aparecido um caso na famlia. sua responsabilidade exigir o Teste do Pezinho para o seu beb. Nada. O exame gratuito na rede pblica. </li> <li> Slide 27 </li> <li> Dia 6 Quinta 17h FARN auditrio Palestras Dia 11 Tera 19h Associao Mdica Dia 12 Quarta 8h FARN auditrio Dia 5 Quarta 8h SEBRAE sala A </li> <li> Slide 28 </li> <li> Cada cidado tem a responsabilidade de participar da soluo dos problemas de sua comunidade e tem capacidade de influir na sua realidade, fazendo tudo que est a seu alcance, at esgotar sua mxima possibilidade de atuao, devendo recorrer a uma instncia superior, ou seja, buscar um subsdio, apenas quando se esgotarem todas as suas potencialidades. Subsidiariedade </li> <li> Slide 29 </li> <li> aO INDIGN </li> <li> Slide 30 </li> <li> ao DETERMIN </li> <li> Slide 31 </li> </ul>