ÁCIDO SULFÚRICO FISPQ N - ?· • Perigos específicos: O Ácido Sulfúrico não é combustível.…

Download ÁCIDO SULFÚRICO FISPQ N - ?· • Perigos específicos: O Ácido Sulfúrico não é combustível.…

Post on 12-Nov-2018

212 views

Category:

Documents

0 download

TRANSCRIPT

<ul><li><p> Comrcio Indstria Importao Ltda </p><p>CIDO SULFRICO FISPQ No: 043 </p><p>Nov./2007 </p><p>FISPQ FICHA DE INFORMAES DE SEGURANA DE PRODUTO QUMICO </p><p>FISPQ No: 043 Verso: 02 Data: Nov./2007 Pgina: 1 de 9 </p><p>1. IDENTIFICAO DO PRODUTO E DA EMPRESA </p><p> Nome do produto: cido Sulfrico </p><p> Nome da empresa: Quimidrol Comrcio Indstria Importao Ltda. </p><p> Endereo: Rua Dona Francisca, 6505 Distrito Industrial Joinville SC </p><p> Telefone: 0800 601-8700 ou (47) 3027-8700 </p><p> Telefone para emergncia: 0800 601-8700 ou (47) 3027-8700 </p><p> Fax: (47) 3027-8712 </p><p> Elaborado por: Claudia S. Portantiolo CRQ XIII 13400549 </p><p>2. COMPOSIO E INFORMAES SOBRE OS INGREDIENTES </p><p> Substncia: cido Sulfrico (mn. 98% H2SO4) </p><p> Nome qumico ou nome genrico: cido Sulfrico Comercial </p><p> Sinnimo: Sulfato de Hidrognio, cido de Bateria, leo de Vitrolo, Esprito de Vitrolo, Vitrolo. </p><p> Registro no Chemical Abstract Service (No CAS): 7664-93-9 </p><p> Ingredientes que contribuam para o perigo: cido Sulfrico (H2SO4) </p><p> Classificao e rotulagem de perigo: Corrosivo </p><p>3. IDENTIFICAO DE PERIGOS </p><p> Perigos mais importantes: O cido Sulfrico corrosivo podendo causar srias irritaes e queimaduras na pele, olhos, vias respiratrias e aparelho digestiva. Pode levar a inflamabilidade outros combustveis. Manuseie o produto com segurana. </p><p> Efeitos do produto: Provoca queimaduras graves. </p><p>Efeitos adversos sade humana: O cido Sulfrico muito corrosivo para pele, olhos, aparelho digestivo e trato respiratrio. O contato com os olhos causa graves queimaduras, que podem culminar com perda da viso. Em contato com a pele pode causar desde irritao moderada a serias leses, em funo da concentrao e do tempo de ao. Na ingesto causa queimaduras graves. A inalao de vapores de cido Sulfrico pode causar irritao. </p><p>Efeitos ambientais: Pode contaminar cursos de guas, tornando-os imprprios para uso em qualquer finalidade. </p><p>Perigos fsicos e qumicos: O cido Sulfrico pode reagir violentamente com combustveis orgnicos e bases fortes. corrosivo para papis e roupas, reage com gua liberando calor. </p><p>Perigos especficos: Evite a exposio do produto ao calor e materiais incompatveis. </p></li><li><p> Comrcio Indstria Importao Ltda </p><p>CIDO SULFRICO FISPQ No: 043 </p><p>Nov./2007 </p><p>FISPQ FICHA DE INFORMAES DE SEGURANA DE PRODUTO QUMICO </p><p>FISPQ No: 043 Verso: 02 Data: Nov./2007 Pgina: 2 de 9 </p><p> Viso geral de emergncia: Dependendo das propores isole e evacue a rea. Procure bloquear o vazamento, conter o lquido derramado ou transferir o produto. Fique com o vento soprando as suas costas. O acesso das pessoas nas reas contaminadas, s deve ser permitido se estiverem usando roupas especficas e proteo respiratria. </p><p> Classificao do produto qumico: Produto muito corrosivo. </p><p>4. MEDIDAS DE PRIMEIROS SOCORROS </p><p> Medidas de primeiros socorros: </p><p>Inalao: Remova a vtima da rea contaminada para local arejado, mantendo-a deitada, quieta e aquecida. Manter as vias respiratrias livres, removendo dentes postios (chapa), se tiver. Ministrar respirao artificial, se necessrio. Administrar oxignio e manobras de ressuscitao se necessrio. Chamar/encaminhar ao mdico. </p><p>Contato com a pele: Sem perda de tempo conduzir a vtima toda vestida para um chuveiro. Retirar roupas e calados contaminados. No apalpar nem friccionar as partes atingidas. Lavar com gua corrente abundante por 15 minutos (mnimo). Manter a vtima aquecida e encaminhar ao mdico. A pele poder ser limpa com algodo embebido em polietilenoglicol 400. </p><p>Contato com os olhos: Sem perda de tempo, lavar com gua corrente no mnimo por 15 minutos, levantando as plpebras para permitir a mxima remoo do produto. Remova lentes de contato, se tiver. Encaminhar ao mdico oftalmologista imediatamente. </p><p>Ingesto: Nunca d nada pela boca a pessoas inconscientes ou em estado convulsivo. Devido ao forte poder de corroso e perfurao do cido Sulfrico, os vmitos so contra indicados. O acidentado consciente pode ingerir muita gua (eventualmente vrios litros), sempre aos poucos para no induzir vmitos. No administrar bicarbonato de sdio ou tentar neutralizar o cido. Procurar atendimento mdico imediatamente, levando o rtulo do produto ou esta ficha. </p><p> Aes a serem evitadas: No administrar nada oralmente ou provocar o vmito em vtima inconsciente ou com convulso. </p><p> Notas para o mdico: O cido Sulfrico muito corrosivo para pele, olhos, aparelho digestivo e trato respiratrio. </p><p> Proteo do prestador de socorros: Utilize os equipamentos de proteo individual indicado. </p><p>5. MEDIDAS DE PREVENO E COMBATE A INCNDIO </p><p> Meios de extino apropriados: P qumico. </p><p> Meios de extino contra indicados: gua. </p></li><li><p> Comrcio Indstria Importao Ltda </p><p>CIDO SULFRICO FISPQ No: 043 </p><p>Nov./2007 </p><p>FISPQ FICHA DE INFORMAES DE SEGURANA DE PRODUTO QUMICO </p><p>FISPQ No: 043 Verso: 02 Data: Nov./2007 Pgina: 3 de 9 </p><p> Perigos especficos: O cido Sulfrico no combustvel. Possibilidade de formao de fumos perigosos em caso de incndio nas proximidades. Em caso de incndio pode formar-se xido de enxofre. </p><p> Mtodos especiais: O produto no deve ser posto em contato com gua. Evitar a infiltrao da gua de extino nas guas superficiais ou nas guas subterrneas. </p><p> Proteo dos bombeiros: Permanncia na rea de perigo s com roupa de proteo apropriada e com uma mscara de oxignio independente do ar ambiente. </p><p>6. MEDIDAS DE CONTROLE PARA DERRAMAMENTO OU VAZAMENTO </p><p> Precaues especiais: Remoo de fontes de ignio: O cido Sulfrico no combustvel, mas pode inflamar outros materiais combustveis como madeira, papel, leo, etc... </p><p>Controle de poeira: No aplicvel. </p><p>Preveno da inalao e do contato com a pele, mucosas e olhos: Utilize equipamentos de proteo individual adequados. </p><p>Precaues ao meio ambiente: Pode contaminar cursos de guas, tornando-os imprprios para uso em qualquer finalidade. Os locais de armazenamento devem possuir diques de conteno. </p><p> Mtodos para limpeza: Utilize equipamentos de proteo individual, isole a rea, remova todo produto orgnico ou combustvel e providencie ventilao adequada para dispersar o gs. </p><p>Recuperao: Tente conter o lquido derramado com dique de areia ou terra. Se possvel realizar a transferncia do produto. Nunca use material orgnico para absorver derramamento. </p><p>Neutralizao: Neutralizar com soda custica diluda ou disperso de cal, areia calcria ou carbonato de sdio. A neutralizao deve ser feita lenta e cuidadosamente por pessoal habilitado. </p><p>Disposio: Neutralize o resduo antes de levar a disposio final. </p><p>7. MANUSEIO E ARMAZENAMENTO </p><p> Manuseio </p><p>Medidas tcnicas apropriadas: Manuseie de acordo com a boa higiene industrial e prtica de segurana. Previna danos fsicos aos tanques, tubulaes, etc... - Preveno da exposio do trabalhador: Submeta todo sistema a um controle peridico de manuteno. Mantenha a equipe permanentemente treinada. - Preveno de incndio e exploso: Manter o produto longe de fontes de ignio, pois pode haver a formao de gs txico, corrosivo e explosivo. </p></li><li><p> Comrcio Indstria Importao Ltda </p><p>CIDO SULFRICO FISPQ No: 043 </p><p>Nov./2007 </p><p>FISPQ FICHA DE INFORMAES DE SEGURANA DE PRODUTO QUMICO </p><p>FISPQ No: 043 Verso: 02 Data: Nov./2007 Pgina: 4 de 9 </p><p>- Precaues para manuseio seguro: Para reduzir a possibilidade de risco potencial sade, assegure ventilao diluidora suficiente ou existncia de exausto no local para controlar a concentrao ambiente a nveis baixos. Utilizar sempre os equipamentos de proteo individual. </p><p>Orientaes para manuseio seguro: Evite contato com materiais incompatveis e contaminaes ambientais, conforme mencionado nos campos anteriores. </p><p> Armazenamento </p><p>Medidas tcnicas adequadas: Manter os recipientes de cido Sulfrico sempre fechados e etiquetados adequadamente. </p><p>Condies de armazenamento: - Adequadas: Os tanques de armazenamento devem ser confeccionados em materiais compatveis com o produto, ou revestidos com estes materiais. A armazenagem deve ser feita em rea com dique, ventilada e longe de materiais incompatveis, ou de fontes de calor. - A evitar: Fontes de calor e materiais incompatveis. - Produtos e materiais incompatveis: gua, metais alcalinos, compostos de metais alcalinos, amonaco, metais alcalino-terrosos, solues de hidrxidos alcalinos, cidos, compostos de metais alcalino-terrosos, metais, ligas metlicas,xidos de fsforo, fsforo, hidretos, compostos halognio-halognio, halogenatos, permanganatos, nitratos, carbonetos, substncias inflamveis, solventes orgnicos, acetiletoses, nitrilos, nitro-compostos orgnicos, anilinas, perxidos, picratos, nitretos, silicite de ltio. </p><p>Materiais seguros para embalagens: - Recomendados: Utilize sempre material especificado compatvel com cido Sulfrico. - Inadequadas: Evite material incompatvel. </p><p>8. CONTROLE DE EXPOSIO E PROTEO INDIVIDUAL </p><p> Medidas de controle de engenharia: Para reduzir a possibilidade de risco potencial sade, assegure ventilao diluidora suficiente ou existncia de exausto no local para controlar a concentrao ambiente a nveis baixos. </p><p> Parmetros de controle especficos: </p><p>Limites de tolerncia: No fixado na legislao brasileira. Sugerido: 1 mg/m3 para 40 horas semanais (ACGIH). </p><p>Insalubridade: Grau mdio (NR-15 anexo 13 Portaria 3.214/78). </p><p> Equipamentos de proteo individual apropriado: </p><p>Respiratrias: Usar proteo respiratria se necessrio. Mscara panorama com filtro contra gases cidos ou multi-uso. Em grandes concentraes utilize mscara autnoma. Ateno: mscaras com filtros mecnicos, no protegem trabalhadores expostos a atmosfera deficiente de oxignio. </p></li><li><p> Comrcio Indstria Importao Ltda </p><p>CIDO SULFRICO FISPQ No: 043 </p><p>Nov./2007 </p><p>FISPQ FICHA DE INFORMAES DE SEGURANA DE PRODUTO QUMICO </p><p>FISPQ No: 043 Verso: 02 Data: Nov./2007 Pgina: 5 de 9 </p><p>Olhos/Face: Usar culos de segurana. Usar proteo facial total (sobre os culos) quando houver riscos de respingo de produto. </p><p>Mos: Usar luvas quimicamente resistentes a cidos (luvas de PVC). </p><p>Pele e corpo: Avental, cala e sapatos. Usar vestimentas de proteo para minimizar o contato com a pele. Onde houver possibilidade de contato ou de respingo do produto, usar macaco de proteo total com botas (material quimicamente resistente ao cido Sulfrico). Os tipos de auxlios para proteo do corpo devem ser escolhidos especialmente segundo o posto de trabalho em funo da concentrao e quantidade de substncia. </p><p>Chuveiro de emergncia e lava-olhos: indispensvel existncia destes dispositivos nas reas de manuseio de cido Sulfrico. Observao importante: Manter esses equipamentos sempre testados e em condies de uso. Assegurar que sejam alimentados por gua fresca e potvel. </p><p> Precaues especiais: Evitar a exposio macia a vapores. Produtos qumicos s devem ser manuseados por pessoas capacitadas e habilitadas. Os EPIs devem possuir o CA (Certificado de Aprovao). Seguir rigidamente os procedimentos operacionais e de segurana nos trabalhos com produtos qumicos. Nunca usar embalagens vazias (de produtos qumicos) para armazenar produtos alimentcios. Nos locais onde se manipulam produtos qumicos dever ser realizado o monitoramento da exposio dos trabalhadores, conforme PPRA (Programa de Preveno de Riscos Ambientais) da NR-9. </p><p> Medidas de higiene: Roupas, luvas, calados, EPIs e ferramentas devem ser limpos antes de sua reutilizao. Use sempre para a higiene pessoal: gua quente, sabo e cremes de limpeza. Lavar as mos antes de ir ao banheiro, comer ou beber. No usar gasolina, leo diesel... ou outro solvente derivado de petrleo para a higiene pessoal. Bons procedimentos operacionais e de higiene industrial ajudam a reduzir os riscos no manuseio de produtos qumicos. </p><p>9. PROPRIEDADES FSICO - QUMICAS </p><p> Estado fsico: Lquido de aspecto xaroposo e denso. </p><p> Cor: Incolor a marrom leitoso esbranquiado. </p><p> Odor: Caracterstico. </p><p> pH (soluo com 49g/l de gua): 0,3 (a 25 C) </p><p> Temperaturas especficas ou faixas de temperatura nas quais ocorrem mudanas de estado fsico: </p><p>Ponto de ebulio: Aproximadamente 310 C </p><p>Ponto de fuso: Aproximadamente 15 C </p><p> Temperatura de auto-ignio: No aplicvel </p></li><li><p> Comrcio Indstria Importao Ltda </p><p>CIDO SULFRICO FISPQ No: 043 </p><p>Nov./2007 </p><p>FISPQ FICHA DE INFORMAES DE SEGURANA DE PRODUTO QUMICO </p><p>FISPQ No: 043 Verso: 02 Data: Nov./2007 Pgina: 6 de 9 </p><p> Limites de explosividade: LEI: (limite de exposividade inferior): No disponvel LES: (limite de explosividade superior): No disponvel </p><p> Presso de vapor: Aproximadamente 0,0001 hPa (20 C) </p><p> Densidade do vapor relativo: Aproximadamente 3,4 </p><p> Densidade: 1,825 a 1,835 g/cm3 (20 C) </p><p> Solubilidade: Miscvel com gua e lcool em todas as propores, produzindo grande elevao de temperatura e chegando, s vezes, at ebulio, com projees. No se mistura ao clorofrmio nem aos demais solventes orgnicos. </p><p> Decomposio trmica: Aproximadamente 338 C </p><p>10. ESTABILIDADE E REATIVIDADE </p><p> Condies especficas: </p><p>Instabilidade: No disponvel. </p><p>Reaes perigosas: Reage com os produtos relacionados abaixo. </p><p> Condio a evitar: Forte aquecimento. </p><p> Materiais e substncias incompatveis: gua, metais alcalinos, compostos de metais alcalinos, amonaco, metais alcalino-terrosos, solues de hidrxidos alcalinos, cidos, compostos de metais alcalino-terrosos, metais, ligas metlicas,xidos de fsforo, fsforo, hidretos, compostos halognio-halognio, halogenatos, permanganatos, nitratos, carbonetos, substncias inflamveis, solventes orgnicos, acetiletoses, nitrilos, nitro-compostos orgnicos, anilinas, perxidos, picratos, nitretos, silicite de ltio. </p><p> Outras informaes: Higroscpico; com ao corrosiva; incompatvel com metais, tecidos de origem animal e vegetal. </p><p> Produtos perigosos da decomposio: Possibilidade de formao de fumos perigosos em caso de incndio nas proximidades. Em caso de incndio pode formar-se xido de enxofre. </p><p> 11. INFORMAES TOXICOLGICAS </p><p> Informaes de acordo com as diferentes vias de exposio: Toxicidade aguda: LD50 (oral, rato): 2.140 mg/kg (com soluo de 25%). LC50 (inalao, rato): 510 mg/m</p><p>3/2 h (calculado em substncia pura). </p><p>Sintomas especficos em estudos com animais: Teste de irritao da pele (coelho): Queimaduras. Teste de irritao dos olhos (coelho): Queimaduras. </p></li><li><p> Comrcio Indstria Importao Ltda </p><p>CIDO SULFRICO FISPQ No: 043 </p><p>Nov./2007 </p><p>FISPQ FICHA DE INFORMAES DE SEGURANA DE PRODUTO QUMICO </p><p>FISPQ No: 043 Verso: 02 Data: Nov./2007 Pgina: 7 de 9 </p><p>Os valores toxicolgicos no esto disponveis devido a outras propriedades perigosas da substncia. </p><p>Toxicidade subaguda a crnica: Se respeitados os valores limites de segurana no trabalho, a contribuio para o risco de cancro para o ser humano no significativa. No se deve temer um efeito txico no feto quando o valor limite respeitado. No teratognico em experimentos com animais. Mutagenicidade bacteriana: Teste de Ames: Negativo. </p><p>Outras informaes toxicolgicas Aps a inalao de aerossis: Leses nas mucosas afetadas. Aps contato com a pele: Graves queimaduras com formao de escaras. Aps contato com os olhos: Queimaduras, leses da crnea. Depois de engolir: Dores intensas (risco de perfurao!), nuseas, vmitos e diarria. Decorrido um perodo de latncia de algumas semanas, pode verificar-se, em determinadas condies, estreitamento do piloro (estenose pilrica). </p><p>Informao adicional: O produto deve ser manipulado com as precaues habituais dos produtos qumicos. Evite contato com o produto. Utilize sempre os equipamentos de proteo individual. </p><p>12. INFORMAES ECOLGICAS </p><p> Efeitos ambientais, comportamento e impactos do produto: </p><p>Degradao biolgica: Os mtodos para a determinao da biodegradabilidade no podem ser empregados para substncias inorgnicas. </p><p>Comportamento no meio ambiente: No se prev qualquer acumulao em organismos. </p><p>Efeitos ecotxicos: - Efeitos biolgicos: Efeito prejudicial nos organismos aquticos. Efeito prejudicial devido mudana do pH. Ao txica sobre peixes e algas. Custico mesmo na forma diluda. No origina um dficit de oxignio biolgico. Existe perigo para a gua potvel em caso de penetrao em grandes quantidades em solos e/ou aqferos. Possvel neutralizao em estaes de tratamento de guas residuais. - Toxicidade em Daphnia: Daphnia magna CE50: 29 mg/l /24h (calculado em substncia pura). </p><p>Dados ecolgicos adicionais: No permita a entrada em guas, guas residuais ou solos. </p><p>13. CONSIDERAES SOBRE TRATAMENTO E DISPOSIO </p><p> Mtodo de tratamento e disposio: </p><p>Produto: Sempre que possvel o produto dever ser recuperado. </p></li><li><p> Comrcio Indstria Importao Ltda </p><p>CIDO SULFRICO FISPQ No: 043 </p><p>Nov./2007 </p><p>FISPQ FICHA DE INFORMAES DE SEGURANA DE PRODUTO QUMICO </p><p>FISPQ No: 043 Verso: 02 Data: Nov./2007 Pgina: 8 de 9 </p><p>Resduo do produto: NUNCA DESCARTAR O CIDO SULFRICO EM ESGOTOS, CRREGOS OU NO MEIO AMBIENTE. Quando necessrio, o cido Sulfrico pode ser neutralizado com soda custica diluda ou disperso de cal, areia calcria ou carbonato de sdio, a neutralizao deve ser feita lenta e cuidadosamente por pessoal habilitado. No Brasil no existem normas uniformes sobre a eliminao de produtos qumicos ou de substncias residuais. Produtos qumicos que dem origem a substncias residuais so geralmente considerados como resduos especiais. A sua eliminao regulamentada atravs de leis ou decretos-leis apropriados vigentes nos Estados-membros do Brasil. Sugerimos que se entre em contacto com a entidade competente (repartio do Estado ou empresa especializada no tratamento de resduos), que poder dar informaes sobre as medidas de eliminao. </p><p>Embalagens contaminadas: Para evitar os tratamentos, utilizar sempre que possvel uma embalagem de circulao (reutilizvel) reservada a este produto. As embalagens contaminadas devem ser tratadas da mesma maneira que a substncia correspondente, caso contrrio, lavar abundantemente a embalagem com gua e tratar o efluente como um resduo, s embalagens no-contaminadas podem ser tratadas como lixo domstico normal ou podem ser submetidas a um processo de reciclagem. </p><p> 14. INFORMAES SOBRE O TRANSPORTE </p><p> Regulamentaes nacionais e internacionais: Produto perigoso para o transporte conforme Resoluo N 420 do Ministrio dos Transportes. </p><p>Transporte rodovirio no Brasil: - Nmero ONU: 1830 - Nome apropriado para embarque: cido Sulfrico - Classe de risco/diviso: 8 - Nmero de risco: 80 </p><p> 15. REGULAMENTAES </p><p> Informaes sobre riscos e segurana: Etiquetas de acordo com a NBR Smbolo: C Corrosivo Frases R: 35 Provoca queimaduras graves. Frases S: 26-30-45 Em caso de contacto com os olhos lavar imediata e abundantemente com gua e consultar um especialista. Nunca adicionar gua a este produto. Em caso de acidente ou de indisposio, consultar imediatamente o mdico (se possvel mostrar-lhe o rtulo). No.-CE: 231-639-5 </p><p> FISPQ (Ficha de Informaes de Segurana de Produto Qumico) em conformidade com o Decreto 2657 de 03.07.98/07.01, contm informaes diversas sobre um determinado produto qumico, quanto proteo, segurana, sade e ao meio ambiente. Em alguns </p></li><li><p> Comrcio Indstria Importao Ltda </p><p>CIDO SULFRICO FISPQ No: 043 </p><p>Nov./2007 </p><p>FISPQ FICHA DE INFORMAES DE SEGURANA DE PRODUTO QUMICO </p><p>FISPQ No: 043 Verso: 02 Data: Nov./2007 Pgina: 9 de 9 </p><p>pases, essa ficha chamada de Material Safety Data Sheet - MSDS. A norma brasileira NBR 14725, vlida desde 28.01.2002, apresenta informaes para a elaborao e o preenchimento de uma FISPQ. Apesar de no definir

Recommended

View more >