desafios de conduzir uma partida de planta de ácido sulfúrico sem exceder os limites de emissão -...

Download Desafios de conduzir uma partida de planta de ácido sulfúrico sem exceder os limites de emissão - Nitro Química - COBRAS 2015

Post on 13-Apr-2017

967 views

Category:

Engineering

4 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • Desafios de Conduzir uma Partida de Planta de cido Sulfrico sem exceder os Limites de EmissoSeverino Aprigio da SilvaEspecialista de Processoaprigio.silva@nitroqumica.com.brFones: (11) 2246-3137 / (11) 99797-7580

    Novembro/09

    *Cia. Nitro Qumica BrasileiraAcido SulfricoDesafios Com a Comunidade LocalHistrico OperacionalMudanas ImplantadasResultados ObtidosPrximos Passos

    Agenda

    Novembro/09

    *

    Novembro/09

    * Nossa Histria Fundada em 1935 pelo Grupo Votorantim originalmente para produzir Fio de Rayon Txtil pelo processo de Nitrocelulose e as matrias primas necessrias, que so: cido Ntricocido sulfrico a base de enxofre (50 t/dia)Celulose de linter

    Outros produtos que a NQ j produziu ao longo desses 80 anos:cido sulfrico a base de pirita (50 t/dia);Viscose (filamento continuo, fibra cortada e fio para pneu), Criolita, HF, CS2, AlF3, NAOH entre outros.

    Na de 60 chegou a ter 7000 colaboradores.

    Novembro/09

    * Nossos Produtos420 Funcionrios prprios e 250 terceiros.

    ProdutoCapacidade t/anocido Sulfrico281.000Nitrocelulose39.000

    12.bin

    Novembro/09

    *cido Sulfrico e Oleumcido Sulfrico base enxofre 60 t/d (simples absoro);Planta a base de pirita 50 t/d na dcada de 60;Planta Dupla Absoro 1975 DPG Chemiebau 200 t/d;Planta Dupla Absoro 1986 Natron 700 t/d.

    Foto da planta DPGPlanta NatronPlanta DPG

    Novembro/09

    *NQ Inicio da OperaoCIDO SULFRICO

    Novembro/09

    *NQ Dcada de 50CIDO SULFRICO

    Novembro/09

    NQ Foto Atual

    *

    *

    Novembro/09

    Fuso de Enxofre

    Capacidade 350 t/d de enxofre

    *

    Novembro/09

    Fuso de Enxofre

    Capacidade 350 t/d de enxofre

    *

    Novembro/09

    Acido Sulfrico

    Capacidade 700 t/d de acido e oleum 28%

    *

    Novembro/09

    Desafios com a Comunidade Local

    Crescimento da densidade populacional ao redor do complexo;

    Sensibilidade da comunidade a impactos de odor, barulho e emisses gasosas;

    Fiscalizao e monitoramento da agencia de controle ambientais CETESB;

    Presso da sociedade atravs de redes sociais, imprensa e agentes polticos.

    *

    Novembro/09

    Fontes de Impacto Ambiental no Acido Sulfrico

    Odor Gases sulfurosos provenientes da fuso de enxofre

    BarulhoMotores Tubulaes de vapor e ar comprimido

    Emisses Gasosas SO2Nvoa cida

    *

    Novembro/09

    *Startup sem Emisso Visvel Em 2004 iniciamos um projeto com objetivo de eliminar as emisses visveis pela chamin durante os processos de partida e estabilizao da planta de cido sulfrico.

    Principais Ferramentas:

    Procedimento de Parada e partida da planta;

    Procedimento de parada de emergncia;

    Procedimento de parada de emergncia;

    Treinar a equipe exaustivamente, at garantir que os procedimentos esto sendo seguindo a risca.

    Novembro/09

    *Principais Aes Preparao da planta para parada (aquecimento do conversor); Garantir temperatura do cido acima de 70 C durante a partida da planta; Garantir concentrao do cido acima de 98%; Determinar e garantir fluxo mnimo de gua para a caldeira; Instalao de medidor mssico para vazo de enxofre; Operao de uma vlvula manual da sada de gases da caldeira; Peneiramento de 100% com catalisador; Implementao de check list de partida;Implementao de check list de manobras;

    Novembro/09

    *Controles de partida

    Novembro/09

    *Controles de partida

    Novembro/09

    *Evento de 2006

    Parada da fabrica: 18/9/06 02h02Partida da planta: 20/9/06 11h16

    Novembro/09

    Aes Aps 2006

    Reviso dos procedimentos operacionais; Instalao de analisadores SO2 na corrente de gs para a Chamin e para avaliao interna na planta; Duplicidade da medio de temperatura do conversor; Instalao de medidor de vazo de ar; Automao da vlvula de by pass da caldeira; Automao de uma vlvula para controle do gs frio (retorno da TAI); Maior rigor na inspeo de equipamentos para identificar necessidades de manuteno ou substituio; Reduo no tempo de paradas; Instalao de lavador de gases na fuso de enxofre; Garantir o melhor funcionamento dos abafadores de rudo e silenciadores;

    *

    Novembro/09

    * Aes Aps 2006

    Utilizao de catalisadores mais eficientes para partidas; Aumento do volume de catalisador em 11%; Intertravamento da bomba de enxofre com emisso de SO2 (Conc. em ppm) Intertravamento das bombas de circulao de cido com a bomba de enxofre; Aquecimento com gs natural.

    Novembro/09

    Fuso de Enxofre Lavador de gases da fuso de enxofre:

    Estudo preliminar 2002 Detalhamento 2008 Startup - 2010

    *

    Novembro/09

    * IntertravamentosSoprador PrincipalBombas de EnxofreBombas de cidoNvel da CaldeiraVlvula de EnxofreAnalisador de SO2VV de Ar do SopradorSensores de Vibrao e Temperatura do SopradorBBs gua de ResfriamentoAnemmetro

    Novembro/09

    *Parametros

    Novembro/09

    *Malha de Controle

    Novembro/09

    *Resultado Garantia de emisso atmosfrica dentro dos padres;Garantia de tima performance nos processos de startup e estabilizao da planta; Aumento da disponibilidade da planta; Maior volume de produo. Reduo de mais de 90% dos vazamentos em juntas de expanso e tubulaes de gs;

    Novembro/09

    *Partida da Planta Aps 09h42 de ParadaResultado

    Novembro/09

    *Prximos PassosAlterao do Conversor do atual processo DA 2/2 para DA 3/1;Instalao do 2o filtro na fuso de enxofre.Limitaes do Projeto Original: Processo DCDA 2/2 que possui curva de equilbrio menos favorvel; Injeo de ar seco entre 3 e 4 leito que limita a converso nos 3 primeiros leitos; Dimetro do conversor relativamente pequeno com 6,4 m2; Volume de catalisador limitado de 187 litros catalisador / t H2SO4; Conversor de ao carbono e internos de Ferro Fundido.

    Novembro/09

    *

    *