Pré história e história

Download Pré história e história

Post on 28-Jun-2015

11.953 views

Category:

Education

3 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

<ul><li> 1. Pr-histria e Histria- Evoluo Humana: dos primeiroshomindeos ao homo sapiens sapiens.- Paleoltico: a idade da pedra lascada.- Mesoltico: transio- Neoltico : a idade da pedra polida.- Idade dos Metais- Arte na Pr-histria:produodecermicas e arte rupestreAula 1 EM.</li></ul><p> 2. Evoluo Humana A evoluo humana, ou antropognese, a tese que trata daorigem e da evoluo do Homo sapiens como espcie distinta deoutros homindeos, dos grandes macacos e mamferos placentrios. 3. Por meio da teoria da seleonatural e de outros estudos, sabemos queos animais evoluram, partindo sempre deum ancestral comum, como foi dito porCharles Darwin. O homem est constitudosob o mesmo plano ou modelo geral dequalquer outro mamfero. Seus ossos,msculos, nervos e demais estruturas sohomlogos s estruturas correspondentesde um macaco, de um morcego ou de umafoca. A similaridade compartilhada entreestruturas derivadas evidncia forte, noapenas da evoluo, como tambm dadosignificativo para a reconstruo dafilogenia, isto , da histria evolutiva dosorganismos. 4. Filogenia o estudo da relao evolutiva entre grupos deorganismos a partir da comparao de caractersticasmorfolgicas. 5. Nas trs ltimas dcadas, ocorreu umextraordinrioflorescimento dedescobertasfsseis.Particularmenteimportante, foram os achados de umesqueleto de Ardipithecus ramidus,permitindo-nos compreender a transiode smio para homem com um ancestralprovvel da Lucy (Australopithecusafarensis), lanando luz sobre o momentoem que os homindeos comeam a andarbpedes. 6. O termo "humano" no contexto daevoluo humana,refere-se aognero Homo, mas os estudos daevoluo humana usualmente incluemoutros homindeos,comoos australopitecos. O gnero Homo seafastou dos Australopitecos entre 2,3 e2,4 milhes de anos na frica. Os cientistas estimam que os sereshumanos ramificaram-se de seu ancestralcomum com os chimpanzs - o nicooutro hominins vivo - entre 5 e 7 milhesanosatrs. Diversasespciesde Homo evoluram e agora estoextintas. Estas incluem o Homo erectus,que habitou a sia, e o Homoneanderthalensis, que habitou a Europa.O Homo sapiens arcaico evoluiu entre400.000 e 250.000 anos atrs. 7. Do primata ao homindeo Estima-se que aproximadamente 7 milhes de anos atrs, nas florestas africanas, tenha surgido o primeiro PRIMATA com caractersticas bpedes.A ordem dos PRIMATAS um grupode mamferos que compreende os popularmentechamados de macacos, smios, lmures e osseres humanos.BPEDE o animal que anda sobre duas patas.QUADRPEDES caminham sobre quatro patas. 8. O andar ereto foi uma dasprimeiras caractersticas surgidas nosprimatas, mas ele ainda ser praticadopor mais 1 milho de anos sem seconsolidar. Porm, pouco a pouco essapostura foi liberando as mos para quese desenvolvessem habilidadesmanuais. Outracaractersticaimportante a alimentao. Analisandoos dentes podemos saber o tipo dealimentao e a partir da deduzir otipo de estilo de vida dessesancestrais. No caso dos primatashouve uma reduo constante notamanho dos caninos, o que indicauma menor agressividade e maiorfacilidade para o convvio social. 9. H 4,5 milhes de anos atrsmudanas na morfologia dos psajudaram na tarefa de caminhaereto. A estrutura corporal tambmse tornou mais ereta facilitando oequilbrio do corpo no caminhar. Mudanas faciais tornaram o rostomais plano, dando caractersticasmaishumanoides a essesprimatas. 10. Aps 500 mil anos, h 4 milhesde anos atrs, o andar ereto setorna umacaractersticapredominante nesse ramo dafamlia dos primatas e com issoas mo finalmente ficam livrespara desenvolverdiversastarefas. O crebro comea a sedesenvolver como o elementomais importante entre essesanimais, potencializando aindamais as habilidades manuais. 11. Os primatas de 3 milhes de anos atrs foram sujeitos aambientes diferentes e, conforme a regio onde estavam, seadaptaram muito bem a esses ambientes. Assim, eles passaram aevoluir de maneiras diferentes proporcionando ao planeta pelaprimeira vez a existncia de diferentes espcies de homindeos. 12. Durante o processo de adaptao ao meio ambiente,as espcies acabaram trilhando caminhos especficos. H2,5 milhes de anos atrs a frica possua diversoshomindeos enfrentando esse processo adaptativo. 13. Passados 5 milhes de anos de evoluo, depois do surgimentos edesaparecimento de vrias espcies, surgiram entre os primatas asprimeiras espcies do gnero Homo, a qual pertencemos. Nesseperodo existiam ainda diversas espcies de homindeoscompetindo por espao e por alimento, gerando conflitos eimpulsionando o processo de seleo natural, atravs do qual asespcies melhores adaptadas seriam as mais bem sucedidas. Porem, desta vez a seleo atuou de forma diferente: ela ser, apartir daqui, determinada para o gnero Homo pela capacidadeintelectual que permitir que esses seres criem ferramentas que osajudaro a se adaptar ao meio. Diversas ferramentas foram confeccionadas por diversas espcies,mas as pertencentes ao gnero Homo foram as mais bemsucedidas. 14. Pela primeira vez a espcie do gnero Homo deixa africa, demonstrando uma habilidade nata para esse gnero:migrar e adaptar-se a novos ambientes.As espcies do gnero Homo que se mantiveram nafrica continuaram seu percurso de adaptao e sucessos, seimpondo sobre as demais espcies praticamente levando-as aextino. 15. Aps restarem apenas as espcies do gnero Homo, a disputa e aseleo continuaram atuando entre essas espcies, at que surge ento umadas maiores conquistas da humanidade: o controle do fogo. Controlar o fogo permitiu: cozinhar os alimentos, iluminao nosperiodos noturnos, aquecimento nos dias mais frios, entre outras facilidades.Isso ocorreu a 1 milho de anos atrs, quando a migrao em grande escalacomeou, chegando primeiramente ao Oriente Mdio, em seguida ao SulAsitico e o Sudeste europeu.Chegando a esses novos ambientes nos quais forosamente teriam quese adaptar, sugiram outras novas espcies. 16. As diversas espcies de homindeos continuaram seguindo seucaminho evolutivo, desenvolvendo ferramentas, vestimentas, utensliose armas cada vez melhores, pois j possuam crebros com tamanhosconsiderveis.A partir da, surge na frica uma espcie nova com caractersticasfsicas frgeis e que se destacou por uma qualidade fantstica: acriatividade. Sua evoluo foi esplndida e aos poucos conquistaram omundo, eliminando gradativamente todas as dificuldades queencontravam, entre elas outras espcies de animais e homindeos. 17. Filogenia Humana 18. ORIGEM E EVOLUO DOS PRIMATASPRIMATASProssmios(lemur, tarso) Antropides PlatirrniosCatarrneos(macacos do novo mundo, (macacos do velho mundoHominoidesmacaco vermelho) macaco leo da ndia)Pongdeos Homindeos Chimpanzs, orangotangosHumano atuale gorilas 19. HOMOLOGIA ENTRE OS MEMBROS DOS MAMFEROSrgos homlogos so rgos de seres vivos que se diferem, mas sedesenvolvem de modo semelhante, como os membros anteriores de grande partedos animais vertebrados. Tm origem embrionria semelhante e podem desempenharfunes distintas, como a asa de morcego, adaptadas para o voo; e aas nadadeiras do golfinho, adaptadas para a natao. Ambas tm a mesma estruturassea. Desempenham funes distintas por causa do habitat de cada ser, eda adaptao. Isso denominado divergncia evolutiva. 20. ZOOLOGIA DOS VERTEBRADOS 21. Charles Darwin1809 - 1882 Aos 7 anos Esttua Museu de HistriaNatural - Londres Ao ingressar na SociedadeUm dos ltimos retratosCientfica 22. Harriet, uma tartarugagigante de Galpagos,da poca do naturalistabritnicoCharlesDarwin, morreu deparada cardaca nestasexta-feira (23) aos 175anosdeidade.HMS Beagle na Austrlia (centro), aquarela(2006/Noticia) pintada por Owen Stanley em 1841. Percurso da viagem do HMS Beagle 23. Tentilho comum - casal 24. As hipteses e dedues de Darwin com os tentilhes O postulado: todas as espcies de tentilhes no arquiplago sederivam da mesma espcie original. A observao: apesar de sua semelhana forte, cada espcie detentilho tem uma forma altamente caracterstica do bico. Osfatores evolutivos: isolamentogeogrfico, ambienteecolgico, competio. O isolamento geogrfico impede a migrao e fluxo de genescom a espcie original e com aquelas de outras ilhas, favorecendo aestabilizao de caractersticas genticas peculiares em cada ilha. 25. Os ambientes ecolgicos diferentes, dentro da mesma ilha, conduzem aespecializaes nutricionais caracterizadas pelas diferenas no bico entre asdiferentes espcies de tentilhes. Alm disso, mostrou-se que para melhorar oalcance dos cantos de acasalamento, aqueles tentilhes que vivem nas zonas devegetao densa tem canto diferente daqueles que vivem nas reas de vegetaoesparsa. Este fenmeno aumenta a probabilidade de encontrar um par o qual sejaparte do mesmo milieu (ambiente): da se d a estabilizao das caractersticasgenticas especficas ao ambiente ecolgico.A competio, que particularmente severa durante perodos secos por causada escassez do alimento, favorece aqueles indivduos mais bem adaptados ao seuambiente. Porque estes tm uma possibilidade maior de sobrevivncia e portantode se reproduzir, suas caractersticas genticas particulares tendem a ser passadaspara as geraes seguintes. 26. ETAPAS EVOLUTIVASPrimatas: Viveram ha cerca de 70 milhes de anos atrs. Habitavamrvores e se alimentavam de folhas e insetos.Homonides: Eram primatas que viveram aproximadamente entre 22 a24 milhes de anos atrs. Eles tinham tamanho de um pequeno gorila, eleshabitavam rvores e desciam ao solo. Eles eram quadrpedes, ou seja,caminhavam sobre as quatro patas, e de vez em quando caminhavam sobre duaspatas.Homindeos: Eles viveram h cerca de 3 a 1 milho de anos atrs. Ele jandava ereto (postura ereta) , e usava os longos braos para se pendurar emrvores, coletar frutos e para tocar pedras em animais.Homo Habilis: Ele foi o primeiro homindeo do gnero homo. Viveu porvolta de 2 milhes a 1,4 milho de anos. Ele fabricava ferramentas simples, eusava uma linguagem rudimentar.Homo Erectus: Viveu entre 1,6 milho a 150 mil anos atrs. Fabricavainstrumentos de pedra mais complexos e cobria o corpo com peles de animais.Eles viviam em grupos que tinha mais ou menos 30 membros, usava umalinguagem mais sofisticada e foi ele quem descobriu o fogo.Homem de Neandertal: Viveu h cerca de 20 mil h 30 mil anos atrs,era habilidoso. Enterrava os mortos em cavernas e deixavam comidas e objetoscomo oferendas. Conviveu com o Homo Sapiens Sapiens e desapareceu pormotivos at hoje desconhecidos.Homo Sapiens Sapiens: Surgiu entre 100 e 50 mil anos. Espalho-se portoda terra. Desenvolveu a pintura e a agricultura. 27. PALEOLTICO O Paleoltico, tambm conhecido como Idade daPedra Lascada, a primeira fase da Idade daPedra. Vai de 2 milhes A.C. (poca aproximadaem que o homem fabricou o primeiro utenslio)at 10.000 A.C. (incio do Perodo Neoltico). 28. PRINCIPAIS CARACTERSTICAS DO PERODO PALEOLTICO: Fabricao de ferramentas e caa: Este perodo da Pr-Histria se caracterizapela fabricao de ferramentas (machados, lanas, cajados, facas, etc) e outrosobjetos de pedra, ossos e madeira. A vida neste perodo baseava-se na caa deanimais, pesca e coleta de alimentos (frutos, folhas e razes). Nomadismo: Os homens deste perodo eram nmades, ou seja, se deslocavamconstantemente de um local para outro em busca de gua e alimentos. Comoprecisavam deixar o local constantemente, buscavam moradias provisrias como,por exemplo, cavernas e vos entre rochas. Economia: A economia na fase do Paleoltico era de subsistncia, ou seja, noacumulavam nem produziam para o comrcio, mas apenas para a sobrevivnciado grupo. Os bens de produo do grupo (ferramentas, utenslios e outros objetos)eram de propriedade coletiva. Organizao social: Os homens se organizavam em pequenos grupos, cujaliderana era do mais forte e experiente. Aos homens cabia a tarefa de caar,pescar e proteger o grupo. As mulheres ficavam com a funo de preparar oalimento e cuidar dos filhos. 29. Comunicao: A comunicao neste perodo era baseada na emisso depouca quantidade de sons (rudos). Outra forma muita usada de comunicaoforam as pinturas rupestres (desenhos feitos em paredes de cavernas). Atravsdestes desenhos (arte rupestre) eles marcavam o tempo, trocavam experincias etransmitiam mensagens e sentimentos. O fogo: Uma das grandes descobertas do perodo foi a produo do fogo. Esteera produzido atravs de dois processos. O mais rudimentar era a frico de duaspedras sob um mao de palha seca. A fasca obtida incendiava a palha. Numsegundo procedimento, mais elaborado, um graveto era girado sob o furo de umamadeira seca. Este procedimento, atravs do aquecimento, gerava calor quepassava para a palha, provocando o fogo.Rituais: No Paleoltico, os homens j realizavam rituais funerrios.Arquelogos encontraram, em vrias regies, potes de cermica com restosmortais e objetos pessoais dentro de cavernas. Eram tambm realizados rituaisreligiosos com a utilizao do fogo.Homindeos que viveram no Paleoltico: Australopitecos , Homo Habilis,Homo Erectus, Homo Sapiens, Homem de Neanderthal e Homem de Cro-Magnon. 30. MESOLTICO uma fase intermediria da Pr-histria entre os perodos Paleoltico e Neoltico. Estafase no ocorreu em todas as regies do mundo, mas apenas naquelas onde a glaciao teveefeitos mais considerveis. O Mesoltico teve incio h, aproximadamente, 10 mil anos atrs eterminou com o desenvolvimento da agricultura.O Mesoltico foi um perodo de transio, porm representou grandes avanos nosentido de garantir melhores condies de sobrevivncia para o homem pr-histrico. 31. PRINCIPAIS AVANOS DO PERODO MESOLTICO Domnio do fogo: com esta conquista o homem da Pr-histria conseguiu espantar osanimais selvagens que lhe representavam perigo. Foi possvel tambm esquentar e iluminara moradia, alm de possibilitar o consumo de alimentos e carne cozida ou assada. Domesticao dos animais: possibilitou garantir uma reserva de alimento para o momentoque houvesse necessidade, eliminando a dependncia da caa. Desenvolvimento da agricultura: com este avano, o homem da Pr-histria deixou de sernmade para ser sedentrio. Diminuindo a dependncia da natureza, a agricultura garantiumaior quantidade de alimentos. Diviso de trabalho por sexo: os homens ficaram responsveis pelo sustento da famlia esegurana do local, enquanto s mulheres cabiam as funes de cuidar dos filhos e daorganizao da habitao. Esta diviso de trabalho melhorou a organizao social na Pr-histria, favorecendo o desenvolvimento das famlias. Incio das sociedades: Muitos historiadores e antroplogos defendem a ideia de que asrazes da primeiras sociedades camponesas estavam presentes nas comunidades decoletores e caadores complexos do perodo mesoltico. 32. NEOLTICO Tambm conhecido como Idade da Pedra Polida foi afase da pr-histria que ocorreu entre 12 mil e 4 milA.C. O incio deste perodo marcado com o fim dasglaciaes (poca em que quase todo planeta ficoucoberto de gelo) e termina com o desenvolvimento daescrita na Sumria (regio da Mesopotmia). 33. Principais caractersticas do perodo Neoltico Desenvolvimento da agricultura. Este avano permitiu ao ser humano ter uma vida menos dependente da natureza. No necessitava mais coletar frutos, vegetais e razes. A domesticao dos animais (cabras, bois...</p>