Introdução à história e pré história

Download Introdução à história e pré história

Post on 06-Jul-2015

6.462 views

Category:

Technology

4 download

DESCRIPTION

Breve apresentao sobre o enfoque da cincia HISTRIA e assuntos marcantes da Pr-histria da humanidade.

TRANSCRIPT

  • 1. Introduo Histria

2. A Histria estuda todo trao e vestgio de tudo o que o homem/humanidade, fez ou pensou desde o seu primeiro aparecimento sobre a Terra.
ROBISON, James Harvey, citado em BURK, Peter. A escrita da histria: novas perspectivas. So Paulo, Unesp, 1992.
O que estuda a Histria?
3. Como se estuda a Histria?
4. Pr-histria: ausncia de registros escritos
Paleoltico ou Idade da Pedra Lascada: + 4.000.000 a.C. (Surgimento do Homem) at 8.000 a. C. (+ ou -) (Agricultura).
Neoltico ou Idade da Pedra Polida:8.000 a.C. (Agricultura). At 5.000 a.C..
Idade dos Metais:5.000 a.C at 4000 a.C. (Escrita).
5. Antiguidade ou Idade Antiga:Comea por volta de 3.500 a.C., quando foi inventada a escrita, e vai at 476 d.C. (sculo V), quando teve fim o Imprio Romano do Ocidente. Durante essa poca, em que se desenvolveram grandes civilizaes na Europa, na sia e na frica, o Brasil j era habitado por grupos humanos.
Idade Mdia:Vai do sculo V (476) at o sculo XV (1453 data da queda de Constantinopla, tomada pelos turcos). No fim da Idade Mdia, os europeus comearam as Grandes Navegaes, chegando frica, sia e Amrica. Durante esse perodo, o territrio brasileiro era ocupado por muitos milhes de ndios, divididos em povos e tribos diferentes.
Idade Moderna:Vai do sculo XV ao sculo XVIII (1789, data da Revoluo Francesa). Nesse perodo, o comrcio europeu expandiu-se por todo o mundo, e teve incio a indstria. No incio da Idade Moderna, os portugueses chegaram no Brasil.
Idade Contempornea:Comea no sculo XVIII e chega at nossos dias.Em 1945, a cidade japonesa de Hiroxima foi arrasada por uma bomba atmica atirada pela aviao americana, ao final da Segunda Guerra Mundial um acontecimento importante da Idade Contempornea.
Histria : inveno da escrita
6. Evolues?
7. ???
8. A evoluo da nossa espcie:
9. O mundo no qual Lucy vive um mundo velho: existe h cerca de 4 milhes de anos.
Em 1974 uma equipa de historiadores franceses e norte-americanos, especialistas em Pr-Histria, encontrou 52 ossos pertencentes ao esqueleto de uma rapariga e baptizaram-na de Lucy em referncia a uma cano dos Beatles.
Lucy ainda mais prxima do chimpanz do que do homem atual. Trata-se de uma fmea com cerca de 20 anos, 1.20m de altura e um peso aproximado de trinta quilos.
A cabea pequena, o crebro, est pouco desenvolvido e o rosto projeta-se para a frente como o dos macacos.
Lucy bpede e isso torna-a o primeiro ser que mais se assemelha ao Homem.
Nossa pequena Eva
10. Australopithecus x Homo sapiens sapiens
11. A vida na Pr-histria
12. Mais extenso perodo da Histria da humanidade;
As baixas temperaturas da Terra obrigavam o homem do Paleoltico a viver sob a proteo das cavernas;
O fogo foi a mais importante descoberta do perodo;
Os pequenos bandos eram nmades;
Produziam ferramentas utilizando a pedra lascada;
Iniciaram a arte rupestre;
Paleoltico
13. Vida em bandos maiores;
Descoberta da agricultura e da domesticao dos animais;
Sedentarismo;
Produo de ferramentas de pedras polidas;
Produo mais elaborada da cermica;
Incio da diviso do trabalho.
Neoltico
14. Descobrimento do uso dos metais;
Surgimento da escrita;
Incio das primeiras civilizaes na regio do Crescente frtil.
Idade dos metais
15. O perodo Neoltico foi marcado pela transio do coletivismo Pr-Histrico verdadeira noo de propriedade dos tempos histricos. A produo de gros deu origem ao celeiro, e este por sua vez, originou uma muralha de proteo. Logo foi preciso formar-se um exrcito para defender o celeiro. Com isso, surgiu o poder para controlar o excedente e a figura do administrador, ao qual cabia fixar os impostos e registrar os sacos de trigo produzidos. Erigiam-se assim os pilares de um mundo novo, bem diverso do da Pr-Histria.
(VICENTINO, Cludio. Histria Geral. S. Paulo, Scipione, 1991. p.14)
Para saber mais...
16. Inicialmente, na comunidade primitiva, a mulher ocupava uma posio de igualdade e mesmo de superioridade em relao ao homem. O cultivo da terra cabia mulher, assim como a coleta de frutos e razes comestveis, ficando ao homem a atividade da caa. mulher cabia a condio de criadora, fixadora e transmissora de hbitos culturais. Tudo indica que a passagem agricultura foi obra das mulheres, como tambm da domesticao de animais e a fabricao de cermica fiao e tecelagem. Devido aos casamentos mltiplos, a linha de parentesco era dada pela me, isto , a descendncia se contava em linha feminina o direito materno (matriarcado). Quando mais tarde, correspondendo ao aparecimento da propriedade privada de rebanhos e depois, da terra, o direito materno foi derrubado, a linha de descendncia passou a se fazer pelo pai, a fim de garantir o direito dos filhos herana (patriarcado). Comeou-se, ento, a exigir-se da mulher virgindade antes do casamento e a fidelidade conjugal.(...).
A monogamia foi a condio imposta, principalmente mulher, para garantir ao homem a certeza da paternidade e legitimar os filhos com direito herana (partilha dos bens aps a morte do pai).
(AQUINO, Rubim Santos Leo de. Histria das sociedades. Rio de janeiro, Ao Livro Tcnico, 1980. p.70)

Recommended

View more >