vida e obra de mأ،rio quintana - em homenagem a lesley bernardi diana santos (uio) mario quintana...

Download Vida e obra de Mأ،rio Quintana - Em homenagem a Lesley Bernardi Diana Santos (UiO) Mario Quintana 25

Post on 22-Aug-2020

0 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • Vida e obra de Mário Quintana Em homenagem a Lesley Bernardi

    Diana Santos

    d.s.m.santos@ilos.uio.no

    25 de janeiro de 2018

    Mario Quintana e Lesley Bernardi

    Mário Quintana, abraçado por Henrique Mann

    Lesley Bernardi, no IMDB por causa do filme “What a Bad Trip!” (2016, Canadá)

    Diana Santos (UiO) Mario Quintana 25 Jan 2018 2 / 14

  • Lesley Bernardi e eu

    Quando cheguei à segunda temporada do Sarau de Poesia (janeiro ou fevereiro de 2017), na sede da Lusofonia Oslo, em Oslo ... lá estava ela (com o marido e os filhos esperando pacientemente na outra sala) a declamar e a organizar e a entusiasmar as hostes!

    Uma estrela tinha chegado! uma apaixonada por poesia uma apaixonada pela língua portuguesa uma apaixonada pelo Brasil, e pelo Rio Grande do Sul uma apaixonada por vários poetas, entre os quais... Mário Quintana

    Sem ela, eu provavelmente nunca teria deparado com Mario Quintana...

    Diana Santos (UiO) Mario Quintana 25 Jan 2018 3 / 14

    Organização desta sessão

    A Lesley seria a pessoa ideal para apresentar Mário Quintana (e estava previsto), mas está de saída para a Suécia... Portanto, combinámos (os organizadores do círculo) o seguinte

    Eu apresento a biografia dele A Ana Rita Ferreira falará sobre a expressão da consciência poética na própria poesia de Mário Quintana O João Marques Lopes declamará alguns poemas escolhidos por ele A Fabiana Michaelsen apresentará testemunhos de pessoas que conheceram pessoalmente Mario Quintana, de Porto Alegre

    E: Todos os que quiserem, podem contribuir e apresentar algo que tenha a ver com Mario Quintana – e com a Lesley!

    Diana Santos (UiO) Mario Quintana 25 Jan 2018 4 / 14

  • Mario Quintana: Dados biográficos, cronologia

    1906 Nascimento, em Alegrete (Rio Grande do Sul), a 500 quilómetros da capital Porto Alegre. Gentílico: alegretense. Pai dono de farmácia.

    1914 Entra na Escola Elementar Mista de Dona Mimi Contino. 1915 Muda para a escola de António Cabral Beirão, onde acaba a

    escola primária. 1919 Muda para Porto Alegre, para ingressar no Colégio Militar. 1924 Emprega-se na Livraria do Globo. 1926 Morre a mãe. 1927 Morre o pai. 1929 Entra como jornalista para O Estado do Rio Grande. 1940 Publicação do primeiro livro de poesias, A Rua dos

    Cataventos. 1953 Ingressa no jornal Correio do Povo, tendo uma coluna

    intitulada “Do caderno H”. Diana Santos (UiO) Mario Quintana 25 Jan 2018 5 / 14

    Mario Quintana: Dados biográficos, cronologia (cont.)

    1966 Publicada Antologia Poética (60 poemas inéditos para 60 anos de idade) organizada por Rubem Braga e Paulo Mendes Campos

    1966 Poema “Quintanares” em sua honra por Manuel Bandeira 1966 Prémio Fernando Chinaglia (União Brasileira de Escritores)

    pelo melhor livro do ano (a dita Antologia) 1967 Nomeado Cidadão Honorário de Porto Alegre 1976 Medalha Negrinho do Pastoreio 1977 Deixa o jornal Correio do Povo 1980 Prémio Machado de Assis pelo conjunto da sua obra 1981 Prémio Jabuti - personalidade literária do ano 1994 Morte

    Diana Santos (UiO) Mario Quintana 25 Jan 2018 6 / 14

  • Dados biográficos: Estilo de vida e outros trabalhos

    Morou grande parte da sua vida em hotéis, como o Hotel Majestic – agora Casa de Cultura Mario Quintana Tentou entrar na Academia Brasileira de Letras (ABL) três vezes sem conseguir (são precisos 20 votos) Foi tradutor para a Editora Globo de 1934 a 1955, não só de livros e autores consagrados como Proust, Balzac, Voltaire, Virginia Woolf, Graham Greene e Giovanni Papini, como de muitas outras obras em que não está identificado o tradutor. Teve problemas de alcoolismo e era um fumador inveterado. Era conhecido “frasista”: alguém precisava sair atrás dele anotando (Fabrício Carpinejar, Abril 2006) Apresentava um afiado radar da aproximação dos chatos (ibid.)

    Diana Santos (UiO) Mario Quintana 25 Jan 2018 7 / 14

    Dados biográficos: consagração e atribuição

    Apesar da idolatria no Rio Grande do Sul, Quintana ainda não é considerado um poeta maior além-fronteiras - talvez seja mais conhecido pelas suas frases de efeito, tiradas e chistes do que propriamente pelos seus versos. Sofre com a regionalização de autores na poesia como Cora Coralina em Goiás, Adélia Prado em Minas Gerais, Manoel de Barros no Mato Grosso, José Chagas no Maranhão, Paulo Leminski no Paraná. Não conquistou a plenitude de ser um poeta para todo o Brasil.

    De acordo com o crítico Antonio Carlos Secchin, “parece que apenas poetas cariocas e paulistas não precisam de gentílico. Difícil ler ’o poeta carioca Vinícius de Morais’ ou ’o paulista Oswald de Andrade’. Mas lemos a toda hora ’o pernambucano João Cabral’. Infelizmente, apenas os do Rio e de São Paulo estão dispensados de exibir a carteira de identidade".

    Diana Santos (UiO) Mario Quintana 25 Jan 2018 8 / 14

  • Dados biográficos: Amigos e colaboradores

    Drummond, Vinicius, Bandeira, Quintana e Paulo Mendes Campos

    Reconhecido em vida: trabalhos elogiados por Carlos Drummond de Andrade, Vinícius de Morais, Cecília Meireles e João Cabral de Melo Neto, além de Manuel Bandeira. Muitos amigos e fãs, muito social, mas nunca casou nem os amores são conhecidos: sozinho?

    Diana Santos (UiO) Mario Quintana 25 Jan 2018 9 / 14

    Mario Quintana por ele próprio

    Dizem que sou tímido. Nada disso ! sou é caladão, instrospectivo. Não sei por que sujeitam os introvertidos a tratamentos. Só por não poderem ser chatos como os outros ?

    Diana Santos (UiO) Mario Quintana 25 Jan 2018 10 / 14

  • Algumas obras selecionadas pelo título ou por outras razões

    Sapato Florido (1948) O Batalhão de Letras (1948) Espelho Mágico (1951), com texto de Monteiro Lobato na orelha (PB)/na badana (PP) A Vaca e o Hipogrifo (1977) Da Preguiça como Método de Trabalho (1987) Velório sem Defunto (1990) – faz lembrar o texto do Urbano Tavares Rodrigues

    Diana Santos (UiO) Mario Quintana 25 Jan 2018 11 / 14

    E Pessoa? Raro caso de poeta que virou ponto turístico. (Capinejar 2006)

    Lesley Bernardi, no IMDB por causa do filme “What a Bad Trip!” (2016, Canadá)

    Diana Santos (UiO) Mario Quintana 25 Jan 2018 12 / 14

  • A questão da vida dos autores

    Comentários depois de ter lido a História da Literatura Portuguesa (em IV volumes) do Téofilo Braga

    Quase todos os autores portugueses foram muito mal tratados A grande maioria nunca foi reconhecida em vida “Faz parte” de ser poeta ou escritor (em) português o passar por muitos enxovalhos, perseguições, e humilhações Uma resposta relativamente constante é o humor e a crítica afiada – donde a poesia – e a prosa – satíricas serem também extremamente desenvolvidas em português, desde os seus primórdios.

    A palavra é uma arma!

    Diana Santos (UiO) Mario Quintana 25 Jan 2018 13 / 14

    Figuras e fontes

    https://pt.wikipedia.org/wiki/M%C3%A1rio_Quintana http://www2.uol.com.br/entrelivros/reportagens/mario_ quintana_um_par_de_sapatos_para_a_posteridade_imprimir.html http://www.releituras.com/mquintana_bio.asp http://m.imdb.com/name/nm6121066/mediaviewer/rm2710433024 https: //cdn.pensador.com/img/authors/ma/ri/mario-quintana-2-l.jpg http://www.hottopos.com/notand14/perisse.pdf https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/f/fb/ Drummond_e_Quintana.jpg escultura de Francisco Stpckinger, foto de Ricardo André Frantz) https://upload.wikimedia.org/wikipedia/ commons/c/c5/Lisboa-Pessoa-A_Brasileira-1.jpg (escultura de Lagoa Henriques, foto de Nol Aders)

    Diana Santos (UiO) Mario Quintana 25 Jan 2018 14 / 14

    https://pt.wikipedia.org/wiki/M%C3%A1rio_Quintana http://www2.uol.com.br/entrelivros/reportagens/mario_quintana_um_par_de_sapatos_para_a_posteridade_imprimir.html http://www2.uol.com.br/entrelivros/reportagens/mario_quintana_um_par_de_sapatos_para_a_posteridade_imprimir.html http://www.releituras.com/mquintana_bio.asp http://m.imdb.com/name/nm6121066/mediaviewer/rm2710433024 https://cdn.pensador.com/img/authors/ma/ri/mario-quintana-2-l.jpg https://cdn.pensador.com/img/authors/ma/ri/mario-quintana-2-l.jpg http://www.hottopos.com/notand14/perisse.pdf https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/f/fb/Drummond_e_Quintana.jpg https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/f/fb/Drummond_e_Quintana.jpg https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/c/c5/Lisboa-Pessoa-A_Brasileira-1.jpg https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/c/c5/Lisboa-Pessoa-A_Brasileira-1.jpg