projeto experimental comunitário centro social marista mario quintana

Download Projeto Experimental Comunitário Centro Social Marista Mario Quintana

If you can't read please download the document

Post on 02-Apr-2016

220 views

Category:

Documents

2 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Projeto Experimental Comunitário se constitui numa disciplina obrigatória do último semestre do Curso de Relações Públicas que busca a aplicação prática dos conceitos e conhecimentos adquiridos durante o curso. Tem como objetivos, portanto, oportunizar a reflexão sobre as possibilidades de atuação das Relações Públicas em Organizações do Terceiro Setor e elaborar um plano de comunicação, com viés estratégico, para implantação em Organizações do Terceiro Setor.

TRANSCRIPT

  • PONTIFCIA UNIVERSIDADE CATLICA DO RIO GRANDE DO SUL FACULDADE DE COMUNICAO SOCIAL

    CURSO DE RELAES PBLICAS

    ANDRESSA DUARTE BRENDA MENINE

    REBECA ESCOBAR

    PROJETO EXPERIMENTAL COMUNITRIO

    Centro Social Marista Mario Quintana

    Porto Alegre

    2013

  • 2

    ANDRESSA DUARTE BRENDA MENINE

    REBECA ESCOBAR

    PROJETO EXPERIMENTAL COMUNITRIO: Centro Social Marista Mario

    Quintana

    Trabalho apresentado como pr-requisito para aprovao na disciplina de Projeto Experimental Comunitrio do curso de Comunicao Social com Habilitao em Relaes Pblicas, pela Pontifcia Universidade Catlica do Rio Grande do Sul.

    Orientador: Cleusa Scroferneker

    Co-orientador: Denise Pagnussatt

    Porto Alegre

    2013

  • 3

    AGRADECIMENTOS

    Agradecemos a disponibilidade e o empenho da Coordenadora Geral do Centro Social Marista Mario Quintana, Berenice Saut, da Coordenadora Pedaggica, Caroline Saut e da Assessora de Comunicao das Unidades Sociais da Rede Marista do Rio Grande do Sul, Silvia de Medeiros.

  • 4

    LISTA DE ILUSTRAES

    Figura 1- Educandos na Oficina de Msica ........................................... 15

    Figura 2-Dinmica Descoberta Vocacional ............................................ 16

    Figura 3- Dinmica Relaes Familiares ............................................... 17

    Figura 4- Teatro da Vida de Champagnat.............................................. 18

    Figura 5- Oficina de LIBRAS para todos ................................................ 19

    Figura 6- Oficina de Educao Ambiental.............................................. 20

    Figura 7- Educandos demonstrando afeto um com o outro ................... 21

    Figura 8- Representantes do Lions Club e do Centro Social ................. 22

    Figura 9- Imagem ilustrativa do aplicativo Hand Talk .......................... 24

    Figura 10- Modelo de Interao Comunicacional Dialgica ................... 31

    Figura 11- Pgina no Facebook ............................................................. 36

    Figura 12- Grfico de Pessoas Alcanadas ........................................... 36

    Figura 13 - Pgina da PUCRS ............................................................... 37

    Figura 14- Livros arrecadados ............................................................... 38

  • 5

    LISTA DE SIGLAS

    IBGE Instituto Brasileiro de Geografia e Estatstica

  • 6

    SUMRIO

    1 APRESENTAO ................................................................................................... 8

    2 QUADRO: SNTESE SOBRE O CENTRO SOCIAL ................................................ 9

    3 SOBRE O CENTRO SOCIAL MARISTA MARIO QUINTANA .............................. 10

    3.1 Contextualizao do tema ................................................................................... 13

    3.2 Por que planejar a comunicao para o Centro Social Marista Mario

    Quintana? .................................................................................................................. 22

    4. PLANO DE COMUNICAO ............................................................................... 27

    4.1 Definio dos Pblicos do Centro Social ............................................................. 29

    5. SOBRE AS AES .............................................................................................. 35

    5.1 Aes de Curto prazo ....................................................................................... 35

    5.1.1 Assessoria de Imprensa ................................................................................... 35

    5.1.2 Pgina no Facebook......................................................................................... 36 5.1.3 Ao Batalho das Letras ................................................................................ 38

    5.2 Aes de Mdio prazo....................................................................................... 39

    5.2.1 Ao Oficina de Assessoria de Imprensa ......................................................... 39

    5.2.2 Ao Oficina de Facebook ............................................................................... 40 5.3 Ao de Longo prazo ........................................................................................ 41

    5.3.1 Ao Dia Especial para Educadores ................................................................ 41

    6. CRITRIOS PARA AVALIAO DAS AES IMPLEMENTADAS ................... 42

    7 CONSIDERAES ................................................................................................ 43

    REFERNCIAS ......................................................................................................... 44

    APNDICE A Termo de Cesso de Direitos .......................................................... 49

  • 7

    APNDICE B Oficina de Assessoria de Imprensa ................................................. 50

    APNDICE C Pgina do Facebook ....................................................................... 51 APNDICE D Material desenvolvido para oficina de Facebook .............................. 54 ANEXO A- Folder Institucional Centro Social Marista Mario Quintana ...................... 61

    ANEXO B- Planejamento Estratgico da Rede Marista do Rio Grande do Sul

    2012-2002 ................................................................................................................. 62

    ANEXO C- Lei n. 10.436, de 24 de abril de 2002, que dispe sobre a Lngua

    Brasileira de Sinais - LIBRAS .................................................................................... 63

    ANEXO D Matria sobre o CSMMQ no Correio de Gravata do dia 16/09/2013 .... 70

    ANEXO E-Pgina do Facebook ................................................................................ 71

    ANEXO F- Newsletter E-social .................................................................................. 72

    ANEXO G- Fan Page Marista Mario Quintana: Batalho das Letras ........................ 73

    ANEXO H- Fan Page Eu Sou Famecos: Batalho das Letras .................................. 74

    ANEXO I- Fan Page PUCRS: Batalho das Letras ................................................... 75

  • 8

    1 APRESENTAO

    O Projeto Comunitrio se constitui numa disciplina obrigatria do ltimo

    semestre do Curso de Relaes Pblicas que busca a aplicao prtica dos

    conceitos e conhecimentos adquiridos durante o curso. Tem como objetivos,

    portanto, oportunizar a reflexo sobre as possibilidades de atuao das

    Relaes Pblicas em Organizaes do Terceiro Setor e elaborar um plano de

    comunicao, com vis estratgico, para implantao em Organizaes do

    Terceiro Setor.

    O Centro Social Marista Mario Quintana foi escolhido pelo grupo com

    base em uma pesquisa prvia sobre instituies que desenvolvem aes de

    amparo a crianas com problemas de audio. Duas das autoras frequentam o

    curso de Libras e com o conhecimento sobre as necessidades e dificuldades dos

    surdos decidiu-se utilizar o presente plano de comunicao para apoiar a

    comunicao da organizao escolhida. O fato de uma das autoras residir em

    Gravata, cidade onde se encontra o Marista Mario Quintana foi um dos fatores

    decisivos. Porm, o trabalho consciente e a forte demonstrao de amor e

    cuidado ao prximo foi o grande diferencial na escolha pela instituio.

  • 9

    2 QUADRO 1 SNTESE SOBRE O CENTRO MARISTA MARIO QUINTANA

    2 CENTRO SOCIAL MARISTA MARIO QUINTANA

    Dados de Identificao da Instituio

    Nome:Centro Social Marista Mario Quintana

    Responsvel:Berenice Saut

    Cargo:Coordenadora

    Endereo:Rua Otvio Schemes, 212 Bairro So Geraldo 94155-000 Gravata/RS

    Telefone:(51) 3043-1633

    e-mail:social.marioquintana@maristas.org.br / berenice.saut@maristas.org.br

    Endereo:Site/Portal/Redes Socias: No possui.

    _________________________________________________________________________

    Incio das atividades (data da sua implantao): 29 de junho de 2001.

    Finalidade:Atua para transformar a realidade por meio da incluso.

    Pblicos atendidos:crianas e adolescentes em especial pessoas com deficincia auditiva, intelectual e fsica entre outros.

    _________________________________________________________________________

    Principais demandas (em relao comunicao)

    Estreitar o relacionamento com a comunidade e com a imprensa para gerar visibilidade.

    Facilitar o dilogo com o setor de Comunicao da Rede Marista do Rio Grande do Sul.

  • 10

    3 SOBRE O CENTRO SOCIAL MARISTA MARIO QUINTANA

    O Centro Social Marista Mario Quintana est localizado na cidade de

    Gravata/RS e integra a Rede Marista de Solidariedade do Rio Grande do Sul.

    Atua para transformar a realidade por meio da incluso, do resgate da cidadania

    e promoo, a garantia e defesa dos direitos de crianas e adolescentes em

    especial pessoas com deficincia auditiva, intelectual e fsica, entre outros.

    Busca integrar-se comunidade promovendo projetos, oficinas e aes que

    objetivam oportunizar proteo e novas perspectivas de vida a todos que

    usufruem dos servios. A metodologia utilizada tem como eixo principal a

    convivncia e participao numa relao de construo de conhecimento, por

    meio de compartilhamento de experincias, acesso ao desenvolvimento da

    pessoa cidad, autonomia, criticidade, protagonismo e o respeito. Estes so

    elementos chave para o exerccio efetivo da cidadania (MARISTA, 2010).

    Nesta perspectiva, de ac