o mundo romano - tetyana

Download O mundo romano -  tetyana

If you can't read please download the document

Post on 30-Oct-2014

21 views

Category:

Investor Relations

7 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

este trabalho diz respeito à materia do 10º ano , de historia A, sobre o mundo romano! ;)

TRANSCRIPT

  • 1. O MUNDO ROMANO De uma pequena cidade, tornou-se um dos maiores imprios da antiguidade

2. INTRODUO

  • A formao do vasto imprio romano ocorreu entre os sculos V a.C. e II d.C..
  • A civilizao romana caracterizou-se por uma economia urbana, mercantil, monetria e esclavagista. No seu quotidianoa vida romana dividia-se entre o luxo e a misria, entre os banquetes,as festas e os espectculos.
  • A organizao politica do poder evoluiu da monarquia para a republica e desta para o imprio.

3.

  • Os romanos , embora marcados pela herana civilizacional dos gregos , tinham um sentido mais prtico da vida e das movimentaes culturais e artsticas, ou seja, a cultura romana foi muito influenciada pela cultura grega.
  • O carcter pragmtico dos romanos manifestou-se nas realizaes matrias, como grandes obras e urbanismo, nas artes plsticas, na literatura, na filosofia e no direito .

Marco Milirio.(urbanismo) 4. Como surgiu Roma?

  • Segundo a lenda, a cidade de Roma foi fundada em 753 a.C. por Rmulo e o seu irmo gmeo Remo. Eram filhos do deus Marte e da sacerdotisa Rea Slvia.
  • O seu destino era herdarem o reino de Alba, mas Amlio apoderou-se do trono e lanou-os ao rio Tigre. Os dois irmos salvam-se das guas junto ao monte Palatino, onde uma loba os acolhe , dando-lhes de mamar. Mais tarde, so recolhidos por um pastor, que os adopta como filhos. Aos 18 anos descobrem a sua origem, matam o seu tio Amlio e decidem erguer uma cidade sobre o monte Palatino, precisamente no local onde a loba os havia salvo.
  • Mas durante o combate pelo trono, Rmulo mata Remo e funda Roma.

5. Os Romanos

  • Roma, situada na pennsula itlica , foi a sede de um dos mais vastos imprios da historia da humanidade. O imprio romano iniciou a sua formao a partir do sc.V a.C. e atingiu a sua mxima extenso no sc.. II d.C.
  • OsROMANOSforam o povo que mais tempo permaneceu na Pennsula Ibrica.

Pennsula Itlica. Pennsula Ibrica. 6. A Repblica e as conquistas

  • Depois de se libertarem dos reis etruscos, os Romanos adoptaram um novo tipo de governao: A Repblica. Aps cinco sculos de conquistas, Roma transforma-se na capital de um imenso territrio. Foi durante a Repblica que grande parte do gigantesco Imprio Romano foi erguido. Em dois sculos Roma conseguiu dominar toda a pennsula itlica. No sculo a.C. defronta a poderosa Cartago, cidade da frica. Mas os romanos acabam por vencer o general Anbal cujo exrcito contava com elefantes. Mais tarde os romanos estendem o seu poder para Leste, tomando a Macednia, a Sria, etc. Durante o sculo I a.C. os generais poderosos servem-se do seu prestgio e dos seus exrcitos para arrebatarem o poder de Roma. Pompeu conquista o Oriente enquanto que Csar anexa a Glia. Rivais, Pompeu e Csar envolver-se-iam mais tarde em guerras. Jlio Csar ambiciona ainda assim tornar-se senhor absoluto de todo o Imprio romano, com medo que Csar cumprisse o seu objectivo, criou-se uma conspirao que a 15 de Maro de 44 a.C. assassinou Jlio Csar.

7. Construes Romanas em Portugal

  • O povo Romano deixou vrios vestgios da sua permanncia em Portugal, podemos ver as suas construes , em algumas esto em runas mas outras esto muito bem conservadas.

Templo de Diana em vora - Portugal. Ponte Romana em Chaves - Portugal Castelo Romano em Pombal - Portugal Muralha romana 8. O Imprio

  • Com a morte de Jlio Csar, os seus assassinos julgam ter salvo a Repblica. Em 27 a.C., o Senado confia em Octvio, filho adoptivo de Csar, o comando do Estado e este funda o Imprio. O Imperador era um prncipe que detinha o poder absoluto. Magistrados, chefes militares e senadores esto dependentes da sua autoridade.
  • As assembleias de cidados continuam a eleger os magistrados e o Senado a reunir, mas a maior parte das vezes o imperador toma as suas decises sem os consultar.No sculo I d.C., o Imprio romano abrange j um imenso territrio. Imperadores como Cladio e Trajano prosseguem no entanto as suas conquistas. No sculo II d.C. o imprio atinge o seu apogeu mximo.

9. O poder politico no Imprio

  • Durante a poca imperial, o poder passou a estar concentrado nas mos do imperador. Apesar de as instituies politicas da republica perderem na poca imperial, estas deixaram de ter poder efectivo com transferncia das suas competncias para o imperador.
  • As instituies politicas da republica eram o Senado, as Magistraturas, e os Comcios ou a Assembleias.
  • O imperador era comandante supremo, politico e militar, era o Pontfice Mximo e detinha o poder Tribuncio .

10.

  • A lngua romana era o latim, que depois de um tempo espalhou-se pelos quatro cantos do imprio, dando origem na Idade Mdia,ao portugus , francs, italiano e espanhol.
  • O povo Romano era bastante evoludo e conseguiram impor o ser modo de vida. Os Romanos desenvolveram vrias culturas como o trigo, vinha e oliveira, criaram industrias como a da tecelagem, minas, pedreiras e olarias e tambm trabalhavam bem o ferro.

11. AConquista da Pennsula no foi fcil, pois tiveram bastante luta dos Lusitanos. Aps a pacificao da Pennsula Ibrica , os romanos impuseram os seus modos de vida quotidiana, a lngua e a cultura s populaes locais. A este processo ficou conhecido porromanizao. 12. Este trabalho foi feito a contar para a disciplina de Histria e tem como tema o Imprio Romano. Ficamos a conhecer melhor a grandeza do imprio Romano, que contribuiu muito para os dias de hoje. Trabalhamos emgrupo , e aprendemos ainda mais do que j sabamos. ;) Concluso 13. Bernardo Mascarenhas Paulo Torres Tetyana TRABALHO REALIZADO POR :