manejo e percepÇÃo ambiental no controle da ?· manejo e percepÇÃo ambiental no controle da...

Download MANEJO E PERCEPÇÃO AMBIENTAL NO CONTROLE DA ?· MANEJO E PERCEPÇÃO AMBIENTAL NO CONTROLE DA SUPERPOPULAÇÃO…

Post on 09-Nov-2018

212 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • 1

    ISSN 2317-661X Vol. 09 Num. 01 Janeiro 2016

    www.revistascire.com.br

    MANEJO E PERCEPO AMBIENTAL NO CONTROLE DA

    SUPERPOPULAO DE Columba livia Gmelin, 1789 (Columbiformes:

    Columbidae) NO MUNICPIO DE CAMPINA GRANDE-PB

    Crhistiane Reygime Costa ARAJO1; Maria do Socorro Barros de SOUZA

    1; Rossandra

    Maria da Silva OLIVEIRA1; Nilene Rodrigues dos SANTOS

    2;

    1. Alunos do Curso de Licenciatura em Biologia da UVA/UNAVIDA.

    rossandra.oliveira@hotmail.com 2. Biloga. Professora Doutora em Cincias Biolgicas. Orientadora do Curso de Licenciatura em

    Biologia da UVA/UNAVIDA. nileners@yahoo.com.br

    RESUMO: A fauna sinantrpica formada por animais que convivem e se adaptam a convivncia dos humanos,

    como os pombos-domsticos que j atingiram a condio de praga urbana, em razo de sua superpopulao em

    vrias regies mundiais, devido os riscos que representam sade pblica, sendo necessrio o seu controle

    populacional. O presente trabalho teve como objetivo verificar a percepo da populao sobre a espcie

    Columba livia e contribuir no seu controle populacional desenvolvendo aes sobre o manejo dos ovos e ninhos,

    proporcionando aes diretas na sade pblica e na preveno dos riscos ambientais no municpio de Campina

    Grande-PB. O estudo foi desenvolvido seguindo uma metodologia exploratrio-descritivo com abordagem quali-

    quantitativa, sendo Praa da Bandeira o local escolhido por ser uma rea urbana de grande concentrao da

    espcie em estudo, com uma mdia de 1.500 espcimes. O estudo foi realizado no perodo de 02 de maio a 30 de

    agosto de 2013 no turno da manh. Para a coleta dos dados foi utilizado um questionrio estruturado para uma

    amostra de 39 indivduos, dentre eles, transeuntes em contato direto com a espcie e um mdico veterinrio,

    foram tambm coletados ovos da espcie e retirados os ninhos, alm da limpeza do ambiente. Para a realizao

    do trabalho foram utilizados materiais de proteo individual. Aps a coleta dos dados, os mesmos foram

    analisados por meio de estatstica descritiva utilizando o programa Microsoft Office Excel e word 2010. Dos

    entrevistados, 100% relataram no alimentarem os animais, 93% no sabiam que os animais causavam doenas e

    57% no concordaram com a presena dos animais na praa. Na coleta de ovos da espcie Columba Lvia

    realizada, foi verificado que o maior nmero de ovos retirados foi no ms de Julho com 32%, sendo o ms de

    Maio o menor ndice de coleta, com apenas 14%. Mediante os resultados obtidos, pode-se concluir que o

    manejo dos ovos e ninhos eficiente no controle da superpopulao da espcie, sendo necessrio um trabalho

    contnuo de educao ambiental direcionado aos frequentadores do local em estudo.

    Palavras-chave: Pragas Urbanas. Superpopulao. Columba livia.

    ABSTRACT: The synanthropic fauna is formed by animals which live together and adapt to the coexistence

    with humans, such as the domestic pigeons which have reached the condition of a urban plague, because of their

    overpopulation in many regions of the world, due to the risks to public health which they represent, therefore it is

    necessary their population control. The present study aimed to verify the populations perception on

    the Columba livia species and contribute to its population control by the development of actions on the handling

    of the eggs and nests, providing direct actions on public health and in the prevention of environmental risks in

    the municipality of Campina Grande-PB. The study was developed following a exploratory and descriptive

    methodology with a qualitative and quantitative approach, being the Praa da Bandeira the chosen place, as it is

    an urban area of great concentration of the studied species, with an average of 1.500 specimens. The study was

    carried out during the period of May 2nd

    to August 30th

    2013 in the mornings. For the data collection, a

    structured questionnaire was used for a sample of 39 individuals, among them, passers-by with direct contact

    with the species and a veterinary doctor. The species eggs were also collected and taken from the nests, in

    addition to the cleaning of the environment. For the accomplishment of the study, materials of individual

    protection were used. After the data collection, it was analyzed through descriptive statistics using the Microsoft

    Excel Office 2010 program. 100% of the interviewed reported not feeding the animals, 93% did not know that

    the animals caused diseases and 57% did not agree with the presence of the animals in the studied site. In the

    collection of the eggs of the Columba livia species it was verified that the greatest numbers of eggs (32%) were

    taken in the month of July, being the month of May the one with the lowest collection rate, with only 14%. By

    the obtained results, it is concluded that the handling of the eggs and nests is efficient it the control of the

    mailto:rossandra.oliveira@hotmail.com

  • 2

    ISSN 2317-661X Vol. 09 Num. 01 Janeiro 2016

    www.revistascire.com.br

    species overpopulation, being necessary a continuous work of environmental education directed to the people

    who frequently go to the place of study.

    KEYWORDS: Urban plagues, overpopulation , Columba livia.

    INTRODUO

    A Fauna sinantrpica caracterizada por animais que vivem prximos s habitaes

    humanas, e se adaptaram a viver junto ao homem, independente da vontade deste. Dentre os

    animais sinantrpicos, destacamos aqueles que podem comprometer a sade do homem ou de

    outros animais por transmitir doenas, inutilizar ou destruir alimentos, alm de provocar

    riscos de acidentes como picadas, mordeduras e outros. Esses animais esto presentes nas

    cidades, nas residncias, no ambiente de trabalho, como: abelha, aranha, barata, carrapato,

    escorpio, rato, formiga, morcego, mosca, mosquito, pulga, vespa, pombos entre outros

    (BRASIL 2009).

    Em muitos lugares, a columba lvia ( pombo-domstico) j atingiu a condio de praga

    urbana, em razo de sua superpopulao, dos prejuzos econmicos que causa e dos riscos que

    representa sade pblica, sendo necessrio o controle populacional. Porm, importante

    lembrar que, apesar de no pertencerem a uma espcie nativa do Brasil, os pombos que vivem

    em liberdade em nosso meio so considerados parte integrante da fauna silvestre brasileira,

    estando, portanto, amparados pela legislao de proteo fauna (AGUIAR e LUCIANO,

    2011).

    No Brasil, a Columba livia Gmelin, 1789 (Columbiformes: Columbdea) foi

    introduzida pelos europeus j no sculo XVI, tendo-se adaptado muito bem aos grandes

    centros urbanos, devido facilidade de encontrar alimento e abrigo permanecendo prximos

    de habitaes humanas, onde podem causar diversos problemas quando presentes em nmero

    excessivo, onde suas fezes cidas, alm de sujar, podem provocar danos pintura de veculos

    e ao patrimnio histrico e artstico, bem como matar plantas ornamentais e gramados. O

    acmulo de penas, fezes e restos de ninhos podem causar entupimentos em calhas ou

    tubulaes de escoamento pluvial e o apodrecimento precoce de forros de madeira (IEPHA,

    2006; NUNES, 2003).

    Os pombos urbanos desempenham um importante papel na transmisso de vrias

    doenas que acometem humanos e animais domsticos, tais como criptococose,

    histoplasmose, ornitose, salmonelose, toxoplasmose, encefalite, dermatites, alergias

  • 3

    ISSN 2317-661X Vol. 09 Num. 01 Janeiro 2016

    www.revistascire.com.br

    respiratrias, doena de Newcastle, aspergilose e tuberculose aviria, alm de frequentemente

    proliferao de ratos, baratas e moscas em locais de acmulo dessas aves (NUNES, 2003).

    Em conformidade com O IBAMA, segundo a Lei n. 9.605 de 12/02/98 (Artigo 29,

    pargrafo3), considerava-os protegidos no momento em que este animal utiliza do territrio

    nacional para local de abrigo e reproduo, e mesmo no sendo da fauna brasileira, podem ser

    amparado nesta lei, levando assim qualquer ao de controle que provoque a morte, danos

    fsicos, maus tratos e apreenso, passvel de pena de recluso de at 05 anos. Atualmente, a

    instruo normativa 141. De 19/12/2006 do IBAMA, que regulamenta o controle e o manejo

    ambiental da fauna sinantrpica nociva, (Artigo 4 1item C) coloca, dentre outros, a

    Columba livia, como espcie passvel de controle por rgo de governo da Sade, da

    Agricultura e do Meio Ambiente, sem a necessidade de autorizao por parte do IBAMA,

    contudo restringindo a eliminao direta de indivduos somente quando tiverem sido

    esgotadas as medidas de manejo ambiental definidas (BRASIL, 2009).

    A Columba livia foi introduzida no municpio de Campina Grande-PB no ano de 1965 pelo

    senhor Joo Nogueira de Arruda de codinome Pinta Cega parente da Famlia Arruda,

    quando o mesmo trouxe um casal de pombos para Praa da Bandeira, objetivando construir

    um pombal, contendo bebedouros, onde as pessoas pudessem ter um espao com vida. No

    h estatsticas ou levantamentos fidedignos sobre a avefauna do municpio, mas sabemos que

    a superpopulao de pombos uma realidade urbana (SILVA, 2006). Desta forma o presente

    trabalho teve como objetivo verificar a percepo da populao sobre a espcie Columba livia

    e contribuir no seu controle populacional desenvolvendo aes sobre o manejo dos ovos,

    proporcionando aes diretas na sade pblica e na preveno dos riscos amb

Recommended

View more >