inglês para crianças do ensino fundamental: visões ...· inglês para crianças do ensino...

Download Inglês para crianças do Ensino Fundamental: visões ...· Inglês para crianças do Ensino Fundamental:

Post on 03-Dec-2018

213 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • Ingls para crianas do EnsinoFundamental: vises implcitas daavaliao proposta por um livro didtico eas crenas dos professores1

    Cludia Hilsdorf RochaUniversidade Estadual de Campinas (UNICAMP)

    Leny CostaUniversidade Estadual de Campinas (UNICAMP)Faculdade Comunitria de Limeira (FAC-Limeira)

    Kleber Aparecido da SilvaFaculdade Comunitria de Limeira (FAC-Limeira)Doutorando da UNESP (IBILCE So Jos do Rio Preto)

    Este trabalho, de natureza qualitativa e de cunho etnogrfico, tem como cenrioum Projeto de Lnguas Estrangeiras, implementado nos Ciclos 1 e 2 do EnsinoFundamental Pblico de uma cidade do interior paulista. O objetivo principaldo estudo investigar as vises implcitas da avaliao proposta pelo livrodidtico em uso no mencionado contexto de ensino, confrontando-as com aabordagem explcita do material acerca do processo avaliatrio e com as crenasdos professores sobre a avaliao em foco. Para tanto, tomamos como referencialos princpios sociointeracionistas (VYGOTSKY, 1978) e comunicacionais(ALMEIDA FILHO, 1993, 2005) de linguagem e aprendizagem, assim como construtosreferentes s crenas sobre ensino e aprendizagem de lnguas (BARCELOS,1995, 2004a, b; SILVA, 2005) e tambm referentes avaliao (SCARAMUCCI,1997, 2004) no ensino de lnguas para crianas (CAMERON, 2001).

    1 Este artigo fruto das reflexes desenvolvidas na disciplina Avaliao em LnguaEstrangeira/Segunda Lngua, ministrada pela Professora Dra. Matilde VirginiaRicardi Scaramucci, no Instituto de Estudos da Linguagem (IEL) da UniversidadeEstadual de Campinas (UNICAMP), no segundo semestre letivo de 2005. Esteestudo tem sua origem marcada tambm pelas dissertaes de Silva (2005) eRocha (2006), ambas desenvolvidas na mencionada Instituio, sob a orientaodo Professor Dr. Jos Carlos Paes de Almeida Filho. Agradecemos imensamentea ambos os docentes citados pelas valiosas contribuies ao texto produzido.As falhas remanescentes permanecem sob nossa inteira responsabilidade.

  • Rev. Brasileira de Lingstica Aplicada, v. 6, n. 2, 200680

    This qualitative and ethnographic study was carried out within the context ofa Foreign Language Project implemented in the Municipal Primary Schools ofa small city in the state of So Paulo State. This research aimed at investigatingthe implicit and explicit views of the evaluation proposed by the coursebookin use. This work also aimed at researching into the relationship betweensuch views and the beliefs of the teachers involved in such evaluation process.The theoretical framework includes reference to the communicative (ALMEIDAFILHO, 1993, 2005) and socio-interactionist principles (VYGOTSKY, 1978,1998, 2001) applied to the concept of beliefs (BARCELOS, 1995, 2004a, b;SILVA, 2005), as well as on constructs related to testing and assessment(SCARAMUCCI, 1997, 2004) as far as Primary English teaching is concerned(CAMERON, 2001).

    A Lingstica Aplicada preocupa-se com os maisemotivos e importantes assuntos: a educao dascrianas, os direitos dos menos favorecidos, oequilbrio no estvel das culturas e lnguas, os efeitosda tecnologia na comunicao (...) H muitas vozesfalando para a Lingstica Aplicada (...) precisoouvir a todas elas (...) e falar com a prpria voz

    (COOK, 2003, p. 78)

    Introduo

    Em uma sociedade globalizada, em que o contato com diferentesculturas e lnguas cada vez mais se intensifica atravs dos meios decomunicao e da tecnologia, entre outros, o ensino/aprendizagem delnguas estrangeiras (doravante LE) assume um papel fundamental.Dentro desse contexto, no sem controvrsias, o ingls hojeconsiderado como a lngua universal, assumindo status oficial em cercade sessenta pases e proeminncia em pelo menos vinte, conformeasseveram Brewster, Ellis e Girard (2002).

    Dessa forma, tem sido tambm crescente a necessidade doconhecimento e o interesse pela aprendizagem dessa lngua, dentreoutras, em todo o mundo, sendo hoje uma forte tendncia que oprocesso se inicie cada vez mais cedo. Tanto autores internacionaiscomo brasileiros atestam que vivenciamos hoje um grande interesse peloensino de LE para crianas (LEC daqui por diante), tanto em contextode escolas regulares como em institutos de idiomas, e enfatizam ser essauma rea ainda muito carente de pesquisas (CAMERON, 2001; BRUMFIT,MOON; TONGUE, 1995; HOUSE, 1997; LUZ, 2003; entre outros).

  • Rev. Brasileira de Lingstica Aplicada, v. 6, n. 2, 2006 81

    Ainda dentro da rea de ensino/aprendizagem de lnguas,podemos ressaltar o crescente interesse pela influncia que as crenas(BARCELOS, 2000, 2001, 2004a, SILVA, 2005), tambm chamadas de teoriasimplcitas (WILLIAMS; BURDEN, 1997), exercem dentro do processo.Segundo Pajares (1992), a definio do termo ainda complexa econtroversa. De um modo geral, entendemos por crenas as concepes,idias, opinies, valoraes que alunos, professores e terceiros (pais,coordenadores, diretores, entre outros) possuem a respeito do que ensinar e aprender uma lngua, sendo que uma definio mais detalhadado conceito ser apresentada no referencial terico deste estudo.

    O nmero cada vez maior de estudos sobre o referido tema (ALANEN,2003; BARCELOS, 1995, 2001, 2003, 2004a, b; SILVA, 2005; somente paracitar alguns) um forte indicador da importncia de se investigarem quaisso as implicaes e influncias das crenas dos agentes para o contextode ensino/aprendizagem no qual esto inseridos. No que se refere avaliao, considerada como uma das materialidades do processo deensino/aprendizagem de LE que merece especial ateno por seupotencial (re)direcionador do processo (SCARAMUCCI, 1997, 2004), aimportncia de se investigarem as crenas tambm se faz presente.

    Conforme Rolim (2004), a falta de compreenso por parte de umgrande nmero de professores a respeito da funo educativa daavaliao faz com que a prtica avaliativa fique reduzida meraverificao de erros e acertos produzidos pelos alunos, sendo essaprtica ainda vista como um instrumento de punio, de promoo e decontrole. Essa viso reducionista da educao, segundo a referida autora, perpetuada, entre outros fatores, atravs da aparente incapacidade dosCursos de Letras em propiciar oportunidades de reflexo e questionamentosa respeito de pressupostos tericos concernentes avaliao.

    Mediante a falta de uma formao adequada, o professor de LEtende a inconscientemente legitimar concepes limitadas sobre aavaliao, uma vez que geralmente orienta sua prtica pedaggicabaseando-se em concepes intuitivas, crenas e mitos construdos aolongo das experincias de ensino e de aprendizagem do que seja avaliar(ROLIM, op. cit., p. 139). Scaramucci (1993) define esse conjunto (namaioria das vezes implcito) de idias e concepes que o professor tema respeito da avaliao como cultura de avaliar, reforando, dessaforma, a influncia das crenas no processo de ensino/aprendizagem

  • Rev. Brasileira de Lingstica Aplicada, v. 6, n. 2, 200682

    de LE e a importncia de as mesmas serem investigadas. importanteressaltar, contudo, que apesar de ser reconhecida como um aspectoimportante dentro do processo de ensino/aprendizagem, a avaliao notem sido, dentro do contexto nacional, foco intenso de estudos.

    Dessa forma, considerando-se a explicitada importncia da avaliaono processo de ensino/aprendizagem de lnguas e mediante o pressupostode que o conhecimento implcito move a ao do professor (SCHN,1983), torna-se extremamente importante que investiguemos as crenasdos professores frente ao de ensinar e avaliar, visando a uma melhorcompreenso do processo. Retomando a constante expanso do ensinode LE para crianas na sociedade atual, como tambm a escassez deestudos nessa rea (CAMERON, 2001, 2003; LUZ, 2003; ROCHA, 2006;dentre outros), torna-se igualmente relevante que estudemos a relaodas crenas sobre avaliao dentro do referido contexto.

    Tomando-se como foco um Projeto de Lnguas Estrangeiras paracrianas dos ciclos 1 e 2 do Ensino Fundamental Pblico de uma cidadedo interior paulista, este estudo originou-se da necessidade de seinvestigarem as crenas dos professores de LE (ingls) frente avaliaoproposta pelo material didtico em uso, a fim de compreendermos comoas teorias implcitas desses professores e os princpios que norteiam amencionada avaliao relacionam-se dentro desse contexto especfico.

    A relevncia desta pesquisa recai, ainda, na possibilidade de sepromoverem transformaes no contexto mencionado, visando aminimizar possveis dicotomias relacionadas aos aspectos que dizemrespeito ao processo avaliatrio, contribuindo para que o processo deensino de LEC torne-se mais efetivo e menos contraditrio nesse sentido.Ressalte-se que as alteraes almejadas no so diretamente decorrentesdeste estudo, ou seja, da explicitao das crenas dos professores e dosprincpios que embasam a avaliao em foco, mas, sim, de um trabalhoem devir, calcado na prtica reflexiva acerca da questo em estudo e deseus resultados (SMITH, 1992; dentre outros) envolvendo professorese coordenadores do Projeto acima citado (doravante PL).

    Objetivos e Perguntas de Pesquisa

    Mediante a j explicitada importncia de se investigarem as crenasreferentes avaliao de professores inseridos em um contexto de ensinar

  • Rev. Brasileira de Lingstica Aplicada, v. 6, n. 2, 2006 83

    LE (Ingls) a alunos dos Ciclos 1 e 2 do Ensino Fundamental Pblico deuma cidade do interior paulista frente aos princpios que explicitamentenorteiam o processo de avaliao proposto pelo livro didtico (LD) emuso no referido contexto, os objetivos do trabalho proposto so os queseguem:

    a) investigar as vises implcitas na avaliao proposta por ummaterial didtico especfico em uso no curso de Ingls do Projeto deLnguas em foco, frente aos objetivos explicitados neste material e steorias e construtos sobre avaliao dentro de um contexto de ensinode ingls para crianas dos ciclos 1 e 2 do Ensino Fundamental Pblicode uma cidade do interior paulista;

    b) investigar possveis semelhanas e diferenas entre osreferenciais tericos p

Recommended

View more >