informa†•escnsg-pi.com.br/simulado/provas/ano2_3_3_07.pdf  ... assinalar a...

Download INFORMA‡•EScnsg-pi.com.br/simulado/provas/ano2_3_3_07.pdf  ... Assinalar a alternativa correta

Post on 17-Nov-2018

230 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • Simulado/2007 CNSG 2 Ano Ensino Mdio

    Educando geraes a servio da vida Pg. 1/14 Data: 03/03/2007

    DATA:

    03/03/2007

    HORRIO: 14h s 18h30

    N DE

    QUESTES: 65

    (Sessenta e cinco)

    Confira se neste caderno esto as 65 (sessenta e cinco) questes; caso haja algum erro de impresso, pea ao fiscal para substitu-lo;

    As respostas devem ser marcadas no carto-resposta que voc receber; se possvel, responda todas as questes;

    No ser permitida qualquer espcie de consulta, nem uso de aparelho de comunicao, clculo e/ou de registro de dados;

    Ao sair da sala, no esquea de assinar a folha de freqncia;

    Marque apenas uma alternativa para cada questo, utilizando caneta esferogrfica, tinta azul ou preta, escrita grossa.

    INSTRUES

    Maneira correta de preenchimento do carto-resposta:

    Maneira errada de preenchimento

    do carto-resposta:

    Para a realizao deste Simulado voc est recebendo este caderno contendo 65 (sessenta e cinco) questes com 05 (cinco) alternativas cada, assim distribudas: GRAMTICA: 01 a 07 LITERATURA: 08 a 12 INGLS: 13 a 17 MATEMTICA: 18 a 25 BIOLOGIA: 26 a 33 QUMICA: 34 a 41 FSICA: 42 a 49 GEOGRAFIA: 50 a 57 HISTRIA: 58 a 65

    Aps 60 (sessenta) minutos, voc receber um carto-resposta. A correo das provas ser efetuada considerando exclusivamente o contedo do CARTO-RESPOSTA.

    2 Ano Ensino Mdio

    INFORMAES

  • Simulado/2007 CNSG 2 Ano Ensino Mdio

    Educando geraes a servio da vida Pg. 2/14 Data: 03/03/2007

    Gramtica Prof: Rossana Aguiar

    (Cesgranrio) TEXTO PARA A PRXIMA QUESTO

    Nova Potica

    Vou lanar a teoria do poeta srdido. Poeta srdido: Aquele em cuja poesia h a marca suja da vida. Vai um sujeito, Sai um sujeito de casa com a roupa de brim [branco muito bem engomada, e na primeira esquina passa um caminho, salpica-lhe o palet de uma ndoa de lama:

    a vida.

    O poema deve ser como a ndoa no brim: Fazer o leitor satisfeito de si dar o desespero. (...)

    Manuel Bandeira

    Indique o item no qual os vocbulos obedecem mesma regra de acentuao da palavra NDOA.

    A) nsia, mbar, imundcie. B) mope, m, enjo. C) gua, tnue, suprfluo. D) mpar, mngua, lnguida. E) vivo, argnteo, srdido.

    (Fei) Assinalar a alternativa em que todos os hiatos no precisam ser acentuados:

    A) balastre - sade - vivo - ba B) juzes - jesuta - atesmo - tanha C) pal - atrar - ranha - raz - juz D) baa - contribur - sada - juzo E) fasca - banha - cada - atade

    (G1) Assinalar a alternativa correta quanto acentuao:

    A) Para pr o soto em ordem foram necessrias duas pessoas.

    B) Aqueles ndios se alimentam de raizes e andam ns pela floresta.

    C) J faz trs mses que sa da presidncia da emprsa. D) O elevador s pra se o boto for acionado. E) O remdio que combate esse virus j foi descoberto?

    (Fgv) Assinale a alternativa verdadeira.

    A) Nas palavras HISTRIA, ENQUANTO e TRANQILO, encontramos ditongos crescentes.

    B) correta a separao silbica de BA-LEI-A, EX-CUR-SO, TRANS-A-MA-Z-NI-CA.

    C) As palavras PSEUDNIMO e FOTOGRAFIA tm, respectivamente dgrafo e encontro consonantal.

    D) As palavras ENIGMA e SUBLINGUAL so polisslabas. E) As palavras CHAPEUZINHO e CRISTMENTE so

    proparoxtonas.

    (G1) Nas palavras ANJINHO, CARROCINHAS, NOSSA e RECOLHENDO, podemos destacar a seguinte quantidade de fonemas:

    A) trs, quatro, dois, quatro B) cinco, nove, quatro, oito C) seis, dez, cinco, nove D) trs, seis, dois, cinco E) sete, onze, cinco, dez

    (G1) Indique em qual das alternativas a palavra no possui semivogal:

    A) meu B) pai C) ces D) rainha E) dois

    (Ufsm) Assinale verdadeira (V) ou falsa (F) em cada uma das afirmaes relacionadas anlise fonolgica e grfica do segmento a seguir.

    "Ele especialmente sensvel sobre seu excesso de peso. "

    ( ) O fonema /s/ est representado pelas letras (s), (c) e dois dgrafos, ao passo que o fonema /z/ est representado apenas pela letra (s).

    ( ) A letra (n) junta-se ao (e) formando um dgrafo para representar a vogal nasal.

    ( ) As palavras "sobre" e "seu" apresentam, respectivamente, um encontro consonantal e um ditongo decrescente.

    A seqncia correta

    A) V - F - F. B) F - V - V. C) F - F - F. D) V - V - V. E) V - F - V.

  • Simulado/2007 CNSG 2 Ano Ensino Mdio

    Literatura Prof: Rossana Aguiar

    Educando geraes a servio da vida Pg. 3/14 Data: 03/03/2007

    (Mackenzie) TEXTO PARA A PRXIMA QUESTO

    Amava Simo uma sua vizinha, menina de quinze anos, rica herdeira, regularmente bonita e bem-nascida. Da janela do seu quarto que ele a vira a primeira vez, para am-la sempre. No ficara ela inclume da ferida que fizera no corao do vizinho: amou-o tambm, e com mais seriedade que a usual nos seus anos.

    Os poetas cansam-nos a pacincia a falarem do amor da mulher aos quinze anos, como paixo perigosa, nica e inflexvel. Alguns prosadores de romances dizem o mesmo. Enganam-se ambos. O amor dos quinze anos uma brincadeira; a ltima manifestao do amor s bonecas; a tentativa da avezinha que ensaia o vo fora do ninho, sempre com os olhos fitos na ave-me, que a est da fronde prxima chamando; tanto sabe a primeira o que amar muito, como a segunda o que voar para longe.

    Teresa de Albuquerque devia ser, porventura, uma exceo no seu amor.

    Camilo Castelo Branco - "Amor de perdio"

    De acordo com o texto,

    A) o amor de Simo e Teresa visto pelo narrador como uma brincadeira de criana.

    B) o amor de Simo e Teresa, caracterizado como "amor primeira vista", foi intenso no incio, mas no durou muito.

    C) Teresa, aos quinze anos, amava como uma "avezinha que ensaia o vo fora do ninho".

    D) o caso de amor entre Simo e Teresa quebrou as expectativas do narrador com relao a namoros de juventude.

    E) o amor de Simo e Teresa prova de que os poetas e prosadores esto enganados com relao aos relacionamentos juvenis.

    (Faap) TEXTO PARA A PRXIMA QUESTO

    tu que vens de longe, tu que vens cansada, entra, e sob este teto encontrars carinho: Eu nunca fui amado, e vivo to sozinho. Vives sozinha sempre e nunca foste amada.

    A neve anda a branquear lividamente a estrada, e a minha alcova tem a tepidez de um ninho. Entra, ao menos at que as curvas do caminho se banhem no esplendor nascente da alvorada.

    E amanh quando a luz do sol dourar radiosa essa estrada sem fim, deserta, horrenda e nua, podes partir de novo, nmade formosa!

    J no serei to s, nem irs to sozinha: H de ficar comigo uma saudade tua... Hs de levar contigo uma saudade minha...

    (Alceu Wamosy)

    O assunto amoroso deste poema tratado com:

    A) paixo arrebatada B) obsesso C) carinho D) revolta E) rancor e dio

    (Mackenzie) "A tragdia ..., de ..., considerada pelos crticos uma das obras-primas do Romantismo portugus.

    O drama inspira-se num episdio matrimonial, vivido no final do sculo XVI por Madalena de Vilhena, viva de D. Joo de Portugal - desaparecido com D. Sebastio, na batalha de Alccer-Quibir -, e por D. Manuel de Sousa Coutinho. Os dois se casam e tm uma filha, Maria. Passam-se os anos. Eis que, um dia, D. Joo de Portugal regressa, disfarado de romeiro."

    Assinale a alternativa que preenche corretamente as lacunas acima.

    A) "Eurico, o Presbtero" - Alexandre Herculano B) "As Pupilas do Senhor Reitor" - Jlio Dinis C) "Frei Lus de Sousa" - Almeida Garrett D) "Amor de Perdio" - Camilo Castelo Branco E) "A Ilustre Casa de Ramires" - Ea de Queirs

    (Mackenzie) "Autor de uma vastssima obra, toda ela orientada pelo esprito histrico, mesmo quando escreve romances, o pano de fundo a histria, da qual foi um profundo estudioso."

    Em se tratando do Romantismo portugus, o trecho acima refere-se a:

    A) Alexandre Herculano. B) Jlio Dinis. C) Almeida Garrett. D) Camilo Castelo Branco. E) Antero de Quental.

    (Mackenzie) Assinale a alternativa INCORRETA sobre 'Amor de Perdio'.

    A) Os fatos se encadeiam at atingir o final feliz, caracterstico da literatura romntica.

    B) Trata-se de uma novela passional narrada em terceira pessoa.

    C) A base da narrativa se estabelece na relao amorosa entre Simo Botelho e Teresa Albuquerque.

    D) uma espcie de Romeu e Julieta portugus, em que a relao amorosa de dois jovens impedida por questes familiares.

    E) Seus personagens principais so tpicos heris romnticos.

  • Simulado/2007 CNSG 2 Ano Ensino Mdio

    Ingls

    Educando geraes a servio da vida Pg. 4/14 Data: 03/03/2007

    Prof: Helen Borges

    TEXT: English as a Universal Language

    English is becoming the worlds first truly universal language. It is the native language of some 400 million people in twelve countries. That is a lot fewer than the 800 million people or so who speak Mandarin Chinese. But another 400 million speak English as a second language. And several hundred million more have some knowledge of English, which has official or semi-official status in some sixty countries. Although there may be as many people speaking the various dialects of Chinese as there are English speakers, English is certainly more widespread geographically, more genuinely universal than Chinese. And its usage is growing at an extraordinary speed.

    Today there are about 1 billion English speakers in the world. By the year 2000, that figure is likely to exceed 1.5 billion.

    The worlds most taught language, English is not replacing other languages; it is supplementing them:

    Two hundred and fifty million Chinese more than the entire population of the United States study English.

    In eighty-nine countries, English is either a common second language widely studied.