pibid diversidade 2013 - .as especificidades etnolinguísticas dos povos indígenas em questão...

Download Pibid Diversidade 2013 - .As especificidades etnolinguísticas dos povos indígenas em questão (crenças,

Post on 10-Nov-2018

213 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • CAPES - Coordenao de Aperfeioamento de Pessoal de Nvel Superior

    Pibid Diversidade 2013Programa Institucional de Bolsa de Iniciao Docncia para a Diversidade

    Este documento vlido como comprovante de inscrio.

    Proposta - Edital n 66/2013

    Nmero da proposta 136551

    ID Projeto Pibid Diversidade 2013 - UNEB

    Instituio de Ensino Superior

    Nome UNIVERSIDADE DO ESTADO DA BAHIA/UNEB

    Cdigo INEP 40

    CNPJ 14.485.841/0001-40

    Categoria administrativa Pblica Estadual

    IGC/Ano 3/2011

    Endereco Avenida Silveira Martins, 2555, Cabula, CEP 41.150-000, Salvador/BA

    Telefone -, (71) 3117-2442, (71) 3117-2322, (71) 3117-2368, (71) 3117-2322, (75) 422-4888

    Email lvalentim@uneb.br, ofernandez@uneb.br, uneb@uneb.br; jrocha@uneb.br

    Programas Participantes

    Sigla Nome do programa

    LIFE Laboratrio Interdisciplinar de Formao de Educadores

    PARFOR Plano Nacional de Formao de Professores da Educao Bsica

    PIBID Programa Institucional de Bolsa de Iniciao Docencia

    UAB Universidade Aberta do Brasil

    Coordenador Institucional

    Nome MARCOS LUCIANO LOPES MESSEDER

    CPF 347.105.825-72

    Currculo lattes http://lattes.cnpq.br/6652438265315550

    Endereo Professor Aristides Novis, Ap. 202, n127, Federao, CEP 40.210-630,Salvador/BA

    Email marmesseder@terra.com.br

    Telefone (71) 3362-9900, (71) 9957-6021, (71) 387-5938, (71) 3237-0008

    Projeto Institucional

    Contexto educacional das comunidades indgenas e do campo onde se pretende desenvolver o projeto

    O projeto que ora apresentamos articula o trabalho de formao de duas licenciaturas da UNEB, a saber:Licenciatura Intercultural em Educao Escolar Indgena (LICEEI) e Licenciatura em Educao do Campo(PROCAMPO). Estes cursos esto instalados nos Departamentos de Educao dos campi VIII, X e XIII,respectivamente de Teixeira de Freitas, Paulo Afonso e Itaberaba. Neste sentido, preciso deixar claroque o contexto educacional das comunidades contempladas no presente projeto bastante amplo, com

    1 / 21

  • CAPES - Coordenao de Aperfeioamento de Pessoal de Nvel Superior

    Pibid Diversidade 2013Programa Institucional de Bolsa de Iniciao Docncia para a Diversidade

    Este documento vlido como comprovante de inscrio.

    situaes diversificadas em termos de infra-estrutura, qualificao do corpo docente, organizaoinstitucional, articulao dos projetos pedaggicos as realidades locais e produo de materialdidtico especfico e diferenciado. Portanto, elencamos abaixo um conjunto de dados quantitativos amplossobre a realidade geral das escolas indgenas e do campo nas quais o projeto ser desenvolvido atravsdas aes especficas e transversais do conjunto de subprojetos propostos, voltados para uma iniciao docncia contextualizada e multidisciplinar.

    A LICEEI conta atualmente so 97 estudantes, atendendo 12 etnias em quatro reas de formao:Linguagens e Artes; Cincias Humanas; Cincias Naturais e Matemtica e Pedagogia Escolar Indgena. Osprofessores atendidos atuam em 52 escolas indgenas, que contam com um total de 7.492 alunos,distribudos por 22 municpios baianos. Vale destacar que estas escolas e anexos esto localizadas nasdiversas regies do estado. O nmero de escolas por etnia varia de acordo com a populao escolar.Entre estas escolas, 34 oferecem educao infantil, 47 desenvolvem o ensino fundamental de primeiro esegundo ciclos, sendo que 9 dentre estas oferecem tambm o ensino mdio e ainda 21 delas desenvolvem oensino de jovens e adultos (EJA).

    O PROCAMPO composto por estudantes dos movimentos sociais e sindicais do campo que atuam noEstado daBahia, a saber: MST, MLT, FETAG, CETA e FATRES, das Escolas Famlias Agrcolas e do Frum Estadual deEducao do Campo, num total de 44 educandos. Oferece as habilitaes em Linguagens e Cdigos eCincias da Natureza e Matemtica para atuao docente nas sries finais do Ensino Fundamental e noEnsino Mdio.

    Por sua centralidade geogrfica e por ser o nico curso desta natureza ofertado no Estado da Bahia contaestudantes oriundos de todas as regies do Estado, mas especialmente aqueles dos municpios da ChapadaDiamantina. Dos 2.080 estudantes da rede estadual na regio mais prxima ao curso, aproximadamente 1/3 oriundo de comunidades quilombolas, povoados e assentamentos de reforma agrria. O contexto dasescolas nocampo marcado por estabelecimentos pequenos com classes multi e bisseriadas e professor unidocente.

    O desafio pedaggico construir prticas docentes que dialoguem com os projetos de sustentabilidadedestas vrias comunidades indgenas, camponesas e quilombolas.

    Estratgias para atuao dos bolsistas nas escolas, de forma a privilegiar a articulao entre asdiferentes reas do conhecimento e a integrao dos subprojetos.

    Com base na configurao e contextualizao apresentada acima o projeto sinaliza para implantao desubprojetos em todas as reas de conhecimentos contempladas pelos cursos, replicando-os em trs polosdeformao de etnias indgenas e comunidades rurais envolvidas. Para tal efeito so previstas macroestratgias de transversalizao das diversas reas de conhecimentos e articulao integrada dossubprojetos, a seguir destacadas:

    Tempo Comunidade - (TC): Tempo / espao curricular, compreendido na perspectiva da docncia ampliada, aser integralizado na integra pelos bolsistas, individual e coletivamente, sob superviso e assessoramentode coordenadores e supervisores, no desenvolvimento de intervenes voltadas para atendimento asnecessidades diagnosticadas junto a comunidade escolar ou demandadas pelos projetos societrios dascomunidades assistidas. Trata-se de um tempo dedicado comunidade, validando-se em seu cotidiano,estreitando o dilogo entre espao da formao, de atuao e de vida dos sujeitos;

    Laboratrio de Educao Intercultural ? LABEI: Os laboratrios so espaos de experimentaesterico-prticas, constitudos por meio de oficinas pedaggicas temticas e interdisciplinares,destinadas a ampliao das bases conceituais e do repertrio didtico-metodolgico dos bolsistas, aexemplo da construo de materiais e recursos didticos e paradidticos, bem como da produo deregistros e memrias pedaggicas destinadas a publicizao das experincias ligadas ao projeto.

    Formao do Professor Pesquisador ? FORPEI: Realizao de seminrios temticos integrados internos

    2 / 21

  • CAPES - Coordenao de Aperfeioamento de Pessoal de Nvel Superior

    Pibid Diversidade 2013Programa Institucional de Bolsa de Iniciao Docncia para a Diversidade

    Este documento vlido como comprovante de inscrio.

    / externos, reunies pedaggicas e workshops, envolvendo as equipes interdisciplinares LICEEI e PROCAMPO,com periodicidade bimestral, visando precipuamente a apresentao de relatos de experincias,avaliao e planejamento administrativo e pedaggico articulado;

    Todas as estratgias de atuao so em suma instncias de rebatimento pedaggico, estruturadas combase no principio da transdisciplinaridade e interculturalidade, validado conjuntamente pelo coletivo deatores das mltiplas reas, a exemplo de intervenes para assessoramento na construo /ressignificao dos Projetos Polticos Pedaggicos das Escolas, nos desenvolvimentos de ProjetosDidticos, na cooperao para implementao de iniciativas comunitrias voltadas a promoo dasrelaes tnicos raciais, da afirmao identitria e da auto gesto territorial e sustentabilidadesocioambiental.

    Nesse sentido essa proposta visa promover / proporcionar, a partilha de experincias docentes intra, intere transculturais evidenciadas dialogicamente entre pedagogia da terra e a pedagogia indgena nos mbitosda educao bsica e superior. Para tal pretende-se, ainda, enquanto estratgias complementares:

    Promoo de aproximaes entre os ambientes de formao acadmica e espaos de atuao dosprofessores, corroborando na articulao e qualificao entre educao bsica e ensino superior coma promoo de Intercmbios docentes e discentes entre escolas indgenas e do campo, por meio deoficinas pedaggicas, workshops e seminrios interculturais integrados;

    Fortalecimento da identidade docente, apresentando insumos no desenvolvimento do perfil profissiogrficotcnico, poltico e humano do professor indgena e do campo, previstos no PPP dos cursos;

    Fomento a cultura da formao permanente em servio na perspectiva da assuno do protagonismo docentee da postura reflexiva, como estratgias de tematizao da prtica / reflexo da e na ao.

    Evidenciar exerccios de transposio didtico-pedaggica, na converso de saberes tericos emconhecimentos de ensino, na concepo e desenvolvimento de recursos, materiais didticos e prticaspedaggicas inovadoras, com vistas superao de desafios educativos demandados das realidadessocioeducativas especficas de seu contexto laboral;

    As intervenes previstas devem afirmar seu carter processual, estando em constructo contnuo, emestreito regime de cooperao firmado pelos diversos sujeitos com base nos distintos contextos deatuao. Logo, pressupe constante reflexo, planejamento flexvel, e avaliao processualformativa. Por isso todas as etapas compreendidas desde o planejamento inicial com base na observao ecoleta de dados, definio dos planos de ao em cada escola e semestre letivo, at a execuo,sero organizadas com perodos nos espaos escolares e parte nos departamentos, com coordenadores,supervisores e todos os bolsistas que estejam nas escolas, formando assim um grupo de trabalho com olharintrnseco e extrnseco dos fatos.

    Estratgias para que o bolsista aperfeioe o domnio da lngua portuguesa, incluindo leitura, escrita efala, de modo a promover a capacidade comunicativa do licenciando

    As estratgias para o domnio da lngua portuguesa e tambm para a formao do professor indgena edo campo em sintonia com seus interesses e projetos polticos devem contemplar:

    Estudo e pesquisa desse portugus falado nas diversas comunidades, com a produo de estudos etnogrficos realizados