Plano de Desenvolvimento da Rede de Cidades no Estado do Espírito Santo

Download Plano de Desenvolvimento da Rede de Cidades no Estado do Espírito Santo

Post on 24-Feb-2016

29 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Plano de Desenvolvimento da Rede de Cidades no Estado do Esprito Santo. Robson Antonio Grassi Professor Adjunto (Depto. e Mestrado em Economia UFES) Email: ragrassi@uol.com.br Vitria, Maio/2011. EQUIPE DA PESQUISA. Admir A. Betarelli Junior CEDEPLAR/UFMG - PowerPoint PPT Presentation

TRANSCRIPT

<p>Rede de Cidades</p> <p>Plano de Desenvolvimento daRede de Cidades no Estado do Esprito Santo</p> <p>Robson Antonio GrassiProfessor Adjunto (Depto. e Mestrado em Economia UFES) Email: ragrassi@uol.com.br</p> <p>Vitria, Maio/20111Admir A. Betarelli Junior CEDEPLAR/UFMGAline Souza Magalhes CEDEPLAR/UFMGEdson Paulo Domingues CEDEPLAR/FACE/UFMGFabiana Borges Teixeira dos Santos CEDEPLAR/FACE/UFMGMara Nogueira CEDEPLAR/UFMGMarco Crocco Affonso CEDEPLAR/FACE/UFMG (coordenador)Marco Flvio CEDEPLAR/FACE/UFMGRicardo Machado Ruiz CEDEPLAR/FACE/UFMG (coordenador)Robson Antonio Grassi Departamento de Economia/UFES</p> <p>EQUIPE DA PESQUISARede de cidades um sistema integrado, hierarquizado e polarizado que vai dos pequenos aglomerados s regies metropolitanas ou grandes cidades, que so os variados ns dessa malha de conexes (rede de transporte).Para identificar e simular as redes de cidades um modelo terico ainda hoje muito tradicional em economia regional o modelo gravitacional.</p> <p>Rede de Cidades: DefiniesA construo de uma Rede de Cidades deve levar em conta duas caractersticas fundamentais de cada municpio, a saber: </p> <p>1) o seu nvel hierrquico na rede (a partir dos tamanhos da populao e do PIB) e </p> <p>2) sua capacidade de polarizao, que pode ser representada pelo seu prprio PIB e os fluxos de produtos, emprego e renda dele derivados (cuidado: nem sempre PIB grande quer dizer polarizao)</p> <p>Rede de Cidades: DefiniesPolarizao: representa a escala da populao e da economia do municpio acrescida da populao e da economia da rea polarizada.Estamos falando do conjunto de toda economia regional polarizada por um municpio, inclusive ele prprio. Da mdia geomtrica da hierarquia da populao (Pop Polar) e economia (PIB Polar) possvel identificar as cidades mais importantes de uma determinada rede de cidades.</p> <p>Rede de Cidades: DefiniesEx. 1: Conceio da Barra o dcimo (10) PIB no Esprito Santo, mas quando considerado o seu impacto na rede de cidades, o municpio passa para a dcima oitava posio (18). Barra de So Francisco, por sua vez, o dcimo sexto (16) PIB estadual, mas o oitavo (8) no comando do espao. Logo, Barra de So Francisco mais importante na rede de cidades do que Conceio da Barra, mesmo tendo um PIB municipal muito menor. </p> <p>Ex. 2: Venda Nova tem um PIB de R$ 127 milhes e uma populao de 18 mil habitantes, enquanto que Afonso Cludio tem um PIB de R$ 144 milhes e uma populao de 33 mil habitantes. Por esses dois critrios municipais Afonso Cludio uma economia mais importante que a de Venda Nova. Entretanto, Venda Nova tem dominncia ou influncia forte sobre uma populao de 11 mil habitantes (alm dos seus 18 mil), enquanto que Afonso Cludio no tem tal influncia dominante em nenhum municpio. </p> <p> por isso que na hierarquizao dos municpios se deve considerar a polarizao como um todo (plo somada rea de influncia).</p> <p>Rede de Cidades: DefiniesO desenvolvimento de uma rede de cidades equilibrada, atravs do fortalecimento das cidades plo regionais, deve ser visto como um importante vetor da interiorizao do desenvolvimento econmico e social.</p> <p>No caso do ES, o desenvolvimento da rede de cidades importante instrumento capaz de atenuar a forte tendncia de concentrao na Regio Metropolitana, com aumento relativo da importncia das cidades regionais. </p> <p>Rede de Cidades e Polticas PblicasA partir de uma rede hierarquizada de cidades, necessrio que sejam selecionados e realizados investimentos pblicos e privados em infra-estrutura, acoplados com uma base de investimentos privados, que permita o estabelecimento de um ciclo virtuoso de crescimento baseado na capacidade de atrao de atividades dinmicas pelos plos regionais.Dinmico aqui quer dizer de grande porte, com fortes encadeamentos para frente e para trs, e cada vez mais com significativo contedo tecnolgico e inovativo.</p> <p>O desenvolvimento da rede de cidades tambm importante para a crescente melhoria na prestao de servios nas cidades-plo, que atendam sua prpria demanda e aquela proveniente dos municpios de sua rea de influncia.Dentre os servios capazes de exercer esse efeito polarizador e difusor, destacam-se: sade (principalmente mdia e alta complexidade); educao (superior) e formao profissional e tecnolgica; comrcio; finanas; logstica; servios empresariais; cultura; etc.</p> <p>Rede de Cidades e Polticas PblicasNo um plano de desenvolvimento completo</p> <p> uma parte (importante) de um plano de desenvolvimento, responsvel por uma melhor distribuio do mesmo pelo territrio.</p> <p>Ex: Rede de Cidades uma parte do ES 2025.No um plano para desenvolvimento de APLs</p> <p>Desenvolver e alterar uma Rede de Cidades necessita de investimentos de elevado porte (e/ou de elevado contedo tecnolgico). No costuma ser o caso dos APLs.</p> <p>APLs necessitam de poltica prpria (e at de uma poltica industrial e tecnolgica)</p> <p>O desenvolvimento de APLs e da Rede de Cidades so partes importantes e complementares de um Plano de Desenvolvimento (como o caso do ES 2025). Mas so polticas distintas.</p> <p>O que NO uma Rede de Cidades:</p> <p>Avaliao da economia nacional e estadual e cenrios at 2025Avaliao da rede de transportes do ESRede de Cidades do ES atualCarteira de investimentos estruturantes pblicos e privados previstos Avaliao da Rede de Cidades tendencial para 2025Propostas de polticas para interveno nos plos</p> <p>Metodologia da pesquisa:</p> <p>Rede de Cidades: Proposta do ES 2025Proposta do ES 2025 para a Rede de Cidades do ES:Composta de 10 redes menoresRede densa e conectada</p> <p>Proposta deste estudo para a Rede de Cidades do ES:Composta de 5 redes menoresRede fragmentada, sem aprofundar ligaes entre as redesInteriorizao apoiada na forte expanso da economia litornea (estratgia do pente)</p> <p>Comparao entre as duas propostas:</p> <p>OBRIGADO !</p> <p>CONTATO: ragrassi@uol.com.br</p>