ANO DE 2018 - N o PARA A EXPANSÃO DO ?· Mario Gabriel França Silva, Marcos Rogerio Silvestri Vaz…

Download ANO DE 2018 - N o PARA A EXPANSÃO DO ?· Mario Gabriel França Silva, Marcos Rogerio Silvestri Vaz…

Post on 25-Aug-2018

215 views

Category:

Documents

2 download

TRANSCRIPT

  • ANO DE 2018 - No 03

    PPAARRAA AA EEXXPPAANNSSOO DDOO MMOOVVIIMMEENNTTOO

    SSEEIICCHHOO--NNOO--IIEE

    DDEE IILLUUMMIINNAAOO DDAA HHUUMMAANNIIDDAADDEE

    MMAATTEERRIIAALL PPAARRAA AA RREEUUNNIIOO DDOO

    CCOONNSSEELLHHOO DDOOUUTTRRIINNRRIIOO

    OORRGGAANNIIZZAACCIIOONNAALL RREEGGIIOONNAALL

    SEICHO-NO-IE DO BRASIL

  • MCDOR 03/2018 2

    PROGRAMAO PARA ABRIL 2018 DIAS ATIVIDADES LOCAL ORIENTADOR(ES)

    30/03

    01/04

    Seminrio Geral de Treinamento Espiritual (Seminrio do Perdo)

    Academia da Amaznia PA

    Silvana Cassimiro de Souza, Roberto Ewerton Viana, Acacio Nascimento dos Reis

    30/03

    01/04

    Academia de Curitiba PR

    Seminrio Geral de Treinamento Espiritual (Seminrio do Perdo)

    Convidado Especial:

    Ivone Gomes Holanda, Ester Mitsuco Mukai, Daisy Petrona Mavel dos S. C. Bertulino Jacione Biora

    30/03

    01/04

    Seminrio Geral de Treinamento Espiritual (Seminrio da Cura Divina)

    Convidada Especial:

    Academia de Gois

    Belisa da Rocha Braga, Euripedes Raphael Maia, Adriana Cristina Santiago Neves Michiko Watanabe

    30/03

    01/04

    Seminrio de Treinamento Espiritual para Jovens Mulheres

    Convidados Especiais:

    Academia de Ibina SP

    Marie Murakami, Sheila Miyazaki de Lima, Jamira Nery Ferreira Daniela Cristina Seghessi, Marcus Vinicius Haruo Oshima

    03 07 Seminrio de Treinamento Espiritual para Jovens (idioma espanhol)

    Convidados Especiais:

    Academia de Ibina SP

    Luciano Sundin do Lago, Jaime Orozco Rayo, Camila Vazquez Mario Gabriel Frana Silva, Marcos Rogerio Silvestri Vaz Pinto

    03

    07

    Seminrio Geral de Treinamento Espiritual (em idioma espanhol)

    Convidados Especiais:

    Academia de Ibina SP

    Sinji Takahashi, Marie Murakami, Eduardo Nunes da Silva, Maria Eugenia Jacques Leon Fumio Nishiyama, Mario Gabriel Frana Silva

    04 Assembleia Geral da Casa de Repouso da Grande Harmonia S.Central (S.306) Gil Kanasiro Filho

    06

    Encontro da Liderana (Presidentes de UAP, APL e Diretoria da APSIB)

    Academia de Santa F BA

    Douglas Eduardo Botelho, Antonio Fernando Barbosa R. da Silva, Bruno Chiba Faccini

    06 Conferncia Geral BA-ILHUS Heitor Miyazaki

    07 Programa de Desenvolvimento de Regional PDR BA-ILHUS Heitor Miyazaki

    07

    CTP - Centro de Treinamento para Preletores (presencial e virtual)

    So Paulo SP (Subsede - S.Nobre)

    Iara Regina Colombo

    07

    08

    Curso para Lderes da APB/BR

    Convidada Especial:

    Academia da Amaznia

    Maria Amelia Camilo Teixeira, Irani Staub Villa Flor Teixeira, Vitorina Yukie Kono Ramos Leide Ribeiro de Castro

    07

    08

    Seminrio da Assoc. Pomba Branca (Seminrio Alegria da Mulher)

    Convidadas Especiais:

    Academia da Amaznia

    Leide Ribeiro de Castro, Ivete Yuri Inoue Noronha, Francisca Ana Pinto Pereira Maria Amelia Camilo Teixeira, Irani Staub Villa Flor Teixeira

  • MCDOR 03/2018 3

    (ABRIL/2018)

    07

    08

    Seminrio para Empresrios, Profissionais Liberais, Autnomos e Executivos da APSIB

    Convidado Especial:

    Academia de Santa F BA

    Douglas Eduardo Botelho, Jane Mari Lago Lyrio, Iraildes Maria Matos de Souza Frank Junior Miyoshi Arimori

    07

    08

    Curso para Lderes da APB/BR

    Convidadas Especiais:

    Academia de Santa Tecla RS

    Enio Maaki Hara, Viviane Tenrio de Macdo Hara, Gleci Beatris Machado da Silva Suely Cornelsen, Rosa Segelski Michelon

    07

    08

    Seminrio da Assoc. Pomba Branca (Seminrio Alegria da Mulher)

    Convidados Especiais:

    Academia de Santa Tecla RS

    Suely Cornelsen, Gelsi Moschetta, Rosa Segelski Michelon Enio Maaki Hara, Viviane Tenrio de Macdo Hara

    15

    62 Festividade do Santurio Hoozo do Brasil e 34 Cerimnia no Monumento aos Anjinhos Annimos dos Pases Ibero-Americanos e a frica Latina (Presencial e Virtual)

    Academia de Ibina SP

    Fumio Nishiyama, Antonio Shotaro Ishida Oshima

    16

    19

    Seminrio Geral de Treinamento Espiritual de Oferenda de Trabalho (Seminrio da Cura Divina)

    Academia de Ibina SP

    Marlene Aparecida Von Mann Caramuru, Maria Assumpta Vilela Peixe, Antonio Jos Barbosa, Maria Luiza Lacerda Rocha

    20 22 Seminrio de Treinamento Espiritual da

    Assoc. Fraternidade (Seminrio do Sucesso)

    Convidado Especial:

    Academia de Santa Tecla RS

    Junji Miyaura, Ida Donadel Otaviano de Jesus dos Santos Brum

    21

    Curso para Lderes da Associao Fraternidade da SEICHO-NO-IE DO BRASIL

    Academia da Amaznia

    Seichisti Saita, Mario Toshiaki Yokoyama, Raimundo Helierson Oeiras Maia

    21

    Curso para Lderes da Associao Fraternidade da SEICHO-NO-IE DO BRASIL

    Academia de Curitiba PR

    Carlos Alberto da Silva, Ricardo Augusto Balthazar, Milton Shinichi Fukumoto

    21

    Curso para Lderes da Associao Fraternidade da SEICHO-NO-IE DO BRASIL

    Academia de Gois

    Fernando Onodera, Plinio Yoshio Suguinoshita

    21

    Curso para Lderes da Associao Fraternidade da SEICHO-NO-IE DO BRASIL

    Academia de Ibina SP

    Sinji Takahashi, Alexandre do Amaral Ribeiro, Jonnie Victor Roscito Bento

    21

    Curso para Lderes da Associao Fraternidade da SEICHO-NO-IE DO BRASIL

    Academia de Minas Gerais

    Juvenal Augusto Guedes de Santana, Marcelo Cupertino dos Santos, Antonio Moreira Fortes

    21

    Curso para Lderes da Associao Fraternidade da SEICHO-NO-IE DO BRASIL

    Academia de Santa F BA

    Antonio Shotaro Ishida Oshima, Luis Massashi Yokoyama

    21

    Curso para Lderes da Associao Fraternidade da SEICHO-NO-IE DO BRASIL

    Academia de Santa Tecla RS

    Junji Miyaura, Otaviano de Jesus dos Santos Brum

  • MCDOR 03/2018 4

    (ABRILe MAIO/2018)

    21 22 Seminrio da Assoc. Fraternidade (Seminrio do Sucesso)

    Convidado Especial:

    Academia da Amaznia

    Seichisti Saita, Mario Toshiaki Yokoyama, Arlene Sara Mendes Vieira Raimundo Helierson Oeiras Maia

    21 22 Seminrio da Assoc. Fraternidade

    (Seminrio do Sucesso)

    Convidado Especial:

    Academia de Curitiba PR

    Carlos Alberto da Silva, Thelma Conceio Reis Higashi, Ricardo Augusto Balthazar Milton Shinichi Fukumoto

    21 22 Seminrio da Assoc. Fraternidade

    (Seminrio do Sucesso)

    Academia de Gois

    Fernando Onodera, Leide Ribeiro de Castro, Plinio Yoshio Suguinoshita

    21 22 Seminrio da Assoc. Fraternidade

    (Seminrio do Sucesso)

    Convidado Especial:

    Academia de Ibina SP

    Sinji Takahashi, Alexandre do Amaral Ribeiro, Gicelia Silveira Pacheco Plnio Freitas Siqueira Neto

    21 22 Seminrio da Assoc. Fraternidade (Seminrio do Sucesso)

    Academia de Minas Gerais

    Juvenal Augusto Guedes de Santana, Glaydes Marlane Lopes, Marcelo Cupertino dos Santos

    21 22 Seminrio da Assoc. Fraternidade

    (Seminrio do Sucesso)

    Academia de Santa F BA

    Antonio Shotaro Ishida Oshima, Cilene Luiza da Costa, Luis Massashi Yokoyama

    24

    Cerimnia de 30 Ano de Falecimento da Sagrada Irm Prof Teruko Taniguchi S.Central (S.Nobre) Fumio Nishiyama

    24

    Seminrio Especial em Homenagem a Sagrada Irm Prof Teruko Taniguchi

    S.Central (S.Nobre)

    Leonor Ichikawa

    25

    Assembleia Geral da Fundao da Grande Harmonia (Presencial e Virtual)

    S.Central (S.306)

    Seichisti Saita

    28

    Assembleia Geral da SEICHO-NO-IE DO BRASIL

    Yoshio Mukai

    So Paulo - SP Subsede(S.Nobre)

    28

    29

    Seminrio da Terceira Idade (Associaes Fraternidade e Pomba Branca)

    Academia de Ibina SP

    Tuguio Teramae, Maria Angelita da Silva Duarte, Valeria Aparecida Batista

    28

    29

    Seminrio Geral (Seminrio de Gratido aos Pais)

    Academia de Santa Tecla RS

    Luiz Hideo Tamaru, Virginia de Mello Shinzato, Maria Helena da Costa, Douglas Tomazelli

    28

    29

    Encontro Nac. dos Supervisores Adm. Doutrinrios Regionais (idiomas portugus e japons)

    So Paulo - SP Subsede(S.Nobre)

    Luiz Takeo Onuki

    28

    01/05

    Seminrio de Treinamento Espiritual para Educadores

    Convidada Especial:

    Academia de Curitiba PR

    Luis Antonio Gomes, Suely Cornelsen, Wilmar Ruthes Cordeiro Eliane Santos Borges

    28

    01/05

    Seminrio de Treinamento Espiritual para Educadores

    Convidada Especial:

    Academia de Santa Tecla RS

    Maringela de Souza Moreira Gomes, Joo Eloi Ferreira Fritz, Ieda Maria Baldi Ribeiro Eloiza dos Santos Cardoso

  • MCDOR 03/2018 5

    PROGRAMAO PARA MAIO 2018 DIAS ATIVIDADES LOCAL ORIENTADOR(ES)

    04

    Conferncia Geral PR-WENCESLAU BRAZ

    Luiz Takeo Onuki

    04 Conferncia SP-PENHA Mario Gabriel Frana Silva

    04

    05

    Natal - RN

    Seminrio Especial da Prosperidade (APSIB)

    Convidados Especiais:

    Fumio Nishiyama, Jose Adalton de Oliveira, Jamira Nery Ferreira, Douglas Eduardo Botelho Yoshio Mukai, Enio Maaki Hara, Maria Lucivalda Batista Banki, Eduardo Crivellente Neto, Orlando Norio Oda

    04 05 Natal - RN Regis Yoshio Shimanoe

    04 05

    Seminrio Especial para Juvenis (APSIB) Seminrio Especial para Crianas (APSIB) Natal - RN

    Viviane Tenrio de Macdo Hara

    05

    27 Conveno Nacional para Juvenis e Junia

    S.Central (S.Nobre)

    Marie Murakami, Roberto Okito Fugiwara, Patricia Akinaga da Silva, Ricardo Takayoshi Ishida Oshima

    05

    8 Conferncia Nacional para Jovens de 15 a 20 anos - AJSI TEEN

    So Paulo- SP Subsede (S.Nobre)

    Suely Cornelsen, Helio Giovani Tavares de Melo, Daniele dos Santos Souza Onodera, Daniel Luiz da Silva

    05

    Programa de Desenvolvimento de Regional PDR

    PR-WENCESLAU BRAZ

    Luiz Takeo Onuki

    05

    Curso de Misso Sagrada e Orao da Cura Divina para PAMS e dirigentes

    SP-PENHA

    Mario Gabriel Frana Silva

    06

    Concurso Nacional de Oratria para Jovens So Paulo SP

    Subsede (S.Nobre)

    Luciano Sundin do Lago, Iara Regina Colombo, Henrique Tsutomu Kubo, Juliana Satie Oshima

    06

    Concurso Nacional de Oratria para Juvenis So Paulo SP

    Subsede(S.Nobre)

    Luciano Sundin do Lago, Iara Regina Colombo, Henrique Tsutomu Kubo, Juliana Satie Oshima

    06

    Seminrio da Luz (em idioma japons) SP-SO PAULO 6

    Marie Murakami

    11 Conferncia Geral BA-PITUBA Sinji Takahashi

    11 Conferncia Geral ES-VITRIA Heitor Miyazaki

    12

    CTP - Centro de Treinamento para Preletores (em idioma japons)

    So Paulo - SP (Subsede - S.Nobre)

    Kazue Ishi, Roberto Okito Fugiwara

    12

    Programa de Desenvolvimento de Regional PDR

    BA-PITUBA

    Sinji Takahashi

    12

    Programa de Desenvolvimento de Regional - PDR

    ES-VITRIA

    Heitor Miyazaki

    18

    20

    Seminrio do Livro

    MA-SO LUIS

    Maria Aparecida Pedroso

    18

    20

    Seminrio do Livro PR-FOZ DO IGUAU

    Cleuza de Jesus Zanatta

  • MCDOR 03/2018 6

    (MAIO/2018)

    19

    20

    Seminrio da Assoc. Pomba Branca (Seminrio Alegria da Mulher)

    Convidado Especial:

    Academia de Ibina SP

    Ivone Gomes Holanda, Elaine de Souza Saldanha, Irani Staub Villa Flor Teixeira Milton Massayoshi Yuki

    19

    20

    Seminrio da Terceira Idade (Associaes Fraternidade e Pomba Branca)

    Academia de Santa F BA

    Raimundo Helierson Oeiras Maia, Cilene Luiza da Costa, Tania Sueli Araujo Conceio Rocha

    19

    20

    Seminrio para Jovens (Seminrio para Jovens Empreendedores)

    Convidado Especial:

    Academia de Santa Tecla

    RS

    Romeu Pace Filho, Valter Otaviano da Costa Ferreira Junior, Ronize Maria Moller da Silva Carlos Hendrigo Zanetti Guedes

    19

    20

    Seminrio da Luz (Vacaria / Caxias do Sul)

    RS-CAXIAS DO SUL

    Mario Gabriel Frana Silva

    20

    Comemorao da Fundao da Assoc. Shiotsuti (em idioma japons)

    So Paulo - SP Subsede(S.Nobre)

    Koji Nakamura

    20 Seminrio da Luz MG-JUIZ DE FORA Marcos Rogerio Silvestri Vaz Pinto

    20 Seminrio da Luz MS-DOURADOS Carlos Alberto da Silva

    20

    Seminrio da Luz RJ-NITERI

    Enio Maaki Hara

    20 Seminrio da Luz RO-CACOAL Antonio Shotaro Ishida Oshima

    20

    Seminrio da Luz SP-SO JOO DA BOA VISTA

    Fernando Antonio Mendes Marques

    20

    Conferncia da Luz PR-WENCESLAU BRAZ

    Jacione Biora

    20 Seminrio da Luz (em idioma japons) SP-NOROESTE 2 Junji Miyaura

    20 Seminrio da Luz (em idioma japons) SP-PAULISTA 1 Sinji Takahashi

    20

    Conferncia da Luz (em idioma japons) SP- SOROCABANA 2

    Seichisti Saita

    23 27 Seminrio do Livro SP-SANTO ANDR Ademir Camillo Teixeira

    25 27 Seminrio do Livro BA-ILHUS Joo Domingos Affonso Diniz

    25

    27

    Seminrio do Livro

    ES-VITRIA

    Paulo Yasuo Fujinaga

    25

    27

    Seminrio do Livro

    SP-INTERLAGOS

    Maria Marques Porfrio

    26 Seminrio da Luz (Belm) PA-BELEM Marcos Rogerio Silvestri Vaz Pinto

    26 Conferncia da Luz (Paranagu) PR-CURITIBA Mario Gabriel Frana Silva

    26 Conferncia da Luz (em idioma japons) SP-SUDOESTE Fernando Onodera

    26

    Curso de Misso Sagrada e Orao da Cura Divina para PAMS e dirigentes

    SP-JABAQUARA

    Sheila Miyazaki de Lima

    26

    27

    Seminrio para Jovens (Seminrio para Jovens Empreendedores)

    Convidado Especial:

    Academia da Ibina SP

    Jose Adalton de Oliveira, Alvair Amaral Tanjioni, Regis Yoshio Shimanoe Edilson Cravo Oliveira da Silva

  • MCDOR 03/2018 7

    (MAIO e JUNHO/2018)

    26

    27

    Seminrio para Jovens (Seminrio para Jovens Empreendedores)

    Convidado Especial:

    Academia de Santa F - BA

    Roberto Okito Fugiwara, Helio Giovani Tavares de Melo, Ivea Ferreira dos Santos Flavio Koji Hiramine

    26 27 Conferncia da Luz PR-PARANAVA Jos Maria Coelho

    26 27 Seminrio do Livro SP-SANTO AMARO Romeu Pace Filho

    27 Seminrio da Luz AM-MANAUS Heitor Miyazaki

    27 Seminrio da Luz (Ponta Grossa) PR-CURITIBA Mario Gabriel Frana Silva

    27 Seminrio da Luz PR-LONDRINA Fumio Nishiyama

    27

    Seminrio da Luz SP-PRESIDENTE PRUDENTE

    Junji Miyaura

    27 Seminrio da Luz (em idioma japons) PR-PARANA 2 Sinji Takahashi

    27 Conferncia da Luz (em idioma japons) PR-PARANA 6 Yoshihico Iuassaca

    27 Conferncia da Luz (em idioma japons) SP-SANTOS 1 Yoshio Mukai

    31

    03/06 Seminrio de Treinamento Espiritual para Preletores e Lderes da Iluminao com Oferenda de Trabalho

    Academia da Amaznia

    Jacione Biora, Josiane Souza Moreira, Gilka do Carmo Aranha Lima, Hosana Kajiya

    31

    03/06 Seminrio de Treinamento Espiritual para Preletores e Lderes da Iluminao com Oferenda de Trabalho

    Academia de Curitiba PR

    Carlos Alberto da Silva, Ester Mitsuco Mukai, Maria Luciglei Lima Casseano, Marcus Vinicius Haruo Oshima

    31

    03/06 Seminrio de Treinamento Espiritual para

    Preletores e Lderes da Iluminao com Oferenda de Trabalho

    Academia de Gois

    Eduardo Nunes da Silva, Jandira Maria de Jesus de Castro, Joo Nirso de Oliveira, Sonia Maria Pereira Passos Vale

    31

    03/06

    Seminrio de Treinamento Espiritual para Preletores e Lderes da Iluminao com Oferenda de Trabalho (em japons)

    Convidados Especiais:

    Academia de Ibina - SP

    Sinji Takahashi, Kazue Ishi, Luiz Ishii, Sandra Ruriko Seito Tomita Fumio Nishiyama, Junji Miyaura

    31

    03/06 Seminrio de Treinamento Espiritual para Preletores e Lderes da Iluminao com Oferenda de Trabalho

    Convidados Especiais:

    Academia de Ibina SP

    Marie Murakami, Susana Ferreira Guimares, Sandra Ilda de Caires Fumio Nishiyama, Junji Miyaura, Regis Yoshio Shimanoe

    31

    03/06 Seminrio de Treinamento Espiritual para Preletores e Lderes da Iluminao com Oferenda de Trabalho

    Academia de Santa F BA

    Fernando Antonio Mendes Marques, Jamira Nery Ferreira, Maria do Socorro Marques Luz, Augusto Conceio Sousa

    31

    03/06

    Seminrio Geral de Treinamento Espiritual de Oferenda de Trabalho (Seminrio da Reconciliao)

    Convidado Especial:

    Academia de Santa F - BA

    Ivone Gomes Holanda, Maria Izabel Barreiros Rosrio, Ricardo Freitas Viana Robercia dos Anjos Pimentel

    31

    03/06 Seminrio de Treinamento Espiritual para Preletores e Lderes da Iluminao com Oferenda de Trabalho

    Academia de Santa Tecla - RS

    Daniela Cristina Seghessi, Fernando Onodera, Maria Angela dos Santos Cardoso, Adir Roberto Borges Filuszteck

  • MCDOR 03/2018 8

    I- DIRETORIA DA ADMINISTRAO CENTRAL

    1) SUBSTITUIO DE MEMBRO NA DIRETORIA ADMINISTRATIVA DA ACADEMIA SUL- AMERICANA DE TREINAMENTO ESPIRITUAL DA SEICHO-NO-IE DE IBINA-SP (Gesto: 01/03/2017 a 29/02/2020) Foi substitudo o representante da Associao dos Preletores na diretoria, conforme segue:

    De: Preletor Oswaldo Garraffa Neto Para: Preletora Iara Regina Colombo

    2) ALTERAO DA DENOMINAO OFICIAL DA CASA DE ORAES Academia

    Sul-Americana de Treinamento Espiritual da Seicho-No-Ie Ibina (SP) Foi alterada, conforme segue:

    De: Casa de Oraes Para: Templo de Orao denominao em japons: INORI NO YASHIRO

    Data da inaugurao: Data: 14 de abril de 2018 Horrio: 19 horas (sbado) Transmisso da inaugurao do Templo de Orao: no site da SEICHO-NO-IE DO BRASIL

    3) CRIAO DO GABINETE DE ADMINISTRAO PATRIMONIAL Foi aprovada a criao do

    Gabinete de Administrao Patrimonial, tendo sido designado como gerente o funcionrio Marcos Pugliesi, para realizar o trabalho de gesto e controle de todos os bens imveis da SEICHO- NO-IE DO BRASIL.

    4) REPRESENTANTES DAS REGIONAIS (EM IDIOMAS PORTUGUS E JAPONS) PARA AS

    ASSEMBLIAS GERAIS DA SEICHO-NO-IE DO BRASIL DE 2018 Foram aprovados os nomes dos Representantes das Regionais, conforme segue:

    a) REPRESENTANTES DAS REGIONAIS (EM IDIOMA PORTUGUS) PARA AS

    ASSEMBLIAS GERAIS DE 2018:

    REPRESENTANTES DAS REGIONAIS (EM IDIOMA PORTUGUS) PARA AS ASSEMBLIAS GERAIS DE 2018

    REGIONAL NOME ORGANIZAO/

    RGO DE APOIO AL-MACEI PAULO SERGIO DE FRANA LOPES PRELETORES

    AM-MANAUS EDILAMAR BATISTA PRELETORES

    BA-BARRIS CLAUDIA SANTOS DA SILVA PRELETORES

    BA-FEIRA DE SANTANA MARIO MARCELO PIMENTEL DALTRO DE CASTRO FRATERNIDADE

    BA-ILHUS JORGE MELQUIADES COSTA DA SILVA UAP

    BA-ITAMARAJ MIRABEAU ARAJO ANDRADE JUNIOR PRELETORES

    BA-PITUBA JOSE LUIZ COELHO COSTA FILHO PRELETORES

    CE-FORTALEZA ISLANNYA RIBEIRO DE SOUZA UAP

    DF-BRASLIA ANTNIO CARLOS BARBOSA PROSPERIDADE

    ES-VITRIA NOBUYUKI KASHIMOTO FRATERNIDADE

    GO-GOINIA LELIA DO CARMO MEDEIROS DE FREITAS ALMEIDA POMBA BRANCA

    MA-IMPERATRIZ MARIA CLAUDIA SILVA ARAUJO PRELETORES

    MA-SO LUIS LICINIO GABRIELI FRATERNIDADE

    MG-B.H./CAIARA FABIANA MARIA RIBEIRO COSTA MOTAI AJSI

  • MCDOR 03/2018 9

    MG-B.H./PARASO SANDRA MITIKO MOTOMATSU SALES POMBA BRANCA

    MG-JUIZ DE FORA DAISE MARIA MAIA TEODORO POMBA BRANCA

    MG-MONTES CLAROS GERALDA LEONICE BALIEIRO POMBA BRANCA

    MG-TRS VALES LUIZA MARIA GOMES LAUBERT UAP MG-TRINGULO E ALTO PARANABA ANDRE WILLIAN FERREIRA AJSI

    MS-CAMPO GRANDE VANETE ALMEIDA VAZ PRELETORES

    MS-DOURADOS MARCO ANTONIO ARECO FRATERNIDADE

    MT-CUIAB LAUDERICA FRANCISCA NEVES PRELETORES

    PA-BELM MANOEL FIRMINO DE JESUS BEZERRA FRATERNIDADE

    PB-JOO PESSOA RAIMUNDO NONATO DA SILVA ALMEIDA FRATERNIDADE

    PE-RECIFE KAREN KIMI ARATA AJSI

    PI-TERESINA MARIA DIVINA VASCONCELOS POMBA BRANCA

    PR-CURITIBA TERESINHA DO CARMO MAGNANI PRELETORES

    PR-FOZ DO IGUA NATALY NAGAI MACIEL RIVAS AJSI

    PR-FRANCISCO BELTRO SATIKO HONMA BALDO POMBA BRANCA

    PR-LONDRINA MARIA APARECIDA RIPOLI POMBA BRANCA

    PR-PARANAVA FLORISBELA CANOFF GONALVES PRELETORES

    PR-UMUARAMA RICARDO RIUITE SUNAYAMA PRELETORES

    PR-MARING DERMIVAL SAMPAIO OLIVEIRA UAP

    PR-UMUARAMA RICARDO RIUITE SUNAYAMA PRELETORES

    PR-WENCESLAU BRAZ PAULUS TONHOLI PEREIRA DE CAMPOS PRELETORES

    RJ-CATETE CLAUDIO HAMILTON SILVA G. MONTEZUMA FRATERNIDADE

    RJ-COPACABANA APARECIDA CANISIO RODRIGUES ALMEIDA POMBA BRANCA

    RJ-NITERI ROGRIO DE ARAJO FUTEMA AJSI

    RN-NATAL SERVENY ARAJO CID PRELETORES

    RO-CACOAL IVANILDA MOURA FARIA BARBOSA POMBA BRANCA

    RO-PORTO VELHO EMILIANO DELGADO NETO FRATERNIDADE

    RS-CAXIAS DO SUL IVANILDE COSTA PRELETORES

    RS-IJU LEDI PREDIGER POMBA BRANCA

    RS-NOVO HAMBURGO ELIANE ERNA WEBER UAP

    RS-PASSO D'AREIA ODETE GOMES DA SILVEIRA POMBA BRANCA

    RS-PASSO FUNDO ROSELEI TEREZINHA KNORST PRELETORES

    RS-PELOTAS SEM REPRESENTANTE ----

    RS-RIO BRANCO MARLISA DIECKMANN DE OLIVEIRA FRITZ POMBA BRANCA

    RS-SANTA MARIA NICE MARIZA SOARES MACHADO PRELETORES

    SC-CRICIMA GECILDA TOPANOTI MILANEIS PRELETORES

    SC-FLORIANPOLIS VERA LUCIA BORTOLUZZI PRELETORES

    SC-JOINVILLE WALTER LEOPOLDO RADUNTZ UAP

    SC-XANXER HELEN DANUSSE BRESSANELLI PRELETORES

    SE-ARACAJU MARIA MAXILENE SANTOS LEONIDIO AJSI

    SP-ARAATUBA LUCIANA BALIEIRO OKUYAMA ANDRADE POMBA BRANCA

    SP-ARARAQUARA RITA DE CSSIA BAGATTA GAMA PRELETORES

    SP-ARICANDUVA JOS AVELINO GOMES FRATERNIDADE

    SP-ATIBAIA CLAUDIA APARECIDA CESAR LESSI PRELETORES

    SP-BARRETOS ANDRE DOMINGUES FRATERNIDADE

    SP-BAURU GILBERTO MASSAYUKI MURAMATSU FRATERNIDADE

    SP-CAMPINAS RAFAEL HORIE FRATERNIDADE

    SP-DRACENA ANA MARIA DE SOUZA SANTOS UAP

  • MCDOR 03/2018 10

    SP-GUARATINGUET ANDRA MARIA SIMAS PRELETORES

    SP-GUARULHOS ALBERTINHO VENSON DE QUADROS UAP

    SP-INTERLAGOS NELSON GOMES DA SILVA PRELETORES

    SP-JABAQUARA MARIA NORICO SAITO PRELETORES

    SP-LAPA MITSUE YOSHIMURA TAKEDA PRELETORES

    SP-LIMEIRA ANTONIO AMANCIO SAMUEL FILHO PRELETORES

    SP-MARLIA MARILDA MOREIRA DE MORAES POMBA BRANCA

    SP-MOGI DAS CRUZES KIYOTAKA UOZUME FRATERNIDADE

    SP-OSASCO NEY RICARDO SALES BARRETO PRELETORES

    SP-OURINHOS DALTON COSTA PIMENTEL FRATERNIDADE

    SP-PENHA ANTNIO CARLOS TANJIONI PROSPERIDADE

    SP-PINHEIROS DIRCEU DE JESUS SANTANA PRELETORES

    SP-PRESIDENTE PRUDENTE ANTONIO RODRIGUES DE SOUZA PRELETORES

    SP-RIBEIRO PRETO MARIA APARECIDA PEREIRA STANKEVITIUS PRELETORES

    SP-SANTANA SEBASTIO DA SILVA RUBIM FRATERNIDADE

    SP-SANTO AMARO MARILOURDES MARCELINO DE MELO GOMES POMBA BRANCA

    SP-SANTO ANDR MARILZA HELENA DE MORAES POMBA BRANCA

    SP-SANTOS ALEX CHANDER ZUCATO PROSPERIDADE

    SP-SO BERNARDO DO CAMPO CID PERES FERNANDES FRATERNIDADE

    SP-SO JOO DA BOA VISTA JOMAR DE SOUZA VIEIRA PRELETORES

    SP-SO JOS DO RIO PRETO LEONICE DO CARMO DORANTE PRELETORES

    SP-SO JOS DOS CAMPOS EXPEDITO RODRIGUES DA SILVA FRATERNIDADE

    SP-SO MIGUEL PAULISTA GUILHERME CAMPOS CAETANO DA SILVA AJSI

    SP-SOROCABA FUMIO KOIKE UAP

    SP-VILA PRUDENTE SOLANGE MUNIZ PICCIN PRELETORES

    TO-PALMAS JOSE DIAS DE ARAUJO FRATERNIDADE

    b) REPRESENTANTES DAS REGIONAIS (EM IDIOMA JAPONS) PARA AS ASSEMBLIAS GERAIS DE 2018:

    REPRESENTANTES DAS REGIONAIS (EM IDIOMA JAPONS)

    PARA AS ASSEMBLIAS GERAIS DE 2018

    n REGIONAL NOME ORGANIZAO/

    RGO DE APOIO

    301 SP-SO PAULO 1 KAORU UEMURA PRELETORES

    302 SP-SO PAULO 2 MARLENE MASSAKO SUGIURA OSHIMA POMBA BRANCA

    303 SP- SO PAULO 3 KINUYO MAEICHIOKA FILARDI PRELETORES

    304 SP- SO PAULO 4 SHINJI BOMURA PRELETORES

    305 SP- SO PAULO 5 ISSAO MIYOSHI PRELETORES

    306 SP- SO PAULO 6 MILTON SEIJIHO SAITOU FRATERNIDADE

    307 SP-ABC FUSSAE KUROSAKI NAGAYASU POMBA BRANCA

    308 SP-CENTRAL 1 YASUKO FUNADA PRELETORES

    309 SP-CENTRAL 2 SHIGEKI OTSUKA PRELETORES

    310 SP-NORTE 1 EDUARDO NAOKI NAKAMURA FRATERNIDADE

    311 SP-NORTE 2 YUMIKO SHIBUYA POMBA BRANCA

    312 SP- SUDOESTE SEM REPRESENTANTE

    313 SP-SANTOS 1 CARMEN ISHIBE PRELETORES

    314 SP-SO PAULO SUL NICE TAKAKO OGAWA PRELETORES

    315 SP-ARARAQUARA 1 MARCOS IWAO YASSUDA PRELETORES

  • MCDOR 03/2018 11

    317 SP-ARARAQUARA 3 JORGE KUMON PRELETORES

    319 SP- NOROESTE 1 TOSHIHIKO TOMA PRELETORES

    320 SP-NOROESTE 2 LUCIA KUMOTO KATSUKI PRELETORES

    321 SP- PAULISTA 1 MILTON MASSAHARU SAKAI FRATERNIDADE

    322 SP-PAULISTA 2 SEM REPRESENTANTE

    323 SP- SOROCABANA 1 HATSUYO SUGUISAWA KATSUTANI PRELETORES

    324 SP-SOROCABANA 2 MARILDA KEIKO ONODA PRELETORES

    325 PR-PARAN 1 LUZIA HARUE SUZUKAWA PRELETORES

    326 PR-PARAN 2 MORIKO MAKITA PRELETORES

    329 PR-PARAN 5 MARIO KIOMI ONISHI FRATERNIDADE

    330 PR-PARAN 6 MAURCIO OSSAMU MIYATA PRELETORES

    331 MS-MATO GROSSO 1 SETSU TANAKA POMBA BRANCA

    333 RJ-RIO DE JANEIRO 1 KIYOSHI KUAMOTO FRATERNIDADE

    334 DF-BRASLIA 1 LINA AKIYO NEMOTO YAMAGUTI POMBA BRANCA

    335 GO-GOIS TAKAKO TAKAHASHI PRELETORES

    337 PA-PAR NELMA DO SOCORRO SALGADO URAMOTO PRELETORES

    341 MS-MATO GROSSO 2 EMIKO SATO YAMAMOTO PRELETORES

    II- SUPERINTENDNCIA DA ASSOCIAO FRATERNIDADE E SUPERINTENDNCIA DA ASSOCIAO POMBA BRANCA

    - ALTERAES DE DATAS E EXCLUSO DE CONVIDADO ESPECIAL DOS SEMINRIOS Foram alteradas e excludo, conforme segue:

    a) Alteraes de datas:

    - Seminrio para Soonen & Wakahato: Local: Academia de Treinamento Espiritual da Seicho-No-Ie de Curitiba - PR De: 16 e 17/06/2018 Para: 14 e 15/07/2018

    b) Excluso de convidado especial no Seminrio da Terceira Idade (Associaes Pomba

    Branca e Fraternidade): Local: Academia Sul-Americana de Treinamento Espiritual da Seicho-No-Ie Ibina (SP) Data: 28 e 29/04/2018 Preletor Luiz Hideo Tamaru

    III- SUPERINTENDNCIA DA ASSOCIAO FRATERNIDADE

    1) SUBSTITUIO DE PRESIDENTE DE FEDERAO DAS ASSOCIAES FRATERNIDADE (em idiomas portugus e japons) (Gesto: 1/10/2015 30/09/2018) Foi substitudo, conforme segue: - Regional MG-TRINGULO E ALTO PARANAIBA

    De: Preletor Carlos Eduardo Alves (interino) Para: Preletor Helio Vilarinho de Oliveira (interino at final da gesto)

    2) NOMEAO DE PRESIDENTE DE FEDERAO DAS ASSOCIAES FRATERNIDADE

    (em idioma japons) (Gesto: 1/10/2015 a 30/09/2018) Foi nomeado, conforme segue:

  • MCDOR 03/2018 12

    - Regional PA-PAR Preletor Shigueo Takahashi (interino at final da gesto)

    3) EFETIVAO DE PRESIDENTE DE FEDERAO DAS ASSOCIAES FRATERNIDADE

    (Gesto: 1/10/2015 a 30/09/2018) Foi efetivado, conforme segue: - Regional MS-DOURADOS Preletor Marco Antonio Areco

    4) SUBSTITUIES DE ORIENTADORES ADJUNTOS E CONVIDADO ESPECIAL DAS

    ATIVIDADES Foram substitudos, conforme segue:

    a) Substituies de orientadores adjuntos:

    a.1) Curso para Lderes da Associao Fraternidade da SEICHO-NO-IE DO BRASIL Local: Academia da Amaznia de Treinamento Espiritual da Seicho-No-Ie Data: 21/04/2018 De: Preletor Marcelo Cupertino dos Santos Para: Preletor Raimundo Helierson Oeiras Maia

    a.2) Curso para Lderes da Associao Fraternidade da SEICHO-NO-IE DO BRASIL

    Local: Academia de Treinamento Espiritual da Seicho-No-Ie de Minas Gerais Data: 21/04/2018 De: Preletor Raimundo Helierson Oeiras Maia Para: Preletor Marcelo Cupertino dos Santos

    a.3) Seminrio da Associao Fraternidade (Seminrio do Sucesso)

    Local: Academia de Treinamento Espiritual da Seicho-No-Ie de Minas Gerais Data: 21 e 22/04/2018 De: Preletor Raimundo Helierson Oeiras Maia Para: Preletor Marcelo Cupertino dos Santos

    b) Substituio de convidado especial do Seminrio da Associao Fraternidade

    (Seminrio do Sucesso): Local Academia da Amaznia de Treinamento Espiritual da Seicho-No-Ie Data: 21 e 22/04/2018 De: Preletor Marcelo Cupertino dos Santos Para: Preletor Raimundo Helierson Oeiras Maia

    5) PROGRAMA DO CURSO PARA LDERES DA ASSOCIAO FRATERNIDADE DA SEICHO-

    NO-IE DO BRASIL DE 2018 TODAS AS ACADEMIAS - Foi aprovado o Programa, conforme segue:

    (anexo n 1-1 e 1-2)

    IV- SUPERINTENDNCIA DA ASSOCIAO POMBA BRANCA 1) SUBSTITUIES DE PRESIDENTES DE FEDERAO DAS ASSOCIAES POMBA

    BRANCA (Gesto: 1/10/2015 30/09/2018) Foram substitudas, conforme segue: a) Regional SP-PAULISTA 2

    De: Divulgadora Kirie Yanagishita (pedido de renncia) Para: Divulgadora Daniele Keiko Masaoka Sano (interina at final da gesto)

  • MCDOR 03/2018 13

    b) Regional SP-RIBEIRO PRETO

    De Preletora Rosa Maria Ferreira Vianna (pedido de renncia) Para: Preletora Ivone Hissae Kamimura Barbosa (interina at final da gesto)

    2) ALTERAO DE DATA DO SEMINRIO DA CRIANA FELIZ - Foi alterada a data, conforme

    segue: Local: Academia Sul-Americana de Treinamento Espiritual da Seicho-No-Ie Ibina (SP) De: 17 e 18/02/2018 Para: 15 e 16/09/2018

    V- SUPERINTENDNCIA DA ASSOCIAO DOS JOVENS

    1) SUBSTITUIES DE PRESIDENTE DA AJSI / REGIONAL (Gesto: 1/10/2015 a 30/09/2018) Foram substitudos, conforme segue:

    a) Regional SP-NORTE 2

    De: Divulgador Eduardo Haruo Kawano (falecimento) Para: Divulgadora Letcia Hitomi Inoue (Interina at final da gesto)

    b) Regional MG-JUIZ DE FORA De: Divulgadora Maria Denise de Arago (pedido de renncia) Para: Divulgadora Larissa Melchiades Araujo (interina- at final da gesto)

    c) Regional SP-SANTOS De: Preletor Emanoel Prado da Silva (pedido de renncia) Para: Preletor Marsan Beser Diniz da Silva (interino at final da gesto)

    2) EFETIVAES DE PRESIDENTE DA AJSI/REGIONAL (Gesto: 1/10/2015 30/09/2018) Foram efetivados, conforme segue:

    a) Regional SP-VILA PRUDENTE

    Divulgadora: Fernanda Gomes Costa

    b) Regional SP-CENTRAL 2 Divulgadora: Tamires Cupertino Teruya

    3) NORMA INTERNA DOS CONCURSOS NACIONAIS DA AJSI/BR Foram aprovadas as

    Normas atualizadas, conforme segue: 3.1. Norma Interna do Concurso Nacional de Bandas da AJSI/Brasil:

    (anexo ns 2-1 a 2-15) 3.2. Norma Interna do Concurso Nacional de Camisetas da AJSI/Brasil:

    (anexo ns 3-1 a 3-4) 3.3. Norma Interna do Concurso Cultural de Desenho da AJSI/Brasil:

    (anexo ns 4-1 a 4-3) 3.4. Norma Interna dos Concursos Nacionais de Oratria para Jovem e Juvenil da AJSI/

    Brasil- (anexo ns 5-1 a 5-6)

  • MCDOR 03/2018 14

    4) PROGRAMA DA 27 CONVENO NACIONAL PARA JUVENIS E JUNIA Foi aprovado, conforme segue:

    Local: Sede Central (S. Nobre) Data: 05/05/2018 (anexo ns 6-1 e 6-2)

    5) PROGRAMA DA 8 CONFERNCIA NACIONAL PARA JOVENS DE 15 A 20 ANOS (AJSI TEEN)

    Foi aprovado, conforme segue: Local: Subsede (S. Nobre) Data: 05/05/2018 (anexo ns 7-1 e 7-2)

    VI- SUPERINTENDNCIA DAS ATIVIDADES DOS PRELETORES

    1) DEPARTAMENTO DE PRELETORES (Jap. e Port.)

    a) LICENCIAMENTO HONROSO:

    Regional Preletor(a) ES-VITRIA Prel Malba da Costa Lima MG-BH-CAIARA Prel Zilda Evangelista da Silva PE-RECIFE Prel Ida Pires dos Santos PE-RECIFE Prel. Ivo Pereira da Silva PE-RECIFE Prel Jacira Gonalves Santiago PE-RECIFE Prel Jacy Maria Nunes PE-RECIFE Prel Leny Felix da Silva PE-RECIFE Prel Maria de Nazar Torres Jordo PE-RECIFE Prel Maria Madalena Machado Ribeiro PE-RECIFE Prel Raimunda Maria de Lima PE-RECIFE Prel Teresa de Almeida Rgo RS-PELOTAS Prel Terezinha de Jesus Neves Cossio SP-JABAQUARA Prel Celia Lioko Sendoda SP-JABAQUARA Prel Judith Duarte SP-JABAQUARA Prel. Manuel Silva SP-JABAQUARA Prel Thereza Euzebio Lenardon SP-JABAQUARA Prel Zozina Carvalho Santiago SP-MOGI DAS CRUZES Prel Geralda Bernadet Tebas Theodoro SP-MOGI DAS CRUZES Prel. Pedro Timoteo das Graas SP-SO BERNARDO DO CAMPO

    Prel Florinda Pereira

    SP-SO BERNARDO DO CAMPO

    Prel Mariana Pires Ohara

    SP-SO BERNARDO DO CAMPO

    Prel. Paulo Molina

    b) MUDANA DE REGIONAL:

    De: Para: Preletor(a) PE-RECIFE SP-JABAQUARA L.I. Felipe de Oliveira Arajo RN-NATAL GO-GOINIA Prel Maria de Lourdes de Araujo e Lima RO-PORTO VELHO BA-ITAMARAJU Prel. Salvino Jose dos Santos Medeiros SC-CRICIMA SC-JOINVILLE Prel Maria de Lourdes Gilioli Gomes SC-FLORIANOPLIS SC-JOINVILLE Prel. Adalberto Luiz da Conceio SP-ATIBAIA SP-NORTE 2 Prel Emilia Emi Morimoto

  • MCDOR 03/2018 15

    SP-JABAQUARA SP-SO BERNARDO DO CAMPO

    Prel Cntia de Alencar

    SP-SANTANA SP-SOROCABA Prel Marcia Regina Roberto Garraffa SP-SANTANA SP-SOROCABA Prel. Oswaldo Garraffa Neto SP-SO BERNARDO DO CAMPO

    SP-GUARATINGUET Prel Cleide Barbosa V. Bezerra da Silva

    SP-SO PAULO 6 SP-SO PAULO 1 Prel Neuza Lituko Toyoshima

    c) EFETIVAES DE PRESIDENTES DA ASSOCIAO DOS PRELETORES REGIONAIS

    (Gesto: 1/10/2015 a 30/09/2018) Foram efetivados, conforme segue:

    c.1) Regional: PE-RECIFE Prel Shirley Shizue Hatayama Gomes

    c.2) Regional: RN-NATAL

    Prel. Serveny Araujo Cid c.3) Regional: SP-MARLIA

    Prel Nina Emiko Miyatake

    d) NORMA PARA ATUAO DE PRELETORES COM MAIS DE 70 ANOS A Norna para Atuao de Preletores com mais de 70 anos foi alterada e atualizada, conforme segue:

    (anexo ns 8-1 a 8-4) e) Roteiro de maratona de leitura das sutras sagradas e cantos em louvor para os casos de

    febre amarela, dengue, chikungunya e zika vrus Foi aprovado, conforme segue: (anexo ns 9-1 e 9-2)

    f) ALTERAO DE ORIENTADOR NO CTP - CENTRO DE TREINAMENTO PARA

    PRELETORES (presencial e virtual) Foi alterado, conforme segue: Data: 06/10/2018 Local: So Paulo SP (Subsede S. Nobre) De: Preletora Iara Regina Colombo Para: Aspirante a Preletor da Sede Internacional Luciano Sundin do Lago

    g) ASCENSO AO MUNDO ESPIRITUAL Aos Preletores que ascenderam ao Mundo Espiritual,

    externamos o nosso profundo respeito e gratido pela dedicao prestada junto ao Movimento de Iluminao da Humanidade/ Movimento Internacional de Paz pela F, como Preletores da Seicho-No-Ie. Aos seus familiares, apresentamos o nosso profundo sentimento de pesar e agradecimento.

    REGIONAL PRELETOR(A) FALECEU EM SP-PINHEIROS Prel Francisca Ate Araujo Silva 25/08/2017, aos 83 anos

    SP-DRACENA Prel Odina Gonalves Pena 21/12/2017, aos 71 anos

    SP-ATIBAIA Prel Dorothy dos Santos Genovez 24/12/2017, aos 76 anos

    SP-LAPA Prel. Geraldo Vieira da Silva 24/12/2017, aos 69 anos,

    RS-SANTA MARIA Prel Maria Enilda Teixeira Muller 27/12/2017, aos 70 anos

    MA-SO LUS Prel Edme Marques Maciel 07/01/2018, aos 93 anos

    PE-RECIFE Prel Jacy Maria Nunes 02/02/2018, aos 81 anos

  • MCDOR 03/2018 16

    2) DEPARTAMENTO DE SEMINRIOS

    a) Alterao de denominao do Seminrio Geral de Treinamento Espiritual de Oferenda de Trabalho (Seminrio de Gratido aos Antepassados) Foi alterada, conforme segue: Local: Academia de Treinamento Espiritual da Seicho-No-Ie Santa Tecla (RS) Data: 01 a 04/11/2018

    De: Seminrio Geral de Treinamento Espiritual de Oferenda de Trabalho (Seminrio de

    Gratido aos Antepassados) Para: Seminrio Geral de Treinamento Espiritual (Seminrio de Gratido aos Antepassados)

    b) Substituies de orientadores responsveis dos Seminrios Foram substitudos,

    conforme segue:

    b.1) Seminrio Geral (Seminrio da Cura Divina): Local: Academia de Treinamento Espiritual da Seicho-No-Ie Santa F - (BA) Data: 24 e 25/03/2018

    De: Preletora Leonor Ichikawa Para: Preletor Milton Kazuo Norimatsu

    b.2) Seminrio Geral (Seminrio de Gratido aos Pais):

    Local: Academia de Treinamento Espiritual da Seicho-No-Ie Santa Tecla - (RS) Data: 28 e 29/04/2018

    De: Preletora Roni Vanir Bigolin Martini Para: Preletor Luiz Hideo Tamaru

    VII- ASSOCIAO DA PROSPERIDADE:

    1) PRORROGAO DE INTERINIDADE DE PRESIDENTES DA UNIO DA ASSOCIAO PROSPERIDADE (UAP) (Gesto: 1/10/2015 a 30/09/2018) Foram prorrogados, conforme segue:

    a) Regional RS-PASSO FUNDO

    Divulgador Valmor Artur Ficanha (interino - at final da gesto)

    b) Regional SC-FLORIANPOLIS Preletora Andra Costa (interina - at final da gesto)

    2) SUBSTITUIO DE PRESIDENTE DA UNIO DA ASSOCIAO PROSPERIDADE (UAP)

    (Gesto: 1/10/2015 a 30/09/2018) Foi substitudo, conforme segue:

    - Regional SP- SO BERNARDO DO CAMPO De: Preletor Ruy Estolano Macedo de Carvalho (pedido de renncia) Para: Preletor Ademir Camillo Teixeira (interino at final da gesto)

    VIII- SUPERINTENDNCIA DAS ATIVIDADES DOS EDUCADORES

    1) SUBSTITUIO DE PRESIDENTE DA ASSOCIAO REGIONAL DOS EDUCADORES (Gesto: 1/10/2015 a 30/09/2018) Foi substitudo, conforme segue:

  • MCDOR 03/2018 17

    - Regional SP- ARARAQUARA De: Preletora Catarina Vitoria Gurtler Eiras (pedido de renncia) Para: Preletor Osmar Ogashawara (Interino at final da gesto)

    2) EFETIVAO DE PRESIDENTE DA ASSOCIAO REGIONAL DOS EDUCADORES (Gesto:

    1/10/2015 a 30/09/2018) Foi efetivada, conforme segue:

    - Regional SP-ATIBAIA Preletora Paula Cristina Rocha Ferreira

    IX - SETOR DE SUPORTE S ORGANIZAES (SSO)

    - SEMANA DA PAZ E DO MEIO AMBIENTE / 2018 - Neste ano, nas atividades da Semana da Paz e do Meio Ambiente que sero realizadas nos dias 04 a 10/06, contamos com a dedicao dos Preletores, Divulgadores, dirigentes, associados e adeptos de todo Brasil na realizao de diversas atividades, tais como conferncias especiais, palestras voltadas para o Meio Ambiente, limpeza de praas pblicas, divulgao de Revistas da Seicho-No-Ie, visitas em Instituies Assistenciais, etc... Solicitamos aos Membros do CDOR incentivarem as suas respectivas Associaces Locais/ Ncleos na promoo desses eventos, cujas programaes seguem em anexo. Agradecemos ao empenho de todos nessa importante atividade.

    (anexo nos 10-1 e 10-2)

    X- SUPERINTENDNCIA DE COORDENAO DAS REGIONAIS DOUTRINRIAS

    1) SUBSTITUIES DE SUPERVISORES ADMINISTRATIVOS DOUTRINRIOS REGIONAIS

    (Gesto: 01/09/2017 a 31/08/2020) Foram substitudos, conforme segue:

    a) Regional RS-CAXIAS DO SUL De: Preletora Cristiane Elisa Pradella Zortea Para: Preletora Elza Maria Zermiani (interina) Perodo: 01/02/2018 a 01/05/2018

    b) Regional PR-MARING

    De: Preletor Artur Masaki Kanada Para: Preletor Dermival Sampaio Oliveira (interino) Perodo: 19/02/2018 a 13/04/2018

    2) CRIAO DA SUB-REGIONAL DE JALES - SP (Regional SP-SO JOS DO RIO PRETO)

    Foi aprovada a criao da Sub-Regional de JALES SP, vinculada Regional SP-SO JOS DO RIO PRETO.

    3) REALIZAO DO ENCONTRO DOS SUPERVISORES ADMINISTRATIVOS DOUTRINRIOS

    REGIONAIS (EM IDIOMAS PORTUGUS E JAPONS) Ser realizado, conforme segue:

    Datas: 28/04/2018 (sbado) das 18h s 21h 29/04/2018 (domingo) das 08h s 12h

    Local: So Paulo- SP (Subsede - S.Nobre)

  • MCDOR 03/2018 18

    XI- GABINETE DE ASSISTNCIA ORGANIZAO EM IDIOMA JAPONS

    - ALTERAO DE ORIENTADOR DA CONFERNCIA DA LUZ (EM IDIOMA JAPONS) Foi alterado, conforme segue:

    - Regional: MS-MATO GROSSO 1 Data: 21/10/2018 De: Preletora Eleonor Setsuko Kawano Sato Para: Preletor Yoshihico Iuassaca

    XII- GABINETE DE PLANEJAMENTO

    - ALTERAO DE ORIENTADOR DA CONFERNCIA GERAL E DO PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO DE REGIONAL - PDR Foi alterado, conforme segue: - Regional PR-WENCESLAU BRZ Data: 04/05/18 (Conferncia Geral)

    05/05/18 (PDR)

    De: Preletor da Sede Internacional Sinji Takahashi Para: Aspirante a Preletor da Sede Internacional Luiz Takeo Onuki

    XIII- SUPERINTENDNCIA DE ADMINISTRAO DE PRODUTOS E DISTRIBUIO

    1) CAMPANHA PARA DIVULGAR A COLEO A VERDADE DA VIDA DURANTE O ANO DE 2018 Foi autorizado venda ,conforme segue:

    1 - Venda direta pela Distribuidora:

    Preo: 10% de desconto nos livros: de R$30,00 por R$27,00 cada Total: de R$1.200,00 por R$1.080,00 Com caixa de acrlico: + R$300,00 Com caixa de madeira: + R$200,00 Brinde: Livro lbum: Reverenciando-o como mestre e respeitando-o como marido.

    2 Para as Regionais e Academias: A prazo: com 50% de desconto A vista: com 50% + 7% Brinde: Livro lbum: Reverenciando-o como mestre e respeitando-o como marido.

    2) CAMPANHA PARA DIVULGAR A COLEO A VERDADE DURANTE O ANO DE 2018 Foi autorizado a venda ,conforme segue:

    1 - Venda direta pela Distribuidora:

    10% de desconto nos livros: de R$35,00 por R$31,50 cada Total: de R$385,00 por R$346,50 Com caixa de acrlico: + R$200,00 Com caixa de madeira: + R$150,00 Brinde: Um pingente de resina

    2 Para as Regionais e Academias:

    A prazo: com 50% de desconto

  • MCDOR 03/2018 19

    A vista: com 50% + 7% Brinde: Um pingente de resina

    3) ALTERAES DE DATAS E ORIENTADOR DO SEMINRIO DO LIVRO Foram alterados, conforme segue:

    a) Alteraes de datas do Seminrio do Livro:

    a.1) Regional PR-MARING De: 13/09 a 16/09/18 Para: 05 a 07/10/18 Orientadora: Preletora Marlene Aparecida Vonn Caramuru

    a.2) Regional SP-GUARULHOS

    De: 07 a 11/08/18 Para: 09 a 11/08/18 Orientador: Preletor da Sede Internacional Fernando Antnio Mendes Marques

    b) Alterao de data e orientador do Seminrio do Livro:

    - Regional SP-MOGI DAS CRUZES Data: De: 21 a 25/11/18

    Para: 13 a 15/09/18

    Orientador: De: Preletor Eraldo Pires do Nascimento Para: Preletora Ana Celia Neves Ribeiro Diniz

    XIV- GABINETE DE PRODUO

    - LANAMENTOS Sero lanados, conforme segue: a) Livro Infantil: O Escritrio na Floresta - Autoria do Preletor: Prel. Junji Miyaura

    Preo de capa: R$10,00

    b) CD com Palestras:

    b.1) CD Prela. Marie Murakami Construindo um lar feliz e prspero Preo de capa: R$10,00

    b.2) CD Prel. Emlio Santiago Ribas Rodrigues Aos que buscam a prosperidade

    Preo de capa: R$10,00

    b.3) CD Prel. Junji Miyaura Os 5 corpos do ser humano Preo de capa: R$10,00

    Seicho-No-Ie, o modo feliz de viver, em harmonia com a Natureza!

    Seicho-No-Ie: Uma Organizao Unida por Laos de Amor.

    Deus, natureza e seres humanos so originariamente unos.

  • ASSOCIAO FRATERNIDADE DA SEICHOASSOCIAO FRATERNIDADE DA SEICHOASSOCIAO FRATERNIDADE DA SEICHOASSOCIAO FRATERNIDADE DA SEICHO----NONONONO----IE DO BRASILIE DO BRASILIE DO BRASILIE DO BRASIL GuiaGuiaGuiaGuiando os Homens em Novos Caminhos de Luzndo os Homens em Novos Caminhos de Luzndo os Homens em Novos Caminhos de Luzndo os Homens em Novos Caminhos de Luz

    SEICHO-NO-IE DO BRASIL CURSO PARA LDERES DA ASSOCIAO FRATERNIDADE DA SEICHO-NO-IE DO BRASIL

    Academia

    21 de Abril de 2018

    Dia 21 Sbado 05h15 - 12h00 Programao Salo Nobre - Seminrio do Sucesso 13h30 Msica Cano da Fraternidade 5 13h35 Hino Sagrado Marcha da Misso - 5 13h40 1 aula: A misso da Misso Sagrada 30

    Preletor A importncia da Misso Sagrada Aumento de novos contribuintes Mudana de categoria

    Livro-texto: Manual Doutrinrio da Misso Sagrada, pp.31-37. 14h10 Hino Sagrado Luz - 5 14h15 2 Aula: A Seicho-No-Ie e as revistas 30

    Preletor A importncia das revistas da Seicho-No-Ie Aumento de cotistas e cotas de revistas

    Livros-texto: Imagem Verdade e Fenmeno, pp. 95-98; Manual do Presidente de Federao da Associao Fraternidade, pp.76; Manual da Associao Local da Associao Fraternidade, pp. 64-65..

    14h45 Hino Sagrado Cano da Proviso Infinita - 5 14h50 3 Aula: A Seicho-No-Ie em nosso lar 30

    Preletor Associao Local tambm o nosso lar Importncia das Visitas de Beno Importncia da Reunio de Vizinhana

    Livros-texto: Manual do Presidente de Federao da Associao Fraternidade, pp. 44; Manual da Associao Local da Associao Fraternidade, pp. 17.

    15h20 Avisos e Orao da Refeio - 5 15h25 Caf - 30 15h55 Hino Sagrado Habitantes da Terra - 5 16h00 4 Aula: Diretrizes e Plano de Trabalho da Associao Fraternidade 30

    Preletor A importncia da Diretriz no planejamento das atividades nas Associaes Locais

    Livro-texto: Diretriz Trienal do Movimento da SEICHO-NO-IE DO BRASIL - 2017 a 2019, pp. 5-11, 15-23.

    16h30 Hino Sagrado Primavera 5 16h35 5 Aula: Caravanas que salvam vidas 30

    Preletor Formao de caravanas para as Academias

    Livro-texto: Manual de Divulgao de Seminrios nas Academias, pp.66-68, 78-89.

    (anexo n 1)

    (1-1) MCDOR 03/2018

  • ASSOCIAO FRATERNIDADE DA SEICHOASSOCIAO FRATERNIDADE DA SEICHOASSOCIAO FRATERNIDADE DA SEICHOASSOCIAO FRATERNIDADE DA SEICHO----NONONONO----IE DO BRASILIE DO BRASILIE DO BRASILIE DO BRASIL GuiaGuiaGuiaGuiando os Homens em Novos Caminhos de Luzndo os Homens em Novos Caminhos de Luzndo os Homens em Novos Caminhos de Luzndo os Homens em Novos Caminhos de Luz

    17h05 6 Aula: Qual ser a realidade do nosso futuro? 30

    Preletor Formao de sucessores

    Livros-texto: Manual do Presidente de Federao da Associao Fraternidade, pp. 62-63, Manual da Associao Local da Associao Fraternidade, pp. 43.

    17h35 Hino Sagrado Meu Deus, oh! Meu Senhor 5 17h40 7 Aula: Famlia Feliz - Homens de Sucesso 30

    Preletor A importncia das reunies especficas para homens

    Livros-texto: Manual do Presidente de Federao da Associao Fraternidade, Manual da Associao Local da Associao Fraternidade.

    18h10 Avisos e Revelao Divina A Refeio da Seicho-No-Ie - 5 18h15 Msica Cano da Fraternidade - 5 18h20 Jantar e Banho - 90 19h50 - 21h30 Programao Salo Nobre - Seminrio do Sucesso

    Orientadores: Orientador Responsvel: Preletor Orientadores Adjuntos: Preletor Preletor

    Livros-Texto: 1. Diretriz Trienal do Movimento da SEICHO-NO-IE DO BRASIL - 2017 a 2019 2. Imagem Verdadeira e Fenmeno 3. Manual da Associao Local da Associao Fraternidade 4. Manual de Divulgao de Seminrios nas Academias 5. Manual Doutrinrio da Misso Sagrada 6. Manual do Presidente de Federao da Associao Fraternidade

    (1-2) MCDOR 03/2018

  • NORMA INTERNA DO CONCURSO NACIONAL DE BANDAS DA ASSOCIAO DOS JOVENS DA SEICHO-NO-IE DO BRASIL

    1. DO OBJETO Clusula Primeira objetivo da presente normatizao definir o regulamento para o Concurso Nacional de Bandas da Associao dos Jovens da SEICHO-NO-IE DO BRASIL (AJSI/BR ) promovido pela AJSI/BR, sob a coordenao de seu Departamento Cultural. 2. FINALIDADE DO CONCURSO Clusula Segunda A realizao do Concurso Nacional de Bandas da Associao dos Jovens da SEICHO-NO-IE DO BRASIL tem por finalidade:

    I) Estimular a organizao de bandas no mbito das Regionais e Associaes Locais da AJSI/BR;

    II) Contribuir para a dinamizao das reunies de jovens e juvenis da AJSI/BR; III) Colaborar para a formao de novos lderes e fortalecimento das Associaes Locais

    da AJSI/BR; IV) Possibilitar o aprimoramento artstico-cultural dos jovens da AJSI/BR bem como a

    descoberta de novos talentos, o desenvolvimento da criatividade, do esprito de doao ao prximo e da capacidade de realizar sonhos;

    V) Desenvolver e estimular o estudo e a prtica dos princpios da Seicho-No-Ie; VI) Contribuir para o desenvolvimento da habilidade de conviver e trabalhar

    harmoniosamente em grupo, para atingir com xito o objetivo estabelecido; VII) Orientar a juventude para o registro de bons acontecimentos e uso de boas palavras

    conforme o Princpio do Relgio de Sol , libertando-a dos grilhes do materialismo. 3. DA COMISSO ORGANIZADORA Clusula Terceira A organizao, direo e realizao do Concurso Nacional de Bandas da AJSI/BR so de responsabilidade da AJSI/BR, podendo a mesma contar com a colaborao das demais Organizaes da SEICHO-NO-IE DO BRASIL, alm de msicos e bandas profissionais, se assim considerar necessrio. Pargrafo nico: Sempre que necessrio, a Comisso Organizadora do Concurso Nacional de Bandas da AJSI/BR reunir-se- na Superintendncia da Associao dos Jovens da SEICHO-NO-IE DO BRASIL, que tem sede na Avenida Engenheiro Armando Arruda Pereira, n 1266 Bairro Jabaquara no Municpio de So Paulo, Estado de So Paulo CEP 04308-900 telefone 55 11 5014-2250. 4. DOS CANDIDATOS Clusula Quarta Somente podero fazer parte do Concurso Nacional de Bandas da AJSI/BR as bandas formadas por associados da SEICHO-NO-IE DO BRASIL.

    (anexo n 2)

    (2-1) MCDOR 03/2018

  • Pargrafo Primeiro: Para o presente regulamento so considerados como:

    I) Associados da SEICHO-NO-IE DO BRASIL aqueles que que atenderem aos requisitos que est expresso no Estatuto Social da SEICHO-NO-IE DO BRASIL no artigo 16 Pargrafo Primeiro.

    II) Divulgadores da SEICHO-NO-IE DO BRASIL aqueles que que atenderem aos

    requisitos que est expresso no Regulamento do Divulgador da SEICHO-NO-IE DO BRASIL no artigo 3.

    III) Preletores e Lderes da Iluminao aqueles que que atenderem aos requisitos que

    est expresso nas Normas internas referentes ao Regulamento do preletor regional da SEICHO-NO-IE DO BRASIL do item Atuao do preletor regional.

    Pargrafo Segundo: Alm dos requisitos obrigatrios consubstanciados no pargrafo primeiro da Clusula Quarta, as bandas devero, necessariamente, ser formadas por pelo menos 50% (cinquenta por cento) de integrantes da AJSI/BR. Pargrafo Terceiro: Ser permitida a participao de menores de idade como integrantes de bandas no concurso, desde que, alm de preencher os requisitos consubstanciados no pargrafo primeiro da Clusula Quarta, sejam devidamente autorizados pelos pais ou responsveis. Clusula Quinta Sero aceitas as inscries somente de bandas:

    I) Com um mnimo de 03 (trs) e um mximo de 06 (seis) integrantes; e, II) Que sejam estruturadas para atuar em qualquer fase do concurso com, no mnimo:

    a. 01 (um) instrumento harmnico, para efetuar a base (ex.: teclado, violo, etc.); b. 01 (um) cantor (a); e, c. 01 (um) outro instrumento, que pode ser (a critrio da banda) meldico (ex.:

    flauta, gaita, saxofone, etc.), harmnico ou de percusso. Pargrafo nico: Sero desclassificadas as bandas que se apresentarem em qualquer fase do Concurso (seja na apresentao do vdeo, seja na apresentao ao vivo) com uma ou mais pessoas que no desempenhem de modo efetivo pelo menos um dos papis seguintes:

    I) Cantar; II) Tocar um ou mais instrumentos musicais; ou, III) Cantar e tocar um ou mais instrumentos musicais.

    Clusula Sexta No momento da inscrio e at o final , cada banda dever identificar-se por um nome que a diferencie das demais bandas, sendo certo que cada integrante somente poder integrar uma nica banda e esta somente poder realizar uma nica inscrio. Pargrafo nico: No h um limite de inscries de bandas por Associaes Locais e/ou Regionais.

    (2-2) MCDOR 03/2018

  • 5. DAS INSCRIES Clusula Stima As inscries das bandas ocorrero somente no perodo de 01 de fevereiro a 02 de maio do respectivo ano. Pargrafo Primeiro: As inscries devero ser feitas atravs do envio por SEDEX, de uma correspondncia nica, ou entregue diretamente na Superintendncia da Associao dos Jovens da SEICHO-NO-IE DO BRASIL, que necessariamente dever conter:

    I) A ficha de inscrio devidamente preenchida; (Anexo 01). II) Declarao de todos os integrantes da banda, de que conhecem e aceitam todos os

    termos e exigncias contidos no presente regulamento. (Anexo 01). a. Para os menores de idade dever conter as assinaturas dos pais e responsveis,

    devidamente reconhecidas e autenticadas em cartrio; (Campo integrante na ficha de inscrio).

    III) Autorizao com assinaturas reconhecidas e autenticadas em cartrio dos pais ou

    responsveis de cada um dos integrantes menores de idade, para que participem do concurso; (esta autorizao j consta em um dos campos na prpria ficha de inscrio). (Anexo 01).

    IV) O termo de Licenciamento do Uso de Imagem de todos os integrantes da banda;

    (Anexo 02). V) O termo de Cesso de Direitos Autorais e/ou de Execuo, com assinaturas

    reconhecidas e autenticadas em cartrio; (Anexo 03).

    VI) 01 (uma) cpia simples do documento de identidade ou do Registro de Identidade, do CPF ou de qualquer outro documento oficial (carteira de motorista, ttulo de eleitor, etc.), de cada um dos integrantes da banda;

    VII) 01 (um) vdeo em que a banda execute a apresentao de uma msica da

    SEICHO-NO-IE DO BRASIL execuo essa que dever ser ao vivo, sem cortes ou edies. A msica : Hora de Comear;

    VIII) Na execuo das msicas em todas as etapas do concurso, a comear pelo vdeo de

    inscrio, no ser permitido o uso, seja em toda a durao, seja em trechos ou ainda num s trecho dessas msicas, de recursos de pr-gravao tais como sequenciadores e outros.

    Pargrafo Segundo: As inscries que tiverem postagem dos correios, somente sero aceitas, at a data limite de 02 de maio de cada ano, fazendo f o carimbo dos correios em 02 de maio do respectivo ano como data-limite final para essas inscries. Pargrafo Terceiro: A Comisso Organizadora no assume responsabilidades por extravio ou atraso das correspondncias de inscries. Pargrafo Quarto: No sero aceitas as inscries de bandas que no preencherem os requisitos consubstanciados nas Clusulas Quarta, Quinta e Sexta do presente regulamento.

    (2-3) MCDOR 03/2018

  • Clusula Oitava Para que seja vlido o documento de inscrio, todos os campos devero ser preenchidos em letra de forma legvel e sem rasuras, sendo que todos os participantes se responsabilizaro pela veracidade das informaes nele constantes. Clusula Nona Uma inscrio ser considerada como efetiva somente aps a Associao dos Jovens da SEICHO-NO-IE DO BRASIL enviar para a banda, via e-mail, um documento que confirme que essa inscrio foi realizada com sucesso. Pargrafo nico: O e-mail de confirmao de inscrio enviado pela Associao dos Jovens da SEICHO-NO-IE DO BRASIL banda servir como comprovante de inscrio. Clusula Dcima Os integrantes de todas as bandas devero ceder SEICHO-NO-IE DO BRASIL todos os direitos autorais das modificaes realizadas nas msicas utilizadas, assim como concedero o Licenciamento de Imagem para a divulgao, veiculao e comercializao das obras efetuadas no Concurso Nacional de Bandas da AJSI/BR., mediante documento prprio para esse fim. Clusula Dcima-Primeira Alm do presente regulamento, todos os documentos necessrios para a inscrio, a Cesso dos Direitos Autorais e o Licenciamento de Imagens estaro disposio dos candidatos, a partir de 01 de fevereiro do respectivo ano, atravs do site da Associao dos Jovens da SEICHO-NO-IE DO BRASIL: http://www.sni.org.br/jovens. 6. DO CONCURSO Clusula Dcima-Segunda O Concurso Nacional de Bandas da AJSI/BR ser constitudo de trs fases:

    I. Na primeira fase, as bandas sero avaliadas a partir de vdeos que devero ser apresentados no ato da inscrio; nesses vdeos cada banda exibir a msica da SEICHO-NO-IE DO BRASIL definida na Clusula Stima do presente regulamento. O Jri, ento, classificar apenas 03 (trs) bandas para as etapas seguintes do concurso.

    II. Na segunda fase, mediante sorteio presencial a ser feito um dia anterior ou no dia da

    Conveno Nacional dos Jovens, um integrante (sorteado) de cada banda classificada passar por uma avaliao presencial, sem consultar qualquer material de apoio ou qualquer pessoa, sobre o seguinte tema: Meditao Shinsokan, com base no Captulo 03 do Livro a Verdade da Vida Vol. 08.

    III. Na terceira fase, cada banda executar ao vivo, na Conveno Nacional dos Jovens, uma

    das trs msicas da Seicho-No-Ie previamente escolhidas pelo Jri do Concurso Nacional de Bandas da AJSI/BR, podendo uma dessas msicas ser aquela definida na primeira fase. Na execuo das msicas da SEICHO-NO-IE DO BRASIL nessa terceira fase devero estar contidas as tarefas de arranjo relacionadas a cada uma delas. Essas tarefas sero comunicadas s bandas classificadas na primeira fase junto com as msicas da SEICHO-NO-IE DO BRASIL que elas executaro no dia da Conveno Nacional dos Jovens.

    Pargrafo Primeiro: O Jri ser subdividido em jri tcnico, composto pelo assessor musical da Associao dos Jovens da SEICHO-NO-IE DO BRASIL, escolhido pela Comisso Cultural da SEICHO-NO-IE DO BRASIL, em jri doutrinrio, composto por um Preletor em Grau Snior, Master, Aspirante a Preletor da Sede Internacional ou Preletor da Sede Internacional a ser escolhido e convidado pela Comisso Executiva Central da AJSI/BR e em jri da Organizao, composto por

    (2-4) MCDOR 03/2018

  • um representante do Departamento Cultural da AJSI/BR a ser indicado pelo Diretor desse departamento. Este presidir todas as tarefas dos jurados. Pargrafo Segundo: Caber Comisso Executiva Central da AJSI/BR a aprovao, o acompanhamento e, caso considere necessrio, a substituio dos componentes do Jri do Concurso Nacional de Bandas da AJSI/BR. Pargrafo Terceiro: Das decises deste Jri, no haver recurso de qualquer natureza, sendo sua deciso soberana, absoluta e irrevogvel. Clusula Dcima-Terceira Nas trs fases, sero utilizados os seguintes critrios de avaliao:

    I. Na primeira fase

    a. Qualidade das verses criadas especialmente para o Concurso: Examinam-se e comparam-se todas as bandas segundo o quesito arranjo. Coerncia, criatividade e sofisticao o que importa na consecuo desse quesito.

    b. Qualidade da execuo das verses: Examinam-se e comparam-se todas as

    bandas nos quesitos tcnica instrumental, conjunto e voz. Importa na consecuo desses quesitos traduzir com preciso durante a apresentao em vdeo os arranjos idealizados, atendendo aos princpios bsicos necessrios para que uma execuo seja satisfatria.

    II. Na segunda fase: Qualidade do estudo doutrinrio: O importante nesta fase

    assimilar os conceitos doutrinrios presentes na fonte de consulta indicada na Clusula Dcima Segunda. A avaliao doutrinria de uma banda poder atingir at no mximo 40 (quarenta) pontos.

    III. Na terceira fase: Os critrios da primeira fase voltam a operar acrescidos do item

    performance. Ento, as notas mximas que podem ser atingidas em cada item nessa fase ficam assim estabelecidas:

    a. Arranjo (neste quesito esto implcitas tambm as tarefas mencionadas na

    Clusula Dcima Segunda): 20 pontos; b. Tcnica instrumental: 10 pontos; c. Conjunto: 10 pontos; d. Vozes: 10 pontos; e. Presena de palco: 10 pontos.

    Clusula Dcima-Quarta Dados os critrios das trs fases, assim sero desfeitos os possveis empates ou as possveis igualdades na pontuao das bandas na segunda e na terceira fase:

    I. O primeiro quesito de desempate a pontuao na segunda fase, ou seja, na fase doutrinria. Ter melhor colocao no concurso a banda que obtiver maior nota nessa fase;

    II. O segundo quesito de desempate entra em operao caso a igualdade ainda se

    mantenha com a aplicao do primeiro quesito. O segundo quesito a maior pontuao no item conjunto da terceira fase do concurso;

    (2-5) MCDOR 03/2018

  • III. O terceiro quesito de desempate entra em operao caso a igualdade ainda se mantenha mesmo com a aplicao do primeiro e do segundo quesito. O terceiro quesito a maior pontuao no item tcnica instrumental;

    IV. O quarto e ltimo quesito de desempate ser utilizado caso os anteriores no deem

    conta de desfazer a igualdade de pontuao entre as bandas. uma deciso a ser tomada pelo presidente do jri. Este poder consultar os demais jurados antes de efetuar a sua escolha, que ser baseada nos ensinamentos da Seicho-No-Ie.

    Clusula Dcima-Quinta Das verses originais de msicas da SEICHO-NO-IE DO BRASIL a serem executados no Concurso, devero, obrigatoriamente, ser preservadas as melodias originais das letras e as prprias letras. Clusula Dcima-Sexta O tempo de durao de cada msica (seja em vdeo na primeira fase, seja ao vivo durante a Conveno Nacional) no poder ultrapassar 05 (cinco) minutos. 7. DA FASE CLASSIFICATRIA Clusula Dcima-Stima No ms de maio do respectivo ano, finalizado o prazo para as inscries, ser realizada uma reunio extraordinria entre componentes do Jri do Concurso Nacional de Bandas da AJSI/BR, para a anlise final dos vdeos de inscrio apresentados, documentao apresentada e para a escolha das 03 (trs) bandas que seguiro para a etapa final do Concurso. Pargrafo Primeiro: Nessa mesma reunio extraordinria ser realizado um sorteio que definir: qual msica da SEICHO-NO-IE DO BRASIL e quais tarefas musicais aplicadas a esta msica sero executadas por cada uma das trs bandas classificadas para a etapa final. Pargrafo Segundo: No momento da realizao do sorteio descrito no Pargrafo Primeiro antecedente, ocorrer o registro em vdeo, que ser disponibilizado para os participantes, caso seja solicitado. Clusula Dcima-Oitava Sero automaticamente desclassificadas do Concurso as bandas que, no vdeo, no forem compostas e no atuarem com os mesmos integrantes verificados na documentao da inscrio. Clusula Vigsima: As bandas classificadas sero oficialmente informadas de sua participao na etapa final pela organizao do Concurso, atravs de uma carta-convite ou e-mail originado da Superintendncia da Associao dos Jovens da SEICHO-NO-IE DO BRASIL; Pargrafo Primeiro: Aps o comunicado oficial para as bandas selecionadas para a etapa final, estas tero um prazo de 05 (cinco) dias para confirmar a sua participao, em comunicado a ser feito por e-mail pelo (a) lder da banda para a Superintendncia da Associao dos Jovens da SEICHO-NO-IE DO BRASIL, no seguinte endereo: cultural.ajsi@sni.org.br Pargrafo Segundo: Caso no haja a confirmao no prazo consubstanciado no Pargrafo Primeiro da Clusula Vigsima ou havendo desistncia, nova(s) banda(s) ser(o) selecionada(s), em substituio da banda (s) desistente (s). Clusula Vigsima Estaro publicados no site da AJSI/BR, a partir de junho do respectivo ano, os nomes das bandas classificadas para as etapas finais do Concurso, bem como o resultado do sorteio para definir as msicas e as tarefas musicais que cada uma dessas bandas ir executar durante a Conveno Nacional da Associao dos Jovens da SEICHO-NO-IE DO BRASIL.

    (2-6) MCDOR 03/2018

  • 8. DA FASE DE PREPARAO PARA A CONVENO NACIONAL DA ASSOCIAO DOS JOVENS DA SEICHO-NO-IE DO BRASIL Clusula Vigsima-Primeira At s 11 horas no dia anterior da Conveno Nacional dos Jovens, as bandas classificadas para a etapa final devero se apresentar comisso organizadora do Concurso colocando-se disponveis para o ensaio geral. Clusula Vigsima-Segunda A partir das 11 horas do dia anterior da Conveno Nacional dos Jovens e at o encerramento da Conveno Nacional dos Jovens , a comisso organizadora compromete-se a fornecer alimentao e a transportar os integrantes das bandas classificadas para a etapa final, em trajetos a serem percorridos em funo do ensaio geral, da promoo e da realizao do Concurso. Mas isto s vale para as bandas que se hospedarem na Subsede da SEICHO-NO-IE DO BRASIL. Clusula Vigsima-Terceira A comisso organizadora do Concurso disponibilizar gratuitamente as dependncias da Subsede da SEICHO-NO-IE DO BRASIL, em So Paulo a partir do dia anterior at o efetivo dia da Conveno Nacional da Associao dos Jovens da SEICHO-NO-IE DO BRASIL para que os integrantes das bandas (que assim o desejarem) possam pernoitar e permanecer instalados. 9. DA APRESENTAO NA CONVENAO NACIONAL DA ASSOCIAO DOS JOVENS DA SEICHO-NO-IE DO BRASIL Clusula Vigsima-Quarta A segunda etapa e a etapa final acontecero durante a realizao da Conveno Nacional da Associao dos Jovens da SEICHO-NO-IE DO BRASIL. Clusula Vigsima-Quinta Na segunda etapa e na etapa final, as bandas classificadas devero se apresentar com os mesmos integrantes apontados nos documentos de inscrio e na apresentao do vdeo. Pargrafo Primeiro: Exceo ser feita, somente por motivo de fora maior, que ocasione uma ou mais desistncias. Pargrafo Segundo: Em caso de desistncias nos moldes do Pargrafo Primeiro da Clusula Vigsima-Quinta, no ser permitida a substituio de integrantes. Ser possvel a apresentao somente com o nmero de integrantes restante da banda, desde que o nmero de integrantes restante e os instrumentos por eles tocados atendam aos requisitos mnimos de formao de banda exigidos atravs da Clusula Quinta do presente Regulamento. Pargrafo Terceiro: O no-cumprimento dos requisitos constantes no Pargrafo Primeiro e no Pargrafo Segundo da Clusula Vigsima-Quinta resultar na no-contagem de pontos e na impossibilidade da banda apresentar-se. Clusula Vigsima-Sexta As bandas classificadas para a etapa final utilizaro (caso optem por utilizar bateria em sua formao) a bateria que for oferecida pela comisso organizadora, que dispor dos seguintes componentes: banco, bumbo, 2 (dois) tons, surdo, caixa, estante de caixa, pedal de bumbo, mquina de chimbal, 2 (duas) estantes de prato e presilha do chimbal. Pargrafo Primeiro: Excetuando-se a bateria, que ser fornecida pela comisso organizadora, todos os demais instrumentos e seus eventuais pedais de efeito (caso necessrio) ou pratos de bateria (par de chimbal, conduo e ataque, alm de mais estantes e mais pratos, caso a banda

    (2-7) MCDOR 03/2018

  • considere necessrio) a serem utilizados na etapa final do Concurso, durante a Conveno Nacional, pelas bandas classificadas, devero ser providenciados e custeados por estas bandas. Pargrafo Segundo: A organizao do Concurso Nacional de Bandas da AJSI/BR fornecer amplificao ou microfonao para baixo, teclado, guitarra, violo, voz e bateria e, apenas um, microfone dinmico comum para 01 (um) instrumento musical de mo adequado a esse tipo de microfone (Ex.: pandeiro meia-lua, pandeirola, chocalho, Cajon). Pargrafo Terceiro: No sero fornecidos microfones especficos para instrumentos que os requeiram (Ex.: violino, instrumentos de sopro em geral, violoncelo, viola, etc.). Para utilizar esse tipo de instrumento, a banda interessada dever providenciar, ela mesma, e com recursos financeiros prprios, o respectivo microfone especfico. Ser permitido que a banda opte, nesse caso, por utilizar o nico microfone dinmico comum disponvel neste Concurso Nacional de Bandas. A organizao deste concurso, no entanto, no se responsabilizar pelas eventuais perdas sonoras resultantes dessa escolha e nem pelas suas eventuais consequncias na classificao final do certame. Clusula Vigsima-Stima O Setor ou a Comisso do Andamento da Programao da Conveno Nacional dos Jovens da SEICHO-NO-IE DO BRASIL definir a ordem de execuo, bem como os horrios em que as 03 (trs) bandas selecionadas tocaro no dia do evento, podendo a execuo ocorrer, inclusive, concomitantemente realizao de outra atividade. Clusula Vigsima-Oitava Caso uma banda vier a exceder o limite mximo de 05 (cinco) minutos estipulado atravs no caput da Clusula Dcima-Sexta , para cada 10 segundos excedente a banda perder dois pontos da sua pontuao final. Clusula Vigsima-Nona A banda campe, a vice-campe e a 3 colocada do Concurso Nacional de Bandas da AJSI/BR sero anunciadas ainda na Conveno Nacional, sendo que cada uma delas receber uma premiao monetria e um trofu pela posio que obtiver. Pargrafo Primeiro: A premiao do Concurso Nacional de Bandas da AJSI/BR promovido pela Associao dos Jovens da SEICHO-NO-IE DO BRASIL, dar-se- da seguinte forma:

    a. 1 lugar - R$ 2.000,00 (dois mil reais); b. 2 lugar - R$ 1.500,00 (um mil e quinhentos reais); c. 3 lugar - R$ 1.000,00 (um mil reais).

    Pargrafo Segundo: As premiaes sero destinadas a regional, e no aos integrantes da Banda para uso particular. Pargrafo Terceiro: A premiao monetria dever ser destinada conforme orientao do respectivo Conselho Doutrinrio Organizacional Regional com o objetivo de desenvolvimento da Banda por meio de compra e manuteno de equipamentos, instrumentos e adjacentes, podendo tambm investir em workshops e cursos para aprimoramentos dos integrantes da Banda. 10. DA DESPESA COM O CONCURSO Clusula Trigsima Todas as despesas que os participantes do concurso de bandas efetivarem, sejam elas com alimentao, hospedagem, manuteno ou compra de instrumentos, emolumentos cartorrios, cpias de documentos, viagem, etc., sero de exclusiva responsabilidade da banda e/ou regional.

    (2-8) MCDOR 03/2018

  • Pargrafo nico: Os gastos previstos nas clusulas vigsima segunda e vigsima terceira deste regulamento sero custeados pela SEICHO-NO-IE DO BRASIL. 11. DAS DISPOSIES GERAIS Clusula Trigsima-Primeira Para a realizao de quaisquer ensaios das bandas inscritas ou no no presente concurso, nas dependncias das Associaes Locais, Ncleos ou Regionais, dever, necessariamente, existir uma autorizao prvia do CDOR. Pargrafo Primeiro: Os ensaios realizados nos moldes do caput da Clusula Trigsima-Primeira no podero ocorrer nos mesmos dias e horrios em que ocorrem as reunies normais das Associaes Locais, Ncleos e Regionais (reunies semanais e mensais da Pomba Branca, Jovens, Fraternidade, Prosperidade, etc.). Pargrafo Segundo: Todo e qualquer ensaio de bandas inscritas ou no no presente concurso, assim como de apresentao para mencionado concurso, dever, obrigatoriamente, iniciar-se com uma Orao de Abertura e um breve estudo do ensinamento da Seicho-No-Ie. Clusula Trigsima-Segunda Qualquer exceo ou alterao das determinaes consubstanciadas na presente Normativa sempre que impostas em caso de fora maior ou caso fortuito ser analisada e decidida pela CEC da AJSI/BR. Clusula Trigsima-Terceira Quaisquer dvidas que vierem a ocorrer no decorrer das atividades, assim como as situaes aqui no especificadas, devero ser sanadas diretamente pelo Presidente da AJSI/BR ou seu Vice-Presidente, atravs de consulta levada pela comisso organizadora. Pargrafo nico: Para a resoluo de quaisquer situaes, assim como para o cumprimento das atividades e etapas do Concurso, devero ser adotas as Normas de Conduta dos Praticantes da Seicho-No-Ie.

    (Aprovado na Reunio do CDOC de 06/12/2017) (Aprovado na Reunio da Diretoria da Adm. Central de 13/01/2018)

    (2-9) MCDOR 03/2018

  • ANEXO 01

    _____ CONCURSO NACIONAL DE BANDAS DA ASSOCIAO DOS JOVENS DA SEICHO-NO-IE DO BRASIL

    FICHA DE INSCRIO

    NOME DA BANDA: REGIONAL: COD. REGIONAL:

    NOME DO LDER: E-MAIL:

    INTEGRANTES DA BANDA

    1. NOME COMPLETO: IDADE: COD. MISSO SAGRADA: ASSOCIAO LOCAL:

    FUNO NA BANDA:

    Declaro ter lido a Norma Interna do ___ Concurso Nacional de Bandas da AJSI/BR e estar de acordo com os seus termos, e que todas as informaes acima so verdicas.

    ASSINATURA:

    2. NOME COMPLETO: IDADE: COD. MISSO SAGRADA: ASSOCIAO LOCAL:

    FUNO NA BANDA:

    Declaro ter lido a Norma Interna do ___ Concurso Nacional de Bandas da AJSI/BR e estar de acordo com os seus termos, e que todas as informaes acima so verdicas.

    ASSINATURA:

    3. NOME COMPLETO: IDADE: COD. MISSO SAGRADA: ASSOCIAO LOCAL:

    FUNO NA BANDA:

    Declaro ter lido a Norma Interna do ___ Concurso Nacional de Bandas da AJSI/BR e estar de acordo com os seus termos, e que todas as informaes acima so verdicas.

    ASSINATURA:

    4. NOME COMPLETO: IDADE: COD. MISSO SAGRADA: ASSOCIAO LOCAL:

    FUNO NA BANDA:

    Declaro ter lido a Norma Interna do ___ Concurso Nacional de Bandas da AJSI/BR e estar de acordo com os seus termos, e que todas as informaes acima so verdicas.

    ASSINATURA:

    5. NOME COMPLETO: IDADE: COD. MISSO SAGRADA: ASSOCIAO LOCAL:

    FUNO NA BANDA:

    Declaro ter lido a Norma Interna do ___ Concurso Nacional de Bandas da AJSI/BR e estar de acordo com os seus termos, e que todas as informaes acima so verdicas.

    ASSINATURA:

    6. NOME COMPLETO: IDADE: COD. MISSO SAGRADA: ASSOCIAO LOCAL:

    FUNO NA BANDA:

    Declaro ter lido a Norma Interna do ___ Concurso Nacional de Bandas da AJSI/BR e estar de acordo com os seus termos, e que todas as informaes acima so verdicas.

    ASSINATURA:

    (2-10) MCDOR 03/2018

  • Declaro que como responsvel pelo menor listado abaixo, autorizo sua participao no ___ Concurso Nacional de Bandas da AJSI DO BRASIL e estou de acordo com os termos do mesmo.

    NOME DO INTEGRANTE MENOR NOME DO RESPONSVEL ASSINATURA DO RESPONSVEL

    Obs.: Documento de inscrio vlido apenas se enviado junto com os demais documentos exigidos na Norma Interna do ___ Concurso Nacional de Bandas da AJSI/BR. A saber: 1) Termo de Licenciamento do Uso de Imagem; 2) Termo de Cesso de Direitos Autorais; 3) 01 (uma) fotocpia da Certido de Nascimento, ou do RG, ou do CPF ou de qualquer outro documento oficial (carteira de motorista, ttulo de eleitor, etc.); 4) 01 (um) vdeo em que a banda execute a apresentao da msica HORA DE COMEAR. A inscrio ser confirmada atravs do e-mail informado acima.

    ________________, _______de_________________ de 20__. _______________________________________ (Local) (dia) (ms) (Assinatura) Presidente da AJSI da Regional

    (2-11) MCDOR 03/2018

  • ANEXO 02

    AUTORIZAO DE USO DO NOME, IMAGEM, VOZ E DIVULGAO Dados do Cedente: Nome Completo: __________________________________________________________________

    Endereo: ________________________________________________________________________

    Bairro: ________________________________ Cidade: ________________________UF: ________

    CPF: _____________________________ RG: ___________________________ Est. Civil: _________

    Telefone Residencial: (____) ________________________ Celular: (_____) ____________________

    E-mail: ___________________________________________________________________________

    De livre e espontnea vontade, renunciando qualquer direito ou resultado econmico, no presente e futuro,

    AUTORIZO a SEICHO-NO-IE DO BRASIL, com sede na Av. Engenheiro Armando de Arruda Pereira, n 1.266, bairro Jabaquara, So Paulo SP, CEP: 04308-900, inscrita no CNPJ/MF sob n 61.278.388/0001-81, a divulgar integral ou parcialmente, a minha imagem, udio, vdeo, foto, depoimento, em todos os meios de comunicaes, no limitado s Revistas Sagradas (Pomba Branca, Fonte de Luz, Mundo Ideal, Sea Feliz), Jornal Crculo de Harmonia, pgina da internet (www.sni.org.br), Jornal, CD, DVD, Rdio e Programa de TV, e quaisquer outros meios de divulgao que vier a ser utilizado pela SEICHO-NO-IE DO BRASIL.

    A presente autorizao compreende as publicaes editadas e circuladas no Brasil e fora dele, sempre pela Entidade Seicho-No-Ie, e realizada em carter gratuito, por nmero de vezes ilimitados, sem qualquer nus SEICHO-NO-IE DO BRASIL.

    Tendo em vista o disposto no artigo 49 da lei 9.610/98, o autorizante cede na integralidade e a ttulo universal Seicho-No-Ie todos os direitos patrimoniais de execuo das msicas realizadas pela Banda ________________________________ (nome da Banda), no ensejo do ____ Concurso Nacional de Bandas da AJSI/BR, podendo explor-la economicamente ou no, por quaisquer modalidades e em quaisquer suportes.

    A presente autorizao ter o seu prazo de 10 (dez) anos, contados da data de sua assinatura, podendo ser prorrogado e obedecer aos ditames da Lei 9.610/98.

    Por ser expresso da verdade, e manifestando minha profunda gratido ao ensinamento da Seicho-No-Ie, firmo a presente.

    So Paulo, _____/_____/2018. ____________________________________ local e data assinatura do cedente

    TESTEMUNHAS ___________________________________ _____________ ___________________________ Nome da testemunha RG Assinatura ___________________________________ _____________ ___________________________ Nome da testemunha RG Assinatura

    EM CASO DE MENOR DE IDADE, PREENCHA OS CAMPOS A SEGUIR:

    ___________________________________ _____________ ___________________________ Nome do pai/me/responsvel legal RG Assinatura PARA USO INTERNO Evento: ________________________________________________________ Data: _____/_____/_____ Identificao da Foto/Vdeo: _____________________________________________________________ Assunto: _____________________________________________________________________________

    (2-12) MCDOR 03/2018

  • ANEXO 03

    TERMO DE CESSO DE DIREITOS AUTORAIS E/OU DE PROPRIEDADE INTELECTUAL POR TEMPO DETERMINADO

    CEDENTE (nome completo):____________________________________________________________

    (nacionalidade):__________________________(solteiro, casado, divorciado, etc.):___________________________

    (profisso): __________________________________ nascido em ____/____/______ em (Cidade e Estado):

    ____________________ inscrito no RG sob o n_________________ SSP/___ (sigla do Estado expedidor); portador do

    CPF/MF de n ____________________; residente e domiciliado (a) na (endereo completo com CEP):

    _______________________________________________________________________ no Municpio de

    ___________________________ no Estado de (o) _______________________________ (telefone):

    (0XX__)_________________________(e-mail):_______________________________________________

    CESSIONRIA: SEICHO-NO-IE DO BRASIL; CNPJ/MF 61.278.388/0001-81; com sede na Av. Engenheiro Armando de Arruda Pereira, 1266, Jabaquara no Municpio de So Paulo, Estado de So Paulo.

    CONSIDERANDO que o (a) CEDENTE participante do ___ Concurso Nacional de Bandas da Associao dos Jovens da SEICHO-NO-IE DO BRASIL, que realizar-se- no perodo de ___de _____ ___de _____ de 20___;

    CONSIDERANDO que o (a) CEDENTE ser co-detentor (a) dos direitos autorais e/ou da propriedade intelectual especfica e exclusivamente considerada em relao criao das modificaes nos arranjos, no ritmo e na harmonia nas msicas da SEICHO-NO-IE DO BRASIL - doravante denominada OBRA;

    CONSIDERANDO que a CESSIONRIA preservar consigo, de forma universal e exclusiva, todos os direitos de autorais e de propriedade sobre as msicas da SEICHO-NO-IE DO BRASIL, que vierem a ser utilizadas para a realizao do ___Concurso Nacional de Bandas da Associao dos Jovens da SEICHO-NO-IE DO BRASIL;

    CONSIDERANDO que a CEDENTE deseja ceder o uso de todos os direitos patrimoniais de autor que detm sobre a OBRA para a CESSIONRIA pelo prazo adiante determinado;

    CONSIDERANDO que a CESSIONRIA deseja usar dos direitos de propriedade sobre a OBRA, - detidos pelo (a) CEDENTE, pelo prazo adiante determinado;

    As partes supraqualificadas RESOLVEM, de comum acordo e pela melhor forma de direito, celebrar o presente instrumento de Cesso de Direitos Autorais e/ou de Propriedade Intelectual, o qual reger-se- em conformidade com as seguintes clusulas e condies:

    Clusula Primeira: O presente instrumento particular de Cesso de Direitos Autorais e/ou de Propriedade Intelectual celebrado, em decorrncia da participao do (a) CEDENTE como concorrente no Evento da CESSIONRIA denominado: ___Concurso Nacional de Bandas da Associao dos Jovens da SEICHO-NO-IE DO BRASIL, que se realizar no perodo de ___ de _____ ___ de _____ de 20___, cuja etapa final ocorrer nas dependncias do Ginsio Poliesportivo Adib Moiss Dib no Municpio de So Bernardo do Campo, Estado de So Paulo.

    Clusula Segunda: A cesso operada total para as modalidades e formas autorizadas, e se operar para todas as modalidades de utilizao inclusive todas as modalidades de utilizao previstas pela Lei 9610/98 - podendo a

    (2-13) MCDOR 03/2018

  • propriedade intelectual efetuada pelo (a) CEDENTE ser transmitida pelo Sistema de Comunicao e Divulgao integrantes da CESSIONRIA (registrada atravs de fotos, depoimentos, gravao televisiva e/ou radiofnica, etc.) ou ainda fixada em qualquer veculo de comunicao legalmente constitudo (Revistas, Panfletos de divulgao, Rdio, TV e internet com todas suas ferramentas e tecnologia derivadas existentes e que venham a existir) por todo territrio nacional e internacional, no todo ou em parte, de forma ao vivo ou gravada, podendo ser reexibida a qualquer tempo conforme grade de programao e divulgao legalmente autorizada da CESSIONRIA.

    Pargrafo Primeiro: Estabelecem as partes como licenciados para uso da OBRA, em todos os seus aspectos, manifestaes, com as possveis e futuras aplicaes (diretas ou indiretas) de edio grfica e fono e udio-mecnica, em todas as suas frmulas de transcrio, adaptao, variao, reduo, execuo, adaptao cinematogrfica e de qualquer outra forma de explorao e de divulgao da Voz, Nome, Apelido e Imagem licenciados sem nenhuma exceo gerados ou gravados por quaisquer que sejam os veculos de comunicao legalmente aplicados ou por si, referente ao evento descrito no caput da Clusula Primeira.

    Pargrafo Segundo: A presente cesso engloba, igualmente, a utilizao da OBRA em publicidade, mala-direta e promoes em todas as mdias, formatos e veculos de comunicao, digitais ou no.

    Clusula Terceira: A CESSIONRIA fica autorizada, a fixar o todo ou parte do contedo de sua participao do (a) CEDENTE registrada conforme o consubstanciado no caput da Clusula Segunda assim como sua conexa interpretao e execuo, em CDs, DVDs, CDs-ROM, MDs e quaisquer outras modalidades de utilizao, existentes ou que venham a ser inventadas, assim como todos os materiais promocionais confeccionados pela CESSIONRIA, podendo a CESSIONRIA divulgar, distribuir e comercializar tais fixaes, sempre visando propagao da Filosofia da CESSIONRIA ao maior nmero possvel de pessoas.

    Clusula Quarta: A CESSIONRIA ter, ainda, o direito de, conforme sua convenincia, utilizar ou no a OBRA, sem que a ausncia de uso possa ser considerada razo para a resciso, resoluo ou anulao total ou parcial da presente cesso.

    Clusula Quinta: Pela presente Cesso o (a) CEDENTE cede CESSIONRIA a ttulo exclusivo e gratuito o uso de todos os direitos patrimoniais de autor que detm sobre a OBRA, pelo perodo de 50 (cinquenta) anos, a contar da assinatura do presente.

    Pargrafo Primeiro: A presente cesso se opera, inclusive, em relao ao () CEDENTE que no poder mais utilizar a OBRA sem autorizao da CESSIONRIA, tendo em vista que as modificaes a serem produzidas pelo (a) CEDENTE far-se-o nas msicas de propriedade autoral da CESSIONRIA.

    Pargrafo Segundo: Poder haver a renovao de mencionado Licenciamento de Uso pelo mesmo prazo, caso no haja a manifestao expressa em contrrio por parte do (a) CEDENTE e/ou seus sucessores.

    Clusula Sexta: A cesso de uso referido no caput da Clusula Quinta, em si, a ttulo gratuito, j que a OBRA constitui-se parte integrante de trabalho de criao encomendado pela CESSIONRIA ao () CEDENTE, como parte concorrente do ___ Concurso Nacional de Bandas da AJSI/BR, e faz-se para uso em todo o territrio brasileiro e em mbitos internacionais quando for o caso.

    Pargrafo nico: Nos moldes do caput da Clusula Sexta, o (a) CEDENTE d a CESSIONRIA a mais plena, rasa, geral, irrevogvel e irretratvel quitao, para nada mais reclamar no tocante a qualquer tipo de pagamento, para o uso durante o perodo consubstanciado atravs do caput da Clusula Segunda.

    Clusula Stima: A CEDENTE reconhece que a OBRA, objeto da presente cesso, deve ser original, no infringindo quaisquer direitos de terceiros, e isenta a CESSIONRIA de qualquer responsabilidade por qualquer reivindicao futura fundada em direitos de autor sobre ela bem como se compromete a indenizar por quaisquer danos morais ou patrimoniais decorrentes da infrao de direitos autorais de terceiros.

    (2-14) MCDOR 03/2018

  • Clusula Oitava: O presente instrumento particular celebrado em carter definitivo, irretratvel e irrevogvel, obrigando as partes por si e por seus sucessores a qualquer ttulo, a respeitarem integralmente os termos e condies estipuladas no presente instrumento.

    Pargrafo nico: A CESSIONRIA, por sua vez, obriga-se a zelar pelo contedo cedido, na melhor forma de direito e de acordo com os preceitos ticos, morais e doutrinrios da CESSIONRIA.

    Clusula Nona: As partes e seus representantes legais que firmam este instrumento declaram que possuem poderes e que esto devidamente habilitados para firm-lo. Clusula Dcima: Em caso de necessidade de esclarecimentos relao aos termos e condies contidos neste contrato, fica eleito o foro da cidade de So Paulo, Estado do So Paulo, para solucionar quaisquer demandas oriundas ou pedidos de explicaes derivadas, abrindo mo s partes do benefcio de outro foro, por mais benfico que este venha a demonstrar.

    ___________________________ (cidade), _____ de______________ de 20____.

    _______________________________________

    CEDENTE

    * Para os casos de o CEDENTE ser menor, preencher tambm a autorizao abaixo:

    Nome do Representante Legal: ___________________________________________________________

    Profisso: __________________________ ; grau de parentesco: ________________________________

    RG: ____________________________________ / CPF: ______________________________________

    Assinatura: _____________________________________________________________

    (2-15) MCDOR 03/2018

  • NORMA INTERNA DO CONCURSO NACIONAL DE CAMISETAS DA AJSI/BR 1. DO OBJETO

    Clusula Primeira objetivo da presente normatizao, definir o regulamento para o Concurso Nacional de Camisetas, promovido pela Associao dos Jovens da SEICHO-NO-IE DO BRASIL, que ser realizado de 1 de fevereiro at a data da Conveno Nacional da Associao dos Jovens da SEICHO-NO-IE DO BRASIL do respectivo ano, sob a coordenao de seu Departamento Cultural. 2. FINALIDADE DO CONCURSO

    Clusula Segunda A realizao do Concurso Nacional de Camisetas da Associao dos Jovens da SEICHO-NO-IE DO BRASIL tem por finalidade:

    I) Estimular o desenvolvimento e utilizao da criatividade pelos dirigentes das Regionais e Associaes Locais da AJSI/BR;

    II) Promover o congraamento dos integrantes da AJSI/BR;

    III) Possibilitar o aprimoramento artstico-cultural dos jovens da AJSI/BR;

    IV) Desenvolver e estimular o estudo doutrinrio dos integrantes da AJSI/BR;

    V) Contribuir para o desenvolvimento do esprito de responsabilidade e respeito mtuo entre os jovens da AJSI/BR;

    VI) Contribuir para a dinamizao das reunies de jovens e juvenis da AJSI/BR;

    VII) Estreitar os laos de amizade entre os participantes e o estudo do Ensinamento da Seicho-No-Ie;

    VIII) Colaborar para a formao de novos lderes e fortalecimento das Associaes Locais da AJSI/BR;

    IX) Orientar a juventude para o registro de bons acontecimentos e uso de boas palavras conforme o Princpio do Relgio de Sol , libertando-a dos grilhes do materialismo.

    3. DA COMISSO ORGANIZADORA

    Clusula Terceira A organizao, direo e execuo do Concurso Nacional de Camisetas da AJSI/BR so de responsabilidade da AJSI/BR, contando com a colaborao de profissionais em design grfico, design de moda e de outros se assim considerar necessrio, podendo a mesma contar com a colaborao das demais organizaes da SEICHO-NO-IE DO BRASIL. 4. DOS CANDIDATOS

    Clusula Quarta Podero fazer parte do Concurso Nacional de Camisetas da AJSI/BR a Regional que apresentar uma camiseta concorrente idealizada e criada pelos adeptos, associados, divulgadores, Lderes da Iluminao ou Preletores da SEICHO-NO-IE DO BRASIL. Pargrafo Primeiro: Ser permitida a participao de menores de idade no concurso, desde que sejam devidamente autorizados pelos pais ou responsveis. Pargrafo Segundo: Durante o processo de criao da camiseta um Preletor ou Lder da Iluminao devero estar presentes para colaborar com possveis dvidas doutrinrias.

    (3-1) MCDOR 03/2018

    (anexo n 3)

  • Clusula Quinta Os criadores das camisetas concorrentes devero ceder SEICHO-NO-IE DO BRASIL o licenciamento de todos os direitos autorais para a utilizao das criaes desenvolvidas na elaborao das camisetas concorrentes, assim como concedero o Licenciamento de Imagem para a divulgao, veiculao e comercializao das obras efetuadas no Concurso Nacional de Camisetas da AJSI/BR, mediante documento prprio para esse fim. Pargrafo nico: As camisetas que contenham qualquer tipo de propriedade intelectual de terceiros, toda e qualquer responsabilidade e/ou eventual questionamento neste sentido sero atribudos exclusivamente aos autores da arte da camiseta, que devero certificar-se que tenham a liberao para uso comercial da imagem, vetor etc. 5. DO CONCURSO Clusula Sexta Para a inscrio da camiseta concorrente, os participantes devero enviar o arquivo com a arte final aplicada em modelo fornecido pela AJSI/BR no formato JPEG, juntamente com um texto descritivo sobre a concepo para desenvolv-la, de acordo com o Item a, da clusula nona. O envio dever ser at o dia 12 de junho do respectivo ano por email para: cultural.ajsi@sni.org.br e a camiseta com a arte aplicada at o dia 10 de julho do respectivo ano para a Superintendncia da AJSI/BR na Avenida Engenheiro Armando de Arruda Pereira, 1266 - CEP: 04308-900 - So Paulo-SP.

    Pargrafo Primeiro: A camiseta enviada na ocasio da inscrio para o concurso dever ser a mesma que os integrantes da(s) Regional(is) utilizar(o) no dia da Conveno Nacional da Associao dos Jovens da SEICHO-NO-IE DO BRASIL sob pena de desclassificao sumria.

    Pargrafo Segundo: Poder ser feita inscrio por Regional ou entre vrias Regionais, entretanto a premiao somente uma. Clusula Stima As camisetas finalistas do Concurso Nacional de Camisetas da AJSI/BR sero escolhidas por Jri constitudo, atravs da anlise do material enviado na ocasio da inscrio das camisetas concorrentes. Pargrafo Primeiro: O Jri ser composto da seguinte forma:

    a) 2 (dois) profissionais em design grfico; b) 2 (dois) profissionais em moda; c) 1 (um) Membro da CEC da AJSI/BR.

    Pargrafo Segundo: Caso necessrio, o Jri poder contar com a ajuda de outros profissionais como Artista Plstico, Desenhista etc, alm Preletores/Lderes da Iluminao e de membros de outras Organizaes da SEICHO-NO-IE DO BRASIL. Pargrafo Terceiro: Caber Comisso Executiva Central da AJSI/BR a escolha dos componentes do Jri do Concurso Nacional de Camisetas da AJSI/BR. Pargrafo Quarto: Das decises deste Jri, no haver recurso de qualquer natureza, sendo sua deciso soberana, absoluta e irrevogvel. Pargrafo Quinto: O resultado ser dado no dia da Conveno Nacional da AJSI/BR, porm o julgamento feito logo aps o prazo final da inscrio das camisetas concorrentes.

    Clusula Oitava A camiseta inscrita para o concurso dever seguir os seguintes critrios:

    I. Contemplar a ideia do Tema Central da respectiva Conveno Nacional da AJSI/BR.

    II. Refletir o pensamento da Seicho-No-Ie;

    (3-2) MCDOR 03/2018

  • III. Conter a logo da AJSI/BR e o nome da(s) Regional(is), seguindo o Manual de Identidade Visual da AJSI/BR; (Veja o Manual e o vdeo com os maiores erros no Espao do Lder em http://www.sni.org.br/jovens)

    IV. Observar a Norma Interna Sobre Traje da AJSI/BR; (Disponvel no Espao do Lder em http://www.sni.org.br/jovens)

    V. No ser permitido o uso do emblema da Seicho-No-Ie, porm, caso queiram, poder ser utilizado o smbolo do Movimento Internacional de Paz pela F;

    VI. Ser um trabalho indito e exclusivo para o Concurso Nacional de Camisetas da AJSI/BR e de criao obrigatria dos participantes;

    VII. As propostas no podem conter material ofensivo, com inteno pornogrfica, que incite violncia, preconceitos e fundamentalismo.

    VIII. No ser permitido a incluso de marcas patrocinadoras nas camisetas

    Pargrafo nico Caso ocorra o no cumprimento de algum dos itens acima de I a VII, a camiseta em questo ter desconto na conceituao final do jri, que poder at mesmo optar por elimin-la do concurso.

    Clusula Nona - O jri avaliar em todas as camisetas o mrito de, ao mesmo tempo: a) fazerem impactar as caractersticas que identificam uma regional; b) criarem um conceito dentro da temtica da conveno de 2018. Considerando que preciso, ento, idear (concepo no plano ainda das ideias) uma camiseta com esse mrito e tambm dar dimenses visveis e palpveis a essa concepo, ou seja, concretiz-la materialmente, o jri ir dividir a anlise desse mrito em duas partes: a da concepo e a da concretizao material. Em outras palavras, uma regional dever participar do presente concurso, esforando-se para ter uma boa ideia de camiseta que afirme a sua identidade (da regional) e veicule criativamente a temtica da conveno e para concretizar com esmero uma camiseta que afirme a sua identidade (da regional) e veicule criativamente a temtica da conveno.

    a. Anlise do aspecto concepo: para o jri analisar este aspecto, a regional participante dever expressar a ideia da camiseta em um texto com no mnimo 1.000 caracteres e mximo 2.500 (com espao), o excedente no ser avaliado, ou seja, a partir do caractere 2501. O texto dever conter os seguintes itens: Significado da arte; Explicao da utilizao das cores, formas e suas composies;

    Ligao de todos os significados com os ensinamentos da Seicho-No-Ie. b. Anlise do aspecto concretizao material: para sair-se bem neste aspecto, a

    regional participante dever esmerar-se em adequar os quesitos que seguem (ou mesmo em suprimi-los, se necessrio) concepo da camiseta: Arte: aplicao da arte e tcnica de criao; Camiseta: cor, manga, gola, corte, tecido e acabamento.

    Clusula Dcima Caso haja empate, os critrios de desempate seguiro esta sequncia:

    1 - Melhor concretizao de camiseta, de acordo com o mrito descrito na Clusula Nona;

    2 - Melhor concepo de camiseta, de acordo com o mrito descrito na Clusula Nona;

    3 - Melhor desempenho na concepo da singularizao de uma Regional. 4 - Deciso da maioria dos jurados.

    Clusula Dcima Primeira A premiao ser destinada Regional e no aos criadores da camiseta premiada.

    (3-3) MCDOR 03/2018

  • Paragrafo Primeiro Neste ano, sero premiadas tambm as camisetas destaque nos seguintes quesitos:

    Melhor concepo (conceito); Melhor concretizao (acabamento e tcnica);

    6. DA DESPESA COM O CONCURSO Clusula Dcima Segunda Todas as despesas que as regionais tiverem em consequncia da participao no Concurso (Ex.: alimentao, hospedagem, manuteno ou compra de material, viagem, etc.) devero ser suportadas pelas mesmas. 7. DAS DISPOSIES GERAIS Clusula Dcima Terceira A realizao de qualquer reunio para criao das camisetas concorrentes ou no no presente concurso nas dependncias das ALs, Ncleos ou Regionais, no podero ocorrer nos mesmos dias e horrios em que ocorrem as reunies habituais da AJSI das ALs, Ncleos e Regionais. Pargrafo nico - Toda e qualquer reunio para a criao das camisetas concorrentes ou no no presente concurso, devero, obrigatoriamente, iniciar-se com uma Orao de Abertura ou a prtica da Meditao Shinsokan.

    Clusula Dcima Quarta Qualquer exceo ou alteraes das determinaes consubstanciadas na presente Normativa sempre que impostas em caso de fora maior ou caso fortuito sero analisadas e decididas pela CEC da AJSI/BR.

    Clusula Dcima Quinta Quaisquer dvidas, que vierem a ocorrer no decorrer das atividades, assim como as situaes aqui no especificadas, devero ser sanadas diretamente pelo Presidente da AJSI/BR ou seu Vice-Presidente, atravs de consulta levada pela Comisso Organizadora. Pargrafo nico - Para a resoluo de quaisquer situaes, assim como para o cumprimento das atividades e etapas do concurso, devero ser adotadas as normas de conduta dos praticantes da Seicho-No-Ie.

    (Aprovado na Reunio do CDOC de 06/12/2017) (Aprovado na Reunio da Diretoria da Adm. Central de 13/01/2018)

    (3-4) MCDOR 03/2018

  • NORMA INTERNA DO CONCURSO CULTURAL DE DESENHO DA AJSI/BR

    REQUISITOS PARA PARTICIPAO E INSCRIO 1. O participante deve estar ativo nas atividades da Seicho-No-Ie na sua Associao Local;

    2. O participante deve inscrever-se na categoria correspondente sua idade; isto inclui os

    candidatos que completaro a idade da categoria at o dia do concurso.

    3. A inscrio se inicia em 01 de fevereiro do respectivo ano e deve ser realizada at o dia 05 de

    abril do respectivo ano, enviando as informaes abaixo para a Superintendncia da Associao

    dos Jovens da SEICHO-NO-IE DO BRASIL, na Av. Engenheiro Armando de Arruda Pereira, 1266

    CEP: 04308-900 Jabaquara So Paulo SP, aos cuidados do Departamento Cultural da

    AJSI/BR.

    Ficha de inscrio com todos os dados preenchidos;

    Cpia do RG;

    1 foto 3x4 recente;

    Autorizao dos pais ou responsvel (caso seja menor);

    Termo de Cesso de Direito Autoral devidamente preenchido e assinado. Se o participante

    for menor, os pais ou responsveis assinam o documento.

    O desenho dever ser enviado contendo: nome completo, Regional e categoria inscrita no

    verso.

    4. Somente preenchendo os requisitos acima tero direito participao no concurso.

    5. As Regionais devero, preferencialmente, realizar o Concurso Regional de Desenho para que

    os trs primeiros colocados de cada categoria possam representar a Regional no Concurso

    Nacional.

    6. Os inscritos devero necessariamente ter a aprovao do Presidente da AJSI da Regional.

    7. As Regionais podero concorrer com at trs juvenis e trs jovens por categoria.

    CATEGORIAS Juvenil B - 11 e 12 anos;

    A - 13 e 14 anos.

    Jovem B - 15 a 20 anos;

    A - 21 a 35 anos.

    DESENHOS

    1) Os desenhos sero feitos a mo livre;

    2) Tema da categoria juvenil A e B: Tema central aprovado pelo CDOC conforme respectivo

    ano.

    3) Tema da categoria Jovem A e B: Tema central aprovado pelo CDOC conforme respectivo

    ano.

    4) O papel a ser utilizado para todos o A3 (42,0 cm X 29,7 cm) branco e liso, gramatura 120

    a 180 g/m2;

    5) O material de pintura livre (giz pastel, lpis de cor, giz de cera, tinta guache, caneta

    hidrocor etc.);

    (4-1) MCDOR 03/2018

    (anexo n 4)

  • CRITRIOS DE AVALIAO 1) Os desenhos finalistas do ___ Concurso Cultural de Desenho da AJSI/BR sero

    escolhidos por Jri constitudo, atravs da anlise do material enviado na ocasio da

    inscrio dos desenhos concorrentes.

    2) O Jri ser composto por no mnimo 1 (um) Membro da Comisso Executiva Central da

    AJSI/BR, 1 (um) Preletor ou Lder da Iluminao, e pelos seguintes profissionais:

    a) At 2 (dois) desenhistas/ilustradores;

    b) At 2 (dois) artistas plsticos;

    Observao: podendo contar com outros profissionais como designers grficos, fotgrafos, diretores de arte, etc., e um ou mais jurados acumularem algumas

    funes.

    3) Caber Comisso Executiva Central da AJSI DO BRASIL a escolha dos componentes do

    Jri do ___ Concurso Cultural de Desenho da AJSI/BR. Das decises deste Jri, no

    haver recurso de qualquer natureza, sendo sua deciso soberana, absoluta e irrevogvel.

    4) O Concurso avaliar os seguintes quesitos:

    a) Dever contemplar a ideia do tema;

    b) Comunicar o tema atravs da criao de desenho, no sendo necessrio escrever o

    tema;

    c) Qualidade da pintura, combinao de cores, aproveitamento do espao no papel,

    equilbrio na distribuio do desenho pelo papel;

    d) No caso de desenhos que buscam o realismo (ex.: retratos, paisagem, animais) sero

    avaliados a anatomia humana, animal, vegetal etc, bem como o trabalho de

    perspectiva, profundidade de campo (1 plano, 2 plano, 3 plano etc.);

    e) As propostas devem ser condizentes com o ensinamento da Seicho-No-Ie, ou seja,

    transmitir uma mensagem, ideia ou atmosfera positiva;

    f) As propostas no podem conter material ofensivo, com inteno pornogrfica, que

    incite violncia, preconceitos e fundamentalismo.

    g) O desenho deve ser um trabalho indito, exclusivo e de criao obrigatria do

    participante. No podem conter plgio de marcas, smbolos ou imagens parcial ou

    em sua totalidade de propriedade intelectual de terceiros;

    (Aprovado na Reunio do CDOC de 06/12/2017) (Aprovado na Reunio da Diretoria da Adm. Central de 13/01/2018)

    (4-2) MCDOR 03/2018

  • Iluminemos o Brasil com a fora dos jovens! Despertemos a natureza divina de todos os jovens do Brasil!

    FICHA DE INSCRIO

    Regional: ............................................................................................................... Nome:.................................................................................................................... End.:...................................................................................................................... N:.................. Bairro:....................................................... Cidade:............................................... Estado: ........... CEP:.............................. Fone: ............................. Cel.:......................... Data Nasc. ......./......../...... E-mail:...........................................................................................................................................

    Concurso de Oratria ( ) Juvenil B 11 e 12 anos

    ( ) Juvenil A 13 e 14 anos

    ( ) Jovem B 15 a 20 anos

    ( ) Jovem A 21 a 35 anos

    Concurso Cultural de Desenho ( ) Juvenil B 11 e 12 anos

    ( ) Juvenil A 13 e 14 anos

    ( ) Jovem B 15 a 20 anos

    ( ) Jovem A 21 a 35 anos

    __________________________________ Presidente da AJSI da Regional

    FOTO 3X4

    (4-3) MCDOR 03/2018

  • NORMA INTERNA DOS CONCURSOS NACIONAIS DE ORATRIA PARA JOVEM E JUVENIL

    REQUISITOS PARA PARTICIPAO E INSCRIO 1. O juvenil/jovem deve participar das atividades da Seicho-No-Ie.

    2. O orador deve inscrever-se na categoria correspondente sua idade; isto inclui os candidatos que completaro a idade da categoria at o dia do concurso.

    3. A inscrio deve ser realizada do 01 de fevereiro do respectivo ano at o dia 05 de abril do respectivo ano, enviando as informaes abaixo para o e-mail ajsi@sni.org.br.

    Ficha de inscrio com todos os dados preenchidos;

    Cpia do RG

    1 foto 3x4 recente;

    Autorizao dos pais ou responsvel (se for menor de 18 anos);

    Termo de Cesso de Direito Autoral, caso o texto seja de autoria do participante, devidamente preenchido e assinado. Os pais ou responsveis tambm assinam o documento (se o candidato for menor de 18 anos);

    Termo de Cesso de Direito de Imagem devidamente preenchido e assinado. Os pais ou responsveis tambm assinam o documento (se for menor de 18 anos);

    Texto digitado em Word, fonte Calibri, tamanho 12 (na ntegra, exatamente como ser apresentado).

    4. Os participantes inscritos devero se apresentar s 7h30 do dia concurso, na Subsede da SEICHO-NO-IE DO BRASIL, na Av. Engenheiro Armando de Arruda Pereira, 348 Jabaquara So Paulo SP.

    5. Somente preenchendo os requisitos acima tero direito participao no concurso.

    6. As Regionais devero, preferencialmente, realizar o Concurso Regional de Oratria para que o primeiro colocado de cada categoria possa representar a Regional no Concurso Nacional.

    7. Os inscritos devero necessariamente ter a aprovao do Presidente da AJSI da Regional.

    8. Cada Regional pode concorrer com apenas um juvenil por categoria (A e B) e um jovem por categoria (A e B), totalizando dois juvenis e dois jovens.

    9. de inteira responsabilidade do candidato/Presidente da AJSI da Regional a confiabilidade dos dados informados na inscrio. Caso haja qualquer irregularidade referente a estas informaes, mesmo aps a inscrio, o candidato poder sofrer penalidade, seja em pontuao ou at mesmo em sua desclassificao.

    LIMITE DE IDADE E TEMPO DISPONVEL JUVENIL Categoria B: - 11 e 12 anos; - Oratria de 3 a 4 minutos; - Aviso aos 3 minutos. Categoria A: - 13 e 14 anos; - Oratria de 4 a 5 minutos; - Aviso aos 4 minutos.

    LIMITE DE IDADE E TEMPO DISPONVEL JOVEM Categoria B: - 15 a 20 anos; - Oratria de 5 a 6 minutos; - Aviso aos 5 minutos. Categoria A: - 21 a 35 anos; - Oratria de 6 a 7 minutos; - Aviso aos 6 minutos.

    (anexo n 5)

    (5-1) MCDOR 03/2018

  • A ESCOLHA DO TEXTO

    O orador poder escolher a forma como criar o seu texto, considerando as seguintes opes:

    1. Criar textos relacionando assuntos do cotidiano com o Ensinamento da Seicho-No-Ie. Exemplos: histria de personalidades, descobertas cientficas, showbusiness, esportes ou ainda o cotidiano do prprio candidato;

    2. Relato de experincia (prprio);

    3. Recontar com suas palavras um texto j existente. Exemplos: Pinquio, Os trs porquinhos, Relatos de Experincias dos livros e revistas da Seicho-No-Ie, contos, biografias, poesias, etc.

    4. Nestes textos deveremos encontrar os princpios da Seicho-No-Ie, explcita ou implicitamente.

    A ESCOLHA DO TRAJE

    O traje deve ser simples e discreto, sem a necessidade de usar roupa de festa. O importante que o juvenil esteja bem asseado e que seu traje no cause constrangimento a si prprio ou ao pblico (ex.: saia muito curta, regata ou bermuda).

    TEMPO

    Cada categoria tem um tempo mnimo e mximo no qual o orador dever desenvolver sua performance. Fica registrado que a cada 10 segundos a mais no tempo mximo ou a menos no tempo mnimo, o orador perder 1 dcimo de ponto do total atribudo pelos jurados.

    Dica: Caso o juvenil perceba que seu texto est no fim e o sinal no tenha soado possvel que, de forma sutil, prolongue seu texto com inteligncia e perspiccia ou mesmo conclu-lo rapidamente no caso de o segundo sinal j ter soado.

    CRITRIOS DE AVALIAO

    1. Persuaso

    Este quesito ser avaliado pelo Presidente da banca de jurados e observar a capacidade do orador de transmitir a sua mensagem e cativar as pessoas.

    Dica para ir bem neste quesito: leia O Livro dos Jovens, 38 Impresso revisada, pp. 54 e 55 e A Prosperidade est na mente, 15 Impresso, pp. 55 a 57.

    2. Expresso Vocal:

    a. Entonao: a variao do volume da voz e a entonao para dar vida a sua narrao.

    b. Dico: Trata-se da pronncia correta de todos os sons de uma palavra; a articulao dos sons. Uma boa dico valoriza o texto e no confunde o pblico; por isso, deve-se articular bem as palavras, sem comer letras ou slabas inteiras, nem deixar cair o tom de voz no final das frases, atrapalhando o ritmo da oratria, bem como seu entendimento.

    (5-2) MCDOR 03/2018

  • c. Articulao: Articular bem as palavras, pronunciar de maneira correta e distinta todos os sons de cada palavra um exerccio indispensvel.

    d. Timbre: a fisionomia da voz; a personalidade da fala. No timbre no mexemos, mas podemos melhor-lo dando-lhe mais brilho. O orador deve treinar o timbre da voz de modo a transmitir pela tonalidade os sentimentos daquilo que ele quer dizer.

    3. Expresso corporal:

    a. Postura: a maneira como o seu corpo se porta durante toda a sua apresentao.

    b. Gestos: Os gestos participam da comunicao, destacando e complementando as informaes importantes. Ele sempre deve estar presente em nossa fala seja para enfatizarmos um determinado ponto, ou quando temos a inteno de representar por meio de algum movimento algo que gostaramos de expressar, e at mesmo quando estamos em uma situao onde nenhuma das condies citadas acima ocorre mantendo as mos na posio neutra de forma elegante e natural.

    c. Movimentao: Neste ponto refere-se ao uso e a organizao do espao fsico em que se apresenta seu texto, isso no quer dizer que necessariamente devemos caminhar por todo o palco ou ficarmos o tempo todo atrs do plpito, mas sim nos portarmos de maneira natural, espontnea e agradvel de acordo com as nossas habilidades.

    d. Semblante: um grande aliado para uma boa comunicao. Quando se deseja transmitir uma mensagem para o pblico, o semblante funciona como um indicador da sinceridade daquilo que falado.

    4. Texto

    Escrito

    Tal quesito refere-se ao contedo escrito. Para avaliar o desempenho dos candidatos nesse quesito, cumpre observar os seguintes itens:

    a. A escolha de um texto que possibilite explorar os ensinamentos da Seicho-No-Ie e que reflita os interesses do participante;

    b. A habilidade de fazer com que o pblico entenda as informaes e mensagens; c. A preciso das informaes e mensagens; d. A habilidade de capturar e manter vivo o interesse do pblico pelo contedo e pelo

    desenvolvimento das ideias at o final de sua oratria; e. Utilizao correta da lngua portuguesa e de suas normas; f. A capacidade de fazer o pblico refletir sobre o tema proposto; g. A propriedade de ser persuasivo ao propor a prtica dos ensinamentos da Seicho-

    No-Ie.

    Pontuao:

    Cada jurado ficar responsvel por avaliar 1 (um) dos quesitos;

    As notas sero dadas no intervalo de 5 (cinco) a 10 (dez), sendo cinco a menor nota e dez a maior nota;

    (5-3) MCDOR 03/2018

  • A mudana ou a incluso de algumas palavras no texto no implicar em perda de pontos, porm no se dever mudar o sentido ou alterar por completo o texto enviado no ato da inscrio, acarretando a perda de pontuao.

    Os critrios tero pesos diferentes na composio da nota. Os pesos de cada critrio sero:

    Quesito Peso

    Persuaso 35%

    Expresso Vocal 35%

    Expresso Corporal 20%

    Texto 20%

    Total 100% CRITRIOS DE DESEMPATE

    Caso exista empate entre os candidatos classificados nos trs primeiros lugares da mesma categoria, sero utilizados os seguintes critrios, nesta ordem:

    1. Candidato com maior nota do Presidente da banca de jurados;

    2. Candidato com maiores notas atribudas pelo maior nmero de jurados;

    3. Deciso da banca de jurados.

    PREMIAO

    Sero premiados: 1, 2 e 3 lugares de cada categoria.

    tambm importante orientar o candidato para que no se apegue vitria ou a derrota no concurso, mas saiba que a participao a coisa mais importante. Os pais e orientadores tambm devem ser orientados neste sentido.

    DESPESAS DE VIAGEM

    O candidato e os demais acompanhantes devero custear as prprias despesas. Fica a critrio da Regional custear total ou parcial mente tais despesas.

    (Aprovado na Reunio do CDOC de 06/12/2017)

    (Aprovado na Reunio da Diretoria da Adm. Central de 13/01/2018)

    (5-4) MCDOR 03/2018

  • Iluminemos o Brasil com a fora dos jovens! Despertemos a natureza divina de todos os jovens do Brasil!

    FICHA DE INSCRIO Regional: Data de Nascimento: Nome Completo: E-mail: Cel: Preletor Divulgador Dirigente Adepto Informaes dos pais: Pai: Me: Endereo: Bairro: Cidade: CEP: Estado: Responsvel pelo ensaio do orador: Nome: E-mail: Organizao: Cargo Cel: Preletor Divulgador Dirigente

    FOTO 3X4

    (5-5) MCDOR 03/2018

  • Iluminemos o Brasil com a fora dos jovens! Despertemos a natureza divina de todos os jovens do Brasil!

    Concurso de Oratria Juvenil categoria B (11 e 12 anos) Juvenil categoria A (13 e 14 anos) Jovem categoria B (15 a 20 anos)

    Jovem categoria A (21 a 35 anos)

    __________________________________ Presidente da AJSI da Regional

    (5-6) MCDOR 03/2018

  • 27 CONVENO NACIONAL PARA JUVENIS E JUNIAS

    Sede Central da SEICHO-NO-IE DO BRASIL 05 de maio de 2018

    Qual o seu som? 07h30 Meditao Shinsokan e Leitura da Sutra Sagrada Chuva de Nctar da Verdade 45 08h59 Contagem Regressiva 09h00 Abertura 15 09h15 Cerimnia de Abertura 30

    Declarao de Abertura Entrada dos Orientadores Hino Sagrado Hino da Associao dos Amigos Juvenis da Seicho-No-Ie (Hino do Departamento Juvenil) Hino Nacional Brasileiro Revelao Divina da Grande Harmonia Palavras de Abertura 10 Presidente da Associao dos Jovens da SEICHO-NO-IE DO BRASIL

    09h45 Msica Sonho Sincero 5 09h50 Explicao sobre a Gincana Cultural e Grito de Paz 10 10h00 Apresentao do Grito de Paz 10 10h10 Msica Que Venha a F 5 10h15 Hino Sagrado Louvor a Deus 5 10h20 1 Palestra Faa voc o seu prprio som 30 Preletor em grau Jnior Ricardo Takayoshi Ishida Oshima

    - O que a Seicho-No-Ie e como ela pode influenciar a minha vida - Voc dono da sua prpria vida e cria seu prprio destino - Leis mentais que influenciam a vida

    Livro-texto: Voc Dono de Potencialidade Infinita, 1 ed., pp. 35-36; 43-53. 10h50 Gincana Cultural: Apresentao Atividade de Meio Ambiente 10 11h00 Atividade de Interao 10 11h10 Explicao e Momento Conhecendo o Departamento Juvenil e Junia 10

    - Mostrar atravs de vdeos e fotos as reunies e atividades dos departamentos com o intuito de incentivar os participantes a participarem das atividades na Associao Local.

    - Apresentao de uma reunio do Dep. Juvenil e reunio do Dep. Junia. (4 por apresentao) 11h20 Msica Viva Livre 5 11h25 Hino Sagrado Habitantes da Terra 5 11h30 2 Palestra Os sons da Vida 30 Preletor em grau Snior Roberto Okito Fugiwara

    - Importncia de ouvir os sons emitidos pela natureza em forma de fenmenos naturais para nos conscientizar que nossas aes influenciam no futuro da humanidade

    - A verdadeira gratido pelas ddivas de Deus - Coleta seletiva

    Livros-texto: A Verdade, Vol. 3, 2 ed., pp. 87-90. Oraes Dirias, pp. 40-44

    12h00 Gincana Cultural: Apresentao Atividade Artstica 10 12h10 Avisos e Orao da Refeio 10 - Falar sobre a coleta seletiva 12h20 Almoo 60 13h20 Msica Despertar 5 13h25 Gincana Cultural: Apresentao Atividade Social 10 13h35 Atividade Cultural Japonesa 10 13h45 Msica Rosa dos Ventos 5 13h50 Relato de Experincia 10

    (anexo n 6)

    (6-1) MCDOR 03/2018

  • 14h00 Hino Sagrado Canto para Consolidar a F 5 14h05 3 Palestra Pais, o som mais doce 30

    Preletora em grau Jnior Patrcia Akinaga da Silva - A voz dos pais a voz de Deus - Como a gratido aos pais pode transformar vidas - Reconcilia-te com todas as coisas do cu e da terra

    Livros-texto: Buscando o Amor dos Pais, 17 ed., pp. 58-67 Um Futuro Brilhante nos Espera, 1 ed., pp. 171-180

    14h35 Atividade Ouvindo a voz dos pais 10 - Atividade reflexiva sobre um texto escrito pelos pais para um filho para que ele compreenda suas atitudes e manifeste gratido.

    14h45 Momento Conhecendo o Departamento Juvenil e Junia 10 - Apresentao de uma reunio do Dep. Juvenil e reunio do Dep. Junia. (4 por apresentao)

    14h55 Apresentao do Grito de Paz 10 15h05 Agradecimentos e Premiao 20 Presidente da Associao dos Jovens da SEICHO-NO-IE DO BRASIL e Diretores Nacionais dos Departamentos Juvenil e Junia da AJSI/BR

    - Maior Caravana, Caravana Mais Distante e Gincana Cultural: Qual seu som? 15h25 Hino Sagrado Como as Estrelas 5 15h30 4 Palestra Qual o seu som? 30 Preletora da Sede Internacional Marie Murakami

    - Convico de serem filhos de Deus perfeitos discorrendo sobre a beleza e importncia da originalidade e autenticidade de todos os seres

    - Importncia da Meditao Shinsokan para sempre escutar seu verdadeiro som - Deus como nosso canal para uma vida verdadeiramente feliz Livros-texto: O Livro dos Jovens, 32 ed., pp. 81-89

    Meditao Shinsokan Maravilhosa, 10 ed., pp.19-30, 41-47.

    16h00 Orao pela Paz Mundial Preletora Marie Murakami 16h05 Msica Sua Voz 16h10 Encerramento Orientadora Responsvel Preletora da Sede Internacional Marie Murakami Orientadores Adjuntos Preletor em grau Snior Roberto Okito Fugiwara Preletora em grau Jnior Patrcia Akinaga da Silva Preletor em grau Jnior Ricardo Takayoshi Ishida Oshima Livros-texto: A Verdade, Vol. 3 Buscando o Amor dos Pais Meditao Shinsokan Maravilhosa O Livro dos Jovens Um Futuro Brilhante nos Espera Voc Dono de Potencialidade Infinita

    (6-2) MCDOR 03/2018

  • 8 CONFERNCIA NACIONAL PARA JOVENS DE 15 A 20 ANOS (AJSI-TEEN) Subsede da SEICHO-NO-IE DO BRASIL

    05 de maio de 2018 SE VOC FOR, EU VOU

    07h00 Momento de orao Orientadores e toda a comisso organizadora

    Meditao Shinsokan e Leitura da Sutra Sagrada Chuva de Nctar da Verdade Lder da Iluminao Natlia Takakura Okada

    08h00 Recepo com banda 50 08h50 Vdeo da ISO 14001 5 08h55 Primeiros recados da apresentao (in off) 5 09h00 Vdeo de abertura e teatro 10 09h10 Msica Todas as Razes 5

    Entrada dos orientadores, Diretora Nacional, Coordenador-Geral e maior autoridade da AJSI/BR. 09h15 Cerimnia de abertura 20 Hino Sagrado Hino da Associao dos Jovens da Seicho-No-Ie Hino Nacional Brasileiro

    Leitura da Revelao Divina da Grande Harmonia, Palavras de abertura e Declarao de abertura Maior autoridade da AJSI presente no evento Localizar a AJSI no contexto da Seicho-No-Ie, o que esse evento pode representar no destino dos participantes; como aproveit-lo; caractersticas gerais do pensamento da Seicho-No-Ie, incluindo sua determinao de ajudar a reduzir o impacto ambiental.

    09h35 Msica Nada Pode me Parar 5 09h40 Hino Sagrado Como as Estrelas 5 09h45 Encenao para chamada da 1 palestra 5 09h50 1 Palestra: Tamo junto? 40 Preletor em grau Jnior Daniel Luiz da Silva Foco: O que a amizade e qual a sua real importncia na fase da juventude. Identificar-se diante das diferenas nos diversos tipos de relacionamentos de amizade e qual a nossa responsabilidade perante o todo. Livros-texto: Leve Avante Sua Vida, 3 ed., pp. 41-44; Um Futuro Brilhante nos Espera, 1ed., pp. 71-79; A Verdade da Vida, v. 37, 7 ed., p. 38; O Livro dos Jovens, 32 ed., pp. 119-125 (at mveis). 10h30 Hino Sagrado Universo Magnificente 5 10h35 Relato de experincia 10 10h45 Encenao para chamada da 2 palestra 5 10h50 2 Palestra: Meus primeiros amigos 40 Preletor em grau Snior Helio Giovani Tavares de Melo Foco: Fazer uma correlao do relacionamento com os pais refletido nos relacionamentos com os amigos. Identificar o quanto o modelo de criao e relacionamento familiar influenciam no carter e consequentemente nas amizades. Apresentar seus prprios pais como primeiros e verdadeiros amigos. Livros-texto: Voc Pode se Tornar uma Pessoa Maravilhosa, 5 ed., pp. 17-20, 33-42; Base para uma Famlia Feliz, 1 ed., pp.22-27; Buscando o Amor dos Pais, 17 ed., pp.39-48, 121-129. 11h30 Avisos 5

    Lembrar os participantes de descartar os lixos corretamente de acordo com a coleta seletiva. 11h35 Revelao Divina A Refeio da Seicho-No-Ie 5 11h40 Almoo 80 12h00 Corrente de Orao pela Paz Mundial 12h15 Show do almoo 40 12h55 Msica Viva Livre 5 13h00 Atividade Interativa: Debate e troca de experincias 35 Dinmica de debate que os faam vivenciar a importncia do auxlio mtuo e da parceria em

    algumas situaes da vida 13h35 Hino Sagrado Primavera! 5

    (7-1) MCDOR 03/2018

    (anexo n 7)

  • 13h40 Encenao da chamada da 3 palestra 5 13h45 3 Palestra: Eu e Ele: uma relao eterna 40 Preletora em grau Jnior Daniele Souza Santos Onodera Foco: Desenvolver a sensibilidade capaz de olhar para um amigo, compreender um pedido de ajuda diante das circunstncias que envolvem drogas, depresso, suicdio e etc. Deus o nosso Pai e nosso melhor amigo e precisamos aprender ouvir Sua voz para realizar nossas escolhas, por meio da orao correta e da Meditao Shinsokan. Livros-texto: Base para uma vida Feliz, 1 ed., pp.33-34, 43-46, 52-54; Reflexes sobre a Vida, 3 ed., pp. 98-100, 202-205, Meditao Shinsokan Maravilhosa, 8 ed, pp.19-30. 14h25 Divulgao da 63 Conveno Nacional da AJSI DO BRASIL Maior autoridade da AJSI no evento -

    10 14h35 Msica Sua voz 5 14h40 Premiao das Maiores Caravanas 5 14h45 Msica Sonho Sincero 5 14h50 Relato de experincia 10 15h00 Hino Sagrado Luz 5 15h05 Encenao da chamada da palestra conclusiva 5 15h10 Palestra conclusiva: Se voc for, eu vou 40 Preletora em grau Snior Suely Cornelsen Foco: Os bons amigos encorajam-se uns aos outros, e sentem alegria em partilhar suas companhias. Amigo verdadeiro aquele que coloca-se no lugar do outro, aquele que compreende os verdadeiros vnculos de amor que os une. Livros-texto: Seo Laos e Conexes - Revista Mundo Ideal n 282, 283, 284, 285, pp.30-31; O Livro dos Jovens, 32 ed., pp. 125 (de: Referindo-se) 131; Canto em Louvor a Natureza, pp. 16-17; Mistrios da Vida, 6 ed, pp. 183-184; A Prosperidade est na Mente, 1 ed., pp.89-91. 15h50 Orao pela Paz Mundial 5 15h55 Hino Sagrado Marcha da Misso 5 16h00 Encerramento Orientadora responsvel Preletora em grau Snior Suely Cornelsen Orientadores adjuntos Preletor em grau Snior Helio Giovani Tavares de Melo Preletora em grau Jnior Daniele dos Santos Souza Onodera Preletor em grau Jnior Daniel Luiz da Silva Coordenador-Geral Livros-texto A Prosperidade est na Mente A Verdade da Vida, v. 37 Base para uma Famlia Feliz Buscando o Amor dos Pais Canto em Louvor a Natureza Leve Avante Sua Vida Meditao Shinsokan Maravilhosa Mistrios da Vida O Livro dos Jovens Reflexes sobre a Vida Revista Mundo Ideal Um Futuro Brilhante nos Espera Voc Pode se Tornar uma Pessoa Maravilhosa

    (7-2) MCDOR 03/2018

  • NORMA PARA ATUAO DE PRELETORES COM MAIS DE 70 ANOS

    1. Objetivo

    Esta norma tem como objetivo estabelecer os critrios de atuao dos preletores com idade

    superior a 70 anos, de qualquer grau.

    2. Preletores em qualquer grau doutrinrio

    O(a) preletor(a), independentemente de seu grau doutrinrio, ao atingir 70 anos de idade, poder

    optar pela continuidade de sua misso, atendendo suas escalas de palestras, seminrios e outras

    atividades, prprias do(a) preletor(a), de acordo com o regulamento e a norma interna do preletor

    regional da SEICHO-NO-IE DO BRASIL.

    Desta forma, o(a) preletor(a) que atingiu esta idade, dever continuar atuando ativamente,

    conforme descrito no Manual do Preletor e poder ser indicado para prestar exames de promoo,

    observados os requisitos informados no manual anteriormente citado.

    Entretanto, as regionais que tiverem preletores com mais de 70 anos em plena atividade ou que

    viro a completar at o ltimo dia da gesto da Associao dos Preletores Regionais, devero

    tomar as seguintes providncias:

    a) Emitir o documento de conformidade de atuao conforme anexo, assinado pelo Presidente

    da Associao dos Preletores Regionais e pelo Supervisor Administrativo Doutrinrio

    Regional, em que o familiar responsvel dever apor o seu "ciente" juntamente com o

    preletor, no caso de atividades em sua regional ou em outras regionais (se fizer parte da Lista

    de Preletores e Lderes da Iluminao autorizados para Intercmbio).

    b) Quando o(a) preletor(a) no tiver familiar, assina em primeira instncia um parente. No

    havendo familiar nem parente, deve redigir uma carta declarando no ter familiar que o assine

    e entregar Associao dos Preletores Regionais da regional a que esteja vinculado(a). A

    assinatura dever ter reconhecimento de firma.

    Observao: antes de submeter o documento original para a Superintendncia das Atividades

    dos Preletores, o Presidente da Associao dos Preletores Regionais e o Supervisor

    Administrativo Doutrinrio Regional devero visar o documento.

    c) O documento de conformidade ter validade de trs anos (dever ser renovado a cada incio

    de gesto da Associao dos Preletores Regionais). Os preletores que viro a completar 70

    anos at o ltimo dia da gesto da Associao dos Preletores Regionais tambm devero

    providenci-lo no incio da gesto.

    d) Caso o(a) preletor(a) ou seu familiar se recuse a assinar, por qualquer motivo, este(a) s

    poder orientar/conduzir atividades na associao local/ncleo a que esteja vinculado(a), isto

    , no poder orientar/conduzir nenhuma atividade em outra associao local ou ncleo,

    mesmo que funcione na sede da regional. A regional dever notificar a Superintendncia das

    Atividades dos Preletores atravs de formulrio prprio para este fim.

    Observao: a Associao dos Preletores Regionais e o CDOR devero fazer cumprir esta

    deliberao.

    (anexo n 8)

    (8-1) MCDOR 03/2018

  • e) Caso o(a) preletor(a) tenha sido previamente aprovado para integrar a Lista de Preletores e

    Lderes da Iluminao autorizados a realizar intercmbio entre regionais e no apresente o

    documento de conformidade assinado por familiar ou carta declarando no ter familiar, ser

    retirado da lista citada.

    f) No caso de preletores com mais de 80 anos que possuam documentao de conformidade

    assinada, a regional ou a associao local requisitante dever providenciar as condues de

    ida e volta, da residncia do(a) preletor(a) at o local do evento, se assim solicitado.

    g) A Associao dos Preletores Regionais dever manter uma cpia destes documentos

    devidamente arquivados na regional e remeter os originais para a Superintendncia das

    Atividades dos Preletores.

    3. Preletores e aspirantes a preletores da Sede Internacional com mais de 70 anos de idade

    Da mesma forma que no caso das regionais, havendo preletores e aspirantes a preletores da

    Sede Internacional com mais de 70 anos, a Superintendncia das Atividades dos Preletores

    cuidar do termo de responsabilidade, colhendo a assinatura do familiar responsvel.

    ***

    (Aprovado na Reunio do CDOC de 17/01/2018) (Aprovado na Reunio da Diretoria da Adm. Central de 17/02/2018)

    (8-2) MCDOR 03/2018

  • (modelo de carta de preletor que no possui familiar nem parente) (Local), (dia) de (ms) de ano. SEICHO-NO-IE DO BRASIL Superintendncia das Atividades dos Preletores Assunto: Conformidade de atuao de preletor com mais de 70 anos

    Reverncias, muito obrigado! Eu, (nome completo, sem abreviaes), preletor(a) da Regional (nome da regional), CodSNI (nmero do cdigo), informo, para os devidos fins, que no possuo nenhum familiar ou parente, por isso o documento de conformidade em anexo no poder ser assinado. Desejo continuar atuando frente ao Movimento de Iluminao da Humanidade Movimento Internacional de Paz pela F como preletor regional da Seicho-No-Ie, realizando as atividades administrativas e doutrinrias. Para tanto, declaro ter plenas condies para realizar o trabalho a mim atribudo, ciente de que toda atividade que vier a aceitar ser por minha livre e espontnea vontade, cabendo a mim toda a responsabilidade. Muito obrigado,

    _______________________________________ Assinatura do(a) preletor(a)

    (reconhecer firma)

    Assinatura do(a) Supervisor(a) Administrativo(a) Doutrinrio(a) Regional

    Assinatura do(a) Presidente da Associao dos Preletores Regionais

    (8-3) MCDOR 03/2018

  • 2- Formulrio:

    SUPERINTENDNCIA DAS ATIVIDADES DOS PRELETORES

    SEICHO-NO-IE DO BRASIL

    Superintendncia Das Atividades Dos Preletores

    Ref.: PRELETOR QUE S PODER ATUAR EM SUA ASSOCIAO LOCAL / NCLEO

    DESCRIO

    Regional

    Nome

    Cdigo SNI

    Grau Aspirante

    Motivo

    (assinale com x)

    Preletor se recusa a assinar o documento de conformidade para

    Familiar / parente do preletor se recusa a assinar o documento de conformidade

    para atuao.

    Pelo presente documento, informamos que o preletor supracitado poder atuar apenas em seu ncleo /

    associao local, por no termos documento de

    anos.

    O preletor est ciente de que poder voltar a atuar em toda a regional depois que o documento de

    conformidade for assinado, entregue, apreciado pela Superintendncia das Atividades dos Preletores e

    regional receber retorno positivo para sua atuao.

    O cumprimento deste item da norma de responsabilidade do Supervisor Administrativo Doutrinrio

    Regional e do Presidente da Associao dos Preletores Regionais.

    O assunto foi deliberado na reunio ord

    realizada na data informada abaixo.

    ______________________________,______de _________________________ de 20_____

    Supervisor Preletores

    Recebido em Visto do depto.

    Preletores

    SUPERINTENDNCIA DAS ATIVIDADES DOS PRELETORES

    DA SEICHO-NO-IE DO BRASIL

    Superintendncia Das Atividades Dos Preletores

    S PODER ATUAR EM SUA ASSOCIAO LOCAL / NCLEO

    PREENCHA OS DADOS NAS LINHAS ABAIXO

    Aspirante Jnior Snior

    Preletor se recusa a assinar o documento de conformidade para

    Familiar / parente do preletor se recusa a assinar o documento de conformidade

    para atuao.

    Pelo presente documento, informamos que o preletor supracitado poder atuar apenas em seu ncleo /

    associao local, por no termos documento de conformidade para atuao de preletor com mais de 70

    O preletor est ciente de que poder voltar a atuar em toda a regional depois que o documento de

    conformidade for assinado, entregue, apreciado pela Superintendncia das Atividades dos Preletores e

    regional receber retorno positivo para sua atuao.

    O cumprimento deste item da norma de responsabilidade do Supervisor Administrativo Doutrinrio

    Regional e do Presidente da Associao dos Preletores Regionais.

    O assunto foi deliberado na reunio ordinria do Conselho Doutrinrio Organizacional Regional

    realizada na data informada abaixo.

    ______________________________,______de _________________________ de 20_____

    ASSINATURA DOS MEMBROS DO CDOR

    Preletores Fraternidade Pomba Branca

    AJSI

    PARA USO EXCLUSIVO DA SEDE CENTRAL

    Visto do depto. Aprovado SAP Aprovado CDOC

    (8-4)

    SUPERINTENDNCIA DAS ATIVIDADES DOS PRELETORES

    PREENCHA OS DADOS NAS LINHAS ABAIXO

    Mster

    Preletor se recusa a assinar o documento de conformidade para atuao.

    Familiar / parente do preletor se recusa a assinar o documento de conformidade

    Pelo presente documento, informamos que o preletor supracitado poder atuar apenas em seu ncleo /

    conformidade para atuao de preletor com mais de 70

    O preletor est ciente de que poder voltar a atuar em toda a regional depois que o documento de

    conformidade for assinado, entregue, apreciado pela Superintendncia das Atividades dos Preletores e a

    O cumprimento deste item da norma de responsabilidade do Supervisor Administrativo Doutrinrio

    inria do Conselho Doutrinrio Organizacional Regional

    ______________________________,______de _________________________ de 20_____

    AJSI Prosperidade

    Publicado mat. conselho n.

    Ver

    so

    jan

    /20

    18

    MCDOR 03/2018

  • Sobre casos de febre amarela, dengue, chikungunya e zika vrus

    No devemos desprezar os fatores sanitrios, medidas de preveno etc., mas a Histria

    demonstra que doenas endmicas e ocorrncias de surtos e epidemias esto sempre associadas

    desestabilizao emocional ocorrida na populao. Nos ltimos dois anos nosso pas viu-se s

    voltas com doenas associadas ao mosquito Aedes aegypti, transmissor do vrus da dengue, da

    febre chikungunya e da virose zika, alm da ocorrncia de numerosos casos de microcefalia que

    esto ligados infeco pelo zika vrus. Desde o ano passado vimos o ressurgimento da febre

    amarela, o que nos fez redobrar a ateno com o Aedes aegypti, mas, segundo notcias, a

    transmisso do vrus da febre amarela est sendo efetuada tambm pelo mosquito haemagogus,

    mosquito que vive nas matas, da a infeco de macacos, como os casos ocorridos nas

    proximidades da serra da Cantareira, na cidade de So Paulo. Por ignorncia, muitos macacos

    foram mortos pela populao amedrontada pela possibilidade de transmisso. No entanto, os

    macacos no so transmissores do vrus da febre amarela; eles tambm so vtimas e acabam

    atuando como sinalizadores (no propagadores) da doena.

    O professor Masaharu Taniguchi nos ensina no livro Descoberta e Conscientizao da Verdadeira

    Natureza Humana que todo tipo de apego abre uma brecha para a entrada da iluso. E evidente

    que incertezas de ordem poltica, quadro de retrao econmica, queda do nvel de emprego e

    agitaes sociais abrem a brecha por onde pode entrar a iluso chamada doena infecciosa.

    Diante desse quadro, solicitamos a todas as regionais do Brasil que recomendem a todos os

    preletores, lderes da iluminao, divulgadores, dirigentes e adeptos em geral que intensifiquem a

    prtica da Orao pela manifestao da Imagem Verdadeira do Brasil, realizada durante a

    Meditao Shinsokan, praticando-a diariamente em seus lares, bem como nas atividades da

    Seicho-No-Ie.

    Nas regies com incidncia de casos relacionados com a infeco pelo Aedes aegypti, ou

    haemagogus, solicitamos que seja programada, o mais rpido possvel, a realizao de maratona

    de leitura das sutras sagradas e cantos em louvor (de 12 ou 24 horas), com a finalidade especfica

    de debelar a ocorrncia desses males. Nessas localidades, essa atividade deve ser programada

    com periodicidade mnima bimestral, no havendo impedimento no caso de desejarem realizar

    com mais frequncia.

    Na abertura da maratona, deve ser lida a Revelao Divina sobre Felicidade Eterna e Inexistncia

    da Doena (Revelao Divina de 10 de novembro de 1932). A leitura diria dessa revelao

    tambm poder ser recomendada a dirigentes e adeptos em geral.

    (anexo n 9)

    (9-1) MCDOR 03/2018

  • Programa bsico de maratona de leitura das sutras sagradas e cantos em louvor

    1. Reverncia

    2. Canto Evocativo de Deus

    3. Rogativa para debelar a ocorrncia de doenas infecciosas

    Diante do Sumamente Venervel Deus Universal, rogamos respeitosamente:

    Que a luz de Deus ilumine todos os lares e as mentes de todos os habitantes do planeta

    Terra, fazendo com que despertem para a Verdade Homem, filho de Deus. Fazei tambm

    com que compreendam que a doena inexistente e que todos os seres da natureza so

    irmos dos seres humanos; portanto, ns homens, na realidade, no seremos molestados por

    mosquitos ou vrus de qualquer espcie.

    Com profundo respeito, assim rogamos.

    4. Revelao Divina sobre Felicidade Eterna e Inexistncia da Doena

    (Revelao Divina de 10 de novembro de 1932)

    5. Revelao Divina da Grande Harmonia

    (Revelao Divina da noite de 27 de setembro de 1931)

    6. Leitura ininterrupta das sutras sagradas Chuva de Nctar da Verdade, Palavras do Anjo

    e Contnua Chuva de Nctar da Verdade, do Canto em Louvor Natureza e Canto em

    Louvor ao Bodisatva que Reflete os Sons do Mundo

    7. Declarao de encerramento

    Assim declaramos encerrada a presente maratona.

    8. Canto da Grande Harmonia

    9. Reverncia

    (9-2) MCDOR 03/2018

  • (anexo n 10)

    PROGRAMAO DA SEMANA DA PAZ E DO MEIO AMBIENTE 2018

    Dia do ms Dia da Semana Temas Tpicos Livro-texto Atividade Observao

    Utilizao da energia naturalPrimeiro passo para a paz - cap. 2 -

    pg 82 - Ed. 1

    Simetria e Assimetria livro texto a localizar

    Questes do meio ambiente dos recursos

    naturais e da Paz

    Primeiro passo para a paz - cap. 2 -

    pg 107 - Ed. 1

    Reflexes sobre as necessidade de consumo,

    e como agir ticamente com o que consumo

    pensando nas questes ambientais

    Reduzir, Reciclar e Reutilizar

    Festa das Ddivas

    Sobre os prs e contra da alimentao a base

    de carne

    Mente, alimentao e fisionomia -

    cap.2 - pg 55 - Ed. 1

    A lei de causalidade no deve ser ignorada Mente, alimentao e fisionomia -

    cap.2 - pg 70 - Ed. 1

    Arrependimento s de boca no tem efeito Mente, alimentao e fisionomia -

    cap.2 - pg.75 - Ed. 1

    Ter olhar de gratido e positivo sobre tudo,

    criando o Paraso com o poder da palavra

    (10-1) MCDOR 03/2018

    Integrao com pblico,

    onde ser entregue um

    formulrio para que

    coloquem suas receitas e

    enviem para

    pombabranca@sni.org.br

    04/06/2018 Segunda-feira

    Em que impacta o que

    consumo?

    Primeiro Passo para a Paz - cap. 1 -

    pg. 36 62 - Ed.1/ Mundo Ideal, ed.

    Fev/2018, p. 24-27 / Mulher Feliz,ed.

    Maio/2017 p. 31/ Mulher Feliz,ed.

    Fev/2018 p. 22

    Quiz sobre lixo em

    decomposio e reciclagem

    (revista Mulher Feliz)

    05/06/2018 Tera-feira

    Refletindo sobre as questes

    ambientais

    Dinmica : Simetria e

    Assimetria

    06/06/2018 Quarta-feiraComer ou no comer: essa a

    questo?

    Receitas vegetarianas ou

    veganas, que podem ser

    feitas na AL

    07/06/2018 Quinta-feira O brilho da Vida Reflexes sobre a Vida, p. 207-212 Dirio do Relgio de Sol

    A preciosidade da Vida (Explorar os recursos

    com sabedoria e amor )

  • Dia do ms Dia da Semana Temas Tpicos Livro-texto Atividade Observao

    porque SNI se envolve com questes do meio

    ambiente

    Caminho da paz pela f - cap.3 - pg.

    195 - Ed. 3/ Fonte de Luz, ed.

    Jun/2017, 27-29 /Primeiro Passo

    para Paz - cap.2 - pg.107 - Ed.1

    Como o nmero de habitantes influencia nas

    questes ambientaisPrimeiro Passo para Paz - cap.3 -

    pg.117 - Ed.1/ Fonte de Luz, ed.

    Jun/2017, 27-29

    O desejo do ser humano cuidar do meio

    ambiente, adquirindo produtos que

    impactem cada vez menos no meio ambiente.

    Princpios da Nova Civilizao Revista Fonte de Luz ed.

    Agosto/2015 - pg. 24 e 25

    Clube da Bicicleta, Horta Orgnica e

    Artesanato

    Revistas Mundo Ideal ed. Jan a

    dez/2017

    porque SNI se envolve com questes do meio

    ambiente

    Caminho da paz pela f - cap.3 - pg.

    195 - Ed. 3/ Fonte de Luz, ed.

    Jun/2017, 27-29 /Primeiro Passo

    para Paz - cap.2 - 107 - Ed.1como a utilizao dos recursos naturais

    influencia na Paz Mundial

    Primeiro passo para a paz - cap. 2 -

    pg 107 - Ed. 1

    Como o hbito de cada um pode influenciar

    no todo

    Primeiro passo para a paz - cap. 2 -

    pg 117 - Ed. 1

    (10-2) MCDOR 03/2018

    Tero dois modelos de

    programao de meio

    perodo e dia todo

    No domingo anterior,

    orientasse as pessoas a

    trazerem a contribuio dos

    materiais do almoo

    Ver materiais que precisam

    enviar

    Artesanato simples com

    material que utilizam no dia-

    a-dia

    09/06/2018 Sbado

    10/06/2018 DomingoMovimento Internacional de

    Paz pela F

    Culinria vegetariana ou

    vegana para almoo na

    regional

    Clubes da Bicicleta, Horta

    orgnica e Artesantao / Dia

    D (Atividades de caminhada,

    limpeza de praas ou praia,

    divulgao de revistas)

    A harmonia entre religio,

    progresso e meio ambiente08/06/2018 Sexta-feira

    Construo da Nova Civilizao

Recommended

View more >