Cesupa Pa 2012 1 Prova Completa Espanhol c Gabarito

Download Cesupa Pa 2012 1 Prova Completa Espanhol c Gabarito

Post on 25-Nov-2015

1.027 views

Category:

Documents

3 download

TRANSCRIPT

PROCESSO SELETIVO 2012 / IBOLETIM DE QUESTESESPANHOLINSTRUES AO CANDIDATO1. Este o BOLETIM DE QUESTES da Prova, o qual contm as Partes I e II, a saber:Parte I REDAO.Parte II 50 QUESTES OBJETIVAS das seguintes disciplinas: Lngua Portuguesa (06), Matemtica (06), Fsica (06), Biologia (06), Qumica (06), Histria (06), Geografia (06), Literatura (04) e Lngua Estrangeira (04).2. Verifique se este BOLETIM est completo e se o mesmo corresponde LNGUA ESTRANGEIRA de sua opo. Em caso de divergncia, comunique imediatamente ao fiscal.3. Alm deste BOLETIM, voc receber o CARTO-RESPOSTA e a FOLHA DE REDAO, os quais esto devidamente identificados com seu nome e nmero de inscrio. Confira, cuidadosamente, o material recebido e, em caso de divergncia, comunique imediatamente ao fiscal.4. A FOLHA DE REDAO o espao destinado para o desenvolvimento da mesma. Utilize, se necessrio, outros espaos para rascunho.5. No destaque qualquer folha do grampo. No identifique, quer com seu nome, quer com seu nmero de inscrio ou de outra forma, qualquer folha destinada s suas respostas. Escreva com letra bem legvel, evitando rasuras. Use caneta esferogrfica azul ou preta.6. Para cada uma das QUESTES OBJETIVAS so apresentadas quatro alternativas, classificadas com as letras A, B, C e D. S uma corresponde ao quesito proposto. Marque uma alternativa somente. A marcao de mais de uma anula a questo. As instrues para preenchimento do CARTO-RESPOSTA esto indicadas no mesmo. Observe a nica maneira correta apresentada. Utilize caneta esferogrfica azul ou preta.7. Ao final da prova, dirija-se ao fiscal para entregar todo o material recebido: o BOLETIM DE QUESTES, o CARTO-RESPOSTA e a FOLHA DE REDAO. A devoluo do material de sua inteira responsabilidade. Em seguida, assine a lista de frequncia na linha correspondente ao seu nome.8. O tempo total de prova de 05 (cinco) horas.9. Mantenha a calma e a tranquilidade.BOA PROVA! CESUPA Processo Seletivo 2012 / I Boletim de Questes Pgina 1 PARTE I - REDAO Estamos lhe apresentando dois temas para redao. Escolha apenas um deles para desenvolver seu texto em prosa. Textos em verso sero anulados. Lembre-se de que voc est participando de um concurso e a redao avalia seu desempenho no registro escrito da lngua, portanto procure ajustar-se modalidade adequada para a ocasio. Quanto forma de grafar e acentuar as palavras, sero aceitas tanto a vigente at 31/12/08 quanto a que entrou em vigor em 01/01/09. Seu texto dever ter no mnimo 12 e no mximo 30 linhas. Boa prova.Proposta 1 Cinco anos da Lei Maria da PenhaFaz cinco anos que as agresses domsticas contra mulheres passaram a ser tratadas de forma sria no Brasil, um pas onde a Justia, at pouco tempo, atenuava condenaes de homicdios e agresses quando estava em jogo a honra masculina. Desde a sano da Lei Maria da Penha (11.340/06), foram abertos mais de 300 mil processos e promulgadas mais de 100 mil sentenas. Houve tambm pelo menos 1.500 prises em flagrante, um nmero bastante baixo para o tamanho do pas e do tempo em anlise, mas que a gente releva pelas dificuldades em torno de um flagrante.Essa lei acabou com as sentenas alternativas, mudou o Cdigo Penal e permitiu prises preventivas. Antes, um agressor era condenado a distribuir cestas bsicas e ficava solto esperando a condenao que nunca vinha, podendo, obviamente, continuar ameaando a mulher maltratada. A lei tambm encorajou as mulheres a denunciar.Todos sabemos, no entanto, inclusive o prprio governo, que muito ainda precisa ser feito. No se trabalha a reeducao ou a ignorncia de um povo com uma lei. Acredita-se que a lei v contribuir com a reduo do nmero de casos de agresses contra mulheres. Como a subnotificao ainda uma realidade, no se tem noo exata do que pode estar acontecendo nos milhares de lares brasileiros onde haja vtimas de violncia, um mal de origens difusas e complexas, permeado pela pior verso do machismo. Denunciar tambm um ato de coragem e as mulheres esto aprendendo com esse direito. (Isabel Clemente colunas.epoca.com in www.observe.ufba.br trecho)Aps leitura atenta do texto, reflita sobre o ser feminino e sua fragilidade em face da manifestao irracional de violncia masculina - especialmente dentro dos lares - paralela forte atuao na sociedade moderna; a seguir, construa um texto em prosa sobre a importncia da Lei Maria da Penha no universo feminino.CESUPA Processo Seletivo 2012 / IBoletim de Questes Pgina 2 Proposta 2E se... ningum morresse?Viver para sempre no um sonho assim to distante. J h muitos cientistas ambicionando a imortalidade e com resultados significativos. Pesquisadores do Centro Nacional de Pesquisas Oncolgicas da Espanha injetaram em ratos uma enzima que, ao melhorar a eficcia da diviso celular, aumentou em 50% a expectativa de vida das cobaias. Outros investigam as clulas-tronco e tm esperana de que elas ajudaro na renovao eterna das clulas. No importa por qual caminho venha, assim que o remdio da imortalidade estiver desenvolvido, ele ser privilgio de milionrios. Entretanto, depois de 20 anos, quando a patente do remdio expirar, o genrico da plula da imortalidade ficar acessvel a todos.Isso quer dizer que, em poucas dcadas, mais da metade das pessoas que morrem todos os anos de doenas cardacas ou cncer males que sero evitados com a plula da imortalidade deixariam de morrer, ou seja, 32 milhes de pessoas ao ano continuariam vivas e superpovoando o planeta, que ainda receberia os 150 milhes que j vm ao mundo todos os anos. (Super Interessante agosto 2010 trecho)Aps refletir sobre a possvel imortalidade do Homem e avaliar os aspectos positivos e negativos desse fato sobre a humanidade e o planeta, construa um texto em prosa considerando esta probabilidade: Se ningum morresse. CESUPA Processo Seletivo 2012 / I Boletim de Questes Pgina 3 RASCUNHOCESUPA Processo Seletivo 2012 / IBoletim de Questes Pgina 4 LNGUA PORTUGUESATexto para as questes 1 a 6Moda da sustentabilidadeNoel Rosa tinha uma dvida: com que roupa eu vou? para samba? Para a festa? Para o trabalho? Se depender da marca de roupas malaia Ultra, poucas peas podem dar conta de todas essas ocasies. Pensando no conceito de moda realmente sustentvel, os jovens estilistas scios da confeco criaram uma coleo com apenas dez peas, que eles garantem ser suficiente para usar o ano todo sem se preocupar com as tendncias a cada mudana de estao.A Ultra 10, como a coleo foi batizada, inspirada em mulheres que querem elegncia sem ter que abarrotar o armrio de roupas: as peas tm cintos que tornam as roupas justas ou largas (se voc engordar ou emagrecer), h um vestido que pode se transformar em jaqueta e saia e tambm uma jaqueta que voc pode abrir, retirar as mangas e transformar em colete, por exemplo. As roupas chamaram tanta ateno que j desfilaram at pela badalada semana de moda de Paris. Os criadores da Ultra acreditam que possvel ser sustentvel e ter estilo ao mesmo tempo ao vestir o mundo sem destru-lo. Decidimos fazer produtos modernos que contribuem para a preservao do meio ambiente. A sustentabilidade unida ao estilo, define Anita Hawkins, uma das proprietrias.Armrio verde: os tecidos usados so feitos a partir de fibras de soja ou bambu, garrafas PET e couro de salmo. (Vida simples, agosto 2011, ed.108, p.10)01) Ao retomar a dvida expressa por Noel Rosa na cano Com que roupa? para introduzir o assunto a ser desenvolvido, o autor utiliza um recurso de construo textual: A) a contextualizao B) o argumento de autoridadeC) a intertextualidadeD) o conhecimento partilhado02) Dentre as afirmaes abaixo, aquelas que deixam clara a relao entre a moda e o desperdcio esto inscritas na alternativaI moda realmente sustentvelII elegncia sem ter que abarrotar o armrioIII vestir o mundo sem destru-loIV ser sustentvel e ter estiloA) I, II, IIIB) II, III, IVC) I e IVD) II e III CESUPA Processo Seletivo 2012 / I Boletim de Questes Pgina 5 03) Os jovens estilistas scios da confeco criaram uma coleo com apenas dez peas, que eles garantem ser suficiente para usar o ano todo. Analisando a concordncia nominal realizada nesse excerto, percebe-se que s possvel relacionar a palavra em negrito expressoA) jovens estilistasB) uma coleoC) dez peasD) o ano todo04) Em Armrio verde: os tecidos usados so feitos a partir de fibras de soja ou bambu, garrafas PET e couro de salmo, a expresso armrio verde, ao fugir de seu sentido literal, configura, no contexto, aA) metonmiaB) sinestesiaC) metforaD) perfrase05) As roupas chamaram tanta ateno que j desfilaram at pela badalada semana de moda de Paris. Quanto construo desse perodo, o conectivo tanta ... que estabelece entre seus constituintes uma relao deA) causaB) condioC) concessoD) consequncia06) ...as peas tm cintos que tornam as roupas justas ou largas (se voc engordar ou emagrecer), h um vestido que se transforma em jaqueta e saia e tambm uma jaqueta que voc pode abrir, retirar as mangas e transformar em colete.... Nesse trecho, dedicado descrio das peas da coleo, predomina a funo da linguagemA) apelativaB) referencialC) emotivaD) metalingusticaCESUPA Processo Seletivo 2012 / IBoletim de Questes Pgina 6 MATEMTICA07) O grfico de uma funo quadrtica possui o eixo dos y como eixo de simetria e tem 3 como valor mximo. Se a distncia entre as razes 4, esta funo 08) O governo federal acaba de conceder a uma certa categoria de funcionrios aumento de 80% sobre o salrio, descontadas as antecipaes. Se esses funcionrios haviam recebido em abril passado uma antecipao de 20%, agora recebero, sobre o salrio de abril, um aumento deA) 48%B) 50%C) 54%D) 60%09) Um terreno tem formato e dimenses apresentadas na figura abaixo. Sua rea, em hectares, igual aA) 34.000B) 4.000C) 800D) 38010) A quantidade de vinho depositada em um tonel de forma cilndrica ocupa 1/3 da capacidade total do tonel. Ao serem retirados 30 litros de vinho desse tonel, a altura do nvel do vinho baixa 30%. A capacidade total desse tonel , em litros, igual aA) 900B) 650C) 300D) 150 CESUPA Processo Seletivo 2012 / I Boletim de Questes Pgina 7 11) Dados, no plano XY, os pontos A(2,0) e B(0,-2), o lugar geomtrico dos pontos M(x,y) tais que AM = BM A) a circunferncia x2 + y2 = 4.B) a parbola y = x2 4.C) a reta y = -x.D) o eixo dos x.12) Se A e B so matrizes quadradas de segunda ordem e det A = 4 e det B = 2, o valor do det (A . 5B) A) 200B) 120C) 80D) 40FSICA13) Em uma experincia de laboratrio, um estudante coloca um cubo de ferro em um tanque cilndrico com gua e observa o cubo repousar no fundo do tanque. Ele nota que o nvel da gua subiu 1 cm. Em seguida, ele deixa afundar uma esfera de vidro no mesmo tanque e observa que o nvel da gua agora subiu 2 cm. Sobre estas observaes, analise as seguintes afirmativas:I O peso aparente dos objetos menor na gua do que quando esto no ar, sendo que a diferena maior para o cubo de ferro por que sua densidade maior do que a do vidro.II Se o estudante medir a fora de empuxo sobre os dois objetos, encontrar que a fora sobre a esfera de vidro o dobro daquela sobre o cubo de ferro.III Conforme afundam, da superfcie da gua at o fundo do tanque, a presso total sobre os objetos aumenta, o que faz com que a fora de empuxo sobre os dois tambm aumente at o valor mximo no fundo.IV Se a experincia fosse repetida em um tanque cheio de leo comum de cozinha (que tem densidade menor do que a da gua), o peso aparente de cada um dos objetos seria maior do que o que observado na gua. Esto corretas apenas as afirmativasA) I e IIIB) II e IVC) I e IID) III e IVCESUPA Processo Seletivo 2012 / IBoletim de Questes Pgina 8 14) Nossos olhos, assim como as lentes de instrumentos ticos, funcionam focalizando a luz atravs da refrao que ocorre quando os raios luminosos se deslocam entre meios com ndices de refrao diferentes. Podemos analisar o olho simplificadamente como um sistema formado por uma lente convergente (o cristalino) que focaliza a luz sobre a retina (figura esquerda). Se tentarmos criar um modelo de laboratrio formado por uma lente focalizando sobre um anteparo, uma diferena fundamental que, no olho, os raios de luz se propagam atravs de um meio com ndice de refrao maior do que o do ar, o fluido ocular, enquanto que no modelo com a lente e o anteparo, a lente envolvida apenas pelo ar (figura direita). Suponha que a lente no modelo tenha o mesmo tamanho, a mesma forma e o mesmo ndice de refrao que o cristalino no olho e que a distncia entre o anteparo e a lente a mesma que entre a retina e o cristalino. Analise a situao na qual um mesmo objeto est posicionado a mesma distncia do olho e da lente, sabendo que, nesta situao, o olho focaliza a imagem do objeto sobre a retina. Nestas condies, correto afirmar que, no modelo, a imagem ser focalizadaA) entre a lente e o anteparo.B) sobre o anteparo.C) aps o anteparo, em uma distncia menor do que a deste para a lente.D) em um ponto a uma distncia infinita do anteparo.15) Quando ondas de rdio se propagam em um meio condutor, elas so atenuadas por causa da perda de energia causada pela gerao de correntes de conduo no meio. Nestes casos, a intensidade da onda cai exponencialmente a uma taxa que depende da condutividade do meio e da frequncia da onda. Quanto maior a condutividade, mais rpida a atenuao da onda. por este motivo que muito difcil a comunicao via rdio com submarinos, ou com mergulhadores, j que a gua salgada do mar muito condutiva. A gua doce em um rio menos condutiva do que a do mar, mas sua condutividade ainda alta o suficiente para atrapalhar a comunicao. O grfico mostra como a intensidade de um sinal eletromagntico da mesma fonte varia em trs meios diferentes: o ar, a gua do mar e a gua doce em um rio. Com base nas informaes acima, identifique o meio correspondente a cada curva: CESUPA Processo Seletivo 2012 / I Boletim de Questes Pgina 9 A) A curva que representa a propagao da onda no ar a III.B) A atenuao da onda na gua do mar representada pela curva II.C) A curva II no pode corresponder a nenhum dos trs casos.D) A curva que representa a propagao da onda na gua do mar a III.16) O processo de conveco uma forma eficiente de transporte de energia em um lquido. Por exemplo, em uma panela, o fogo aquece a gua prximo ao fundo. Esta massa de gua aquecida sobe para a superfcie e substituda por uma massa de gua mais fria. O processo acontece continuamente, levando energia trmica do fogo para todo o volume de gua da panela. Tendo em vista a descrio acima, considere as seguintes afirmativas:I A densidade da gua quente menor do que a da gua fria.II A diferena de presso entre as diferentes profundidades na gua no tem influncia neste processo.III O processo de conveco eficiente por transferir energia trmica sem a participao de nenhuma outra forma de energia. Est(o) correta(s) apenas a(s) afirmativa(s)A) IB) IIC) I e IIID) II e III17) Um mvel se desloca na direo x com velocidade descrita pelo grfico abaixo. Qual das alternativas melhor descreve o comportamento da acelerao deste mvel?A) B)C) D) CESUPA Processo Seletivo 2012 / IBoletim de Questes Pgina 10 18) Ao investigar em um laboratrio o comportamento de condutores em equilbrio eletrosttico, um estudante fez as seguintes observaes:I - O campo eltrico na superfcie de um condutor isolado, eletrizado e em equilbrio eletrosttico tem direo perpendicular a esta superfcie.II - O potencial eltrico em todos os pontos de um condutor em equilbrio eletrosttico constante.III - O campo eltrico resultante nos pontos internos de um condutor em equilbrio eletrosttico nulo. Esto corretas apenas as afirmativasA) I e II;B) I e III;C) II e III;D) I, II e III.BIOLOGIA19) As mitocndrias, organelas membranosas encontradas no hialoplasma celular, contm DNA prprio e podem ter sua carga gentica analisada por tcnicas que incluem o exame de DNA no convencional, capaz de indicar a me natural de qualquer indivduo e, tambm, de revelar doenas genticas transmitidas aos filhos. A herana mitocondrial materna pode ser explicada pelo fato de que:A) Diferente do DNA nuclear, o DNA mitocondrial est sujeito a inmeras mutaes que podem provocar doenas de carter congnito, transmitidas pela me, durante a formao do zigoto.B) Na formao do zigoto, as mitocndrias esto presentes no citoplasma do vulo, enquanto o espermatozide contribui apenas com o seu ncleo haplide e um centrolo.C) As mitocndrias esto presentes no proncleo feminino, sendo repassadas ao embrio no momento da formao do zigoto.D) As mitocndrias apresentam DNA exclusivamente materno, com genes que apresentam uma herana holndrica, repassados ao embrio durante a fuso dos proncleos.20) Ao contrrio do que se pode pensar, vitaminas em excesso podem ser prejudiciais aos humanos. Pesquisadores americanos descobriram, por exemplo, que homens que tomam suplementos da vitamina E tm 17% mais chances de desenvolver cncer de prstata, em sete anos. Em geral, todas as vitaminas de que precisamos podem ser obtidas em quantidade suficiente com uma alimentao equilibrada (http://hypescience.com - adaptado). Sobre as vitaminas, correto afirmar queA) a vitamina A atua sobre a pele e as mucosas, prevenindo a calvice masculina e feminina.B) a vitamina B2 (riboflavina) atua no metabolismo do colesterol e existe em todas as clulas animais e vegetais.C) a vitamina D atua na preveno da osteoporose e pode ser encontrada no leo de fgado de peixes, laticnios e gema de ovo.D) a vitamina E tem funo antioxidante, favorecendo a absoro de oxignio pelo crebro e o equilbrio do sistema nervoso. CESUPA Processo Seletivo 2012 / I Boletim de Questes Pgina 11 21) Atualmente, tem sido utilizada uma tcnica especial de fertilizao in vitro para a seleo de embries saudveis e geneticamente compatveis com irmos portadores de doenas fatais. Um casal brasileiro espera sua segunda filha, selecionada, entre outros embries, pela utilizao do teste de compatibilidade. Considerado o primeiro caso de nascimento programvel no pas, ao nascer, a menina doar clulas do cordo umbilical a sua irm, portadora de uma doena rara da medula ssea (Revista Veja, 12.out.2011, pp. 130-134 - adaptado). Nos programas de fertilizao in vitro, a primeira etapa envolve o estmulo dos folculos ovarianos por meio de drogas injetveis, para que ocorra a ovulao, seguida da aspirao dos ovcitos que sero fertilizados em laboratrio. No momento da aspirao, os ovcitos ainda se encontram em processo de diviso celular, tendo em vista queA) permanecem na metfase I at a mulher atingir a puberdade.B) estabilizam na prfase II at ocorrer a fecundao.C) iniciam a diviso meitica somente quando ocorre a ovulao.D) completam a meiose II somente quando fecundados.22) Muitos predadores e presas se utilizam de suas cores como uma estratgia de sobrevivncia e, desta forma, executam com sucesso suas atividades, como nos exemplos a seguir:I. O bicho-pau, um inseto encontrado nas regies tropicais e subtropicais do mundo inteiro, totalmente inofensivo e possui movimentos lentos. Por apresentar forma e cor semelhantes a galhos de rvores, pode passar horas paralisado, sem que seja notado.II. Uma espcie de aranha (Myrmarachne plataleoides) imita o tamanho, cor, formato e, at mesmo, o comportamento de uma formiga agressiva e de gosto ruim, para se proteger e minimizar as chances de ser devorada por predadores.III. Membros de uma famlia de anfbio (Dendrobatidae) apresentam colorido intenso e produzem toxinas potentes que se encontram na pele. Algumas tribos indgenas da Amrica do Sul utilizam estas toxinas na ponta das flechas para capturar pequenos animais. Os trs exemplos tratam, respectivamente, das seguintes estratgias de defesa:A) Mimetismo, mimetismo, camuflagem.B) Camuflagem, mimetismo, colorao de advertncia.C) Camuflagem, camuflagem, mimetismo.D) Mimetismo, camuflagem, colorao de advertncia.CESUPA Processo Seletivo 2012 / IBoletim de Questes Pgina 12 23) A Doena de Chagas, molstia que causa hipertrofia de rgos, principalmente o corao, est afetando a populao paraense, na qual o nmero de casos e a taxa de mortalidade tm aumentado em relao ao ano passado. Os picos de registros coincidem com a safra do aa, levando os especialistas a conclurem que h uma relao direta da incidncia da doena com o consumo desse alimento, manipulado de maneira incorreta. (diariodopara.diarioonline.com.br, 19.out.2011 - adaptado). O aumento do nmero de casos da doena no Par se deve, provavelmente:A) ingesto do aa contaminado por fezes do Triatoma infestans contendo o Trypanossoma cruzi, contrariando as normas de manipulao de alimentos estabelecidas pela ANVISA.B) falta de condies de higiene nos locais de manipulao do alimento, favorecendo o contgio pelo Toxoplasma gondii.C) Ao aumento da resistncia do Balantidium coli s medidas profilticas estabelecidas pelas secretarias de sade.D) ingesto do suco de aa contaminado com cistos de Giardia lamblia, decorrente da m qualidade da gua utilizada na preparao do alimento. 24) O sistema linftico uma rede complexa de rgos linfonides, ductos, tecidos, capilares e vasos linfticos que produzem e transportam a linfa dos tecidos para o sistema circulatrio. As proposies abaixo referem-se s funes interrelacionadas do sistema linftico.I. Remoo dos fluidos em excesso dos tecidos corporais.II. Absoro dos cidos graxos e transporte subsequente da gordura para o sistema circulatrio.III. Produo de clulas imunes (linfcitos e moncitos) e clulas produtoras de anticorpos (plasmcitos). Esto corretas apenas as afirmativasA) I e II.B) I e III.C) II e III.D) I, II e III.QUMICA25) Uma soluo foi preparada dissolvendo-se 15,0 g de um soluto slido de massa molecular igual a 120 g/mol, em 500,0 g de gua. Nessas condies, a temperatura de congelamento da soluo, expressa em oC, aproximadamenteA) 2,10B) 1,34C) 0,72 D) 0,46Dado: kc (H2O) = 1,85 oC.kg/mol CESUPA Processo Seletivo 2012 / I Boletim de Questes Pgina 13 26) Uma indstria de fertilizantes utiliza, para produzir 300 kg de dihidrogeno fosfato de clcio, CaH4(PO4)2, 500 kg de fosfato de clcio com 90% de pureza, tratado com 250 kg de cido sulfrico concentrado, que nesse processo, o reagente limitante. A equao qumica no balanceada que representa o processo , Ca3(PO4)2 + H2SO4 Ca(SO)4 + CaH4(PO4)2 Assim, o excesso do outro reagente, expresso em porcentagem, aproximadamenteA) 22B) 14C) 10D) 7 Dados: Massa molar (g.mol1): H = 1; O = 16; P = 31; S = 32; Ca = 4027) Sobre as reaes de compostos orgnicos, a alternativa que apresenta a equao qumica correta 28) Considere as afirmativas a seguir e assinale a alternativa CORRETAI Ltio (ZLi = 3), potssio (ZK = 19) e csio (ZCs = 55) apresentam o seu eltron mais energtico situado no subnvel p.II Os tipos de ligaes qumicas existentes nas substncias cloreto de sdio (NaCl), gs cloro (Cl2) e gua (H2O) so, respectivamente, inica, covalente apolar e covalente polar.III O nitrato de sdio (NaNO3) um composto inico que apresenta ligaes covalentes entre o tomo de nitrognio e os tomos de oxignio.IV O sulfito frrico, Fe2(SO3)3, utilizado como conservante de alimentos. Este sal proveniente da reao de neutralizao entre o cido sulfdrico, H2S, e o hidrxido de ferro III, Fe(OH)3. So verdadeiras apenas:A) I e IIB) II e IIIC) I, II e IVD) I, III e IVCESUPA Processo Seletivo 2012 / IBoletim de Questes Pgina 14 29) A calagem uma prtica comum no preparo do solo para cultivo, na qual se utiliza Ca(OH)2 para corrigir o pH, visando um desenvolvimento satisfatrio das culturas. Esse procedimento provoca Dado: pH = log[H3O+]A) aumento do pH.B) aumento da acidez.C) diminuio do teor de clcio. D) aumento do pOH.30) Em uma aula no laboratrio de qumica o professor misturou quantidades exatas de solues aquosas de cido clordrico, HCl, e hidrxido de sdio, NaOH. Observou-se ento que a temperatura da mistura aumentou e que no apresentou caractersticas nem de cido nem de base. Os alunos fizeram ento as seguintes consideraes sobre o fenmeno observado:I Ocorreu reao de neutralizao entre o cido clordrico e o hidrxido de sdioII O sal formado o cloreto de sdioIII A reao exotrmicaIV O calor envolvido corresponde entalpia de formao So CORRETAS apenas as afirmaes:A) I e IIIB) II e IVC) I, II e IIID) II, III e IV CESUPA Processo Seletivo 2012 / I Boletim de Questes Pgina 15 HISTRIA31) [Mirmilho Cerinto, neroniano, lutou 2 vezes, grego. Morreu com 25 anos. Rome, sua esposa, pagou esta lpide. Passante, te peo, digas que a terra seja leve.](GARRAFFONI, Renata Senna. Contribuies da Epigrafia para o estudo do cotidiano dos gladiadores romanos no incio do Principado. In HISTRIA, SO PAULO, v.24, N.1, P.247-261, 2005.) Disponvel em http://www.scielo.br/pdf/his/v24n1/a10v24n1.pdf Os dizeres acima foram encontrados numa lpide funerria de gladiadores, encontrada na regio de Crdoba, Hispania, datada como do sculo I d.C. A partir da leitura dos dizeres, das informaes apresentadas e dos estudos histricos sobre essa temtica, assinale a alternativa correta:A) A despeito da importncia cultural e poltica dos jogos, a expanso romana normatizou a ascenso social de muitos gladiadores, por serem escravos e obrigatoriamente casados, condio que motivava o desempenho nas arenas devido preocupao religiosa com a famlia.B) O gladiador Cerinto era um campeo grego que cumpriu o destino dos lutadores, morreu jovem e heroicamente na arena de Hispania, j que o perdedor em combate era invariavelmente condenado morte. Era adepto do imperador Nero, que instituiu a poltica do po e circo.C) Os jogos e combates pblicos patrocinados pelos senadores durante a Repblica possibilitaram que muitos lutadores enriquecessem, como o gladiador grego Cerinto, que tinha boa condio financeira, j que sua lpide foi paga pela sua esposa Rome.D) A nacionalidade do gladiador Cerinto, grega, e o local em que foi encontrada a sua lpide, Crdoba, Hispania, revelam a mobilidade dos gladiadores nas mais remotas regies do imprio, bem como a importncia dos espetculos na cultura e cotidiano dos romanos.32) Em todos os pases, medida que o homem se civiliza e aperfeioa, as fileiras inferiores dos animais so oprimidas e degradadas. Reduzidas escravido ou tratadas como rebeldes, todas as suas sociedades so dissolvidas e os talentos que possuem, desfeitos. Suas dbeis artes rapidamente desaparecem e nada resta a no ser os instintos solitrios ou aqueles hbitos estranhos que recebem da educao humana.(Oliver Goldsmith (sculo XVIII). Citado por THOMAS, Keith. O homem e o mundo natural Mudanas de atitude em relao s plantas e aos animas (1500-1800). So Paulo: Companhia das Letras, 1988. P. 341) Considerando os estudos histricos sobre modernidade e representaes sobre a natureza, correto assinalar que as palavras de GoldsmithA) relacionam a civilizao e o aperfeioamento humano com a conquista da natureza, defendendo a subjugao de animais selvagens, ameaadores para a espcie humana. B) solidarizam-se com a subjugao dos animais atravs da domesticao, por acreditar que assim atenderiam ao bem-estar dos seres humanos.C) criticam a educao humana dos animais, por entender que a domesticao os degradava, reduzindo-os escravido. D) recriminam a manuteno de animais de estimao, por entender que tal atitude os humanizava de modo a tornar nefando o uso e o consumo dos mesmos por humanos. CESUPA Processo Seletivo 2012 / IBoletim de Questes Pgina 16 33) Uma antiga crena foi cultivada pela populao das Minas Gerais e, sobretudo, pelos mineradores da regio durante os sculos XVIII e XIX. Acreditava-se que todo minerador deveria ter uma negra Mina como concubina para que tivesse sucesso em suas atividades de extrao mineral. J em 1726, o governador da Capitania do Rio de Janeiro, Lus Vaa Monteiro, observava: e pella mesma cauza no h mineyro que poa viver sem hua Negra Mina, dizendo que s com ellas tem fortuna. (...)(PAIVA, Eduardo Frana. Bateias, carumbs, tabuleiros: minerao africana e mestiagem no Novo Mundo. http://www.fafich.ufmg.br/pae/apoio/bateiascamburestabuleirosmineracaoafricanaemesticagemnonovomundo.pdf. Considerando as diversas relaes e processos de trabalho na minerao e o texto acima referido, correto assinalar queA) escravos e escravas Mina guardavam experincia com a extrao aurfera e do ferro, acumulada em reas de minerao na frica Negra. O domnio do uso de bateias, carumbs, couro de boi e canoas constataram essa experincia, reforando a crena cultivada pelos mineradores, conforme exposto no texto. B) a preferncia pelas escravas Mina ocorria por serem consideradas mais habilidosas nas tcnicas de extrao mineral, em relao aos seus conterrneos masculinos, desde a faiscao at a extrao em galerias nos morros. Da a crena de que todo minerador deveria ter uma negra Mina como concubina, pois garantiria fortuna. C) a relao entre ter uma negra Mina e obter sucesso nas atividades minerais centrava-se no comrcio por elas praticado. Escravas e forras percorriam os morros com seus tabuleiros, misturando-se s que levavam carumbs. Para tanto, contavam com a ausncia de legislao que coibisse a presena delas nas reas mineradoras.D) a antiga crena cultivada entre a populao fomentou a entrada de escravizados e forros de origem Mina nas reas de minerao. Mineradores acreditavam no poder mgico daqueles para encontrar ouro, ao ponto de encomendarem as ferramentas de trabalho na minerao, nas forjas montadas por africanos(as) da Costa da Mina.34)Que luta essa para ns, se quando o chefe da Lubianka entra na cela da anarquista Anna G...v (1926) ou da socialista revolucionria Ktia Olitskia (1931) estas se recusam a pr-se de p sua chegada? (e este inventa logo um castigo: priv-las de seu direito... de ir fazer as suas necessidades fora da cela). (Aleksandr, 1976, p. 442).(SOLJENTSIN, Aleksandr. Arquiplago Gulag. Apud. Bernardo Augusto de Moura. Machado. Algemas e martelos Uma histria do GULAG. In http://www.historia.uff.br/nec/materia/grandes-processos/algemas-e-martelos-%E2%80%93-uma-historia-do-gulag) Considerando o trecho acima e os estudos histricos sobre a ex-Unio das Repblicas Socialistas Soviticas (URSS), correto afirmar:A) A garantia de direitos dos prisioneiros, como fazer as necessidades fisiolgicas dentro da cela, era uma das preocupaes dos chefes dos gulags soviticos, como motivao para os presos confessarem seus crimes e para trabalharem intensamente, pois os campos de concentrao eram importantes catalisadores de mo-de-obra para as frentes de industrializao sovitica.B) Os campos de concentrao stalinista representam a dura face da represso aos opositores do regime, impondo-lhes um violento processo de desumanizao, como a privao do direito de fazer as necessidades fisiolgicas fora da cela, pena imposta anarquista Anna G...v e socialista revolucionria Ktia Olitskia. CESUPA Processo Seletivo 2012 / I Boletim de Questes Pgina 17 C) A pena imposta s criminosas, Anna G...v e Ktia Olitskia representa a ignorncia poltica do chefe do campo de concentrao de Lubianka, pois as presas eram partidrias do regime socialista sovitico: a primeira era anarquista e a segunda socialista revolucionria. Os campos de concentrao abrigavam presos que cometiam crimes comuns, como roubos e assassinatos.D) Os campos de concentrao foram transformados em locais de reunio poltica dos militantes favorveis ao governo de Lenin e Stalin, como a anarquista e a socialista revolucionria, e enfrentaram a perseguio dos chefes do Gulag como se denota do questionamento "que luta essa para ns (...)?" 35) Em 14 de setembro de 1967, tal como anunciou o jornal A Provncia do Par, ocorreu (em Belm), o 1 Festival de Msica Popular Brasileira no Par. Mais tarde os jornais locais corrigiram o nome do evento informando que se tratava na verdade do 1 Festival de Msica Popular Paraense.(COSTA, Tony Leo da. Msica do Norte: intelectuais, artistas populares, tradio e modernidade na formao da MPB no Par (anos 1960-1970). Dissertao (mestrado). Belm: UFPA, 2008. P. 15. In: http://www3.ufpa.br/pphist/index.php. Fiquei sabendo que ele ia passar de carro pela Joo Alfredo e fugi com umas amigas, da aula do Colgio Moderno. Era um carro vermelho, acho que um Galaxy conversvel. Estavam todos de porre e no som tocava A Banda. Eu sei que estava com uma sandlia, que perdi pelo meio do caminho e armada dos dois discos, enquanto o seguia. (relato de uma ento estudante. Belm, setembro de 1967) (COSTA, Tony Leo da. Op. cit., p.19) A partir da leitura dos trechos acima e dos estudos histricos sobre Msica Popular Paraense, assinale a alternativa correta:A) Contrariamente aos festivais de msica do sudeste do Brasil, o evento paraense reuniu artistas afinados com a bossa nova como De Campos Ribeiro, grande vitorioso com o samba-cano Preamar. A presena de Chico Buarque, expresso maior da bossa nova, simboliza a conexo entre o 1 Festival de MPP e este gnero musical.B) O Festival contou com mais de cem inscritos. A msica vitoriosa foi Depois que a banda passou, de Galdino Penna e Ruy Barata. Artistas de renome nacional concorreram, entre os quais Chico Buarque, com o samba-cano Pedro-Pedreiro. Sua vinda a Belm atraiu numerosos admiradores, tal como relatado acima. C) Compositores paraenses participaram maciamente, outros, como o maestro Waldemar Henrique, integraram o jri do Festival. A msica vencedora foi Fim de Carnaval, uma marcha-rancho composta por Joo de Jesus Paes Loureiro e Paulo Andr Barata. Chico Buarque de Holanda, convidado especial, fez um show voz e violo.D) Duas singularidades marcaram o 1 Festival de MPP: Paulo Andr Barata concorreu com duas composies, Fim de Carnaval, em parceria com Ruy Paranatinga Barata e Tempo de Amar, com Paes Loureiro, vencedora no Festival. Chico Buarque, compositor homenageado, foi agraciado com o trofu Uirapuru de Ouro. CESUPA Processo Seletivo 2012 / IBoletim de Questes Pgina 18 36)(...) O municpio de So Felix do Xingu, por exemplo, tem mais de 1.000.000 de cabeas de boi. o municpio que tem taxa elevada de desmatamento e prtica de trabalho anlogo a de escravo. Em 2009, no Par, 38 das 44 fazendas que constavam na lista suja do MTE* criavam bois (...)*Ministrio do Trabalho e Emprego(Regina Beatriz Guimares Neto. Prof da UFPE. Entrevista concedida Revista de Histria da Biblioteca Nacional. http://www.revistadehistoria.com.br/secao/entrevista/violencia-impunidade-e-meio-ambiente) A partir do trecho da entrevista da professora da UFPE e dos estudos sobre a produo e transformao dos espaos agrrios, correto afirmar que:A) O prognstico de aumento da violncia em So Flix do Xingu e do desmatamento contraria o desenvolvimento do municpio, que conta com um rebanho de mais de 1.000.000 de cabeas de boi, nenhuma fazenda na lista suja do MTE, nem utilizao de trabalho escravo.B) O municpio de So Flix do Xingu apresenta significativo ndice de desenvolvimento humano e ambiental, por possuir um dos maiores rebanhos bovinos do Par, mesmo com a prtica de explorao do trabalho escravo.C) Das 44 fazendas do estado do Par que constavam na lista suja do Ministrio do Trabalho e Emprego, 38 criavam bois, ou seja, a associao lista suja somente em relao ao desmatamento contnuo e no utilizao do trabalho escravo nessas fazendas.D) Existe relao profunda entre a atividade da pecuria e o desmatamento, j que a premissa que prevalece a de mais pastos para os bois, ocasionando desequilbrio ambiental com a derrubada da cobertura vegetal.GEOGRAFIA37) Os problemas ambientais no so exclusivos da atualidade. Numerosos exemplos do passado - como a tragdia da Ilha de Pscoa, o desmatamento na Grcia antiga e a perda de recursos biolgicos da Europa Medieval evidenciam que o processo de mudana ambiental e transformao da paisagem por apropriao antrpica antigo. A diferena a escala, o potencial e a dinmica das mudanas ambientais contemporneas, que so sem precedentes na Histria. Neste contexto, verdadeiro afirmar que:A) As constantes intervenes humanas no espao causam uma srie de impactos que tm se voltado contra o prprio homem. Desse modo, a natureza devolve aquilo que as aes antrpicas causaram. Vrios so os exemplos que ocorrem em escala global decorrentes das profundas alteraes ambientais, como o efeito estufa, o aumento das temperaturas na Amaznia e as ilhas de calor das grandes cidades. CESUPA Processo Seletivo 2012 / I Boletim de Questes Pgina 19 B) Com o avano tecnolgico dos ltimos anos, os efeitos nefastos da ao antrpica no meio ambiente reduziram significativamente, graas aos equipamentos modernos que conseguem prever com exatido as catstrofes climticas, evitando, desta forma, grandes tragdias.C) Nas ltimas dcadas surgiram normas ratificadas por vrios pases, em especial as naes industrializadas, como os Estados Unidos , Alemanha e Japo, para regular alguns aspectos da preservao ambiental, principalmente a poluio da atmosfera terrestre e a manipulao dos patrimnios genticos, destacando-se o Protocolo de Kyoto. D) Com o avano tecnolgico, o homem criou uma srie de mecanismos para facilitar a manipulao dos elementos da natureza: equipamentos diversos facilitam a vida do homem e dinamizam o processo de explorao de recursos naturais, alm do desenvolvimento do sistema produtivo, com a insero de tecnologias avanadas.38) No modo de produo capitalista, vrias so as formas de apropriao do espao agrrio, sendo que nas ltimas dcadas do sculo XX merece destaque a chamada Revoluo Verde, considerada como a difuso de tecnologias agrcolas que permitiram um aumento considervel na produo, sobretudo em pases menos desenvolvidos. Sobre as repercusses scio espaciais dessa forma de apropriao, correto afirmar queA) aumentou a concentrao fundiria e a dependncia de sementes, alterando a cultura dos pequenos proprietrios que passaram a ter dificuldades para se inserir nos novos moldes de produo agrcola.B) proporcionou ganhos considerveis produo agrcola, associados a uma inexpressiva degradao ambiental, tendo proporcionado lucros extraordinrios gerados pelos ganhos de produtividade da terra, que foram revertidos em benefcios para os pequenos produtores de cultivos de subsistncia.C) o caso brasileiro valorizou a biodiversidade funcional nos sistemas agroflorestais, sua principal forma de apropriao, destacando-se em larga escala o cultivo de soja em antigas reas florestais degradadas, principalmente no domnio morfoclimtico da caatinga.D) estimulou o uso de alimentos transgnicos (geneticamente modificados), aumentando consideravelmente as safras agrcolas, especialmente as de gros, contribuindo, desta forma, para uma considervel diminuio da fome endmica dos pases em desenvolvimento.39) Com a globalizao sendo a ordem do dia, especialmente no que tange economia internacional, compreensvel que as crises econmico-financeiras dos ltimos anos tenham ocorrido nas mais diversas regies do planeta, e do mesmo modo que se originam em diversas regies, estas tambm atingiro economias nas mais diversas latitudes, fenmeno que no ocorria antes do referido processo. http://www.infoescola.com/economia/crises-economico-financeiras-de-1991-a-2011/acessado em 04/10/2011 No contexto da citao acima, verdadeiro afirmar queA) algumas regies do mundo esto isentas dessas crises; o caso da Amrica Saxnica, onde se localizam as mais importantes potncias capitalistas do mundo, Estados Unidos e Canad. Esta iseno est relacionada significativa valorizao do dlar, moeda oficial destes pases, no atual contexto econmico mundial.B) a Europa, sempre lembrada como uma regio de altssimo desenvolvimento econmico e bem-estar social, agora tem sua imagem associada a turbulncias de mercado. Descontrole das contas pblicas e as particularidades polticas do continente conduziram a zona do euro, principalmente pases como a Grcia, Espanha e Itlia, a uma grave crise financeira.CESUPA Processo Seletivo 2012 / IBoletim de Questes Pgina 20 C) a China, pas capitalista considerado a economia que mais cresce no mundo, est imune s recentes turbulncias financeiras, fato associado abundncia de recursos naturais que lhe proporciona autonomia no abastecimento de matria prima para suas indstrias.D) a atual crise econmica europeia ultrapassou os limites da Zona da Euro, atingindo fortemente pases que no adotam a moeda oficial da Unio europeia, a exemplo da Inglaterra, Portugal e Irlanda, pases da Europa Mediterrnea.40) O agronegcio formado por um conjunto de atividades interdependentes que tm em seu centro a agropecuria. Num dos polos dessas atividades esto os fornecedores de mquinas, equipamentos e insumos agrcolas e, no outro, as atividades de processamento industrial, de distribuio e servios; agrupa as atividades econmicas que mais cresceram no incio do sculo XXI no Brasil. Sobre o assunto, verdadeiro afirmar que:A) crescente a participao das corporaes multinacionais nas atividades mais lucrativas, sendo insignificante o nmero de trabalhadores rurais contratados pelas grandes empresas agropecurias apenas em pocas de plantio e de colheita, os temporrios, popularmente chamados de bias-frias.B) A safra brasileira de gros bate sucessivos recordes a cada ano; a pecuria brasileira tem destaque no mercado internacional; e o suco de laranja brasileiro consumido em vrios pases, tendo um significativo volume de exportaoC) Os impactos ambientais resultantes do modelo de expanso agrria, que aceleram o desmatamento com a ocupao indiscriminada do solo e estimulam a concentrao fundiria, praticamente deixaram de existir, fato associado ao aumento da conscincia ecolgica entre os empresrios do setor. D) O agronegcio j destruiu quase metade da regio do cerrado brasileiro, onde existem muitas espcies endmicas de arbustos e uma diversidade de animais ameaados de extino. Atualmente sua principal rea de expanso a regio Nordeste, notadamente o cultivo de gros, ocupando reas de antigos canaviais.41) Ao longo da (re)organizao do atual espao geogrfico brasileiro, as migraes inter-regionais e intrarregionais tm sido intensas no territrio. Diversos so os tipos de migrantes que buscam melhores condies de vida nas diferentes regies do pas.Entre as levas migratrias mais significativas, destacam-se:A) Trabalhadores rurais que migram para as reas urbanas, principalmente as metrpoles, onde encontram trabalho fcil, principalmente na construo civil e indstrias que exigem baixa qualificao profissional.B) Garimpeiros que partem principalmente da Amaznia em direo ao Nordeste, onde atualmente ocorre forte expanso da atividade garimpeira na regio do vale do So Francisco.C) Trabalhadores rurais temporrios que, nas entressafras agrcolas de suas regies e/ou lugares, deslocam-se em busca de ocupaes da mesma natureza em outras regies ou lugares dentro da prpria regio onde moram.D) Sertanejos que partem principalmente do polgono das secas para a zona da mata nordestina, em busca de trabalho temporrio nas lavouras de cana-de-acar. Este tipo de migrao intrarregional de maior volume se considerado o contexto do territrio brasileiro. CESUPA Processo Seletivo 2012 / I Boletim de Questes Pgina 21 42) "Plebiscito vai decidir diviso do Par em trs partes."A regio Norte do pas poder ganhar dois novos Estados. A mudana no mapa e na vida de milhares de brasileiros depende da deciso que sair das urnas: o plebiscito para a separao do Par em trs, formando os estados de Carajs e Tapajs. A votao prevista para o dia 11 de dezembro. A proposta foi aprovada em maio pelo Congresso. Caso os paraenses faam opo pela diviso, o Brasil passar a ter 28 unidades federativas. Jornal Tribuna do Norte: 28/09/2011 A partir da interpretao do mapa acima e dos seus conhecimentos geogrficos, verdadeiro afirmar queA) a regio que formaria o Estado do Carajs aps a diviso rica em minerais e j conta com uma grande estrutura montada pela Vale do Rio Doce, alm de ter em seu territrio a usina de Belo Monte, a ser construda nos prximos anos, localizada em Vitria do Xingu, municpio que seria o mais importante do futuro estado. B) a maior diferena entre os dois estados que surgiriam da rediviso territorial ser o PIB per capita. A regio que formaria o Estado do Tapajs apresenta atualmente a maior arrecadao em termos de impostos e pagamento de royalties devido explorao de bauxita e produo da alumina, alm de ser rea de expanso do cultivo de soja.C) com a fragmentao territorial caberia ao Par apenas a poro sudeste do atual estado, espao sem grandes potencialidades econmicas, de solos pobres j exauridos pelo desgaste resultante de prticas agrcolas predatrias, aliado ainda presena de vrios espaos de antigos garimpos aurferos, hoje esgotados.D) com o desmembramento, o estado de Carajs abrangeria grande poro do atual estado, notadamente do sul e sudeste, candidato a um dos estados mais ricos da federao, pois abriga uma das maiores provncias minerais do mundo, explorada pela Vale, a mais importante mineradora do Pas. CESUPA Processo Seletivo 2012 / IBoletim de Questes Pgina 22 LITERATURA43) Leia o discurso abaixo, proferido pela Alcoviteira, uma das personagens da pea O Velho da Horta. Mas ante senhor agora na velhice anda o amor o de idade damador de ventura se enamora. E na corte nenhum mancebo de sorte Vocabulrio nam ama como soa tudo vai em zombaria amador: que tem amor a alguma pessoa; amante. nunca morrem desta morte mancebo: aquele que est na juventude; moo. nenhum dia. soa: costumava. Gil Vicente O Velho da Horta p. 159 Esse discurso tem por objetivoA) elevar os sentimentos do Velho, declarando ser ele a ocupar o lugar de verdadeiro amador, como nenhum outro jovem poderia ser.B) ludibriar o Velho, fazendo-o acreditar na autenticidade e na legitimidade dos sentimentos dele por Mocinha.C) enganar o Velho por meio de feitiaria, da a referncia morte, vocbulo este prprio da semntica pag.D) sinalizar a desgraa qual o Velho ser levado quando da entrega de toda sua fortuna a Branca Gil.44) Observe a charge abaixo, que tem por ttulo o estilo que se firmou no sculo XVII e teve na figura de Gregrio de Matos seu principal representante. Disponvel em: http://www.liberatineus.blogspot.com/2008_02_01archive.htm CESUPA Processo Seletivo 2012 / I Boletim de Questes Pgina 23 No contexto dessa charge, a fala do amante, somada ao formato e dimenso da flor, remete a uma caracterstica do estilo barroco. Essa caracterstica oA) carpe diem.B) conflito espiritual. C) rebuscamento formal.D) pessimismo.45) Observe a foto da Rua do Ouvidor no sculo XIX. Disponvel em: http://www.alpheratz.or/index2.php?page=rio Essa rua, no contexto do conto Captulo dos Chapus, ser o palco em que Machado de Assis ir contrapor o carter de duas personagens, mostrando a fragilidade de uma e a firmeza e desenvoltura de outra. Os trechos que evidenciam essa oposio so:A) Cada vez que Dona Camila queria ir-se embora, eles pediam-lhe muito que ficasse, e ela ficava. Vinham ento novos folguedos, cavalhadas, msica, dana, uma sucesso de coisas belas... / Ernestina estava ento entre catorze e quinze anos, era muito espigada, muito quieta, com uns modos naturais de senhora. B) Mariana dispunha de mui poucas noes, e nunca lera seno os mesmos livros: - a More-ninha de Machado, sete vezes; Ivanho e o Pirata de Walter Scott, dez vezes; o Mot de lEnigme, de Madame Craven, onze vezes. / Sofia sorriu, agitou o leque e recebeu em cheio o olhar de um dos secretrios. Muitos eram os olhos que a fitavam quando ela ia Cmara...C) Dona Camila sabia disto; sabia que era bonita, no s porque lho dizia o olhar sorrateiro das outras damas, como por um certo instinto que a beleza possui, como o talento e o gnio. / Ernestina, moa feita, entrou radiante no primeiro baile. Foi uma revelao.D) Mariana sentiu-se um pouco atordoada. A uniformidade e a placidez, que eram o fundo do seu carter e da sua vida, receberam daquela agitao os repeles de costume. / Sofia, prtica daqueles mares, transpunha, rasgava ou contornava as gentes com muita percia e tranquilidade. A figura impunha; os que a conheciam gostavam de v-la outra vez.CESUPA Processo Seletivo 2012 / IBoletim de Questes Pgina 24 46) Leia o texto abaixo, que faz referncia ao poeta Cruz e Sousa, representante do Simbolismo no Brasil.O poeta, que sofre a morte do pai e a loucura da esposa, experimenta acentuada transformao: a revolta se lhe instala nos domnios poticos e sociais. O esteticismo muda para uma poesia de acentos trgicos, que fala de morte, pressgios, funeraes, lamentos, soluos, solides prometeicas, desterros, humilhaes, ofensas, tdio, decomposio. MOISS, Massaud, Histria da literatura brasileira. So Paulo: Cultrix, 1984 Adaptado.Nesse texto, a aluso mudana de estilo do poeta, vinculando-se a temticas mais trgicas, pode ser comprovada nos versos A) Formas alvas, brancas, Formas claras de luares, de neves, de neblinas!... Formas vagas, fluidas, cristalinas... Incensos dos turbulos das aras... B) Vala comum de corpos que apodrecem, esverdeada gangrena cobrindo vastides que fosforescem sobre a esfera terrena.C) O corao de todo ser humano foi concebido para ter piedade, para olhar e sentir com caridade, ficar mais doce o eterno desengano. D) Pelas regies tenussimas da bruma vagam as virgens e as estrelas raras... Como que o leve aroma das searas todo o horizonte em derredor perfuma. CESUPA Processo Seletivo 2012 / I Boletim de Questes Pgina 25 ESPANHOLLee atentamente el texto y seala la nica alternativa correcta a lo que se pide en las cuestiones 47 a 50. BAILANDO CON LOBOS Cuando creamos que ya no tenamos edad para cuentos, aparece en nuestras vidas Caperucito rojo, un nio mitad Kevin Costner mitad Bon Jovi que ha sobrevivido en el bosque gracias al rock. Por Empar Moliner Seguramente algunos de ustedes vieron la pelcula que da ttulo a esta pgina en el cine. En la peli, Kevin Costner es el teniente Dunbar, el clsico guapo sensible que se fusiona con el cosmos y la naturaleza cuando tiene ocasin. Se hace amigo de un indio y acaba siendo aceptado como miembro de los Sioux. La banda sonora es de John Barry que quiere ser, supongo, emotiva y sentimental. Y, se preguntarn, a qu viene todo eso? Es que un nio noruego volva de la escuela por un bosque cuando se encontr con cuatro lobos. El nio no era un Kevin Costner, de manera que no tena esta facilidad para domesticar fieras, pero le salv la msica. La msica amansa a las fieras, lo hemos podido comprobar. El nio llevaba un iPod. Y en el iPod llevaba msica heavy. Concretamente msica del grupo Megadeth. Decidi dejar escuchar uno de los temas de Megadeth a los lobos y los lobos huyeron por patas. El nio se salv. Los lobos no se asustaron por or algo como Pars, de La Oreja de Van Gogh. Megadeth asusta. No s cul cancin salv la vida del chaval, si Wake up dead (Levntate, muerto) o She-Wolf (Mujer-Loba). Pero de Megadeth les digo una cosa: el lder del grupo, Dave Mustaine, fue expulsado de otro grupo: Metallica. Para que te expulsen de Metallica tienes que hacer algo muy gordo. Seguro no le echaron por haber apagado un cigarrillo en una planta o por haberle sacado la lengua a una fan. Lo que les digo es que, desde ahora, todas las caperucitas de este mundo deberan llevar en la cestita, junto a la jarrita de miel y el pastel, un iPod con la msica de Megadeth. Texto adaptado de Marie Claire No. 282GLOSARIOBanda sonora: trilha sonoraChaval: garoto, rapazinhoCaperucita: a Chapeuzinho vermelho (de Caperucita Roja y el lobo feroz)Guapo: homem bonitoLa Oreja de Van Gogh: grupo musical muito popular na EspanhaPelcula: filme, espetculo de cinemaCESUPA Processo Seletivo 2012 / IBoletim de Questes Pgina 26 47) En la opinin de la autora, el teniente Dunbar se fusiona con el cosmos y la naturaleza cuando tiene ocasin. Eso quiere decir que lA) se transforma en un cuerpo celeste.B) eventualmente hace cosas naturales.C) se integra perfectamente a su medio ambiente.D) va desde la tierra al cielo.48) Siguiendo el razonamiento del texto, "El nio no era un Kevin Costner", o sea, no eraA) actor de cine.B) guapo.C) teniente.D) indio.49) Empar Moliner deja en su texto algunas certezas. Una de ella es:A) Seguramente algunos de ustedes vieron la pelcula que da ttulo a esta pgina en el cine.B) La banda sonora es de John Barry que quiere ser, supongo, emotiva y sentimental.C) El nio llevaba un iPod.D) El nio se salv.50) Para salir de Metallica, Dave Mustaine:A) Puso una cara redonda.B) Apag su cigarrillo en una planta.C) Sac su lengua delante de una fan.D) Hizo algo fuera de los patrones del grupo.Capa1ESPxPage 1ContraCapaProvaEsp