BOLETIM DE PESSOAL MAIO– 2013

Download BOLETIM DE PESSOAL MAIO– 2013

Post on 09-Jan-2017

212 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

<ul><li><p>1 </p><p>BOLETIM DE PESSOAL </p><p>MAIO 2013 </p></li><li><p>2 </p></li><li><p>3 </p><p>DIRETORIA </p><p>MRCIO SILVA BASLIO Diretor-Geral </p><p> IRLEN ANTNIO GONALVES </p><p>Vice-Diretor </p><p>PAULO FERNANDES SANCHES JNIOR Diretor de Planejamento e Gesto </p><p> JAMES WILLIAM GOODWIN JNIOR </p><p>Diretor de Educao Profissional e Tecnolgica </p><p>EDUARDO HENRIQUE LACERDA COUTINHO Diretoria de Extenso e Desenvolvimento Comunitrio </p><p>COMISSO PERMANENTE DE PESSOAL DOCENTE CPPD Presidente </p><p>MARIA DAS GRAAS DE ALMEIDA -Presidente </p><p>Representantes do Magistrio Superior - PAULO FERNANDES SANCHES JNIOR Titular at 03/12 </p><p>- MARIA DAS GRAAS DE ALMEIDA Titular at 03/12 </p><p>Magistrio do Ensino Bsico, Tcnico e Tecnolgico SRGIO LUIZ DA SILVA PITHAN titular at posse novos membros </p><p>RODRIGO GAIBA DE OLIVEIRA titular ANDERSON CRUVINEL MAGALHES Suplente </p><p>MARCELO CARAMURU PIMENTEL FRAGA Suplente MARIA DO SOCORRO LEITE DE OLIVEIRA </p><p>- WILLIAN GERALDO SALLUN Titular at 03/12 - MABEL ROCHA COUTO Suplente at 03/12 </p><p> Representantes designados pelo Diretor-Geral </p><p>MARIA DO SOCORRO LEITE DE OLIVEIRA </p><p>COMISSO INTERNA DE SUPERVISO- CIS- at 10/2013 </p><p>Presidente: DELVAIR PEREIRA DE OLIVEIRA FILHO- </p><p>CARLOS ALBERTO DE OLIVEIRA COSME- Titular MRCIO ANTNIO ROSA-- Titular </p><p>DELVAIR PEREIRA DE OLIVEIRA FILHO- Titular GISLENE DE FTIMA FILHO- Suplente VENCIO JOS MARTINS - Suplente </p><p>FERNANDO LUZIA FRANA - Suplente </p><p>Edio : Superintendncia de Administrao de Pessoal - SAP Superintendente: Letcia Coutinho Velloso </p></li><li><p>4 </p></li><li><p>5 </p><p> INDICE Atos do Conselho Diretor 01 Atos do CEPE 10 Atos do Diretor-Geral 20 Atos da DPG- 51 Atos do Diretor de Planejamento e Gesto 56 </p></li><li><p>6 </p></li><li><p>7 </p><p>ATOS DO CONSELHO DIRETOR </p><p>RESOLUO CD-017/13, de 8 de maio de 2013. </p><p>Aprova o Regulamento para Eleio de Representantes ao Conselho de Ensino, Pesquisa e Extenso do CEFET-MG 2013 a 2015. </p><p>O PRESIDENTE DO CONSELHO DIRETOR DO CENTRO FEDERAL DE EDUCAO TECNOLGICA DE MINAS GERAIS, no uso das atribuies legais e regimentais que lhe so conferidas, considerando o que foi decidido na 405 Reunio do Conselho Diretor, em 2 de abril de 2013, </p><p>RESOLVE: </p><p>Art. 1 Aprovar o Regulamento para Eleio de Representantes ao Conselho de Ensino, Pesquisa e Extenso do CEFET-MG 2013 a 2015. </p><p>Art. 2 Esta Resoluo entra em vigor nesta data, revogadas as disposies em contrrio. </p><p>Publique-se e cumpra-se. </p><p>Prof. Mrcio Silva Baslio Presidente do Conselho Diretor </p><p>REGULAMENTO PARA ELEIO DE REPRESENTANTES AO CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSO DO CEFET-MG 2013 a 2015. </p><p>I - DAS REPRESENTAES </p><p>Art. 1 - O presente regulamento contm as normas para a realizao das eleies de Representantes ao Conselho de Ensino, Pesquisa e Extenso CEPE. </p><p>Art. 2 - Sero eleitos representantes dos segmentos ou nveis de ensino a seguir: </p><p>I 02 (dois) </p><p>Docentes do quadro permanente do CEFET-MG, em efetivo exerccio na Educao Profissional e Tecnolgica, eleitos por seus pares. </p><p>II 02 (dois) </p><p>Docentes do quadro permanente do CEFET-MG, em efetivo exerccio no Ensino de Graduao, eleitos por seus pares. </p><p>III 02 (dois) </p><p>Docentes do quadro permanente do CEFET-MG, em efetivo exerccio nos cursos de ps-graduao stricto sensu, eleitos por seus pares. </p><p>IV 01 (um) </p><p>Docente Pesquisador, portador do ttulo de doutor ou de ttulo equivalente, eleito por seus pares. </p></li><li><p>8 </p><p>V 03 (trs) </p><p>Tcnico-administrativo do quadro permanente do CEFET-MG, em efetivo exerccio no CEFET-MG, eleitos por seus pares. </p><p>VI 03 (trs) </p><p>Discentes, eleitos por seus pares, sendo um do ensino profissional e tecnolgico, um da graduao e um da ps-graduao stricto sensu. </p><p>Art. 3 - A Congregao de cada Unidade constituir uma Comisso Eleitoral Local, formada por trs membros, sendo 01 (um) presidente e 02 (dois) secretrios. </p><p>Pargrafo nico - Caso a Congregao de Unidade assim o desejar, poder ser mantida a Comisso Eleitoral Local, desde que tenha sido designada h menos de 01 (um) ano. </p><p>Art. 4 - Podero se candidatar: </p><p>I Docentes que, nos anos letivos de 2012 ou 2013, tenham atuado, no nvel de ensino no qual pleiteiam sua candidatura: Educao Profissional e Tecnolgica, Graduao ou Ps-Graduao. </p><p>II Docentes Pesquisadores, conforme definido no 2. III Todos os servidores Tcnico-Administrativos. IV Discentes representando o segmento no qual se encontram matriculados na data de </p><p>inscrio. </p><p> 1 - O servidor ou discente que atuar em mais de um segmento ou nvel de ensino s poder se candidatar como representante de um deles. </p><p> 2 - Fica definido como docente pesquisador, para fins de representao no Conselho de Ensino, Pesquisa e Extenso, o docente, portador do ttulo de doutor ou ttulo equivalente, em efetivo exerccio no CEFET-MG, que atenda a pelo menos um dos seguintes requisitos: </p><p>I ser bolsista de produtividade do Conselho Nacional de Desenvolvimento Cientfico e Tecnolgico (CNPq) nas modalidades Produtividade em Pesquisa (PQ) ou Produtividade em Desenvolvimento Tecnolgico e Extenso Inovadora (DT); </p><p>II ser coordenador de projeto de pesquisa financiado por agncias de fomento, como CAPES, CNPq, FAPEMIG ou FINEP; </p><p>III ser coordenador de projeto de Pesquisa e Desenvolvimento (P&amp;D) aprovado no mbito do CEFET-MG, com recursos oriundos de empresas ou organizao pblica ou privada, sem fins lucrativos, nacionais e estrangeiras; </p><p>IV ter publicado, nos ltimos 3 (trs) anos, pelo menos 1 (um) artigo em peridico classificado pela CAPES no sistema Qualis; </p><p>V ter realizado pelo menos 1 (um) depsito, nos ltimos 3 (trs) anos, de pedido de proteo intelectual junto ao Instituto Nacional da Propriedade Industrial, ou rgo equivalente no exterior, sob a forma de patente de inveno ou modelo de utilidade. </p><p>Art. 5 - Os representantes docentes e tcnico-administrativos exercero mandato de 02 (dois) anos e os representantes discentes exercero mandato de 01 (um) ano. </p></li><li><p>9 </p><p>Pargrafo nico Perder a representao o discente que se formar durante a vigncia do seu mandato. </p><p>II - DA INSCRIO </p><p>Art. 6 - A inscrio ser realizada por chapa, em ofcio dirigido Comisso Permanente de Eleies do CEFET-MG, com a indicao do titular e suplente, e com suas respectivas assinaturas. </p><p> 1 - Tanto os titulares quanto os suplentes devero atender aos requisitos estabelecidos no Art. 4. </p><p> 2 Os candidatos devero preencher os dados do formulrio que ser disponibilizado pela comisso eleitoral. </p><p> 3 - No ato da entrega do formulrio preenchido e assinado pelos candidatos, titular e suplente, ser fornecido a eles o comprovante de inscrio com a data e o horrio em que a inscrio foi realizada. </p><p> 4 - As inscries sero realizadas nos dias 20 a 24 de maio de 2013, no horrio de 08:00 s 12:00 horas e de 14:00 s 17:00 horas, na Diretoria de cada Unidade. </p><p> 5 - A Comisso Permanente de Eleies do CEFET-MG homologar as inscries dos candidatos no prazo de 05 (cinco) dias teis, a contar do trmino das inscries. </p><p> 6 - Havendo mais de um candidato inscrito em uma mesma categoria, ser realizado sorteio, pblico, para definir a ordem de colocao dos nomes na cdula. </p><p>III DOS ELEITORES E DAS SEES ELEITORAIS </p><p>Art. 7 - Podero votar: </p><p>I Docentes do quadro permanente. II Docentes Pesquisadores. III Todos os servidores Tcnico-Administrativos. IV Todos os Discentes. </p><p> 1 - Os docentes que, nos anos letivos de 2012 ou 2013, tenham atuado em mais de um nvel de ensino, podero votar nos candidatos a representantes nveis de ensino nos quais atuaram: - Educao Profissional e Tecnolgica, Graduao ou Ps-Graduao. </p><p> 2 - So considerados docentes pesquisadores os docentes do quadro permanente que atendam aos critrios estabelecidos no 2 do Art. 4. </p><p> 3 - O servidor ou discente que atuar em mais de um segmento ou nvel de ensino poder votar em todos eles. </p><p> 4 - Os discentes votaro somente em candidato a representante do nvel de ensino ao qual ele se encontra matriculado no dia da eleio. </p></li><li><p>10 </p><p> 5 - As listas definitivas de eleitores especificaro todas as representaes nas quais o eleitor poder votar. </p><p> 6 - A Comisso Permanente de Eleies divulgar as listas preliminares de eleitores e locais de votao no prazo de 12 (doze) dias teis antes da data da eleio. </p><p> 7 - Os eleitores podem solicitar correes ou alterao do local de votao Comisso Permanente de Eleies do CEFET-MG em at 06 (seis) dias teis antes da data da eleio. </p><p> 8 - A Comisso Permanente de Eleies divulgar a lista definitiva de eleitores e locais de votao no prazo de 4 (quatro) dias teis antes da data da eleio. </p><p>IV DA VOTAO </p><p>Art. 8 - As eleies sero realizadas no dia 19 de junho de 2013, quarta-feira, de 9:00 s 20:00 horas. </p><p>Art. 9 - A votao ser secreta, atravs de cdulas prprias, rubricadas por um dos membros das Comisses Eleitorais Locais e sero depositadas em urnas, instaladas em locais previamente indicados pelas Comisses Eleitorais Locais. </p><p> 1 - O eleitor dever exercer seu direito ao voto no local indicado na lista definitiva de eleitores e locais de votao. </p><p> 2 - No ser permitido voto por procurao ou em separado. </p><p> 3 - Para receber a cdula de votao, o eleitor dever apresentar documento que o identifique e assinar a lista nominal de presena. </p><p> 4 - O eleitor dever marcar com um X o quadro da linha com o nome do seu candidato. </p><p> 5 - As cdulas que contiverem rasuras ou escritos impertinentes de qualquer natureza no sero computadas e o voto ser considerado nulo. </p><p> 6 - Para cada representao ser usada cdula diferenciada por cor ou outro recurso. </p><p>Art. 10 - Sero nomeadas pelas Comisses Eleitorais Locais, em cada um dos campi onde sero realizadas as eleies, mesas coletoras de votos, composta por, no mnimo, 02 (dois) membros. </p><p> 1 - No podero ser nomeados para a mesa coletora de votos membros das chapas inscritas para concorrer eleio. </p><p> 2 - Cada chapa poder indicar um fiscal junto a cada mesa coletora de votos. </p><p>Art. 11 - Encerrada a votao, ser lavrada a ata e, se a apurao no for realizada imediatamente, as mesas coletoras de votos lacraro as urnas, rubricando sobre o lacre, convidando os candidatos e fiscais presentes para tambm rubricarem, se o desejarem. </p><p>V - DA APURAO </p></li><li><p>11 </p><p>Art. 12 - A apurao dos votos ser pblica e ser iniciada, sempre que possvel, logo aps o encerramento dos trabalhos de votao. </p><p> 1 - No sendo possvel iniciar a apurao imediatamente aps a votao, dever ser marcado pela Comisso Eleitoral Local o horrio para sua realizao no dia seguinte ao da votao; e neste caso as urnas sero guardadas em local indicado pela Comisso Eleitoral Local e sob sua responsabilidade. </p><p> 2 - A apurao ser realizada, de preferncia, pelos mesmos componentes das mesas coletoras de votos, em local indicado pelas Comisses Eleitorais Locais. </p><p> 3 - Cada chapa poder indicar um fiscal de apurao. </p><p>Art. 13 - Encerrada a apurao, os votos sero recolocados nas urnas, que sero lacradas e rubricadas sobre o lacre, convidando-se os candidatos e fiscais presentes para tambm rubricarem, se o desejarem, lavrando-se em seguida a respectiva ata. </p><p>Pargrafo nico - as urnas lacradas, junto com as atas, sero enviadas Comisso Permanente de Eleies do CEFET-MG, que far a totalizao dos votos. </p><p>Art. 14 - Feita a totalizao dos votos, sero publicados os resultados, no prazo de 09 (nove) dias teis, contados do encerramento da votao. </p><p> 1 - Sero consideradas eleitas as chapas mais votadas de cada categoria. </p><p> 2 - Em caso de empate, ser considerada eleita a chapa cujo servidor titular tiver o maior tempo de efetivo exerccio no CEFET-MG; persistindo o empate, ser considerada eleita a chapa cujo titular for o mais velho. </p><p> 3 - Em caso de empate, ser considerada eleita a chapa cujo discente titular for o mais velho. </p><p> 4 - No havendo recurso, ser proclamado o resultado. </p><p>VI - DOS RECURSOS </p><p>Art. 15 - Caber recurso Comisso Permanente de Eleies do CEFET-MG, dentro de 02 (dois) dias teis, contadas da ocorrncia do ato recorrido. </p><p>Pargrafo nico - Os recursos sero julgados no prazo de 02 (dois) dias teis, contados da data de sua apresentao. </p><p>Art. 16 - O resultado final, no caso de ter ocorrido recurso, ser publicado no dia imediatamente posterior aos 02 (dois) dias previstos no pargrafo nico do art. 15. </p><p>VII - DA POSSE </p><p>Art. 17 - A posse dos representantes eleitos ser realizada at 12 de julho de 2013, em dia a ser determinado pelo Diretor-Geral do CEFET-MG. </p><p>VIII - DAS DISPOSIES GERAIS </p><p>Art. 18 - A impugnao a qualquer das normas contidas neste Regulamento dever ser dirigida, at as 13:00 horas do dia 10 de maio de 2013, Comisso </p></li><li><p>12 </p><p>Permanente de Eleies do CEFET-MG, por intermdio do Setor de Protocolo, por escrito, com fundamentao e devidamente assinada. </p><p>Art. 19 - Os casos omissos sero resolvidos pela Comisso Permanente de Eleies do CEFET-MG. </p><p>Belo Horizonte, 08 de maio de 2013. </p><p>Mrcio Silva Baslio </p><p>Presidente do Conselho Diretor </p><p>Calendrio da Eleio de Representantes ao Conselho de Ensino, Pesquisa e Extenso do CEFET-MG 2013 a 2015. </p><p>Publicao do Regulamento 08/05/2013 quarta-feira </p><p>Prazo para impugnao das normas do Regulamento </p><p>10/05/2013 sexta- feira at s 13:00 h </p><p>Divulgao final do Regulamento </p><p>15/05/2013 quarta-feira </p><p>Inscries dos candidatos 20 a 24/05/2013 de 2 </p><p>a 6 feira </p><p>de 8:00 s 12:00 e </p><p>de 14:00 s 17:00 h </p><p>Homologao das inscries e divulgao das listas de eleitores </p><p>03/06/2013 segunda-feira </p><p>Eleio 19/06/2013 quarta-</p><p>feira </p><p>de 9:00 s 20:00 h </p><p>Homologao e publicao dos resultados </p><p>03/07/2013 quarta-feira </p><p>Posse </p><p>at 12/07/2013 </p><p> ATOS DO CEPE </p><p>RESOLUO CEPE-14/13, de 28 de maio de 2013. </p></li><li><p>13 </p><p>Aprova o Edital do Processo Pblico para Seleo e Admisso de Novos Alunos Regulares para o Curso de Mestrado em Engenharia Eltrica 2 semestre de 2013. </p><p>O PRESIDENTE DO CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSO DO CENTRO FEDERAL DE EDUCAO TECNOLGICA DE MINAS GERAIS, no uso das atribuies legais e regimentais que lhe so conferidas, considerando o que consta do Processo n 23062.000912/2013-85, ad referendum do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extenso, </p><p>RESOLVE: </p><p>Art. 1 Aprovar o Edital do Processo Pblico para Seleo e Admisso de Novos Alunos Regulares para o Curso de Mestrado em Engenharia Eltrica 2 semestre de 2013. </p><p>Art. 2 Esta Resoluo entra em vigor nesta data, revogadas as disposies em contrrio. </p><p>Anexo Edital do Processo Pblico e Admisso de Novos Alunos Regulares para o Curso de Mestrado em Engenharia Eltrica </p><p>Publique-se e cumpra-se. </p><p>Prof. Mrcio Silva Baslio </p><p>Presidente do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extenso </p><p>RESOLUO CEPE-15/13, de 28 de maio de 2013. </p><p>Aprova o Edital do Processo Pblico para Seleo e Admisso de Alunos Especiais para o Curso de Mestrado em Engenharia Eltrica 2 semestre de 2013. </p><p>O PRESIDENTE DO CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSO DO CENTRO FEDERAL DE EDUCAO TECNOLGICA DE MINAS GERAIS, no uso das atribuies legais e regimentais que lhe so conferidas, considerando o que consta do Processo n 23062.000913/2013-20, ad referendum do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extenso, </p><p>RESOLVE: </p><p>Art. 1 Aprovar o Edital do Processo Pblico para Seleo e Admisso de Alunos Especiais para o Curso de Mestrado em Engenharia Eltrica 2 semestre de 2013. </p><p>Art. 2 Esta Resoluo entra em vigor nesta data, revogadas as disposies em contrrio. </p></li><li><p>14 </p><p>Publique-se e cumpra-se. </p><p>Prof. Mrcio Silva Baslio </p><p>Presidente do...</p></li></ul>