xx exame direito constitucional - questões de concursos · pdf filexx exame de ordem...

Click here to load reader

Post on 07-Nov-2018

217 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • SEU CADERNO

    TEMPO

    NO SER PERMITIDO

    INFORMAES GERAIS

    Alm deste caderno de rascunho contendo o

    enunciado da pea prtico-profissional e das quatro

    questes discursivas, voc receber do fiscal de sala:

    um caderno destinado transcrio dos textos

    definitivos das respostas.

    5 horas o tempo disponvel para a realizao da

    prova, j incluindo o tempo para preenchimento

    do caderno de textos definivos.

    2 horas aps o incio da prova possvel rerar-se

    da sala, sem levar o caderno de rascunho.

    1 hora antes do trmino do perodo de prova

    possvel rerar-se da sala levando o caderno de

    rascunho.

    Qualquer tipo de comunicao entre os examinandos.

    Levantar da cadeira sem a devida autorizao do

    fiscal de sala.

    Portar aparelhos eletrnicos, tais como bipe,

    telefone celular, walkman, agenda eletrnica,

    notebook, palmtop, receptor, gravador, telefone

    celular, mquina fotogrfica, controle de alarme

    de carro etc., bem como relgio de qualquer

    espcie, protetor auricular, culos escuros ou

    quaisquer acessrios de chapelaria, tais como

    chapu, bon, gorro etc., e ainda lpis, lapiseira,

    borracha e/ou corretivo de qualquer espcie.

    Usar o sanitrio ao trmino da prova, aps deixar

    a sala.

    Verifique se a disciplina constante da capa deste caderno

    coincide com a registrada em seu caderno de textos

    definitivos. Caso contrrio, notifique imediatamente o fiscal

    da sala, para que sejam tomadas as devidas providncias.

    Confira seus dados pessoais, especialmente nome, nmero

    de inscrio e documento de identidade e leia atentamente

    as instrues para preencher o caderno de textos definitivos.

    Assine seu nome, no espao reservado, com caneta

    esferogrfica transparente de cor azul ou preta.

    As questes discursivas so identificadas pelo nmero que se

    situa acima do seu enunciado.

    No ser permitida a troca do caderno de textos definitivos

    por erro do examinando.

    Para fins de avaliao, sero levadas em considerao

    apenas as respostas constantes do caderno de textos

    definitivos.

    A FGV coletar as impresses digitais dos examinandos na lista de presena .

    Os 3 (trs) ltimos examinandos de cada sala s podero sair

    juntos, aps entregarem ao fiscal de aplicao os documentos

    que sero utilizados na correo das provas. Esses examinandos

    podero acompanhar, caso queiram, o procedimento de

    conferncia da documentao da sala de aplicao, que ser

    realizada pelo Coordenador da unidade, na Coordenao do

    local de provas. Caso algum desses examinandos insista em sair

    do local de aplicao antes de autorizado pelo fiscal de aplicao,

    dever assinar termo desistindo do Exame e, caso se negue, ser

    lavrado Termo de Ocorrncia, testemunhado pelos 2 (dois)

    outros examinandos, pelo fiscal de aplicao da sala e pelo

    Coordenador da unidade de provas.

    Boa prova!

    DIREITO CONSTITUCIONALPROVA PRTICO - PROFISSIONAL

    Qualquer semelhana nominal e/ ou situacional presente nos enunciados das questes mera coincidncia

    XX EXAME DE ORDEM UNIFICADO

  • XX EXAME DE ORDEM UNIFICADO PROVA PRTICO-PROFISSIONAL DIREITO CONSTITUCIONAL Pgina 2

    *ATENO: ANTES DE INICIAR A PROVA, VERIFIQUE SE TODOS OS SEUS APARELHOS ELETRNICOS FORAM ACONDICIONADOS E LACRADOS DENTRO DA EMBALAGEM PRPRIA. CASO A QUALQUER MOMENTO DURANTE A REALIZAO DO EXAME VOC SEJA FLAGRADO PORTANDO QUAISQUER EQUIPAMENTOS PROIBIDOS PELO EDITAL, SUAS

    PROVAS PODERO SER ANULADAS, ACARRETANDO EM SUA ELIMINAO DO CERTAME. ------------------------------------------------------------------------- PEA PRTICO-PROFISSIONAL

    O Prefeito do Municpio Alfa, preocupado com a adequada conduta no seu mandato, procura o presidente nacional do seu partido poltico Beta, o qual possui representao no Congresso Nacional, e informa que a Lei Orgnica do Municpio Alfa, publicada em 30 de maio de 1985, estabelece, no seu Art. 11, diversas condutas como crime de responsabilidade do Prefeito, entre elas o no atendimento, ainda que justificado, a pedido de informaes da Cmara Municipal, inclusive com previso de afastamento imediato do Prefeito a partir da abertura do processo poltico. Informou, tambm, que a mesma Lei Orgnica, em seu Art. 12, contm previso que define a competncia de processamento e julgamento do Prefeito pelo cometimento de crimes comuns perante Justia Estadual de primeira instncia. Por fim, informou que, em razo de disputa poltica local, houve recente representao oferecida por Vereadores da oposio com o objetivo de instaurar processo de apurao de crime de responsabilidade com fundamento no referido Art. 11 da Lei Orgnica, a qual poder ser analisada a qualquer momento. O partido poltico, aps o devido trmite interno estabelecido no seu estatuto, conclui que a norma municipal est em dissonncia com a CRFB/88 e decide adotar providncia judicial em relao ao tema.

    Considerando a situao narrada, na condio de advogado(a) do partido poltico Beta, utilizando-se do instrumento constitucional adequado, elabore a medida judicial de controle objetivo cabvel. (Valor: 5,00)

    Obs.: o examinando deve fundamentar suas respostas. A mera citao do dispositivo legal no confere pontuao.

  • XX EXAME DE ORDEM UNIFICADO PROVA PRTICO-PROFISSIONAL DIREITO CONSTITUCIONAL Pgina 3

    01

    02

    03

    04

    05

    06

    07

    08

    09

    10

    11

    12

    13

    14

    15

    16

    17

    18

    19

    20

    21

    22

    23

    24

    25

    26

    27

    28

    29

    30

  • XX EXAME DE ORDEM UNIFICADO PROVA PRTICO-PROFISSIONAL DIREITO CONSTITUCIONAL Pgina 4

    31

    32

    33

    34

    35

    36

    37

    38

    39

    40

    41

    42

    43

    44

    45

    46

    47

    48

    49

    50

    51

    52

    53

    54

    55

    56

    57

    58

    59

    60

  • XX EXAME DE ORDEM UNIFICADO PROVA PRTICO-PROFISSIONAL DIREITO CONSTITUCIONAL Pgina 5

    61

    62

    63

    64

    65

    66

    67

    68

    69

    70

    71

    72

    73

    74

    75

    76

    77

    78

    79

    80

    81

    82

    83

    84

    85

    86

    87

    88

    89

    90

  • XX EXAME DE ORDEM UNIFICADO PROVA PRTICO-PROFISSIONAL DIREITO CONSTITUCIONAL Pgina 6

    91

    92

    93

    94

    95

    96

    97

    98

    99

    100

    101

    102

    103

    104

    105

    106

    107

    108

    109

    110

    111

    112

    113

    114

    115

    116

    117

    118

    119

    120

  • XX EXAME DE ORDEM UNIFICADO PROVA PRTICO-PROFISSIONAL DIREITO CONSTITUCIONAL Pgina 7

    121

    122

    123

    124

    125

    126

    127

    128

    129

    130

    131

    132

    133

    134

    135

    136

    137

    138

    139

    140

    141

    142

    143

    144

    145

    146

    147

    148

    149

    150

  • XX EXAME DE ORDEM UNIFICADO PROVA PRTICO-PROFISSIONAL DIREITO CONSTITUCIONAL Pgina 8

    QUESTO 1

    Um candidato a Presidente da Repblica, em discurso durante a campanha eleitoral, fez as proposies a seguir para seus eleitores:

    i. que iria revogar imediatamente uma medida provisria nociva ao interesse pblico, que foi editada em 10 de setembro de 2001, antes, portanto, da promulgao da Emenda Constitucional n 32/01 (que at hoje no foi apreciada pelo Congresso Nacional);

    ii. que iria editar medida provisria para modificar alguns artigos da Lei n 6.815/80, mais especificamente aqueles que tratam da naturalizao do estrangeiro residente no Brasil, bem como fixar novas regras processuais da Lei n 8.078/90, que instituiu o Cdigo de Defesa do Consumidor.

    A partir da hiptese apresentada, com base nas regras do processo legislativo brasileiro, responda aos itens a seguir.

    A) constitucionalmente possvel revogar uma Medida Provisria que tenha sido editada h vrios anos e que ainda no tenha sido objeto de apreciao pelo Congresso Nacional, ou seja, no tenha sido rejeitada, nem convertida em lei, tal qual consta na primeira proposio feita pelo candidato? Justifique. (Valor: 0,65)

    B) A segunda proposio feita pelo candidato no sentido de editar Medida Provisria com o intuito de regular a naturalizao do estrangeiro residente no Brasil, bem como fixar novas regras processuais do Cdigo de Defesa do Consumidor encontra amparo constitucional? Justifique. (Valor: 0,60)

    Obs.: sua resposta deve ser fundamentada. A simples meno ao dispositivo legal no ser pontuada.

  • XX EXAME DE ORDEM UNIFICADO PROVA PRTICO-PROFISSIONAL DIREITO CONSTITUCIONAL Pgina 9

    01

    02

    03

    04

    05

    06

    07

    08

    09

    10

    11

    12

    13

    14

    15

    16

    17

    18

    19

    20

    21

    22

    23

    24

    25

    26

    27

    28

    29

    30

  • XX EXAME DE ORDEM UNIFICADO PROVA PRTICO-PROFISSIONAL DIREITO CONSTITUCIONAL Pgina 10

    QUESTO 2

    O Presidente da Repblica edita medida provisria estabelecendo novo projeto de ensino para a educao federal no Pas, que, dentre outros pon

View more