www.aulasparticulares.info - história – era vargas

Download www.AulasParticulares.Info - História – Era Vargas

Post on 09-Jul-2015

407 views

Category:

Education

3 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

História - VideoAulas Sobre Era Vargas – Faça o Download desse material em nosso site. Acesse www.AulasParticulares.Info

TRANSCRIPT

A ERA VARGAS II

A ERA VARGAS II1A educao e a cultura na Era Vargas;O que significa ser brasileiro;Nacionalismo e propaganda;Instrumentos de propaganda poltica;A educao na Era Vargas;Erudito e popular;O teatro de revista;O cinema nacional;O rdio e a poltica;

O QUE VAMOS APRENDER SOBRE A ERA VARGAS?2O Brasil depois de 1945;O retorno democracia; Constituio de 1946;O governo Dutra;O segundo governo de Vargas;Poltica de desenvolvimento industrial;Tenses sociais;Campanha contra o crescimento. 3A EDUCAO E A CULTURA NA ERA VARGAS

O que significa ser brasileiro?

Desde o incio do sculo XX os intelectuais brasileiros deram importncia a construo da identidade nacional brasileira. Essa preocupao com a identidade peculiar do povo brasileiro e seus traos fundamentais esteve presentes na semana de arte moderna de 1922.

4Educao e Cultura na Era VargasNacionalismo5

Durante o Estado Novo, dcada de 1930, vrias iniciativas de carter nacional foram desenvolvidas em diversas reas da cultura, e por isso muitos intelectuais atuaram direta ou indiretamente no Estado Novo, como Carlos Drummond de Andrade, Manuel Bandeira, Ansio Teixeira ,Gustavo de Capanema, Mario de Andrade e Heitor Villa-Lobos.

6 Nacionalismo e propaganda

A exaltao de um ideal nacionalista por parte do governo de Getulio Vargas teve tambm um propsito de auxiliar a poltica centralizadora do governo, muitas vezes essa poltica ia contra as elites regionais. O Estado Novo difundiu uma ideologia forte entre as camadas mais populares, para isso foi criado em 1939 o DIP ou Departamento de Imprensa e Propaganda que tinha como funo coordenar e controlar as produes artsticas internas e externas do estado. O rgo dirigia a radiodifuso oficial do governo, as manifestaes cvicas, festas patriticas, exposio e concertos.

7Educao e Cultura na Era VargasNacionalismoNacionalismo e propaganda8Responda O que foi e qual a importncia do DIP?

O Estado Novo difundiu uma ideologia forte entre as camadas mais populares, para isso foi criado em 1939 o DIP ou Departamento de Imprensa e Propaganda que tinha como funo coordenar e controlar as produes artsticas internas e externas do estado. O rgo dirigia a radiodifuso oficial do governo, as manifestaes cvicas, festas patriticas, exposio e concertos.

9 Instrumentos de propaganda poltica

A propaganda governamental era feita para jovens e crianas por meio de cartilhas alm de controle de grandes jornais, rdio nacional, propagandas que reproduziam os valores e comportamentos considerados adequados pelo estado. O DIP interferia na produo nacional fazendo apoio a canes que exaltavam o trabalho e iam contra a malandragem.

10Educao e Cultura na Era VargasNacionalismoNacionalismo e propagandaIdeologia DIP 11

Eram comuns festividades cvicas que exaltavam sentimentos de nacionalidade em grandes propores, enchendo estdios de futebol, muitas vezes com execuo de obras artsticas eruditas como a do Heitor Villa-Lobos.

Desfile no dia dos trabalhadores.12Educao e Cultura na Era VargasNacionalismoNacionalismo e propagandaIdeologia DIP Festas cvicas 13

O governo Vargas buscava formar uma nova elite intelectual e organizar a educao em nvel nacional. As medidas tomadas foram importantes e esto at hoje em nossa sociedade.

A educao na Era Vargas

14

Entre as medidas esto a criao do Ministrio da Educao e Sade em 1930 com direo do ministro Francisco Campos e posteriormente com Gustavo Capanema. Nos nveis do ensino fundamental e mdio reformulou-se o currculo seriado, a frequncia obrigatria e a exigncia do diploma de nvel mdio para ingresso no nvel superior.

15

Incentivou-se o ensino profissionalizante, no nvel superior promovesse a criao de novas universidades e conjunto de escolas de nveis superiores. O servio do Patrimnio Histrico Artstico Nacional (SPHAN) que tinha como funo representar simbolicamente a identidade e a memria da nao. Instituto Nacional do Livro que buscava equipar e expandir as bibliotecas pblicas no pas.

16Educao e Cultura na Era VargasNacionalismoNacionalismo e propagandaIdeologia DIP Festas cvicas Educao17Responda: Quais foram s medidas inovadoras tomadas pelo governo de Vargas durante o Estado Novo na educao?Nos nveis do ensino fundamental e mdio reformulou-se o currculo seriado, a frequncia obrigatria e a exigncia do diploma de nvel mdio para ingresso no nvel superior. Incentivou-se o ensino profissionalizante, no nvel superior promovesse a criao de novas universidades e conjunto de escolas de nveis superiores.

18

Erudito e popular

Imprensa escrita, o rdio e cinema forma muitas vezes usados para transformar o gosto popular em um padro considerado culto pelo governo. O rdio difundiu a msica erudita e os programas de leitura de clssicos literrios, o cinema nacional contou com iniciativas de produo esteticamente corretas para o padro internacional. Mas essas tentativas fracassaram.

19Era muito comum na Era Vargas o teatro de revista, uma pea de teatro com dana, msica e dilogo irnicos, que procurava comentar acontecimentos da realidade cotidiana, da vida social e poltica do pas para divertir o pblico.

A proximidade com os rgos pblicos no Rio de Janeiro ofereciam muito material para piadas e crnicas para esse tipo de teatro.O teatro de revista

20Educao e Cultura na Era VargasNacionalismoNacionalismo e propagandaIdeologia DIP Festas cvicas EducaoTeatro21Responda: O que foi o teatro de revista?

Era muito comum na Era Vargas o teatro de revista, uma pea de teatro com dana, msica e dilogo irnicos, que procurava comentar acontecimentos da realidade cotidiana, da vida social e poltica do pas para divertir o pblico.

22 As primeiras tentativas de industrializao do cinema nacional foi na Era Vargas, onde o estado proporcionou a realizao dos primeiros filmes do Brasil. Mas no conseguiu acompanhar a rede cinematogrfica Norte- Americana, que expandiu e explodiu logo em seguida.

O cinema nacional23Educao e Cultura na Era VargasNacionalismoNacionalismo e propagandaIdeologia DIP Festas cvicas EducaoTeatroCinema 24

O rdio e a poltica

Foi no perodo Vargas que se difundiu o modelo de jornalismo muito comum em grandes meios de comunicao de hoje em dia, que busca a credibilidade com base na preciso e credibilidade. O pioneirismo desse tipo de modelo foi o Reprter Esso.

25Alm da criao da A Hora do Brasil, que ia ao ar todo o dia as 18 horas, comunicava-se as medidas do governo, promovia-se eventos artsticos e culturais. Alis o rdio foi uma excelente ferramenta de manipulao e alienao da populao.

26Educao e Cultura na Era VargasNacionalismoNacionalismo e propagandaIdeologia DIP Festas cvicas EducaoTeatroRdio Cinema 27O retorno democracia.

Depois da deposio de Vargas o cargo de presidente foi provisoriamente ocupado pelo presidente do Supremo Tribunal Federal. No final de 1945 os brasileiros votaram o novo presidente do pas, parlamentares responsveis e uma nova constituio, a quarta da Repblica. Nas eleies venceu Eurico Gaspar Dutra que foi apoiado por Vargas.

O BRASIL DEPOIS DE 1945

28Constituio de 1946

A constituio de 1946 marcou o retorno da democracia sociedade brasileira. Manteve-se o voto obrigatrio aos maiores de 18 anos e analfabetos continuaram excludos. O direito a greve foi reconhecido aos trabalhadores.

29Educao e Cultura na Era VargasNacionalismoNacionalismo e propagandaIdeologia DIP Festas cvicas EducaoTeatroRdio Cinema Constituio de 46 30

Foram criados novos partidos polticos, PSD (Partido Social Democrtico), UDN (Unio Democrtica Nacional), PTB (Partido Trabalhista Brasileiro) e o PCB (Partido Comunista do Brasil), o PCB se reorganizou.

31Educao e Cultura na Era VargasNacionalismoNacionalismo e propagandaIdeologia DIP Festas cvicas EducaoTeatroRdio Cinema Constituio de 46 Diversidade partidria 32

O governo Dutra

Aps a eleio do General Dutra a democracia passou a receber novas restries com influncias da Guerra Fria, como o Brasil tinha se aproximado dos EUA uma das medidas foi fechar o PCB.

33Educao e Cultura na Era VargasNacionalismoNacionalismo e propagandaIdeologia DIP Festas cvicas EducaoTeatroRdio Cinema Constituio de 46 Diversidade partidria Governo de Gaspar Dutra34O governo liberou as importaes, o que acabou com as reservas de moedas estrangeiras acumuladas durante a guerra. A inflao voltou e as contas pblicas ficaram em desequilbrio, nos ltimos anos o presidente substitui algumas caractersticas do liberalismo econmico por um maior intervencionismo do estado na economia, mas o estrago j era feito.

35Educao e Cultura na Era VargasNacionalismoNacionalismo e propagandaIdeologia DIP Festas cvicas EducaoTeatroRdio Cinema Constituio de 46 Diversidade partidria Governo de Gaspar DutraCrise inflacionria36 A Volta de VargasAps a pssima administrao poltica e econmica de Gaspar Dutra, a prpria populao comeou a lembrar saudosamente os anos de estabilidade econmica do perodo Vargas. Vendo a possibilidade e sua popularidade, Vargas se candidata e ganha facilmente as eleies para presidente da Repblica, o que faria voltar pela segunda vez a exercer o cargo, mas dessa vez de assumiu de forma democrtica.37Educao e Cultura na Era VargasNacionalismoNacionalismo e propagandaIdeologia DIP Festas cvicas EducaoTeatroRdio Cinema Constituio de 46 Diversidade partidria Governo de Gaspar DutraCrise inflacionria2 Governo de Vargas38Responda: Quais foram os motivos que possibilitaram a volta de Vargas ao poder, mesmo aps um governo ditatorial?

Aps a pssima administrao poltica e econmica de Gaspar Dutra, a prpria populao comeou a lembrar saudosamente os anos de estabilidade econmica do perodo Vargas. Vendo a possi