workshop responsabilidade civil extracontratual do estado o direito de indemnização das empresas e...

Download Workshop Responsabilidade Civil Extracontratual do Estado O Direito de Indemnização das Empresas e Particulares 19 de Fevereiro de 2009

If you can't read please download the document

Post on 16-Apr-2015

108 views

Category:

Documents

3 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • Slide 1
  • Workshop Responsabilidade Civil Extracontratual do Estado O Direito de Indemnizao das Empresas e Particulares 19 de Fevereiro de 2009
  • Slide 2
  • Lei n. 67/2007 de 31 de Dezembro Regime da Responsabilidade Civil Extracontratual do Estado e Demais Entidades Pblicas
  • Slide 3
  • Decreto-lei n. 48051 de 21.11.1967 -Durante dcadas era este o diploma que regulava o regime da responsabilidade civil extracontratual do Estado e demais entidades pblicas no domnio dos actos de gesto pblica. -Considerava-se que abrangia apenas os actos integrados na funo administrativa do Estado, sendo por essa razo inaplicvel aos actos integrados na funo jurisdicional e na funo legislativa.
  • Slide 4
  • mbito de Aplicao Regimes Especiais Privao injustificada da liberdade Sentena penal condenatria injusta Lei n. 34/87 que define os crimes de responsabilidade dos titulares de cargos polticos
  • Slide 5
  • A nova lei pretende normatizar toda a aco funcional do Estado, com excepo dos danos decorrentes da privao de liberdade ilegal ou injustificada e da condenao penal injusta.
  • Slide 6
  • Entrada em vigor e Aplicao da lei no tempo
  • Slide 7
  • A Lei 67/2007 de 31 de Dezembro entrou em vigor a 31 de Janeiro de 2008, revogando o decreto anteriormente em vigor. A Lei 67/2007 de 31 de Dezembro no prev um regime transitrio, aplicando-se a factos ocorridos aps a sua entrada em vigor.
  • Slide 8
  • Prescrio O direito indemnizao por responsabilidade civil extracontratual do Estado, das demais pessoas colectivas de direito pblico e dos titulares dos respectivos rgos, funcionrios e agentes bem como o direito de regresso prescrevem nos termos do artigo 498. do Cdigo Civil, sendo - lhes aplicvel o disposto no mesmo Cdigo em matria de suspenso e interrupo da prescrio.
  • Slide 9
  • Prazo de Prescrio do Direito Indemnizao = 3 Anos A contar da data em que o lesado, conhecendo a verificao dos pressupostos que condicionam a responsabilidade, soube ter direito indemnizao pelos danos que sofreu.
  • Slide 10
  • Obrigao de indemnizar A responsabilidade prevista na presente lei compreende os danos patrimoniais e no patrimoniais, bem como os danos j produzidos e os danos futuros, nos termos gerais de direito.
  • Slide 11
  • Delimitao subjectiva: Que entidades esto sujeitas ao presente regime?
  • Slide 12
  • Estado, Regies Autnomas e demais Pessoas colectivas de direito pblico Pessoas colectivas de direito privado que exeram poderes de autoridade Pessoas singulares: titulares de rgos, funcionrios ou agentes
  • Slide 13
  • DIREITO DE REGRESSO O exerccio do direito de regresso pelo Estado contra os titulares de rgos, funcionrios ou agentes responsveis, nos casos em que se encontra previsto na lei, obrigatrio.
  • Slide 14
  • Regime da Responsabilidade Civil Extracontratual do Estado e Demais Entidades Pblicas Lei 67/2007* Por Danos Decorrentes do Exerccio da Funo Administrativa Por Facto IlcitoPelo Risco Por Danos Decorrentes do Exerccio da Funo Jurisdicional Por Danos Decorrentes da Funo Poltico- Legislativa Indemnizao pelo Sacrifcio * Alterada pela Lei 31/2008, de 17 de Julho
  • Slide 15
  • Funo Administrativa () correspondem ao exerccio da funo administrativa as aces e omisses adoptadas no exerccio de prerrogativas de poder pblico ou reguladas por disposies ou princpios de direito administrativo. (artigo 1 n. 2)
  • Slide 16
  • Responsabilidade Civil por Factos Decorrentes do Exerccio da Funo Administrativa 1. Responsabilidade por Facto Ilcito 2. Responsabilidade pelo Risco
  • Slide 17
  • Responsabilidade por Facto Ilcito Pressupostos: Aco ou Omisso Ilcitas Culpa do Agente Dano Nexo de causalidade
  • Slide 18
  • Responsabilidade pelo Risco Pressupostos materiais: Carcter de especial perigosidade da actividade, coisa ou servio Verificao de um dano na esfera jurdica de terceiro Nexo de causalidade entre a actuao da entidade pblica e o dano Circunstancia de o dano se no tornar imputvel a um facto de forar maior Dano Imputabilidade Administrao ou titular do rgo
  • Slide 19
  • Responsabilizao do agente que tenha provocado um dano Possibilidade de responsabilizar directamente o agente que tenha provocado o dano Eliminao de obstculos formais concesso de uma indemnizao quando exista um dano Definio de regras de responsabilidade em novas reas onde a legislao era inexistente ou incompleta: responsabilidade poltico-legislativa responsabilidade pelo exerccio da funo judicial Principais Alteraes
  • Slide 20
  • Indemnizao pelo Sacrifcio Direito de indemnizao por imposio de encargos e produo de danos especiais e anormais por razes de interesse pblico. O Estado e as demais entidades pblicas tm o dever de indemnizar, no obstante terem actuado licitamente.
  • Slide 21
  • Danos Especiais: danos ou encargos que incidam sobre uma pessoa ou um grupo, sem afectarem a generalidade das pessoas Danos Anormais: danos ou encargos que ultrapassam os custos da prpria vida em sociedade
  • Slide 22
  • Responsabilidade Civil por Danos Decorrentes do Exerccio da Funo Poltico-Legislativa O dever de indemnizar por facto da funo legislativa abrange: Responsabilidade por aco Responsabilidade por omisso Pressupostos Ilicitude Culpa Dano anormais Nexo de causalidade
  • Slide 23
  • Responsabilidade Civil por Danos Decorrentes do Exerccio da Funo Politico-Legislativa Pressupostos Ilicitude Violao de direitos ou interesses legalmente protegidos dos cidados. Desconformidade com a Constituio, o direito internacional, o direito comunitrio ou acto legislativo de valor reforado. Danos Os danos que ultrapassando os custos prprios da vida em sociedade, meream pela sua gravidade, a tutela do direito.
  • Slide 24
  • Aplicao da Lei n. 67/2007, de 31 de Dezembro, Administrao Fiscal face ao Contribuinte Tnia Pinheiro
  • Slide 25
  • A relao jurdica tributria como fonte potencial de danos: - Nem toda a diminuio do patrimnio do Contribuinte d lugar a obrigao de indemnizao. - As formas de agresso legtima do patrimnio do Contribuinte tm que respeitar um conjunto de princpios e regras, determinadas no mbito da mais estrita legalidade.
  • Slide 26
  • -A Administrao Fiscal est sujeita a deveres que lhe so cometidos por lei para o cumprimento correcto da obrigao de imposto. -A situao particularmente importante quando um erro da Administrao Fiscal pode determinar leses ao bom nome comercial, profissional ou empresarial do Contribuinte.
  • Slide 27
  • Responsabilidade Civil por Factos Decorrentes do Exerccio da Funo Administrativa Responsabilidade por Facto Ilcito Responsabilidade pelo Risco Por Aco ou Por Omisso
  • Slide 28
  • Responsabilidade por Facto Ilcito no exerccio da funo administrativa e por causa desse exerccio O Estado e as demais pessoas colectivas de direito pblico so exclusivamente responsveis pelos danos que resultem de aces ou omisses ilcitas, cometidas com culpa leve, pelos titulares dos seus rgos, funcionrios ou agentes, no exerccio da funo administrativa e por causa desse exerccio.
  • Slide 29
  • Responsabilidade por Facto Ilcito -Responsabilidade funcional: danos resultantes de actos praticados no exerccio de funes ou por causa desse exerccio -Responsabilidade pessoal: danos resultantes de actos dos titulares dos rgos ou agentes que excedam o limite de funes ou praticados com dolo
  • Slide 30
  • Responsabilidade Civil por Factos Decorrentes do Exerccio da Funo Administrativa Responsabilidade por Facto Ilcito Parte I - Direitos e deveres fundamentais Artigo 22. (Responsabilidade das entidades pblicas) O Estado e as demais entidades pblicas so civilmente responsveis, em forma solidria com os titulares dos seus rgos, funcionrios ou agentes, por aces ou omisses praticadas no exerccio das suas funes e por causa desse exerccio, de que resulte violao dos direitos, liberdades e garantias ou prejuzo para outrem.
  • Slide 31
  • Responsabilidade Civil por Factos Decorrentes do Exerccio da Funo Administrativa Responsabilidade por Facto Ilcito Regime Anterior Responsabilidade exclusiva da Administrao Responsabilidade exclusiva da Administrao com direito de regresso Responsabilidade solidria da administrao Responsabilidade exclusiva dos titulares de rgos, funcionrios ou agentes Regime Actual Responsabilidade exclusiva da Administrao Responsabilidade pessoal dos titulares dos seus rgos funcionrios ou agentes (Responsabilidade solidria da Administrao)
  • Slide 32
  • Responsabilidade Civil por Factos Decorrentes do Exerccio da Funo Administrativa Responsabilidade por Facto Ilcito Responsabilidade exclusiva da Administrao por danos que resultem de aces ou omisses ilcitas, cometidas com culpa leve Responsabilidade pessoal dos titulares dos seus rgos, funcionrios ou agentes no caso de actuarem com dolo ou culpa grave, havendo sempre responsabilidade solidria da pessoa colectiva pblica
  • Slide 33
  • Responsabilidade Civil por Factos Decorrentes do Exerccio da Funo Administrativa Responsabilidade por Facto Ilcito Direito de regresso 1.O exerccio do direito de regresso, nos casos em que este se encontra previsto na presente lei, obrigatrio, sem prejuzo do procedimen

Recommended

View more >