workshop business design inventta

3
O DESIGN THINKING COMO FERRAMENTA DE DESENVOLVIMENTO DE NOVOS NEGÓCIOS, ESTRATÉGIAS, PRODUTOS E SERVIÇOS. E estão ajudando a criar uma cultura de inovação em suas organizações. Mais de 500 profissionais já passaram por essa experiência com a Inventta. Essas pessoas criaram mais de 100 projetos inovadores. Vivemos num mundo líquido com organizações sólidas." Zygmunt Bauman Maior quantidade de ofertas similares no mercado, facilidade de cópia, o impacto delas no meio ambiente e na vida das pessoas, a facilidade de difusão e busca de informação, o estilo de vida como direcionador do consumo, a fluidez e velocidade das mudanças da sociedade e do comportamento das pessoas. Hoje os negócios contam com mais variáveis que há algum tempo atrás. Essas variáveis se associam a questões mercadológicas tradicionais, criando cenários mais complexos que necessitam de novas metodologias de resolução. workshop DESIGN business

Upload: inventta

Post on 01-Dec-2014

398 views

Category:

Recruiting & HR


1 download

DESCRIPTION

Um workshop in-company que apresenta o universo da inovação e do design de forma prática. A experiência de vivenciar o processo de Design Thinking e inovação que aplicamos em nossos projetos a partir de uma organização comungando aspectos de comportamentos, negócios e tecnologias.

TRANSCRIPT

Page 1: Workshop Business Design Inventta

O DESIGN THINKING COMO FERRAMENTA DE DESENVOLVIMENTO DE NOVOS NEGÓCIOS, ESTRATÉGIAS, PRODUTOS E SERVIÇOS.

E estão ajudando a criar uma cultura de

inovação em suas organizações.

Mais de 500 profissionais já passaram por essa experiência com a Inventta.

Essas pessoas criarammais de

100projetos inovadores.

Vivemos num mundo líquido com organizações sólidas." Zygmunt Bauman

Maior quantidade de ofertas similares no mercado, facilidade de cópia, o impacto delas no meio ambiente e na vida das pessoas, a facilidade de difusão e busca de informação, o estilo de vida como direcionador do consumo, a fluidez e velocidade das mudanças da sociedade e do comportamento das pessoas.

Hoje os negócios contam com mais variáveis que há algum tempo atrás.

Essas variáveis se associam a questões mercadológicas

tradicionais, criando cenários mais complexos que necessitam de novas

metodologias de resolução.

workshopDESIGNbusiness

Page 2: Workshop Business Design Inventta

Inovação é pauta estratégica em muitas organizações. É o motor de diferenciação de negócios.

O workshop apresenta esse universo de forma prática

A experiência de vivenciar o processo de Design Thinking e inovação que aplicamos em nossos projetos a partir de organização comungando aspectos de comportamentos, negócios e tecnologias.

As organizações mais inovadoras do mundo encontraram no processo de design a ferramenta ideal neste novo cenário de mundo para entender melhor seus clientes e consumidores e assim desenvolver negócios, produtos, serviços e processos que fossem mais importantes para eles e que gerassem

MAIOR VALOR DE MARCA MAIOR VALOR DE MERCADO MELHORES RESULTADOS

MAS COMO FUNCIONA ESSE PROCESSO?

O QUE EXISTE DENTRO DO UNIVERSO MISTERIOSO E DESCONHECIDO DE

INOVAÇÃO E DESIGN?

workshopDESIGNbusiness

Page 3: Workshop Business Design Inventta

PROTOTIPAÇÃO E CONSTRUÇÃO DO PROJETO

GERAÇÃO DE SOLUÇÕES

5

GERAÇÃO DE IDEIAS

4

INFO-SHARING E DRIVERS DE INOVAÇÃO

3

PESQUISA ETNOGRÁFICA

DE CAMPO

2

A ESTUTURA DO WORKSHOP

O design do mundo e o mundo do design.

ETAPA CONCEITUAL

A partir de uma demanda real do negócio, os participantes passarão pela experiência de buscar soluções utilizando a metodologia de Design Thinking vivenciando todas as etapas do processo de design: a definição e organização do problema, pesquisa etnográfica com consumidores e clientes, ideação, prototipação e desenvolvimento da solução.

O mundo em mutação, cenário de mercado, tendências, o design na cultura organizacional, resultados, cases e conceitos e o processo de design.

A imersão no processo de Design Thinking

ETAPA VIVENCIAL

In Company | 3 dias | 4 grupos multidisciplinares

(19) [email protected]

PROBLEM FRAMING

1 6

workshopDESIGNbusiness

É a oportunidade de se buscar a vivência do cenário real, o contato direto com os indivíduos envolvidos no cenário. É o exercício da habilidade de observar o que é óbvio e ter empatia pelo que não é dito ou mostrado, de descobrir elementos do processo que podem impactar no foco do projeto. É o momento de buscar as experiências das pessoas para depois gerar insights que determinem soluções mais marcantes e significativas para o indivíduo.

Uma boa definição do problema a ser abordado é chave para desenhar o caminho a ser trilhado nas etapas seguintes. É preciso encontrar os personagens envolvidos e ver em quais cenários estão. Quanto mais amplo o caminho, mais possibilidades de soluções se abrirão. mas também é importante definir parâmetros para balizar o trabalho de desenvolvimento.

Com todas as informações obtidas, com todas as percepções anotadas, a equipe se reúne para mostrar tudo a todos.

É o exercício da habilidade de dividir percepções e de ter empatia pela percepção do outro.

É perceber visões e interpretações diferentes de um mesmo cenário, e assim encontrar os insights que definirão os DRIVERS que serão parâmetros para o processo de ideação.

Hora de gerar o maior número possível de idéias, viáveis ou inviáveis, mas que sejam o ponto de partida para mais e mais possibilidades.

É momento de criação de conexões inusitadas, do exercício de pensamento abstrato, de poder romper com paradigmas, da possibilidade de pensar no que parece ser, à princípio, impossível, mas que pode servir como ponto de partida para algo realmente factível.

É hora de unir as melhores partes das melhores idéias e criar um sistema de soluções para depois partir para o conceito final.

Essa solução deve ser balizada e avaliada pelos critérios de viabilidade técnica, viabilidade e atratividade econômica, e envolvimento emocional.

A última etapa é o exercício da habilidade de traduzir a solução desenvolvida em informação visual, uma proposta de projeto.

Aqui as soluções se materializam pela possibilidade de poder “prototipar”, desenhar, construir e testar o que se imagina de solução para finalmente chegar ao projeto final.

É o momento de mostrar os aspectos econômicos, mercadológicos, técnicos e humanos.

Durante o processo vivencial os participantes têm a oportunidade de trazer à consciência e processar o fator comportamental do workshop, analisando os papéis desempenhados no grupo, as tomadas de decisões e a relação dos participantes com os fatores que influenciam no resultado do trabalho.