weg - transformando energia em soluções conceitos bÁsicos o capacitor manobra e proteÇÃo de...

Download WEG - Transformando Energia em Soluções CONCEITOS BÁSICOS O CAPACITOR MANOBRA E PROTEÇÃO DE CAPACITORES 3333 5555 1111HARMÔNICOS 6666 TIPOS DE CORREÇÃO

Post on 17-Apr-2015

124 views

Category:

Documents

10 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • Slide 1
  • WEG - Transformando Energia em Solues CONCEITOS BSICOS O CAPACITOR MANOBRA E PROTEO DE CAPACITORES 3333 5555 1111HARMNICOS 6666 TIPOS DE CORREO 2222 4444 DIMENSIONAMENTO DE CAPACITORES Incio
  • Slide 2
  • WEG - Transformando Energia em Solues Q P S TRINGULO DE POTNCIA OBJETIVO Otimizar o uso da energia eltrica atravs da instalao de capacitores. Correo1-5
  • Slide 3
  • WEG - Transformando Energia em Solues PORTARIA 1569 - 23/12/1993 Limite mnimo de 0,85 para 0,92; Perodo de avaliao: mensal para horrio; (medio horosazonal); Faturamento da energia reativa excedente: das 6:00 s 24:00 horas; no mnimo 0,92 indutivo; das 24:00 s 6:00 horas; no mnmo 0,92 capacitivo. LEGISLAO ATUAL (ANEEL) LEGISLAO ATUAL (ANEEL)2-5 Correo
  • Slide 4
  • WEG - Transformando Energia em Solues Ateno !!! Ateno !!! Celesc Consumidores do Grupo B (3 B.T., consumo mensal 2.000kWh, Celesc) Medio transitria (Perodo mnimo de 72 horas consecutivas); F.P. < 0,92i (60 dias para regularizao) Ex.: consumidores: padarias, microempresas, mini-supermercados, etc. PORTARIA 466 - 12/11/1997 - Art.31. O FP ser verificado pelo concessionrio, atravs de medio apropriada: LEGISLAO ATUAL (ANEEL) LEGISLAO ATUAL (ANEEL)3-5 Correo
  • Slide 5
  • WEG - Transformando Energia em Solues Motores e Transformadores operando em vazio ou com pequenas cargas; Motores super dimensionados; Fornos a arco; Fornos de induo eletromagntica; Mquina de solda atransformador; Grande nmero de motores
  • WEG - Transformando Energia em Solues ESQUEMA DE LIGAO VLIDO PARA BANCOS > 25KVAR EM 380V: K1 - Contator principal para manuteno do capacitor ligado e desligamento do capacitor; K2 - Contator para ligamento do capacitor. 2-3 Correo
  • Slide 23
  • WEG - Transformando Energia em Solues CW17K CW37K DIAGRAMA DE CONTATOS - SRIE K 3-3 Correo
  • Slide 24
  • WEG - Transformando Energia em Solues So formas de onda (tenso ou corrente) peridica, deformada, composta pela freqencia fundamental da rede eltrica, 50 ou 60Hz, mais os mltiplos desta, que podem atingir valores de vrios kHz. DEFINIO : ORIGEM DAS HARMNICAS : CARGAS NO LINEARES Conversores / inversores de freqncia; Acionamentos de corrente continua; Retificadores; Fornos a arco e de induo; No-breaks; Controladores tiristorizados; Fontes chaveadas; Transformadores com ncleo saturado. Correo1-8
  • Slide 25
  • WEG - Transformando Energia em Solues 83% de distoro em corrente, correspondente a uma sobrecorrente de 30%; 5% de distoro em tenso, com porcentagem individual mxima de 3%. Sempre que as cargas no lineares representem mais de 20% da carga instalada, considera-se que h harmnicas na rede. LIMITES ACEITVEIS NO CAPACITOR : DICA : 2-8 Correo
  • Slide 26
  • WEG - Transformando Energia em Solues Sobrecorrentes nos capacitores pelo efeito da ressonncia srie; Aumento das perdas em equipamentos eletrnicos; Funcionamento irregular nos equipamentos de proteo e controle; Interferncias eletromagnticas; Vibraes e rudo acstico; Aumento da temperatura nos cabos e equipamentos de manobra; Sobretenso. CAUSAS E EFEITOS 3-8 Correo
  • Slide 27
  • WEG - Transformando Energia em Solues Em instalaes com Correo do FP, torna-se preocupante quando existem harmnicas presentes na rede eltrica, pois tem-se o risco que ocorra: O FENMENO DA RESSONNCIA R Ressonncia entre trafo/carga com o capacitor ou banco de capacitores; A Amplificao das harmnicas pelo efeito da ressonncia paralela ou srie; Elevao dos nveis de tenso ou corrente a valores inaceitveis. OBS.: OBS.: Utiliza-se indutores anti-harmnicas para evitar a ressonncia do capacitor com todo o espectro de harmnicas, protegendo assim, os capacitores. 4-8 Correo
  • Slide 28
  • WEG - Transformando Energia em Solues Ocorre quando as reatncias capacitiva e indutiva de um circuito RLC so iguais. As reatncias se cancelam entre si e a impedncia do circuito se torna igual a resistncia. Ocorre entre o transformador de fora e os capacitores ou banco de capacitores ligados num mesmo barramento. I=E/R I=E/R R 0 I RESSONNCIA SRIE 5-8 Correo
  • Slide 29
  • WEG - Transformando Energia em Solues Baseia-se na troca de energia entre um indutor e um capacitor, ligados em paralelo com uma fonte de tenso. Um circuito ressonante paralelo possui, teoricamente, impedncia infinita e corrente de linha nula. Ocorre entre as cargas e os capacitores, conectados num mesmo barramento. RESSONNCIA PARALELA 6-8 Correo
  • Slide 30
  • WEG - Transformando Energia em Solues Dados fundamentais para a determinao do indutor anti-harmnicas: Esquema unifilar eltrico atualizado; Indicao no esquema unifilar do(s) ponto(s) de medio; Potncia, tenso e freqncia do capacitor; Espectro das harmnicas; Corrente, tenso e freqncia de cada harmnica. INDUTOR ANTI-HARMNICAS 7-8 Correo
  • Slide 31
  • WEG - Transformando Energia em Solues Instalado em srie com contatores convencionais para manobra de capacitores, devido a alta corrente transitria provocada pela energizao (carga) dos capacitores. A elevada corrente transitria de alta freqncia depende dos seguintes fatores: Capacitncia; Indutncia do circuito; Valor de pico da tenso senoidal no momento da ligao; Tenso residual dos capacitores. INDUTOR ANTI-SURTO 8-8 CorreoIncio