violão basico

Download Violão Basico

Post on 14-Jul-2015

335 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

Na figura abaixo est o brao do Violo. Os traos verticais representam as cordas do violo. A cada corda atribudo um nome e o seu numero correspondente. Os traos horizontais representam os trastes. Os espaos entre eles ..so chamados de CASA, que so indicadas pelos nmeros I, II, III, IV...

N 1 Primeira corda (Mi) N 2 Segunda corda (Si) N 3 Terceira corda (Sol) N 4 Quarta corda (R) N 5 Quinta corda (L) N 6 Sexta Corda (Mi)

Obs.; A contagem das cordas feira de baixo para cima (na figura da direita para esquerda), isto , da corda mais fina (Prima) corda mais grossa (Bordo).

Os nmeros que aparecem dentro do quadro, representam os dedos da mo esquerda. Cada dedo tem o seu nome e seu numero correspondente.

Mo esquerda

N 1 Indicador N 2 Mdio N 3 Anelar N 4 Mnimo

Os sinais abaixo do quadro indicam os dedos da mo direita

Mo direita

p Polegar i Indicador m Mdio a Anelar

A Barra ou (seta) indica uma PESTANA, onde o indicador (dedo N 1 da mo esquerda) aperta simultaneamente as seis cordas do violo na casa indicada. No caso de meia pestana sero apertadas apenas as trs primeiras cordas.

Os acordes indicados abaixo so representados por letras.

C D E F G A B D R Mi F Sol L Si Cifragem dos AcordesCifra o termo mais comum da simbologia internacionalmente usada que representa a nomenclatura dos acordes. Esta simbologia feita atravs de letras nmeros e sinais.

m m6 m7 # b 4

___________________________ ___________________________ ___________________________ ___________________________ ___________________________ ___________________________

Menor Menor Com Sexta Menor Com Stima Sustenido Bemol Quarta

5 + ___________________________ 6 ___________________________ 7 ___________________________ 7 + ___________________________ 9 ___________________________ 11 ___________________________ dim ou _______________________Lio I

Quinta Aumentada Sexta Stima Stima Maior Nona Dcima Primeira Diminuta

O Brao do Violo e Notas Musicais Obviamente voc conhece a escala musical convencional, certo? Bom, por via das dvidas a vai: D R Mi F Sol L Si usual que se repita a primeira nota da escala, neste caso o D, de tal modo que no ponto de vista prtico temos uma escala com 8 notas, sendo a oitava uma repetio da primeira. Voc deve tambm saber que cada uma das notas musicais usualmente representada por uma nica letra. Alis, esta a notao que iremos usar durante a maior parte do tempo (e/ou do texto) e, tambm aquela que voc encontra na maioria das revistas de msica que podem ser adquiridas em bancas ou distribuidoras por a (com certeza voc j as viu). Neste caso a escala musical comum pode apresentar-se da seguinte forma: C D E F G A B C Esta escala de 8 notas conhecida por escala diatnica. Em resumo: C = D D = R E = Mi F = F G = Sol A = L B = Si Ok ? Passemos prtica. Observe o brao do violo e ou guitarra. Ser til se voc tiver uma a seu lado neste momento Se voc prender a 5a corda no 3o traste ter um C (ah, convm lembrar que a primeira corda a mais fininha, e a 6a a mais grossa). A seqncia da escala musical voc obter se seguir o esquema abaixo:

Mas primeiro vamos a regrinha de escala!

Acidentes de Escala: Existem dois acidentes de escala: Sustenido (#) e o Bemol (b). Atentem para regrinha: Subindo uma casa Sustenido (#) Descendo uma casa Bemol (b) Exemplo: L (A) Subindo uma casa (#) L (A) Descendo uma casa (b)

Obs.: As notas E e B no admitem Sustenidos (#). As Notas F e C no admitem Bemol (b). Tabela de Notas e seus acidentes: Subindo a escala. C / C# / D / D# / E / F / F# / G / G# / A / A# / B / C / Descendo a escala. C / Db / D / Eb / E / F / Gb / G / Ab / A / Bb / B / C /

Observe a distncia (comumente denominada de intervalo) que separa cada uma das notas no brao do instrumento. Cada 2 trastes equivalem a 1 tom. Portanto, o intervalo entre C e D de 1 tom, o mesmo ocorrendo entre D e E. Porm, entre E e F este intervalo de apenas 1/2 tom, ou seja, de apenas 1 traste. Isto se repete entre a 7a. e a 8a. nota da escala, ou seja, entre B e C. Uma das perguntas lgicas que pode se seguir a esta explicao a seguinte: se existem apenas 7 notas musicais (d, r, mi, f, sol, l e si), que notas ento so estas que ficam entre o C e o D, entre o D e o E e assim por diante ? Estas notas equivalem a 1/2 tom (apenas 1 traste) e, cada uma delas recebe o nome da nota que a antecede mais o sufixo sustenido (#) ou, o da nota que vem a seguir mais o sufixo bemol (b). Apenas para ilustrar vale dizer que num piano estas mesmas notas so tocadas nas teclas pretas, enquanto a escala convencional se obtm nas teclas brancas.

Parece complicado mas no . A nota entre o C e o D (a do segundo traste) ento um C# ou Db, a do quarto traste um D# ou Eb. As notas seguintes so: F# ou Gb, G# ou Ab e A# ou Bb. Observe que, no h notas entre o E e o F, no existindo, portanto, o E# ou Fb. O mesmo ocorrendo entre o B e o C, ou seja, no existe B# ou Cb. Assim, do ponto de vista prtico, existem na verdade 12 notas musicais, que so: C C#(ou Db) Bb) B D D#(ou Eb) E F F#(ou Gb) G G#(ou Ab) A A#(ou

Esta escala completa com 12 notas musicais conhecida como escala cromtica. Baseados nisto e, conhecendo a nota que corresponde a cada uma das cordas soltas de um violo com afinao tradicional, possvel deduzir a posio de cada uma das notas ao longo de toda a extenso do brao do violo. Veja o esquema abaixo:

A partir do 12o. traste o padro de notas repete-se integralmente. Observe que neste traste as notas so exatamente as mesmas obtidas com as cordas soltas. Decorar todas estas seqncias um bocado chato. Entretanto, isto fundamental para a compreenso dos princpios de formao de acordes, bem como para o desenvolvimento de solos e improvisaes. No precisa, porm, tentar decorar tudo de uma vez s. Isto vir de forma mais ou menos natural, na medida em que o estudo do instrumento for avanando. Por outro lado, uma olhadinha peridica neste esquema no vai fazer mal nenhum. Lio II Escalas Musicais - Introduo Se pedirmos, praticamente qualquer pessoa, para repetir a escala musical, as chances so de que 11 em cada 10 indivduos dir: d, r, mi, f, sol, l, si, d (ou C, D, E, F, G, A, B, C - lembra da lio I ?). Esta noo, embora possa ser til para se iniciar um processo de aprendizagem de teoria musical , ao mesmo tempo, uma crena da qual devemos nos afastar com a mxima urgncia. Existem, na verdade, inmeras escalas musicais, das quais pelo menos dois tipos bsicos devem ser familiares queles que pretendem fazer alguma coisa "decente" com uma guitarra (ou violo). No pretendemos, nem vamos, esgotar aqui o assunto de escalas musicais, uma vez que o nmero de escalas possveis de serem construdas no brao do instrumento praticamente ilimitado, vamos apenas, como j mencionado, abordar os dois grandes tipos de escalas, a partir das quais na verdade se derivam todas as demais. Podemos, em principio, dizer que as escalas podem ser maiores ou menores. A escala acima mencionada a de D Maior (ou simplesmente de C). Note

que a mesma no apresenta qualquer nota "sustenida" (#) ou "bemolizada" (b) e, por isto, considerada uma escala sem acidentes. Em qualquer escala pode-se sempre identificar as notas por uma seqncia numerada (ou graus), normalmente em algarismos romanos, como abaixo discriminado para a escala de C: I C II D III E IV F V G VI A VII B VIII C

Assim, a primeira nota (ou grau) da escala de C o prprio C, a segunda D, a terceira E, e assim sucessivamente at a oitava que, obviamente, novamente o prprio C. A nota correspondente ao I grau tambm denominada de tnica (a que d o tom, claro). Observe o intervalo (ou distncia) que separa cada uma destas notas. Da primeira (I), que C, para a segunda (II), que D, este intervalo de 1 tom. Da segunda (II) para a terceira (III) que E, esta distancia tambm de 1 tom. Lembre-se, como visto na lio I, que 1 tom equivale a 2 trastes no brao da guitarra. Nesta escala a distancia s no de 1 tom da III para a IV nota (de E para F), bem como da VII para a VIII nota (de B para C), nas quais esta distancia de 1/2 tom ou, 1 traste no brao da guitarra. Se precisar volte e d uma olhada na lio I. Reveja com especial ateno a questo dos intervalos entre as notas. Em resumo as notas na escala de d maior (C), e os intervalos que as separam, so as seguintes: C tom D tom E semitom F tom G tom A tom B semitom C. Neste momento o mais importante nisto tudo no so as notas desta escala de d maior, que muito provavelmente voc j conhece a bastante tempo, mas sim os intervalos que as separam. Por qu? Muito simples: as distancias que separam as notas nas escalas maiores so sempre as mesmas. Com esta informao, juntamente com aquelas constantes da lio I, voc deve ento estar apto a construir qualquer escala maior. Como veremos mais adiante, o conhecimento de escalas fundamental para o processo de solo e improvisao, isto para no falar na formao de acordes. Pode-se, ento, generalizar que a seqncia de notas numa escala maior, qualquer que seja ela, sempre a seguinte: I tom II tom III semitom IV tom V tom VI tom VII semitom VIII Escalas Menores Para chegarmos s escalas menores inicialmente importante mencionar que estas so sempre derivadas do VI grau de uma escala maior. Como o VI grau da escala de C A, ento a escala de Am (l menor) a seguinte: I A II B III C D V E VI F VII G VIII A

Existem vrias coisas importantes a se observar nestas duas escalas (C e Am). Calma! Tudo isto tem uma grande aplicao prtica, sim. Mas, vamos primeiro passar pelos aspectos tericos (pelo menos 2 deles). Observe primeiro que a escala de Am tambm uma escala sem acidentes, ou seja, sem sustenidos ou bemis. Ela na verdade uma seqncia da escala de C, ou seja:

(-------------Escala de Am---------------) C D E F G A B C D E F G A (--------------Escala de C---------------)Por isto a escala de Am considerad