viii exame oab - prova prtico profissional - civil

Download VIII Exame OAB - Prova Prtico Profissional - Civil

Post on 06-Aug-2015

577 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASILF U N D A O

VIII EXAME DE ORDEM UNIFICADO

GETULIO VARGAS FGV PROJETOS

DIREITO CIVILPROVA PRTICO - PROFISSIONALLeia com ateno as instrues a seguir:Voc est recebendo do fiscal de sala, alm deste caderno de rascunho contendo o enunciado da pea prtico profissional e das quatro questes discursivas, um caderno destinado transcrio dos textos definitivos das respostas. Ao receber o caderno de textos definitivos voc deve: a) verificar se a disciplina constante da capa deste caderno coincide com a registrada em seu caderno de textos definitivos; b) conferir seu nome, nmero de identidade e nmero de inscrio; c) comunicar imediatamente ao fiscal da sala qualquer erro encontrado no material recebido; d) ler atentamente as instrues de preenchimento do caderno de textos definitivos; e) assinar o caderno de textos definitivos, no espao reservado, com caneta esferogrfica transparente de cor azul ou preta. As questes discursivas so identificadas pelo nmero que se situa acima do seu enunciado. Durante a aplicao da prova no ser permitido: a) qualquer tipo de comunicao entre os examinandos; b) levantar da cadeira sem a devida autorizao do fiscal de sala; c) portar aparelhos eletrnicos, tais como bipe, telefone celular, walkman, agenda eletrnica, notebook, palmtop, receptor, gravador, mquina fotogrfica, controle de alarme de carro, etc., bem como relgio de qualquer espcie, culos escuros ou qualquer acessrio de chapelaria, como chapu, bon, gorro, etc., e ainda lpis, lapiseira, borracha ou corretivo de qualquer espcie. A FGV realizar a coleta da impresso digital dos examinandos no caderno de textos definitivos. No ser permitida a troca do caderno de textos definitivos por erro do examinando. O tempo disponvel para esta prova ser de 5 (cinco) horas, j includo o tempo para preenchimento do caderno de textos definitivos. Para fins de avaliao, sero levadas em considerao apenas as respostas constantes do caderno de textos definitivos. Somente aps decorridas duas horas do incio da prova voc poder retirarse da sala de prova sem levar o caderno de rascunho. O examinando somente poder retirarse do local de aplicao, levando consigo o caderno de rascunhos (prova prticoprofissional), a partir dos ltimos 60 (sessenta) minutos do tempo destinado realizao do Exame. Quando terminar sua prova, entregue o caderno de textos definitivos devidamente preenchido e assinado ao fiscal de sala. Os 3 (trs) ltimos examinandos de cada sala s podero sair juntos, aps entregarem ao fiscal de aplicao os documentos que sero utilizados na correo das provas. Esses examinandos podero acompanhar, caso queiram, o procedimento de conferncia da documentao da sala de aplicao, que ser realizada pelo Coordenador da unidade, na coordenao do local de provas. Caso algum desses examinandos insista em sair do local de aplicao antes de presenciar o procedimento descrito, dever assinar termo desistindo do Exame. Caso se negue, ser lavrado Termo de Ocorrncia, testemunhado pelos 2 (dois) outros examinandos, pelo fiscal de aplicao da sala e pelo Coordenador da unidade de provas. Boa prova!

*ATENO:

ANTES DE INICIAR A PROVA, VERIFIQUE SE TODOS OS SEUS APARELHOS ELETRNICOS FORAM ACONDICIONADOS E LACRADOS DENTRO DA EMBALAGEM PRPRIA. CASO A QUALQUER MOMENTO DURANTE A REALIZAO DO EXAME VOC SEJA FLAGRADO PORTANDO QUAISQUER EQUIPAMENTOS PROIBIDOS PELO EDITAL, SUAS PROVAS PODERO SER

ANULADAS, ACARRETANDO EM SUA ELIMINAO DO CERTAME.

-------------------------------------------------------------------------

PEA PRTICO-PROFISSIONALNorberto da Silva, pessoa desprovida de qualquer bem material, adquiriu de terceiro, h nove anos e meio, posse de terreno medindo 240m em rea urbana, onde construiu moradia simples para sua famlia. O terreno est situado na Rua Cardoso Soares n 42, no bairro de Lrios, na cidade de Condonpolis, no estado de Tocantins. So seus vizinhos do lado direito Carlos, do esquerdo Ezequiel e, dos fundos, Edgar. A posse exercida ininterruptamente, de forma mansa e pacfica, sem qualquer oposio. No ltimo ano, o bairro passou por uma acelerado processo de valorizao devido construo de suntuosos projetos imobilirios. Em razo disso, Norberto tem sido constantemente sondado a se retirar do local, recebendo ofertas de valor insignificante, j que as construtoras alegam que o terreno sequer pertence a ele, pois est registrado em nome de Cndido Gonalves. Norberto no tem qualquer interesse em aceitar tais ofertas; ao contrrio, com setenta e dois anos de idade, vivo e acostumado com a vida na localidade, demonstra desejo de l permanecer com seus filhos. Por no ter qualquer documentao oficial que lhe resguarde o direito de propriedade do imvel, Norberto procura um advogado a fim de que seja intentada medida judicial. Elabore a pea processual cabvel in caso, indicando os seus requisitos e fundamentos nos termos da legislao vigente. (Valor: 5,00)

VIII EXAME DE ORDEM UNIFICADO PROVA PRTICO-PROFISSIONAL DIREITO CIVILPgina 2

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30

VIII EXAME DE ORDEM UNIFICADO PROVA PRTICO-PROFISSIONAL DIREITO CIVILPgina 3

31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 41 42 43 44 45 46 47 48 49 50 51 52 53 54 55 56 57 58 59 60

VIII EXAME DE ORDEM UNIFICADO PROVA PRTICO-PROFISSIONAL DIREITO CIVILPgina 4

61 62 63 64 65 66 67 68 69 70 71 72 73 74 75 76 77 78 79 80 81 82 83 84 85 86 87 88 89 90

VIII EXAME DE ORDEM UNIFICADO PROVA PRTICO-PROFISSIONAL DIREITO CIVILPgina 5

91 92 93 94 95 96 97 98 99 100 101 102 103 104 105 106 107 108 109 110 111 112 113 114 115 116 117 118 119 120

VIII EXAME DE ORDEM UNIFICADO PROVA PRTICO-PROFISSIONAL DIREITO CIVILPgina 6

121 122 123 124 125 126 127 128 129 130 131 132 133 134 135 136 137 138 139 140 141 142 143 144 145 146 147 148 149 150

VIII EXAME DE ORDEM UNIFICADO PROVA PRTICO-PROFISSIONAL DIREITO CIVILPgina 7

QUESTO 1Marcelo, brasileiro, casado, advogado, residente e domiciliado na cidade do Rio de Janeiro/RJ, adquiriu um veculo zero quilmetro em 2005. Exatos seis anos depois da aquisio do referido automvel, quando viajava com sua famlia em Natal/RN, o motor do carro explodiu, o que gerou um grave acidente, com srias consequncias para Marcelo e sua famlia, bem como para dois pedestres que estavam no acostamento da rodovia. Apesar de ter seguido risca o plano de reviso sugerido pela montadora do veculo, com sede em So Paulo/SP, um exame pericial no carro de Marcelo constatou claramente que o motor apresentava um srio defeito de fabricao que provocou o desgaste prematuro de determinadas peas e, consequentemente, a exploso. A respeito desta hiptese, responda, fundamentadamente: A) Em relao aos danos sofridos por Marcelo e seus familiares, em que(ais) dispositivo(s) do Cdigo de Defesa do Consumidor voc enquadraria a responsabilidade do fabricante do veculo? (Valor: 0,35) B) O fabricante pode, com xito, alegar ter se escoado o prazo prescricional? (Valor: 0,30) C) Os terceiros lesados (dois pedestres) pelo acidente provocado pela exploso podem se valer das normas constantes do Cdigo de Defesa do Consumidor para pleitear eventual recomposio pelos danos sofridos? (Valor: 0,30) D) Marcelo poderia propor a ao de responsabilidade civil da empresa fabricante na cidade do Rio de Janeiro? E na cidade de So Paulo? (Valor: 0,30)

VIII EXAME DE ORDEM UNIFICADO PROVA PRTICO-PROFISSIONAL DIREITO CIVILPgina 8

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30

VIII EXAME DE ORDEM UNIFICADO PROVA PRTICO-PROFISSIONAL DIREITO CIVILPgina 9

QUESTO 2Joo ingressa com uma ao ordinria em face da empresa XYZ, postulando a reviso de clusula contratual cumulada com indenizao por danos morais e materiais. Aps todo o trmite na 1 instncia, o juzo cvel prolata sentena, julgando procedente apenas o pedido de reviso. Irresignado, Joo interpe apelao, a qual o Tribunal d parcial provimento, entendendo somente pelo cabimento da indenizao por danos materiais. Aps a publicao do acrdo, no 5 dia, ltimo dia do prazo, a empresa XYZ ope embargos de declarao, por entender que houve contradio na deciso colegiada que julgou a apelao. Joo, sem atentar para tal fato, interpe Recurso Especial no dia seguinte da oposio dos embargos sem aguardar o julgamento destes. Considerando que aps a publicao do acrdo que julgou os embargos no houve reiterao do recurso interposto por Joo, responda s questes a seguir, com a devida fundamentao legal. A) O Recurso Especial poder ser admitido? (Valor: 0,65) B) Em caso de no admisso do Recurso Especial interposto, qual seria o recurso cabvel? (Valor: 0,60)

VIII EXAME DE ORDEM UNIFICADO PROVA PRTICO-PROFISSIONAL DIREITO CIVILPgina 10

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30

VIII EXAME DE ORDEM UNIFICADO PROVA PRTICO-PROFISSIONAL DIREITO CIVILPgina 11

QUESTO 3Carlos reside no apartamento 604, sendo proprietrio de sete vagas de garagem que foram sendo adquiridas ao longo dos anos de residncia no Edifcio Acapulco. Aps assembleia condominial ordinria com quorum e requisitos de convocao exigidos pela legislao, Carlos foi notificado por correspondncia assinada pelo sndico eleito Alberto Santos, noticiando a proibio de locao das vagas de garagem de sua propriedade exclusiva a pessoas estranhas ao condomnio nos termos da conveno condominial. Diante da correspondncia assinada pelo sndico, Carlos ajuizou demanda em face de Alberto Santos, visando promover a locao das vagas de garagem, alegando ser possvel a locao das vagas de garagem de sua propriedade exclusiva, assim como a locao de apartamentos. Sobre a hiptese apresentada, responda aos itens a seguir. A) A pretenso de direito material perseguida por Carlos encontra amparo legal? Explique. (Valor: 0,65) B) De acordo com os elementos processuais fo

Recommended

View more >