versÃo 24 - 31/03/ .•a segunda planilha apresenta o comparativo das alíquotas de icms de

Download VERSÃO 24 - 31/03/ .•A segunda planilha apresenta o comparativo das alíquotas de ICMS de

Post on 02-Dec-2018

213 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • Nas operaes interestaduais, originadas de industrial ou importador, a seguinte reduo na base de clculo deve ser aplicada para os produtos com PIS/COFINS monofsico de HPPC, relacionados na alnea

    "b" do Inciso I do "caput" do art. 1 da Lei 10.147/00 (NCMs 3303, 3304, 3305, 3307, 33401.11.90 (exceto EX 01 sabonete em barra), com alquota: 7% - 9,90%; de 12% - 10,49%; de 4% - 9,59 % (Base Legal:

    Convnio ICMS n 34/2006).

    VERSO 24 - 31/03/2017PESQUISA: ALQUOTAS VIGENTES DE ICMS POR UNIDADE FEDERADA

    OBSERVAES IMPORTANTES

    ALTERAES:

    SP - includa a NBM 3307.90.0500 (Solues para lente de contato) na nota de rodap e ajustado a alquota na tabela para 18%, com sinalizao/remio para nota;

    PR - includo a observao (OBS) na planilha PR, relativa ao diferimento (reduo de base de clculo) previsto no Estado do Paran.

    As fontes utilizadas para elaborao desta pesquisa de alquotas de ICMS foram as Leis e Regulamentos de ICMS (RICMS) das 27 (vinte e sete) Unidades Federadas.

    A segunda planilha apresenta o comparativo das alquotas de ICMS de todas as UFs. Para fins de anlise, recomenda-se verificar nas planilhas individuais subsequentes, se os percentuais indicados j

    contemplam algum tipo de reduo (como por exemplo, o RJ) ou acrscimo relativo aos Fundos de Combate e Erradicao da Pobreza, bem como as excees previstas para cada NCM/Descrio .

    As planilhas individuais de cada UF contm informaes detalhadas acerca da carga tributria, tais como redues na base de clculo, adicionais destinados aos fundos de pobreza etc.

    Importante considerar que esta pesquisa foi realizada dentro da complexidade de diversos RICMSs. Na planilha de cada UF est indicada a respectiva base legal.

    OBS: Recomenda-se, para segurana da informao, consultar as respectivas bases legais, pois, apesar da criteriosa pesquisa realizada, podem ocorrer inconsistncias.

    Na primeira planilha, esto indicadas as alteraes legislativas que contemplam aumento de carga tributria relativa ao ICMS, nos anos de 2015 e 2016, bem como os respectivos percentuais de elevao.

    Verso 24: 31/03/2017

  • ltima atualizao: 29/03/2017.

    INSEGURANAS JURDICAS:

    Algumas UFs, ao dispor sobre as alquotas incidentes sobre os produtos de HPPC, no discriminam de forma taxativa os produtos por ela alcanados (NCM/Descrio), o que, consequentemente, abre

    margem para discusso acerca do respectivo entendimento. O exemplo clssico sobre o que se entende como "Cosmticos" e "Produtos de Beleza", que varia de Estado a Estado. Nesse levantamento foram

    identificados:

    1) Maranho: A Lei n 10.329/2015 cria, para o ano de 2016, o adicional de 2 (dois) pontos percentuais destinados ao Fundo de Combate Pobreza para cosmticos e produtos de beleza importados (Carga

    Tributria = 20%), mas no discrimina tais produtos, com as respectivas NCMs/descries.

    2) Paraba: A Lei n 10.507/15 acrescentou, para perfumes, extratos, guas de colnia e produtos de beleza ou de maquiagem, 2 (dois) pontos percentuais alquota de ICMS, que sero destinados ao Fundo de

    Combate Pobreza, mas no discrimina tais produtos, com as respectivas NCMs/descries.

    3) Roraima: O art. 46, I (alnea "a" - item 6) do RICMS/RN estabelece a alquota de 25% para perfumes e cosmticos, mas no discrimina tais produtos, com as respectivas NCMs/descries. Nesse caso, utilizou-

    se como base o entendimento geral, qual seja, aplicou-se alquota majorada para os produtos elencados nas NCMs 3303 a 3305, e 3307.

    Verso 24: 31/03/2017

  • AC - - -

    Decreto n 40.762/2015 01/09/2015

    37% (alquota efetiva de 19,71% para 27%): perfumes, cosmticos, protetor solar, preparaes capilares,

    preparaes para barbear, desodorante e odorizadores de ambientes;

    Cerca de 10%: sobre os percentuais acima devido a alterao na sistemtica de MVA, margem de valor agregado,

    aplicada na antecipao do ICMS, pelo regime de substituio tributria.

    Lei n 7.742/2015 11/01/2016 5,88% (de 17% para 18%): aumento de um ponto percentual para o FECOP Fundo Estadual de Combate a

    Pobreza, em relao a todos os produtos tributados alquota de 17%.

    AM Lei Complementar n 158/2015 06/01/2016 5,88% (alquota de 17% para 18%): alquota modal.

    AP Lei n 1.949/2015 01/02/2016 16% (alquota de 25% para 29%): aumento para produtos de perfumaria ou de toucador, preparados e

    preparaes cosmticas, classificados na posio 3301 a 3305 e 3307 da NCM/SH;

    5,88% (alquota de 17% para 18%): alquota modal.

    BA Lei n 13.461/2015 10/03/2016 5,88% (alquota de 17% para 18%): aumento na alquota modal.

    17,64% (alquota de 17% para 20%): para cosmticos (no especifica quais NCMs), sendo 2 (dois) pontos

    percentuais de FECEP.

    CE Lei Complementar n 152/2015 01/01/2016 11,76% (alquota de 17% para 19%): perfumes, extratos, guas de colnia e produtos de beleza ou de

    maquiagem, desde que o valor unitrio seja superior a 50 UFIRCES (R$ 166,95).

    [1 UFRCES = R$3,3390]

    Lei n 5.548/2015 14/01/2016 5,88% (alquota de 17% para 18%): aumento na alquota modal.

    Lei n 5.569/2015 17/03/2016

    11,11% (alquota de 18 para 20%): 2 (dois) pontos percentuais de FECEP para perfumes e cosmticos (no

    especifica quais NCMs) limitado ao exerccio financeiro de 2016. (OBS: At 31/12/2015, apenas os importados so

    onerados.)

    ES - - -

    GO - - -

    MA Lei n 10.329/2015 01/01/2016 11,76% (alquota de 17% para 20%): cosmticos e produtos de beleza importados;

    5,88% (alquota de 17% para 18%): alquota modal.

    MT - - -

    Lei n 4.751/2015 07/02/2016 17,65% (alquota de 17% para 20%): perfumes e cosmticos (no especifica quais NCMs). A alquota indicada no

    contempla o adicional de 2 (dois) pontos percentuais do FECOP.

    Decreto n 14.303/2015 06/11/2015

    11,76% (alquota de 17% para 19%): define os cosmticos considerados suprfluos, para efeitos tributrios,

    relativamente ao ICMS, em especial para efeito de incidncia do adicional de alquota (2%) previsto no art. 41-A da

    Lei n 1.810/1997.

    Lei n 21.781/2015 01/01/2016 8% (alquota de 25% para 27%): 2 (dois) pontos percentuais de FECEP para perfumes, cosmticos (exceto protetor

    solar), preparaes capilares (exceto xampu), preparaes para barbear e odorizadores de ambientes.

    Decreto n 46.859/2015 01/01/2016 50% (alquota de 12% para 18%): absorvente higinico, papel higinico folha simples, creme dental, escova

    dental, sabonete e lcool gel.

    MS

    ALTERAES (2015/2016) - AUMENTO DE CARGA TRIBUTRIA DE ICMS (HPPC)

    UF LEGISLAO AUMENTO DE CARGA TRIBUTRIAPRODUO DE EFEITOS

    AL

    DF

    MG

    Verso 24: 31/03/2017

  • ALTERAES (2015/2016) - AUMENTO DE CARGA TRIBUTRIA DE ICMS (HPPC)

    UF LEGISLAO AUMENTO DE CARGA TRIBUTRIAPRODUO DE EFEITOS

    Decreto n 46.924/2015

    01/01/2016

    01/04/2016

    (Ver observao ao lado)

    Define como produtos de perfumaria, cosmticos e de toucador, com alquota de 25%, os classificados nas NCMs

    entre 3303 e 3307.

    OBS: A alquota de 25% para preparaes para Higiene Oral, NCM 3306, preparaes para barbear, NCM 3307.10, e

    desodorantes, NCM 3307.20, entrar em vigor a partir de 1/04/2016, permanecendo, portanto, 18% entre

    1/01/2016 e 31/03/2016, creme dental que at 31/12/2015 era onerado a 12%, passa a 18% em 1/01/2016 e a

    25% a partir de 1/04/2016.

    Decreto n 46.927/2015

    01/01/2016

    01/04/2016

    (Ver observao ao lado)

    Utiliza a mesma definio do Decreto n 46.924/2015 para o acrscimo de 2 (dois) pontos percentuais para o

    FECOP. Ou seja, o referido adicional incide sobre os produtos classificados nas NCMs de 3303 a 3307, incluindo os

    produtos de higiene oral. O Decreto excetua do adicional xamp, preparado antisolar e sabo de toucador de uso

    pessoal.

    OBS: Portanto, preparaes para higiene oral, NCM 3306, preparaes para barbear, NCM 3307.10, e

    desodorantes, NCM 3307.20, sero onerados entre 1/01/2016 e 31/03/2016 alquota total de 20% (18% + 2%

    FECOP), e a partir de 1/04/2016 27% (25% + 2% FECOP).

    PA - - -

    PB Lei n 10.507/2015 01/01/2016 17,65% (alquota de 17 para 20%): perfumes, extratos, guas de colnia e produtos de beleza;

    5,88% (alquota de 17% para 18%): para os demais produtos.

    PE Lei n 15.599/2015 01/01/2016 5,88% (alquota de 17% para 18%): alquota modal;

    47,1% (alquota de 17% para 25%): desodorante e odorizador de ambiente.

    PI - - -

    Lei n 18.371/2014 01/04/2015

    50% (alquota de 12% para 18%): xampu, dentifrcio, desodorante, papel higinico, absorvente higinico, fralda e

    escova de dentes;

    108,3% (alquota de 12% para 25%): protetor solar.

    Decreto n 444/2015

    (Revogao das redues de base de clculo)01/03/2015

    38,9% (alquota de 18% para 25%): perfume, cosmticos, preparaes capilares, excluindo xampu, preparaes

    para barbear e odorizadores de ambiente, sais perfumados, outras preparaes para banho e preparaes para

    perfumar ou para desodorizar ambientes;

    50% (alquota de 12% para 18%): sabes/sabonetes, absorventes, tampes higinicos e fraldas de fibras txteis.

    RJ Lei Complementar n 61/2015 28/03/2016 5,26% (alquota de 19% para 20%): alquota modal (amplia acrescimo de FECOP de 1% para 2%)

    RN Lei n 9.991/2015 28/01/2016 8% (alquota de 25% para 27%): perfumes e cosmticos;

    5,88% (alquota de 17% para 18%): alquota modal.

    Lei n 14.742/2015 01/01/2016 8% (alquota de 25% para 27%): perfumes, cosmticos, protetor solar, preparaes capilares, preparaes para

    barbear, desodorante e odorizadores de ambientes.

    Lei n 14.743/2015 01/01/2016 5,88% (alquota de 17% para 18%): para os demais produtos.

    RO Lei n 3.699/2015 21/03/2016 8% (alquota de 25% para 27%): perfumes e cosmticos;

    2,94% (alquota de 17% pa