universidade federal do par ncleo de teoria e pesquisa ... tenorio 2015.pdf  obrigada por terem

Click here to load reader

Download Universidade Federal do Par Ncleo de Teoria e Pesquisa ... Tenorio 2015.pdf  Obrigada por terem

Post on 09-Feb-2019

213 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

iii

Universidade Federal do Par

Ncleo de Teoria e Pesquisa do Comportamento

Programa de Ps-graduao em Teoria e Pesquisa do Comportamento

Analu da Costa Tenrio

EMERGNCIA DE CONTROLE CONDICIONAL SOBRE A CONSTRUO DE SENTENAS EM CRIANAS.

Belm, Par

Agosto de 2015

iv

Universidade Federal do Par

Ncleo de Teoria e Pesquisa do Comportamento

Programa de Ps-graduao em Teoria e Pesquisa do Comportamento

EMERGNCIA DE CONTROLE CONDICIONAL SOBRE A CONSTRUO DE SENTENAS EM CRIANAS.

Analu da Costa Tenrio

Belm, Par

Agosto de 2015

Dissertao apresentada ao Programa de

Ps-Graduao em Teoria e Pesquisa do

Comportamento, como requisito parcial

para a obteno do ttulo de Mestre em

Teoria e Pesquisa do Comportamento.

Orientador: Prof. Dr. Grauben Jos Alves

de Assis.

Coorientadora: Prof. Dra. Ana Leda de

Faria Brino

iii

iv

Dados Internacionais de Catalogao-na-Publicao (CIP) Sistema de Bibliotecas da UFPA

Tenrio, Analu da Costa, 1984- Emergncia de controle condicional sobre a

construo de sentenas em crianas / Analu da Costa Tenrio. - 2015.

Orientador: Grauben Jos Alves De Assis; Coorientadora: Ana Leda de Faria Brino. Dissertao (Mestrado) - Universidade

Federal do Par, Ncleo de Teoria e Pesquisa do Comportamento, Programa de Ps-Graduao em Teoria e Pesquisa do Comportamento, Belm, 2015.

1. Educao no-formal. 2. Aprendizagem. 3. Fracasso escolar. I. Ttulo.

CDD 23. ed. 370.118

v

Agradecimentos

Agradeo a todos que participaram direta ou indiretamente desse perodo.

Agradeo a Deus, pelo mestrado abenoado! O Estado pode ser Laico, mas, meus

agradecimentos no.

Dedico um agradecimento especial aos meus familiares, especialmente aos de

sobrenome Costa, pelo apoio, oraes, preocupao e confiana. A minha famlia

imediata: minhas queridas e amadas me/me e me/tia, respectivamente, Dolores e

Valquria e Jorge, meu pai. Simplesmente, faltam-me palavras para agradecer

adequadamente por TUDO o que vocs sempre fizeram por mim, por abrirem mo das

suas necessidades para que eu pudesse estar aqui, hoje. O meu amor por vocs trs incondicional.

Ao meu afilhado Joo Vitor que, no auge dos seus 10 anos, ainda acredita que eu sei

tudo de tudo.

A Ana Leda Brino, querida coorientadora, com quem no s estabeleci diversos

conceitos sobre a temtica da dissertao, mas tambm discutamos sobre assuntos

como esmalte, TPM, bichos de estimao e jogos de vlei. Esses momentos foram

nicos e fundamentais. Obrigada por toda a troca que resultou em um repertrio mais refinado.

Ao orientador Grauben pela confiana e liberdade proporcionada ao longo do

mestrado. Aos colegas de laboratrio e, em especial, ao Rafael que sempre foi parceiro

de todas as atividades e momentos de desespero durante o mestrado.

As primas, Carol Costa e Karla Tenrio, e a amiga Valria, que no mediram esforos para

tentar me ajudar quando solicitadas. Aos esquemas de reforo e amigos Renan, Gleice, Ana Tereza e

Airam e aos colegas, Chagas e Felipe, pela ajuda em momentos pontuais desta jornada.

vi

A Jesiane Wanziler devido parceria de long time ago. Na falta de pginas

suficiente para agradecer me atenho a amizade, preocupao, oraes, disponibilidade e ao Servio de

Atendimento ao Mestrando SAM.

Ao Luiz, amor e amigo, pela liberdade que nos prende. Tambm me sobram agradecimentos e

faltam pginas, ento, desculpa por toda loucura que eu te trouxe nesse perodo. Obrigada por

acreditar em mim e me ter como modelo de algumas das tuas escolhas - a gente Mach to sample um

do outro.

Agradeo os responsveis por permitiram que suas crianas participassem da pesquisa e,

certamente, aos meus queridos pzinhos. Obrigada por terem me adotado como tia Analu de vocs,

no tem alegria maior para uma filha nica do que vrios sobrinhinhos.

Agradeo tambm a diretora Ane e a coordenadora Renata, que me permitiram realizar a coleta

em um ambiente agradvel e com total colaborao de todos os funcionrios da escola M. E..

Especialmente, as professoras Nazar, Alessandra, Cris e Norma que me emprestaram seus alunos, ao

professor Hidek, a tia Bebel, sempre atenciosa, e as queridas La, Oda e Cris e ao seu Paulo, sempre

prestativo e preocupado. Enfim, a todos os funcionrios da escola que foram sempre muito gentis.

Agradeo a CAPES, pelo financiamento de grande parte do meu projeto.

E a todos os professores que fizeram a diferena na minha formao: Petruska Baptista,

Eleonora Ferreira, Thiago Costa, Paulo Goulart, Ana Leda e Frazo. OBRIGADA!!!

vii

Resumo

Tenrio, A.C.(2015). Emergncia de controle condicional sobre a construo de sentenas em crianas. Dissertao de Mestrado. Programa de Ps-Graduao em Teoria e Pesquisa do Comportamento, Universidade Federal do Par, Belm, PA, Brasil. 70 pginas. Este estudo buscou condies de ensino para produzir e manter repertrio de construo

de sentenas na voz ativa e passiva, sob controle condicional de cores, em seis crianas

com histrico de fracasso escolar. A construo de quatro pares de sentenas (uma ativa

e uma passiva) sob controle condicional foi ensinada como linha de base. Seguiram-se

testes repetidos de emergncia de controle condicional sobre a construo de novas

sentenas na voz ativa e passiva, compostas por recombinaes das sentenas de linha

de base. Por fim, aplicou-se um teste de manuteno desse desempenho aps 45 dias do

encerramento do estudo. Para cada par de sentenas, trs crianas foram submetidas ao

treino da sequncia na ordem ativa seguido da sequncia na ordem passiva, e assim

sucessivamente, e as outras trs crianas passaram pelo treino inverso. Todas as crianas

aprenderam a construir as sentenas de linha de base sob controle condicional, sendo

necessrias mais exposies ao treino das sentenas da passiva para atingir os critrios

de aprendizagem. Nos testes de desempenho emergente de recombinao, o nmero de

construes corretas na ativa (92,4%) foi maior do que na passiva (31%), independente

da ordem de ensino das sentenas. No teste de manuteno, o desempenho cresceu,

sendo 78,9 % corretos para a passiva e 80,3% para a ativa. Neste estudo, um melhor

desempenho nos testes de manuteno foi observado em relao a estudos prvios,

sugerindo que o treino de um nmero maior de sentenas de linha de base condio

favorecedora para a manuteno do repertrio.

Palavras-chave: construo de sentenas, controle condicional, voz ativa e

passiva, crianas com histrico de fracasso escolar.

viii

Abstract

Tenrio, A.C.(2015). Emergence of Conditional Control over the Construction of Sentences in Children. Masters thesis. Behavior Theory and Research Graduate Program, Federal University of Par, Belm, PA, Brasil. 70 pages. This study searched for teaching conditions for produce and keep repertoire of sentences

construction on the active and passive voice, under colors conditional control, in six

children that have learning problems at school. The construction of four pairs of

sentences (active and passive) under conditional control was taught as a baseline. Then

there were repeated tests for emergence of conditional control on the construction of

new sentences in active and passive voice, composed by recombinations of the baseline

sentences. Finally, a maintenance performance test was applied 45 days after the end of

the study. For each pair of sentence, three children were subjected to the training of

sequence in the active order followed by the sequence in the passive order, and so on,

and the other three children were subjected to the reverse training. All the children

learned to construct the baseline sentences under conditional control, requiring more

exposition on passive sentences training to reach the learning criteria. In the repeated

tests for emergence of conditional control on the construction of new sentences, the

number of correct constructions in the active (92,4%) was greater than in the passive

(31%), regardless of the teaching order of sentences. In the maintenance test, the

performance increased, with 78,9% correct in passive and 80,3% in active. In this study

a better performance in the maintenance test was observed in relation to previous

studies, suggesting that the training of greater number of baseline sentences is a

favoring condition for maintenance of the repertoire.

Keywords: conditional control, sentence construction, active and passive voice,

children with a history of school failure.

ix

Sumrio

Agradecimentos................................................................................................................iii

Resumo.............................................................................................................................v

Abstract...........................................................................................................................vi

Lista de figuras...............................................................................................................viii

Lista de tabelas.............................................................

View more