universidade federal de santa catarina centro in the modes of operation using software catia v5....

Download UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO in the modes of operation using software Catia V5. Lastly,

Post on 29-Jan-2020

0 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • 1

    UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA

    CENTRO TECNOLÓGICO DE JOINVILLE

    CURSO DE ENGENHARIA AUTOMOTIVA

    ELISA MOBINI KESHEH

    REDUÇÃO DE GARGALO EM UMA LINHA DE PRODUÇÃO MISTA DA

    INDÚSTRIA AUTOMOTIVA

    Joinville, 2016

  • 2

    ELISA MOBINI KESHEH

    REDUÇÃO DE GARGALO EM UMA LINHA DE PRODUÇÃO MISTA DA

    INDÚSTRIA AUTOMOTIVA

    Trabalho de conclusão de curso

    apresentado como requisito parcial para

    obtenção do título de bacharel em

    Engenharia Automotiva na Universidade

    Federal de Santa Catarina, Campus

    Joinville.

    Orientador: Dra. Janaina Renata Garcia

    Coorientador: Msc. Marcelo da Silva

    Meira

    Joinville, 2016

  • 3

    AGRADECIMENTOS

    Primeiramente, agradeço a senhora minha mãe, que além de lutar para que eu me

    formasse sempre, por vezes duvidou que um dia eu terminaria esse TCC. Essa vitória eu

    dedico a você, minha rainha.

    Agradeço a minha orientadora Janaína Renata Garcia, que apesar de nunca ter me

    dado aula, me aceitou de braços abertos e nunca demorou mais de meia hora para responder

    meus whatsapps, até mesmo nos finais de semana. Eu diria que essa é a orientadora dos

    sonhos de qualquer jovem universitário, muito obrigada querida.

    Agradeço ao senhor co-orientador, Marcelo Meireles, que além de ter me apresentado

    para o mundo da produção, um mundo bastante mágico, aceitou ainda me ajudar nessa

    jornada. Meireles por vezes se encontrava muito mais animado que qualquer outra pessoa

    existente no mundo quando se tratava deste trabalho, inclusive já me inscreveu em

    congressos, planejou meu mestrado, meu doutorado, phd, entre outros.

    Agradeço ao meu companheiro, Eduardo Schmid, que dentre tantos dias que não

    recebeu minha atenção, ainda assim por vezes me mostrou seus dotes culinários ao preparar

    tapiocas de presunto e queijo inemaginávelmente deliciosas, e em outras vezes ficou brabo

    quando via que eu estava me divertindo em vez de fazer o TCC. Amor, todo mundo é filho de

    Deus.

    Agradeço ao meu ex-orientador, Leonel Rincon Cancino, que nadou tanto comigo em

    tempos difíceis, me recebeu nos sabados, levou xingões da esposa por receber emails na

    madrugada, mas infelizmente morremos na praia. O que importa é participar.

    Agradeço a minha amiga, Renata Schmoeller, que me acompanhou nessa vida de

    atraso de TCC e longas jornadas de estágio, me abrigou para fazermos o TCC juntas, mas no

    final acabamos no baile funk dançando todas, fazer o que né amiga, pelo menos nos

    divertimos muito.

    Agradeço ao melhor amigo casal, Andressa Otto e Pedro Pastorelli, apesar de o Pedro

    lamentar muito a decisão do tema do meu TCC, falando que deixei de fazer TCC em

    engenharia, ainda assim sei que ele sente enorme orgulho de mim, não é mesmo, Pedro? E a

    Andressa por aguentar tanto chororô, é ou não é?

  • 4

    A minha amiga queridérrima Marina Pauli que também fingiu que estudaria comigo

    enquanto eu fizesse TCC mas ficou apenas assistindo greys e me oferecendo comida de 3 em

    3 segundos, ainda bem que eu faço TCC assistingo seriado, multitask total.

    Agradeço aos colegas que me ajudaram no desenvolvimento deste trabalho,

    especialmente o jovem Edgar Costa, que com imensurável paciência me treina para ser um dia

    uma parcela do que ele é. Também ao Vinicius Hilgen (assim já acho no skype), que me

    ensinou tudo que eu sei de Fitness, já emagreci 3kg, e ao Gilmar Silva, Thiago Emiliano. E

    aos colegas que fazem o dia nascer feliz, GISELE BUCKSTEGGE, Alexandre Lisboa,

    Patricia Rizzi e Valéria Santos.

    Agradeço aqueles colegas da universidade que viraram a noite comigo estudando até

    enxergar o sol, Geovana Folle, Lais Ledra, Jéssica Gumiel e Evandro Machado, vamos ter

    calma nós. Aos grandes amigos que fiz durante a faculdade, Nicole Hannes, Manu Sabatke

    (porque ninguém sabe seu nome de verdade), Meryellen Felicio e Aline Mroskowski.

    E por último, mas bem importante, a grande familia que é muito unida e também

    muito ouriçada, Emilia Mobini Kesheh, Fazel Mobini Kesheh, Foad Mobini Kesheh, José

    Augusto Schmid e Ester Schmid. Amém!

  • 5

    RESUMO

    Este trabalho apresenta um estudo de caso de uma linha de produção mista de uma

    empresa da indústria automotiva, no setor de carroceria. O objetivo deste trabalho é reduzir o

    gargalo do setor de carroceria, que é a linha que monta as laterais dos veículos, propondo

    soluções para minimizar o tempo de ciclo das mesmas. Para melhor compreensão do

    problema é construído com o software de simulação de manufatura Witness um modelo de

    simulação discreta, nesse modelo é representado o processo com a configuração atual de

    implantação e modo de funcionamento, com os tempos de operação de cada posto. Também

    foram aplicados os princípios de balanceamento de linha com racionalização de atribuições de

    tarefas e automação de atividades que não agregam valor. Para algumas propostas de solução

    encontradas, foram conduzidos estudos de factibilidade através de avaliação virtual de

    alterações dos meios de produção utilizando o software Catia V5. Por fim, é avaliado também

    o sistema de produção atual em comparação ao sistema Just-In-Time (JIT). Para tal avaliação

    foi realizado um projeto para aplicação de sistema de kitting sincronizando estoque com o

    processo através do uso de veículos autoguiados (AGV). Através dessas avaliações, reduziu-

    se as perdas por deslocamentos, tempos de esperas e ineficiências e eliminou-se a restrição

    atual dessa linha de montagem.

    Palavras-chave: Balanceamento de uma Linha de Produção Mista. Método Kitting. JIT.

    Indústria Automotiva

  • 6

    ABSTRACT

    The present paper presents a study of case of a mixed model assembly line production

    in automotive industry, in body in white section. The main objective of this work is to reduce

    the bottleneck of this sector, which is the line that assembles the sides of the vehicles,

    proposing solutions to minimize the cycle time of the line that assembles the left lateral of the

    vehicle. A discret simulation model was built in Witness, a manufacturing simulation

    software, for better comprehension of the problem, that describes the process with the actual

    configuration of implantation and operating mode, with times of operation for each place.

    Were also applied the principles of balancing in the assembly line with rationalization of

    atributtions in tasks and automating tasks that does not add value. For some proposals of

    encountered solutions, feasibility studies were conducted through virtual avaliation of changes

    in the modes of operation using software Catia V5. Lastly, a comparison between the actual

    production mode and the Just-in-time (JIT) system is evaluated. For such evaluation it was

    conceived a project in which the kitting system was applied synchronizing stock with the

    process through auto guided vehicles (AGV). Through these avaliations, it was reduced losses

    from move, waiting times and inefficiency that allowed to eliminate the actual restriction in

    the referred assembly line.

    Key-words: Mixed-Model Assembly Line Balancing Problem (MALBP). Kitting method.

    JIT. Automotive Industry.

    .

  • 7

    LISTA DE FIGURAS

    Figura 1. Estrutura de um TCC e suas partes relevantes ....................................................... 16

    Figura 2. Os sistemas produtivos e suas estratégias competitivas .......................................... 20

    Figura 3. Dinâmica da programação empurrada ................................................................... 21

    Figura 4. Dinâmica da programação Puxada ......................................................................... 21

    Figura 5. Sistema kanban de um único cartão. ...................................................................... 22

    Figura 6. (a) Fluxo tradicional (b) JIT entre estágios. ........................................................... 23

    Figura 7. Diferentes visões de utilização de capacidades nas abordagens (a) tradicional e (b)

    JIT. ...................................................................................................................................... 25

    Figura 8. O Planejamento e Controle da produção ................................................................ 28

    Figura 9. Visão geral do planejamento-mestre da produção .................................................. 30

    Figura 10. Fatores que influenciam séries históricas ............................................................. 33

    Figura 11. Número de produtos em linhas de produção: simples, mista e multi-modelo,

    respectivamente ................................................................................................................... 34

    Figura 12. O balanceamento