universidade federal da grande dourados - ufgd...

Download UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS - UFGD 200.134.17.33/profiap/tcfs-dissertacoes-1/ufgd/2016/58_ufgd_2016_a... ·

Post on 20-Jan-2019

218 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

1

UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS - UFGD

PROGRAMA DE MESTRADO PROFISSIONAL EM ADMINISTRAO

PBLICA EM REDE NACIONAL

A TECNOLOGIA COMO INSTRUMENTO DE GESTO HOSPITALAR: UMA

PROPOSTA DE DIGITALIZAO DE PRONTURIOS MDICOS NO HU-

UFGD

THAISA PASE MACHADO

DOURADOS - MS

2016

2

THAISA PASE MACHADO

A TECNOLOGIA COMO INSTRUMENTO DE GESTO HOSPITALAR: UMA

PROPOSTA DE DIGITALIZAO DE PRONTURIOS MDICOS NO HU-

UFGD

Trabalho de Concluso Final apresentado ao Mestrado Profissional em Administrao Pblica em Rede Nacional da Universidade Federal da Grande Dourados (PROFIAP/UFGD), como requisito parcial obteno do ttulo de Mestre em Administrao Pblica. Orientadora: Profa. Dra. Elisangela Alves

da Silva Scaff

DOURADOS MS

2016

3

4

5

Dedico este trabalho minha filha, Laura:

coragem, motivao, alegria e f. Todas as

minhas medalhas so para ti, um privilgio

ser sua me.

minha me, Nelci, pelo amor incondicional,

por todo o suporte e incentivo.

Ao meu pai, Srgio, pelos conselhos,

ensinamentos e presena.

6

AGRADECIMENTOS

Deus, por permitir a realizao deste trabalho.

Agradeo minha filha e aos meus pais, por inspirarem e apoiarem essa

conquista.

professora orientadora, Dra. Elisangela Alves da Silva Scaff, meus

agradecimentos por sua generosidade, dedicao, pacincia e por partilhar de

seus conhecimentos. Alm do privilgio de receber suas orientaes durante a

elaborao deste trabalho final, as reflexes e conhecimento gerados por meio

dos debates e seminrios realizados na disciplina ministrada por voc ampliaram

meu campo de viso, afinaram meu senso crtico e deixaram a marca do

encantamento, admirao e responsabilidade pela administrao pblica, feitos

que apenas os verdadeiros mestres conseguem realizar, poucos o so e voc .

professora Dra. Morgana de Ftima Agostini Martins pelas valiosas

contribuies, pela generosidade em partilhar seus conhecimentos e possibilitar

o melhor encaminhamento da verso final deste trabalho.

professora Dra. Jaqueline Severino da Costa, por aceitar prontamente o

convite para compor esta banca avaliadora, pelas contribuies e a pertinncia

dos questionamentos.

Ao chefe do Setor de Regulao e Avaliao em Sade, Marcos Luis Faleiros

Loureno, enquanto membro da banca de defesa, por todas as contribuies e

correes; enquanto chefia imediata, por possibilitar o desenvolvimento deste

trabalho, pela compreenso, incentivo e por partilhar de sua experincia.

Meus agradecimentos Kamila Morandim Maidana, pelo apoio em momentos

delicados da vida.

Aos colegas e professores do PROFIAP-UFGD, pelas discusses, reflexes e

convivncia.

Ao Hospital Universitrio da Universidade Federal da Grande Dourados, campo

de desenvolvimento da pesquisa, que me acolheu enquanto servidora e

pesquisadora.

7

Aos colegas de trabalho pela compreenso e incentivos dirigidos a mim durante

esse percurso.

Aos servidores do Setor de Regulao e Avaliao em Sade pelas discusses

e contribuies.

Aos servidores do Centro de Documentao Histrica da UFGD, na pessoa do

coordenador Dr. Paulo Roberto Cim Queiroz, por partilhar de sua experincia e

dispor de seu tempo para discusso de dvidas sobre aspectos prticos deste

trabalho.

todas as pessoas que de alguma forma contriburam para o desenvolvimento

deste trabalho.

8

O arquivo a tesouraria cientfica do hospital

atravs da qual circulam valores de vida.

(Mezzomo, 1982, p.41)

9

RESUMO

Este estudo destina-se a descrever o caminho percorrido pelos

pronturios dos pacientes no Hospital Universitrio da Universidade Federal da

Grande Dourados HU-UFGD, desde a admisso dos pacientes at o

arquivamento dos pronturios. A partir desta informao, foram propostas duas

alternativas para a digitalizao de pronturios, que se faz pertinente para

responder a problemas graves de manuseio e armazenamento de documentos.

Estes problemas implicam na falta de espao fsico, recursos humanos e

estrutura para guarda. Para a realizao deste trabalho foi utilizado o mtodo de

observao sistemtica para levantamento do cenrio em estudo, onde verificou-

se que o sistema de gesto utilizado pelo HU-UFGD para cadastro de pacientes

possui, entre diversos mdulos, o mdulo de pronturio eletrnico que est

disponvel para utilizao apenas em parte do hospital. A observao permitiu

constatar ainda a inexistncia de um sistema informatizado para gesto de

pronturios em suporte papel, cujo movimento chega a aproximadamente 500

(quinhentos) pronturios dirios. A partir da viabilizao de propostas para a

digitalizao de pronturios pretende-se formar um banco de imagens que

auxilie nas atividades assistenciais, jurdicas, ensino e pesquisa, reduzindo a

manipulao de documentos em papel e permitindo a readequao das

atribuies de servidores lotados no Servio de Arquivo Mdico e Estatstica

SAME, bem como otimizar a utilizao de espao fsico, desde que sejam

atendidos os requisitos do Nvel de Garantia de Segurana 2 NGS2 do Manual

de Certificao para Sistemas de Registro Eletrnico em Sade.

Palavras-chave: Gesto Hospitalar; Pronturios Mdicos; Digitalizao de

Documentos; Administrao Pblica.

10

ABSTRACT

This study is intended to propose the digitization of the medical records from the

University Hospital of the Federal University of Grande Dourados - HU-UFGD

through a partnership with the University itself, in order to use the least possible

financial resources for the public administration. It was used the systematic

observation method to close the scenario under study, at where it was found that

HU-UFGD uses a management system where patients are registered. This

system has several modules, including the electronic medical record module that

is available for use only in part of the hospital. There is no computerized system

for managing medical records on paper, approximately 500 (five hundred)

records are moved daily during the administrative activities, care, teaching and

research. As of the feasibility of the digitization project of the records aims to form

a bank of images that works, including for research, reducing the handling of

paper documents and enabling the re-adaptation of the powers of the loaded

servers in the Medical Records and the Statistics Service - SAME, as well as

optimize the use of physical space, provided that the requirements of the Security

Assurance Level 2 are attended - NGS2 Certification Guide for Electronic

Registration Systems in Health.

Keywords: Hospital Management; Medical Records; Document Scanning;

Public Administration

11

LISTA DE GRFICOS

Grfico 1 Mdia do Quantitativo de Internaes Aprovadas...............................41

Grfico 2 Mdia de Valores Aprovados..............................................................41

12

LISTA DE IMAGENS

Imagem 1 Fluxo de pronturios..........................................................................29

Imagem 2 Fluxograma do pronturio digitalizado em parceria............................63

Imagem 3 Fluxograma do pronturio digitalizado no HU-UFGD.........................69

13

LISTA DE QUADROS

Quadro 1 Estimativa da populao residente da macrorregio de Dourados com

data de referncia em 1 de julho de 2015..........................................................37

Quadro 2 Comparativo da Estrutura dos Servios de Arquivo Mdico e Estatstica

Hospitais da rede EBSERH.............................................................................51

Quadro 3 Requisitos do Nvel de Garantia de Segurana 2 (NGS2) ..................57

14

LISTA DE TABELAS

Tabela 1 Distribuio de Leitos HU-UFGD.........................................................38

Tabela 2 Comparativo entre o ms de alta e o ms de competncia de contas hospitalares........................................................................................................42

Tabela 3 Comparativo entre dados DATASUS e AGHU.....................................43

Tabela 4 Digitalizao por meio de parceria.......................................................64

Tabela 5 Digitalizao do prprio arquivo...........................................................66

15

LISTA DE ABREVIATURAS E SIGLAS

AGHU Aplicativo de Gesto para Hospitais Universitrios

AIH Autorizao de Internao Hospitalar

CCIH Comisso de Controle de Infeco Hospitalar

CDR Centro de Documentao Regional

CEPE Comisso de tica em Pesquisa e Extenso

CFM Conselho Federal de Medicina

CNES Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Sade

CONARQ Conselho Nacional de Arquivos

DATASUS Departamento de Informtica do SUS

EBSERH Empresa Brasileira de Servios Hospitalares

FCS Faculdade de Cincias da Sade

GED Gerenciador Eletrnico de Documentos

HCPA Hospital das Clnicas de Porto Alegre

HUMA Hospi

Recommended

View more >