universidade de sÃo paulo instituto de energia e ?· apec – cooperação econômica...

Download UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO INSTITUTO DE ENERGIA E ?· APEC – Cooperação Econômica Ásia-Pacífico…

Post on 08-Nov-2018

213 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • UNIVERSIDADE DE SO PAULO

    INSTITUTO DE ENERGIA E AMBIENTE

    PROGRAMA DE PS-GRADUAO EM ENERGIA

    THAIZ DA SILVA VESCOVI

    HIDROCARBONETOS COMO PATRIMNIO COMUM DA

    HUMANIDADE E A OBRIGATORIEDADE DE PAGAMENTO DE

    ROYALTIES DE ACORDO COM A CONVENO DAS NAES

    UNIDAS SOBRE O DIREITO DO MAR DE 1982

    SO PAULO

    2015

  • THAIZ DA SILVA VESCOVI

    HIDROCARBONETOS COMO PATRIMNIO COMUM DA HUMANIDADE E A

    OBRIGATORIEDADE DE PAGAMENTO DE ROYALTIES DE ACORDO COM A

    CONVENO DAS NAES UNIDAS SOBRE O DIREITO DO MAR DE 1982

    Tese de Doutorado apresentada ao Programa de Ps-

    Graduao em Energia do Instituto de Energia e Ambiente da

    Universidade de So Paulo para obteno do ttulo de Doutor

    em Cincias.

    Orientador: Professor Doutor Edmilson Moutinho dos Santos.

    Verso Corrigida

    (verso original disponvel na Biblioteca do Instituto de Energia e Ambiente e na Biblioteca Digital de Teses e Dissertaes da USP)

    SO PAULO

    2015

  • Nome: VESCOVI, Thaiz da Silva

    Ttulo: Hidrocarbonetos como patrimnio comum da humanidade e a obrigatoriedade de

    pagamento de royalties de acordo com a Conveno das Naes Unidas sobre o Direito do

    Mar de 1982.

    Tese apresentada ao Programa de Ps-Graduao em

    Energia do Instituto de Energia e Ambiente da

    Universidade de So Paulo para obteno do ttulo de

    Doutor em Cincias.

    Aprovado em:

    Banca Examinadora

    Prof. Dr._____________________ Instituio: ______________________

    Julgamento:_________________ Assinatura:______________________

    Prof. Dr._____________________ Instituio: ______________________

    Julgamento:_________________ Assinatura:______________________

    Prof. Dr._____________________ Instituio: ______________________

    Julgamento:_________________ Assinatura:______________________

    Prof. Dr._____________________ Instituio: ______________________

    Julgamento:_________________ Assinatura:______________________

    Prof. Dr._____________________ Instituio: ______________________

    Julgamento:_________________ Assinatura:______________________

    Prof. Dr._____________________ Instituio: ______________________

    Julgamento:_________________ Assinatura:______________________

  • A Deus e minha famlia, novamente e sempre.

  • AGRADECIMENTOS

    minha me, Lenora, ao meu pai, Paulo, e ao meu irmo, Paulo Victor, pelo amor, dedicao

    e pelas oportunidades que me possibilitaram. Ao meu marido Lucas pelo apoio e dedicao e

    ao nosso amado filho que est a caminho. Ao meu av Aly, eterno mestre querido e meus

    avs Paulo, Norma e Edenyr, por me ensinarem o sentido do amor e da famlia.

    Ao meu orientador, Professor Doutor Edmilson Moutinho dos Santos, por manifestar

    constante esprito de colaborao para que este trabalho fosse produzido com grande

    embasamento terico, por sanar as muitas dvidas advindas no decurso da elaborao desta

    tese de doutorado, e pela grande amizade que construmos.

    Ao Professor Jos Goldemberg, pela importante participao na elaborao deste trabalho,

    pelas lies humanistas que guardarei comigo e pelas perguntas pertinentes e importantes que

    me ajudaram a caminhar pelo tema. Meu muito obrigada tambm pela colaborao, suporte e

    incentivo para realizao de parte desta pesquisa na Universidade de Georgetown, Estados

    Unidos.

    Ao Professor Doutor Wagner Menezes, pela colaborao de extrema importncia na rea de

    direito internacional, e, principalmente, pela confiana em meu trabalho e afetuosa acolhida

    na rea de pesquisa da Universidade de So Paulo. Ao Professor Andr de Carvalho Ramos,

    pelo apoio constante e ensinamentos memorveis no Programa de Ps-Graduao da

    Universidade de So Paulo. Grandes mestres que sempre terei muito carinho.

    Professora Doutora Edith Brown Weiss, professores e funcionrios da faculdade de Direito

    da Georgetown University, Estados Unidos. Professora Doutora Virgnia Parente, por me

    ensinar a enxergar os novos rumos da rea de regulao e economia no mbito da energia.

    Aos Professores e funcionrios do Programa de Ps-Graduao e aos colegas de turma, pela

    amizade e carinho desde o primeiro dia de aula. Ao Conselho Nacional de Desenvolvimento

    Cientfico e Tecnolgico (CNPq) pela bolsa de estudos concedida e pelos recursos que

    viabilizaram este estudo.

  • E ainda que tivesse o dom de profecia, e

    conhecesse todos os mistrios e toda a cincia, e

    ainda que tivesse toda a f, de maneira tal que

    transportasse os montes, e no tivesse amor, nada

    seria.

    Corntios 13:2

    Sento-me, mar, a ouvir-te.

    Te sentarias tu, mar, para escutar-me?

    Vincius de Moraes

  • RESUMO

    VESCOVI, Thaiz. Hidrocarbonetos como patrimnio comum da humanidade e a

    obrigatoriedade de pagamento de royalties de acordo com a Conveno das Naes

    Unidas sobre o Direito do Mar de 1982. 2015. 133f. Tese (Doutorado em Cincias) Programa

    de Ps-Graduao em Energia da Universidade de So Paulo, So Paulo, 2015.

    O trabalho busca verificar os aspectos de regulao internacional do petrleo, mais

    precisamente queles previstos na Conveno das Naes Unidas sobre o direito do mar de

    1982 no que tangem obrigatoriedade do pagamento de royalties advindos da explorao dos

    hidrocarbonetos nas plataformas estendidas pelo estado brasileiro s Naes Unidas. Utiliza o

    mtodo dedutivo e o tipo de pesquisa exploratrio e comparativo. Na introduo, apresenta a

    problemtica e sua importncia e prope uma diviso do trabalho em seis captulos. No

    primeiro captulo, discorre sobre os institutos jurdicos do direito internacionais do mar,

    salienta a origem, conceitos, os traos e as caractersticas marcantes do direito internacional

    do mar por meio de princpios e fontes, traando as premissas do trabalho. No segundo

    captulo, discorre sobre a Conveno das Naes Unidas sobre o direito do Mar de 1982,

    apontando quais so as partes legtimas, os requisitos e fundamentos para pagamento dos

    royalties, as caractersticas das plataformas continentais geolgicas e sua classificao, o

    pagamento como mecanismo de garantia dos direitos humanos, fundamentais, sociais, bem

    como sua destinao, analisando os rgos criados pela Conveno: a Comisso de limites da

    Plataforma Continental, a Autoridade de Fundos Marinhos, e o Tribunal do Mar. O terceiro

    captulo cuida do cenrio atual estadunidense no que diz respeito explorao de recursos da

    plataforma ampla, tratando dos aspectos histricos e jurdicos, o posicionamento do Poder

    Executivo versus Poder Legislativo e dos casos concretos de explorao petrolfera no rtico

    e no Golfo do Mxico. O quarto captulo, por sua vez, trata do caso brasileiro, abordando os

    aspectos histricos e jurdicos, a legislao interna e internacional sobre o direito de

    explorao dos recursos naturais, alm de questes diplomticas. O quinto captulo traz uma

    abordagem comparativa imparcial sobre o posicionamento escolhido pelos dois pases e

    analisa os possveis cenrios futuros. Feita a anlise, a tese conclui que so dois caminhos que

    podem ser seguidos no que diz respeito ao tema: no primeiro cenrio, o pas permaneceria

    Estado-parte da CNUDM, podendo obter a extenso e explorao de sua Plataforma

    Continental, exercendo seus direitos de explorao da rea, podendo, todavia, insidir no

    pagamento dos royalties futuramente. Em um segundo cenrio, o pas no Estado-parte da

    CNUDM, atuaria em cooperao com os pases fronteirios signatrios da Conveno, para

    explorar sua Plataforma Continental estendida, todavia, sem existir a possibilidade de requerer

    a extenso e legitimidade para explorao da rea pelas regras da Conveno.

    Palavras-chave: Royalties. Petrleo. Regulao Internacional. Direitos Humanos. Direito

    Internacional do Mar. Naes Unidas

  • ABSTRACT

    VESCOVI, Thaiz. Hydrocarbons as the common heritage of mankind and the obligation to

    payment of royalties according to the United Nations Convention on the Law of the Sea

    1982. 2015. 120f. PhD Thesis Graduate Program on Energy, Universidade de So Paulo, So Paulo,

    2015.

    The present work searchs to verify the aspects of international regulation of oil, more

    specifically those contained in the United Nations Convention on the Law of the Sea in 1982

    that refer to the obligation to pay royalties arising from the exploitation of hydrocarbons in

    the extended platforms by the Brazilian government to the United Nations. The deductive

    method and the type of exploratory and comparative research were used. In the introduction it

    was presented problematic, its importance and the division of the work in five chapters. The

    second chapter discoursed the aspects of legal institutions of the international law of the sea,

    stresses the origin, concepts, traits and salient features of the international law of the sea

    through principles and sources, tracing the work premises. The third chapter discusses the UN

    Convention on the Law of the Sea of 1982, pointing out what are the legitimate parties,

    requirements and grounds for the payment of royalties, the characteristics of the geological

    continental shelves and their classification, and the payment as a mechanism of human rights

    protection, fundamental, social and heritage of humanity, as well as its destination, bringing

    aspects of the Commission on the Continental Shelf limits, the Seabed Authority and the

    International Tribunal for

Recommended

View more >