Unidade de injeção pde e edc scania blog

Download Unidade de injeção pde e edc scania   blog

Post on 08-Sep-2014

682 views

Category:

Automotive

6 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

 

TRANSCRIPT

<ul><li> Scania CV AB 2004, Sweden 1 714 494 03:04-09 Edio 1 pb Sistema de combustvel com unidade de injeo PDE e EDC S6 Descrio de funcionamento EDC S6 135261 </li> <li> ndice Importante ..................................................................................3 Generalidades ..................................................................................4 O trajeto do combustvel...........................................5 Quantidade de combustvel e sincronismo de injeo.......................................................................7 Componentes no sistema de combustvel Bomba de alimentao .............................................8 Bomba manual..........................................................9 Coletor de combustvel...........................................10 Vlvula de alvio da presso...................................10 Unidade de injeo .................................................11 Filtro de combustvel..............................................17 EDC Vista geral...............................................................18 Componentes no motor...........................................19 Componentes na rea do motorista.........................32 Sistema de aviso .....................................................38 Interao com outros sistemas................................42 ndice </li> <li> 03:04-09 Scania CV AB 2004, Sweden 3 Importante! As precaues de segurana e os avisos na descrio de servio devem ser lidos atentamente antes da execuo de qualquer servio. No permitido usar somente a descrio de funcionamento como base do trabalho. Importante </li> <li> 4 Scania CV AB 2004, Sweden 03:04-09 Generalidades UM sistema de combustvel com EDC, comando de injeo eletrnico e unidades de injeo PDE, Pumpe- Dse-Einheit, consiste alm das tubulaes e do tanque de combustvel nas seguintes peas. 1 Uma bomba de alimentao 2 Uma bomba manual 3 Uma unidade de comando eletrnica 4 Um filtro de combustvel 5 Uma unidade de injeo, do tipo PDE, por cilindro 6 Um coletor de combustvel 7 uma vlvula reguladora de presso O sistema de combustvel tambm inclui um sistema de controle eletrnico. O sistema de comando consiste - alm da unidade de comando - em vlvulas solenides da unidade de injeo, em sensores e outras unidades de comando, dentre outros componentes. Mais informaes sobre o sistema de controle eletrnico podem ser encontradas na seo EDC. Generalidades </li> <li> 03:04-09 Scania CV AB 2004, Sweden 5 O trajeto do combustvel A bomba de alimentao 1 extrai o combustvel do reservatrio, pressiona-o atravs do filtro de combustvel 2 e o insere no coletor de combustvel 3. Uma bomba manual 4 est localizada na bomba de alimentao. A bomba manual usada para sangrar o sistema de combustvel. H uma vlvula de alvio 5 no coletor de combustvel. Uma vlvula reguladora de presso regula constantemente a presso do combustvel. Se a presso estiver muito alta, a vlvula reguladora se abre para que o combustvel excedente seja drenado de volta para o reservatrio. O trilho de combustvel distribui o combustvel para as unidades de injeo em cada cabeote do cilindro. A unidade de comando do EDC controla quando as unidades de injeo devem injetar combustvel nos cilindros. Qualquer excesso de combustvel retornar ao reservatrio por meio de uma tubulao de retorno no pressurizada no coletor de combustvel. 134117 2 5 4 1 3 O trajeto do combustvel </li> <li> 6 Scania CV AB 2004, Sweden 03:04-09 Diagrama esquemtico do sistema de combustvel 1 2 3 D 4 E5 A B C A 6 134540 1 Bomba de alimentao 2 Bomba manual 3 Filtro de combustvel 4 Cilindros 5 Reservatrio de combustvel 6 Duto de combustvel para retorno e excesso de combustvel A Vlvula de reteno B Bomba de engrenagens (bomba de alimentao) C Vlvula de segurana D Vlvula de alvio E Unio de drenagem O trajeto do combustvel </li> <li> 03:04-09 Scania CV AB 2004, Sweden 7 Quantidade de combustvel e sincronismo de injeo Cada unidade de injeo consiste em um elemento da bomba, uma vlvula solenide e um bico. Desse modo, possvel controlar a injeo de combustvel de cada cilindro. O EDC (Comando de injeo eletrnico) o sistema eletrnico que controla no apenas a quantidade de combustvel que cada unidade de injeo deve injetar no cilindro como tambm quando elas devem injetar o combustvel. Com esse controle de injeo, possvel otimizar a combusto, o que, por sua vez, resulta em gases de escape mais limpos e em menor consumo de combustvel. O sistema EDC descrito neste mdulo destina-se ao S6. A unidade de comando o crebro do sistema EDC. A unidade de comando processa a informao dos sensores e componentes que fazem parte do sistema EDC e tambm das unidades de comando em outros sistemas. Depois de a unidade de comando ter processado a informao, ela transmite sinais para as unidades de injeo. Os sinais controlam a injeo de combustvel. O sistema EDC torna possveis funes como controle de cruzeiro, acelerador manual, limitador de velocidade, limitador de fumaa e um esquema especial de partida a frio. Quantidade de combustvel e sincronismo de injeo </li> <li> 8 Scania CV AB 2004, Sweden 03:04-09 Componentes no sistema de combustvel Bomba de alimentao A bomba de alimentao do tipo engrenagens est localizada na extremidade traseira do compressor de ar e acionada pela rvore de manivelas do compressor. Sua capacidade ajustada para proporcionar a presso e a taxa de fluxo corretas para todas as unidades de injeo. O orifcio feito no flange da bomba de alimentao usado para indicar vazamentos. Posio da bomba de alimentao 134590 Componentes no sistema de combustvel </li> <li> 03:04-09 Scania CV AB 2004, Sweden 9 Bomba manual A bomba manual posicionada na extremidade traseira da bomba de alimentao e usada para sangrar o sistema de combustvel. Em nibus, a posio da bomba manual permite acess-la facilmente atravs da porta traseira do compartimento do motor. Posio da bomba manual na bomba de alimentao em caminhes. 134588 Posio da bomba manual em nibus. Componentes no sistema de combustvel </li> <li> 10 Scania CV AB 2004, Sweden 03:04-09 Coletor de combustvel O coletor de combustvel distribui o combustvel para as unidades de injeo de cada cabeote do cilindro. O coletor de combustvel apertado com parafusos banjo conectados tubulao de retorno ligada ao reservatrio de combustvel. Vlvula reguladora de presso A vlvula reguladora de presso est posicionada no coletor de combustvel. A vlvula reguladora controla a presso de alimentao no sistema de combustvel. Posio da vlvula reguladora de presso em caminhes 134162 Componentes no sistema de combustvel </li> <li> 03:04-09 Scania CV AB 2004, Sweden 11 Unidade de injeo Generalidades H uma unidade de injeo para cada cilindro. A unidade de injeo posicionada no centro do cabeote do cilindro entre as quatro vlvulas. A unidade de injeo um elemento da bomba que forma uma s unidade com o bico injetor. Ela acionada pelo eixo de comando do motor. O acionamento transferido do eixo de comando atravs de um tucho, haste do tucho e balancim para a unidade de injeo. Qualquer excesso de combustvel remanescente na unidade de injeo retornar ao reservatrio por meio do duto destinado ao combustvel excedente (A). Um duto de combustvel passa atravs da carcaa da vlvula que apresenta fluxo constante de combustvel. O combustvel que flui atravs da unidade de injeo funciona como um lquido de arrefecimento na unidade de injeo. O combustvel aquecido retorna ao reservatrio pelo duto para retorno do combustvel (B). 1 Seo da bomba 2 Seo do injetor 3 Carcaa da vlvula A Um duto para o combustvel excedente B Duto para o retorno do combustvel Componentes no sistema de combustvel </li> <li> 12 Scania CV AB 2004, Sweden 03:04-09 A unidade de injeo consiste em trs partes principais. Seo da bomba, contendo cilindro e mbolo, correspondendo ao elemento da bomba em uma bomba injetora. Seo do injetor, com mola, luva e agulha do bico. Carcaa da vlvula, com uma vlvula de combustvel controlada eletromagneticamente. A parte inferior da unidade de injeo instalada em uma luva de ao com a arruela de cobre repousando contra o fundo do cabeote do cilindro, semelhante a um injetor comum. A parte superior da unidade de injeo, com mola de compresso e carcaa da vlvula, est posicionada acima do cabeote do cilindro. O sincronismo de injeo e a quantidade de combustvel a ser injetado so determinados pela unidade de comando. A unidade de comando controla a vlvula de combustvel eletromagntica na carcaa da vlvula da unidade de injeo. O tempo de abertura do injetor (sincronismo de injeo) determina a quantidade de combustvel que ser injetada no cilindro. Qualquer excesso de combustvel da unidade de injeo flui para o coletor de combustvel atravs do duto no cabeo do cilindro. O combustvel entra na tubulao de retorno no coletor de combustvel atravs de um npel banjo na vlvula de alvio e retorna para o reservatrio de combustvel. Componentes no sistema de combustvel </li> <li> 03:04-09 Scania CV AB 2004, Sweden 13 Fase de enchimento Durante a fase de enchimento, o mbolo da bomba 2 sobe at sua posio mais alta. O ponto mais alto do came no eixo de comando passou e o tucho se move em direo ao crculo bsico do eixo de comando. A vlvula de combustvel 1 est na posio aberta e o combustvel pode fluir no cilindro da bomba a partir do duto de combustvel 3. O enchimento continua at o mbolo da bomba atingir sua posio mais alta. 1 Vlvula de combustvel 2 mbolo da bomba 3 Duto de combustvel, entrada 4 Duto de combustvel, sada 1 2 3 134141 4 Componentes no sistema de combustvel </li> <li> 14 Scania CV AB 2004, Sweden 03:04-09 Fase de derramamento A fase de derramamento comea quando o eixo de comando alcana a posio na qual o came no eixo de comando comea a pressionar o mbolo da bomba 2 para baixo por meio do tucho, haste do tucho e balancim. O combustvel agora pode fluir pela vlvula de combustvel 1, pelo orifcio na unidade de injeo e para fora pelo duto de combustvel 4. A fase de derramamento continuar enquanto a vlvula de combustvel 1 permanecer aberta. 1 Vlvula de combustvel 2 mbolo da bomba 3 Duto de combustvel, entrada 4 Duto de combustvel, sada 134142 1 2 3 4 Componentes no sistema de combustvel </li> <li> 03:04-09 Scania CV AB 2004, Sweden 15 Fase de injeo A fase de injeo comea quando a vlvula de combustvel 1 se fecha. A vlvula de combustvel se fecha quando a vlvula solenide recebe tenso. O came no eixo de comando continua a pressionar para baixo o mbolo da bomba 2 por meio do balancim e a injeo ocorre porque a passagem atravs da vlvula de combustvel est fechada. A fase de injeo continuar enquanto a vlvula de combustvel 1 permanecer fechada. 1 Vlvula de combustvel 2 mbolo da bomba 3 Duto de combustvel, entrada 4 Duto de combustvel, sada 134143 1 2 3 4 Componentes no sistema de combustvel </li> <li> 16 Scania CV AB 2004, Sweden 03:04-09 Fase de reduo da presso A injeo pra quando a vlvula de combustvel 1 se abre e a presso na unidade de injeo cai abaixo da presso de abertura do bico injetor. O combustvel flui atravs da vlvula de combustvel aberta 1, pelo orifcio na unidade de injeo e para fora atravs do duto de combustvel 4. A posio fechada ou aberta da vlvula de combustvel que determina quando que a injeo deve comear e terminar. O tempo que a vlvula de combustvel permanece fechada determina a quantidade de combustvel injetada durante cada curso da bomba. 1 Vlvula de combustvel 2 mbolo da bomba 3 Duto de combustvel, entrada 4 Duto de combustvel, sada 134144 1 2 3 4 Componentes no sistema de combustvel </li> <li> 03:04-09 Scania CV AB 2004, Sweden 17 Filtro de combustvel O filtro de combustvel um filtro de insero com um elemento do filtro. O elemento preso na tampa e quando o filtro removido, a carcaa do filtro drenada automaticamente. Posio do filtro de combustvel 134587 Entradas e sadas do filtro de combustvel em caminhes 1 Npel de sangria 2 Entrada 3 Sada 4 Retorno ao reservatrio de combustvel 5 Retorno do coletor de combustvel Entradas e sadas do filtro de combustvel em nibus 1 Npel de sangria 2 Entrada 3 Sada 4 Npel de sangria (usado quando o tanque de combustvel est muito alto para que o outro npel de sangria seja utilizado.) Componentes no sistema de combustvel </li> <li> 18 Scania CV AB 2004, Sweden 03:04-09 EDC S6 Vista geral A figura abaixo mostra os componentes e sistemas com os quais a unidade de comando do EDC se comunica. A comunicao com determinados componentes se realiza atravs do coordenador. 3 4 5 6 1 78 2 PDE 134253 9 1 Dois sensores de rotaes do motor 2 Sensor de temperatura e presso do ar de admisso 3 Sensor de temperatura do lquido de arrefecimento 4 Sensor da presso do leo 5 Vlvulas solenide da unidade de injeo, uma por cilindro. 6 Coordenador que conecta a unidade de comando do EDC aos componentes na rea do motorista. 7 Unidade de comando do Opticruise 8 Unidade de comando do Retarder 9 Unidade de comando para ABS/TC e EBS Vista geral </li> <li> 03:04-09 Scania CV AB 2004, Sweden 19 Componentes no motor Sensores de rotaes do motor, T74 e T75 1 Sensor de rotaes do motor 1, T74 2 Sensor de rotaes do motor 2, T75 134591 T74T75 Posio do sensor de rotaes do motor. O detalhe mostra alguns dos orifcios no volante que so detectados pelos sensores de rotaes do motor. H dois sensores de rotaes do motor no sistema EDC: sensor de rotaes do motor 1 e sensor de rotaes do motor 2. Os sensores so indutivos. Isso significa que eles s produzem sinais quando o motor estiver em funcionamento. A fora do sinal varia significativamente, dependendo da folga de ar entre os sensores e o volante, bem como das rotaes do motor. O sistema EDC efetua uma estimativa da intensidade do sinal a diferentes rotaes do motor. Um cdigo de falha ser gerado se a fora do sinal se tornar muito baixa. Tanto o sensor de rotaes do motor 1 quanto o sensor de rotaes do motor 2 lem a posio do volante. Isso significa que o sistema no pode determinar em qual das duas possveis revolues que o motor se encontra, ou seja, se, por exemplo, o cilindro 1 ou o cilindro 6 se encontra na posio de ignio. A posio do motor armazenada cada vez que o motor desligado e...</li></ul>