uni£o europeia

Download Uni£o Europeia

Post on 10-Jul-2015

477 views

Category:

Education

1 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • Unio Europeia

  • INDICE

    Como e quando surgiu a U.E. (Breve Histria)

    Os pases fundadores.

    Principais objetivos.

    Os tratados da U.E.

    Os smbolos da U.E.

    Pases que aderiram U.E.

    A adeso de Portugal U.E.

    Quando que o euro() entrou em circulao e os pases que o utilizam.

  • INTRODUO

    Com este trabalho pretendo dar a conhecer vrios assuntos sobre a U.E.:

    1. Como e quando surgiu a U.E. (Breve Histria)

    2. Os pases fundadores.

    3. Principais objetivos.

    4. Os tratados da U.E.

    5. Os smbolos da U.E.

    6. Pases que aderiram U.E.

    7. A adeso de Portugal U.E.

    8. Quando que o euro() entrou em circulao e os pases que o utilizam.

  • COMO E QUANDO SURGIU A U.E. (BREVE HISTRIA)A 2 GUERRA MUNDIAL (1939-1945) deixou a Europa destruda e empobrecida, enquanto os Estados Unidos da Amrica e a ento Unio Sovitica se transformavam em duas grandes potncias mundiais.

    Era necessrio que os pases europeus se unissem para resolver as suas dificuldades e promover o desenvolvimento econmico.

    Robert Schuman e Jean Monet foram os primeiros a ter a ideia de uma Europa Unida.

    A primeira comunidade, conhecida por Comunidade Europeia do Carvo e do Ao( CECA), tinha apenas objectivos econmicos.

    A necessidade de fazer a manuteno da paz e favorecer o desenvolvimento atravs das trocas comerciais levou criao da Comunidade Econmica Europeia (CEE), cujo objectivo era assegurar a livre circulao de pessoas; servios; capitais; mercadorias.

    Esta comunidade regista novas adeses, passando dos seis elementos iniciais a nove (Europa dos Nove ) e a doze (Europa dos Doze )

    Quando os pases que constituam a CEE decidiram criar uma moeda nica europeia, a designao de CEE mudou para Unio Europeia.

    A Unio Europeia recebe mais trs adeses, passando a chamar-se Europa dos Quinze.Em Outubro de 1997, os Chefes de Estado e de Governo da Europa dos Quinze comprometem-se a tomar medidas destinadas a melhorar a vida dos cidados, nomeadamente atravs:

    Do alargamento do conceito de cidadania;

    Da prioridade dada ao emprego;

    Da criao de condies de estabilidade econmica para tornar a Unio Monetria e a moeda nica uma realidade.

  • PASES FUNDADORESOs pases fundadores da U.E. so: Alemanha, Blgica, Itlia, Frana, Luxemburgo, Pases Baixos (Holanda).

    !

  • PRINCIPAIS OBJETIVOS DA SUA CRIAO

    Os principais objectivos da U.E. so, doravante, a promoo da paz, dos seus valores e do bem-estar dos seus povos.

    A estes objectivos de ordem geral vem acrescentar-se uma lista de objectivos mais especficos:

    Um espao de liberdade, de segurana e de justia sem fronteiras internas . Um mercado interno em que a concorrncia livre e no falseada. O desenvolvimento sustentvel da Europa, assente num crescimento econmico equilibrado e na estabilidade

    dos preos, numa economia social de mercado, altamente competitiva, que tenha como meta o pleno emprego e o progresso social e num elevado nvel de proteco e de melhoria da qualidade do ambiente.

    A promoo do progresso cientfico e tcnico. O combate contra a excluso social e as discriminaes, a promoo da justia e da proteco sociais, a

    igualdade entre mulheres e homens, a solidariedade entre as geraes e a proteco dos direitos das crianas. A promoo da coeso econmica, social e territorial, e a solidariedade entre os Estados-Membros. !A Unio respeita ainda a riqueza da sua diversidade cultural e lingustica e vela pela salvaguarda e pelo desenvolvimento do patrimnio cultural europeu.

    Aos objectivos actualmente enunciados nos Tratados, a Constituio acrescenta, a promoo do progresso cientfico e tcnico e a solidariedade entre as geraes, bem como a proteco dos direitos das crianas. A coeso econmica e social passa a ter uma dimenso territorial. A diversidade cultural e lingustica, bem como a salvaguarda e o desenvolvimento do patrimnio cultural europeu, tornam-se igualmente objectivos da Unio.

  • PRINCIPAIS TRATADOS DA U.E. (TRATADO DE ROMA)

    O Tratado de Roma(25 de Maro de 1957) define a criao da CEE (Comunidade Econmica Europeia) com o objectivo de criar um mercado comum onde houvesse a livre circulao de pessoas, mercadorias e capitais.

  • PRINCIPAIS TRATADOS DA U.E. (TRATADO DE MAASTRICHT)

    O Tratado de Maastricht(7 de Fevereiro de 1992) determina que a CEE passa a denominar-se CE Comunidade Europeia porque alm de econmicos os objectivos estendem-se a outras reas, tais como, do campo poltico e social, como a poltica externa, a segurana comum e o emprego.

  • PRINCIPAIS TRATADOS DA U.E. (TRATADO DE AMESTERDO)

    O Tratado de Amesterdo(1998) define os pilares da Unio Europeia:

    as Comunidades Europeias;

    a Poltica Externa e de Segurana Comum;

    a Cooperao na Justia e nos Assuntos Internos.

    Concretizou-se a Unio Econmica e Monetria (UEM) e em Janeiro de 2002 entrou em circulao a moeda nica o euro em doze pases.

    O Reino Unido, a Dinamarca e a Sucia no aderiram moeda nica.

    !O Tratado de Amesterdo tem quatro grandes objectivos:

    Tornar o emprego e os direitos dos cidados, um dos aspectos essenciais da Unio Europeia;

    Suprimir os ltimos entraves livre circulao de pessoas e reforar a segurana;

    Permitir um reforo da importncia da Europa no mundo;

    Tornar mais eficazes as instituies da Unio Europeia, tendo em vista os futuros alargamentos.

  • PRINCIPAIS TRATADOS DA U.E. (TRATADO DE NICE)

    O Tratado de Nice(26 de Fevereiro de 2001) introduziu algumas alteraes nos tratados anteriores. Este procura essencialmente adaptar as instituies comunitrias aos futuros alargamentos, tentando manter a sua operacionalidade e democraticidade.

  • PRINCIPAIS TRATADOS DA U.E. (TRATADO DE LISBOA)

    O Tratado de Lisboa (13 de Dezembro de 2007)pretende reforar a democracia na UE, assegurando elevados nveis de responsabilidade, abertura, transparncia e participao. Confere novos poderes ao Parlamento Europeu e aos parlamentos nacionais uma voz mais forte nas polticas europeias. Tambm pretende agir em conjunto em questes globais como as alteraes climticas, a segurana energtica, a ajuda humanitria e o desenvolvimento sustentvel e em questes de justia e segurana lutando principalmente contra o crime, terrorismo e o trfico de seres humanos.

  • SMBOLOS DA U.E.

  • PASES QUE ADERIRAM U.E.

  • PASES QUE ADERIRAM U.E.

  • Quando que o euro() entrou em circulao e os pases que o utilizam

    O euro foi lanado em 1de janeirode1999, passando a ser a moeda de mais de 300milhes de pessoas na Europa. Nos primeiros trs anos, foi uma moeda invisvel, apenas utilizada para fins contabilsticos, por exemplo, em pagamentos eletrnicos. As notas e moedas de euro entraram em circulao em 1de janeirode2002, substituindo as ento notas e moedas nacionais (por exemplo, o franco belga e o marco alemo), a taxas de converso irrevogveis.

    Atualmente, as notas e moedas de euro tm curso legal em 18 dos 28 Estados-Membros da Unio Europeia, incluindo os departamentos ultramarinos, territrios e ilhas que fazem parte ou esto associados a pases da rea do euro. Estes pases formam a rea do euro. Os microestados do Mnaco, de So Marino e da Cidade do Vaticano tambm utilizam o euro ao abrigo de um acordo formal com a Comunidade Europeia. Andorra, o Kosovo e o Montenegro utilizam igualmente o euro, mas sem um acordo formal.

  • CONCLUSO

    Com este trabalho eu aprendi muita coisa sobre a Unio Europeia, desde que ela foi fundada at hoje (atualmente). Tambm fiquei a saber mais sobre os seus tratados, os pases que a aderiram, os pases que utilizam o euro, os seus smbolos, os principais objetivos, os pases fundadores

  • NETOGRAFIA

    http://pt.wikipedia.org/wiki/Unio_Europeia

    http://www.ecb.europa.eu/euro/intro/html/index.pt.html

    http://mecaflash-unioeuropeia.blogspot.pt/2011/03/os-principais-tratados-da-uniao.html

    http://uniao_europeia.blogs.sapo.pt/354.html

    http://europax.wikispaces.com/file/view/alargamentos-ue-1951-2007.jpg/418864612/alargamentos-ue-1951-2007.jpg

    http://pt.wikipedia.org/wiki/Tratado_de_Lisboa_(2007)

  • Tiago Teixeira 7E N20

    FIM