Últimas aldravias - dan oliveira

Download Últimas Aldravias - Dan Oliveira

Post on 08-Sep-2015

219 views

Category:

Documents

2 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Minhas primeiras 300 aldravias.

TRANSCRIPT

  • 300

    LTIMAS

    ALDRAVIAS

    DAN OLIVEIRA

  • Quero lembrar-me de que esqueci todo meu passado. Agora que nada mais faz sentido, eis o que me digo: tua vida foi um

    completo desengano, agora mesmo o que fazes no querer lembr-la. Aproveita teu esquecimento. Adeus!

    Dan Oliveira, Recife, 5 de maro de 2015.

  • Primeiras aldravias ............................................................... 2

    18-25 Gru ......................................................................... 5

    26-35 A Cidade: Os bestas, os bosques, os baques .............................7

    36-45 Gunnar - O Heri das Agruras e dos Problemas da Vida Atual ..... 9

    46-55 Antonella .....................................................................11

    56-65 Quem ..........................................................................13

    66-75 Mind Out! ....................................................................15

    76-85 ..................................................................................17

    86-95 Sardinhas no so peixes ou Os Mortos no so vivos............. ...19

    96-105 Dez e Zero .................................................................. 21

    106-115 Compaixes, Serenatas e Falenas .................................... 23

    116-125 Aproximaes do que Vem do Escuro ................................ 25

    126-135 Uma Cano Lenta Numa Lngua Estranha ....................... 27

    136-145 Particularidades ......................................................... 29

    146-155 O Inhame ou Tubrculos Amilceos .................................. 31

    156-165 Pensamentos de um Vencido .......................................... 33

    166-175 Universalmente ......................................................... 35

    176-185 Niilismo .................................................................. 37

    186-195 Requiem .................................................................. 39

    196-205 Vinte e Zero .............................................................. 41

    206-215 Psicose .................................................................... 43

    216-225 Perturbaes Ps Morte ............................................... 45

    226-235 Rua ........................................................................ 47

    236-245 Consideraes de uma Vida Futura ................................. 49

    246-250 Quaternrio .............................................................. 51

    251-265 Aberraes Endoplasmticas Filosficas ........................... 52

    266-275 [ ] ........................................................................... 54

    276-283 Fantasia .................................................................. 56

    284-290 O pntano sem acordes ................................................ 58

    291-300 A vida do lodo ........................................................... 59

  • Primeiras aldravias

    1

    guas

    escuras

    revelam

    vidas

    de

    luta

    2

    beijo

    lbios

    saborosos

    doces

    morangos

    romnticos

    3

    nas

    verdades

    sofridas

    h

    sempre

    bondade

    4

    tentando

    ser

    achado

    no

    mundo

    perdido

    5

    flores

    cheias

    de

    vida

    sobre

    tmulos

    6

    amor

    em

    tantas

    flores

    tantos

    beijos

  • 7

    aos

    velhos

    tempos

    bebem

    novos

    amigos

    8

    realidade

    incompreendida

    desejos

    satisfeitos

    encantos

    fantsticos

    9

    transcreve

    o

    msico

    a

    sua

    alma

    10

    livros

    no

    lidos

    mundos

    no

    vistos

    11

    planta

    no

    corao

    mais

    puros

    perfumes

    12

    vida

    no

    notcia

    de

    jornal

  • 13

    teu

    amor

    meus

    nmeros

    de

    loteria

    14

    a

    chuva

    no

    esfria

    meus

    sentimentos

    15

    beija

    a

    boca

    que

    te

    ama

    16

    eu

    a

    amo

    e

    isto

    basta

    17

    marcha

    o

    tempo

    com

    pesados

    coturnos

  • 18-25 Gru

    18

    panteisticamente

    excepcional

    a

    cronologia

    dos

    variantes

    19

    induto

    de

    resduos

    ruins

    da

    uretra

    20

    Chave

    dos

    segredos

    artsticos

    popularmente

    conhecidos

    21

    culpa

    e

    perdo

    e

    constante

    fracasso

    22

    vtima

    de

    todas

    as

    pobres

    vtimas

    23

    Sangue

    ardente

    do

    meu

    derradeiro

    aluvio

  • 24

    Ttulo

    do

    sepulcro

    e

    do

    nascimento

    25

    o

    deus

    verme

    GRU

    em

    ataque

  • 26-35 A Cidade:

    Os bestas, os

    bosques, os

    baques

    26

    asfixia

    sonambulismo

    psicopatia

    falta

    de

    dinheiro

    27

    superlotao

    fadiga

    trnsito

    acmulo

    de

    tarefas

    28

    morte

    suicdio

    transplante

    agonia

    peste

    invariante

    29

    lama

    e

    esgoto

    e

    lodo

    humano

    30

    vestgios

    de

    outrora

    edificaes

    sem

    estruturas

    31

    cultura

    invlida

    msica

    sem

    ritmo

    ~~~tambores~~~

  • 32

    elevadores

    no

    elevam

    a

    nenhum

    lugar

    33

    cofre

    chave

    espionagem

    segurana

    infalvel

    insegura

    34

    verde

    amarelo

    vermelho

    de

    sangue

    sangue~

    35

    ptrido

    eu

    sou

    o

    eu

    sou

  • 36-45 Gunnar - O

    Heri das

    Agruras e dos

    Problemas da

    Vida Atual

    36

    a

    noite

    era

    fria

    como

    sempre

    37

    Gunnar

    se

    preparava

    para

    o

    monstro

    38

    com

    adagas

    cnticos

    vinho

    do

    Porto

    39

    e

    uma

    mulher

    apaixonante

    na

    mente

    40

    no

    tinha

    medo

    do

    que

    viria

    41

    sua

    nsia

    de

    vitria

    me

    anima

    42

    o

    desejo

    e

    o

    sonho

    permanentes

  • 43

    nunca

    temeu

    uma

    batalha

    na

    vida

    44

    mas

    agora

    ele

    demora

    a

    chegar

    45

    pois

    o

    nosso

    trnsito

    est

    INFERNAL

  • 46-55 Antonella

    46

    eita,

    Antonella!

    tu

    me

    deixas

    besta

    47

    o

    teu

    olho

    me

    olha

    errado

    48

    ele

    v

    o

    que

    tu

    queres

    49

    tu

    no

    queres

    nada

    de

    bom

    50

    ser

    miopia

    o

    que

    tu

    tens?

    51

    e

    estas

    veias

    de

    sangue

    explodindo

    52

    os

    fatdicos

    amarelos

    indcios

    de

    desnutrio

    53

    e

    as

    lgrimas

    muitas

    que

    derramas

  • 54

    no

    sou

    tua

    doena,

    meu

    amor?

    55

    feche

    os

    olhos

    no

    espere

    amanh

  • 56-65 Quem

    ...

    quem

    pode

    entender

    a

    energia

    romntica?

    56

    quem

    faz

    a

    dialtica

    dos

    olhares?

    57

    quem

    a

    singela

    singularssima

    pessoa?

    58

    quem

    fez

    do

    doce,

    o

    doce?

    59

    quem

    habita

    as

    tuas

    noites

    festivas?

    60

    quem

    desmente,

    com

    argumentos,

    a

    verdade?

    61

    quem

    no

    silncio

    solta

    tantos

    gritos?

    62

    quem

    sempre

    tem

    mais

    a

    dizer?

  • 63

    quem

    foi

    que

    causou

    a

    arritmia?

    64

    quem

    pintou

    todos

    aqueles

    belos

    quadros?

    65

    quem

    enganou

    o

    corao

    do

    artista?

  • 66-75 Mind Out!

    66

    no

    caos

    ns

    criamos

    o

    mundo

    67

    v?

    a

    paranoia

    est

    no

    ar

    68

    estamos

    quebrando

    as

    regras

    j

    extintas

    69

    estamos

    extintos

    sem

    o

    que

    falar

    70

    no

    todos

    esto

    vestindo

    roupas

    pretas?

    71

    veja

    que

    o

    rei

    est

    morto

    72