Tribuna 1501

Download Tribuna 1501

Post on 08-Jul-2015

2.658 views

Category:

Education

10 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

<ul><li><p>CACOAL, 07 DE AGOSTO DE 2009 - DIRETOR: ADAIR ANTONIO PERIN - RUA ANT. DE PAULA NUNES, 1412 - CACOAL - TELEFAX: 3441-7776 / 3443-4277 - 9951-7776 - ANO XXX - EDIO SEMANAL - N 1501 - PREO: R$ 1,50</p><p>SO JOS GS</p><p>3441-30303441-7777</p><p>CONFORTO, SEGURANAE QUALIDADE</p><p>Rua General Osrio, 1176 - CacoalFONES: 3441-5382 / 3441-1933</p><p>CRM-RO 1038</p><p>FFFFFone:one:one:one:one: 3441-1943 3441-1943 3441-1943 3441-1943 3441-1943Mega Feiro de RAO</p><p>Av. 2 de Junho, 2344 - Centro - Cacoal (em frente a Igreja Matriz)Av, So Paulo, 2422, esquina c/ Rua Antnio de Paula Nunes, Centro</p><p>- Cep: 78976-020 - Cacoal - RO</p><p>(69) 3441-6572Fabiana da Silva Andrade Vencio -CRC 4046/O-1 (69) 8402-5553Marcos Fernandes Vencio - CRC 6124/O-1 (69) 8402-5551</p><p>Av. Cuiab, 1770 - Fone: 3443-3791</p><p>Estria Sexta s 20:00 - Transformes 2Sbado e Domingo s 17:30 hs - A Festa do Garfield</p><p>A ARCA Associao Ruralde Cacoal definiu que a grandecavalgada da 11 Expoac ter in-cio s 09:00 horas deste sbado,08, com largada em frente a PraaMunicipal, contando com um r-gido sistema de segurana, envol-vendo a Polcia Militar, Polcia Ro-doviria, Polcia Civil e Corpo deBombeiros.</p><p>O presidente Silvio Masieiroafirmou que a cavalgada no diade sbado, quatro dias antes doincio da Expoac, que neste anocomea no prximo dia 12, tevebons resultados no ano passa-do, quando pela primeira vez foirealizada com antecedncia.</p><p>Com a cavalgada no sbado,todos tem mais tempo para des-cansar e se preparar para os cin-co dias que duraro a Expoac e aimpresso que temos de que oevento tem um perodo maior dedurao e acaba criando uma ex-pectativa maior sobre o evento,afirmou o presidente.</p><p>TRAJETOO incio ocorre na Praa Mu-</p><p>nicipal onde haver a concentra-o; segue pela Rua Ansio Serra- Avenida Dois de Junho - RuaAntnio Deodato Durce - Aveni-da Porto Velho - Rua So Luiz -Avenida Sete de Setembro - Ave-nida Castelo Branco RO 208 ato Parque de Exposies. Veja maissobre a 11 Expoac. Escolha daRainha da Expoac na pgina 07;sobre o concurso de Gado Leitei-ro, na pgina 09 e programaona pgina 11.</p><p>Cavalgada dincio a Expoac</p><p>Cassol entrega passeslivres para idosos</p><p>PGINA 13</p><p>Lions realizaXIII Costelo</p><p>Familiar</p><p>O Lions Clube CacoalCentro Unidos para Ser-vir, estar realizando nestedomingo Dia dos Pais, apartir das 12 horas no CTG(Centro de Tradies Ga-chas), a XIII Costelo Fami-liar. A renda do costelo serrevertida em prol da Campa-nha da Viso e Casa SoCamilio.</p><p>O convite, vlido para atvinte pessoas com direito aum costelo e um kit deacompanhamento (arroz, fa-rofa, po, mandioca, e sala-das), est sendo vendido emvrios pontos da cidade.</p><p>Como nos anos anteriores, a Cavalgada da Expoac ser um preldio da festa agropecuria de Cacoal</p><p>Foto: Ilustrao</p><p>Prefeito fala dos avanos e das dificuldades</p><p>Na quinta-feira, 30, a Casa deCarne Boa Esperana de propri-edade dos casais Marilene/JairV. da Silva e Ieda/Dulcimar L. daSilva, inaugurou sua modernasede em ampla e moderna insta-lao ao lado da antiga sede, naAvenida Belo Horizonte.</p><p>O projeto da nova sede daCasa de Carne Boa Esperana,</p><p>Tradicional Casa de Carne BoaEsperana est em moderna sede nova</p><p>LaboratrioCID e MonteCristo Sadedesenvolvem</p><p>palestrasgratuitas nas</p><p>escolas de Cacoal(Pgina 05)</p><p>Por Paulo Henrique Silva(AIPMC) - As sesses ordinri-as, do Poder Legislativo Muni-cipal de Cacoal, retornaram nes-ta segunda-feira, 03 de agosto,reiniciando os trabalhos do se-gundo semestre de 2009. A ses-so foi presidida pelo presiden-te da Cmara, vereador LuizCarlos Katatal, com a presenados dez vereadores.</p><p>A Casa de Leis foi marcadacom o discurso do prefeito Fran-co Vialetto (PT). O chefe do exe-cutivo se referiu aos avanos deCacoal na construo civil, nasdificuldades encontradas nesteincio de mandato e o apoio quevem recebendo da sociedade.</p><p>Franco falou, tambm, dos ser-</p><p>vios que esto sendo executadospara melhorar a vida do cidadocacoalense, destacando que todasas obras da gesto passada seroconcludas em seu governo, sereferindo ao mercado do produtorrural, ginsio de esportes, a esco-la Pedro Kemper, o saneamentobsico, a recuperao da camadaasfltica e a nova prefeitura.</p><p>Na oportunidade, o prefeitoreiterou o compromisso com osmembros da casa de leis para tra-balhar unidos em prol de umaCacoal cada dia melhor. Esterecesso serviu apenas para re-cuperarmos as energias e darmoscontinuidade aos trabalhos queesto edificando nossa cidadeenfatizou Franco Vialetto.</p><p>dos casais de Getlio Vargas-RS,que completa 20 anos no prxi-mo dia 23, foi executado obede-cendo s rgidas exigncias davigilncia sanitria e as normasde higiene e meio ambiente.</p><p>Uma das tradies da casa,so os deliciosos assados queso preparados aos domingos eferiados.</p><p>TEL.: 3443.6771TEL.: 3443.6771TEL.: 3443.6771TEL.: 3443.6771TEL.: 3443.6771</p><p>FONE: 3441-2779</p><p>Av. Castelo Branco, 20408, Cacoal</p><p>www.fernandoveiculos.com.br</p><p> www.tribunapopular.com.br - tribunapop@nettravel.com.br - jornal@tribunapopular.com.brUm Jornal Independente a Servio do Povo desta Terra</p><p>CIRURGIO DENTISTCIRURGIO DENTISTCIRURGIO DENTISTCIRURGIO DENTISTCIRURGIO DENTISTAAAAAMestrado em Ortodontia, Especialista</p><p>Voc merece um sorriso perfeitoClnica de OrtodontiaClnica de OrtodontiaClnica de OrtodontiaClnica de OrtodontiaClnica de Ortodontia</p></li><li><p>PGINA 02</p><p>Assinaturas e anncios no O Dirio da Amaznia: 3441.1120</p><p> adanperin@bol.com.brjornal@tribunapopular.com.brtribunapop@nettravel.com.br.</p><p> Editor-Diretor-Responsvel: ADAIR ANTNIO PERIN-DRT/RO-301 Assessor Jurdico: DR. ANTNIO PAULO DOS SANTOS</p><p> Tiragem: 3.000 (Trs Mil Exemplares)Representante em So Paulo, Rio de Janeiro, Braslia, Belo Horizonte e Porto Alegre:RGD Comunicao S/C Ltda, Rua Duarte de Azevedo, 532, So Paulo. CEP.:02036022.. Empresa Jornalstica Tribuna Popular Ltda - CNPJ/CNPF 03.718.553/0001-72. Email:tribunapop@nettravel.com.br - Fone: 3443-4277 - Rua Antnio de PaulaNunes, 1412 - CEP: 78976-085. Filiado ABRARJ - Associao Brasileira de Revis-tas e Jornais e a ADJORI - Associao dos Jornais do Interior de Rondnia.</p><p>NOTA: Os artigos assinados so de responsabilidade de seus autores e nem sempre representam opensamento do jornal. As fotos e os originais no sero devolvidos, mesmo os no publicados.</p><p>Para sugestes ou maiores informaes sobre este e outros temasrelacionados sade envie-nos um:e-mail: yassuda@nettravel.com.br</p><p>ou visite nosso site: www.farmaciayassuda.kit.netYassuda Sade com Qualidade e Responsabilidade</p><p>QUALQUER DVIDA VISITE SEU MDICO</p><p>CACOAL, 07 DE AGOSTO DE 2009</p><p>FONE/FAX: 3441-4564 - CACOAL/RO</p><p>Embora deplorvel, a crisede propores cataclsmicasque se abate sobre o Senado ,como ensina a antiga sabedo-ria chinesa, sinnimo de opor-tunidade. O seu longo desen-rolar tem proporcionado umaviso panormica do carter deboa parte dos atores desse fes-tival de horrores que monopo-liza as atenes daqueles queainda tm estmago para assis-tir a tantas cenas to degradan-tes. Deflagrada a partir da elei-o de Jos Sarney para a pre-sidncia da Casa, sob o patro-cnio do presidente Lula, a guer-ra parlamentar tem a inestim-vel serventia de escancarar demaneira insofismvel at aosseus mais entusiasmados admi-radores a dimenso do despre-zo presidencial pelos limitesque o exerccio do cargo lhe im-pe. Entre eles, a reverncia sdemais instituies, o respeito inteligncia alheia - "No vo-tei no Sarney para a presidn-cia do Senado" - e, se no forpedir demais, um timo que sejade circunspeco.</p><p>O conflito descortinou acarncia de personalidade deum Partido dos Trabalhadoresvassalo de Lula e o comporta-mento ciclotmico do senadorAluzio Mercadante (PT-SP),cujas declaraes contra ou afavor de Sarney oscilavam en-tre a submisso ao humor pre-sidencial e a reprovao ouvi-da nas ruas.</p><p>E por falar em partidos, foiprovidencial a declarao dopresidente licenciado doPMDB, Michel Temer, ora nocomando da Cmara dos Depu-tados, convidando os dissiden-tes a deixarem a agremiao,com direito a uma espcie de"waiver" (perdo), a garantia damanuteno dos mandatos seaceitarem a generosa sugesto.Na tentativa de defender a ima-gem do PMDB, manchada pelocomportamento da maioria deseus integrantes, Temer mostraum vis intolerante ao pregar aproscrio dos que ousaramapontar mazelas que, afinal, jeram sobejamente conhecidas.</p><p>A sociedade teve a raraoportunidade de ver um fachode luz lanado sobre os herm-ticos subterrneos da adminis-</p><p>Uma luz sobre o Senadotrao do Senado, onde se es-condiam, s pencas, funcion-rios fantasmas, atos secretos,e at ultrassecretos; assistn-cia mdica vitalcia para sena-dores e ex-senadores, privilgi-os inaceitveis.</p><p>Pde-se conhecer a faceautoritria, at entoinimaginvel, do ex-presidenteda Repblica elogiado pelaconduo da transio demo-crtica, quando ele endossou acensura que seu filho conse-guiu impor a um jornal, alm deincontveis outras transgres-ses ticas, morais e legais doora presidente do Congresso.</p><p>No foi l grande surpresasaber que mais de dois terosdos membros do recm-insta-lado Conselho de tica do Se-nado tm contas pendentescom a Justia, praticaramnepotismo, assinaram ou sebeneficiaram de atos secretos,mas certamente ter sido tilconhecer-lhes os nomes.</p><p>E o que dizer daseletividade dos senadores datropa de choque, que ameaamlevar ao Conselho de tica ape-nas os colegas que no rezampela cartilha oficial? Aqui, necessrio um reparo: parte dosque defendem a renncia deSarney no o fazem por convic-o, mas por mero clculo pol-tico, temerosos da ira dos elei-tores cujas memrias, por fra-cas que sejam, podem muitobem conservar at 2010 os no-mes dos adeptos do mau com-bate. Receio que no aflige se-nadores cujos mandatos noexpiram ano que vem, como odestemido Fernando Collor(PTB-AL), recm-louvado pelopresidente Lula. Em sesso debaixaria explcita na volta dorecesso, o chefe da inesquec-vel Repblica de Alagoas man-dou o senador Pedro Simon,critico de Sarney, "engolir suaspalavras".</p><p>A exposio escancaradadas vsceras do Senado, quepermite Cmara ocultar assuas, pode no ser l muito ani-madora, mas vale por um trata-do a respeito da degradaoinstitucional que acomete oLegislativo.</p><p>Luiz Leito -luizmleitao@gmail.com</p><p>- Os avanos daOdontologia mo-derna, agorabem perto devoc.</p><p>- Os tratamentoscom ImplantesDentrios sorealidade emCacoal.</p><p>Fone: 3441-6463 - Av. 2 de Junho, 2605 - Cacoal</p><p>A Ortodontia uma dasespecialidades dentroda Odontologia, onde opaciente buscamelhorar a esttica deseu sorriso, proporcio-nando o posicionamentoideal de cada dente, ob-tendo dentes niveladose alinhados.</p><p>Implantodontia</p><p>Os Implantes Dentriossubstituem as prteses totais eparciais dando maior qualidadede vida aos pacientes. Emcasos de dentes condenados possvel realizar os ImplantesImediatos, imediatamente apsas exodontias no mesmo atocirrgico.</p><p>Dr. AngeloA. Ragnini</p><p>ODONTOCENTER IMPLANTANDO SORRISOS</p><p>Dr. RodolfoLuchtenberg</p><p>Ortodontia</p><p>MRMORES E GRANITOS</p><p>Servios especializados em granitos.Mrmores nacionais e importados.</p><p>Fones: 3441. 5602 /34414717</p><p>PROCONINFORMA:</p><p>O PROCONCACOAL, informa aossenhores clientes daLOJA ELETROLARdesta cidade que devemcomparecer em 17/08/09s 08h00min no auditrioda UNESC, sito Rua dosEsportes, n 1038, bairroINCRA, Cacoal - RO paratratar assuntos referentes</p><p>Mrcia Maria dos SantosMrcia Maria dos SantosMrcia Maria dos SantosMrcia Maria dos SantosMrcia Maria dos SantosCoordenadora PROCON CACOALCoordenadora PROCON CACOALCoordenadora PROCON CACOALCoordenadora PROCON CACOALCoordenadora PROCON CACOAL</p><p>Procon Municipal de CacoalAv. Cuiab, n. 2165, Centro (prximo hospital Materno Infantil)</p><p>Fone (fax): 39074132 - 3443-6311E-mail: procon@cacoal.ro.gov.br</p><p>a cobrana de carns de pagamentos. Informa ainda quej se encontra disponibilizado pela Assessoria de CobranaMalta o telefone 0800-604-5050 para que os clientes pos-sam entrar contato visando atualizar os dados cadastraise posterior envio da cobrana sem juros e multas.</p><p>Qualquer dvida o consumidor dever se encaminharao Procon Municipal Cacoal, Avenida Cuiab, n. 2165,Centro (prximo hospital Materno Infantil) Fone (fax):39074132/3443-6311. E-mail: procon@cacoal.ro.gov.br</p><p>O abuso de inalantes aconcentrao e inalao deprodutos comuns encontradosem residncias, escritrios eem escolas, inadvertidamenteusados como droga.</p><p>Inalante(s) a quarta drogausada pelos jovens como "portade entrada", estando atrs so-mente do lcool, tabaco,maconha e de medicamentosadquiridos (ilegalmente) emfarmcias.</p><p>INALANTES: A DROGA DENTRO DE NOSSA CASA</p><p>A tendncia de aumento no consumo de inalantes.No ano de 2003, nos EUA, 16 por cento dos estudantes denvel secundrio usaram inalantes, contra 18 por cento queusaram maconha.</p><p>Ainda nos EUA, em estudo realizado recentemente,308.000 jovens entre 12 e 17 anos usaram inalantes noms anterior ao estudo.</p><p>Apenas um em cada 20 pais acredita que seus filhospodem abusar de inalantes.</p><p>Os inalantes, facilmente encontrados em qualquer resi-dncia incluem mais de 1.000 produtos comuns, incluindo:Colas, Lquido corretor, Produtos de limpeza, Odorizadorde ambiente, Produtos de pintura, Gases diversos (freon,butano, propano, etc.), Gasolina,</p><p>Removedor de esmalte, Produtos usados para fixar ocabelo, E at extintores de incndio.</p><p>EFEITOS PREJUDICIAISOs usurios crnicos de inalantes podem sofrer danos</p><p>severos e permanentes no crebro; sendo que algunsmorrem na primeira vez que usam o inalante.</p><p>Outros riscos possveis incluem os seguintes:Intoxicao, Perda de conscincia, Danos aos ossos, Perdada memria em curto prazo, Espasmos dos membros,Danos ao fgado.</p><p>SINAIS DO USO DE INALANTES:H uma ligao comum entre o abuso de inalantes e</p><p>problemas na escola (faltas s aulas, dificuldades deaprendizagem, apatia geral, etc.).</p><p>Outros sinais de abuso incluem: Manchas no corpo, naroupa, em lenos ou em sacos plsticos, Odor incomumda respirao ou odor de produto qumico na roupa, Falapastosa, desorientao, discurso incoerente, Ansiedade,excitabilidade ou irritabilidade, Pequenos furtos em casa,Olhos ou nariz vermelho, Suores em torno da boca,Aparncia de embriagues, Nusea, vmitos e perda doapetite.</p><p>MEDSON Pitwak aqui novamen-te, agora com o Por que o juiz deveouvir as duas partes?. Ai vai, ai!:Seu Z, mineirinho, pensou bem edecidiu que os ferimentos que so-freu num acidente de trnsito eramsrios o suficiente para levar o donodo outro carro ao tribunal. Notribunal, o advogado do ru come-ou a inquirir seu Z:- O Senhor no disse na hora doacidente 'Estou timo'? E seu Zresponde: - Bo, v ti cont o queaconteceu.. Eu tinha acabado dicoloc minha mula favorita na ca-minhonete... - Eu no pedi detalhes!- interrompeu o advogado. - S res-ponda pergunta: O Senhor nodisse na cena do acidente: 'Estoutimo'? - Bo, eu coloquei a mulana caminhonete e tava descendo arodovia... O advogado interrompenovamente e diz: - Meritssimo, es-tou tentando estabelecer os fatosaqui. Na cena do acidente este ho-mem disse ao patrulheiro rodovi-rio que estava bem. Agora, vriassemanas aps o acidente ele esttentando processar meu cliente, eisso uma fraude. Por favor, pode-ria dizer a ele que simplesmenteresponda pergunta. Mas, a essaaltura, o Juiz estava muito interes-sado na resposta de seu Z e disseao advogado: - Eu gostaria de ouviro que ele tem a dizer. Seu Z agra-deceu ao Juiz e prosseguiu: - Comoeu tava dizendo, coloq...</p></li></ul>