trabalho teoria e historia da arquitetura frank lloyd wright

Download Trabalho teoria e historia da arquitetura frank lloyd wright

Post on 02-Jul-2015

444 views

Category:

Art & Photos

2 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Trabalho sobre a vida e obras de Frank Lloyd Wright.

TRANSCRIPT

  • 1. Arquitetura e UrbanismoAcadmicos: Enio, Gabriel, Jamur, JooPedro, Erick, Vinicius, Vitor e KelvinProfessora: Caira

2. Foi um arquiteto alemonaturalizado americano,considerado um dos principaisnomes da arquitetura do sculo XX,sendo geralmente colocado nomesmo nvel de Le Corbusier ou deFrank Lloyd Wright. 3. Foi professor da Bauhaus e um dos criadores doque ficou conhecido por International style,onde deixou a marca de uma arquitetura queprima pelo racionalismo, pela utilizao deuma geometria clara e pela sofisticao. 4. Os edifcios da sua maturidade criativa fazem usode materiais modernos, como o ao industrial eo vidro para definir os espaos interiores, e aaparncia exterior de suas obras. 5. Tambm famoso pelas vrias frases cridas por ele,algumas delas so conhecidas praticamente no mundotodo, como o caso das frases "less is more " ("menos mais") e "God is in the details" ("Deus est nosdetalhes"). 6. Quando jovem, trabalhou na empresa decantaria do seu pai, antes de se mudar paraBerlim onde comeou a trabalhar com odesigner de interiores Bruno Paul.O seu talentofoirapidamentereconhecido ecomeou desdecedo a receberencomendasapesar de noter graduaoacadmicaformal. 7. Comeou a sua carreira profissionalindependente projectando casas paraclientes de classes baixas. Seguia entoestilos medievais da tradio alem,demonstrando profundas influncias domestre do neoclassicismo prussiano, KarlFriedrich Schinkel, de quem admirava asgrandes propores e os volumes complexose radiais. 8. Depois da Primeira Guerra Mundial, Miescomea, a afastar-se dos estilos tradicionaise a receber influncias do neoplasticismo, edo construtivismo russo, que nele fazemgerminar o esprito modernista, em busca deum novo estilo arquitectnico para a eraindustrial. 9. A arquitetura de Mies tornou-se estrutura e membranaexterna, ou, como ele mesmo dizia, uma arquiteturade pele e osso. A perfeio tcnica dos detalhesviria apenas a apoiar este sentimento de vazio doespao, que segundo Mies, deveria ser preenchidopela vida. 10. J identificado com as novas tendncias da arquitetura,Mies convidado a lecionar na escola vanguardista dearquitectura Bauhaus, fundada pelo seu colega - e crtico -Walter Gropius. Pertencem a este seu perodo algumaspeas de moblia medieval, onde aplica antigas tecnologiasartesanais, que viriam a se tornar particularmentepopulares at os dias de hoje, como a Cadeira Barcelona (emesa) ou a Cadeira Brno.Na dcada de 1930, depois de Hannes Meyer, Mies foi por umbreve perodo de tempo, o ltimo diretor da Bauhaus. 11. Pavilho de Barcelona 12. Mies estava no auge de sua carreira na Alemanha, quandofoi convidado para projetar o pavilho alemo para a FeiraMundial de Barcelona em 1929, hoje cone damodernidade.O pavilho de Barcelona estruturado simplesmente emoito colunas cruciformes que suportam sua coberturahorizontal. 13. Alguns deslocamentos no volume do pavilho foram criados apartir de leituras ilusrias de superfcie, como a obtida pelo uso debiombos de vidro verde, que emergem com os equivalentesespeculares dos principais planos confinantes; e esses planosrevestidos por mrmore verde, refletem os realces das barrasverticais, cromadas e vitrificadas, que sustentam o vidro. 14. O contraste de nix polido, e a parede queflanqueia o terrao principal com suapiscina refletora- onde a gua distorce aimagem espelhada do edifcio-, so ostermos de textura e cor encontrados noprojeto. 15. Aps a exposio o pavilho foi demolido,mas sua importncia foi tal que voltou a serconstrudo na dcada de 1990, comohomenagem ao arquiteto e como smbolo domodernismo. 16. Casa Farnsworth 17. Entre 1946 e 1951, Mies projetou e construiu a icnica CasaFarnsworth, uma casa de fim de semana que deveria servirde retiro, nos arredores de Chicago, para a mdica EdithFarnsworth e que se tornaria uma das principais obras dereferncia da arquitectura moderna.Nesta Obra Mies explorou a relao entre o indivduo, o seuabrigo e a natureza. 18. A casa concretiza a viso amadurecida de Mies para o quedeveria ser a arquitectura da sua poca: uma estruturaminimalista limitada pele e esqueleto do edifcio, usandomateriais que representavam os novos tempos, permitindo adefinio de um espao ordenado de forma clara, simples,inteligvel e fluida, com uma disposio que sugerisseliberdade de utilizao. 19. O suporte estrutural rigorosamente concebido e as paredestotalmente de vidro definem um espao interior cbico simples,permitindo que a natureza e a luz o envolvam de facto. Estepavilho de vidro ergue-se cerca de 1,5 m acima da planciealuvial do rio Fox e rodeado por florestas e prados.A casa tem sido descrita por muitos como "sublime", "um templopairando entre a terra e o cu", "um poema", "uma obra de arte". Ainfluncia desta obra pode verificar-se pela quantidade de "casasde vidro" modernistas 20. Neue NationalgalerieO ltimo trabalho de relevo de Mies foia Neue Nationalgalerie em Berlim, que considerado uma das mais perfeitasexpresses da sua abordagemarquitetonica. O pavilho superior constitudo por uma estrutura precisade ao com invlucro de vidro, que nasua simplicidade revela perfeitamentea fora esttica e funcional das ideiasde espao interior flexvel, aberto esem cargas desnecessrias impostaspela ordem estrutural externa.